Como capturar imagem de tela para arquivo usando o vlc

Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC

Por padrão, o Windows não possui nenhum utilitárioque pode gravar a tela do seu computador. O Windows 10 chegou perto da ideia com o Game DVR. No entanto, o recurso pode gravar apenas vídeos de aplicativos. Fora de um aplicativo, o Game DVR não funcionará. A Tech-Recipes possui um tutorial detalhado sobre a gravação de vídeos de aplicativos no Windows 10 usando o Game DVR, caso você queira saber mais sobre o recurso. Se você deseja capturar a tela do seu computador, precisa usar um programa ou aplicativo, e estes geralmente não são de graça. Este tutorial mostrará como gravar sua tela do Windows usando um programa poderoso e gratuito. O programa é popular. De fato, você pode tê-lo instalado no seu computador agora.

Este tutorial usa o VLC Media Player para gravarsua tela do Windows. O VLC Media Player é um reprodutor de mídia gratuito e de código aberto.

Além de reproduzir arquivos multimídia, o programa também é capaz de executar outras grandes funções.

De fato, temos alguns tutoriais que usam o VLC media player para executar tarefas que não estão prontamente disponíveis na maioria dos players multimídia.

Capture a tela do seu computador usando o VLC Media Player

Siga as etapas abaixo para capturar e começar a gravar a tela da área de trabalho usando o VLC Media Player:

1.Pegue VLC Media Player do site de download oficial do VideoLan para o VLC. É importante que você faça o download apenas do site oficial para garantir que você obtenha a versão mais recente e limpa. Após baixar e instalar, abra o VLC Media Player.

Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
2.Com o VLC Media Player aberto, clique no ícone Menu Mídia.Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
3.No menu Mídia, clique no botão Converter / Salvar opção.Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
4.Clique no Dispositivo de captura aba.Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
5.Debaixo Modo de capturaescolha Área de Trabalho.Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
6.Selecione o seu desejado taxa de quadros.Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
7.Escolha o local em que o vídeo gravado será salvo clicando no Squeaky toy botão.Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
8.Digite seu nome de arquivo preferido para a gravação e clique em Salve .Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
9.Clique no Começar para começar a gravar a tela.Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC
10.VLC vai comece a gravar o que está na sua tela.
11.Clique no Pare no VLC para parar a gravação.
12.Você terminou. O arquivo gravado será salvo na pasta escolhida na Etapa 7.

Você acabou de aprender como gravar sua tela do Windows usando o VLC Media Player. Se você encontrar algum problema ao concluir uma das etapas acima, informe-nos na seção de comentários.

Top 5 programas para extrair imagens (frames) de vídeos

Se você quer extrair uma imagem (frame) de um vídeo você precisa das ferramentas certas, pois um segundo antes e você está com a imagem embaçada e um segundo depois, você perdeu a imagem.

Felizmente existem vários programas para capturar imagens de vídeos e para ajuda-lo selecionamos os 5 melhores programas gratuitos para Windows que você pode usar para extrair frames de vídeos.

Programas para capturar imagens de vídeos:

1. ImageGrab

O ImageGrab é um programa gratuito para Windows que lhe oferece uma forma simples de capturar quadros (frames) de vídeos e salvar como imagem nos formatos BMP e JPG. Basta você carregar o vídeo no programa, usar os controles para localizar o frame e pressionar F5 para capturar a imagem.

Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC

2. VLC Media Player

Você também pode usar o VLC para capturar quadros de vídeo. Para isso, abra o vídeo desejado no VLC, localize o trecho que contém o frame que deseja salvar, use o botão quadro a quadro no menu de controles exibido na parte inferior para refinar a busca, e clique no botão “Capturar uma imagem”.

Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC

3. Free Video to JPG Converter

O Free Video to JPG Converter, como o próprio nome sugere, é um programa gratuito para Windows que permite converter vídeos em imagens JPG. Para converter um vídeo em imagem, basta carregar o vídeo no programa, selecionar o número de frames que deseja salvar e clicar no botão “Converter”.

Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC

4. GOM Player

GOM Player é outro reprodutor de vídeos que lhe permite fazer capturas de tela. Para extrair o frame de um vídeo, primeiro carregue o vídeo no GOM Player e, em seguida, pause o vídeo no quadro que deseja capturar e por fim, clicar no botão de captura no menu inferior ou simplesmente usar “Ctrl+E”.

Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC

5. FrameShots

O FrameShots é um programa que lhe permite capturar frames de vídeos de uma maneira simples e rápida. Tudo o que você precisa fazer é carregar o vídeo, achar o frame que deseja capturar e clicar em “Take Snapshot”. O ponto negativo do FrameShots é que ele adiciona marca d’água na imagem.

