Como calcular o financiamento de um carro no excel

Cavalcante Consultores > Biblioteca de Excel > Valor presente (VP)

(Este texto é parte do conteúdo matemática financeira.)

O que é?

A função VP calcula o valor presente. Ela é utilizada quando desejamos saber quanto é necessário investir hoje para que uma aplicação renda determinado valor ao longo de um período qualquer, ou qual deve ser o pagamento inicial em uma série de prestações uniformes.

Sintaxe da função VP

=VP(TAXA; NPER; PGTO; VF; TIPO)

Clique nos links acima para mais detalhes sobre cada um dos parâmetros.

Exemplo I

No exemplo a seguir, calcularemos o valor presente associado ao valor futuro de uma aplicação.

Uma aplicação com duração de seis meses e taxa de 3% ao mês rendeu um resgate de R$ 30.000,00. Desejamos saber qual foi o valor investido. Observe a planilha:

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Calcularemos o valor presente desta aplicação na célula B10. Siga os passos abaixo para realizar o cálculo:

  • Abra o assistente de função;
  • Selecione a categoria financeira;
  • Selecione a função VP;
  • Relacione os dados da planilha nos argumentos da função, clicando OK após finalizar. Observe a figura:

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Observe o resultado final:

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

De forma que o valor aplicado que rende R$ 30.000,00 nas condições descritas é R$ 25.124,53.

Pratique!

Ver exemplo em v�deo

Baixar planilha

Exemplo II

Neste exemplo, calcularemos o valor presente de uma série de pagamentos uniformes.

Observe a planilha abaixo. O financiamento de um carro é feito em doze parcelas iguais de R$ 1.074,53, a uma taxa de juros de 5% ao mês, sem entrada. Qual é o preço à vista do veículo?

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Calcularemos o valor presente desta série de pagamentos na célula B10. Siga os passos abaixo:

  • Abra o assistente de função;
  • Selecione a categoria financeira;
  • Selecione a função VP;
  • Relacione os dados da planilha nos argumentos da função, e clique OK. Veja a figura:

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

O argumento TIPO recebe o valor 0 porque não há entrada, ou seja, o pagamento é postecipado.

Observe o resultado final:

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

De forma que o valor à vista do carro será de R$ 9.523,83.

Pratique!

Ver exemplo em v�deo

Baixar planilha

Simulador de financiamento – Planilha Excel

O simulador de financiamento em planilha Excel apresentado neste artigo resolve vários problemas complexos como o cálculo de carência, parcelas extras fixas e também aleatórias, além de calcular os juros, amortização e poder comparar o financiamento ou empréstimo entre os métodos SAC e PRICE com uma simples seleção.

Como Calcular o Financiamento de um Carro no ExcelSimulação de financiamento Price e SAC com carência e pagamentos adicionais

Método de financiamento Price

A Tabela PRICE é um sistema de amortização de dívidas, também chamado de sistema francês de amortização. É conhecido por ter as parcelas constantes – e não a amortização, como no caso do SAC. É muito utilizado para calcular empréstimos de curto prazo (compras parceladas em geral) e financiamentos de curto e médio prazos (de veículos, por exemplo). WR.Prates.com

Método de financiamento SAC

O Sistema de Amortização Constante ficou bastante conhecido no Brasil por ser utilizado no SFH (Sistema Financeiro de Habitação).

Sabe aquele financiamento, de um imóvel por exemplo, que a parcela vai reduzindo com o passar dos anos? Pois então, a definição das parcelas neste tipo de financiamento é baseada na tabela SAC.

Entenda no decorrer deste artigo o que é tabela SAC e como funcionam os cálculos neste sistema. WR.Prates.com

Planilha de financiamento com métodos Price e SAC

Como demonstrado na animação acima, a planilha de cálculo do método Price e SAC muda automaticamente a simulação dos valores apenas mudando o sistema de amortização.

Planilha de financiamento

Planilha de financiamento SAC e Price com carência e parcelas extras

A planilha criada por Matheus Totte demonstrada acima realiza a simulação de financiamento utilizando os métodos Price e SAC automaticamente e ainda permite que seja definida a carência e também pagamentos fixos ou definidos manualmente na planilha.

O simulador de financiamento possui os seguintes campos de configuração.

