Como calcular o valor de resistor ideal para um led

Resistores são componentes que têm por finalidade oferecer uma oposição à passagem de corrente elétrica, através de seu material. A essa oposição a passagem de corrente elétrica denominamos de resistência elétrica ou impedância, que possui como unidade de medida o ohm.

A resistência causa uma queda de tensão em determinada parte do circuito elétrico, porém jamais causam quedas de corrente elétrica, apesar de limitar a corrente.

Isso significa que a corrente elétrica que entra em um terminal do resistor será exatamente a mesma que sai pelo outro terminal, porém há uma queda de tensão, ou seja, uma diferença de potencial entre os terminais do resistor.

Utilizando-se disso, é possível usar os resistores para controlar a corrente elétrica sobre os componentes desejados.

Princípios de um resistor para led

Um caso comum de acontecer é queimar um led sem querer, provavelmente por esquecer de colocar os resistores em série com o led. Na existência de muitas dúvidas sobre quais valores ideais para esses resistores, iremos ensinar a calcular uma resistência adequada para nossos projetos e entender como e porque usá-las.

  • Existem algumas “receitas” genéricas usadas pelos apaixonados por circuitos elétricos, para dimensionar os resistores de acordo com determinados tipos de led, como exemplo usar um resistor de 1k ohm em um led difuso ou de alto brilho com uma alimentação de até 6V.
  • Com o circuito em funcionamento, o led vai ser protegido de eventuais danos, e por ser um resistor dimensionado de forma errada, com uma resistência muito acima do que é necessário o led possui uma intensidade menor em seu brilho, devido o excesso de resistência determinado pelo resistor.
  • Para obter o aproveitamento máximo de brilho do led, não haver qualquer dano, ou oferecer perigo ao led , mantendo o circuito eletrônico equilibrado, vamos mostrar os cálculos necessários para determinar a resistência adequado.

Necessidade do resistor

Resistores são componentes dos circuitos elétricos com função de limitar a corrente elétrica ou gerar calor de acordo com as necessidades especificas. O led é um diodo emissor de luz,  utilizado para diversas aplicações, como por exemplo iluminar um local ou como sinalização, indicando um modo de operação de algo, entre outras aplicações.

O diodo assim como qualquer outro componente possui suas limitações, portanto é preciso alguma proteção, pois caso esse limite seja ultrapassado, o diodo pode ser danificado, por isso é essencial limitar a corrente e a tensão em cima do led de alguma forma. O componente utilizado para limitar a tesão e corrente no diodo é um resistor em série com o diodo.

Tabela RETMA

A tabela RETMA é adotada pelos fabricantes a fim de padronizar os valores comerciais de componentes eletrônicos. É útil ter noção dos valores disponíveis no mercado ao se projetar um circuito novo.

Por exemplo, se desejo obter uma resistência de 2 Ohms, devo saber que não existe um resistor comercial com esse valor. Logo, deve optar-se por uma associação em série de dois resistores de 1 Ohm.

Os valores comerciais de resistores (e capacitores) são potências de 10 multiplicadas pelos valores abaixo.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Valores comerciais de resistores e capacitores.

Em casos muito especiais, é possível encomendar a um determinado fabricante um lote de componentes com um valor não usual. Contudo, para a maioria das aplicações esse requisito é facilmente contornado, reprojetando os valores ou encontrando uma associação de resistores equivalente.

A potência dos resistores comerciais pode ser de 1/8W, 1/4/W, 1/2W, 1W, 2W, 10W, etc. Em geral, identifica-se a potência de um resistor pelo seu tamanho, ou por alguma inscrição em sua superfície (para potências a partir de 1W).

Para identificar o valor de um resistor basta olhar para seu código de cores. Cada anel do código tem um significado:

  • Primeiro e segundo anel – algarismos;
  • Terceiro anel – fator de multiplicação;
  • Quarto – precisão.

Por exemplo, um resistor com as cores Marrom Preto Vermelho Prata corresponde a 1k Ohm com precisão de 10%.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Identificar o valor de um resistor olhando para seu código de cores.

Como calcular resistor

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Cores para calcular o resistor adequado para cada led.

Para calcular o resistor adequado para o led você vai precisar:

  • Da tensão da fonte de alimentação, ou seja, quantos volts você vai usar para alimentar seu led,
  • Da tensão suportada pelo seu led em volts,
  • E da corrente suportada pelo seu led em ampares

Ao iniciar algum cálculo é preciso saber todos os parâmetros do led que serão necessários, porque assim você vai saber a tensão e corrente limitada.

