Como ajustar a opacidade no adobe photoshop: 8 passos

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 Passos

O Photoshop é uma ferramenta incrivelmente poderosa, mas não dá pra negar que ela bota medo em quem nunca usou. Se você sempre quis aprender a usar Photoshop, mas não sabia por onde começar, seja bem vindo. O vídeo acima é a sua aula. Ele é longo se considerarmos que está na internet, mas é curto se considerarmos todos os tópicos que ele cobre. No vídeo (em inglês, mas é um vídeo!), daremos uma olhada em cada ferramenta da barra de ferramentas, nas paletas do lado direito da tela e no conteúdo dos menus.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosMas espere! Eu não tenho Photoshop!

Ah, você não é usuário do Photoshop? A Adobe oferece um trial de 30 dias que você pode baixar agora mesmo. É tempo mais que suficiente para aprender como ele funciona. Se você não quiser comprar o programa mesmo (ele é bastante caro, especialmente no Brasil), não se preocupe.

Algo do que veremos aqui pode ser aplicado não apenas ao Photoshop, mas também à maioria dos editores de imagem padrão encontrados por aí (o Pixelmator é uma ótima alternativa de US$ 30 no Mac, e o GIMP é uma opção gratuita, multiplataforma, de código aberto).

Nós escolhemos focar as lições no Photoshop porque ele é o padrão da indústria. Pronto? Vamos lá?

A Barra de Ferramentas

Nós não vamos ver todas as ferramentas individualmente, mas boa parte delas estão abaixo. Este resumo vai te dar uma boa ideia do que cada uma faz, mas não deixe de encontrar alguma foto e usá-las na prática.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosMover (Atalho: V)

A ferramenta Mover permite que você mova objetos em uma determinada camada. Para usá-la, clique em qualquer lugar da tela e arraste. O objeto selecionado se moverá na camada.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosLetreiro (Atalho: M)

A ferramenta Letreiro tem uma tradução esquisita. Uma tradução muito melhor, na minha opinião, seria “Seleção por Área”.

De qualquer forma, ela serve para selecionar uma porção da tela no formato retangular ou elíptico. A seleção é a parte da imagem que será afetada por qualquer edição que você fizer posteriormente.

Segurando Shift ao fazer a seleção, você obtém um quadrado ou círculo perfeito.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosLaço (Atalho: L)

O Laço é uma ferramenta de seleção livre que permite a você desenhar uma área de seleção com o mouse, enquanto mantém o clique pressionado. Ao fechar a forma, tudo que estiver dentro dela, estará selecionado.

Dentro desta mesma ferramenta você ainda tem acesso ao Laço Poligonal, que permite criar uma seleção livre em vários cliques, e o Laço Magnético, que tenta detectar bordas automaticamente para facilitar a sua seleção.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosVarinha Mágica (Atalho: W)

A Varinha Mágica é mais uma ferramenta de seleção.

Ao selecioná-la e clicar em uma área da imagem, você diz ao Photoshop que deseja uma seleção que inclua o ponto clicado e todas as áreas adjacentes com coloração similar (há um ajuste no topo da tela para determinar a sensibilidade dessa medição de área similar). A Varinha Mágica é geralmente utilizada como uma forma amadora de retirar fundos de imagens.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosCorte (Atalho: C)

A ferramenta de Corte é usada para – surpresa! – cortar as suas imagens. Você faz uma seleção retangular, e tudo que ficar de fora dessa seleção será eliminado da imagem. É possível especificar o tamanho exato do corte, ou uma proporção, assim como cortar à mão livre.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosConta-gotas (Atalho: I)

A ferramenta Conta-gotas permite que você clique em qualquer parte da tela para copiar a cor do local clicado. Ao copiar a cor, o Conta-gotas alterará a cor primária que você estiver usando para a cor copiada. Esta ferramenta facilita enormemente na hora de escolher uma cor exata que já exista na imagem, em vez de ter que escolher no seletor de cores.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosPincel de Recuperação: (Atalho: J)

O Pincel de Recuperação deixa você pegar uma amostra de um ponto da imagem e usá-lo para pintar sobre outro ponto dela. Quando você terminar, o Photoshop vai examinar a região ao redor da que você pintou para tentar suavizar a sua edição.

Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 PassosPincel e Lápis (Atalho: B)

O Pincel e o Lápis são ferramentas de desenho que atuam como os seus nomes sugerem. O lápis cria uma linha dura de espessura variável, enquanto o pincel pode assumir centenas de formatos formatos e modelos diferentes, e geralmente produz uma linha mas suave.

Carimbo (Atalho: S)

Como o Pincel de Recuperação, o Carimbo permite que você determine uma parte da imagem como origem de amostragem e então use esta amostragem para cobrir outra área. No entanto, com o Carimbo a coisa para por aí. O Photoshop não fará nada para suavizar a sua correção.

