Como calcular a massa percentual: 13 passos (com imagens)

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

A base do sistema pecuário no Brasil está fundamentada no uso de massa de forragem tropicais. Esse sistema, desde que bem manejado, permite a produção de bovinos de maneira sustentável e economicamente viável. É esta também a característica que confere ao país uma posição de destaque no cenário mundial da carne, e nos coloca como um dos principais players deste mercado.

Por outro lado, quando olhamos ao analisar os números médios da cadeia pecuária brasileira, nos deparamos com índices muito aquém do desejado, frutos do mau uso e manejo do pasto, o que de certa forma confere incoerência ao sistema.

A questão é que: se o pasto é a base da produção e seu uso é o definidor de toda sustentabilidade econômica do sistema, porque cuidamos – na maioria das vezes – mal desse recurso? Ainda, por que encontramos tantas áreas mal manejadas e em estado crítico de degradação?

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

  • O primeiro passo a ser dado para começarmos a cuidar melhor dos pastos da fazenda é conhecer sua produção por hectare e, a partir desse valor, ajustar a lotação e buscar boas práticas de manejo.
  • Sendo assim, preparamos um guia prático que mostra como calcular a massa de forragem no piquete. Confira:
  • 1ª Etapa: Definir o ponto de amostragem

Antigamente, quando falávamos em amostragem de forragem, a técnica utilizada era “a lanço”. Jogava-se ao acaso um quadrado de área conhecida e o ponto onde o quadrado caía era amostrado. Hoje em dia não se utiliza mais esta técnica, uma vez que, ao lançar ao acaso o quadrado, ele pode cair em uma área que não represente a situação real do piquete, resultando em erros na estimativa.

Assim, utilizar a altura média do pasto como critério para escolha do ponto a ser amostrado, permite uma estimativa da massa de forragem de forma mais assertiva.

Para obter essa altura média, devemos caminhar em “zig-zag” pelo piquete, parando em intervalos iguais de deslocamento (por exemplo: a cada 20 passos) e realizar a leitura da altura em cada uma das paradas. Importante ressaltar que, durante a tomada dos pontos de altura, deve-se percorrer toda a área do piquete e medir pelo menos 50 pontos diferentes.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

A partir dos valores obtidos – mínimo de 50 pontos – o valor da altura média é obtido pelo somatório de todos os pontos, divido pelo número de pontos, como demonstrado abaixo:

Ponto Altura Ponto Altura Ponto Altura Ponto Altura Ponto Altura
1 20 11 15 21 33 31 12 41 32
2 26 12 47 22 21 32 36 42 12
3 34 13 32 23 27 33 41 43 25
4 48 14 9 24 15 34 25 44 24
5 12 15 15 25 19 35 28 45 19
6 5 16 12 26 32 36 29 46 35
7 29 17 24 27 33 37 31 47 43
8 30 18 29 28 21 38 19 48 29
9 10 19 30 29 9 39 12 49 38
10 8 20 24 30 5 40 25 50 27

Soma da altura de todos os pontos = 1.216

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

  1. Com o tempo e um bom treinamento, é possível “ajustar o olho” para identificar pontos que representem a condição média do piquete, permitindo a amostragem direta sem a mensuração da altura.
  2. No entanto, mensurar a altura e correlacioná-la com a massa amostrada, pode ser interessante do ponto de vista prático, uma vez que a criação de um banco de dados associando estas duas variáveis pode resultar na não necessidade de amostragem e utilização da altura como ferramenta de predição da massa de forragem no futuro.
  3. 2ª Etapa: Como amostrar

Com a altura média em mãos, é possível encontrar – ao longo do piquete – pontos que representem tal altura para a coleta de amostra. Em áreas uniformes, a amostragem de 3 pontos é suficiente para uma boa estimativa, já em áreas mais desuniformes, recomenda-se fazer a coleta em pelo menos 5 pontos.

Normalmente em forrageiras como as brachiarias e cynodons a amostragem de uma área de 0,25m² (quadrado de 0,5 X 0,5 m) é suficiente para uma boa estimativa, já no caso de forrageiras que tendem a formar touceiras, como no caso do capim Tanzânia, recomenda-se a amostragem de pelo menos 1 m² (quadrado 1,0 x 1,0 m).

Achado o ponto, posicione o quadrado delineando a área a ser amostrada e corte todas as plantas que estiverem dentro do quadrado. Para a estimativa da massa de forragem total, o corte deve ser feito rente ao solo. No caso da estimativa da massa de forragem no extrato pastejável, realiza-se o corte na altura de saída dos animais.