Como Capturar Imagem de Tela para Arquivo Usando o VLC

Como Usar VLC Media Player

VLC Media Player é um tocador multimídia de código aberto e com muitos recursos avançados. Ele suporta diversos formatos de áudio e vídeo (MPEG4, MPEG2, MPEG1, DivX, MP3, OGG, etc.), assim como DVDs, VCDs e vários protocolos de transmissão (streaming). Também tem a opção de ser usado como servidor para vídeos.

O VLC Media Player é marcado pela simplicidade. A janela do programa é pequena e exibe menus, barra de tempo, controles de execução e ajuste de volume. Os botões incluem tocar, item anterior, parar, próximo item, tela inteira, mostrar lista de reprodução e mostrar efeitos.

Vamos ver os menus um a um.

Mídia

“Abrir”: abre um arquivo de áudio ou vídeo com as típicas janelas de navegação. Basta localizar o arquivo e clicar em “Abrir”.

“Abrir (com opções)”: aqui há quatro maneiras para abrir um arquivo, exibidas em abas.

“Arquivo”: mesmo procedimento de “Abrir”, apenas com uma tela diferente. Navegue pelas pastas à esquerda, visualize o conteúdo à direita e clique em “Reproduzir”. Marque a opção “Usar um arquivo de legendas” para indicar uma legenda que deve ser aberta juntamente com um vídeo, definindo o tamanho e o alinhamento do texto.

“Disco”: execute os arquivos de um DVD, CD de áudio ou um SVCD/VCD neste menu. No caso de DVDs, marque a opção “Não usar menus de DVD” se você não deseja utilizar menus.

Indique o drive onde o disco está inserido, que, por padrão, é o “D:”. Clique em “Procurar” para indicar outro drive. Determine a posição inicial de um título ou capítulo em “Posição Inicial”.

Escolha o áudio e a legenda mais abaixo, em “Áudio e Legendas”.

“Rede”: abra um arquivo da internet ou de uma rede, indicando o protocolo que deve ser utilizado (HTTP, HTTPS, MMS, FTP, RTSP, RTP, UDP, RMTP), o endereço e a porta aberta.

“Capturar Dispositivo”: use este modo para capturar um vídeo de uma fonte externa. Primeiro, selecione o modo de captura, que pode ser via DirectShow (para câmeras e outros dispositivos por exemplo), DVB DirectShow (caso você tenha uma placa de captura de televisão por exemplo) ou Desktop, para gravar vídeos de sua área de trabalho.

Cada modo tem suas configurações próprias. No DirectShow, você define e configura os dispositivos de áudio e vídeo, podendo escolhê-los através de um menu drop-down. Também é possível definir o tamanho do vídeo no campo apropriado.

No caso de captura via DVB, o dispositivo pode ser selecionado entre DVB-S, DVB-C ou DVB-T.

Esses dois modos de captura têm inúmeras configurações avançadas. Clique em “Opções avançadas” para definir inúmeros valores.

No modo Desktop, o único valor que você pode definir é a taxa de quadros. Quanto maior este valor, maior será a qualidade do vídeo e, portanto, maior será o tamanho do arquivo.

Em qualquer maneira utilizada, você pode marcar a caixa “Marcar mais opções”. Aqui você define o valor de cachê utilizado, o início da execução do arquivo e ainda pode reproduzir dois arquivos ao mesmo tempo.

Marque esta opção, indique o segundo arquivo a ser aberto.

Antes de clicar em “Reproduzir”, clique na pequena seta à esquerda deste botão e observe que você tem outras opções. “Enfileirar” (para adicionar o arquivo a uma lista), “Fluxo” (opção para transmitir o arquivo pela internet) e “Converter” (para converter arquivos).

A opção de “Fluxo” oferece perfis para diferentes tipos de arquivos. Basta adequá-lo à mídia que você deseja executar.

O VL Player pode ser utilizado como um servidor para a transmissão de arquivos de diferentes tipos. Em “Saídas”, defina se o arquivo deve ser transmitido localmente, indique-o, escolha o tipo de servidor ou IceCast.

“Abrir Pasta”: simplesmente abre todos os arquivos de uma pasta como uma lista. É um navegador simples para você indicar a pasta e clicar em “Ok”.

  • “Abrir Disco”, “Abrir na Rede” e “Abrir Dispositivo de Captura”: atalhos para as opções do menu “Abrir (com opções)”.
  • “Converter / Salvar” e “Fluxo”: atalhos para as opções do menu “Abrir (com opções)”.
  • “Fechar”: fecha o programa.
  • Trabalhando com áudio
  • Ao abrir um arquivo de áudio, as opções do menu “Áudio” são disponibilizadas. São elas:
  • “Trilha de Áudio”: se você executar dois arquivos ao mesmo tempo, defina qual trilha deve ser executada.
  • “Dispositivo de Áudio”: escolha entre ouvir o arquivo em mono ou estéreo.
Leia também:  Como aliviar sintomas da gota em casa: 14 passos

“Canais de Áudio”: escolha entre ouvir o arquivo em estéreo ou com apenas um dos canais (esquerdo ou direito). A opção “Estéreo invertido” inverte os canais.

