Como calcular o tempo takt no processo de produção

O “Takt Time” corresponde ao ritmo de produção necessário para atender a demanda (a palavra alemã takt corresponde ao ritmo musical), ou seja, o tempo de produção que tem disponível pelo número de unidades a serem produzidas em função da demanda.

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção
Fonte: Aprendendo a Enxergar
  • Etapas para cálculo e avaliação do Takt Time:
  • – Calcular a necessidade requerida pelo cliente dia/semana/mês;
  • – Calcular o tempo disponível exceto os intervalos;
  • – Calcular o Takt Time (tempo disponível/demanda);
  • – Após o cálculo do Takt Time compare com o Tempo de Ciclo, utilizando recursos gráficos que auxilia na gestão visual dos resultados;
  • – Desenhe um mapeamento do fluxo de valor e você poderá fornecer o tempo Takt para cada etapa da atividade.
  • – Atuar nos desperdícos detectados no processo através de atividades de kaizen.
  • Exemplo do Cálculo do Takt Time
  • 1- Tempo total disponível: 08 horas / dia2- Turnos: 01 / dia3- Intervalos: 01 hora / dia4- Demanda do cliente: 600 peças / diaTakt Time = Tempo Disponível / Demanda do cliente =
  • (8 horas / dia) – (1 hora / dia) / (600 peças / dia) =

(7 horas / dia) / (600 peças / dia) = obs: Transformar para segundos(25200 segundos) / (600 peças / dia) = 42 segundos O valor resultante do cálculo do Takt Time é de 42 segundos, isto significa que se o tempo de ciclo for maior que o Takt Time, não é possível produzir conforme a demanda do cliente, ocorrendo atrasos no sistema produtivo. Na possibilidade de ocorrer o inverso, o Takt Time for maior que o tempo de ciclo ocorrerá o excesso de produção acarretando no conceito de MUDA (desperdício). O ideal é que o tempo de ciclo e o Takt Time estejam com valores próximos.

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Supondo que o tempo de ciclo tenha sido calculado, o tempo de ciclo pode ser definido como o tempo necessário para a execução do trabalho em uma peça.

Seu valor é o tempo transcorrido entre o início ou o término da produção de duas peças sucessivas de um mesmo modelo em condições normais de trabalho e abastecimento.

Na linha de produção ou da célula, o tempo decorrido da atividade mais lenta (restrição ou gargalo) é a que dita o ritmo máximo da produção, conforme exemplo descrito abaixo:

  1. Exemplo:
  2. Operador 01: 20 segundos
  3. Operador 02: 40 segundos
  4. Operador 03: 55 segundos (Atividade gargalo) Tempo de ciclo da célula = 55 s
  5. Operador 04: 45 segundos
  6. Operador 05: 30 segundos
  7. Total : 190 segundos
  8. Com as informações obtidas é possível avaliar graficamente o resultado entre o Takt Time e o Tempo de Ciclo.

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Avaliando o gráfico é possível observar que existem desperdícios nas atividades: dos operadores.

As atividades dos operadores 01, 02 e 05 estão abaixo do Takt Time, enquanto as atividades dos operadores 03 e 04 estão acima do Takt Time.

No caso da atividade do operador 02 temos um valor próximo ao Takt Time, mas podemos trabalharmos para melhorar a variação entre as atividades dos operadores 01 e 02.

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção Na situação mostrada é possível avaliar a quantidade de operadores necessários para atender a demanda: Tempo Total das Operações / Takt Time = 190 segundos /42 segundos = 4,52 operadores. Através de um balanceamento da linha ou da célula de produção é possível reduzir a variação dos tempos das atividades dos operadores (MURA) podendo otimizar a quantidade de operadores da célula de produção.Utilizando a calculadora Takt Time temos os resultados descritos anteriormente:

Turnos de Trabalho por Dia 1 Turnos
Horas de Trabalho por Turno 8 Horas
Intervalos por Turnos Minutos
Refeições por Turno 60 Minutos
Parada Planejada por Turno Minutos
Demanda Diária do Cliente 600 Peças
Tempo de Ciclo dos Operadores 190 Segundos
Tempo Disponível por Turno 480 Minutos
Tempo Disponível Líquido (min) 420 Minutos
Tempo Disponível Líquido (seg.) 25.200 Segundos
Tempo Disponível Líquido (dia) 25.200 Segundos
Takt Time 42,0 Segundos/Peça
Takt Time 0,700 Minutos/Peça
Quantidades de Operadores 4,5 Operadores

A grande oportunidade é a de trabalhar perante os desperdícios encontrados nas atividades dos operadores, através de atividades de kaizen que será possível reavaliar todo o processo produtivo, lembrando que o Takt Time só poderá mudar caso o cliente modifique as suas necessidades ou caso ocorra mudanças dos tempos disponíveis na área produtiva.

O quadro abaixo, mostra o takt time na fábrica da Toyota em Indaiatuba no qual é possível visualizarmos a evolução gradativa do takt time conforme sua demanda e a estabilidade da produção através do trabalho padronizado. Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Fonte: http://www.lean.org.br

¨ Segundo o consultor Gilberto Kosaka: ¨ Quanto mais constante for o tempo takt, mais estável será o sistema produtivo. Isto é, para cada mudança no tempo takt, será necessário refazer e atualizar o trabalho padronizado.