Após o corte, coloca-se as amostras em um saco, pesando-a na sequência. Importante saber o peso do saco para descontar esse valor no peso da amostra na hora de realizar os cálculos.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)
Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)
Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

3ª Etapa: Descobrindo a matéria seca (MS)

Após a pesagem da amostra coletada, retira-se uma sub-amostra para determinação da matéria seca (MS). Para isso, dois métodos práticos podem ser usados para definir a matéria seca na fazenda: micro-ondas ou koster.

Para medir a matéria seca utilizando o micro-ondas, devemos pesar 100 gramas da sub-amostra em um recipiente de vidro e coloca-la no micro-ondas, não esquecendo de colocar um copo com água para evitar que o material queime e vire cinzas. Em seguida, ligar o micro-ondas em potência média, pesando em intervalos de 1 minuto, até que o peso da amostra se estabilize.

Não esqueça de descontar o peso do recipiente de vidro no valor final obtido. Como utilizamos 100 gramas de amostra inicialmente, o peso final da amostra corresponde à porcentagem da matéria seca do material.

Caso não tenha utilizado 100 gramas de amostra, é possível calcular a porcentagem de MS da amostra dividindo o peso inicial da amostra pelo peso final multiplicado por 100.

Na estimativa da matéria seca através do koster, devemos pesar e colocar 100 gramas da sub-amostra na peneira do equipamento. O ideal é utilizar esse equipamento em locais protegidos do sol, chuva e vento, porque assim evitamos interferências externas no processo.

Deixar a sub-amostra no koster durante 30 minutos, pesando em seguida e anotanto o peso. Após passarem 30 minutos da primeira pesagem, pesá-la em intervalos de 10 minutos, até que o peso se estabilize.

O peso final da amostra corresponderá à porcentagem da matéria seca do material.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)A: Koster / B: Micro-ondas

  • 4ª Etapa: Calculando a massa de forragem
  • Com o valor da MS da sub-amostra obtida através dos métodos da estufa, micro-ondas ou koster, podemos corrigir para o valor de matéria seca, o peso da amostra da forragem coletada no quadrado.
  • Com o valor da porcentagem de MS da sub-amostra calculamos a quantidade de MS da amostra colhida no campo (quadrado), como apresentado abaixo:

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Para calcular a quantidade de MS por hectare basta realizar uma regra de três a partir da quantidade de MS obtida no quadrado. Sabendo que um hectare apresenta 10.000 m² e conhecendo a área amostrada – nesse caso considerou-se um quadrado de amostragem de 0,25m² (0,5 X 0,5 m) – seguimos com os cálculos:

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

  1. Agora com a quantidade de matéria seca disponível por hectare, podemos definir quantos animais colocaremos na área (taxa de lotação), assunto este que será abordado no próximo texto.
  2. Lembre-se:
  3. – Sem objetivos definidos não é possível planejar, sem planejar não podemos medir e se não medirmos o resultado pode ser catastrófico.
  4. – A falta de planejamento se torna uma grande vilã em qualquer negócio, seja no mundo corporativo, seja em grandes operações ou até mesmo em pequenas propriedades.
  5. – Para que o animal consiga “colher” a forragem da melhor maneira, o manejo da pastagem deve buscar o equilíbrio entre a oferta de forragem e taxa de lotação.

– É possível calcular a quantidade de folhas verdes – ou outra parte da planta – por hectare, para isto basta separar as diferentes partes da planta da sub-amostra, realizar o cálculo da MS e calcular qual a porcentagem de folhas existe na sub-amostra. A quantidade de folhas verdes por hectare é obtida multiplicando a MS por hectare pela porcentagem de folhas na sub-amostra.

Agroceres Multimix. Muito Mais que Nutrição.

Futebol e matemática: A geometria do pênalti

No campo de futebol, dentro da grande área, há uma marca a 11 metros do ponto médio da linha do gol, para que seja feita a cobrança de uma falta chamada “pênalti”.

O goleiro fica sobre essa linha, entre duas traves que são paralelas, com uma distância entre elas de 7,32 metros, e sob uma terceira trave, cuja borda fica a 2,44 metros do solo.