A fórmula para calcular um resistor adequado para led é:

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Equação para calcular resistores.

  • R é a resistência em ohms do resistor adequado para o LED, isso é o que você tem que descobrir.
  • V é a fonte de tensão que você vai usar no LED.
  • V led é a tensão em volts do LED.
  • I é a corrente do LED em amperes

Nas montagens de circuitos eletrônicos é comum o uso de led´s, como exemplo indicar que o circuito esta ligado, uma vez que uma lanterna ou farol de led´s deixa de ser um componente eletrônico secundário e passa a ser o principal componente do circuito.

Calculando o resistor adequado para leds ligados em série

Agora são 3 led vermelhos ligados em série, cada um com tensão de 2v, corrente de 20 mA e a alimentação será com uma bateria de 9v.

Convertendo os 20mA (mili amperes) dos led para amperes dariam 0,02 A (amperes). Somando-se as tensões dos led teríamos o total de 6v.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Exemplo de resistores ligados em serie.

Logo para esse três led em série um resistor de 150 ohms seria adequado.

Calculando o resistor adequado para leds ligados em paralelo

Para ligação de led em paralelo é recomendado que você use um resistor para cada led. Não se recomenda usar um resistor para todos os led pois os leds podem ser danificados . No caso temos um led vermelho, um verde e um azul. Então o correto é calcular individualmente um resistor para cada um dos led.

Para o led vermelho:

Convertendo os 20mA (mili amperes) do led para amperes, obtemos 0,02 A (amperes).

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Exemplo calculando resistores ligado em paralelo para led vermelho.

Como vai ser muito difícil encontrar um resistor de 350 ohms você pode usar um de 390 ohms, que é o valor mais próximo do calculado.

Para led verde:

Convertendo os 20mA (mili amperes) do led para amperes dariam 0,02 A (amperes).

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Exemplo calculando resistores ligado em paralelo para led verde.

Como vai ser muito difícil encontrar um resistor de 325 ohms você pode usar um de 330 ohms

Para led azul:

Convertendo os 20mA (mili amperes) do led para amperes dariam 0,02 A (amperes).

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Exemplo calculando resistores ligado em paralelo para led azul.

Como vai ser muito difícil encontrar um resistor de 300 ohms você pode usar um resistor de valor mais próximo, que é o resistor de 330 ohms.

Veremos abaixo um vídeo, de como calcular resistores em serie e resistores em paralelo. Existem vantagens e desvantagens em cada associação com relação à divisão da corrente. A teoria é simples, mas estes divisores resistivos fazem parte de muitos equipamentos elétricos e eletrônicos que utilizamos no dia a dia.

Esperamos que tenham compreendido como calcular resistores para led. Se tiver ficado alguma dúvida sobre este assunto ou curiosidades, deixe nos comentários que vamos responder!

Como calcular o resistor adequado para um LED

É comum na montagem de circuitos eletrônicos o uso de LEDs, para por exemplo indicar que o circuito está ligado, ou no caso de uma lanterna ou farol de LEDs onde o LED deixa de ser um componente eletrônico secundário e passa a ser o principal do circuito.

Existem receitas genéricas, que dão certo e já são até consagradas entre hobistas, de resistores para determinados tipos de LEDs como por exemplo usar um resistor de 1K ohm em um LED difuso ou de alto brilho em uma alimentação de até 6V.

Funcionar funciona, o LED vai ficar protegido de danos, e como vai, devido a um resistor ultra super mega dimensionado, mas em contrapartida o LED vai brilhar menos, devido ao excesso de resistência imposto pelo resistor. 

Para você aproveitar ao máximo o brilho do seu LED, sem o perigo de causar danos a ele e ao mesmo tempo manter seu circuito eletrônico bem equilibrado, sem grandes excessos ou falta de resistência, vou mostrar para vocês como calcular o resistor adequado para o seu LED. Então vamos lá!

Leia também:  Como ajudar um amigo que teve o coração partido

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Para calcular o resistor adequado para um LED você vai precisar saber: 

  • a tensão da fonte de alimentação, ou seja, quantos volts você vai usar para alimentar seu LED,
  • a tensão suportada pelo seu LED em volts,
  • e a corrente suportada pelo seu LED em amperes.

Sei da dificuldade que é para se conseguir informações exatas sobre a tensão e corrente do LED que está aí na sua mão. Uma vez que em um LED não existe nenhuma impressão do nome do fabricante, marca, modelo ou qualquer outra informação, um LED sempre é um enigma.

