Como aparentar confiança: 15 passos (com imagens)

Como já falei aqui, ser autoritário é importante para ser ouvido, respeitado e conseguir ganhar a confiança do público, inclusive dentro do marketing digital. Mas você sabe como melhorar sua autoridade?

É exatamente sobre isso que vamos conversar hoje, pois alcançar tanta credibilidade não é uma tarefa rápida. Mas existem algumas dicas que podem lhe ajudar nessa missão. Confira:

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

1. Não aja em seu próprio favor

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Você já deve ter visto muitas mães dizendo que os seus filhos são os mais lindos ou os mais inteligentes de todos. Mas cuidado! Se você fizer isso consigo mesmo, as pessoas terão dificuldade em acreditar que você realmente é bom.

Quando alguém não tem nada a ganhar (ou pode até mesmo perder algo), nós confiamos nessa pessoa com mais facilidade. Por isso, citar fraquezas antes de falar dos pontos fortes é uma boa maneira de diminuir a resistência do público e gerar mais credibilidade.

2. Use o efeito “convertido”

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Imagine que duas pessoas tentam lhe oferecer um programa de emagrecimento. Em quem você confiaria mais? Em alguém que sempre foi magro, confiante e atlético, ou em uma pessoa que lutou contra a obesidade a vida inteira e, apesar das circunstâncias, conseguiu mudar de vida?

Você provavelmente escolheria a segunda pessoa, não é? Isso acontece porque uma pessoa que fez uma longa jornada sempre ganha mais credibilidade e gera a sensação de familiaridade com aqueles que estão passando pelas mesmas dificuldades.

Nós nos identificamos com os “convertidos”, pois eles nos convencem de que podemos passar pela mesma transformação.

3. Não bajule demais

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Essa é outra grande dica de como melhorar sua autoridade. A maioria dos clientes espera que você diga coisas que os agradem. Mas a verdade é que isso faz com que os seus conselhos sejam ignorados: eles sentem o seu “desespero”.

Portanto, siga o meu conselho: mantenha sua integridade e independência em defender o seu trabalho duro. Essas são ótimas maneiras de prestar um serviço melhor aos seus clientes. Até porque, quando você deixa de bajular o público, ele percebe que as suas intenções são realmente boas.

4. Evite influenciar as pessoas

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Você com certeza seria convencido a comprar um produto se ouvisse duas pessoas discutindo sobre ele do que se um vendedor lhe abordasse falando as mesmas informações. Certo?

Então, qual é o grande mistério? O mistério, meu amigo, é produzir uma boa quantidade de conteúdos de qualidade, sem pedir nada em troca. Acredite: isso vai gerar uma recepção muito mais aberta na hora de divulgar o seu produto ou serviço.

5. Escolha uma qualidade para criar sua reputação

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Ok, você precisa de uma boa reputação. Mas o ideal é que ela seja simples e construída a partir de uma única qualidade, que realmente seja valiosa. Assim, ela se transformará no seu cartão de visita, anunciando quem você é e fazendo com que as pessoas parem para lhe ouvir.

Portanto, descubra uma única qualidade que lhe defina (a melhor possível!) e trabalhe duro para deixá-la transparecer em tudo que fizer.

6. Reinvente-se

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Agora me responda o seguinte: você já imaginou o que aconteceria se recriasse sua imagem?

Pode parecer um movimento ousado, mas você não deve ter medo de se reinventar. O segredo é chamar atenção para a qualidade única que construiu a sua reputação e que o destaca dos demais.

Pode ser que, em algum momento, você seja atacado ou que façam comentários negativos, mas não se preocupe! Isso ainda é melhor do que ser ignorado. Afinal, o que a audiência quer são pessoas de personalidade marcante.

7. Seja confiante

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Sabe aquela pessoa de quem falamos na dica 2? Aquele cara que conseguiu mudar de vida, mas só depois de muito trabalho duro e dificuldade? A verdade é que ele não teria sucesso com seu produto se não fosse confiante.

Ao construir confiança, mais as pessoas aceitarão o que você tem a dizer. Então, diga o que quer com o máximo de segurança e positividade possível, lembrando sempre que o público adora pessoas com convicção.

8. Trabalhe duro

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Todo mundo precisa trabalhar muito, principalmente quem deseja aprender como melhorar sua autoridade, ter credibilidade e ser tratado como um expert.

No marketing digital, por exemplo, é preciso criar um e-book, disparar e-mails marketing, finalizar o produto, publicar os conteúdos e uma infinidade de outras tarefas que são necessárias para formar uma carreira de sucesso nesse meio.

Quando a preguiça bater, lembre-se: no final das contas, as pessoas que mais respeitamos são aquelas que acordam cedo, trabalham até tarde e entregam os produtos que queremos. Inspire-se nelas!

9. Cobre preços premium

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Você acha que preços caros podem espantar os clientes? Em alguns casos, isso até é verdade, mas muitas pessoas descartam um produto por achá-lo barato demais.