Para alterar o tempo takt precisa haver um consenso de toda cadeia do negócio – do cliente que está puxando através da demanda até o fornecedor de matérias-primas e peças/componentes – pois para produção significa aumento na mão-de-obra.

Para processar esse aumento, incluindo o treinamento dos novos admitidos, é necessário no mínimo três meses.

Estou disponibilizando uma apresentação sobre o tema: Takt Time. solicite a apresentação através do seguinte mail: [email protected]http://engenhariadeproducaoindustrial.blogspot.com.br/

Takt Time: Saiba o que é, como calcular e suas vantagens

Manter o ritmo em determinado período de tempo é uma das principais missões do Takt Time. Muitas pessoas podem se sentir fadigadas durante uma atividade física com o sentimento que poderiam fazer mais no mesmo período de tempo.

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

É possível ajustar a carência de desenvoltura e resultado pretendido, lembrando que determinado processo de dedicação não precisa ser lento demais e nem rápido demais.

É importante buscar a velocidade e a dedicação certa. Essa nova metodologia permite calcular o tempo certo para diferentes tipos de atividades físicas e profissionais.

As empresas já utilizam essa metodologia para entregar os seus projetos dentro do prazo com qualidade e exatidão para os seus clientes.

Nesse artigo vamos apresentar mais detalhes dessa nova metodologia que está revolucionando a produtividade de muitas pessoas.

O que é Takt Time?

Esse termo tem origem do idioma alemão “Taktzeit”, no qual o termo Takt significa “ritmo” e “Zeit” significa período. Também é conhecido como tempo takt nas empresas.

O Takt Time pode ser considerado como o tempo que uma peça ou produto deve ser produzido, baseado no ritmo de vendas e na demanda do mercado.

Leia mais : Gerenciamento de Projetos

O cálculo de ritmo e período no tempo Takt

  • Existem várias formas de incluir temas e tópicos a serem calculados nessa metodologia de ritmo e período.
  • No procedimento do cálculo, é importante saber dividir o volume da demanda do cliente pelo tempo disponível de trabalho sem esquecer de subtrair tempos de perdas, interrupções, intervalos e desvios.
  • Permite analisar o tempo operacional líquido e a demanda do mercado para entender em quantas horas, minutos ou segundos na fabricação e criação de produtos e serviços.
  • Dessa forma a divisão do volume da demanda do cliente pelo tempo disponível de trabalho cria uma nova forma de analisar o conjunto de tarefas e objetos envolvidos.

Exemplo de cálculo do Takt Time

Os cálculos sempre são precisos e permitem uma visão mais analítica a partir dos resultados para gerar ganho de qualidade e tempo. Veja o exemplo a seguir.

Parte 1

Vamos imaginar um turno de 9 horas, com 1 hora de pausa para almoço e 20 minutos de demais intervalos. Lembramos que o tempo operacional diário de cada funcionário é de 460 minutos ou 27.600 segundos.

Parte 2

Vamos perceber que a demanda do cliente é de 18 mil unidades mensais de um produto X. Será necessário produzir 600 peças por dia (18.000/30).

Posteriormente, ao dividirmos o número de segundos diários operacionais (27.600) pelo número de peças necessárias (600), chegamos a 46s.

Parte 3

Na conclusão, podemos afirmar que o tempo de 46 segundos se refere ao tempo limite que cada nova unidade pode demorar para ser fabricada, esse tempo resultante é o Takt Time.

Para os pesquisadores

Pesquisadores nas áreas de marketing, negócios, produção, logística, educação física, saúde e outros setores estão estudando e pesquisando bastante sobre essa área.

Mesmo a palavra “Takt” sendo uma palavra do alemão que se refere ao bastão que os maestros utilizam para marcar a velocidade, cadência e o sincronismo dos músicos profissionais, ela ajudou a criar um conceito de análise e cálculo de desempenho, tempo e função.

Para o mercado

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Esse conceito e seus cálculos permitem que a produção seja estabelecido para que não haja produção em excesso nem em falta. Ajuda a elaborar um fluxo contínuo.

  1. No processo de implementação dessa metodologia, o Takt Time permite manipular o Tempo Disponível de Produção, através da realização de horas extras de produção.
  2. Incentiva a criação de novos turnos de trabalho, otimizar processos, diminuir perdas e desvios.
  3. Saiba mais em como alavancar a produtividade: Layout de Produção

A visão teórica do cálculo

Para reforçar o aprendizado do cálculo da metodologia de ritmo e período de tempo, devemos seguir uma fórmula, na qual selecionamos o tempo operacional líquido que temos para produzir, a demanda que o cliente necessita nesse período, e assim conseguimos descobrir quantos minutos, horas ou segundos devem ser utilizados na criação e produção.

Aprimoramento de resultados

A técnica e a metodologia aprimora o alcance de resultados. Pode ser considerada uma de desempenho da equipe de trabalho em relação à demanda do cliente no mercado. Seguindo o conceito one-piece flow, demanda puxada.

Conheça mais sobre Lean Manufacturing e saiba como funciona a produção enxuta

Ou seja, enquanto o cliente escolhe e compra determinado produto, a equipe está produzindo no mesmo período de tempo.

Produzir nem mais e nem menos

O principal desperdício que o conceito takt se esforça para evitar é o desperdício de superprodução, o maior de todos os resíduos.