Então encontrar o datasheet exato do seu LED se torna uma tarefa muito difícil. Mas se por acaso você tiver o datasheet ou souber exatamente a tensão e corrente do seu LED, ótimo! essa tensão e corrente que você vai usar no cálculo.

Lembro que datasheet é um documento técnico criado pelo fabricante de um componente eletrônico que possui todas as características técnicas desse componente eletrônico.

Agora se você não sabe a tensão e corrente exata do seu LED e não encontrou o datasheet e muito menos o fabricante, meu Deus, está tudo perdido…

calma, brincadeira rsrsrs, neste caso você vai usar a tabela de tensão e corrente abaixo, uma tabela genérica para LEDs de 5mm, mas que de qualquer forma se aproxima muito mais da realidade de um LED do que aquela receita genérica apresentada no primeiro parágrafo deste post.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

  • A fórmula para calcular o resistor adequado para um LED
  • R = (Valimentação – Vled) / I
  • R é a resistência em ohms do resistor adequado para o LED, isso é o que você quer descobrir.
  • Valimentação é a tensão em volts da fonte de alimentação que você vai usar no LED.
  • Vled é a tensão em volts do LED.
  • I é a corrente do LED em amperes.
  • Exemplos de aplicação da fórmula
  • Exemplo 1:
  • Imagine que você vai construir um circuito que controla o brilho de um led com um potenciômetro e que você tem um LED difuso de 5mm de cor vermelha, e que esse LED tem a corrente igual a 20mA e a tensão igual a 2 volts e que você vai alimentar o seu circuito com 4 pilhas totalizando 6 volts.
  • A primeira coisa que você deve fazer é converter os 20mA (miliamperes) do LED para amperes que dariam 0,02 A (amperes). Agora substitua os valores na fórmula, que ficaria assim:
  • R = (6 – 2) / 0,02
  • R = 4 / 0,02
  • R = 200 ohms

Segundo a fórmula o resistor adequado é de 200 ohms. Mas é comum que você não encontre um resistor exatamente com a resistência apontada pela fórmula. Neste caso você deve usar um resistor com a resistência maior mais próxima do resultado encontrado.

Por exemplo nesse caso você pode usar um resistor de 220 ohms. Outra coisa que você pode fazer é ligar resistores em série para que alcancem ou passem um pouco do valor apontado pela fórmula. Por exemplo eu poderia ligar dois resistores de 100 ohms em série, que totalizariam 200 ohms.

Exemplo 2:

Imagine que você que acender um led vermelho, de tensão igual a 2v e corrente igual a 20 mA em uma alimentação de 3v, usando 2 pilhas.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

  1. Aplicando os valores na fórmula ficaria assim:
  2. Convertendo os 20mA (miliamperes) do LED para amperes dariam 0,02 A (amperes).
  3. R = (3 – 2) / 0,02
  4. R = 1 / 0,02
  5. R = 50 ohms
  6. Como dificilmente você vai encontrar um resistor de 50 ohms, você pode usar um 68 ohms ou de 100 ohms, ou ainda ligar 5 resistores de 10 ohms em série (vai ficar grandão).
  7. Calculando o resistor adequado para leds ligados em série
  8. Agora são 3 LEDs vermelhos ligados em série, cada um com tensão de 2v e corrente de 20 mA e a alimentação será uma bateria de 9v. 

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Aplicando os valores na fórmula ficaria assim:

Convertendo os 20mA (miliamperes) dos LEDs para amperes dariam 0,02 A (amperes). Somando-se as tensões dos LEDs teríamos o total de 6v.

  • R = (9 – 6) / 0,02
  • R = 3 / 0,02
  • R = 150 ohms
  • Logo para esse três LEDs em série um resistor de 150 ohms seria adequado.
  • Calculando o resistor adequado para leds ligados em paralelo

Para ligação de LEDs em paralelo é recomendado que você use um resistor para cada led. Não se recomenda usar um resistor para todos os LEDs pois pode haver danos a eles. No caso temos um led vermelho, um verde e um azul. Então o correto é calcular individualmente um resistor para cada um dos LEDs.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