Leia também:  Como alterar uma página para o modo paisagem no microsoft word no windows ou mac

Com essas informações, para realizar uma análise geométrica utilizaremos a cor azul para as traves verticais, a cor laranja para a trave que fica sobre a cabeça do goleiro e a cor vermelha para representar a distância de 11 metros da marca do pênalti até a linha do gol:

  • Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

A cobrança usual do pênalti é feita por meio de um tiro direto, e uma das consequências é que a trajetória da bola, em função da distância e da velocidade, pode ser considerada, em grande parte das experiências, uma linha reta. Assim, faremos a visualização da vista lateral desses chutes, pontilhando as trajetórias das bolas em direção ao gol:

  • Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

No esquema dessa vista lateral, identificamos vários triângulos retângulos, nos quais a linha vermelha e a trave azul são os catetos, enquanto que a linha pontilhada é a hipotenusa. Das três medidas, somente o cateto de cor vermelha é constante, com valor igual a 11 metros, enquanto que as outras duas mudam de valor conforme o ângulo formado entre a linha pontilhada e a linha vermelha.

Para organizar o nosso estudo, representaremos esse ângulo pela letra G; a medida da altura que a bola passa pela trave por y (cor azul); e o comprimento da linha pontilhada por x:

  • Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

As relações matemáticas entre essas medidas, sejam elas constantes ou variáveis, podem ser exploradas a partir das definições do cosseno, do seno e da tangente, tendo como referência o ângulo G.

No entanto, se quisermos descobrir o valor aproximado de G, para que a bola passe rente à parte inferior da trave que se encontra sobre a cabeça do goleiro, perceberemos que, para essa situação limite, a tangente será o melhor recurso, pois evita o cálculo da hipotenusa:

cos G = cateto adjacente hipotenusa = 1 1 m x
sen G = cateto oposto hipotenusa = 2 , 4 4 m x
tg G = cateto oposto cateto adjacente = 2 , 4 4 m 1 1 m ⇒ tg G = 2 , 4 4 1 1 = 0 , 2 2

Com a informação de que o valor máximo de y é 2,44 metros, calculamos o valor da tangente de G e, logo depois, o valor aproximado de G (por meio de uma tabela):

tg G = 2 , 4 2 1 1 ⇒ tg G = 0 , 2 2 ⇒ G ≅ 1 3 ?

Concluímos que o ângulo G deverá estar no intervalo de 0o (bola rasteira) chegando ao valor máximo aproximado de 13o no plano vertical da vista lateral. Os valores possíveis desses ângulos são interpretados também como as linhas de latitude da bola em direção ao gol. Podemos indicar alguns desses valores no nosso desenho, por meio de linhas também pontilhadas:

  • Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Vamos agora analisar essa cobrança de pênalti vista de cima. Dessa posição vemos a trave cor laranja, que fica sobre a cabeça do goleiro, e a linha vermelha, que representa a distância da marca do pênalti até o gol.

Novamente identificamos vários triângulos retângulos, só que, dessa vez, em um plano horizontal, e em regiões simétricas, tendo a linha vermelha como eixo.Para esta nova posição, definiremos como K o ângulo formado entre a linha pontilhada da trajetória da bola e a linha vermelha.

Assim, podemos escrever a tangente desse ângulo, não esquecendo que deveremos explorar tanto do lado esquerdo como do lado direito do jogador que está cobrando o pênalti.

Qual será o valor aproximado do ângulo K para o jogador marcar um belo gol rente à trave direita do goleiro? O primeiro passo é interpretar o valor máximo do cateto oposto a K, que, nessa condição também limite, será a metade do tamanho da trave laranja:

  • 7,32 : 2 = 3,66 m
  • O valor da tangente de K que será a razão do cateto adjacente, igual a 11 metros, pelo valor máximo do cateto oposto, que, como vimos, é igual a 3,66 m. Com mesmo procedimento anterior, calculamos o valor da tg K e, por meio de uma tabela, achamos o valor aproximado de K:
  • Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Assim, esse ângulo K poderá ser explorado tanto do lado esquerdo como do lado direito de quem está cobrando o pênalti, no intervalo de 0o a 19o. Essas medidas também são interpretadas como longitude da bola ao ser chutada a gol. Novamente indicaremos parte desses valores por meio de linhas pontilhadas:

  • Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Com lápis e papel, agora você pode explorar os conceitos de latitude e longitude, para se divertir com as possíveis posições da bola colocada pelo cobrador do pênalti. Será que em uma latitude de 10o e longitude 17o à direita, o goleiro defende?

  • Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Percentual de gordura: a medida mais importante do corpo

Percentual de gordura. Este único item, que tão pouca atenção recebe da maioria das pessoas que tentam vencer o desafio de Entrar em Forma, pode ser o principal responsável por uma verdadeira revolução na estética do seu corpo.

A maioria das pessoas – e mesmo da mídia especializada – foca em muitos aspectos: peso na balança, medidas de perímetro do corpo, tamanho do braço, tamanho da barriga, tamanho da perna, fotos de antes e depois…

Todos esses dados podem ser importantes para quem quer modificar o corpo, mas nenhum deles é tão importante – tanto para a saúde quanto para a estética – do que o percentual de gordura.

Mas por que, então, pouca gente dá a atenção devida a ele? É que o percentual de gordura é difícil de calcular e difícil de acompanhar a evolução. Mesmo quem tem uma ideia dele, geralmente está subestimando-o.

O percentual de gordura, como o próprio nome indica, é a quantidade de gordura no seu corpo, comparado com tudo o mais (ossos, órgãos, tecidos, músculos, água, sangue etc.).

A importância dele na aparência do seu corpo é vital. Pense em um daqueles participantes de competições como O Homem Mais Forte do Mundo.

Percentual de gordura e força

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Por que eles, apesar de conseguirem virar pneus de caminhão com certa facilidade, não possuem braços “malhados” nem uma barriga “tanquinho”?

É simples. Eles mantém um percentual de gordura no corpo relativamente alto para terem mais força. O objetivo é força, não estética.

Não é que eles não tenham os músculos desenvolvidos. É que simplesmente há uma camada de gordura cobrindo esses músculos hipertrofiados.

Já se você olhar um participante de competições de fisiculturismo, verá que aqui o percentual de gordura tende a ser extremamente baixo, tão baixo quanto 3% a 4%.

Isso porque, quanto menor for o percentual de gordura, mais os músculos trabalhados na academia ficarão visíveis para os jurados do concurso.

Qual o percentual de gordura do corpo ideal?

A primeira coisa que você precisa saber é que há grandes diferenças na composição corporal entre homens e mulheres. Por exemplo, um atleta profissional masculino pode estar em grande forma ostentando 10% de gordura, enquanto uma atleta feminina teria estética equivalente com um percentual entre 18% e 20%.

A tabela abaixo é a mais utilizada para padrões de percentual de gordura. Você deve mirar os padrões de seu gênero e idade considerados Excelente, ou no mínimo Bom, de acordo com Pollock & Wilmore (1993).

Percentual de gordura ideal para homens:

Nível/Idade18 a 2526 a 3536 a 4546 a 5556 a 65Excelente

Bom

Acima da média

Média

Abaixo da média

Ruim

Muito ruim

4 a 6% 8 a 11% 10 a 14% 12 a 16% 13 a 18%
8 a 10% 12 a 15% 16 a 18% 18 a 20% 20 a 21%
12 a 13% 16 a 18% 19 a 21% 21 a 23% 22 a 23%
14 a 16% 18 a 20% 21 a 23% 24 a 25% 24 a 25%
17 a 20% 22 a 24% 24 a 25% 26 a 27% 26 a 27%
20 a 24% 20 a 24% 27 a 29% 28 a 30% 28 a 30%
26 a 36% 28 a 36% 30 a 39% 32 a 38% 32 a 38%

Percentual de gordura ideal para mulheres:

Nível/Idade18 a 2526 a 3536 a 4546 a 5556 a 65Excelente

Bom

Acima da média

Média

Abaixo da média

Ruim

Muito ruim

13 a 16% 14 a 16% 16 a 19% 17 a 21% 18 a 22%
17 a 19% 18 a 20% 20 a 23% 23 a 25% 24 a 26%
20 a 22% 21 a 23% 24 a 26% 26 a 28% 27 a 29%
23 a 25% 24 a 25% 27 a 29% 29 a 31% 30 a 32%
26 a 28% 27 a 29% 30 a 32% 32 a 34% 33 a 35%
29 a 31% 31 a 33% 33 a 36% 35 a 38% 36 a 38%
33 a 43% 36 a 49% 38 a 48% 39 a 50% 39 a 49%

Limite saudável

Como você deve ter notado, não é saudável manter um percentual de gordura extremamente baixo. Mesmo os fisiculturistas só mantêm aqueles percentuais baixíssimos para os dias de competição.

A gordura em nosso corpo é essencial para a sobrevivência, protegendo nossos órgãos internos e servindo como reserva de energia quando passamos muito tempo sem comer.