Pincel do Histórico (Atalho: Y)

O Pincel de Histórico permite que você “pinte o passado”. O Photoshop salva todas as etapas da sua edição (bem, por padrão são apenas 50 etapas), e o Pincel de Histórico é capaz de pintar o passado sobre a imagem atual.

Digamos que você aumentou o brilho da imagem inteira, mas gostaria que um pedaço dela voltasse a ficar escuro como estava antes.

Nesse caso, você pode selecionar o Pincel do Histórico e a etapa do histórico que representa a imagem como você quer que ela volte a ser, então pintar a parte desejada para trazer de volta a forma antiga.

Borracha (Atalho: E)

A Borracha é uma ferramenta praticamente idêntica ao pincel, com a vital diferença de que ela apaga em vez de pintar. Ao apagar, pode acontecer da região apagada adquirir uma cor “estranha”. Isso se dá porque a Borracha preenche o plano de fundo da área apagada com a cor de plano de fundo selecionada (ver “Ferramentas de Seleção de Cor” abaixo).

Lata de Tinta e Gradiente (Atalho: G)

A Lata de Tinta funciona da mesma maneira que a Varinha Mágica, no sentido de que atua sobre a área clicada e as áreas similares ao redor, mas, em vez de selecionar, ela pinta com a cor primária ativa.

A ferramenta Gradiente pega as cores primárias e de fundo ativas e clica um gradiente entre elas, mas também pode ser usada para criação de gradientes bem mais complexos, envolvendo transparências e mais de duas cores.

Desfoque, Nitidez e Borrar (Atalho: nenhum)

Estas três ferramentas funcionam como pincéis, mas cada uma tem um impacto diferente na sua imagem, bastante auto-explicativos. A ferramenta Borrar é muito útil para em desenhos, para fazer cores com transições suaves ou para fazer elementos como fumaça.

Subexposição, Superexposição e Esponja (Atalho: O)

Estas são mais alguns exemplos de ferramentas do tipo pincel, que manipulam luminosidade e intensidade de cores. A primeira serve para escurecer áreas da foto, enquanto a segunda serve para clarear, e a terceira serve para saturar ou suavizar cores na área pintada por ela. São ferramentas muito úteis para retoques em fotos.

Caneta (Atalho: P)

A ferramenta Caneta é usada para desenhar gráficos vetoriais. Também pode ser usada para criar demarcadores que podem ser usados para várias tarefas mais avançadas.

Ferramenta Texto (Atalho: T)

Com esta ferramenta, você pode escrever horizontalmente. Com as ferramentas escondidas abaixo desta, você consegue escrever verticalmente e também criar máscaras de texto horizontais e verticais.

Seleção de Demarcador (Atalho: A)

Esta ferramenta permite mover qualquer demarcador criado. É igual à ferramenta Mover, mas apenas para demarcadores.

Formas (Atalho: U)

Estas quatro ferramentas permite criar retângulos, elipses, polígonos, linhas e formas personalizadas em formato vetor. Estas formas são muito úteis quando se está desenhando ou criando máscaras geométricas para fotos.

Ferramenta Mão (Atalho: H)

Esta ferramenta permite mover a sua visão da área de trabalho inteira do Photoshop. Se a imagem que você está trabalhando cabe inteira na tela do seu computador, esta ferramenta não serve para nada.

Ela é útil para mover a sua visão quando você está trabalhando em uma imagem super aproximada com a ferramenta Zoom. Dica: a Mão pode ser selecionada temporariamente segurando a tecla Espaço.

Quando você soltar o Espaço, estará novamente com a ferramenta anterior selecionada.)

Zoom (Atalho: Z)

A ferramenta Zoom é usada para aproximar e afastar a imagem, afim de trabalhar diretamente nos pixels individuais ou em uma pequena área. Por padrão, a ferramenta Zoom só aproxima. Para afastar, clique com a tecla Option/Alt. Ou use a roda do mouse para afastar e aproximar mais rapidamente.

Ferramentas de Seleção de Cor (Teclado: D para padrões, X para inverter as cores)

Estas ferramentas permitem escolher e gerenciar as cores que você está usando. A cor de cima é a sua primária, enquanto a de trás é a cor de plano de fundo. A cor primária é a que será usada pelos pincéis.

A cor de plano de fundo entra em ação quando você deletar ou extender algo do plano de fundo (apesar de que agora, no Photoshop CS5, é possível usar a cor primária em algumas circunstâncias. Os dois ícones menores acima das cores são atalhos de funções.

O da esquerda, que mostra um quadrado preto sobre um branco, configura as suas cores primária e de plano de fundo para os padrões, que são preto e branco (você também pode usar o atalho D). A seta curva com duas pontas à direita troca as suas cores uma pela outra (atalho: X).

Clicar em qualquer uma das cores abre um seletor para que você escolha com precisão a cor que quer usar agora.

Paletas

As paletas são os painéis que você vê na parte direita da tela. Eles facilitam ações como navegar pela imagem, fazer alguns ajustes, alternar entre modos e outras coisas muito úteis.