Ainda assim, quando se trata de colocar os preços, nós costumamos cobrar abaixo do indicado. E isso é um grande erro.

Na hora de precificar o seu produto ou seu serviço, experimente fazer essas 5 perguntas:

– 1. Quais são as minhas histórias de sucesso? – 2. Será que as pessoas realmente não podem pagar pelos meus serviços? – 3. Eu acredito que qualquer pessoa possa fazer o que faço? – 4. Como posso ajudar o mundo se não tenho nenhum dinheiro?

– 5. Qual é a minha verdadeira visão?

13 passos para se tornar um influenciador digital

O marketing de influência tornou-se prioridade para muitas marcas porque funciona. Não falta empresa disposta a investir tempo e dinheiro em um influenciador de verdade, que ganha para ser ele mesmo e engajar seus seguidores na marca que o patrocina. Mas como criar um tipo de público com o qual as empresas queiram se conectar?

VEJA TAMBÉM: Como as influenciadoras virtuais conquistaram a moda

Veja, na galeria de imagens abaixo, o que 13 membros do Forbes Agency Council recomendam para construir e aumentar a audiência, criando valor para o seu perfil e atraindo anunciantes:

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    1. Concentre-se em ressoar
    Comece a criar conteúdo de forma generosa — mas não excessiva — para o público que você já tem. Disponibilize materiais e histórias que possam representar experiências positivas para os seguidores. E interaja, ou iniciando uma conversa com as pessoas que o acompanham ou construindo uma narrativa da qual elas possam participar. Na economia de conexões em que vivemos hoje, ressoar pela rede tem efeito mais duradouro mais do que simplesmente atingir as massas.
    (Thomas Harding, Mish Guru)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    2. Compartilhe conhecimento livremente
    Seja apaixonado por sua causa, indústria ou oferta, saiba tudo sobre ela. E compartilhe seus conhecimentos de graça. Isso mesmo. Se você for especialista em um determinado assunto e falar livremente sobre ele, as pessoas vão segui-lo e consumir o conteúdo que você oferecer. Assim você poderá fortalecer sua marca pessoal e criar valor e, quando chegar a hora certa, dar o seu preço. Os seguidores engajados pagarão para continuar a partilhar do seu conhecimento.
    (Brooke Weller, iProspect, San Diego)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    3. Primeiro, estratégia e procedimento
    Você precisará de uma boa base de trabalho já realizado para atrair parcerias. Gerencie de maneira estratégica sua atuação nas redes sociais e trabalhe com marcas que procurem pelo seu endosso. Implemente um procedimento de trabalho azeitado desde o início para não gastar sua energia criativa com tarefas administrativas. Lance mão das melhores ferramentas e práticas para organizar processos e ter tempo para degustar o prazer de ser seguido.
    (Alannah Tsimis Sandehl, marca IDM)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    4. Encontre uma voz única
    O diferencial dos influenciadores que se destacam raramente tem a ver com o volume de conteúdo que produzem ou o tempo que dedicam ao trabalho. Tudo se resume a ter uma voz única. Quem se limita a pegar carona no perfil dos outros e reproduzir o que é feito por aí nunca construirá um público de seguidores leais. Concentre-se em encontrar a sua marca registrada.
    (Richard Lorenzen, Fifth Avenue Brands – Relações Públicas)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    5. Tenha fluxo de postagem
    Para criar confiança e conexão com o público, é essencial que os influenciadores publiquem regularmente. Não é preciso compartilhar amplos volumes de foto e vídeo, mas manter um fluxo constante de conteúdo. Montar e gerenciar um calendário e ter uma biblioteca de mídia atualizada pode ajudar no processo.
    (Chad Recchia, Awlogy)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    6. Seja autêntico e inspire confiança
    Se você quer engajar seu público, é essencial permanecer autêntico e ser transparente com os seguidores. As pessoas querem aprender com quem é fiel a si mesmo, à sua própria marca. Por isso, seja transparente sobre o conteúdo que produz. Sua originalidade vai inspirar confiança.
    (Elyse Flynn Meyer, Prism Soluções Globais de Marketing)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    7. Concentre-se nas métricas que importam
    Influenciadores podem ser obcecados por contar seguidores. Mas eles deveriam estar mais preocupados com outras duas estatísticas: engajamento e retorno sobre investimento (ROI). Em vez de querer saber o número total de pessoas que o seguem, o influenciador deve se perguntar se está acima da média da rede em termos de engajamento (quantos de seus seguidores se envolvem com as suas postagens, dando indícios de paixão e emprestando relevância à sua marca?) e se entende e divulga de maneira satisfatória os resultados específicos que as marcas procuram (o ROI).
    (Craig Greiwe, Rogers e Cowan)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    8. Seja vulnerável, mas inteligente
    Falar com franqueza sobre as suas lutas e medos é difícil, mas isso o humaniza e faz com que o público se identifique e se conecte com você. Claro que não se pode perder de vista que você também é uma marca. Publicar sobre o quanto se esforça para entregar o trabalho no prazo pode ser “honesto”, mas não vai ajudá-lo a conquistar nenhum cliente. Exponha dificuldades que não queimem seu filme.
    (Houston Golden, BAMF Media)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    9. Não pegue atalhos
    Comprar seguidores, usar robôs ou participar de grupos de engajamento pode parecer uma maneira fácil e rápida de chegar ao topo. No entanto, algoritmos já são capazes de detectar qualquer jogo sujo que se valha de inteligência artificial. Então, investir em um desses métodos pode, no final das contas, limitar a sua capacidade de crescimento. Além disso, marcas hoje podem aferir um índice de qualidade do público para avaliar o valor de um perfil. Apenas seja transparente e construa uma audiência a que você possa de fato interessar — e influenciar.
    (Revecka Jallad, DIVISA)

  • Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)
    10. Não arrisque sua reputação
    Para se tornar um influenciador, você precisa construir autoridade e confiança junto ao público, ao longo do tempo. Não caia em ciladas. Muitos influenciadores jogam fora o investimento de tempo e trabalho que fizeram por anos em troca de um punhado de dólares, pagos para anunciar um produto que não tem nada a ver com seu perfil na rede — ou que tenha características de algum modo questionáveis. Não caia nessa.
    (Douglas Karr, DK New Media)

  • 11. Faça curadoria de conteúdo
    Foque o seu conteúdo menos em você e mais nas novidades que você vê dentro da área em que é especialista. Conecte os pontos a tendências mais amplas e faça do seu perfil um espaço curado, em que se pode encontrar tudo o que alguém precisa saber, com um ângulo positivo, sobre um determinado tema.
    (Cagan Sean Yuksel, GRAFX CO.)

  • 12. Escolha a plataforma certa
    Certifique-se de que, ao optar por uma plataforma, está escolhendo aquela com que o seu público-alvo está mais envolvido. Pesquise qual pode dar a você um maior número de curtidas, compartilhamentos e retornos. Se você não obtém uma boa resposta do público, não tenha medo de experimentar um canal diferente ou outras formas de engajar seguidores, antes de escolher um definitivo.
    (Solomon Thimothy, OneIMS)

  • 13. Jogue com estratégia e paciência
    Personalidades promissoras devem desistir de parte de seu cachê — ou do cachê completo — para dar o pontapé no empreendimento da marca. Com frequência, somos abordados por influenciadores que apresentam uma tabela de preços logo na primeira conversa. Considere lançar um desconto ou brinde para a marca antes. Abrir mão para em seguida colocar o pé na porta. Isso é inestimável a longo prazo!
    (Priscila Martinez, The Brand Agency e Element Brand Group)

Leia também:  Como aprender auto hipnose para lidar com o nervosismo nos estudos

1. Concentre-se em ressoar

Comece a criar conteúdo de forma generosa — mas não excessiva — para o público que você já tem. Disponibilize materiais e histórias que possam representar experiências positivas para os seguidores.

E interaja, ou iniciando uma conversa com as pessoas que o acompanham ou construindo uma narrativa da qual elas possam participar.

Na economia de conexões em que vivemos hoje, ressoar pela rede tem efeito mais duradouro mais do que simplesmente atingir as massas.

(Thomas Harding, Mish Guru)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).

4 maneiras de usar a linguagem corporal para transmitir confiança

O que as pessoas veem quando você entra em uma sala? Esperamos que elas vejam alguém confiante, um profissional e empreendedor bem sucedido.

Mas, se você não tiver cuidado, sua linguagem corporal pode estar projetando uma imagem muito diferente.

Você está no controle da mensagem que está mandando. Se projetarmos uma imagem confiante, credível, as pessoas vão responder como se nós soubéssemos todas as coisas.

Quem se importa com o que você está sentindo por dentro?

Os empreendedores mais bem sucedidos são aqueles que entendem exatamente como fazer isso. As 4 dicas a seguir podem ajudá-lo a alterar a sua linguagem corporal e emitir uma vibração mais confiante.

#1. Mantenha uma postura assertiva

A chave para ser equilibrado e confiante em tudo é a postura. Para se mostrar confiante, mantenha as pernas alinhadas com os ombros e os pés a cerca de 4 a 6 centímetro de distância.

Distribua o peso igualmente sobre as 2 pernas, mantenha os ombros para trás. Essa é uma postura assertiva.

É uma postura que projeta confiança, não insegurança. Você está aberto para a pessoa com quem está falando. E você pode parecer grande, independente da sua altura.

Nunca fique em uma posição submissa, com as pernas cruzadas, as mãos cruzadas na sua frente, ou pressionando o peso no quadril.

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Nunca fique em uma posição corporal submissa.

#2. Cuidado com suas mãos

Uma parte importante de dominar a linguagem corporal é saber o que as suas mãos estão dizendo.