Se por um lado, a técnica efetiva o desempenho da equipe, por outro evita o acúmulo de resíduos na linha de produção, a perda de estoque e o desvio de qualidade.

Sincronizando o tempo de produção com o ciclo de consumo

Podemos realizar cálculos que permitem sincronizar o tempo da produção com o tempo do consumo.

Imaginamos que produzimos dois turnos de dez horas e cada turno inclui um almoço de 30 minutos e dois intervalos de dez minutos.

Na hora de calcular, o tempo de trabalho disponível é de 20 horas – (2 x 50 minutos) = 18,33 horas. Nosso horário de trabalho normal é de cinco dias por semana e temos nove feriados, então nosso ano de trabalho é 365 – (2 × 52) – 9 = 252 dias por ano. O cliente tem um acordo contratual para comprar 500 mil unidades por ano.

Ao abordar esses números na técnica Takt Time podemos utilizar a semana de trabalho, pois esse é um intervalo de planejamento, dessa forma o cálculo será:

Leia também:  Como apagar downloads no android: 5 passos (com imagens)

Parte 1

O tempo disponível é 18,33 h / dia × 5 d / semana = 91,67 horas, o que equivale a 330.000 segundos / semana.

Parte 2

A demanda do cliente é de 500.000 unidades / ano ÷ 52 semanas / ano = 9615 unidades por semana.

Parte 3 (conclusão)

Takt time = 330.000 segundos / semana ÷ 9615 unidades / semana = 34,3 segundos por unidade.

Considerando os cálculos acima, podemos produzir uma unidade a cada 34,3 segundos para responder à demanda do cliente no mercado. Dessa forma conseguimos realizar a sincronização relatada acima, caso seja seguida a estratégia será bem sucedida.

Nivelamento

Numa empresa é comum um determinado setor repetir funções e gerar perdas contagiando outros setores e diminuindo a qualidade e ritmo da produção.

Em relação a uma linha de produção ou família de produtos, acontece de um setor de produção produzir vários modelos da mesma unidade de produção básica, podendo os modelos serem pertencentes a uma família de produtos porque usam muitas das mesmas partes e muitas das mesmas etapas de processamento.

Nesses casos, a equação takt permanece inalterada. Pois, ainda está disponível o tempo de trabalho dividido pela demanda do cliente, mas deve ser calculado para cada modelo.

Porém, temos a complicação que não está presente na equação de takt. Pois, está configurando a célula para que as unidades possam ser produzidas simultaneamente.

Normalmente, o nivelamento de mix de produtos é evitado, para não gerar perdas conjuntas e desperdícios em série.

O ciclo e o Takt Time

  • O tempo de ciclo pode apresentar muitos significados, mas geralmente as pessoas significam uma das duas coisas, uma relacionada ao produto, uma ao processo de produção ou desempenho.
  • Lembramos que o ciclo de processo é a quantidade de tempo em que a unidade está sendo trabalhada em qualquer etapa de produção.
  • Por outro lado, se determinado tempo de ciclo do processo em cada etapa de processamento for o mesmo, dizemos que o processo é equilibrado com sincronização interna.
  • Pode ocorrer limitações práticas na busca e manutenção dessa sincronização, muitas vezes a linha de produção e de modelos não está disponível para produzir devido a falhas da máquina, saldos de estoque, problemas de tempo de ciclo ou peças defeituosas.
  • Para os problemas mais tangíveis como os enumerados acima, o cálculo pode sofrer quebras de resultado e exigir interferências na solução.

Solução de problemas

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Essa esquematização e cálculos oriundos do Takt Time permitem gerar soluções para diferentes problemas. Lembramos que um sistema Lean é a diferença entre tempo de takt e tempo de ciclo.

Podendo esse ciclo adicional significar o ganho ou perda de tempo. Os ganhos podem abordar o tempo, mas também o ganho e o desperdício de espaço, mão de obra, capital e matérias-primas.

Como abordado nesse artigo, o cálculo feito corretamente orienta para os ganhos detalhados, a sincronização, nivelamento de produção do mix de produção e determinado dos ciclos.

Conclusão sobre Takt Time

Portanto, os cálculos apresentados como exemplo permitem quantificar o tempo necessário para cada produto e serviço. As mesmas técnicas de desempenho antes já empregadas no setor esportivo hoje são amplamente usadas pelos setores de qualidade e produção de uma empresa.

O ganho de tempo, espaço e capital permite otimizar as condições da empresa e otimizar o ritmo de produtividade da corporação. Aprendemos que os cálculos devem inserir expectativas realistas de desempenho e realização de tarefas.

  1. Dessa forma, a empresa e outros tipos de projetos poderão ter mais chances de fazer sucesso.
  2. Confira como calcular em uma planilha o Takt Time: http://bit.ly/2YpvzcH
  3. Veja nosso post sobre Poka-Yoke: http://bit.ly/2Mo4j90
  4. Veja também:
  • entendendo a produção puxada nas empresas

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Takt Time: como definir a velocidade da produção

Este conceito estabelece o fluxo contínuo dentro do Lean Manufacturing baseado no seu ritmo de vendas

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Já ouviu a frase “tudo em excesso faz mal”? Ela se aplica perfeitamente para as linhas de produção da manufatura e, logo, nos remete à eliminação de desperdícios. Para obter êxito neste processo, é necessário definir um fluxo contínuo no chão de fábrica. 