Leia também:  Como bloquear um email no gmail: 6 passos (com imagens)

Se o seu objetivo é ter um corpo “de capa de revista”, como aqueles que você vê estampando a Men’s Health ou a Boa Forma mês após mês, você deve tentar enquadrar-se no nível Excelente.

Com isso, você terá removida a capa de gordura que fica entre os seus músculos e a sua pele. Se os seus músculos estão treinados na academia ou em algum esporte específico, provavelmente eles ficarão bem aparentes.

Por exemplo, para ter a famosa barriga tanquinho, um homem precisa ter de 8% a 11% de gordura, enquanto uma mulher ficaria na faixa dos 15% a 17%.

É preciso lembrar que o seu percentual de gordura não está diretamente relacionado à sua massa magra. Assim, se você apenas tiver um percentual de gordura baixo sem nenhum desenvolvimento muscular, não terá um corpo de aparência musculosa.

Como essa tabela não é nada ilustrativa, o site BuiltLean elaborou o diagrama abaixo, com fotos de homens e mulheres nas diversas faixas de percentual de gordura:

Percentual de gordura no homem

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

As duas primeiras fotos são para fisiculturistas ou competidores.

Como dissemos, não é saudável manter esse percentual de gordura tão baixo no longo prazo. Esses competidores geralmente atingem um pico momentâneo, no dia da competição, para ficar com um percentual tão baixo. O seu alvo deve ser a terceira foto, com um percentual de gordura por volta de 10%.

Percentual de gordura na mulher

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

A mesma regra vale para as mulheres. Seu alvo deve ser a terceira foto, com um percentual de gordura na faixa dos 20%. Tenha sempre em mente que o corpo da mulher é diferente do corpo dos homens. Elas naturalmente possuem mais gordura corporal.

Se você é mulher e está tentando engravidar, há quem recomende que o percentual não fique abaixo de 15%.

Se o seu objetivo é apenas manter-se saudável, pode mirar na faixa do “Acima da média”, da tabela inicial, apenas por garantia.

Como calcular o percentual de gordura?

O grande problema do percentual de gordura é que ele é muito difícil de medir com exatidão e, por consequência, de acompanhar a sua evolução.

Nas avaliações físicas das academias de ginástica, por exemplo, é comum o uso de adipômetros para mensurar o percentual de gordura.

O avaliador pega algumas dobras cutâneas (na barriga, no peito, no tríceps etc.) e faz um cálculo estimado de qual é o seu percentual de gordura total.

Esse procedimento é muito inexato, pois uma pessoa pode acumular mais gordura em áreas onde o avaliador não mediu, e assim ter um percentual de gordura maior. Ou o inverso.

Um outro método popular – e tão inexato quanto – é a bioimpedância. Esse é o método utilizado por aquelas balanças de banheiro que afirmam que conseguem medir o percentual de gordura.

Na bioimpedância, você sobe descalço em uma balança e um sinal elétrico percorre o seu corpo e estima o percentual de gordura com base no tempo que o sinal levou para percorrer o seu corpo.

O problema é que os dados variam muito, mesmo se você subir na balança poucos segundos após a medida. Dessa forma, não parece ser um método preciso para o acompanhamento de que você precisará.

Aparelhos específicos

Então, como calcular com máxima exatidão o seu percentual de gordura? Usando uma cápsula com pressões alternadas de ar chamado Bod Pod.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Essa cápsula branca é o BodPod

Esse aparelho calcula o seu percentual de gordura utilizando o deslocamento do ar para medir a massa, volume e densidade do seu corpo.

O problema é que ele é difícil de ser encontrado (no Brasil, está disponível na Clínica Corpometria) e não é exatamente barato.

Existem outros métodos tão acurados quanto. Por exemplo, a absorciometria de feixe duplo de raios X (DEXA, na sigla em inglês) e o sistema de ultrassom (Bodymetrix).

O método do olho

  • Se os métodos disponíveis não são acurados, como medir e acompanhar o seu percentual de gordura?
  • Uma saída a ser utilizada é bater fotos periodicamente e ir acompanhando a sua evolução no olho, ao mesmo tempo em que se utiliza o adipômetro para ter uma estimativa numérica do que se está vendo na foto.
  • Lembre-se de sempre bater as fotos no mesmo local (mesma distância entre a câmera e o seu corpo), com as mesmas (poucas) roupas, com a mesma iluminação (de preferência janelas fechadas e luz artificial acesa) e na mesma hora do dia (o ideal é logo ao acordar, depois de ir ao banheiro).