A última coisa que queremos fazer é ofender alguém por apontar o dedo em seu rosto, por exemplo. Apontar pode parecer agressivo, mas muitas pessoas fazem isso sem entender como podem ser intimidados.

Em vez disso, quando você está explicando uma ideia, fale com a palma da mão aberta e mantenha os dedos juntos.

Os homens e mulheres apontam o dedo, mas as mulheres têm uma tendência a fazer isso mais do que os homens.

Colocar as mãos na cintura é uma postura que muitas pessoas usam, mas isso pode dar um ar de arrogância ou impaciência. Se você tende a mexer em seu cabelo, tente resistir a isso.

#3. Não cruze as pernas

Em um ambiente profissional, cruzar as pernas pode ser uma distração para outras pessoas, dependendo do que você está vestindo.

Para uma mulher, se seu vestido é muito apertado, ela projeta uma imagem muito sexy, porque revela algumas curvas. Para um homem, se a bainha da calça for muito curta, ele será uma distração, quando cruzar as pernas e mostrar a perna.

O resultado final também é ruim para a saúde: cruzar as pernas é ruim para a circulação, porque aumenta a pressão sobre suas veias e isso não é aconselhável.

Como Aparentar Confiança: 15 Passos (com Imagens)

Por mais elegante que possa parecer para você, evite cruzar as pernas.

#4. Preste atenção ao seu rosto

Saiba como o seu rosto se parece. Esta é a expressão que as pessoas veem quando você está olhando para elas, ouvindo-os ou simplesmente quando está calado.

Rostos padrões de algumas pessoas podem ser muito severos e não comunicar o que estamos sentindo por dentro.

Podem existir consequências para as pessoas com um padrão de expressão facial grave. As pessoas podem evitar você, achando que você está bravo com elas e acabam ficando na defensiva ao seu redor.

O que você pode fazer? Preste atenção aos comentários de seus amigos e colegas quando você está ouvindo-os, ou conversando com eles.

Será que eles pensam que você está chateado porque você franziu o cenho em uma concentração? Se este for o caso, tente relaxar os músculos ou sorrir mais vezes quando conhecer novas pessoas.

A chave é não deixar que a sua linguagem corporal mine o que você quer fazer como empreendedor. Use essas dicas para ajudá-lo a tornar-se mais consciente da imagem que está projetando.

___

Este artigo foi adaptado do original, “4 Ways Your Body Language Can Project Confidence”, do OPEN fórum.

Corpo, Expressão, Linguagem Corporal, Postura

Como Aparentar Confiança

X

Este artigo foi escrito em parceria com Amy Wong. Amy Eliza Wong é Coach Transformacional e de Liderança. É fundadora da Always on Purpose, um serviço de coaching particular para indivíduos e executivos que buscam ajuda para melhorar o próprio bem-estar e atingir o sucesso, além de contribuir para a transformação das culturas de trabalho, no desenvolvimento de líderes e na estabilidade.

Amy faz sessões particulares de coaching e desenvolve workshops e palestras para empreendimentos, start-ups, clínicas, organizações sem fins lucrativos, universidades e escolas.

Vivendo em San Francisco, ela trabalha com os maiores nomes do ramo da tecnologia e ajuda a desenvolver a liderança de maneira inovadora e as estratégias de comunicação interna para equipes do mundo todo. Amy é uma instrutora regular na Stanford Continuing Studies. É Mestra em Psicologia Transpessoal pela Sofia University. Possui certificado em Coaching Transformacional de Vida pela Sofia University e certificado em Inteligência Conversacional pelo CreatingWE Institute.

Há 20 referências neste artigo. Você pode encontrá-las ao final da página.

  1. 1

    Mantenha uma boa postura. Ela tem um papel fundamental no modo como as outras pessoas o veem. Sente-se direito para dar a impressão de você que está confortável. Ficar com uma postura muito relaxada transmite uma imagem de nervosismo. Fique atento à maneira como você se porta ao longo do dia para sempre inspirar confiança nas pessoas que o cercam.[1]

    • Deixe as costas retas e os ombros levemente para trás. Contraia a barriga e dobre um pouco os joelhos.[2]
    • Concentre-se em manter a cabeça para cima e os ombros um pouco para trás para parecer mais alto, forte e confiante no ambiente de trabalho. Não deixe os ombros caídos e não olhe para o chão para não dar a impressão de que você é mais baixo do que é.[3]
    • Experimente fazer uma postura de poder, que é se portar de modo muito confiante e parecido com as poses do Super-Homem e da Mulher-Maravilha. Faça a postura de poder por um minuto para se sentir e parecer uma pessoa mais determinada.[4]
  2. 2

    Gesticule enquanto estiver falando. As pessoas carismáticas costumam fazer mais gestos com as mãos. Desse modo, use as mãos quando falar. Mexa-as um pouco para ilustrar ou enfatizar alguma coisa. Esses gestos devem ajudá-lo a ficar mais determinado e cativante.[5]