  1. “Visualizações”: cinco visualizações para acompanhar o arquivo de áudio: espectroscópio, escopo, espectro, medidor VU (volume) ou goom.
  2. Trabalhando com vídeo
  3. Ao abrir um arquivo de vídeo, as opções do menu “Vídeo” são disponibilizadas. São elas:
  4. “Trilha de Vídeo”: se você executar dois arquivos ao mesmo tempo, defina qual trilha deve ser executada.
  5. “Trilha de Legendas”: clique em “Abrir Arquivo” para abrir a legenda do vídeo, caso você a tenha.
  6. “Aproximação”: aqui você aumenta ou diminui o tamanho da imagem, que pode variar entre um quarto, metade, original e dobro.

“Desentrelaçamento”: também conhecido como deinterlace, esta técnica remove o entrelaçamento de um vídeo de diferentes maneiras, entre eles Mesclar, que exibe campos consecutivos como um único quadro. A imagem perde resolução vertical e resolução temporal. Essa perda de resolução faz com que a imagem pareça mais suave.

“Proporção entre Altura e Largura”: escolha entre padrão, 1:1, 4:3, 16:9, 16:10, 2.21:1 ou 5:4.

“Recortar”: esta opção é útil se você deseja capturar uma pequena parte do vídeo como imagem. Também lhe ajuda a remover partes pretas das margens. Os valores suportados são Padrão, 16:10, 19:9, 1.85:1, 2.21:1, 2.35:1, 2.39:1, 5:3, 4:3, 5:4 e 1:1.

“Tela Inteira”: para assistir o vídeo em tela cheia. Para voltar ao modo normal, basta teclar ESC ou então clicar com o botão direito do mouse e selecionar a opção “Desativar Tela Inteira”. Ao ativar a tela cheia, os controles aparecem por um breve período. Para exibi-los novamente, mova o mouse ou aperte qualquer tecla.

“Sempre Visível”: mantém a janela do VLC Media Player sempre acima das outras. Não importa qual janela você abrir posteriormente, a janela do tocador estará sempre à vista.

“Papel de Parede DirectX”: coloca o vídeo em questão como papel de parede. É como ter uma tela animada por qualquer vídeo e poder utilizar os ícones da área de trabalho normalmente. Os controles devem ser utilizados na tela do tocador.

“Capturar Imagem”: captura um quadro do vídeo como imagem. O arquivo é salvo no formato PNG e é salvo na pasta “C:Minhas Imagens” como padrão.

O menu “Reprodução”

Você pode testar vários aspectos de arquivos de mídia através deste menu, pois ele lhe permite especificar parâmetros como tempo, favoritos e títulos.

“Ir a um ponto específico”: esta opção é utilizada para ir a um quadro específico de um arquivo para ouvi-lo ou assisti-lo novamente. Clicando nesta opção, uma caixa de diálogo é exibida. Digite o tempo desejado no formato HH:MM:SS e clique em “Go”. O controle move o ponteiro no quadro especificado e a mídia continua sua execução deste ponto.

“Favoritos”: você pode marcar e localizar partes específicas de um arquivo de áudio ou vídeo com esta opção. Isto é útil para ver uma cena ou ouvir um trecho de uma música repetidamente. Para configurar um favorito, acesse o menu “Ferramentas”-“Favoritos”. Na caixa de diálogo, clique em “Criar” para marcar uma faixa de áudio ou clipe de vídeo.

  • Então, com a cena marcada, use o menu “Reprodução”-“Favoritos”.
  • “Título”: com um DVD em execução, você pode visualizar todos os títulos de maneira sequencial.

“Capítulo”: diferentes capítulos de um DVD podem ser acessados de maneira aleatória. Usando esta opção, você pode visualizar diretamente uma cena favorita sem precisar ver o vídeo todo.

“Programa”: esta opção é habilitada somente no caso de transmissão (stream). Escolha o programa através de sua ID de Serviço. Use esta opção somente se você deseja executar uma transmissão de vários programas (como DVB por exemplo).

“Navegação”: você pode navegar por diferentes títulos e seus capítulos correspondentes, além de escolher legendas, ângulos e áudio durante a execução de DVDs.

O menu “Lista de reprodução”

Usando uma lista de execução é possível especificar os arquivos de áudio que você deseja ouvir cada vez que o VLC Media Player é inicializado. Por exemplo, você pode adicionar faixas de um CD, estações de rádio e filmes.

