Como alimentar filhotes de coelho: 11 passos

Como Alimentar Filhotes de Coelho: 11 PassosJá pensou em trabalhar com criação de coelhos? Saiba aqui todas as informações necessárias para criar coelhos e ter bons lucros com o negócio!

A criação de animais dos mais variados tipos e tamanhos pode ser feita nos dias atuais por quem desejar sendo que uma das alternativas neste mercado consiste em montar uma criação de coelhos.

Este tipo de negócio pode ser feito tanto para fins domésticos aos que desejam ter um belo bichinho de estimação como este ou ainda para a alimentação destinada aos que gostam deste tipo de carne animal.

Em qualquer uma das alternativas escolhidas, o negócio de criar coelhos se mostra muito rentável e lucrativo pois além do grande crescimento na comercialização desta modalidade de animal existe o fato positivo de que o coelho é um dos bichos mais baratos tanto para ser criado como também vendido.

De maneira conceitual, a criação de coelhos é chamada de cunicultura sendo que os coelhos são conhecidos de forma geral ótimas opções para serem cobaias em pesquisas de laboratório e por isso quem pretende montar uma criação de coelhos os cientistas e estudantes de cursos da área de saúde são um dos principais público-alvo para a venda desta modalidade de animal. Do ponto de vista mais prático, os coelhos são indicados para a realização de testes voltados para a criação de vacinas, de novos medicamentos, para o estudo de doenças variadas, dentre outras funções.

Apesar deste uso conhecido e já consagrado, o que está levando a uma quantidade mais intensa de lucros na criação de coelhos é o seu uso como alimento em decorrência não apenas de seu gosto agradável como também da presença neste tipo de carne de muitos nutrientes importantes como proteínas, vitaminas, minerais – com o cálcio, magnésio e ferro -, fibras alimentares, carboidratos complexos, dentre outros se tornando com isso uma boa opção para carne vermelha na dieta humana.

Em decorrência desta situação, a procura por esta modalidade de produto por estabelecimentos do meio gastronômico tem aumentado muito levando, com isso, a um maior interesse das pessoas por montar uma criação de coelhos. Saiba mais!

5 Informações Importantes Para Começar Uma Criação de Coelhos

1- Vantagens da Criação de Coelhos

No momento em que alguém começa a pensar em montar uma criação de coelhos uma das principais curiosidades se refere às vantagens que este tipo de negócio pode oferecer almejando com isso o maior lucro possível para os gastos a serem feitos.

Neste aspecto, os coelhos fofos são com certeza uma boa opção pois quase tudo deste animal pode ser aproveitado como iremos mostrar a seguir:

Como Alimentar Filhotes de Coelho: 11 Passos

    • A carne é usada para a alimentação em formulações culinárias variadas sendo considerada nos restaurantes como um prato nobre.
    • A sua pele de ser usada para a costura com a criação de roupas a exemplo de outros animais podendo ainda resultar em uma lã com consistência bem macia e confortável para usos variados no vestuário e na composição de residência.
    • Vísceras do coelho podem ser usadas para produzir uma farinha contendo alto valor nutricional que é recomendada por profissionais da área de saúde e nutrição.
  • As fezes e urina deste animal podem ser usados como um excelente adubo para estimular o crescimento de plantas, flores e hortaliças variadas com grande quantidade de fosfato e nitrato que aumenta o seu valor agrário.

2- Local e Estrutura Para Montar Uma Criação de Coelhos

Como Alimentar Filhotes de Coelho: 11 PassosO local para criação de coelhos deve ser bem iluminada e ventilada para garantir a qualidade de vida dos coelhos.

Com todas estas opções de usos para os diversos componentes desta modalidade de animal é possível compreender o grande contingente de pessoas planejamento montar uma criação de coelhos. Mas este empreendimento deve ser feito de forma calma e concentrada para evitar problemas e prejuízos futuros sendo que neste processo a primeira questão a ser delimitada consiste em escolher o local e estrutura adequados para o negócio a ser iniciado.

Ao considerar este aspecto é preciso estar ciente de que, como a maioria das pessoas sabe, os coelhos se reproduzem de forma bem rápida e em quantidade muito elevada fazendo com que um pequeno investimento inicial seja suficiente para conseguir bons retornos financeiros. O primeiro passo para iniciar o negócio de montar uma criação de coelhos consiste em  escolher um bom local para a criação que possua uma boa iluminação e ventilação para garantir a qualidade de vida dos animais.