Mas você já parou para pensar como anda as entregas da sua empresa? Você já estabeleceu metas precisas para que não haja atrasos na produção? Se ainda não sabe as respostas, apresentamos o Takt Time. 

Este conceito inovador define a velocidade certa que a sua linha de produção deve seguir, garantindo sucesso nas entregas e a satisfação de seus clientes dentro do tempo estipulado. Conheça mais sobre ele neste artigo! 

O conceito Takt Time

Takt Time é um termo alemão derivado da palavra Takt (ritmo) e Zei (tempo), que significa o tempo em que se deve produzir determinado produto, baseado nas demandas dos clientes e o fluxo de vendas.

Ele é muito importante para evitar atrasos na linha produtiva e no controle de estoque, gerando equilíbrio na produção e  velocidade constante. Por exemplo, se a indústria recebe um pedido de um novo produto a cada 4 horas, o tempo estimado para terminar a fabricação é também de 4 horas para, assim, poder suprir a demanda. 

As empresas que adotam o Lean Manufacturing são as que mais se beneficiam com este conceito, já que podem reduzir estoque, diminuir perdas e garantir que a fabricação acompanhe o ritmo da demanda, tudo isso com menos recursos.

Como calcular o Takt Time?

Para calcular o Takt Time, é preciso dividir o tempo disponível de produção pela demanda dos consumidores/clientes, através da fórmula:

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

O Tempo Disponível de Produção será o tempo operacional líquido que se tem para produzir, subtraindo todas as paradas programadas. A Demanda é o total de pedidos que a empresa possui de um determinado produto para fabricar.

Podemos usar o exemplo de uma fábrica X que possui um turno de 8 horas/dia. O tempo disponível é de 510 minutos e a demanda é de 255 peças/dia. Assim, o seu Takt Time será de 2 minutos/peça.

Quer saber mais sobre como aumentar a produtividade da sua produção? Leia nosso artigo sobre OEE.

Diferença entre Tempo de Ciclo, Lead Time e Takt Time

Estes 3 indicadores costumam ser muito confundidos quando falamos de processos Lean. Apesar de terem uma forte ligação com o fluxo da produção, eles possuem definições diferentes, como podemos ver no esquema abaixo. 

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

O Tempo de Ciclo é o tempo necessário para a execução de uma peça ou o tempo de uma etapa do processo de fabricação. Já o Lead Time, é o período de tempo em que a equipe de produção leva para entregar o produto após o pedido do cliente.

Enquanto isso, o Takt Time sempre será o tempo limite que um produto deve ser produzido para que não haja atrasos nas entregas. Como ilustrado no gráfico acima, ele está representado com uma linha central, sendo referência para as barras de operações. 

Como aplicar o Takt Time na manufatura?

  • A aplicação do Takt Time nas indústrias possibilita uma visão enxuta da produção, para fabricar de acordo com a programação exata, focadas em sistemas como JIT (Just-In-Time) e TPM (Total Productive Maintenance), sem provocar perdas ou interrupções no processos.
  • Para a implantação correta deste conceito, as áreas da empresa devem:
  • • Prover soluções rápidas para os problemas indicados;
  • • Reduzir os agentes de paradas das máquinas não planejadas;
  • • Eliminar intervalos de tempo na troca de processos seguidos.
  • Assim, produzir em menor quantidade, com menos recursos e a disposição correta dos materiais aumentam a flexibilidade, produtividade e as demandas no chão de fábrica. 

Um sistema para gerenciar a produção e manter o cálculo de Takt Time com dados precisos é muito vantajoso para a organização da manufatura.

O software de gestão da TECNICON auxilia os gestores a controlar materiais, recebimentos, demandas, estoque e configurá-lo de acordo com o setor do seu negócio. 

Veja também: Controle o estoque de demandas sazonais com dicas simples.

O Que é Takt Time e Como Defini-lo

Não é um exagero dizer que a gestão Lean deve muito do seu sucesso ao sistema de puxar novos trabalhos em progresso, em vez de empurrá-los. Isto permite que você crie e entregue valor aos seus consumidores somente quando há uma demanda.

No entanto, o gerenciamento de um Sistema de puxar não seria possível sem a manutenção de um fluxo de trabalho contínuo. Esta não é uma tarefa fácil, já que a demanda está em um estado de fluxo constante. Para suprir a demanda e rodar o seu processo da maneira mais Lean e eficiente possível, você precisa definir um takt time para seu processo de trabalho.

O que é Takt Time?

Takt time é o ritmo no qual você precisa completar um produto para suprir a demanda do consumidor. Por exemplo, se você recebe um pedido de um novo produto a cada 4 horas, para suprir a demanda, seu time precisa terminar um produto a cada 4 horas ou menos.

Takt time é a taxa de veda e pode ser facilmente caracterizado como o batimento cardíaco do seu processo de trabalho. Ele permite que você otimize sua capacidade da maneira mais adequada para suprir a demanda sem manter muito inventário na reserva.

O termo foi originado do alemão “takt”, que significa batida ou pulso. Takt time foi usado pela primeira vez na década de 30 na Alemanha, para a produção de aviões. Vintes anos depois, ele contribuiu significativamente para o crescimento da Toyota de uma pequena produtora de carros japonesa para uma das maiores fabricantes de automóveis do mundo.

