Como baixar o macos sierra: 13 passos (com imagens)

En esta guía paso a paso, aprenda a activar Adobe Flash Player en el navegador web Safari.

Antes de empezar, compruebe la versión de Safari que se ejecuta en el equipo Mac. Para comprobar el número de versión, elija Safari > Acerca de Safari.

  1. Inicie Safari y elija Safari > Preferencias.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens) Definición de preferencias de Safari

  2. Haga clic en la ficha Sitios web y desplácese hacia abajo hasta llegar a la sección Módulos. Busque la entrada Adobe Flash Player.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens) Búsqueda de la entrada Adobe Flash Player

  3. Haga clic en la casilla de verificación para activar Flash Player.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens) Activación de Flash Player

  4. Seleccione una configuración para usar con Flash Player cuando visite otros sitios web.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens) Selección de una opción de su elección

  5. Puede configurar Flash para sitios web individuales (dominios). Seleccione un sitio web que aparezca en esta ventana; a continuación, seleccione Preguntar, Desactivado o Activado.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens) Permitir que los sitios web utilicen el módulo

  6. Salga de Preferencias cuando haya configurado Flash Player.

  1. Inicie Safari y elija Safari > Preferencias.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens) Definición de preferencias de Safari

    Nota:

    Si está viendo Safari en modo de pantalla completa, desplace el ratón sobre la parte superior de la pantalla del navegador para ver el menú.

  2. Haga clic en la ficha Seguridad. Asegúrese de que las opciones Activar JavaScript y Permitir complementos estén seleccionadas. Haga clic en Configuración de complementos.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens) Configuración de seguridad de Safari 10.0

  3. Seleccione Adobe Flash Player.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

    En el menú desplegable Al visitar otros sitios web, seleccione Activado; a continuación, haga clic en Listo.

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

  4. Para cada sitio web de la lista, elija Activado

    Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

  5. Haga clic en Listo para guardar los cambios.

Sigue estos pasos para limpiar o restaurar de fábrica una Mac

¿Tu computadora Apple está funcionando más lenta de lo habitual? Entonces, probablemente llegó el momento de tomar cartas en el asunto y comenzar todo desde cero.

Si quieres conocer cómo restaurar de fábrica una Mac, te contaremos todo lo que debes saber.

Pero antes presta atención: como borrarás todos tus datos, como documentos, fotografías y aplicaciones, te sugerimos realizar los respaldos necesarios.

Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)Bill Roberson/DIgital Trends

Por lo general, eso de “eliminar todo lo que haya” suele ser motivo de preocupación; pero hay situaciones en las que restaurar tu laptop es necesario. Lo más común es cuando quieres venderla, usando un servicio como eBay o Craigslist. Después de todo, ningún comprador querrá una computadora con un disco duro lleno de datos de otra persona.

Parte del proceso incluye la desautorización de tu computadora en iTunes, lo que eliminará cualquier información de inicio de sesión personalizada. Sin embargo, también deberías restaurar de fábrica una Mac si planeas regalarla a otra persona. Es algo que no toma mucho tiempo, y aquí te explicamos cómo hacerlo paso a paso.

Borra tu Mac

Paso 1: para MacBooks, conecta el adaptador de corriente, para que no te quedes sin batería.

Paso 2: asegúrate de que tu Mac esté conectada a internet, preferiblemente a través de una conexión por cable. Borrar tu disco duro es fácil, pero si lo haces, necesitas acceder a la configuración de fábrica de tu Mac. Apple almacena estos datos de forma remota en sus servidores.

Paso 3: haz clic en el logotipo de Apple en la esquina superior izquierda y selecciona Reiniciar … en el menú desplegable.

Paso 4: una vez que tu Mac se reinicie, presiona las teclas Cmd y R simultáneamente. Mantenlas presionadas hasta que tu equipo muestre un logotipo de Apple, un globo giratorio u otra pantalla de inicio. Esto lo lleva a macOS Recovery.

Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

Paso 5: después de unos momentos, ingresa tu contraseña. La ventana emergente de macOS Utilities aparecerá en tu pantalla. Seleccione Utilidad de discos en la lista y haz clic en Continuar.

Paso 6: el disco de inicio de su Mac aparecerá a la izquierda. Por lo general, se denomina “Macintosh HD”, a menos que le cambies el nombre. También aparece otra unidad con la palabra “Datos” añadida al final.

Por ejemplo, si tu disco de inicio es Macintosh HD, deberías ver una unidad etiquetada Macintosh HD – Data.

Si no tienes una unidad de datos, no te preocupes, simplemente pase al Paso 9.

Paso 7: selecciona la unidad de datos, haz clic en Editar en la barra de menú y luego selecciona Eliminar volumen APFS en el menú desplegable. Otra alternativa es, con la unidad de datos seleccionada, hacer clic en el botón menos (-) en la barra de herramientas de la Utilidad de Discos.