A melhor forma de baixar o seu percentual de gordura

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

O segredo para baixar o percentual de gordura está na combinação de exercícios intensos (musculação e sprints) com uma dieta rica em gorduras e baixa em carboidratos.

A musculação irá ajudar a preservar ou crescer a massa muscular, que requer do corpo mais energia para ser mantida do que a massa gorda. Os sprints – de preferência aqueles conhecidos como HIIT (High Intensity Interval Training, ou Treinamento Intervalado de Alta Intensidade) – aceleram o metabolismo e criar um efeito de queima calórica mesmo após o fim do exercício.

Ambos são necessários, mas o essencial mesmo para um baixo percentual de gordura é uma dieta rigorosa, em que você consuma apenas alimentos de verdade, com alto teor de gordura e proteína e baixo teor de carboidratos.

Pode parecer contraditório ingerir gordura para queimar gordura, mas é exatamente essa a lógica. Uma vez que você estará consumindo regularmente boas gorduras na sua alimentação, o corpo não necessitará manter uma reserva de gorduras na sua barriga, braços, pernas etc.

Isso deve ser combinado com uma baixa ingestão de carboidratos, geralmente abaixo da casa dos 100 gramas por dia. Quando você restringe o consumo de carboidratos, o corpo “troca” sua fonte de energia primária, passando a utilizar gordura em vez de açúcar.

O que faz o percentual de gordura aumentar

https://www.youtube.com/watch?v=mNYlIcXynwE

A maneira mais segura de fazer isso é consumindo apenas alimentos de verdade, tal qual explicamos no post sobre a Paleodieta.

Não tenha pressa no processo. Preocupe-se mais com a consistência.

Se você estiver no nível “Muito Ruim” na tabela, não adianta querer do dia para a noite passar para o nível “Excelente”.

Lembre-se de que para chegar ao nível “Muito Ruim” você teve muito “trabalho”. Foram anos comendo porcaria, acumulando um pouco de gordura a cada dia, até chegar a esse fundo do poço.

O caminho de volta será feito da mesma forma, um passo de cada vez, queimando a cada dia um pouco dessa gordura reservada.

Foque-se mais em consistência em moderação do que em velocidade. Comemore cada dígito que você baixar no seu percentual de gordura e vá evoluindo na tabela nível a nível, até chegar ao seu objetivo ideal.

Transportando um punhado de areia a cada dia, em breve você fará uma montanha. De músculos.

Bônus: livro Mude Seu Corpo

A maneira mais efetiva para você baixar radicalmente o percentual de gordura do seu corpo é por meio da alimentação correta. Ela é responsável por 80% ou mais dos seus resultados!

  1. Mas o que seria essa alimentação correta?
  2. Nós a explicamos detalhadamente em nosso e-book Mude Seu Corpo, que você pode baixar de graça, por tempo limitado, informando seu e-mail no formulário abaixo:
  3. Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)
  4. Baixe aqui o ebook Mude Seu Corpo
  5. O livro traz absolutamente tudo o que você precisa saber sobre o método cientificamente comprovado que te faz emagrecer e ter mais saúde comendo quando e quanto você quiser, sem ter que contar calorias, sem ter comer de três em três horas, sem ter que se matar na academia e sem ter que comer feito um passarinho.
  6. Clique aqui para baixar gratuitamente o e-book Mude Seu Corpo.

P.S.Se você tem interesse em estilo de vida saudavel, veja esta aula especial do projeto Natugood mostrando como a resistência a um hormônio chamado leptina pode estar impedindo você de chegar ao corpo dos seus sonhos. Clique aqui para ver a aula.

Título ou porcentagem em massa de uma solução. Título em massa

O título (τ) de uma solução refere-se à relação entre a massa do soluto (m1) e a massa da solução (m), segundo a expressão abaixo:

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

A massa da solução pode ser obtida somando-se a massa do soluto com a massa do solvente (m = m1 + m2).

Leia também:  Como amamentar no peito (com imagens)

O título é adimensional, isto é, um número puro e sem unidades. No entanto, se você quiser expressar essa relação em porcentagem em massa (τ%), basta multiplicar o resultado por 100%.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Assim, quando dizemos que determinada solução possui título igual a 0,35, isso significa que para cada unidade de massa da solução há 0,35 unidade de massa de soluto e 0,65 unidade de massa de solvente.