  1. para o LED vermelho
  2. Convertendo os 20mA (miliamperes) do LED para amperes dariam 0,02 A (amperes).
  3. R = (9 – 2) / 0,02
  4. R = 7 / 0,02
  5. R = 350 ohms
  6. Como vai ser muito difícil encontrar um resistor de 350 ohms você pode usar um de 470 ohms.
  7. para o LED verde
  8. Convertendo os 20mA (miliamperes) do LED para amperes dariam 0,02 A (amperes).
  9. R = (9 – 2,5) / 0,02
  10. R = 6,5 / 0,02
  11. R = 325 ohms
  12. Como vai ser muito difícil encontrar um resistor de 325 ohms você pode usar um de 330 ohms.
  13. para o LED azul
  14. Convertendo os 20mA (miliamperes) do LED para amperes dariam 0,02 A (amperes).
  15. R = (9 – 3) / 0,02
  16. R = 6 / 0,02
  17. R = 300 ohms
  18. Como vai ser muito difícil encontrar um resistor de 300 ohms você pode usar um de 330 ohms.
  19. Calculando o resistor adequado para leds ligados em série e em paralelo ao mesmo tempo

Há ainda uma situação em que você pode ligar LEDs em série e em paralelo ao mesmo tempo. Veja abaixo, onde temos três LEDs vermelhos (em série) e um LED azul ligados em paralelo e alimentados por uma bateria de 9v.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

  • Nesse caso você deve tratar os LEDs ligados em série (no caso os vermelhos) como se fossem um LED só, somando-se suas tensões para calcular o resistor.
  • para os LEDs vermelhos ligados em série
  • Convertendo os 20mA (miliamperes) dos LEDs para amperes dariam 0,02 A (amperes).
  • R = (9 – 6) / 0,02
  • R = 3 / 0,02
  • R = 150 ohms
  • Logo para esse três LEDs em série um resistor de 150 ohms seria adequado.
  • para o LED azul
  • Convertendo os 20mA (miliamperes) do LED para amperes dariam 0,02 A (amperes).
  • R = (9 – 3) / 0,02
  • R = 6 / 0,02
  • R = 300 ohms
  • Como vai ser muito difícil encontrar um resistor de 300 ohms você pode usar um de 330 ohms ou usar dois de 150 ohms ligados em série.
  • Verificando se a potência do resistor é adequada

A corrente elétrica limitada pelo resistor é dissipada em forma de calor, e a capacidade de dissipar calor de um resistor é medida  em watts ou W, quanto maior a potência em watts do resistor maior a sua capacidade de dissipação de calor e a potência de um  resistor está relacionada ao seu tamanho, quanto maior o resistor maior a sua capacidade de dissipar calor. Um resistor pode  queimar pelo excesso de calor a ser dissipado, então é importante dimensionar corretamente a potência do resistor a ser usado em  seu circuito. Os resistores que estão no mercado normalmente estão disponíveis em versões de 1/2 watt, 1/4 watt, 1/8 watt, 1/16  watt, 1 Watt e outros. E através da fórmula P = V2 / R você consegue descobrir se o seu resistor vai ser adequado para o seu 

A corrente elétrica limitada pelo resistor é dissipada em forma de calor, e a capacidade de dissipar calor de um resistor é medida em W (Watts), quanto maior a potência em watts do resistor maior a sua capacidade de dissipação de calor.

A potência de um resistor está relacionada ao seu tamanho, quanto maior o resistor, maior a sua superfície de dissipação, e maior a sua capacidade de dissipar calor.

Um resistor pode queimar pelo excesso de calor a ser dissipado, então é importante dimensionar corretamente a potência do resistor a ser usado em seu circuito.

Os resistores que estão no mercado normalmente estão disponíveis em versões de 1/2 watt, 1/4 watt, 1/8 watt, 1/16 watt, 1 Watt e outros. E através da fórmula P = V2 / R você consegue descobrir se o seu resistor vai ser adequado para o seu circuito.

  1. P = V2 / R
  2. P é a potência em watts.
  3. V é a tensão em volts.
  4. R é a resistência em ohms

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Imagine que você tem um LED de alto brilho de 5mm de cor azul, e que esse LED tem a corrente igual a 20mA e a tensão igual a 3 volts e que você vai alimentar o seu circuito com quatro pilhas, totalizando 6 volts e que você calculou o resistor adequado e deu 150 ohms, e você tem um resistor de 150 ohms de 1/4 de watt (muito comum). Esse resistor de 1/4 de w seria adequado? 

  • Como o LED consome 3v e minha alimentação é de 6v então sobram 3v (6v – 3v = 3v), logo o valor de V para esse caso são os 3v que “sobraram”.
  • P = V2 / R 
  • P = 32 / 150 
  • P = 9 / 150 
  • P = 0,06 w
Leia também:  Como andar de camelo: 12 passos (com imagens)

Então um resistor de 1/4 de watt ou 0,25 watt seria adequado! Caso você queira usar um mais potente, de 1/2 watt ou 0,50 watt também poderia.