Como Definir o Takt Time?

Para definer o takt time, você precisa dividir o tempo de produção disponível pela demanda do consumidor.

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Para receber um resultado acurado usando esta fórmula de takt time, você precisa colocar o tempo de produção disponíveis e a demanda do consumidor em períodos de tempo.

Nós o aconselhamos a incluir somente o tempo que seu time passará trabalhando ativamente na criação de valor para seus clientes. Isto significa que você deve excluir intervalos de descanso, manutenções agendadas e trocas de turno (se for aplicável).

Leia também:  Como alterar o nome da alexa: 7 passos (com imagens)

Ao definir o takt time, você deve incluir um período de tempo relativamente mais curto para a demanda média do consumidor (p. ex., uma semana ou um mês).

Para visualizar isto, vamos calcular o takt time para uma empresa imaginária que desenvolve maquinário de impressão 3D. A semana de trabalho é de cinco dias e a empresa opera em um único turno de nove horas que inclui uma hora de almoço e dois intervalos de 15 minutos, um de manhã e um a tarde. A empresa recebe 10 pedidos de máquinas por semana, em média.

Para definir o takt time que seu time precisa manter, nós simplesmente aplicamos a fórmula mencionada acima.

O tempo de trabalho total disponível é de 7 horas e 30 minutos por dia. Calculando em minutos, isso nos dá exatamente 450 minutos por dia, que é 2.350 minutos por semana.

Ao dividir 2.350 por 10 (número médio de pedidos), nós obtemos um takt time de 235 minutos para completar uma máquina de impressão 3D. Dividindo 235 por 60 (minutos em uma hora), isso resulta em um takt time máximo de 3 horas e 55 minutos por pedido.

2350 / 10 = 235 minutos de Takt time

Como você pode ver, definir o takt time exigido para que a demanda do consumidor fosse suprida não é difícil. Com este dado disponível, você pode fazer escolhas bem-informadas para o gerenciamento da capacidade de acordo com a demanda do seu consumidor.

Takt Time vs. Tempo de Ciclo vs. Tempo de Lead

No começo, as pessoas tendem a confundir o takt time com o tempo de lead e o tempo de ciclo, que são métricas Lean importantes. Nós já explicamos em detalhe a diferença entre tempo de lead e tempo de ciclo, por isso, vamos focar nos fundamentos de cada uma dessas 3 métricas.

  • Tempo de lead é o período de tempo entre o recebimento de um pedido e a entrega de valor ao cliente.
  • Tempo de ciclo é o tempo que seu time gasta trabalhando ativamente no pedido de um cliente.
  • Takt time é a quantia máxima de tempo que você precisa terminar um pedido para suprir a demanda do consumidor.

Como um gerente Lean, você deve considerar todas as três métricas como indicadores-chave de desempenho do seu fluxo de trabalho.

Por que o Takt Time é Importante?

A definição de takt time é crucial para a otimização da capacidade do seu time. É importante para a redução de desperdício do seu processo. O takt time pode ajudá-lo a manter um fluxo de trabalho contínuo e reduzir o Mura (desigualdade) no seu fluxo de trabalho.

Organize e gerencie seu trabalho de maneira eficiente

Experimente o Kanbanize gratuitamente

  • Não obstante, o takt time é importante para a otimização de custos de armazenagem, já que o ajuda a evitar a produção exagerada.
  • In Summary
  • Takt time é uma das partes importantes das métricas Lean. Ao definir o takt time para o seu fluxo de trabalho, você pode:
  • Estabelecer um fluxo de trabalho contínuo.
  • Otimizar sua capacidade de suprir a demanda do consumidor.
  • Reduzir os custo de armazenagem ao evitar a produção exagerada.

Takt Time: o que é, como calcular e por que usar? | Novidá

Como Calcular o Tempo Takt no Processo de Produção

Medir tempos e movimentos é uma prática cada vez mais necessária para qualquer indústria. Só assim é possível entender como funciona a operação, identificar gargalos e evitar desperdícios.

Nesse contexto, é importante saber qual é o tempo necessário de cada atividade para atender as demandas do mercado. O takt time nasceu justamente para que as empresas encontrem essa “métrica ideal” e consigam fabricar a quantidade de produtos que seus clientes esperam.

O que é Takt Time?

O termo vem do alemão Taktzeit, em que Takt significa ritmo e Zeit significa período. O Takt Time é, portanto, o tempo que uma peça ou produto deve ser produzido, baseado no ritmo de vendas e na demanda do mercado.

Assim, para calculá-lo, basta dividir o volume da demanda do cliente pelo tempo disponível de trabalho, subtraindo tempos de perdas, interrupções, intervalos, etc. Ou seja, analisamos todo o tempo operacional líquido e a demanda do mercado para entender em quantas horas, minutos ou segundos cada produto deve ser fabricado.

Para facilitar, vamos dar um exemplo: Imagine um turno de 9 horas, com 1 hora de pausa para almoço e 20 minutos de demais intervalos. Nesse caso, o tempo operacional diário de cada funcionário é de 460 minutos ou 27.600 segundos.

Agora imagine que a demanda do cliente é de 18 mil unidades mensais de um produto X. Nesse caso, é necessário produzir 600 peças por dia (18.000/30).

Ao dividirmos o número de segundos diários operacionais (27.600) pelo número de peças necessárias (600), chegamos a 46s.