Como Calcular o Financiamento de um Carro no ExcelParâmetros do simulador

  • Valor: Valor total a ser financiado.
  • Entrada: Valor dado na entrada.
  • Taxa a.m.: Taxa percentual de juros ao mês.
  • Liberação: Data em que foi liberado o valor do empréstimo.
  • 1.º vencimento: Data do primeiro vencimento das parcelas.
  • Parcelas: Quantidade de parcelas.
  • Extras: Quantidade de pagamentos extras, balões.
  • Valores extras: Valor dos pagamentos extras, este valor será fixo para todas as parcelas extras.

Após a digitação dos parâmetros o relatório é automaticamente criado e também um resumo com os dados do financiamento escolhido com os seguintes campos.

Como Calcular o Financiamento de um Carro no ExcelResumo do financiamento escolhido

  • Total financiado: Valor total do empréstimo.
  • Total pago: Valor total das parcelas.
  • Total juros: Valor total dos juros pagos.
  • Valor da primeira parcela: Valor da primeira parcela.
  • Valor última parcela: Valor da última parcela, no caso do método Price este valor será igual à primeira.
  • Juros em x meses: Soma dos juros calculados.

Carência Price e Sac

Carência é o tempo entre a data do empréstimo e a data em que será realizado o primeiro pagamento das parcelas. Esta carência é de até 6 meses.

Nota-se como carência quando a data do vencimento não é exatamente o dia do mês subsequente ao empréstimo, neste caso vemos como carência essa diferença de datas e é necessário que sejam calculados os juros também entre estas parcelas.

Na planilha de simulação de financiamento com Price e SAC este cálculo é realizado automaticamente.

Perceba na imagem o gráfico ficando azul. O azul é a parte dos juros das parcelas e o cinza a parte da amortização.

Quando há um período em que há a carência, não há amortização, pois não houve pagamento, por isso o gráfico demonstra apenas a parte dos juros que irão aumentar o saldo devedor e o valor das parcelas.

Parcelas Extras

É comum se desejar antecipar parcelas ou ainda realizar pagamentos extras, chamados balões.

Estes pagamentos são valores que são adiantados para baixar o saldo devedor e com isso baixar o valor do financiamento.

Parcelas extras no financiamento, balões

  • Como você pode perceber na animação acima, ao informar a quantidade de parcelas extras e o valor das mesmas, o sistema realiza o cálculo automaticamente de quando as parcelas deverão ser pagas, posicionando-as na planilha e exibindo no gráfico a parte aonde é paga uma maior parte da amortização.
  • Estes lançamentos também podem ser feitos manualmente na planilha, definindo na mesma aonde os valores serão pagos e que valores serão pagos.
  • Ao definir estes valores você verá que a planilha também automaticamente realizará a atualização dos cálculos demonstrando da mesma forma no relatório e no gráfico os valores.
Leia também:  Como canalizar (com imagens)

Lançamento de parcelas extras no financiamento manualmente

Quantidade de parcelas

Este sistema de simulação é bastante robusto, podendo realizar cálculos de para até 420 parcelas, veja no link abaixo como os cálculos demonstram a diluição do valor do saldo até a parcela 300 por exemplo.

Simulador Price e SAC para mais de 450 parcelas

Proteção da planilha

A planilha de cálculo Price e SAC é totalmente desprotegida, ao adquirir a mesma você poderá realizar quaisquer modificações que desejar, como colocar a logo da sua empresa, mudar as cores, ver as fórmulas ou incluir colunas. O que quiser modificar irá poder fazer.

Como adquirir?

  1. A planilha pode ser adquirida diretamente no link abaixo em nossa loja.
  2. Após o pagamento a mesma é enviada automaticamente para o e-mail do comprador e o mesmo poderá acessar a loja e baixar a versão atual da planilha sempre que desejar.

Planilha de financiamento com carênciaComo Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

  • Pai, marido, professor e consultor em Excel.
  • Obrigado por ler este artigo, este blog foi criado para difundir o conhecimento em Excel à todos.
  • Divulgamos novos artigos nas redes sociais, basta clicar nos ícones abaixo.

Categorias Planilhas ProntasTags Financiamento, Financiamento Excel, Planilha de financiamento, Planilha de financiamento Excel, Price, Price Carência, SAC, SAC Carência

Aprenda como calcular prestações, de forma rápida e prática

Atualmente, existem ferramentas que ajudam você a calcular de maneira simples. Confira!

Quando você não possui dinheiro para comprar um bem à vista, ou seja, pagando todo o valor de forma imediata, a solução é comprar a prazo, dividindo o valor e pagando prestações ao longo dos meses. Este tipo de gasto costuma cobrar juros, que são somados ao valor original do produto.