Como sugestões mais simples mas adequadas para começar o seu empreendimento são garagens residenciais ou ainda quintais com cobertura que devem ter condições ótimas para a higienização.

A higienização do local em que os coelhos vivem é de grande relevância porque em caso de doença de algum dos animais o ambiente sujo pode levar o problema para os outros fazendo com que a criação como um todo fique seriamente comprometida.

Por isso, além de um local adequado com estrutura que comporte de maneira confortável a quantidade de animais a serem criados é essencial que o ambiente no qual os coelhos fiquem seja bem limpo com visitas periódicas de um médico veterinário para garantir a saúde e bem-estar dos animais e das crias surgidas.

Quando as pessoas tem como principal objetivo ao montar uma criação de coelhos um objetivo doméstico é preciso usar uma estrutura pequena e mínima composta por:

    • Gaiolas adequadas ao tamanho dos animais e de suas crias a serem recebidas. Neste caso uma opção interessante é fazer o chamado Coelhário que são gaiolas encaixotadas as quais ficam lado a lado umas das outras aproveitando a parede como uma grade além de possuírem sua frente aberta com estrutura feita em aço ou ferro.
    • Bebedouro e comedouro para a alimentação e hidratação dos animais pertencentes à criação.
  • Manjedoura, ninho e cobertura para o período de gravidez, nascimento e os primeiros dias das crias de coelhos para garantir uma maior sobrevida à elas.

3- Como Começar a Criação de Coelhos

Com a delimitação mais específica do local e estrutura mais indicados chega o momento de começar realmente a criar os coelhos sendo que neste caso é preciso iniciar de maneira pequena com apenas 10 matrizes que consistem nos coelhos que irão iniciar o processo de procriação.

Para cada 10 fêmeas é preciso apenas um macho, pois elas possuem uma alta taxa de produtividade e de reprodução  mesmo porque mais animais do que estes seria muito difícil controlar a grande quantidade de crias que iriam surgir para o início de seu empreendimento. A criação destes coelhos deve ser feita em cativeiro sem permitir que fiquem soltos sendo o macho vai de maneira individual emprenhar cada uma das fêmeas relacionadas a ele.

Nesta dinâmica, para cada 10 matrizes é preciso possuir 16 gaiolas no mínimo sendo que as gaiolas extras irão abrigar os filhotes que ficarão neste local por uns dias depois do nascimento até estarem com peso suficiente para ficarem abrigados em gaiolas individuais para cada um deles.

Estas gaiolas vazias são chamadas por muitos criadores de coelhos como ‘gaiolas de engorda’, pois os animais são levados para lá apenas para se alimentar e depois são transferidos para outros locais ou vendidos ainda filhotes.

Para quem pretende montar uma criação de coelhos é preciso saber que depois de adquirir as matrizes elas devem ser usadas para o início da produção somente depois de 30 dias que consiste no período necessário para a sua adaptação ao novo local em que se encontra.

Leia também:  Como aumentar uma borracha no ms paint em um notebook com windows 7

Se esta regra não for seguida os animais podem ficar doentes e fracos com dificuldades para se alimentarem levando, com isso, a mortes e prejuízos no negócio iniciado. Depois deste período é necessário esperar o começo do cio da fêmea que começa quando a região da vulva da fêmea fica rosada, com brilho intenso e a região genital apresenta-se bem inchada.

Quando perceber estes sinais basta colocar a fêmea na gaiola e aguardar que o acasalamento ocorra sendo que para garantir um melhor controle da sua criação de coelhos é uma ação interessante anotar em fichas individuais a data da cópula, pois cada macho só pode acasalar com outra fêmea após 36 horas.

É preciso ao montar uma criação de coelhos que as fêmeas deste tipo de animal possuem um alto nível de natalidade quando estão saudáveis e por isso se após quatro acasalamentos seguidos alguma fêmea não engravidar mesmo estando no cio este animal deve ser substituído pois pode ter alguma doença ou problema para engravidar.

Como Alimentar Filhotes de Coelho: 11 Passos

Com relação a este assunto a identificação de uma fêmea de coelho prenha pode ser feita pela palpação na barriga com a qual é possível perceber a presença do feto no útero da mãe mas se esta prática não der certo basta colocar a fêmea junto do macho pois em caso de gravidez ela fica irritada e arisca ao chegar perto de um animal do outro sexo.