Esse é o Takt Time, ou seja, o tempo limite que cada nova unidade pode demorar para ser fabricada.

Os desafios da aplicação do Takt Time

Mas afinal, por que calcular essa métrica que, a princípio, parece envolver tantas variáveis? Primeiramente você passa a ter mais controle sobre o negócio, entende qual é o tempo disponível para a execução de cada tarefa e analisa se precisa acelerar o ritmo da produção para cumprir as demandas.

O oposto também vale: produzir além do necessário vai gerar excesso de estoque, o que pode ser prejudicial. Afinal, a própria metodologia lean tem o just in time como suporte, e sua aplicação significa melhor aproveitamento dos recursos no negócio.

Calcular o takt time, no entanto, nem sempre é uma tarefa fácil. São muitos processos, pessoas e tarefas envolvidas em uma grande operação, o que pode gerar alguma confusão. No entanto hoje já existem tecnologias que ajudam o gestor a controlar, em tempo real, os dados de pessoas e produtos dentro da fábrica.

Outro desafio relevante é que sempre devemos lembrar que pessoas não são máquinas. Quando chegamos a um takt time de 46s, como no exemplo acima, não devemos esperar que os colaboradores sempre mantenham esse ritmo de trabalho. É preciso analisar toda conjunta, prever desvios e saber que esse número é apenas um norte, já que ele deve acelerar e desacelerar seu ritmo ao longo do dia.

A Novidá como complemento do Takt Time

  • Em busca de trazer mais produtividade aos seus clientes, a Novidá desenvolveu um sistema de geolocalização indoor que acompanha a movimentação de pessoas e equipamentos móveis pelo ambiente de negócio.
  • Dessa forma, é possível medir os tempos de execução das atividades com precisão, o que permite identificar possíveis gargalos na operação, avaliar a produtividade da equipe e otimizar processos.
  • Também é possível cruzar os dados de tempo com o takt time e, dessa forma, verificar se as atividades estão acontecendo dentro do tempo planejado ou, caso não estejam, identificar onde estão os desvios.

Quer saber mais sobre os benefícios que a Novidá pode trazer ao seu negócio? Entre em contato com um de nossos especialistas!

Takt Time: entenda porque ele importa para sua produção

A falta de padronização em uma indústria — seja por causa do maquinário ou dos funcionários — pode impactar a linha de produção de muitas maneiras negativas. Ela causa desperdício de tempo, gargalos e atrasos na entrega final. Para evitar que isso aconteça, um conceito tem auxiliado diversas empresas: o takt time.

Essa técnica tem como objetivo dividir todo o processo de produção em partes semelhantes, a fim de manter a regularidade e melhorar a linha de produção. Com ela, fica mais fácil descobrir quais etapas precisam de ajustes para que a demanda seja atendida.

Ficou curioso? Então, pare as máquinas só por um instante e conheça os detalhes desse conceito.

Entenda o que é takt time

O termo takt time é oriundo do alemão e significa, basicamente, tempo de ciclo. Surgiu no meio musical — a palavra takt era, originalmente, usada para ditar ritmos de condução de orquestra, mas atualmente faz parte do vocabulário industrial.

O takt time é útil para indústrias que precisam manter a regularidade da produção. Seu objetivo é evitar o desperdício de tempo ou de mão de obra, seja com pausas não planejadas de máquinas ou com o acúmulo em uma etapa do processo (gargalo).

Saiba como colocá-lo em prática

O cálculo do takt time é feito dividindo o número de minutos disponíveis em um dia de trabalho pela quantidade de peças que precisam ser produzidas durante todo o expediente. Confira um exemplo prático:

Uma indústria que tenha o expediente de 480 minutos diários (8 horas) e precisa entregar 240 peças ao fim do dia, deve gastar, no máximo, 2 minutos para produzir uma única peça (480/240=2). Dessa forma, o tempo de produção deve estar próximo do takt time que é 2 minutos.

Caso uma peça seja produzida em etapas, é necessário levar em consideração a fase mais demorada do processo, veja:

Em uma fábrica de CDs, cada peça é embalada em 3 etapas:

  • na primeira, o disco é inserido na capa (3 segundos);
  • na segunda, o encarte é inserido (3 segundos);
  • na última parte do processo, a capa é embalada (5 segundos).

Nesse caso, o takt time é de 5 segundos, que é o tempo que a peça leva para ser produzida.

Conheça os benefícios de uma produção regular

Com um takt time definido, fica mais fácil descobrir quais máquinas ou funcionários estão causando atrasos na linha de produção. Além disso, manter a regularidade durante todo o expediente nos 5 dias da semana se torna uma tarefa mais simples, já que cada um sabe o quanto precisa durante aquele período.