“Fontes Adicionais”: O VLC Media Player pode executar diferentes formatos, que são exibidos neste menu. São eles:

“Podcasts”: clique nesta opção para adicionar sua transmissão. Repare que, ao adicionar esta opção, ela é exibida à esquerda no controle de listas. Clique nela para visualizar os arquivos transmitidos. Selecione um podcast, clique com o botão direito e clique em “Play” para executá-la.

“Configurar podcasts”: aqui você adiciona e exclui endereços de transmissão de podcasts.

“Anúncios SAP”: ajuda você a anunciar suas transmissões pela rede. Marque esta opção para que ela seja listada. Ao acessar o menu “Mostrar lista de reprodução”, ela estará adicionada à esquerda. Selecione um anúncio, clique com o botão direito sobre ele e clique em “Play”.

“Listagens de rádio Shoutcast”: você pode ouvir às suas estações de rádio, além de criar favoritos para ouvi-los posteriormente. Marque esta opção para que ela seja listada. Ao acessar o menu “Mostrar lista de reprodução”, ela estará adicionada à esquerda. Selecione uma estação, clique com o botão direito sobre ele e clique em “Play”. Pode ser que a lista demore para ser elaborada.

“Listagens de TV Shoutcast”: você pode ouvir aos seus canais de TV da internet, além de criar favoritos para assisti-los posteriormente. Marque esta opção para que ela seja listada. Ao acessar o menu “Mostrar lista de reprodução”, ela estará adicionada à esquerda. Selecione um canal, clique com o botão direito sobre ele e clique em “Play”. Pode ser que a lista demore para ser elaborada.

“Listagem de TV Freebox”: exibe canais de televisão disponibilizados pelo serviço Freebox Free Zone. Marque esta opção para que ela seja listada. Ao acessar o menu “Mostrar lista de reprodução”, ela estará adicionada à esquerda. Selecione um canal, clique com o botão direito sobre ele e clique em “Play”. Pode ser que a lista demore para ser elaborada.

“Mostrar lista de reprodução”: este é o controle de suas listas. As fontes (que podem ser determinadas no menu “Fontes Adicionais”) são exibidas à esquerda.

Clicando sobre elas, os arquivos que fazem parte são exibidos à direita. Clique sobre eles com o botão direito do mouse para abrir um menu de contexto.

Use os controles na parte de baixo para adicionar itens à lista, desligar o modo aleatório, ativar repetição e exibir o item atual.

“Carregar Lista de Reprodução de um Arquivo”: se você tem listas criadas nos formatos XSPF, ASX, B4S ou M3U, pode carregá-las para executá-las no VLC Media Player.

“Salvar Lista de Reprodução em um Arquivo”: você pode salvar listas através do VLC Media em diferentes formatos. A caixa de diálogo é simples, bastando dar um nome à lista, definir o formato e escolher uma pasta para salvá-la.

O menu “Ferramentas”

“Lista de Reprodução”: atalho para visualizar o controlador de lista de reprodução.

“Configurações Detalhadas”: aqui você dispõe de uma série de ferramentas para aplicar efeitos de áudio e vídeo. No primeiro caso, você pode ajustar um equalizador gráfico ou ainda ativar um efeito espacial. Os dois controladores são medidos em Hz.

Os efeitos de vídeo são divididos em básicos, cores, recorte, geometria, modificação de imagem, sobreposição, logotipo e controladores de filtro avançados.

“Básico”: ajuste a tonalidade, o contraste, o brilho, a saturação e o gama da imagem, além de suavizá-la através de Sigma. Também é possível rotacionar em até 270 graus ou girá-la.

“Cores divertidas”: defina um limiar de cor, indicando-a pelo código HTML e definindo saturação e similaridade. Ou então aplique um efeito negativo removendo as cores.

“Recortar”: defina, em pixels, cortes específicos para topo, base e lados de uma imagem. Marque as opções “Sincronizar topo e base” e “Sincronizar esquerda e direita” para manter proporções.

  1. “Geometria”: amplie a imagem ou aplique efeito de quebra-cabeças.

“Modificação de imagem”: aplique efeito gradiente em cor ou desenho, borre movimento. Em ambos os casos, é possível aplicar ondas, efeitos de água, detecção de movimento, ruído ou psicodélico.

  • “Vout/Sobreposição”: dividido em quatro modos – parede, panoramix, texto ou cópia.
  • “Logotipo”: adicione um logotipo, definindo distância do topo e da margem esquerda, além da transparência.

“Controles de filtro de vídeo avançados”: determine, em texto, filtros Vout, de vídeo ou de subtela que você deseja aplicar. Também é possível ajustar a sincronia entre áudio e vídeo, definindo em segundos o avanço do áudio em relação ao vídeo ou o avanço da legenda em relação ao vídeo.

Leia também:  Como amar seu namorado (com imagens)

“Adicionar Interface”: o VLC Media player possui várias interfaces, cada uma com funções adequadas a certos tipos de trabalho. Essas interfaces são para usuários avançados.