O período de gestação de um coelho oscila entre 28 e 34 dias. Quando estiver chegando perto do dia do parto, mova a fêmea para uma caixa de madeira com pó de serra ao fundo.

As fêmeas e seus filhotes devem ficar juntos por cerca de 30 dias na média sendo que após o 18º dia a amamentação já terá sido finalizada sendo que neste momento a sua criação de coelhos já vai estar dando lucros visto que as primeiras crias estarão disponíveis.

Ao serem separados das mães, os pequenos coelhos começam o seu processo de engorda de acordo com o mercado a ser atendido sendo que com 70 dias de vida já é possível levar o animal para abate com destino ao consumo alimentar dos humanos sendo que o peso médio de um coelho destinado ao consumo é de dois quilos e duzentos gramas.

4- Lucros Com Uma Criação de Coelhos

  • Após montar uma criação de coelhos e obter para a venda suas primeiras crias é preciso controlar todo este processo de maneira a obter uma quantidade sempre maior de crias com carne saborosa e tendo boa saúde fazendo crescer desta forma o negócio elaborado.
  • No entanto, controlar toda esta dinâmica de funcionamento não é muito fácil exigindo além de conhecimento muita dedicação e organização de seu criador e em virtude desta questão é preciso, antes de pensar em ampliar a quantidade de animais, controlar a criação de coelhos de maneira eficiente o que possui por no mínimo seis meses visto que desta forma você consegue se acostumar com a rotina além de identificar os principais problemas e dificuldades que podem ocorrer.
  • Por isso, é preciso cuidar neste período de adaptação para que todo o ambiente da criação de coelhos esteja adequado com a realização de melhorias de maneira gradual sendo que a garantia de maiores lucros vem com investimentos sensatos e de maneira calma com muito cálculo e planejamento.

5- Gastos Com Criação de Coelhos

Como Alimentar Filhotes de Coelho: 11 PassosPara criar coelhos, além dos gastos fixos você deve estar preparado também para gastos extras que podem surgir com a criação de coelhos.

  1. Ao considerar os gastos rotineiros relacionados ao processo de montar uma criação de coelhos é preciso saber que uma criação com 10 quilos gasta cerca de quatro quilos de ração ao dia, o que vai custar, em média, R$ 144 no final do mês.
  2. A estes valores relacionados com a alimentação dos animais é preciso somar custos rotineiros com elementos como energia, água e mão-de-obra, além de visitas ocasionais  ao  veterinário levando a criação de coelhos a um custo por mês em torno de R$350,00.
  3. Após a contabilização exata dos gastos despendidos com a criação dos coelhos será possível, então, delimitar os lucros obtidos os quais irão depender do surgimento de crias saudáveis que chegam à fase adulta além de uma boa higiene e manuseio das instalações para garantir um volume maior de vendas que terá como consequência uma boa lucratividade.

Pronto para começar uma criação de coelhos? Deixe seu comentário e cadastre seu e-mail para receber mais dicas de negócios!

★ Dica Importante!

Para qualquer negócio que você for montar é importante fazer um planejamento. Para isso, estude em livros, contrate uma consultoria ou use o Kit Novo Negócio.

Enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!

Como cuidar de um coelho recém-nascido – 6 passos

Como Alimentar Filhotes de Coelho: 11 Passos

Imagem: iluna.es

Às vezes, quando se tem um coelho e não se esteriliza, pode acontecer juntar-se um macho com uma fêmea para dar cria.

Ou simplesmente por diferentes circunstâncias, você tem ou quer ter um coelho recém-nascido ou vários para cuidar. Mas quais são os cuidados que ele precisa? Porque é óbvio que um coelho adulto precisa de outro tipo de atenção.

Por isso, em umComo.com.br queremos orientá-lo para saber como cuidar de um coelho recém nascido.

Passos a seguir:

1

Se também tem a seu cargo a mamãe do coelho recém-nascido, não se esqueça de cuidar dela adequadamente. É por isso que deve alimentá-la corretamente e cuidar bem dela para que possa ter leite suficiente e de boa qualidade para seus coelhinhos.

2

Arrume seu cantinho como se fosse um ninho para que os coelhos recém-nascidos possam sobreviver. Faça-lhes uma cama para que eles possam ficar tranquilos sem perturbação. Pode fazê-la com uma simples caixa pequena de papelão e com tiras de papel ou jornal em seu interior. Deste modo, a mãe poderá fazer o ninho.