    • Existem muitas maneiras de gesticular, por exemplo: movimente as mãos no ritmo da fala ou desenhe alguma coisa com os dedos, como a forma de um prédio que você está tentando descrever.
    • Porém, não exagere. Ficar gesticulando demais dá uma má impressão e não transmite confiança. Além disso, os movimentos das mãos têm que ser firmes.
  3. 3

    Não fique balançando os pés como se estivesse nervoso. Este é um dos principais sinais de que a pessoa está ansiosa. Mexer as pernas e cutucar o rosto durante uma conversa não demonstram confiança. Fique com o corpo parado, salvo uma gesticulação moderada, é claro.[6]

    • Saiba que você pode estar fazendo esses movimentos inconscientemente. Algumas pessoas não percebem que têm tiques, por isso é importante estar sempre atento ao seu corpo. Talvez você comece a notar que faz coisas que nem imaginava.
  4. 4

    Adote uma postura mais aberta para transmitir mais confiança. Seguem abaixo algumas coisas que você pode fazer:[7]

    • Incline-se para trás e relaxe. Projetar o corpo para frente sinaliza ansiedade, então deixe as costas mais para trás na cadeira e relaxe. Descanse os braços em cima do colo ou do lado do corpo e mantenha os pés sobre o chão.
    • Olhe no rosto da pessoa com quem você está conversando. Volte toda a sua atenção a outra pessoa e não fique olhando ao redor.
    • Não cruze as pernas. Deixe os pés sobre o chão e lado a lado, porque cruzar as penas contribui para criar uma postura fechada, aparenta insegurança e dificulta a transmissão de uma imagem de confiança.[8]
  1. 1

    Expresse-se com clareza. Ficar hesitando e falar baixo ou alto demais passa a imagem de que você não tem controle sobre si mesmo. Por outro lado, uma voz firme e uma linguagem clara manifestam confiança. Fale de um jeito que facilite a compreensão das pessoas sobre o que você está dizendo.[9]

    • Expresse-se com clareza tanto no ambiente de trabalho quanto na sua vida pessoal. Fique atento ao tom da sua voz e evite o murmúrio e a oscilação da fala.
    • Você é uma pessoa naturalmente nervosa? É preciso um pouco de treino para manter o tom correto. Pratique na frente do espelho ou grave e escute a sua fala para ver se a voz é clara e inteligível.
  2. 2

    Não fique apenas falando, aprenda também a ouvir. Ser confiante não é o mesmo que ser escandaloso ou ficar discutindo o tempo inteiro.

    As pessoas confiantes acreditam em si mesmas e nas próprias opiniões e não sentem a necessidade de dominar uma conversa. Sempre dê aos outros uma chance para falar.

    Quando você oferece a oportunidade para outra pessoa discordar educadamente, você age como uma pessoa determinada.[10]

    • Deixe os outros falarem o mesmo tempo que você. Quando você terminar uma frase ou uma observação, dê uma pausa para que a outra pessoa possa falar.
    • Mostre que você está prestando atenção. Quando for apropriado, use pistas não verbais, como acenar com a cabeça ou sorrir para demonstrar que você está escutando.
  3. 3

    Diga o que você pensa sem se desculpar. Algumas pessoas mais nervosas não gostam de falar a sua opinião ou a diminuem de alguma forma.

    Talvez você fique em silêncio quando discorda ou comece dizendo: “Desculpe-me, mas eu discordo…” Não faça essas coisas e dê a sua opinião de um modo direto.

    Você não deve ser rude ou agressivo, mas sim se sentir confortável para compartilhar as suas opiniões sem ficar se regulando.[11]

    • Não peça desculpas, vá direto ao ponto. Comece com uma frase como: “Olha, eu vejo a situação de uma outra maneira” e dê o seu ponto de vista.
    • É normal se exaltar um pouco. Manifestar sentimentos fortes faz parte de ser uma pessoa confiante.
  4. 4

    Não ataque nem ameace as outras pessoas. Há muitas diferenças entre ser agressivo e confiante. Quando você fica bravo ou agressivo porque alguém o provocou, você passa uma imagem de insegurança sobre si mesmo e as suas opiniões. Sempre deixe os outros falarem.[12]

    • Quando alguém discordar de você ou tiver um ponto de vista diferente, dê um espaço para a pessoa falar e não a interrompa. Responda o que foi dito com educação, por exemplo: “Certo, eu entendo o que você está falando. É outra perspectiva, mas faz sentido.”
    • Ser confiante não tem nada a ver com querer sempre vencer, mas com descobrir uma solução que agrade todo mundo. Negociar uma opção que exija que cada um ceda um pouco é muito melhor do que tirar o máximo de vantagem sempre.
  5. 5

    Agradeça às pessoas. As pessoas determinadas sabem que não chegaram onde estão sozinhas.

