Como alterar um tipo de arquivo no windows: 7 passos

Quando você acaba de instalar o Windows em um computador, ao acessar o seu explorador de arquivos, tudo fica bonito, pois a máquina estará com poucos arquivos e tudo parecerá organizado. Entretanto, ao começar a usá-lo com mais frequência, é necessário começar a gerenciá-los corretamente para que eles não fiquem desorganizados.

Para lhe ajudar a manter a ordem no Windows, o Olhar Digital elaborou uma lista de dicas para você manter a organização dos arquivos que estão em sua máquina. Confira:

Renomear vários arquivos de uma vez

Em uma pasta que existem muitos arquivos, é bem comum que você precise renomeá-los. Para não ter que fazer o processo individualmente para cada arquivo, a melhor solução é selecionar todos os arquivos que deseja, clicar com botão direito do mouse e ir em renomear, ou apertar a tecla F2.

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Ao dar um nome para o arquivo inicial, os outros também terão este nome, mas colocarão um número no final para serem diferenciados.

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Apagar arquivos sem passar pela lixeira

Ao apagar um arquivo no Windows pela forma convencional, eles acabam parando na lixeira e continuam a tomar espaço em disco. Se você quiser pular esta etapa, ou seja, apagar os arquivos sem passar por ela, basta pressionar junto as teclas “Shift + Delete” ao selecionar o arquivo que será apagado.

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Note que na mensagem, o Windows informa que o arquivo será excluído permanentemente. Caso deseje prosseguir, clique em “Sim”.

Associando os arquivos com os programas corretos

Depois de instalar alguns programas no Windows, pode ser que você tenha alterado sem querer o programa padrão para a abertura de determinado formato de arquivo. Felizmente, este é um problema simples de ser solucionado. Veja:

  1. Clique com o botão direito sobre o tipo de arquivo desejado e vá em “Abrir com > Escolher outro aplicativo”;Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos
  2. Marque a opção para “Sempre usar este aplicativo para abrir arquivos ‘extensão’” e selecione o programa desejado na lista. Clique em “Ok”.Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Desta forma, todos os arquivos que possuírem a mesma extensão já abrirão no programa selecionado.

Alterando a tela inicial do explorador de arquivos

O Windows 10 traz a possibilidade de o explorador de arquivos ser aberto para ver as unidades de disco do computador ou a barra de acesso rápido. Assim, você pode deixá-lo configurado de acordo com a sua necessidade. Para fazer esta alteração do local, siga estes passos:

  1. Ao abrir o “Explorador de arquivos”, clique em “Exibir” e vá em “Opções”;Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos
  2. Agora, em “Abrir Explorador para” defina onde ele deve ser aberto. Clique em “Ok”.Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Habilitar caixa de seleção de itens

Quando você deseja selecionar vários itens, a técnica mais utilizada é segurar a tecla “Ctrl” ou “Shift” para escolher os arquivos. Entretanto, o Windows permite a você adicionar uma caixa de seleção para marcar vários arquivos de uma vez só, sem ter que utilizar comandos no teclado. Confira:

  1. No “Explorador de arquivos”, em qualquer pasta, clique em “Exibir”;Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos
  2. Marque a opção “Caixas de seleção de item”.Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Agora, toda vez que você passar o cursor do mouse, você verá uma caixa para deixar marcado os arquivos que deseja selecionar.

Trocando o modo de visualização das pastas

O Windows conta com diversos modos de exibição para as pastas. Cada um deles tem um foco em diferentes informações e, assim, as vezes é necessário alternar entre eles para ter um acesso mais prático ao que deseja saber sobre o arquivo. Além disto, pela guia “Exibir” do “Explorador de arquivos”, você consegue adicionar novas colunas e painéis para a exibição de outras informações.