Em muitos casos, não há na operação de compra, pelo menos de forma declarada e aí é necessário calcular prestação. Mas como fazer esse cálculo? Atualmente algumas ferramentas conseguem fazer essa conta de forma rápida e prática. Confira!

Como calcular prestação pelo Excel?

O cálculo pelo Excel é uma das melhores maneiras de obter o resultado das prestações de forma rápida e prática. O primeiro passo é abrir a planilha de Excel e colocar com os dados na planilha. Você pode organizar da seguinte maneira:

  • Célula A1: valor financiado. Vamos supor que seja R$ 2.000,00.
  • Célula A2: o número de prestações. Digamos que seja 10.
  • Célula A3: a taxa de juros mensal do financiamento. Neste exemplo, será 0,05 (5%).
  • Célula A4: aplique a seguinte fórmula: =pgto(A3;A2;A1).

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Quando você colocar a fórmula, o Excel irá calcular  automaticamente a prestação de financiamento. No caso deste exemplo: R$ 259,01. Se alterar o número de parcelas, a taxa de juros compostos ou mesmo o valor financiado o Excel vai calcular a prestação de financiamento de forma automática.

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Como calcular prestação pela calculadora do cidadão?

O cálculo pela calculadora cidadão é ainda mais simples. Online, o próprio site disponibiliza um texto explicativo para exemplificar onde você deve colocar os valores da sua prestação.

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Depois de preencher os campos do valor, prestação e taxa de juros, basta clicar no botão calcular. Automaticamente a calculadora irá fornecer o resultado. Veja:

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Para acessar a calculadora do cidadão, basta clicar neste link: https://www.calcule.net/financeiro/juros-financiamento-calculadora/

Quando parcelar uma compra?

Em um primeiro momento, parece que comprar a vista é sempre a melhor opção, afinal, basta pagar de uma vez só e pronto. Porém, na prática nem sempre será, pois é preciso observar o rendimento do seu investimento e também os juros das parcelas.

Parcelar é mais recomendado quando o valor do bem ou serviço é muito maior do que a renda disponível para pagá-lo e a compra é realmente necessária, como por exemplo, em situações de compra de imóvel, veículo ou até viagens de férias.

Para produtos de menor valor, como roupas, produtos na farmácia, brinquedos, entre outros vale parcelar apenas se você for muito organizado, deixando o dinheiro aplicado e pagando as compras aos poucos no cartão de crédito. Já em situações em que o preço à vista é o mesmo que parcelado, dividir é mais inteligente.

Cuidados aos comprar por prestações

Parcelar compras é fundamental para adquirir bens duráveis e que possuem valores superiores ao da sua renda. Porém, é possível tomar alguns cuidados, como:

  • Comprar por impulso: muitas pessoas compram praticamente tudo de forma parcelada achando que naquele momento vai ter uma economia e mesmo assim vai conseguir garantir aquela roupa, sapato ou qualquer outro item imediatamente, afinal, ao pagar à vista, percebe-se o real impacto daquele gasto em sua conta bancária. Porém, como já citado, as prestações cobram o preço depois e a longo prazo, encarecem tudo que você poderia ter comprado à vista.
  • Fazer novas dívidas antes de quitar as antigas: esperar todas as parcelas anteriores acabarem para gastar em novas é fundamental para evitar o acúmulo de parcelas. Por exemplo, se você foi viajar e parcelou em 10 vezes, jamais faça uma nova viagem até que todas as parcelas sejam quitadas, pois rapidamente você estará endividado.
  • Parcelar gastos mensais: despesas que são geradas todo mês não devem ser pagas em parcelas, mas sim à vista. Nesta lista encaixam-se: supermercado, restaurante, gasolina, remédios, entre outros, afinal, todo o mês você sabe que vai precisar gastar com estes itens e as parcelas vão acabar acumulando, levando ao endividamento.
  • Comprometer toda a renda no crédito: muito bancos e financeiras costumam não fornecer empréstimos em que a parcela comprometa mais de 30% da renda de quem está solicitando. A recomendação geral é que o valor total das parcelas que serão pagas no mês não seja superior a 30% da renda líquida familiar. Isso é feito com o propósito de evitar a inadimplência, porém, muitas pessoas vão atrás de mais de uma instituição, comprometendo assim, muito mais do que 30% da renda.