Um exemplo bastante comum do uso da porcentagem no cotidiano ocorre em soluções aquosas, como é o caso do soro fisiológico. O soro fisiológico é uma solução de NaCl (cloreto de sódio – sal de cozinha), que apresenta uma porcentagem em massa de 0,9 %. Isso significa que existem 0,9 grama de NaCl para cada 100 gramas de solução. Assim, podemos concluir que seu título é 0,009.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

O exemplo é uma solução líquida, mas o título é usado para exprimir a concentração em qualquer estado de agregação (sólido, líquido ou gasoso).

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

No caso de soluções em que todos os componentes são gasosos ou são líquidos é possível também calcular o título em volume (τv), por relacionar o volume do soluto com o volume da solução (v), segundo a fórmula:

O título em volume também pode ser expresso em porcentagem:

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

A diferença que existe quando se trabalha com o título em volume é que no título em massa, conforme dito anteriormente, a massa da solução pode ser obtida somando-se a massa do soluto com a massa do solvente.

Já aqui isso não é possível, isto é, não podemos somar o volume do soluto com o volume do solvente para obter o volume da solução. Isso ocorre porque as forças intermoleculares existentes entre esses líquidos alteram os seus volumes quando se misturam.

Portanto, o volume da solução deve ser medido experimentalmente ou fornecido no exercício.

Por exemplo, a seguir temos a imagem de um frasco de álcool etílico que indica a porcentagem em volume de 96%. Isso quer dizer que em cada 100 unidades de volume da solução, 96 unidades são do álcool e apenas 4 são de água.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Cálculo Estequiométrico: Pureza dos Reagentes

  • O Cálculo Estequiométrico, ou Estequiometria, estuda as relações de massa, mol e partículas volume entre reagentes e produtos nas reações químicas.
  • Por isso, como as reações químicas acontecem em proporções definidas, é fácil trabalhar com o cálculo estequiométrico normal, o qual não considera a pureza dos reagentes.
  • Com isso, a pureza de um reagente é o quanto daquela amostra realmente corresponde ao composto que vai reagir.

Por exemplo, em uma massa de 100g de Cobre com 100% de pureza, toda a massa corresponde ao cobre puro.

Mas se a pureza for de 98%, temos 98g de Cobre, e 2 g de impurezas que não vão reagir para formar os produtos esperados.

Estequiometria Passo a Passo

Para entendermos a estequiometria, precisamos, antes de tudo, interpretar o que a questão está pedindo.

De maneira geral, podemos seguir esses passos:

1.Primeiro, escreva a equação química balanceada.

2.Depois, identifique as proporções entre reagentes e produtos.

3.Em seguida, converta as unidades para mol, massa ou volume, conforme pede a questão.

4.Assim, multiplique o reagente em questão pelo seu grau de pureza, para determinar a quantidade que efetivamente vai reagir.

5.Por último, monte uma regra de três com as informações necessárias, onde a incógnita é o que a questão está pedindo.

Cálculo Estequiométrico com Pureza dos Reagentes

Na prática, os reagentes não são 100% puros. Na verdade, é praticamente impossível isolar completamente um composto, mesmo com técnicas de separação modernas e refinadas.

Por isso, o rendimento das reações nunca é 100%. Como os reagentes são impuros, sempre haverá menos produto formado do que o esperado. Assim, no cálculo estequiométrico, é comum que as provas considerem esse percentual de impurezas dos reagentes ao tratar das reações químicas.

Considere uma barra de Cobre com pureza 100%:

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

  1. Dessa forma, podemos afirmar que 100% da massa dessa barra é devida aos átomos de cobre. Porém, na realidade, o cenário poderia ser este:

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Assim, somente 98% da massa dessa barra corresponde a átomos de cobre, enquanto os outros 2% correspondem a outras substâncias indeterminadas, que não participam da reação para formar o produto desejado.

Caso 1: Quantidade de Produto a partir de um Reagente Impuro

  • Sabendo que uma amostra de Cu com 98% de pureza reage com O2 para formar CuO, determine a massa de Óxido de Cobre obtida a partir de 13g de Cu.
  • 2 Cu + O2 → 2 CuO
  • Sabemos também que dispomos de 13g de Cu, dos quais somente 98% correspondem a átomos de cobre, que participam da reação. Dessa forma, precisamos determinar a massa real de cobre:
  • 13g ———– 100%x g ———– 98%
  • x = 12,7 g de Cu

Assim, somente 12,7 g de Cu podem reagir com O2 para formar CuO. Nessa reação, nas proporções estequiométricas ideais, sabemos pelas massas molares que 127 g de Cu formam 159 g de CuO.