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

  • Neste menu, você também consegue mudar a forma de classificação para a ordem de exibição dos arquivos.
  • Adicionando ícones as pastas

Uma das dicas mais importantes para a organização das pastas é criar categorias para diferentes tipos de arquivos. Depois de fazer isto, para você ter uma identificação visual do que cada uma delas contém, é uma boa ideia trocar os ícones padrões. Para isto, siga estes passos:

  1. Clique com o botão direito do mouse na pasta desejada e vá em “Propriedades”;
  2. Vá na guia “Personalizado” e entre em “Alterar ícone…”;
  3. Selecione um dos ícone e clique em “Ok” duas vezes.
  1. Ao fim, depois de personalizar as pastas, você deve ter um resultado parecido com o que mostra a imagem abaixo.
  2. Utilizando o Acesso Rápido

Um recurso muito interessante do Windows, mas pouco utilizado, fica por conta do “Acesso rápido”. Através dele, você consegue fixar “pastas” para serem acessadas de qualquer lugar sem ter que percorrer o caminho inteiro pelo “Explorador de arquivos”. Veja abaixo como fixar uma pasta no “Acesso rápido”:

  1. Ao localizar a pasta deseja, clique com o botão direito do mouse nela e use a opção “Fixar no Acesso rápido”.
Leia também:  Como alterar a linguagem padrão do wordpress: 6 passos

Além do “Acesso rápido” ficar disponível no “Explorador de arquivos”, você também pode fixa-lo no “Menu iniciar” e, assim, acessar as pastas que deseja de forma ainda mais prática. Confira:

  1. Abra o “Explorador de arquivos”;
  2. Clique com o botão direito do mouse no “Acesso rápido” e use a opção “Fixar em Iniciar”.

Pronto! Com essas dicas você conseguirá acessar os arquivos que estão no computador mais facilmente. Além disto, eles também ficarão mais organizados e poderão ser identificados rapidamente.

Dicas Windows 10 Dicas&Tutoriais

Definir ou alterar as margens da página no Word

Word do Microsoft 365 Word do Microsoft 365 para Mac Word para a Web Word 2019 Word 2019 para Mac Word 2016 Word 2013 Word 2010 Word 2016 para Mac Word for Mac 2011 Mais… Menos

Observação: Quando o documento inclui várias seções, a nova margem será aplicada apenas na seção em que você se encontra ou em todas as seções escolhidas.

Você pode alterar as configurações padrão, que serão usadas para qualquer novo documento.

  1. Vá para Layout > margens > margens personalizadas.

  2. Defina as margens.

  3. Selecione Definir como Padrão.

  4. Confirme a seleção.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

  1. Vá para layout de página > margens e a Galeria de margens aparece.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

  2. Escolha o tipo de margem desejado.

    Observação: Quando o documento inclui várias seções, a nova margem será aplicada apenas na seção em que você se encontra ou em todas as seções escolhidas.

  1. Vá para layout de página > margens e a Galeria de margens aparece.

  2. Selecione Margens Personalizadas.

  3. Escolha definir como padrão na caixa de diálogo Configurar página .

  4. Confirme a seleção.

O Word define automaticamente uma margem de 2,54 cm em torno das páginas. Com apenas alguns cliques, você pode escolher uma margem diferente ou criar sua própria margem. Você pode também definir as margens para páginas opostas, deixar espaço extra de margem para permitir a associação do documento e alterar as medidas das margens.

  1. Vá para Layout > margens.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

  2. Para alterar as margens, selecione qualquer uma das outras opções na Galeria de margens . Cada uma delas mostra as medidas de margem.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Observação: Quando o documento inclui várias seções, a nova margem será aplicada apenas na seção em que você se encontra ou em todas as seções escolhidas.

Quando você define uma margem padrão, ela é usada quando você cria novos documentos.

  • Vá para Layout > margens > margens personalizadas.
  • Na guia margens , selecione padrão.
  • Selecione Sim.

Inserir, excluir ou alterar uma quebra de seção

Adicionar recuos e espaçamento no Word

  1. Vá para Exibir > Layout de Impressão.

    Se você quiser alterar apenas parte do documento, selecione o texto onde deseja alterar as margens.