Leia também:  Como anunciar no groupon: 9 passos (com imagens)

Se quiser se livrar de alguma que considere desnecessária, ou principalmente trazer uma paleta que não esteja aparecendo, use o Menu Janelas, e, se for necessário, arraste com o mouse para a área de paletas à direita.

Camadas

A paleta de camadas é provavelmente o coração da edição de imagens. Ela mostra todas as diferentes camadas do seu documento, na ordem. Você vai usar esta paleta mais do que qualquer outra.

Nela você vai organizar e ordenar as suas camadas, assim como configurar modos de mistura, visibilidade e opacidade, agrupar e fundi-las umas com as outras, além de uma porção de coisas mais avançadas.

Ajustes

O painel de ajustes é onde você pode facilmente criar e editar camadas de ajustes.

Estas camadas de ajustes são alterações não-destrutivas que afetam todas as camadas abaixo delas e que podem ser facilmente ligadas ou desligadas.

O seu uso mais comum é para correção de cores (especificamente os ajustes de Níveis e Curvas), mas há muitos ajustes diferentes que você pode fazer para alterar dramaticamente o visual da sua imagem.

Canais de Cores

A paleta de Canais de Cores permite analisar de modo separado as diferentes cores que formam a sua imagem. Se você estiver em modo RGB, terá os canais vermelho (R), verde (G) e azul (B).

Estes canais vão se modificar se você estiver usando um espaço de cores diferente, como CMYK ou LAB. Quando você escolher uma cor específica, vai notar que a sua imagem será mostrada em diferentes versões de preto e branco.

Isso é porque cada canal de cor é apenas uma imagem monocromática representando a luz em cada canal (ou seja: o canal vermelho mostra apenas a quantidade de luz vermelha que a imagem emite nos diferentes pontos dela).

Alternar entre esses canais diferentes é útil para fazer retoques específicos em cada canal de cor, melhorias gerais de contraste e também para converter a sua foto para uma versão preto e branco de modo mais correto.

Seletor de Cores

Esta paleta permite alterar suas cores primária e de plano de fundo de maneira mais fácil, usando comandos deslizantes com os valores individuais RGB (ou do espaço de cor que você estiver utilizando).

Amostras de Cores

A paleta de amostras de cores é um conjunto de cores pré-definidas que você pode escolher rapidamente. É possível carregar diversas outras coleções de amostras, ou criar a sua própria.

Histórico

A paleta de histórico permite ver as últimas etapas da sua edicão, e retornar a alguma delas caso você queira. O comando Desfazer (Ctrl+Z) tem como padrão apenas alternar entre o último e o penúltimo estado do histórico. Para voltar mais etapas, é por aqui que você chega lá (até o máximo de 50 ações, por padrão).

Texto

A paleta de Texto, e a sua companheira Parágrafo, permitem fazer todo o tipo de ajuste necessário às suas camadas de texto. Estas opções são bem similares às que você encontra em um editor de texto como o Word, mas você também pode especificar coisas como espaçamento entre letras e entre linhas, assim como largura relativa dos caracteres, que são ajustes mais úteis no mundo do design.

Menus

Muito do que você encontra nos menus do Photoshop pode ser feito com as ferramentas que já vimos. Ainda assim, vamos dar uma olhada rápida das principais opções de cada menu.

Arquivo

Como de costume, o menu Arquivo lida com abrir, salvar e fechar arquivos. Uma opção diferente e de destaque é a Salvar Para Web, que é muito útil para a função indicada pelo próprio nome.

Editar

Outro menu que previsivelmente funciona como em muitos outros programas, o Editar traz recursos como desfazer, refazer, cortar, copiar e colar. No Photoshop, é aqui que você transforma suas camadas e define seu espaço de cores.

Imagem

Ajustes de imagem e de tela, incluindo efeitos destrutivos que você também pode encontrar na paleta Ajustes. As opções neste menu são feitas para alterar a sua imagem como um todo, apesar de alguns ajustes serem aplicados apenas a uma camada.

Camada

O menu Camada permite fazer todo tipo de coisa que você faria pela paleta Camadas, com algumas opções extras. Este menu também permite a criação de camadas de ajuste e objetos inteligentes (um grupo de camadas tratado como um objeto único).

Selecionar

As ferramentas Letreiro e Laço serão seus principais meios de selecionar partes da sua imagem, mas o menu Selecionar ajuda a refinar a sua seleção. Também pode ser usado para criar seleções completamente novas a partir de critérios como espectro de cor e luminosidade.

Filtro

O menu Filtro traz uma coleção de filtros inclusos no Photoshop (é possível instalar mais filtros de terceiros), que podem borrar, focar, distorcer e alterar a sua imagem (ou algumas camadas apenas) de muitos modos diferentes e únicos. A melhor maneira de conhecer os filtros é experimentá-los todos. Isso pode tomar um pouco de tempo, mas é divertido brincar com eles e ver o que conseguem fazer.