“Modo Reduzido”: permite a execução de arquivos de mídia sem a interface do tocador. Para acessar os controles neste modo, clique com o botão direito do mouse.

“Interface de Tela Inteira”: deixa o VLC Media Player em tela inteira.

“Controles Avançados”: adiciona duas funções ao tocador. São elas:

“Loop de Ponto A a V”: clique neste botão, marque o ponto de início e clique novamente para marcar o ponto final. Só será executado o trecho entre estes dois pontos.

“Capturar uma Imagem”: cria um atalho para a função de tirar uma imagem de um vídeo. Basta clicar neste botão para salvar a imagem.

“Mensagens”: logs com todas as ocorrências do VLC Media Player podem ser visualizados aqui. Eles podem ser salvos ou limpos.

“Informações da Mídia”: uma “ficha completa” com diversas informações do arquivo em execução. Os dados incluem título, artista, álbum, gênero, número da faixa, data, língua, produtor, diretor de cópia, comentários, além de detalhes do Codec utilizado e estatísticas.

“Informações do Codec”: atalho para a aba referente ao Codec nas informações de mídia.

“Favoritos”: aqui você marca um arquivo de mídia como favorito. Clique em “Criar” para adicioná-lo, “Excluir” para removê-lo ou “Limpar” para zerar a lista.

“Preferências”: aqui você deixa o VLC Media Player do jeito que quer. As configurações são divididas em:

“Interface”: defina idioma, tipo de interface, instância e privacidade de rede.

“Áudio”: defina o padrão de volume, o tipo de saída, efeitos e configurações do last.fm.

  1. “Vídeo”: defina configurações de exibição de vídeo, DirectX e captura.
  2. “Legendas e OSD”: configure a exibição de legendas, escolhendo idioma e codificação padrão e aspectos de exibição como tamanho da fonte.

“Entradas e Codecs”: defina o dispositivo de disco padrão, porta e Proxy de rede, nível de cache, qualidade de codec e filtro de acesso. “Teclas de atalho”: uma extensa lista com os atalhos de teclado que você pode utilizar. Você pode alterar qualquer tecla.

Marque a opção “Detalhado” para visualizar e configurar ainda mais aspectos, como recursos de processador. Esperamos que você tenha gostado de mais um guia do Baixaki. Até a próxima!

Como usar o VLC Media Player para Gravar Desktop & Webcam

Que o VLC é um dos melhores players de vídeo quase todo mundo sabe, porém ele é capaz de fazer muitas outras coisas além de seu uso habitual. Nesse post iremos usar o VLC para gravar o desktop e capturar vídeos pela webcam.

VLC

VLC é um player multimídia open-source e cross-platform podendo assim ser usado livremente em diversos tipos de sistemas. Esse player suporta vários codecs de vídeos e também de áudio, tornando-o um dos players mais eficientes e fácil de usar.

Esse post não irá explicar como instalar o VLC em sua distribuição, para isso consulte algum material online.

Gravando o desktop com o VLC

Várias operações com o VLC podem ser feitas tanto no modo gráfico quanto na linha de comando. Para gravar o desktop não é muito diferente e irei focar aqui no seu uso na linha de comando. Para saber como gravar o desktop pela interface gráfica, consulte o material [1].

Bem, a idéia geral aqui é abrir o dispositivo screen:// que internamente é reconhecido pelo VLC como sendo a tela da área de trabalho. Então para simplesmente visualizar seu desktop, digite:

$ vlc screen://

Você verá um efeito meio “inception” no player, porque a tela que está sendo gravada está gravando a tela anterior, e assim por diante 🙂

No mais isso é só visualização e o que queremos é gravar a tela em um arquivo. Pesquisando na Internet, encontrei em [2] um modo simples de fazer isso, porém a solução está para Windows, daí tive que modificar algumas coisas para funcionar no Linux:

$ vlc screen:// –one-instance -I dummy –screen-follow-mouse –no-video :screen-fps=5 :screen-caching=300 –sout “#transcode{vcodec=h264,vb=400,fps=5,scale=1,width=1024,height=768,acodec=none}:duplicate{dst=std{access=file,mux=avi,dst=/tmp/desktopgravado.avi}}”

Veja que /tmp/desktopgravado.avi é o arquivo de saída. O parâmetro -I dummy impede que a interface gráfica do VLC seja aberta, fazendo-o trabalhar somente pela linha de comando.

O parâmetro da opção –sout corresponde as configurações do arquivo de saída, por exemplo, podemos ver que o codec h264 está sendo usado e o que o vídeo terá altura 768 e largura 1024 e um bitrate de vb=400 (aumentando esse valor a qualidade do vídeo aumenta – e o seu tamanho também). Outra opção relacionada com a qualidade do vídeo é a screen-fps=5 que corresponde à taxa de frames por segundo (nesse caso, 5 frames/segundo).