Outros benefícios do takt time, são:

  • nivelar a produção de forma equilibrada e justa para todos os funcionários;
  • identificar máquinas operando fora do padrão e que precisam de manutenção;
  • evitar o desequilíbrio no estoque (tanto para mais quanto para menos);
  • Até o relacionamento com o cliente pode ser impactado por um takt time bem ajustado, já que com esse conceito a empresa sabe o quanto consegue entregar em um dia e, dessa forma, evita atrasos.
  • Ao aplicar o takt time, sua linha de produção se torna padronizada e você é capaz de aumentar a eficiência industrial em um curto período de tempo, garantindo a estabilidade produtiva.
  • Para receber outras dicas que podem ajudá-lo a otimizar ainda mais a sua linha de produção, assine nossa newsletter!
Leia também:  Como animar seu namorado (com imagens)

Takt Time – Blog da Qualidade

Takt time é um termo que vem do alemão Taktzeit, em que Takt significa compasso/ritmo e Zeit significa tempo, período, ou seja, podemos defini-lo como o tempo em que se deve produzir uma peça ou produto, baseado no ritmo de vendas, para atender a demanda dos clientes. O Takt time é calculado dividindo-se o volume da demanda do cliente por turno (necessidade programada) pelo tempo disponível de trabalho por turno, subtraindo-se os tempos de perdas, interrupções, setups, refeição, etc.

Por exemplo, uma fábrica trabalha 8 horas/dia (480 minutos) e a demanda do mercado é de 120 unidades/dia. Desta forma, o takt time é de 4 minutos (480/120).

Sabemos que um ritmo de produção mais rápido gera estoque, enquanto que um ritmo mais lento cria a necessidade de aceleração do processo, gerando perdas. O takt time é usado para sincronizar o ritmo de produção com o ritmo de vendas, por isso deve-se atuar na mesma velocidade de vendas e quanto mais reduzirmos nossas perdas, mais produzimos, e com menos recursos.

A utilização do takt time no programa de produção proporciona uma visão enxuta, que produz de acordo com uma programação nivelada, focada no sistema JIT (Just-in-time)e TQC (Controle da Qualidade Total – Total Quality Control) e sem perdas e interrupções no processo, que fluirá conforme a necessidade do cliente.

Para produzir de acordo com o takt time, todas as áreas da organização devem:

  • Fornecer respostas rápidas para os problemas apontados;
  • Eliminar as causas de paradas de máquinas não planejadas;
  • Eliminar tempos de troca em processos posteriores (troca rápida de ferramentas);
  • O material deve estar à disposição na hora, em quantidades e local desejado (Kanban) e deve apresentar qualidade assegurada (CEP – Controle Estatístico do Processo).

Desta forma, pode-se produzir lotes menores e aumentar a flexibilidade na manufatura.

O objetivo do takt time é alinhar com precisão a produção à demanda, definindo um ritmo ao processo, sendo um dos principais indicadores para a aplicação do conceito Lean Manufacturing, podendo ser considerada a batida do coração de um sistema.

REFERÊNCIAS

ROTHER, M.; SHOOK, J. Aprendendo a enxergar: mapeando o fluxo de valor para agregar valor e eliminar o desperdício. São Paulo: Lean Institute Brasil, 1. Ed., 1998.

Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Takt_Time acesso em 18/12/12.

A origem e como calcular o takt time do Lean? Aprenda aqui

Takt é a taxa em que um cliente pegaria um produto se ele escolhesse o produto uniformemente durante o dia, enquanto você o produziu. É o verdadeiro conceito one-piece flow, demanda puxada.

O principal desperdício que o conceito takt se esforça para evitar é o desperdício de superprodução, o maior de todos os resíduos.

Em nossos cursos de  White Belt, Green Belt e Black Belt, além do Lean comentamos sobre esses desperdícios.

A equação para takt, ou takt time, é o tempo de trabalho disponível dividido pela demanda do cliente por esse intervalo de tempo de trabalho.

Qual o passo a passo para calcular o Lean Takt Time?

Por exemplo, digamos que produzimos dois turnos de dez horas e cada turno inclui um almoço de 30 minutos e dois intervalos de dez minutos.

Portanto, o tempo de trabalho disponível é de 20 horas – (2 x 50 minutos) = 18,33 horas.

Nosso horário de trabalho normal é de cinco dias por semana e temos nove feriados, então nosso ano de trabalho é 365 – (2 × 52) – 9 = 252 dias por ano. O cliente tem um acordo contratual para comprar 500 mil unidades por ano.

Para calcular takt, vamos usar a semana de trabalho, pois esse é um intervalo de planejamento comum (se você usar o dia ou o mês, a resposta será a mesma – tente).

  • O tempo disponível é 18,33 h / dia × 5 d / semana = 91,67 horas, o que equivale a 330.000 segundos / semana
  • A demanda do cliente é de 500.000 unidades / ano ÷ 52 semanas / ano = 9615 unidades por semana
  • Takt time = 330.000 segundos / semana ÷ 9615 unidades / semana = 34,3 segundos por unidade

Em termos simples, precisamos produzir uma boa unidade a cada 34,3 segundos para acompanhar a demanda do nosso cliente. Este é o tempo de sincronização, para sincronizar a instalação externamente. Se for cumprido, a primeira estratégia foi executada com sucesso.

Como lidar com Modelo de Mix de Nivelamento?

É comum em muitas células produzir vários modelos da mesma unidade de produção básica. Esses modelos, considerados como um todo, são muitas vezes referidos como uma família de produtos porque usam muitas das mesmas partes e muitas das mesmas etapas de processamento.

Nesse caso, a equação takt permanece inalterada. Ainda está disponível o tempo de trabalho dividido pela demanda do cliente, mas deve ser calculado para cada modelo. A complicação não está na equação de takt.

Em vez disso, está configurando a célula para que as unidades possam ser produzidas simultaneamente.