Análise

Aqui você encontra ferramentas de medição. Haverá ocasiões em que você precisará delas para fazer alterações precisas em suas imagens, mas isso tudo é Photoshop avançado.

3D

Assim como o menu anterior, este aqui contém controles para manipulação de objetos 3D que são avançados o bastante para que não valha a pena entrar nos seus méritos. No entanto, encorajamos você a experimentar com eles e aprender o que puder.

Visualizar

Este menu oferece diversas opções de visualização da sua área de trabalho. É possível exibir ou esconder guias e réguas e fazer com que o Photoshop automaticamente alinhe objetos em relação a bordas, cantos e ou uma grade no plano de fundo. A exibição desta grade também pode ser ligada e desligada neste menu.

Janela

O menu Janela permite esconder e mostrar certas janelas e paletas. Você também pode organizar as suas janelas do Photoshop do jeito que quiser, e salvar a sua organização para carregar posteriormente. E isso é tudo que você precisa saber sobre o básico do Photoshop.

Opacidade de camada e modos de mesclagem no Adobe Photoshop

O modo de mesclagem de uma camada determina como seus pixels são mesclados com pixels subjacentes da imagem. É possível criar diversos efeitos especiais, usando os modos de mesclagem.

A opacidade geral de uma camada determina em que grau ela obscurece ou revela a camada abaixo dela. Uma camada com 1% de opacidade aparece quase transparente, enquanto uma com 100% de opacidade aparece completamente opaca.

Além de definir a opacidade geral de uma camada, o que afeta qualquer estilo e modo de mesclagem aplicados a ela, pode-se especificar uma opacidade de preenchimento. A opacidade de preenchimento afeta somente pixels, formas ou texto em uma camada sem afetar a opacidade de efeitos de camada, como sombras.

Observação:

não é possível alterar a opacidade de uma camada de plano de fundo ou de uma camada bloqueada. Para converter uma camada de plano de fundo em uma camada regular que ofereça suporte a transparência, consulte Converter plano de fundo e camadas.

  1. No painel Camadas, selecione uma ou mais camadas ou grupos.
  2. Altere os valores de preenchimento e opacidade. (Se você selecionou um grupo, somente opacidade está disponível.)

    Observação:

Por padrão, o modo de mesclagem de um grupo de camadas é Passagem, ou seja, o grupo não tem propriedades próprias de mesclagem. Quando se escolhe outro modo de mesclagem para um grupo, altera-se efetivamente a ordem de agrupamento dos componentes da imagem. Em primeiro lugar, todas as camadas do grupo são reunidas.

O conjunto composto é tratado como uma única imagem e mesclado ao restante da imagem, usando o modo de mesclagem selecionado.

Dessa forma, se um modo de mesclagem diferente de Passagem for escolhido para o grupo, nenhuma camada de ajuste e nenhum modo de mesclagem de camada contidos no grupo serão aplicados a camadas fora dele.

Observação:

não existe o modo de mesclagem Apagar para camadas. Para imagens de Lab, os modos de subexposição de cor, superexposição de cor, escurecer, clarear, diferença, exclusão, subtrair e dividir não estão disponíveis. Para imagens HDR, consulte Recursos que são compatíveis com imagens 32‑bpc HDR.

  1. Selecione uma camada ou um grupo no painel Camadas.
  2. Escolha um modo de mesclagem:
    • No painel Camadas, escolha uma opção no menu pop-up Modo de mesclagem.
    • Escolha Camada > Estilo de camada > Opções de mesclagem e escolha uma opção no menu pop-up Modo de mesclagem.

    Observação:

    No menu pop-up Modo de mesclagem, navegue pelas diferentes opções para ver como fica o look da sua imagem com cada uma. O Photoshop exibe um visualização ao vivo dos modos de mesclagem na tela.

Para obter descrições e exemplos de cada modo, consulte Modos de mesclagem.

Por padrão, as camadas em uma máscara de corte são mescladas com as camadas subjacentes, usando o modo de mesclagem da camada inferior desse grupo. Entretanto, é possível aplicar o modo de mesclagem da camada inferior apenas a essa camada, permitindo manter a aparência da mesclagem original das camadas cortadas. (Consulte revelar camadas com máscaras de corte.)

Também é possível aplicar o modo de mesclagem de uma camada aos efeitos de camada que modificam pixels opacos, como Brilho interno ou Sobreposição de cor, sem alterar os efeitos de camada que modificam somente pixels transparentes, como Brilho externo ou Sombra projetada.

  1. Selecione a camada que deve ser afetada.
  2. Clique duas vezes na miniatura de uma camada, escolha Opções de mesclagem no menu do painel Camadas ou escolha Camada > Estilo de camada > Opções de mesclagem.

    Observação:

    Para visualizar as opções de mesclagem de uma camada de texto, escolha Camada > Estilo de camada > Opções de mesclagem ou escolha Opções de mesclagem no botão Adicionar um estilo de camada, na parte inferior do menu do painel Camadas.