    Há quem confunda a confiança com a arrogância, mas elas são coisas muito diferentes, porque uma pessoa confiante tem que ser capaz de mostrar gratidão. Tente demonstrar mais a sua gratidão.

    Agradeça as pessoas por compartilharem a sua perspectiva, por darem uma mãozinha e em outras circunstâncias adequadas.[13]

  6. 6

    Faça contato visual. Sempre que estiver conversando com alguém, olhe nos olhos da pessoa para mostrar que você está escutando e prestando atenção. Porém, não fique encarando. Faça o contato visual por uns dez segundos e desvie o olhar por um instante antes de olhar nos olhos da pessoa novamente.[14]

    • Não olhe para baixo e não fique com uma postura caída porque esses gestos dão a impressão de que você é uma pessoa passiva, fraca e um alvo fácil.[15]
  1. 1

    Vista-se de acordo com a imagem que você quer passar. Você quer parecer uma pessoa determinada, não é mesmo? Então a forma de se vestir é muito importante. Você não precisa estar bem arrumado o tempo inteiro, mas há situações em que você precisa transmitir segurança e usar roupas que dão a aparência de uma pessoa arrojada.[16]

    • Siga o lema “vista-se para o trabalho que você quer, não para o que você já tem.” Usar uma roupa formal demais em algumas circunstâncias, como em uma reunião ou uma entrevista de emprego, é melhor do que se vestir de um modo desleixado.
    • Invista em roupas elegantes para o trabalho, por exemplo: uma camisa de botão, uma calça social, um paletó ou um vestido formal.
  2. 2

    Assuma a responsabilidade das suas ações. As pessoas determinadas não tem problemas em admitir os erros e sabem que são os únicos responsáveis por sua vida ser como é. Em vez de ficar jogando a culpa no acaso ou nos outros, pense no que você fez ou deixou de fazer.[17]

    • Por exemplo, se você chegou atrasado no trabalho porque o ônibus demorou muito para passar, não diga: “É culpa do motorista”. É melhor pensar assim: “Foi um azar, mas eu devia ter saído de casa mais cedo porque eu já sabia que o ônibus poderia atrasar.” Tente melhorar daí para frente.
    • Quando você percebe que tem o controle sobre si mesmo e as próprias ações, você fica mais confiante.
  3. 3

    Persista no que você planejou fazer. As pessoas determinadas são capazes de atingir o seus objetivos. Você deseja ser mais confiante, não é mesmo? Planeje fazer alguma coisa e cumpra. Por exemplo, caso você queira terminar um trabalho antes do prazo final, dê o melhor de si para cumpri-lo.[18]

    • Estabeleça os seus objetivos e crie passos intermediários. Quando você estiver tentando terminar um trabalho, defina metas diárias para atingir o objetivo final.
    • Seja realista ao definir os objetivos e a planejar as coisas, pois ir com sede demais ao pote é a maneira mais fácil de implodir a sua confiança.
  4. 4

    Não pense que as pessoas ficam monitorando as suas ações e não se importe com o que elas acham de você. A verdade é que ninguém o fica julgando como você imagina. Saiba que as pessoas se preocupam muito mais consigo mesmas e com os seus próprios problemas do que com o que você está fazendo. O conhecimento desse fato ajuda muito a elevar a confiança.[19]

  5. 5

    Não tenha vergonha de admitir os próprios erros. Uma pessoa determinada se sente bem com as suas escolhas, incluindo as equivocadas. Você arruinou alguma coisa ou fez um julgamento incorreto sobre algo? Assuma a responsabilidade. É muito melhor reconhecer os erros com tranquilidade do que ficar agarrado a uma opinião que está obviamente errada.[20]

    • Quando você cometer um erro, diga: “Desculpe-me. Eu estava enganado.” É normal pedir desculpas por avaliar mal uma situação.
    • Porém, não peça perdão pelos seus sentimentos e por não ser perfeito. Por exemplo, quando você tiver que faltar ao trabalho em razão de uma doença, não peça perdão porque você não tem culpa disso.
Leia também:  Como aprender ginástica olímpica sozinho (com imagens)

Coach Transformacional e de Liderança

Este artigo foi escrito em parceria com Amy Wong. Amy Eliza Wong é Coach Transformacional e de Liderança.

É fundadora da Always on Purpose, um serviço de coaching particular para indivíduos e executivos que buscam ajuda para melhorar o próprio bem-estar e atingir o sucesso, além de contribuir para a transformação das culturas de trabalho, no desenvolvimento de líderes e na estabilidade.

Amy faz sessões particulares de coaching e desenvolve workshops e palestras para empreendimentos, start-ups, clínicas, organizações sem fins lucrativos, universidades e escolas.

Vivendo em San Francisco, ela trabalha com os maiores nomes do ramo da tecnologia e ajuda a desenvolver a liderança de maneira inovadora e as estratégias de comunicação interna para equipes do mundo todo. Amy é uma instrutora regular na Stanford Continuing Studies. É Mestra em Psicologia Transpessoal pela Sofia University. Possui certificado em Coaching Transformacional de Vida pela Sofia University e certificado em Inteligência Conversacional pelo CreatingWE Institute.