Agora que você já sabe como calcular prestação e a importância de tomar cuidado com elas, evite cair na armadilha do parcelamento em X vezes sem juros.

Pode parecer repetitivo, mas ter noção do orçamento é fundamental para não ficar mal endividado e comprometer a renda no futuro.

Leia também:  Como armazenar tâmaras: 10 passos (com imagens)

Anote os gastos fixos, como contas de luz, condomínio de prédio, internet, entre outros e em seguida veja o quanto sobra por mês para investir e gastar com coisas como lazer, compras e o que mais lhe interessa.

Existem inúmeras maneiras de organizar o orçamento doméstico e ter uma planilha de controle de gastos. O importante é começar a colocar a medida em prática e ter sempre em mente como a compra parcelada no cartão pode impactar no seu orçamento. Pense sempre que a compra só é vantajosa se ela realmente atender o seu objetivo final por um bom preço.

Quer encontrar gratuitamente as melhores oportunidades de investimento? Clique aqui! https://www.capitalresearch.com.br/

  • Newsletter
  • Receba as principais notícias do mercado no seu e-mail
  • Tendência do dia na bolsa e as principais notícias econômicas e políticas que impactam o seu bolso.

IOF: como calcular (Baixe sua planilha em Excel) – Simulação

Tempo de leitura: 2 minutos

Em outubro de 2011, publiquei um post (com vídeo) ensinando como calcular o IOF de financiamentos (clique aqui para ver). Esse era um tema que me intrigava muito e, quando elaborei o material, achava que não iria dar muito “ibope”, devido à especificidade e aridez do assunto. Todavia, esse é um dos vídeos com maior número de visualizações em meu Canal do Youtube.

Essa grata surpresa, aliadada ao fato de eu receber muitos e-mails com dúvidas sobre a planilha, me fez tomar a atitude de atualizar o assunto e deixá-lo o mais completo. Nas minhas pesquisas, deparei-me com uma grande surpresa: existe mais de uma forma de cálculo do IOF, aceita pela Receita Federal.

Esse imbróglio se deve a um problema na lei, que define de maneira confusa como calcular o imposto – por isso a leniência do Leão. Tal discussão é apresentada com maestria pelo grande Professor Dutra (veja artigo clicando aqui), em artigo com mais de dois anos, mas que foi o ÚNICO que me esclareceu tal questão na data da escrita desse artigo (junho de 2012).

Feitos tais esclarecimentos, não irei me ater à interpretação da lei, muito menos exporei minha opinião sobre o melhor método.

O intuito é partir da seguinte constatação empírica: tive acesso detalhado a duas simulações de financiamentos e, ao calcular o IOF de ambas, deparei-me com duas maneiras distintas de cálculo do IOF. Isso significa que,  os dois principais métodos citados pelo Professor Dutra ainda coexistem no mercado (data: junho de 2012). 

  • Dessa forma, no vídeo abaixo explico como calcular o IOF pelo “critério Price” e  pelo “critério valor presente” (para entendê-los, é imprescindível a leitura do artigo do professor Dutra), usando dados REAIS de dois grandes bancos, que atuam no financiamento de veículos.
  • Bons estudos!
  • Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel
  • REGRA DE TRÊS REALIZADA NO VÍDEO:
  • 15000 —————- 269,61 (esse valor é o simples somatório da coluna de IOF)
  • 15000+x ————-  x
  • Resolvendo algebricamente tal regra de três, chegamos ao valor do IOF financiado.
  • x = 274,54
  • OBS: mais detalhes sobre a razão de se aplicar tal regra de três pode ser obtida no artigo anterior deste blog (clique aqui )

Aprenda a calcular os juros de financiamento do seu veículo

Como Calcular o Financiamento de um Carro no ExcelExistem três dicas importantes para fazer a compra de um veículo de forma segura, que são: analisar seu orçamento, limitar o seu comprometimento de renda e fazer uma pesquisa de preços.

Está planejando comprar um veículo financiado? Tem ideia do quanto se paga em juros nesse tipo de transação? Na ânsia de comprar um veículo, muita gente se deixa levar pelas ofertas tentadoras anunciadas pelas empresas e, se a prestação cabe no bolso, muitos tomam uma decisão sem analisar as vantagens e desvantagens do financiamento nem considerar a depreciação do veículo até o pagamento da última prestação.

A compra financiada de um veículo deve ser analisada com cautela para encontrar as melhores condições e ainda assim negociar os valores. Para saber quanto você pagará de juros, faça uma simulação.