Veja que esses valores podem (e devem) ser mudados pelo usuário em questão de acordo com suas necessidades. Ah, para finalizar o vídeo pressione CTRL+C no terminal para “matar” o processo.

Capturando vídeo pela webcam

Inicialmente teste se o VLC consegue abrir sua webcam para visualização. Digite:

$ vlc v4l2:// :v4l2-dev=/dev/video0

Sendo /dev/video0 o dispositivo associado a sua webcam (o mais comum). Se tudo estiver ok, então vamos capturar um vídeo pela webcam e gravá-lo em um arquivo.

$ vlc -I dummy v4l2:// :v4l2-dev=/dev/video0 :v4l2-width=640 :v4l2-height=480 –sout “#transcode{vcodec=mpeg4,vb=800}:standard{access=file,dst=/tmp/webcamgravada.mpg}”

Como podemos ver, o vídeo gravado será armazenado no arquivo /tmp/webcamgravada.mpg. As opções de resolução de vídeo agora são passadas diretemente para o módulo v4l2 (:v4l2-width para largura e :v4l2-height para altura).

O parâmetro de –sout corresponde ao codec e qualidade do vídeo. Nesse exemplo usei o codec mpeg4, pois o anterior estava distorcendo muito a imagem da webcam.

Bem, uma coisa que acho útil é gravar a webcam enquanto você vê o que está sendo gravado na tela do VLC. No exemplo acima, enquanto o vídeo é gravado não podemos visualizar a sua captura em tempo real. Então, para gravar a webcam e ao mesmo tempo assistir a gravação na tela do VLC, use o comando abaixo:

$ vlc v4l2:// :v4l2-dev=/dev/video0 :v4l2-width=640 :v4l2-height=480 –sout “#transcode{vcodec=mpeg4,vb=800}:duplicate{dst=standard{access=file,dst=/tmp/webcamgravada.mpg}, dst=display{}}”

Basicamente retiramos a opção -I dummy para a tela do VLC aparecer e duplicamos a saída do vídeo para o arquivo (dst=/tmp/webcamgravada.mpg) e para a tela (dst=display{}).

Alguma coisa sobre áudio

Como estou usando a webcam interna do notebook (sem suporte a áudio) não é possível capturar o áudio dos vídeos e por causa disso não inclui os parâmetros adicionais para captura de sons nos comandos apresentados.

Se você necessita de uma gravação com áudio, pesquise por algum material online e/ou veja os links das referências.

Referências

[1] How to Record Your Desktop with VLC (Acessado em: Março/2012)
http://2buntu.com/1005/how-to-record-your-desktop-with-vlc/

[2] Screen Capture via command line . please help !! (Acessado em: Março/2012)
http://forum.videolan.org/viewtopic.php?f=14&t=93803

[3] Screen record using VLC – command line – windows xp [closed] (Acessado em: Março/2012)
http://stackoverflow.com/questions/7278087/screen-record-using-vlc-command-line-windows-xp

[4] vlc command line transforming to libvlc (Acessado em: Março/2012)
http://forum.videolan.org/viewtopic.php?f=32&t=82750

Come Catturare lo Schermo su File Utilizzando VLC

X

wikiHow è una “wiki”; questo significa che molti dei nostri articoli sono il risultato della collaborazione di più autori. Per creare questo articolo, 21 persone, alcune in forma anonima, hanno collaborato apportando nel tempo delle modifiche per migliorarlo.

Hai bisogno di catturare il tuo schermo sotto forma di file video? Magari vuoi registrare un video di gameplay, o creare un tutorial su come fare qualcosa al PC. Sapere come catturare schermate video può tornare utile per moltissime ragioni. Fortunatamente, puoi compiere queste registrazioni in maniera semplice con un software chiamato VLC.

  1. 1

    Utilizza gli hotkeys per fotografare lo schermo. In Windows, premi Shift + s oppure Ctrl + Alt + S. Su un Mac, premi Command + Alt + S.

  2. 2

    Utilizza il menu “Video”. Cicca su “Video” in cima allo schermo e seleziona “Istantanea”.

  3. 3

    Puoi fare anche questo. Clic destro direttamente sul video e seleziona “Schermata” dal menu che appare.

  4. 4

    Cambia la posizione in cui salvare le schermate acquisite. Se non sai dove finiscono le schermate salvate, o se vuoi cambiarne la posizione, clicca su “Strumenti”, poi su “Preferenze”. Clicca su “Video”, a sinistra. Nella sezione “Video Snapshots”, in fondo allo schermo, puoi impostare la destinazione per le tue istantanee.

  1. 1

    Installa VLC. Se ancora non l'hai fatto, controlla il link in fondo a questa pagina.

  2. 2

    Apri VLC.

  3. 3

    Clicca su “Media”, poi su “Streaming”.