Também deve se certificar que a caixa está sempre limpa. Caso a mãe não esteja presente, arme a caixa como se fosse o ninho e veja se não entra nenhuma corrente de ar e que esteja em um local com a temperatura adequada.

3

Ponha uma fonte de calor agradável perto da gaiola onde estão os coelhos recém-nascidos para que não sintam frio.

4

Se alguma cria de coelho não se alimenta bem da mãe ou simplesmente não está perto da mãe, você deverá alimentá-lo com mamadeira adequada para estas ocasiões que poderá encontrar em qualquer loja de animais. Deverá dar-lhe leite para gatos lactantes a cada duas horas durante uma semana.

Durante as semanas seguintes, vá aumentando o tempo entre cada toma até chegar às 8 semanas, que será quando estão preparados para deixar o leite e poder ser alimentados com sólidos pouco a pouco.

5

Os coelhos recém-nascidos não sabem fazer suas necessidades por si mesmos e é bastante importante ensinar-lhes, estimulando-os. Para o conseguir, pegue em um pedaço de algodão e molhe-o com água morna. Depois passe pela zona genital de 15 a 30 segundos antes de comer e se perceber que não consegue nada, volte a tentar após ter comido.

6

Se tem alguma dúvida sobre como cuidar do seu coelho recém-nascido, não hesite em ir ao veterinário para o aconselhar melhor.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um coelho recém-nascido, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Leia também:  Como alisar o cabelo sem deixá lo com frizz: 15 passos

Saúde do coelho: cuidados básicos e sinais de alerta

Saúde do Coelho

Os coelhos são presas e por isso escondem os sintomas quando estão doentes. Muitas vezes, quando chegam a apresentar algum sintoma, é  por que a doença chegou a um estágio grave. Por isso é tão importante levá-los ao veterinário quando apresentarem qualquer sinal de doença.

A regra é clara: todo sintoma deve ser tratado como emergência máxima. As vezes ele pode ter apenas horas de vida e a intervenção de um médico veterinário competente é o que salvará a vida do orelhudo.

Dito isso, então cabe aos tutores e tutoras estarem sempre atentos. Deve-se observar cuidadosamente cada pequena mudança em sua personalidade e comportamento. Tudo pode ser indicativo de que estão doentes. Além disso, jamais automedique seu orelhudo. São animais sensíveis  e a dose errada pode não apenas agravar o quadro, como leva-lo ao óbito.

Para ajudá-los, nós estamos publicando um pequeno guia de com as principais doenças, sintomas e cuidados para manter seus orelhudos sempre com saúde, saltitantes e felizes. Ressaltamos que há muitos outros males que podem acometer os coelhos. Esses são apenas alguns dos mais comuns.

Estase intestinal / paralisia intestinal

A estase intestinal é provavelmente a doença mais comum que afeta os coelhos e uma das mais mortais. Ela é a paralisia do trato intestinal do coelho. Como principal sintoma, o orelhudo irá parar de comer e defecar.

O maior risco de morte acontecerá quando a temperatura do coelho começar a cair rapidamente. E você pode perder um coelho para hipotermia em questão de horas. Portanto, caso o coelho pare de comer e defecar, e se ele ficar letárgico, leve-o imediatamente ao veterinário.

A Estase Intestinal pode ser tratada, mas é mortal. Principalmente quando a temperatura cai rapidamente ou quando o tratamento adequado não é administrado com rapidez necessária. O médico veterinário irá aplicar os medicamentos necessários, que podem incluir até mesmo antibióticos e remédios para dor.

Infecções bacterianas

Os sintomas mais comuns de infecções são muco escorrendo pelos olhos e nariz, coriza, temperatura elevada e as vezes chiado nos pulmões. Como todas as doenças, é importante levar o coelho ao veterinário assim que apareçam os primeiros sintomas infecciosos. Os orelhudos possuem uma cura mais rápida e quando a doença e tratada em seu estágio inicial.

Uma das bactérias mais famosas (também responsável pela morte de vários orelhudos) é a Pasteurella. Ela já foi responsável por grande mortalidade em comunidades orelhudas, mas graças a evolução da ciência, hoje ela é facilmente tratável com o antibiótico correto.

Além disso, os coelhos são diferentes de nós, eles não espirram e não são capazes de espirrar pela boca, por exemplo.