Então é isso pessoal, e para fechar com chave de ouro e demonstrar o seu apoio ao nosso esforço dê um gostei no vídeo, compartilhe, adicione aos favoritos e inscreva-se no nosso canal do YouTube. Valeu e um grande abraço!

PY2BBS – Hamradio Page

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

  Calculando resistor limitador para LED.

  Aviso: Leia este texto completamente, não pule partes, pois explico o básico do básico para você não sair torrando leds a toa, e afinal não custa nada aprender um pouco mais.

   E mais… Se você quer usar leds em 127 ou 220V, tenha todo o cuidado se não tiver intimidade com eletricidade, afinal não quero ser o culpado se você levar um choque. E principalmente, CUIDADO… eletricidade pode matar!

   É bastante curioso como essa pergunta chegou a mim, vindo de três pessoas diferentes em três ocasiões muito diferentes.

   A pergunta básica era: Como ligar um LED em 127 ou 220Vac (note bem: Corrente Alternada)? Ou simplificando mais ainda, na tomada… Como calcular o valor do resistor limitador?

   Primeiro precisamos definir direitinho as coisas. Na tomada ai da parede temos Corrente Alternada, ou seja uma tensão que alterna a sua  polaridade (+ – + – + – …) em 60 vezes por segundo.

É por isso que todo e qualquer aparelho elétrico você vai ver em sua plaqueta identificadora marcado: 60Hz. Note bem, no Brasil o sistema elétrico é padronizado em 60Hz. Na nossa vizinha Argentina eles usam 50Hz.

Cito isto apenas pra lembrar que sempre irei citar 60Hz por aqui, que é o nosso caso.

   E os Leds trabalham com Corrente Contínua, ou seja uma tensão que não troca de polaridade durante o tempo, mas quem gera corrente continua? Pilhas e baterias, entre outras coisas que não convém ao caso agora.

  Calcular o resistor limitador é uma dúvida muito simples mas que assombra muita gente por ai. Vou ser Prático e direto, sem muita embolação. Tudo o que precisamos saber são duas fórmulas básicas da Lei de Ohm.

R = V / I  e  W = V * I

   E qual a tensão e corrente do LED (ou associação de LEDs) que será utilizado e a tensão que irá alimentar o LED ou conjunto deles.

   Vamos supor um único LED branco, e uma tensão de 127Vcc (note bem: Corrente Continua! para usar o led em Corrente Alternada, leia este texto todo, eu explico mais no final como fazer isso). O LED Branco que iremos usar nos cálculos, como exemplo, precisa de 2.78V a 10mA para funcionar. Partindo disso então, a primeira coisa a fazer é descobrir quanto volts precisamos “jogar fora”.

127 – 2.78 = 124.2V

   Logo precisamos dissipar 124.2V, sob uma corrente de 10mA. Substituindo os valores na primeira fórmula (R=V/I), iremos descobrir o valor do resistor necessário para absorver esses 124.2V:

124.2 / 0.01 = 12420 Ω

Ou 12K aproximando para um valor comercial que vamos encontrar no balcão das lojas.

   Agora que sabemos o valor do resistor, precisamos saber qual a potencia dissipada a fim de calcular a potencia do resistor utilizado. Para isso utilizaremos a segunda fórmula (W=V*I):

124.2 * 0.01 = 1.24W

   No caso, por segurança utilizaremos um resistor com o 1,5 ou 2 vezes a potencia necessária, um resistor de 2W atende perfeitamente.

   Logo o circuito fica como abaixo:

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

   Isto foi para um único LED, mas e para uma associação? Simples, se for ligar os LEDs em série, multiplique a tensão de um único LED pela quantidade usada, ex. 15 LEDs brancos: 2.78 * 15 = 41.7V 

   Quando colocamos os LEDs em série a corrente circulante se mantêm no valor de um único LED, no caso 10mA.

   Se fossem em paralelo seria o inverso, a tensão se manteria nos 2.78V mas corrente seria multiplicada por 15, sendo 150mA.