Categorias: Autoajuda e Autoestima

  • Imprimir
  • Agradecer aos autores

Esta página foi acessada 2 307 vezes.

7 dicas de postura na passarela para desfilar bem

Ser modelo é muito mais do que glamour, reconhecimento, fama e retorno financeiro. Essa profissão requer dedicação, paciência, persistência, conhecimento do mercado, interesse no mundo da moda e, sobretudo, muito estudo e treinamento, principalmente se o sonho é desfilar bem.

Para quem deseja ser modelo de passarela, desfilar é indispensável! A cada passada, a pessoa deve exibir as roupas e os acessórios que está usando e imprimir sua personalidade com firmeza, segurança e graciosidade.

Então, para ajudar você a se aperfeiçoar e arrasar nas passarelas, listamos algumas dicas imperdíveis! Confira!

1. Mantenha a postura correta

Isso é muito importante, pois a coluna tem de estar ereta! Para conseguir essa postura, aprenda a colocar os ombros levemente para trás, sem se inclinar muito. Assim, seu corpo parecerá mais longilíneo.

Leia também:  Como analisar poesias (com imagens)

Lembre-se de que não é porque a coluna está ereta que você deve ficar com o corpo endurecido enquanto anda. Seja o mais natural possível. Espontaneidade também se transmite na postura.

2. Erga a cabeça para desfilar bem

Cabeça levantada, queixo levemente inclinado para baixo e movimentos leves e discretos. Foque um ponto na altura de seus olhos e nunca fique com a cabeça baixa.

Há uma tentação imensa de olhar para a plateia, mas resista! Concentre-se e treine em casa, diante do espelho, para que sempre consiga desfilar com naturalidade.

3. Esbanje um sorriso de Mona Lisa

O sorriso de Mona Lisa nada mais é do que sorrir e passar confiança com os olhos. Achou estranho? É que, quando se desfila, as atenções da plateia devem estar voltadas para a roupa, e não para o seu rosto.

Tente deixar a sua boca com um sorriso leve, bem espontâneo. Isso não quer dizer que você estará com a boca sempre fechada. Sua expressão deve seguir a fisionomia natural de seu rosto.

4. Disponha de passos firmes

Firmeza, segurança e elegância devem ser transmitidas quando você caminha pela passarela. Para isso, tente apoiar a maior parte do seu peso na parte da frente dos pés, em vez de no calcanhar.

Para conseguir aquele famoso andar de modelo, você precisa dar passos mais largos e com um pé à frente do outro. Dica bacana: dê imponência ao caminhar, fazendo com que seus quadris acompanhem o movimento das pernas.

5. Deixe os braços soltos

Jovens modelos ficam sem saber o que fazer com os braços, já que se concentram muito na expressão facial e no caminhar. Porém, não há segredo! Basta relaxar e deixar os braços soltos ao lado do corpo.

Logo, tente não tensionar os braços e as mãos para não parecer um robô caminhando com os braços sem movimento. Eles devem acompanhar o molejo de suas passadas, sem que os movimentos sejam bruscos demais.

6. Faça pose e carão

Durante o desfile, a expressão facial pode se transformar em uma marca registrada. Para conseguir o famoso carão, tenha o espelho como seu melhor amigo! Um olhar forte, marcado por uma sobrancelha expressiva, e um ar confiante são tudo de que você precisa.

A pose que você faz no fim da passarela é uma das suas assinaturas, por isso, treine bastante para que ela tenha a sua cara. Um truque que funciona: dê uma discreta quebrada de quadril e faça contato visual com o público!

7. Demonstre muita personalidade

Não há nada mais bonito que ver alguém que saiba imprimir sua personalidade na passarela. Por isso, tenha grandes profissionais do mercado como referência. Observe, leia, assista a vídeos, faça cursos e se informe!

Inspire-se em supermodelos para descobrir qual é o seu jeito ideal de caminhar e desfilar bem, por exemplo. Desenvolva sua atitude e a imagem que quer passar quando estiver desfilando, seja ela agressiva e imponente ou delicada e leve.

Como se tornar um bom fotógrafo em 13 passos

Se você pensa em começar uma empreitada em busca do sucesso na área da fotografia, a nossa Loja eMania – Foto e Vídeo de Equipamentos para Fotográficos, Filmagem e Cinema coloca à sua disposição, diversos equipamentos e acessórios necessários para te acompanhar na trajetória em busca do profissionalismo. No entanto, todo o “maquinário” não é suficiente. Alguns conhecimentos e atitudes também precisam estar afiados para que você seja um bom fotógrafo sem muitas dificuldades. Confira as dicas:

1. Estude técnicas de fotografia

Antes de iniciar a empreitada para ser um bom fotógrafo, procure ter conhecimento das técnicas fotográficas e o que o seu equipamento te oferece como recurso.