Com isso, muitas vezes coelhos acometidos de resfriados, Pastelleura ou outras infecções correm o risco de sufocar e vir a óbito.

Por isso, ao apresentar os sintomas exclua a ração da alimentação deles para diminuir a chance de asfixia. Em muitos casos, o médico veterinário indicará a nebulização para abrir as vias respiratórias.

Amoxicilina é um antibiótico bastante popular que JAMAIS poderá ser administrado em coelhos. Por isso, é fundamental que procure um veterinário especializado em animais exóticos

Muitas pessoas chegam na Adote um Orelhudo pedindo ajuda para indicar tratamentos e remédios. E para essas pessoas sempre indicamos a mesma coisa: procure imediatamente um veterinário especializado em exóticos.

Isso por que apenas o veterinário saberá indicar o tratamento correto, bem como a medicação e a dosagem certa. E além disso, um veterinário comum não pode jamais tratar seu coelho. Se ele for um profissional responsável, ele mesmo indicará um médico veterinário adequado.

Os tratamentos, remédios etc. para cães e gatos são muito diferentes dos para coelhos. Até mesmo se ele aplicar o remédio para dor errado, ou o antipulgas errado, seu coelho pode morrer. Portanto, não importa o que aconteça, busque sempre um médico veterinário especializado em exóticos.

Nunca deixe um veterinário dar a sua amoxicilina ao seu coelho. E muito menos você o administre. Ele é um antibiótico muito comum, usado em pessoas e outros animais. Porém a amoxicilina é altamente tóxica para os orelhudos e foi responsável pela morte de vários.

Sabemos que muitos tutores se veem desesperados diante de situações de emergência. Mas saibam que a ignorância é o maior inimigo da saúde do coelho, portanto busque sempre informações seguras e ajuda do médico veterinário especializado em exóticos.

Alta ou baixa temperatura

A temperatura normal de um coelho varia entre 38.3 graus e 39.4 graus. Uma temperatura muito abaixo ou acima significa que seu coelho está em perigo. Um dos primeiros passos a seguir é reduzir a temperatura se estiver muito alta, ou aumentar se estiver muito baixa. A temperatura irregular pode matar seu coelho.

Quando ele estiver com temperatura muito alta, busque umedecer as orelhas dele, e até usar garrafas de gelo (semelhante as que usamos em dias de muito calor). Se ele estiver com a temperatura muito baixa, busque mantê-lo aquecido com cobertor e bolsas de água quente envoltas em toalhas (para evitar queimaduras).

Se você não sabe medir a temperatura do seu coelho, vá ao médico veterinário. Ele fara a medição correta e poderá ensiná-lo a como fazer isso. É bacana ter esse conhecimento, principalmente quando seu coelho foi diagnosticado com alguma infecção. Assim você pode acompanhar o estado de saúde de seu orelhudo.

Ah, caso o seu coelho seja muito rebelde e agitado, é melhor sempre apelar para um profissional competente, a fim de evitar acidentes.

Urina Vermelha

A urina dos coelhos varia em cores de claro para amarelo para marrom e vermelho. Esse xixi multicolorido normalmente é normal. Varia muito de acordo com a alimentação deles. Por exemplo, o xixi vermelho pode ser por que ele comeu muitas cenouras!

Isso não significa que você não deve estar alerta. A urina vermelha também pode ser indicativo de sangue. E por consequência, algum problema no trato urinário, como uma infecção.

Fique atento a qualquer sinal de alteração de comportamento ou físico. Veja se ele se senta esticado para urinar (sinal de dor e desconforto), se há perda de apetite ou temperatura.

E em caso de dúvidas, consulte o médico veterinário.

Castração previne a morte de coelhas

A castração é super recomendada não apenas para evitar gravidez indesejada e para melhorar o comportamento do seu orelhudo. Ela realmente previne a morte, principalmente de fêmeas!

O risco de câncer no útero para uma coelha não castrada é de 85%, o que torna a esterilização uma necessidade. Para os coelhos machos, os benefícios são principalmente comportamentais e também são muito importantes para a saúde deles. Além de eliminar o sofrimento, eles são animais muito sensíveis e pode desenvolver doenças pelo estresse.

Resumindo, ao castrar o seu coelho e coelha, você permite que ele tenha uma vida mais longa e feliz.

Para mais informações sobre castração, leia o artigo Saiba tudo sobre castração de coelhos e coelhas.