  2. Vá para Layout > margens.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

  3. Selecione as margens desejadas ou selecione margens personalizadas para especificar suas próprias configurações de margem.

Quando você define uma margem padrão, ela é usada quando você cria novos documentos.

  1. Vá para Exibir > Layout de Impressão.

  2. Vá para Layout > margens, selecione margense, em seguida, selecione margens personalizadas.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

  3. Nas caixas superior, inferior, esquerdae direita , defina as margens desejadas e selecione padrão.

  4. Quando solicitado, selecione Sim para alterar as configurações padrão do layout do documento.

Inserir, excluir ou alterar uma quebra de seção

Ajustar recuos e espaçamento no Word

Use a galeria de Margens para alterar rapidamente as margens do documento.

  1. Se você ainda não estiver no modo de exibição de edição, selecione Editar documento > Editar no Word para a Web.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

  2. Clique em Layout de Página > Margens.

    Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

    A galeria de Margens é exibida. A margem Normal, selecionada por padrão, define margens de uma polegada em cada lado da página.

  3. Para selecionar outra margem de página, selecione qualquer uma das outras opções na Galeria de margens . Se nenhuma das margens predefinidas for o que você deseja, escolha Margens Personalizadas para criar margens personalizadas.

Observação: Quando o documento inclui várias seções, a nova margem será aplicada apenas na seção em que você se encontra ou em todas as seções escolhidas.

Como editar o arquivo hosts no Windows – Central de Ajuda KingHost

André Brasil – Time de Atendimento da KingHost

Precisa editar o arquivo hosts no Windows? Legal! Esse conteúdo é pra você ????

O arquivo hosts é o primeiro item a ser verificado assim que é digitada uma nova URL na barra de endereços do navegador. Se o site a ser acessado já possui algum tipo de referência neste arquivo, o processo de consulta DNS não precisa ser feito. O que vale é o estabelecido neste arquivo.

Nele, especificamos qual IP responderá pelo site configurado. Isto é bem útil em casos onde você solicitou migração para a KingHost e precisa testar o acesso ao seu site pelo endereço principal mesmo que ele ainda esteja com os DNSs apontados para outra hospedagem.

Certamente nossa equipe de Migração fará essa solicitação a você.

A alteração deste arquivo requer que se saiba a senha do usuário administrador do sistema Windows.
Se você já é o administrador do sistema, mesmo assim precisará abrir o arquivo com permissões administrativas.

Editando o arquivo hosts no Windows

Para começar, acesse o Menu Iniciar, encontre o Bloco de Notas (notepad) e clique com o botão direito do mouse sobre ele. Clique na opção Executar como administrador para abrir o notepad.

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 PassosAbra o bloco de notas com permissão de administração para poder editar o arquivo hosts

No Bloco de Notas, acesse o menu Arquivo > Abrir para encontrar o arquivo hosts. Ele está no caminho: C:WindowsSystem32driversetc. Para conseguir achar o arquivo, o filtro Todos os arquivos deve ser escolhido quando estiver procurando o arquivo hosts.

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 PassosC:WindowsSystem32driversetc

Quando estiver dentro do arquivo utilize a mesma sintaxe presente nos exemplos para realizar alterações no arquivo.

Se você está realizando essa alteração por seu site estar em migração, altere o arquivo segundo as instruções da equipe de migração.

Endereço IP              Endereço do site
Endereço IP              Endereço do site
Exemplo:
Se seu site se chama projetoyg.com.br, então segue o seguinte padrão:

177.185.192.147 projetoyg.com.br www.projetoyg.com.br

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 PassosEdição do arquivo hosts no sistema Microsoft Windows

Como voltar para o Windows 7 em 4 passos

Tem saudades do Windows 7?

Não se consegue entender com as novas funcionalidades do Windows 8?

Há esperança! Com um bocadinho de trabalho pode voltar para o sistema operativo que tão bem conhece. No entanto, precisa mesmo de ter um DVD ou imagem de instalação do Windows 7.