  3. Especifique o escopo das opções de mesclagem:
    • Selecione Mesclar efeitos interiores como grupo para aplicar o modo de mesclagem da camada aos efeitos de camada que modificam os pixels opacos, como Brilho interno, Acetinado, Sobreposição de cor e Sobreposição de degradê.
    • Selecione Mesclar Camadas Cortadas como Grupo para aplicar o modo de mesclagem da camada base a todas as camadas da máscara de corte. Cancelar a seleção dessa opção, que por padrão sempre está selecionada, mantém o modo de mesclagem e a aparência originais de cada camada do grupo.

    Como Ajustar a Opacidade no Adobe Photoshop: 8 Passos Opções avançadas de mesclagem

    • Selecione Camadas de Formas de Transparência para restringir os efeitos de camada e vazados a áreas opacas da camada. Cancelar a seleção dessa opção, que por padrão sempre está selecionada, aplica esses efeitos a toda a camada.
    • Selecione A Máscara de Camada Oculta Efeitos para restringir os efeitos de camada à área definida pela máscara de camada.
    • Selecione A Máscara de Vetor Oculta os Efeitos para restringir os efeitos de camada à área definida pela máscara de vetor.
Leia também:  Como ajudar um pássaro com a asa quebrada: 13 passos

Quando se mescla uma camada ou um grupo, é possível restringir os efeitos de mesclagem a um canal especificado. Por padrão, todos os canais são incluídos. Ao usar uma imagem RGB, por exemplo, é possível optar por excluir da mesclagem o canal vermelho (R). Na imagem composta, somente as informações incluídas nos canais verde (G) e azul (B) são afetadas.

  1. Siga um destes procedimentos:
    • Clique duas vezes na miniatura de uma camada.
    • Escolha Camada > Estilo de camada > Opções de mesclagem.

    Observação:

    Para visualizar as opções de mesclagem de uma camada de texto, escolha Camada > Estilo de camada > Opções de mesclagem ou escolha Opções de mesclagem no botão Adicionar um estilo de camada, na parte inferior do menu do painel Camadas.

  2. Na área Mesclagem avançada da caixa de diálogo Estilo de camada, cancele a seleção dos canais que não serão incluídos quando a camada for mesclada.

Os controles deslizantes da caixa de diálogo Opções de mesclagem controlam os pixels da camada ativa e os pixels das camadas subjacentes visíveis que aparecem na imagem final.

Por exemplo, é possível retirar os pixels escuros da camada ativa ou forçar o aparecimento dos pixels claros das camadas subjacentes.

Também é possível definir uma faixa de pixels parcialmente mesclados para produzir uma transição suave entre áreas mescladas e não mescladas.

  1. Clique duas vezes na miniatura da camada, escolha Camada > Estilo de camada> Opções de mesclagem ou escolha Adicionar um estilo de camada > Opções de mesclagem, no menu do painel Camadas.

    Observação:

    Para visualizar as opções de mesclagem de uma camada de texto, escolha Camada > Estilo de camada > Opções de mesclagem ou escolha Opções de mesclagem no botão Adicionar um estilo de camada, na parte inferior do menu do painel Camadas.

  2. Na seção Mesclagem Avançada da caixa de diálogo Estilo de Camada, escolha uma opção no menu pop-up Mesclar Se.
    • Escolha Cinza para especificar uma faixa de mesclagem para todos os canais.
    • Selecione um canal de cor individual (por exemplo, vermelho, verde ou azul, em imagens RGB) para especificar a mesclagem no canal.
  3. Use os controles deslizantes de Esta camada e de Camada subjacente para definir a faixa de brilho dos pixels mesclados, medido em uma escala de 0 (preto) a 255 (branco). Arraste o controle deslizante branco para definir o valor mais alto da faixa. Arraste o controle deslizante preto para definir o valor mais baixo da faixa.

    Observação:

    Para definir uma faixa de pixels parcialmente mesclados, mantenha pressionada a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS) e arraste uma das metades do triângulo de um controle deslizante. Os dois valores exibidos acima do controle deslizante dividido indicam a faixa de mesclagem parcial.

    Lembre-se das seguintes diretrizes ao especificar intervalos de mesclagem:

    • Use os controles deslizantes de Esta camada para especificar a faixa de pixels da camada ativa que serão mesclados e, portanto, aparecerão na imagem final. Por exemplo, se arrastar o controle deslizante branco para 235, os pixels com valores de brilho superiores a 235 continuarão sem mesclagem e são excluídos da imagem final.
    • Use os controles deslizantes de Camada subjacente para especificar a faixa de pixels nas camadas subjacentes visíveis que serão mescladas na imagem final. Os pixels mesclados são combinados com os da camada ativa para produzir pixels compostos, enquanto os não mesclados aparecem através das áreas sobrepostas da camada ativa. Por exemplo, quando se arrasta o controle deslizante preto para 19, os pixels com valores de brilho inferiores a 19 continuam sem mesclagem e aparecem através da camada ativa na imagem final.