Evite o uso de serragem no banheirinho

Evite a serragem! Elas podem ser tóxicas para o seu orelhudo! Qualquer uma feita a partir de cedro ou pinheiro é muito ruim para o seu coelho e outros animais de estimação. É muito comum que os tutores forrem gaiolas de ratos, porquinhos da índia e Hammisters com serragem, porém isso é extremamente prejudicial para a saúde deles. E nossos orelhudos não fogem a esse risco.

Os hidrocarbonetos aromáticos produzidos a partir de materiais de madeira macia podem causar danos respiratórios e hepáticos em coelhos e outros animais pequenos. A serragem causa grande dano ao sistema respiratório. O melhor material para compor o banheiro é o feno!

Mas existem outros também. Para saber quais os melhores materiais para o banheiro de coelhos, consulte o artigo Como ensinar seu coelho a usar o banheiro: tudo o que você precisa saber!

E se você é mamãe e papai de outros pequenos animais como ratos, hammister, chinchilas, porquinhas da índia etc., consulte este artigo para conhecer quais os melhores materiais para usar no banheirinho deles: Tudo sobre como a serragem mata roedores.

Leia também:  Como cair sem se machucar ao desmaiar: 12 passos

Dentes

Os dentes dos coelhos não param de crescer. Eles precisam constantemente serem desgastados. O feno não apenas é um ótimo alimento, como auxilia no desgaste dos dentes de nossos orelhudos.

Mas mesmo assim, nossos orelhudos podem ter problemas e apresentarem uma condição conhecida como má oclusão. Ela significa que os dentes em constante crescimento de um coelho não estão sendo desgastados corretamente.

Quando ela ocorre, o médico veterinário precisará cortá-los e, em casos mais graves, removê-los. Geralmente, a má oclusão apenas atinge os dentes da frente, mas ocasionalmente, os dentes posteriores também podem estar desalinhados. Um sintoma de má oclusão da dentição interna é quando o queixo do orelhudinho está constantemente molhado.

A má oclusão não causa apenas desconforto e dor, como impede o seu coelho de se alimentar e pode até mesmo furar a boca dele. Muita atenção a dentição de seu orelhudo e sempre ofereça muito feno!

Cuidados com cirurgias

As vezes nossos orelhudos irão precisar passar por alguma cirurgia, como quando forem castrados, por exemplo. Por isso tenha atenção as recomendações do médico veterinário. Alimentos e Água não devem ser removidos de um coelho na noite anterior à cirurgia. Qualquer alteração na dieta pode prejudicar o trato digestivo sensível do coelho e causar problemas na recuperação pós-operatória.

O principal motivo para que os veterinários de cães e gatos recomendam remover alimentos dos animais antes da cirurgia é a possibilidade de que vomitem. Os coelhos não podem vomitar, portanto, isso não é uma preocupação.

Cuidados com o pós-operatório do orelhudo são fundamentais! Mantenha-o em um ambiente limpo e calmo. Verifique diariamente se o local da incisão está inchado ou apresenta pus.

Mantenha-o alimentado e hidratado para uma rápida recuperação. Caso ele esteja recusando comida, ofereça guloseimas para abrir o apetite. Se ele não comer por, no mínimo, 24h, consulte imediatamente o veterinário.

Inclinar a cabeça

Alguns coelhos apresentam a cabeça constamente inclinada, tontura e dificuldade em se mexer. Muitas vezes, dentro de 3 a 12 horas a partir do primeiro sintoma, o coelho não conseguirá se manter em pé. Não tente proteger o coelho com toalhas. Ele pode ficar nervoso, chutar e quebrar as pernas.

Este problema normalmente e causado por infecção no ouvido, sarna auricular e/ou deficiência de vitaminas. Felizmente, ela é tratável, porém o tratamento é longo, podendo durar 12 semanas ou até mais. Durante este tempo, o coelho não pode comer, beber ou dormir sozinho.

Você deverá fazer tudo por ele. Esteja atento a ele, mantenha-o em um ambiente sem riscos. Quando o coelho finalmente se recuperar, ele ainda pode apresentar sequelas, com a cabeça um pouquinho inclinada. Estes coelhos de cabecinha inclinada são capazes de desfrutar de uma vida de qualidade, apesar da sua postura incomum.

Diarreia

Trata-se de um dos principais sintomas de que algo está errado com seu orelhudo. E um dos maiores perigos da diarreia é a desidratação. Hidratá-lo é muito importante e há casos inclusive que o médico veterinário irá indicar soro caseiro.