Com uma regra de três, matamos o problema:

  1. 127 g Cu ———- 159 g de CuO12,7 g de Cu ———- x g de CuO
  2. x = 15,9 g de CuO
  3. Então, formamos 15,9 g de CuO a partir de 13g de Cu com 98% de pureza.

Caso 2: Cálculo estequiométrico da Pureza de um Reagente

Para obtenção de cobre metálico, pode-se reduzir o CuO, produzindo Cu° e O2. A partir de 20g de CuO, obteve-se 15g de Cu. Determine a pureza do Óxido de Cobre.

  • 2 CuO → 2 Cu° + O2 
  • Desse modo, sabemos que 159 g de CuO podem produzir 127 g de Cu, pelas suas massas molares e coeficientes estequiométricos.
  • Podemos determinar qual deveria ser a massa de CuO necessária para obtermos as 13 g de Cu.
  • 159 g de CuO ———— 127 g de Cu x g de CuO ———— 17g de Cu
  • x = 18,8 g de Cu

Dessa forma, para se produzir 15g de Cu, precisaríamos de 18,8 g de CuO com 100% de pureza. Entretanto, a amostra inicial era de 20g. Isso significa que temos 20 g – 18,8g = 1,2 g de impurezas.

  1. Determinando a pureza:
  2. 20 g de Cu ———- 100% 18,8 g de Cu ———- x %
  3. x = 81,5% de pureza.
  4. Assim, o reagente inicial, CuO, era somente 94% puro.

Caso 3: Cálculo do Rendimento de Uma Reação com Impurezas

20g de Óxido de Cobre com 98% de pureza reagem para formar 10g de Cu. Determine o rendimento da reação.

  • 2 CuO → 2 Cu° + O2 
  • Dessa forma, precisamos determinar qual a massa real de CuO na amostra, retirando-se os 2% de impureza:
  • 20 g de CuO ——- 100% x g de CuO ——- 98%
  • x = 19,6 g de CuO.

Assim, somente 19,6 g de CuO podem reagir. Pelas proporções estequiométricas, sabemos que 159g de CuO formarm 127 g de Cu.

  1. 159 g de CuO ——— 127 g de Cu19,6 g de CuO ——— x g de Cu
  2. x = 15,6 g de Cu

Portanto, para um rendimento de 100%, os 19,6 g precisariam formar 15,6 g de Cu. Porém, foram formados somente 10 g. Agora, podemos calcular o rendimento:

  • 15,6 g de Cu ———- 100% de rendimento10 g de Cu ———- x % de rendimento
  • x = 64,1% de rendimento
  • Assim, o rendimento total da reação foi de 64,1%.

Caso 4: Estequiometria com Pureza + Rendimento

Uma massa de 40 g de CuO com 98% de pureza é reduzida para formar Cu com 90% de rendimento. Determine a massa de Cu obtida.

2 CuO → 2 Cu° + O2 

Enfim, podemos seguir os seguintes passos:

1.Determinar a massa real do reagente impuro;2.Determinar a massa de Cu formada para o rendimento máximo (100%);

3.Determinar a massa real de Cu obtida com o rendimento fornecido (90%).

Dessa forma, 38 g com 98% de pureza corresponde a 37,2 g de CuO.

40 g.0,98 = 39,2 g.

  1. Sabemos que 159 g de CuO reduzem para formar 127 g de Cu, nas condições estequiométricas perfeitas. Assim, calculamos a massa de Cu obtida para o rendimento total:
  2. 159 g de CuO ———– 127 g de Cu39,2 g de CuO ———– x g de Cu
  3. x = 31,3, g de Cu

Todavia, 31,3 g são para o rendimento total de 100%. Por isso, precisamos determinar qual foi a massa real obtida, com o rendimento fornecido de 90%.

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

  • Então, com uma manipulação, obtemos:

Como Calcular A Massa Percentual: 13 Passos (com Imagens)

Assim, a quantidade obtida é

31,3 g de Cu.0,90 = 28,2 g de Cu.

Ficou afim de praticar mais cálculo estequiométrico envolvendo a pureza dos reagentes? Baixe nosso Ebook gratuito com exercícios das melhores universidades!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*