Não é possível aplicar determinados filtros (como o filtro Efeitos de Iluminação) a camadas sem pixels. A seleção de Preencher com cor neutra (de um dos modos), na caixa de diálogo Nova camada, resolve esse problema preenchendo primeiro a camada com uma cor neutra predefinida.

Essa cor invisível, neutra, é atribuída conforme o modo de mesclagem da camada. Se nenhum efeito for aplicado, o preenchimento com uma cor neutra não terá efeito sobre as camadas restantes.

A opção Preencher com cor neutra não está disponível para camadas com modos Normal, Dissolver, Mistura sólida, Matiz, Saturação, Cor ou Luminosidade.

Tratamento de pele no Photoshop – 2 técnicas + 2 dicas matadoras

Obter uma pele bonita na fotografia que seja realista e preserve a textura natural da pele é o santo graal dos fotógrafos profissionais. Uma make bem-feita e uma boa iluminação são a base para uma pele bonita na fotografia, mas o retoque na pós-produção é o polimento.

  • Por isso, vamos te ensinar hoje duas das diversas técnicas para tratamento de pele no Photoshop e te mostrar para quais situações cada uma delas é mais indicada.
  • Neste tutorial, além de aprender o passo a passo de duas das técnicas mais usada pelos fotógrafos para retocar a pele, você receberá mais duas dicas rápidas de acabamento final, que podem ser usadas mesmo se você utiliza outra técnica para tratamento de pele no Photoshop.
  • Lembre-se que melhorar a qualidade das suas fotos irá deixar seu portfólio mais profissional e incrível, o que irá atrair mais clientes para você.

Técnica de Camada de Retoques

Usar uma camada de retoque para tratamento de pele no Photoshop é uma maneira simples de lidar com marcas de expressão e de remover fiapos ou poeira, bem como pequenos fios de cabelo que estão fora do local desejado.

Esta técnica também pode ser usada para retocar maquiagem quando necessário. Por exemplo, para limpar o batom, caso este esteja borrado, ou preencher lacunas no delineador para obter uma linha limpa e bonita.

No entanto, a camada de retoque não funciona muito bem para retocar manchas na pele ou pontos quentes. Também não é a técnica certa para lidar com pequenos defeitos da pele. Use as camadas de retoque para retocar os problemas visíveis que estão em uma pele sem manchas.

Passo 1

Para usar uma camada de retoque, comece com sua camada de plano de fundo no Photoshop e adicione uma camada vazia na parte superior.

Passo 2

Para fazer seus retoques, você irá alterar entre o Clone Stamp e o Healing Brush. Às vezes, também é possível utilizar o Pincel de Recuperação para Manchas (Spot Healing Brush), se a área em que você estiver trabalhando for razoavelmente uniforme.

Ao usar o Healing Brush, certifique-se de que a opção de ferramenta Sample All Layers esteja marcada.

Ao usar o Clone Stamp, você deve garantir que a opção da ferramenta Sample esteja definida como Current & Below.

O ideal é usar todas as três ferramentas com um pincel pequeno, com 50% a 75% de dureza. Um pincel mais suave tende a resultar em uma suavidade artificial para os retoques.

Passo 3

Comece com o Healing Brush. Selecione sua nova camada vazia, amplie e defina o tamanho do pincel um pouco maior que o defeito.

Copie a pele de uma área limpa o mais próximo possível do defeito que você está retocando. Preste atenção em como a textura da pele flui (por exemplo, de lado na testa) e onde o tom da pele muda.

Você obterá os melhores resultados se sua amostra for o mais semelhante possível à área que estiver retocando.

Coloque o pincel sobre o topo da mancha e apenas clique. Não varra, pinte ou faça vários cliques uns em cima dos outros. Mova-se ao redor do rosto, tirando fora as manchas óbvias. Mude a amostra enquanto você se move sobre diferentes áreas do rosto.

Passo 4

Alguns retoques funcionam melhor com a ferramenta Clone Stamp, como para limpar linhas de maquiagem ou remover fios longos e finos de cabelo. Para retocar com o Clone Stamp, defina sua ferramenta de clonagem com 20% de opacidade. Pegue uma amostra o mais próximo possível da área que você está retocando e clique ou pinte o que precisa ser corrigido.

Passo 5

A camada de retoque também pode funcionar bem para algumas rugas. Se o seu assunto tem uma pele fina e sem defeitos e você só quer clarear algumas rugas, tente usar a ferramenta Clone Stamp.

Leia também:  Como aprender a arte da sedução: 7 passos (com imagens)

Você obterá um resultado de aparência natural se retocar as rugas um pouco mais do que deseja. Em seguida, diminua a opacidade da camada de retoque até que as rugas estejam em um tom que consiga recuperar a textura e restaurar uma aparência natural.

Passo 6

Seja aventureiro com uma camada de retoque. A beleza dessa técnica de tratamento de pele no Photoshop é sua flexibilidade. Se você não estiver satisfeito com o retoque, basta selecionar a sua Borracha, apagar a correção da camada de retoque e começar de novo.