  •    Com isso percebe-se que cada arranjo tem suas vantagens e desvantagens.
  •    Em Série:
  •    – Corrente mantida em níveis baixos
       – Potencia dissipada no resistor limitador será baixa
       – Queimando um LED o conjunto todo apaga
  •    – Tensão de alimentação mais elevada
  •    Em Paralelo:
  •    – Corrente será alta
       – Potencia dissipada no resistor limitador será ALTA
       – Queimando um LED os demais permanecem acessos (mas com corrente em excesso).
  •    – Tensão de alimentação mais baixa

   Cabe avaliar qual perfil se encaixa melhor. Para alimentar um grupo de LEDs com uma bateria de 12V por exemplo, o mais recomendável seria em paralelo. Mas pode-se utilizar um arranjo misto de série/paralelo, por exemplo colocando Os LEDs em série de 2 em 2 e depois tudo em paralelo.

   Mas o circuito acima tem um porém. O LED precisa de Corrente Contínua para funcionar e não pode ser ligado em Corrente Alternada.

Um LED suporta muito pouca tensão reversa em sua junção, essa tensão situa-se por volta de 4 ou 5V, portanto há risco de se queimar um LED ligando-o invertido com uma tensão acima deste patamar.

E como a Corrente Alternada muda de polaridade 60 vezes por segundo o led estará ligado em polaridade invertida 60 vezes num segundo.

   Uma adaptação que fiz para este circuito e funciona muito bem é a mostrada abaixo, a qual já inclusive utilizei no projeto de minha estação de solda do primo pobre.

Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

   O diodo incluído no circuito vai constituir um retificador de 1/2 onda (no link ai da wikipédia, half-wave, não temos esta pagina em português ainda), descartando os semi-ciclos negativos da Corrente Alternada.

Este diodo tem o pequeno inconveniente de acrescentar uma queda extra de 0,7V no circuito.

Assim se for calcular o resistor para uso em Corrente Alternada, não se esqueça de somar 0,7V a tensão do(s) Led(s), ou marcar a caixa “Led em AC, acrescentar 0,7V do diodo”. 

   O capacitor eletrolítico serve para dar uma “aplainada” na tensão pulsante resultante da retificação de 1/2 onda, pois sem ele você vai perceber a luminosidade do LED cintilando devido aos 60hz da rede elétrica. Se você não se importar de ver o LED cintilando, pode omitir o capacitor e o resistor de 220R.

   A tensão deste capacitor deverá ser compatível com a tensão do led ou associação destes. Ex.: Se fosse usar apenas um led azul, a tensão deste é de cerca de 2.76V. Um capacitor de 6,3V estará de bom tamanho. Se fossem 4 leds azuis a tensão seria de 11V, um capacitor de 16V estará de bom tamanho.

   Assim sendo, sempre use a tensão do capacitor um pouco acima da tensão máxima do led ou associação destes. Obs.: Raramente você irá encontrar capacitores com isolação menor do que 16V. Tensão de isolação maior não faz mal, apenas que o capacitor tende a ter um tamanhos físico maior, ocupando um espaço maior.

   Mas tem uma coisa importante! Este circuito para AC NUNCA DEVE SER LIGADO sem o led. Caso seja ligado sem o led, ou o led pifar, abrir… o capacitor eletrolítico vai simplesmente explodir!

   Uma pergunta inevitável é: Mas eu não tenho o datasheet, qual a corrente do led?

   Bom… ai vale o bom senso.

  Led de 3mm difuso, use algo entre  4 e 7mA.
  Led de 5mm difuso, use algo entre 5 e 10mA.
  Led de 5mm de alto brilho  (geralmente são os tipo “cristal”) use algo entre 10 e 15mA.

   Lembrando que: Corrente em excesso diminui consideravelmente a vida útil do LED.

Assim sendo procure sempre nivelar um pouco por baixo, se o fabricante especifica 10mA, use 8mA por exemplo (a corrente máxima esta disponível no datashet do fabricante), a vida útil de um LED é de 100.

000 ou mais horas quando trabalhando dentro do limite máximo de corrente e temperatura especificado pelo fabricante.

  1.    Para os que não quiserem fazer as contas no lápis ou calculadora (apesar de muito simples), abaixo tem um formulário em que você pode fornecer os valores e obter o valor e dissipação do resistor, tudo mastigadinho.
  2.    A calculadora também já irá fornecer o valor do resistor mais aproximado possível dentro da série E12 e indicará o percentual de erro em relação ao valor calculado.
Leia também:  Como calcular a massa percentual: 13 passos (com imagens)