Este passo-a-passo com quatro partes funciona em computadores em que foi feita a actualização para o Windows 8 e em computadores que já trazem o Windows 8. Este últimos podem oferecer alguns problemas. Verifique o site do fabricante da sua máquina para mais detalhes.

  • [toggle_box title=”De que precisa?” width=”Width of toggle box”]
  • Um DVD de instalação do Windows 7
  • Se comprou o Windows 7 deve estar na caixa, se comprou online pode voltar a fazer o download.
  • Um disco externo
  • Pode ser de qualquer tipo: externo USB, instalado num sistema NAS, ou mesmo uma pen gigante.[/toggle_box]

1. Preparação

A primeira coisa a fazer é arranjar um disco de instalação ou recuperação do Windows 7. Se o perdeu pode sempre comprar um ao fabricante do seu PC.

Também precisa de um disco externo com espaço suficiente para albergar os seus dados, isto porque, ao fazer o downgrade para o Windows7, vai apagar todo o conteúdo do disco. Daí a necessidade de fazer uma cópia de segurança de todos os seus dados.

A ferramenta que serve para fazer cópias de segurança é igual no Windows 7 e 8. Mova o apontador do rato para o canto superior direito do ecrã (ou arraste da esquerda para a direita), para aceder à barra dos “Charms”. Escolha o Charm de busca e escreva “Windows 7”. Escolha “Configuração”, “Recuperação de ficheiros do Windows 7”, para aceder à ferramenta de cópias de segurança.

Escolha “Configurar Cópia de Segurança” e espere um pouco. Quando o Windows lhe disser, mantenha o seu dispositivo de cópia de segurança seleccionado e clique em “Seguinte”. A opção por defeito “Deixar o Windows Escolher” deve chegar para as necessidades da grande maioria das pessoas. Se quiser escolher o que será copiado, seleccione “Deixar-me escolher”.

Quaisquer que sejam as escolhas que faça, no final clique em “Gravar configuração e executar cópia de segurança”. Deixe o Windows a copiar os seus ficheiros. Este processo vai demorar um pouco, por isso tenha paciência!

Se não tiver um disco com o Windows 8 aproveite para criar um disco de recuperação… pelo sim, pelo não.

2. Afinar a BIOS

Insira o disco com o Windows 7 na drive óptica do seu computador. Se estiver a usar um computador que já trazia o Windows 8 é necessário fazer umas alterações à BIOS para que funcione com o Windows 7. Se é uma máquina que foi actualizada para o Windows 8 pode saltar directamente para o passo seguinte.

Para alterar a BIOS numa máquina com Windows 8 aceda ao Charm de configuração e clique em “Alterar a configuração do PC”, que está no fundo da janela. Clique em “Geral” e depois em “Reiniciar” na opção “Arranque Avançado”.

Depois de a máquina arrancar, vai mostrar a configuração da BIOS UEFI. Primeiro assegure-se de que o Arranque Seguro está desligado. Também pode mudar a CSM para Ligado (Enabled) e o Fast Boot para Desligado. Depois de acabar grave as alterações e saia.

3. Reinstalar o Windows

Depois de feitas as alterações do passo anterior, reinicie o computador com o disco de instalação do Windows 7 na drive.

Se estiver a reinstalar o Windows a partir de um disco de recuperação, o processo é diferente da instalação do sistema do zero.

Terá que fazer a instalação mais destrutiva, aquela que apaga tudo e mais alguma coisa do seu disco rígido. Depois de concluída a instalação pode passar para o passo seguinte.

Se estiver a instalar a partir de um disco do Windows 7 terá de passar pelo processo normal de instalação do Windows.

Quando aparece o ecrã que lhe permite escolher o tipo de instalação escolha “Personalizada” (Custom). Escolha “Opções da Drive”, clique no “Disco 0, Partição 1”.

Por fim, escolha “Formatar” e depois clique em “OK” para apagar o conteúdo do seu disco antes de instalar o sistema.

Certifique-se de que a drive que acabou de ser formatada está seleccionada e depois clique “Seguinte”. Espere um pouco enquanto Windows é instalado na sua máquina.