Se o retoque for um pouco pesado, use sua Borracha com pouca opacidade com um pincel muito suave e limpe um pouco da correção.

Você também pode reduzir a opacidade da camada de retoque ou usar uma máscara de camada se achar que ajuda a mesclar os retoques.

Para algumas fotografias, isso é tudo o que você precisa para obter uma pele bonita. No entanto, em outras imagens você precisará fazer mais.

Quer você precisa fazer mais correções ou não, o ideal é começar sempre com uma camada de retoque. Qualquer retoque posterior será mais fácil e eficaz se você fizer esses retoques primeiro.

Técnica de Separação de Frequência

Quando é necessário realizar mais correções para obter uma pele bonita, a separação de frequência é a melhor opção. As etapas para criar as camadas são trabalhosas, mas a recompensa é a capacidade de fazer retoques sem prejudicar ou perder a textura da pele.

A separação de frequências funciona bem para manchas na pele, manchas vermelhas, pontos quentes, rugas de todos os tipos, pele seca e escamosa e manchas oleosas.

Esta técnica de tratamento de pele no Photoshop também faz milagres com olheiras e é ideal para suavizar a maquiagem pesada ou dura.

No entanto, a separação de frequência não é boa para remover cabelos dispersos ou fazer um retoque geral da pele. Para isso, utilize a técnica de camada de retoques.

Passo 1

Crie uma nova camada mesclada – Stamp Visible – do trabalho que você fez em seu retrato até o momento. Estamos levando em consideração que você tenha utilizado a técnica de camada de retoques primeiro.

Verifique se as camadas de fundo e retoque estão ativadas (visíveis). Selecione as duas camadas e, enquanto mantém pressionada a tecla Opção (Alt), escolha Layer > Merge Visible (Camada> Mesclar Visível) no menu do painel de camadas.

Passo 2

Faça duas cópias da camada recém-mesclada e rotule a cópia superior “Alta Frequência” e a cópia do meio “Baixa Frequência”. Desative a camada Alta Frequência e selecione a camada Baixa Frequência. Esta camada contém todas as informações sobre cores.

Desfoque essa camada usando Filter> Blur> Gaussian Blur. Você precisa desfocar a camada até que o detalhe dos poros desapareça 100% da pele – geralmente um borrão de 2,0 pixels ou menos.

Passo 3

Selecione a camada de Alta Freqüência e ative-a novamente. Vá até Image> Apply Image e aplique as configurações mostradas na imagem abaixo. Altere o modo de mesclagem da camada para Linear Light.

Passo 4

Em seguida, adicione uma nova camada vazia acima da camada de Baixa Frequência e mova a camada mesclada do meio das camadas para o topo (acima de Alta Freqüência). Desative a camada mesclada.

Você pode ligar e desligar quando precisar ver o antes e o depois para avaliar as alterações que você fez.

Passo 5

Clique na camada vazia acima da camada Baixa Frequência e selecione a ferramenta Clone Stamp. Use uma escova macia com 25% a 50% de dureza com opacidade entre 15% e 20%. Assegure-se de que a seleção de Sample para sua ferramenta seja Current & Below.

Selecione sua área de amostra e trabalhe em pequenos estágios com a ferramenta Clone Stamp para mesclar e corrigir as áreas que precisam de atenção. É tentador e fácil perseguir a pele perfeita, deixando para trás memórias de como a pessoa realmente se parecia. É por isso que você precisa mover a camada mesclada para o topo e a ficar ativando e desativando ela para verificar seu progresso.

Preste especial atenção às mudanças no sombreamento do rosto e aos contornos naturais. É fácil estender um destaque muito longe ou clonar uma pele ligeiramente mais escura em áreas mais claras. Estender um tom de pele alterado demais mudará a forma do rosto da pessoa e destruirá as sombras e os destaques cuidadosamente esculpidos com sua iluminação durante o ensaio.

Passo 6

Quando estiver satisfeito, mude para a camada de Alta Frequência. Essa camada contém toda a textura. Você pode usar a ferramenta Clone Stamp ou a ferramenta Patch nessa camada.

Se estiver usando a ferramenta Clone Stamp, você precisará aumentar a opacidade do pincel para 70% a 100% e suavizá-lo para 25%.

Selecione uma área com textura uniforme como amostra para sua clonagem e corrija poros grandes, pelos finos no queixo e qualquer outra coisa que precise de atenção.

A ferramenta Patch costuma ser mais eficaz para lidar com rugas profundas. Selecione uma ruga ou parte de uma ruga e mova-a para uma área próxima de uma pele que esteja uniforme. Avance levemente com esses retoques e tenha cuidado: você quer reduzir as rugas e minimizar os poros, não eliminá-los.