As principais informações para calcular o valor total dos juros são o valor do bem a ser financiado, a taxa mensal de juros e o prazo do financiamento.

Depois faça o cálculo do financiamento para saber quanto o veículo custará ao final do prazo.

A diferença entre o valor final do financiamento e o preço do veículo corresponde aos juros totais que você pagará até a última prestação. Vale lembrar que algumas empresas cobram outras taxas. Veja um exemplo, no qual não estão incluídos o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e outras taxas. Confira o exemplo a seguir:

  • Valor do veículo: R$ 50.000,00;
  • Prazo de financiamento: 60 meses;
  • Taxa mensal de juros: 1%;
  • Valor da prestação: R$ 1.112,22;
  • Valor total: R$ 66.733,34;
  • Valor total de juros: R$ 16.733,34.

Não se iluda com a publicidade de revendedoras que anunciam a venda de veículos com taxa zero. Isso não existe! O ideal é fazer a pesquisa de mercado e solicitar ao vendedor especifique todos os detalhes do custo efetivo total. Comparando os orçamentos você terá mais força na hora de negociar a compra do veículo.

Financiamento de veículo: 3 dicas para uma compra segura

Analise seu orçamento

Antes de comprar um veículo financiado faça uma análise detalhada de seu orçamento.

Organize em uma planilha todas as suas fontes de receita mensal, além dos custos fixos e variáveis para saber se há margem para mais uma despesa a longo prazo, o que inclui a prestação de veículo, gastos com IPVA, licenciamento, seguro, manutenção, entre outros. É importante pensar a longo prazo para não correr o risco de perder todo o dinheiro investido no veículo por falta de pagamento.

Limite o comprometimento de renda

Não comprometa mais que 30% da renda mensal com o pagamento de prestações de compras financiadas e empréstimos.

É melhor quitar as dívidas antes de contrair mais uma e, especialmente em tempos de crise econômica, é importantíssimo analisar os riscos e incertezas do mercado.

Se você sobreviveu até o momento sem um veículo, pode esperar um pouco mais para tomar uma decisão mais sensata. Caso contrário, o sonho acaba em pesadelo.

Leia também:  Como alterar a letra da partição do sistema no windows xp

Faça pesquisa de preços

Após analisar o orçamento, você saberá quanto poderá gastar ao mês com a compra de um veículo financiado, com ou sem entrada. Defina também que tipo de veículo deseja comprar (marca, modelo, ano, básico, completo).

Com isso em mente fica mais fácil pesquisar os preços (à vista e a prazo) e comparar valores e condições de pagamento oferecidas por cada empresa pesquisada. A compra de um veículo deve ser planejada e decidida com calma. Não se deixe levar pela pressão que alguns vendedores fazem quando o cliente demonstra interesse em um veículo.

O mais importante é comprar o veículo que você precisa, dentro das condições que você possui. É importante demonstrar segurança durante a negociação.

Imagem: © Depositphotos.com / Just_One_Pic

Como calcular juros de financiamento no Excel

Por César França | Curiosidades

Como Calcular o Financiamento de um Carro no Excel

Financiamentos são coisas bastante úteis quando utilizadas com inteligência. Geralmente só ouvimos falar de financiamentos quando o assunto é compra de carros ou imóveis.

No entanto eles estão muito mais presentes do que imaginamos. Por exemplo, ao comprar coisas e dividir no cartão de crédito, estamos adquirindo uma espécie de financiamento, mas com crédito pré-aprovado e – normalmente – sem juros!

Mas quando entram os juros… você sabe calcular o valor das parcelas?

Veja neste post algumas dicas para calcular o valor de parcelas e valor dos juros envolvidos em um financiamento.

COMO CALCULAR O VALOR DAS PARCELAS DE UM FINANCIAMENTO

Usando a fórmula PGTO(taxa;nper;pv)

  • taxa é a taxa de juros;
  • nper é o número de parcelas;
  • pv é o valor presente do bem a ser adquirido.

EXEMPLO:

  • um financiamento de 30 mil reais em 60 meses a uma taxa de 2%, você deve digitar na sua planilha:
  • =PGTO(2%;60;30000)
  • e o resultado seria
  • -R$ 863,04
  • o que significa que as parcelas seriam de R$ 863,04.

*se o seu excel está em inglês, utilize a fórmula PMT(rate,nper,pv) que funciona exatamente da mesma forma.