  4. 4

    Clicca sulla tab “Dispositivo di Cattura”.

  5. 5

    Seleziona “Desktop” come modalità di cattura.

  6. 6

    Cambia gli fps (facoltativo). Se lo desideri, puoi cambiare la velocità dei frame per secondo. Altrimenti, lascia inalterati i valori di default.

  7. 7

    Clicca su “Next”.

  8. 8

    Assicurati che la fonte sia il tuo schermo. Se la finestra di dialogo è vuota, inserisci screen://.

  9. 9

    Scegli dove salvare il tuo file. Clicca sul pulsante “Aggiungi” sul lato destro dello schermo dopo esserti assicurato che “File” è selezionato nella finestra a tendina. Se non clicchi su “Aggiungi”, non ti verrà chiesto dove salvare.

  10. 10

    Cambia il tipo di file (facoltativo). Probabilmente, VLC è impostato di default per salvare in formato MP4. Se vuoi un tipo diverso di file video, clicca sul menu a tendina e seleziona il formato che preferisci.

  11. 11

    Effettua lo streaming.

  1. http://www.videolan.org/vlc/
  2. http://www.videolan.org/support/faq.html
Leia também:  Como a viar a dor dos primeiros dentes do bebê

wikiHow è una “wiki”; questo significa che molti dei nostri articoli sono il risultato della collaborazione di più autori. Per creare questo articolo, 21 persone, alcune in forma anonima, hanno collaborato apportando nel tempo delle modifiche per migliorarlo.

Categorie: Software

  • Stampa
  • Manda una Fan Mail agli autori

Questa pagina è stata letta 20 448 volte.

VLC Travando? Confira como resolver este e outros erros no VLC

VLC player é uma das soluções de software mais populares para reproduzir vídeos e arquivos de música. Conhecido como VideoLAN Client, o VLC Player é utilizado por milhares de pessoas em todo o mundo.

Apesar de existirem muitos programas para reproduzir mídia, o VLC acaba por ser uma das melhores opções, já que o player suporta a maioria dos sistemas operacionais (Mac OS X, MS Windows, Linux, Solaris etc.) e quase todos os formatos de mídia (MPEG, MPG, AVI, MP3, MKV, DVD etc.

), além de oferecer excelente qualidade de áudio e vídeo, não ocupa muito espaço e também permite a conversão de arquivos.

Os recursos de reprodução e conversão são os mais populares, mas isso não significa que os usuários não encontrem problemas com esses recursos. Na verdade, há alguns erros comuns de reprodução e conversão de VLC que analisaremos neste artigo. Mostraremos como como corrigir e consertar erros no VLC, principalemnte quando o VLC fica travando.

Confira abaixo como corrigir erros no VLC

Erros de reprodução no VLC

1. Atrasando e ou pulando

Ao executar um vídeo em HD (qualquer formato) no VLC, algumas vezes o vídeo pode pular ou ser executado com atraso. Isso sem dúvida, frustra o usuário causando uma experiência visual desagradável.

Uma das maneiras de resolver esse problema é modificar o tamanho do cache do VLC para cada vídeo. Outra maneira, é tentar alterar a aceleração de hardware ou reproduzir em diferentes formatos de vídeo.

2. Erro de reprodução AVI

Outro problema comum de reprodução do VLC, está associado aos arquivos AVI. Em alguns casos, o VLC Player tende a reproduzir esses arquivos muito lentos e em segmentos curtos o que causa erros no VLC. Uma solução, é redefinir (reset) as preferências. Acontece que muitos problemas ligados ao VLC Player são o resultado de configurações inadequadas ou caches de plugins que não funcionam.

3. Problemas de reprodução de MP3

Esses problemas de reprodução vinculados ao player VLC não são necessariamente problemas de reprodução de vídeo, mas ainda se encaixam como erross no VLC. Alguns usuários dizem que o VLC reproduz seus arquivos MP3 de uma maneira estranha.

Os arquivos quando reproduzidos pulam ou ficam craquelados. Você pode resolver este problema verificando a taxa de bits dos seus arquivos MP3 ou o formato VBR e utilizando as configurações que executam os arquivos de áudio sem problemas.

Você também pode atualizar o seu VLC Player para a versão mais recente.

4. Congela e trava

Devemos também mencionar os congelamentos e falhas que os usuários VLC relatam quando estão usando arquivos MKV com uma extensão de arquivo de legenda específica – .ass. Uma maneira de solucionar este problema é alterando parâmetros e desativando a decodificação de hardware.

5. Problemas de som no VLC

Também não é incomum experimentar problemas de som no VLC quando você está reproduzindo arquivos MKV grandes com o VLC Player. Quando os arquivos têm mais de 12 GB, o som pode ficar irreconhecível. Mais uma vez, desative a decodificação de hardware e veja se isso resolve o problema.