Estude e tenha domínio dos valores do obturador e diafragma, das melhores lentes, ângulos, brilho, contraste, balanço de branco… Todas essas opções vão te ajudar na hora de produzir uma fotografia e fazer com que o resultado seja melhor do que o esperado.

2. Conheça a história da fotografia e dos principais fotógrafos

Para os iniciantes que já têm um equipamento fotográfico digital e automático em mãos, pode parecer não fazer diferença, mas esse passo pode auxiliar muito na caminhada de um bom fotógrafo. Saber por quais processos históricos a fotografia já passou e conhecer os trabalhos de fotógrafos renomados vai fazer os novos criadores de imagens entenderem melhor esse ofício.

Conhecer os trabalhos de profissionais famosos pode, além de inspirar os novos fotógrafos, ensinar sobre técnicas de luz, cor e ângulos. Alguns nomes que representam essa lista são Cartier-Bresson e Sebastião Salgado, mas a lista é extensa. Pesquise, encontre seu favorito e estude.

3. Treine o olhar fotográfico

Apesar de ser subjetiva, essa dica é importante para você se tornar um bom fotógrafo. Treinar o olhar fotográfico é entender o ambiente e saber o que fica bom em uma fotografia, qual é a composição e os ângulos certos dos elentos. Um bom olhar fotográfico enxerga além do que as “pessoas comuns” enxergam. É ver a Regra dos Terços e o Retângulo de Ouro no dia-a-dia.

4. Frequente eventos sobre fotografia

Manter-se atualizado sobre as tendências da indústria fotográfica também é fundamental no caminho de se tornar um bom fotógrafo. Uma maneira de adquirir esse conhecimento é frequentar eventos como feiras, palestras e convenções que tratam do assunto.

5. Vá a museus e galerias

Na mesma toada do tópico anterior, visitar museus e galerias com fotografias expostas também pode auxiliar no conhecimento sobre o assunto, além de saber como são esses espaços e quais sãos os trabalhos que aparecem por lá. Assim fica mais fácil saber das tendências e inspirações que você pode usar no seu trabalho para que, um dia, também seja exposto em galerias importantes.

6. Convide alguém para trabalhar com você

No início, quando a insegurança ainda te acompanhar, é interessante trabalhar com um parceiro de fotografia. Além de ser mais seguro, ter alguém ao lado pode tornar o trabalho e até mesmo os erros mais agradáveis. Vale lembrar que a opinião, mesmo a de um leigo, é importante.

7. Peça ajuda para alguém experiente

Não há nada de errado em tentar aprender sozinho, no entanto, a ajuda de um profissional pode ajudar na sua empreitada para se tornar um bom fotógrafo. Além de perguntar questões técnicas sobre câmeras e imagens, encontre alguém de confiança que possa avaliar suas fotos e dizer o que você tem feito de certo, e o que tem feito de errado.

8. Tenha um objetivo em mente

Antes de se tornar um bom fotógrafo, trace em sua mente o caminho que quer percorrer, onde quer chegar e o que você quer com isso. Saber se você quer ganhar muito dinheiro, ou fotografar por hobby pode fazer com que você tenha foco no trabalho, além de realizar um ofício satisfatório.

9. Conheça as funções da sua câmera

Para ser um bom fotógrafo é preciso conhecer o equipamento que tem em mãos. Assim, você não vai precisar perder tempo tentando encontrar certa função, ou tentando entender o que a sua câmera fotográfica oferece, independente se ela é uma compacta digital, ou uma SLR profissional.

10. Saiba editar suas imagens

Saber usar softwares de edição, como o Photoshop, ajuda a deixar a qualidade das fotos melhor. Nele, as cores, contraste, iluminação e outros elementos da imagem podem ser corrigidos e melhorados, elevando ainda mais o nível profissional da imagem.

11. Utilize a internet

Hoje em dia, a internet é o melhor portfólio que existe. Além de ser o lugar onde você vai ver o que os colegas de profissional estão fazendo, é nele que você vai expor seus trabalhos para que os outros façam o mesmo e pesquisem suas fotografias. Procure estar atualizado em sites, aplicativos e redes sociais de fotografia.

12. Participe de concursos

Outro ótimo meio de divulgar o seu trabalho com fotografia e uma chance de se tornar um bom e reconhecido fotógrafo, é a participação em concursos. Participar de concursos, mesmo que sejam amadores, ajudam a dar notoriedade ao seu trabalho, além de te desafiar como fotógrafo.

13. Tenha tempo para fotografar

Se você quer se tornar um bom fotógrafo, não pose fazer isso somente quando sobre um tempinho. É preciso reservar um tempo do seu dia, de preferência, para se dedicar somente à captura das imagens. Só assim as técnicas serão apreendidas corretamente e a prática não será perdida, ou esquecida.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*