Carregando… Aguarde!Como Calcular o Valor de Resistor Ideal para um LED

Led Calculator Tabaraja v.2.0
Informações: Tensão dos LEDs x COR: Infravermelho: 1.5V a 1.8V Amarelo: 1.90V a 1.92V Verde: 1.92V a 1.94V Vermelho: 1.96V a 1.98V Azul: 2.76V a 2.78V Branco: 2.76V a 2.78VRosa: 2.84V a 2.90V Ultravioleta: 3.10V a 3.16V Corrente: Uma corrente de 0.01A é a mesma coisa que 10mA, apenas estamos convertendo a unidade de medida. A calculadora só aceita valores em mA. Recomendação: Sempre consultar o datasheet do LED para o valor exato de tensão e corrente, ou use a recomendação que fiz durante a explicação no texto acima. Potencia de dissipação fracionária de resistores:

1/8W = 0.125W 3W
 1/4W = 0.25W 5W
1/2W = 0.5W 10W
1W 15W

 De 1/8 a 1/2W use resistores de carvão, de 1 a 3W use resistores de metal-film, de 5 a 15W use resistores de fio, acima disso são resistores de fio, mas muito difíceis de encontrar e por conseqüência, caros.

Mas usar resistores de potencia muito grande, é inconveniente… existe um outro meio pra ligar led em AC que pretendo explicar uma outra hora, que é utilizando reatância capacitiva.

 O capacitor eletrolítico, quando em modo AC, pode ser omitido como já foi explicado acima. Todo caso a calculadora irá informar a tensão mínima aceitável para o eletrolítico, com base na tensão do LED + 35%. Partindo disso procure o valor comercial mais próximo acima deste. Nunca ligue o circuito para AC sem led! O capacitor vai explodir!

  Obs. O autor deste texto e calculadora, não se responsabiliza por leds torrados, choques e outros bichos se você insistiu em não ler tudo o que esta escrito nesta página (porque tem gente que acha um saco ler) e partiu direto para a parte prática. Lembre-se eletricidade pode matar!
 

  © 2008 by PY2BBS.

Cálculo de resistores

  • Procurando no Google por “Cálculo de resistores” já se pode encontrar muitas explicações diferentes utilizando as mesmas fórmulas.
  • Como essa questão deverá ser citada em nosso projeto do cofrinho eletrônico, então achei melhor escrever um post exemplificando esses cálculos, assim minha referência estará sempre segura para que você possa consultar durante a leitura ou em qualquer momento que visitar o site.
  • Assim sendo, é provável que a maioria dos leitores já saibam o cálculo ou que simplesmente utilizam um resistor de 330ohms em LEDs de 5mm, mas sempre haverá também gente nova precisando aprender.

O ideal é ler o datasheet do LED que for adquirido. No datasheet você encontrará as duas informações primordiais para o cálculo de resistor ideal, sendo corrente e tensão.

  1. O que é tensão
  2. Não é algo que possa ser resumido em uma linha de texto, mas guarde pelo menos essa informação superficial e pobre:
  3. Tensão é a diferença de potencial entre quem empurra os eletrons e o destino ao qual sao empurrados.
  4. Quando você aplica uma tensão, ela por ser positiva ou negativa e a tensão determina o fluxo dos eletrons. Nível mega-iniciante (meu nível):

Você sempre aplica uma tensão para ligar qualquer coisa com seu Arduino, e faz o aterramento, certo? Ok, a tensão aplicada diretamente do pino do Arduino pode ser até 5v e se não houver pull-ups nem divisor de tensão, o aterramento recebe os 5v porque ground está em 0.

Diferença de potencial

No exemplo acima, a alimentação sai do pino 5v do Arduino e aterra em seu ground. Então a diferença de potencial é de 5v. Mas você poderia estar utilizando um divisor de tensão e o fluxo dos eletrons seriam diferentes.

Um exemplo poderia ser um barramento com 5v e desse barramento um resistor o conecta a um LED. Seguindo pelo barramento de 5v poderiamos ter um motor DC diretamente conectado. Supondo que no LED a tensão seja de 1.8v, a diferença de potencial entre o motor e o LED é de 3.

2v (e espero que esse exemplo seja bom, porque não consegui pensar em nada mais no momento).

O que é corrente

Esse é mais fácil. Corrente é a quantidade de eletrons que passa por um condutor em um tempo X. É como abrir uma torneira e seu fluxo varia conforme a quantidade de água corrente.

O que acontece se você colocar mais corrente do que o limite recomendado, é a redução da vida útil do LED até sua queima.

Algumas pessoas desconfiam dos próprios fabricantes em questão de vida útil, por dizer que eles recomendam usar o LED no limite de sua corrente e assim gerar mais micro candelas.

De qualquer forma, é muito saudável utilizar um valor um pouco abaixo do limite do LED e dessa forma “poupá-lo de esforços”.