Caso o seu coelho apresente diarreia, não há segredo: leve-o imediatamente ao médico veterinário especializado em exóticos. A causa pode ser simples ou grave, mas apenas ele poderá identificá-la.

Abscessos

Se você encontrar um nódulo debaixo da pele do seu coelho, ou debaixo da mandíbula ou em qualquer outra parte do corpinho dele, você pode ter um abscesso causado por uma infecção bacteriana.

Os abscessos são tratáveis, porém muito graves. No Adote um Orelhudo, tivemos muitas fatalidades e amputações por conta do abscesso, mesmo eles recebendo todo o cuidado necessário. Por isso, caso apareça algum nódulo estranho, leve-o o quanto antes ao médico veterinário.

Estas são algumas das principais doenças, sintomas e cuidados que você deve ter com seu coelho. São animais muito sensíveis e todo o cuidado é pouco. Saiba que o médico veterinário especializado em exóticos deve ser o melhor amigo de mamães e papais de coelhos. Tenha sempre o telefone dele e corra para a clínica caso apareça qualquer sintoma.

Este artigo foi útil para você então compartilhe nas redes sociais para que ele possa ajudar outros tutores de coelho.

Artigo traduzido, adaptado e modificado do texto http://rabbit.org/faq-medical-concerns

Mini Coelhos em Porto Alegre RS à venda. Compre direto do 49333

  • O MF Rural é um site de anúncios de compra e venda de produtos agrícolas para todo Brasil, com relação de ofertas de insumos ou produtos agropecuários de interesse do produtor rural.
  • Podem ser encontrados(as) produtos rurais usados ou novos com preços, fotos, vídeos, disponibilidade, cidade, estado de localização, quantidade e outros.
  • O sistema do site é diferente de sistemas de classificados onde os produtos simplesmente são apresentados com alguns dados e os interessados em comprar ou vender entram em contato para realizar negócio.
  • No MF Rural o sistema é de Mercado Físico, logo, todos os anúncios devem estar com valor de venda e caso um comprador queira negociar a mercadoria, através de nosso portal, ele consegue os dados como nome, telefone, cidade e e-mail do vendedor anunciante.
  • Assim o interessado comprador decide como irá fechar negócio, se vai pagar preço à vista, à prazo, em parcelas, financiado, como vai ser o transporte ou frete, quem vai pagar o valor do frete, se vai levar em transporte próprio, enfim, todos os detalhes de uma negociação normal com revenda, loja ou particular.

Os produtos são separados por categorias, mas também por marca, tamanho, modelo, localização, preço, região, novos ou usados, etc. Criamos também páginas onde as ofertas ficam separadas por estado, ou município do Brasil. Veja em Mini coelhos

  1. Muitas pessoas usam o site para pesquisar preços de Mini coelhos e conseguir fazer melhores negócios, adquirindo produtos mais baratos ao alcance de um clique.
  2. Essas pessoas procuram normalmente na internet pelos sites de busca onde encontrar, onde achar ofertas de algum produto agrícola, e fatalmente acabam caindo no site MF Rural, onde tem um grande número de anúncios rurais bem diversificados.
  3. Muitas vezes encontram e conseguem adquirir produtos de qualidade, barato e com bom preço e condições que normalmente não encontrariam no comércio ou mercado livre local.
  4. Portanto caso você pense algum dia, “quero vender” ou “quero comprar” produtos rurais ou agropecuários, acesse sempre o site MF Rural, onde a comercialização ocorre entre os próprios negociantes e onde você pode encontrar muitas informações a respeito de mercado de Mini coelhos, assim como algumas notícias ou informativos sobre agricultura ou pecuária no Brasil.
  5. Com pouco trabalho você coloca toda sua produção à disposição de produtores rurais ou pessoas do Agronegócio de todo Brasil.

Na lavoura, no campo, na roça, na fazenda, no sítio, na chácara ou até mesmo em meio à sua plantação ou pastagem você consegue hoje acessar todas as ofertas rurais que estão anunciadas, através de um celular ou tablet conectado à internet. Isso é cada vez mais tendência e colocamos tudo isso disponível em seu próprio bolso.

Também poderá encontrar Leilões de gado on-line de gado, cavalos, ovinos, caprinos, jumentos, e também Leilão de trator, máquinas e implementos agrícolas.

No MF Rural é muito fácil Comprar e Vender.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*