Depois da reinicialização final o computador vai perguntar-lhe se quer arrancar o computador a partir do disco ou do DVD.

Deixe a máquina arrancar sozinha e siga o assistente de configuração até ao fim, inserindo a chave de produto quando lhe for pedido.

4. Restaurar os seus dados

Agora que já tem o Windows 7 reinstalado na sua máquina prima a combinação de teclas Windows+R para fazer aparecer a janela com a linha de comandos e escreva “devmgmt.msc” e prima “Enter” para ver que drivers estão em falta. Reinstale-os a partir da sua cópia de segurança. Se alguns não funcionarem procure versões para Windows 7 no site do fabricante da sua máquina.

Depois de repor os drivers e programas, escreva “Backup” no campo de busca do Menu Start e escolha a opção “Restaurar dados, ficheiros ou computador a partir da cópia de segurança” e siga o assistente até ao fim, escolhendo “Todos os ficheiros” e “para a localização original” para restaurar os dados e configurações.

E é tudo! Se mudar de ideias e quiser voltar para o Windows 8, basta arrancar o computador com o disco de reposição do Windows 8 que criou no início deste tutorial, na drive para reinstalar o novo sistema operativo.

Como Alterar um Tipo de Arquivo no Windows: 7 Passos

Dicas do Windows 7: como definir programas como padrão

Que tal definir o programa que você quiser como padrão para cada extensão que você abre no seu Windows 7? Neste artigo vamos mostrar em detalhes como organizar este tipo de tarefa, facilitando ainda mais na hora de organizar seu novo Sistema Operacional.

Configuração de Programa Padrão

Para definir os programas padrão, o primeiro passo é clicar no botão Iniciar da Área de Trabalho e escolher a opção “Programas Padrão”. Ali você poderá escolher os programas que o Windows utilizará para abrir arquivos, extensões e protocolos definidos.

Na primeira opção, “Definir os programas padrão”, você pode escolher qualquer programa de sua lista e configurá-lo como aquele que abrirá todos os arquivos e protocolos que suporta. Usamos o Mozilla Firefox como exemplo, tornando-o padrão para navegar na internet.

Neste caso, o Firefox abrirá todas as extensões e protocolos nos quais ele pode ser usado como padronização, como HTML ou HTM, comuns em páginas por aí. Clique em “Salvar” para confirmar as alterações.

Associe arquivos e protocolos a um programa

Caso você procure uma solução mais pontual, em que cada protocolo ou arquivo é aberto por um programa específico, clique na segunda opção das configurações de programa padrão.

Neste caso você escolhe o programa específico para cada uma das extensões de arquivos que você utiliza no computador. Para modificar o protocolo FTP de internet, aberto pelo Firefox como padrão, é preciso apenas escolher a opção e clicar em “Alterar Programa” na parte superior da tela.

Será aberta uma tela que normalmente você vê no Windows, porém não haverá a opção de clicar na caixa inferior, uma vez que a sua escolha é, de fato, tornar este programa como padrão para o protocolo ou arquivo a que se refere.

Configure diretamente do arquivo

Para configurar cada extensão diretamente do arquivo, clique com o botão direito do mouse no arquivo selecionado e escolha a opção “Abrir com”. A opção “Escolher programa padrão” modifica a abertura do arquivo.

Neste caso você pode selecionar  a caixa na parte inferior da tela. Selecione esta opção para sempre abrir aquele tipo de arquivo com o programa selecionado.

Reprodução Automática

O último passo para a configuração é na reprodução automática de arquivos de mídia, ou seja, CDs, DVDs e outros. Esta é a terceira opção na página de configurações de programa padrão.

Você terá várias opções para arquivos de mídia e pode escolher o que fazer com cada um deles: reproduzir automaticamente, abrir arquivos usando o Windows Explorer, executar com seu programa favorito ou mesmo não criar nenhuma ação. Não se esqueça de salvar para confirmar as modificações.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*