Frequentemente, o conceito de nivelamento do mix de produtos é evitado. A lógica típica usada para evitar fazer o nivelamento é assim:

“Desde que meu cliente vem para a sua retirada na sexta-feira, e enquanto eu tiver o carregamento completo feito até então. Não faz diferença se eu faço os modelos a uma taxa uniforme durante a semana ou em um lote, contanto que eu tenha todos os modelos completos no dia da retirada “.

Como calcular o Lean Takt Time na prática?

Por exemplo, você produz cinco modelos, A, B, C, D e E e leva exatamente um dia para produzir o volume contratual de cada modelo. Seu horário de trabalho é de cinco dias por semana e seu saque é o primeiro da manhã de segunda-feira.

Então, você faz A na segunda-feira, B na terça-feira, e assim por diante, terminando com E na sexta-feira, e todos os cinco modelos estão prontos para a próxima segunda-feira.

Isso faz com que as demandas de matérias-primas sejam feitas pelos vários modelos, ou seja, os lotes atravessam o sistema, mas, em circunstâncias normais, não soa muito atraente para forçar o modelamento do mix de produção. Mas e se algo de anormal acontecer?

 Por exemplo, você recebe uma ligação na quarta-feira e seu cliente diz: “Por sinal, queremos mudar nossa retirada para a próxima segunda-feira. Não precisamos do modelo A, B ou C, mas ainda precisamos do volume semanal normal, mas com uma mistura de 50 por cento D e 50 por cento E. Bem, você já produziu apenas A, B e C e apenas o cliente quer D e E.

Neste caso, se você trabalha sábados e domingos, você ainda não pode atender às suas mudanças de demanda. No entanto, se a mistura do modelo tivesse sido nivelada, você poderia simplesmente mudar para D e E, e já que você já tem alguns na mão, você poderia trabalhar no fim de semana e ter tudo o que o cliente queria para a retirada na segunda-feira.

O fato é que, se o modelamento de mixagem for empregado corretamente, o negócio é apenas mais flexível e mais responsivo. Estas são duas grandes vantagens comerciais que são difíceis de encontrar e servir bem na batalha competitiva para sobreviver e prosperar.

Como o tempo de ciclo se relaciona com Takt Time?

O tempo de ciclo tem muitos significados, mas geralmente as pessoas significam uma das duas coisas, uma relacionada ao produto, uma ao processo.

O tempo de ciclo de produção é o intervalo de tempo entre duas unidades de produção consecutivas no final do processo de produção. Tempo de ciclo de processo é a quantidade de tempo em que a unidade está sendo trabalhada em qualquer etapa de produção.

Se o tempo de ciclo do processo em cada etapa de processamento for o mesmo, dizemos que o processo é equilibrado: ele é sincronizado internamente.

No entanto, este tempo de ciclo não só deve ser sincronizado, ele deve ser sincronizado para se manter em conformidade com a estratégia número um: sincronizar externamente.

Isso tem limitações práticas, porque às vezes a linha não está disponível para produzir devido a falhas da máquina, saldos de estoque, problemas de tempo de ciclo ou peças defeituosas.

Se o processo de produção fosse projetado para operar em takt, então cada problema mencionado anteriormente resultaria em uma falta de fornecimento de clientes. E, exigiria horas extras ou alguma outra contramedida.

Como calcular o tempo de ciclo do Lean?

Como é praticamente impossível evitar todos esses problemas, nós normalmente calculamos o tempo de ciclo desejado para ser:

Tempo de ciclo = takt time x OEE ou neste caso se OEE = 0,88 (OEE é Eficácia geral do equipamento), Tempo de ciclo = 34,3 segundos x 0,88 x 30,18 segundos

Assim, designaremos o sistema de produção para sincronizar até 30 segundos de tempo de ciclo. Todas as estações devem executar a tarefa em 30 segundos.

Ou declaramos de outra forma: para uma estação de trabalho de uma pessoa, equilibraria o trabalho para que cada estação de trabalho tenha 30 segundos de trabalho.

Agora, quando temos os problemas normais de produção, mantidos pelo nosso OEE = 0,88, continuaremos a produzir o equivalente a uma boa unidade cada 34,3 segundos. Quando calculamos o tempo de ciclo assim, agora somos compatíveis com as estratégias número um e dois.

Qual é a importância do OEE no Lean Takt Time?

OEE é uma manifestação da realidade de que todos os problemas não podem ser corrigidos agora, mas ainda temos que fornecer o cliente. Uma medida de um sistema Lean é a diferença entre tempo de takt e tempo de ciclo.

Entre outras coisas, esse tempo extra é o desperdício de mão-de-obra que devemos pagar porque nosso sistema tem perdas. Para melhorar os sistemas, uma primeira passagem está sempre focada no OEE e as três perdas de perdas de qualidade, perdas de tempo de ciclo e perdas de disponibilidade.

Quando conseguimos reduzir as perdas de OEE, podemos produzir mais usando menos:

  • espaço;
  • mão de obra;
  • capital;
  • matérias-primas.

E aliando o calculo correto do takt time, do tempo de ciclo. E, também realizando o nivelamento de produção do mix de produto é possível produzir de forma mais eficaz e eficiente. Para aprender mais sobre este assunto não deixe de acessar nosso cursos de  White Belt, Green Belt e Black Belt, além do Lean.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*