COMO CALCULAR A TAXA DE JUROS DE UM FINANCIAMENTO

Usando a fórmula TAXA(nper;pgto;pv)

  • nper é o número de parcelas;
  • pgto é o valor das parcelas do financiamento;
  • pv é o valor presente do bem a ser adquirido.
  1. EXEMPLO
  2. Por exemplo, num financiamento de 20 mil reais em 48 meses, o valor das parcelas é de R$652,04. Então para descobrir a taxa de juros você deve digitar na sua planilha:
  3. =TAXA(48;-652,04;30000)
  4. e o resultado seria
  5. 2%
  6. o que representa a taxa de juros real do financiamento.

*se o seu excel está em inglês, utilize a fórmula RATE(nper;pmt;pv) que funciona exatamente da mesma forma.

OUTRAS CURIOSIDADES

Cuidado com financiamentos automotivos

As taxas de juros reais de financiamentos automotivos são geralmente maiores do que as anunciadas pelos revendedores nas lojas. Como exemplo, há quinze dias atrás estive numa concessionária que dizia que a sua taxa de juros era de 1,75%.

No entanto, ao fazer a simulação dos pagamentos das percelas, a taxa de juros real chegou a 2,9%. Além disso, eles ainda acrescentaram no cálculo a TAC – Taxa de Abertura de Crédito – que foi legalmente extinta há algum tempo.

Abra o olho na hora de comprar o seu carro!

Comprando com o cartão de crédito

Toda loja que dispõe das maquinetas de cartões de créditos teoricamente pode dividir em muitas vezes – com juros – o seu pagamento.

No entanto, isto não acontece na prática por que os vendedores não sabem – ou simplesmente têm preguiça – de calcular o valor das parcelas com o acréscimo dos juros.

O mais comum é que eles ofereçam no máximo a quantidade de vezes sem juros que eles tem contratado da operadora.

O impacto dos juros de um financiamento

Ao adquirir o financiamento de 60 meses de um carro custando 30 mil reais a 2% de juros, o valor das parcelas seriam de R$ 863,00.

No entanto, se você conseguisse se segurar, e depositar mensalmente a quantia de R$ 863,00 num investimento rendendo 0,5% ao mês, no final dos 60 meses você teria acumulado um pouco mais de R$ 60 mil, dinheiro suficiente para comprar 2 carros do mesmo valor do que seria financiado!

Planilha de simulação de financiamento e parcelas no Excel 4.0

Precisando criar uma simulação de financiamento? Então confira esta dica que trouxemos hoje para você. Ela serve tanto para você que fez ou fará uma compra ou empréstimo ou para você que é lojista e quer entregar um resumo das prestações aos seus clientes e assim facilitar tanto a sua quanto a vida dele.

A planilha de hoje chegou até nós através do e-mail. Ela foi criada pelo nosso leitor Moacir Carocia, que gentilmente, quis ceder seu conhecimento com os demais leitores do site.

A utilização dela é muito simples. São apenas 2 telas, na primeira delas temos alguns campos a serem preenchidos, como Valor líquido da compra ou empréstimo; o número de parcelas; a taxa de juros que será aplicada ao seu cálculo.

Preenchidos estes 3 campos, logo abaixo o Excel te dará o valor de cada parcela, o valor total após a incidência dos juros e por fim o total cobrado como juros individualmente, para que você saiba será o negócio será proveitoso ou não.

Na segunda planilha o Excel gera uma tela com os dados para impressão. Assim você não se perderá nunca mais nas contas. A formatação é a mais simples possível, sem cores, desenhos, etc. tudo para uma impressão mais simples e objetiva.

A planilha calcula quantas parcelas você quiser, mas exibe no máximo 60 delas (5 anos) na tela de impressão. Mas se você quiser mais não será problema, você apenas terá de usar a alça de preenchimento e pronto.

Fácil, certo? Então clique no botão abaixo para o download. E se tiver alguma planilha que queira compartilhar com os colegas, entre em contato conosco. Não tem, mas tem uma ideia? Então conte-nos e em breve disponibilizaremos a mesma no site.

Versão 2.0

Hoje, em 13/10/2015 colocamos no ar a nova versão da planilha de financiamento e parcelas. Agora você pode simular até 90 prestações e utilizar os métodos Price, Sac ou Direto, Agradecimentos especiais ao Moacir Carocia, nosso leitor e criador da planilha.

Versão 3.0

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*