O cálculo para o LED é bastante simples e as possíveis variações estão diretamente relacionadas ao modo em que os LEDs são conectados ou interconectados.

cálculo de resistores

  • Cálculo de resistor para 1 LED
  • Seguindo a lei de ohm, para cálculo de um resistor tendo em mãos a tensão do LED, tensão de alimentação e corrente, aplica-se a fórmula: V=r*i, logo:
  • V/i = r

Supondo uma alimentação de 6v para um LED de 1.8 a 20mA: 6-1.8=4.2 4.2/0.02=r

r=210ohms.

Então, um resistor de 220ohms.

LED em serie | cálculo de resistores

LEDs em série

Ligar LEDs em série tem a vantagem de baixa corrente, ou seja, a corrente se mantém em 20mA, porém a tensão tem que ser mais alta, sendo a soma de todos os LEDs. Além disso, se um LED queimar, os demais se apagam por causa da abertura do circuito.

Supondo 3 LEDs de 1.8: tensão = 1.8*3 = 5.4v Usando a mesma fonte de 6v e sabendo que a corrente continua sendo 20mA: 6-5.4=0.6 0.6/0.02=r

r=30ohms.

LED em paralelo | cálculo de resistores

LEDs em paralelo

Em paralelo a tensão é baixa porém a corrente é maior. Se um LED queima os demais não se apagam, mas a corrente sobre os LEDs restantes aumenta e isso poderá desencadear a queima dos demais LEDs.

A tensão nesse caso permanece sendo 1.8, mas a corrente passa a ser 0.02*3: 6-1.8=4.2 4.2/0.06=r

r=70ohms

Esses dados são suficientes para seguirmos adiante em nosso projeto, mas há muito mais sobre LEDs do que posso explicar em um ou dois posts. De qualquer modo, este post nos servirá de referência cruzada mais adiante!

Se utilizar um PCF8574,  nem precisará de resistores para “drivar” LEDs 5mm, então, recomendo a leitura.

Aprenda como calcular a potência ideal de fonte de alimentação para ligar fitas LED

Existem diversos modelos de fitas LED no mercado com diferentes potências em cada modelo, a seguir é possível conferir o consumo dos diferentes modelos de fita LED que a REVOLED trabalha e como calcular a fonte adequada para o seu projeto.

Modelo de fita W /rolo W /metro A /rolo A /metro
Fita LED SMD3014 com 300 LEDs por rolo (60 LEDs /m) 30W 6W 2,5A 0,5A
Fita LED SMD3014 com 600 LEDs por rolo (120 LEDs /m) 60W 12W 5A 1A
Fita LED SMD5730 com 300 LEDs por rolo (60 LEDs /m) 100W 20W 8,5A 1,7A
Fita LED SMD3528 com 300 LEDs por rolo (60 LEDs /m) 24W 4,8W 2A 0,4A
Fita LED SMD3528 com 600 LEDs por rolo (120 LEDs /m) 48W 9,6W 4A 0,8A
Fita LED SMD5050 com 150 LEDs por rolo (30 LEDs /m) 36W 7,2W 3A 0,6A
Fita LED SMD5050 com 300 LEDs por rolo (60 LEDs /m) 72W 14,4W 6A 1,2A
  • Para calcular a fonte adequada você precisa multiplicar o consumo da fita pela quantidade de metros que você irá utilizar no projeto, por exemplo:
  • Para um projeto que utilize 7 metros da Fita LED SMD3528 com 300 LEDs (60 LEDs /m) o cálculo ficaria da seguinte forma:
  • 7 (metros) x 0,4 (A) = 2,8A ou 7 (metros) x 4,8 (W) = 33,6W
  • Para saber o consumo em Amperes (A), divida a potência dada em Watts (W) pela Tensão utilizada em Volts (V).
  • Então nesse caso ficaria: 33,6W / 12V = 2,8A
  • Logo a carga do projeto é de 2,8A que é equivalente à 33,6W.

É sempre recomedando que a carga não ultrapasse 80% da capacidade máxima da fonte. Por isso, a fonte recomenda para essa instalação é de 3,5A. (2,8A / 0,8 = 3,5A)

É importante observar que para instalações que utilizem comprimentos maiores que 5 metros é necessário que a ligação das fitas seja em paralelo à fonte, respeitando o comprimento máximo de 5 metros ligados em série para evitar danos à fita LED.

Caso tenha dúvidas, você pode entrar em contato com a nossa equipe, podemos indicar a fonte mais adequada para instalação de seu projeto.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*