  • Faça fotos mais originais com essas técnicas de fotografia para iniciantes

Passo 7

Antes de terminar com a separação de frequência, tente este truque como uma alternativa sutil à nitidez:

Duplique a camada de Alta Freqüência, mascare toda a camada (segure Option ou Alt + Adicionar uma Máscara da paleta camada).

Selecione a máscara e um pincel suave e médio. Usando branco, pinte nas áreas da máscara onde você gostaria que a nitidez fosse aplicada. É interessante pintar nos olhos, lábios, joias e cabelos.

Achou um pouco complexo realizar a técnica de separação de frequência para tratamento de pele no Photoshop? No vídeo abaixo, do fotógrafo Bruno Mendes, você vê esse passo a passo na prática, de forma mais detalhada.

Tratamento de pele no Photoshop – Toques Finais

Independentemente da técnica de retoque que você use para obter uma pele bonita, considere estas duas etapas finais para concluir seu trabalho.

Ajuste de Matiz

A fotografia digital parece enfatizar os tons vermelhos e saturar demais todas as cores. Nós nos acostumamos com a aparência das fotografias digitais, mas os vermelhos e a saturação excessivos arruinam um retrato perfeito com a pele corrigida. Para ajustar isso, aplique uma camada de ajuste de matiz.

  1. Selecione a cor vermelha e empurre o Hue para a direita, até ver os tons vermelhos se acalmarem (normalmente, cerca de +1 a +3).
  2. Selecione a cor amarela e reduza a Saturação até que o tom da pele pareça mais natural (geralmente entre -5 e -10).
  3. Selecione Master (todas as cores) e baixe a saturação um pouquinho, observando apenas a aparência saturada para facilitar um pouco (geralmente entre -1 e -7).
  4. Ajustar a cor da pele pelo olho requer prática, especialmente se você estiver trabalhando em um tom de pele ou cor desconhecida para você.

A camada de ajuste de matiz pode ser revisitada e ajustada. Por isso, não tenha medo de brincar com as configurações até obter uma aparência natural e saudável.

Adicionar Granulação

A fotografia digital combinada com monitores melhores e de alta resolução nos fornece imagens que são naturalmente suaves e limpas. Mesmo quando preservamos a textura da pele no retoque, a fotografia digital a minimiza com perfeição suave. Para ajudar a restaurar alguma textura e profundidade da pele, adicione uma camada de grão.

No menu Camada, escolha Novo> Camada e insira as configurações da imagem abaixo.

Selecione a nova camada Granulação e, no menu Filter, escolha Filter Gallery> Grain. Defina a Intensidade e o Contraste para 30 e escolha Modo de granulação ampliada Enlarged. Aplique essas configurações.

Agora dessature a camada de granulação, indo para o menu Imagem e escolhendo Ajustes> Desaturate.

Ajuste a opacidade da camada a gosto (geralmente entre 40 e 50%).

Pronto! Agora você já sabe como deixar suas fotos ainda mais lindas para imprimir fotolivros incríveis! Conheça os nossos modelos! 

Opacity In Adobe Premiere Cs2 Youtube

How To Adjust Opacity In Adobe Photoshop 8 Steps With

Opacity Key Framing Tutorial Adobe Premiere Pro Youtube

Adobe Illustrator Cc Opacity Mask Workflow Updated W

Animating Opacity Youtube

How To Adjust Opacity In Adobe Photoshop 8 Steps With

Adobe Illustrator Cs6 Tutorial Opacity Masks

Opacity Of Video Clips In Premiere Pro Digital

Fade Inout And Opacity Expression Adobe After Effects

Awesome Opacity Masks In Adobe Illustrator Youtube

Properties Of Selection And Layer Opacity And Fill Adobe

Understanding The Opacity Blend Modes In Adobe Premiere Pro

How To Create Masks In Adobe Premiere Pro

Criando Opacity Masks No Adobe Illustrator

Illustrator Transparency Panel Youtube

How To Adjust Opacity In Adobe Photoshop 8 Steps With

Como Ajustar A Opacidade No Adobe Photoshop 8 Passos

How To Adjust Opacity In Adobe Photoshop With Pictures

How To Adjust Opacity In Adobe Photoshop 4 Steps With

Transparency In Illustrator Youtube

Old Picture New Life Adobe Photoshop Photo Restoration

Create A Composite Snow Scene In Adobe Photoshop

The Wonderful World Of Shapes In After Effects

Modos De Opacidad Y Fusión De Capas De Adobe Photoshop

Opacity Masks In Adobe Illustrator Youtube

How To Create Beautiful Bandw Images With Adobe Photoshop

How To Adjust Opacity In Adobe Photoshop 4 Steps With

How To Adjust Opacity In Indesign 8 Steps With Pictures

Difference To Fill From Opacity In Adobe Photoshop

Adobe Indesign Opacity Options Youtube

Fill Vs Opacity Layer Adobe Photoshop Cs6 Youtube

How To Adjust Opacity In Adobe Photoshop 4 Steps With

How To Use Opacity Masks In Illustrator Adobe

Genomskinlighet Och Opacitet

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*