Além dessas soluções, existem duas soluções universais que funcionam nesses e em outros casos de problemas de reprodução do VLC. Primeiro, você pode mudar para um player de vídeo diferente, como o 5K Player.

O 5K Player é a alternativa perfeita para o VLC, sendo esta solução completamente grátis e ela tem disponível para reprodução de mais de 500 formatos de vídeo e áudio. O 5KPlayer reproduz vídeos em 4K/UHD também.

Você pode também usar um conversor de vídeo para converter vídeos para o formatos suportados no VLC. Esta é uma solução simples para todos os fãs do VLC Player.

Erros de conversão do VLC

Sem dúvida, o VLC Player é um dos players de vídeo e áudio mais baixados e utilizados ​​atualmente. Para a maioria dos usuários, o VLC Player funciona bem e entrega o que promete.

Mas nem tudo é um mar de rosas, e alguns casos é comum encontrar relatos de problemas do conversor, como erros no VLC, ou o VLC travando.

Se você é um deles, você deve saber que existem duas soluções simples que podem ajudá-lo a continuar usando o VLC Player sem problemas, que podem resovle os erros no VLC. A interface do programa está disponível apenas no português de Portugal.

Método 1: Faça o Download e Instale o K-Lite Codec Pack

Em primeiro lugar, você pode baixar e instalar o K-Lite Codec Pack. Para quem não conhece, é uma seleção especial de codecs ACM / VFW e diferentes ferramentas e filtros DirectShow. Eles são usados ​​para decodificar e codificar os formatos de vídeo e áudio.

Sugerimos que se você tiver problemas com o conversor VLC, uma solução possível é realizar a instalação deste pacote no seu computador. Você deve instalar a versão 10.1.0 que atende aos requisitos mínimos do VLC Player. Decodificar e codificar ficou muito mais rápido com as versões mais recentes deste pacote.

O Codec Pack funciona perfeitamente para usuários do Windows. O pacote de instalação está disponível apenas em inglês.

Método 2: Conversor de vídeo Apowersoft

A próxima opção é usar o Estúdio Conversor de Vídeo da Apowersoft.

Este é um aplicativo de desktop para usuários de Windows e Mac que fornece conversões de arquivo tanto MKV quando outros formatos de vídeo e áudio e suporta formatos como MKV, MP4, WMV, AVI entre outros.

Para usar o Estúdio Conversor de Vídeo Apowersoft para solucionar os erros no VLC, baixe o programa e instale-o no seu dispositivo.

Este é um processo simples que não requer explicações adicionais. Siga as nossas dicas para converter vídeos e áudio para qualquer formato que desejar para resolver o problema:

  1. Baixe a aplicação, clicando no botão abaixo

    Baixar

  2. Adicionar vídeos para conversão: abra o programa, e adicione os arquivos de mídia que deseja converter arrastando e soltando ou simplesmente clicando no botão “Adicionar arquivos”, em seguida, selecionar a pasta de destino.
  3. Escolha o formato de saída: em seguida, você pode selecionar um formato de arquivo que deseja após a conversão, a lista está disponível no campo perfil. Apenas lembre-se de selecionar um formato de saída adequado. Por exemplo, se você está convertendo um arquivo MKV para o seu VLC Player, você pode convertê-lo para MOV, MP4, MPEG ou AVI. O mesmo vale para arquivos de áudio.

    O Estúdio Conversor de Vídeo da Apowersoft permite que você selecione a qualidade do arquivo final. Existem opções para converter arquivo em qualidade e também alta qualidade, nele também é possível selecionar opção de qualidade personalizada.

    Quando se trata de opções de vídeo, é possível escolher o codec de vídeo, taxa de quadros (fps), taxa de bits e resolução. Em relação a qualidade de áudio, é possível alterar a taxa de amostragem, a taxa de bits, os canais e o codec de áudio.

  4. Inicie a Conversão: quando todas as configurações estiverem OK, clique no botão converter para iniciar a conversão do arquivo. A conversão será concluída rapidamente e em seguida o programa abre a pasta a pasta de destino automaticamente para mostrar o vídeo convertido.

Conclusão

O VLC Media Player está presente no mercado há 16 anos. Assim como outros media players, os usuários podem esperar alguns problemas e como qualquer tecnologia pode ocorrer erros no VLC, dentre os erros temos principalmente problemas de conversão e reprodução.

Quando você está enfrentando problemas como este, você pode escolher uma abordagem do tipo “faça você mesmo” ou uma abordagem mais assertiva que normalmente inclui o uso de outros programas como o Estúdio Conversor de Vídeo Apowersoft.

Se você tem alguma outra solução para os problemas VLC ou conhece uma alternativa incrível ao VLC para reproduzir e converter vídeos, deixe uma mensagem mensagem abaixo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*