Paso 8: en la ventana resultante, haz clic en Eliminar para confirmar. Asegúrate de no hacer clic en Eliminar grupo de volúmenes. Si tienes otras unidades de datos, bórralas también, pero deja solo la unidad Macintosh HD normal.

Paso 9: selecciona tu volumen principal. Generalmente es Macintosh HD. Haz clic en Editar,  ubicado en la barra de menú seguido de Borrar… en el menú desplegable. Asigna un nombre (o quédate con Macintosh HD si lo deseas) y escoge un formato.

Nota: Para el formato de archivo, debes elegir APFS o macOS Extended (Journaled). La Utilidad de Discos muestra el formato recomendado de forma predeterminada; mantenlo a menos que tengas un motivo específico para elegir otro formato.

Paso 10: haz clic en Borrar. Es posible que veas un mensaje para la información de tu ID de Apple.

El proceso de borrar la unidad de tu Mac podría tomar algo de tiempo. Cuando termines, cierre la Utilidad de Discos para volver a la ventana de Utilidades de macOS.

Reinstala el sistema operativo

Una vez ya has borrado todo lo que hacía a tu Mac especial, limpiar tu sistema es sólo la mitad del camino hasta volver a los ajustes de fábrica.

Una vez que ya hayas terminado con la Utilidad de disco, deberías ver una opción para Reinstalar tu MacOS actual. Selecciona la opción de reinstalación, confirma que realmente deseas hacerlo y continúa. Es posible que tengas que hacer clic en algunas confirmaciones antes de que la instalación esté lista para comenzar.

Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

Dado que Apple almacena la configuración de fábrica de tu Mac en sus servidores, tu computadora requiere una conexión a internet para poder recuperar nuevas configuraciones fuera de la línea de ensamblaje.

Nota: Esta solución de descarga online sólo funciona para las versiones más recientes de macOS. No debería ser un problema con la mayoría de las computadoras Mac actuales, siempre y cuando esté ejecutando sistemas operativos más nuevos.

Sin embargo, si estás trabajando con Snow Leopard (10.6) o anterior, no puedes reinstalar esta configuración desde la web. En cambio, necesitará el disco de instalación original de MacOS que vino con su computadora.

Además, cuando reinstalas MacOS, un asistente de configuración le hace preguntas básicas sobre su región, entre otros.

Si estás vendiendo o regalando su Mac, deja intacto el asistente de configuración. En su lugar, mantenga presionadas las teclas Comando y Q para cerrarlo, luego haz clic en Apagar. Esto apagará tu Mac y dejará al asistente de configuración esperando al nuevo propietario.

Alternativa

Si limpiar tu Mac no es lo que estás buscando, también puedes reinstalar completamente macOS sin borrar ningún dato. Es la versión “lite” de un borrado completo, ya que no necesitas eliminar el disco, si solo deseas una instalación limpia.

Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

Esta opción es útil si tienes datos dañados, malware que no puedes aislar o problemas derivados de una actualización defectuosa. Sin embargo, este proceso puede dejar datos que serían relativamente fáciles de recuperar, por lo que no es una buena idea si está vendiendo o regalando tu Mac.

Si es el método que estás buscando, sigue los pasos a continuación. Como siempre, asegúrate de hacer una copia de seguridad de los datos y documentos que deseas conservar.

Paso 1: apaga tu Mac y reiníciala como lo harías normalmente. Inmediatamente después de encender su computadora, mantenga presionadas las teclas Comando y R, luego suelte las teclas cuando vea el logotipo de Apple. Esto abrirá la ventana de Utilidades de macOS en macOS Recovery.

Paso 2: Seleccione Reinstalar macOS en la lista. Confirma que deseas reinstalar el sistema operativo, con lo que recibirás la última versión.

Otra alternativa: Time Machine

Si usas Time Machine para almacenar copias de seguridad de tus datos, también puede usarlo para restaurar una versión particular de tu computadora. Esto es útil si prefieres restaurar configuraciones y datos particulares en lugar de intentar borrarlo completamente todo.

Paso 1: apaga tu Mac y luego reiniciar el ordenador. Inmediatamente después de encenderlo, mantén presionadas la tecla Comando y R y suelta las teclas cuando veas el logotipo de Apple. Así se abrirá la ventana Utilidades.

Paso 2: en lugar de ir a Reinstalar, elige Restaurar copia de seguridad de Time Machine. Ten en cuenta que si has guardado una copia de seguridad en un disco duro externo o servidor, su Mac debe estar conectado a ese dispositivo para realizar esta restauración completa.

Deshabilitar Apple Music, iCloud e iMessage

Si estás vendiendo o regalando tu Mac, asegúrate de quitar los permisos de tu Mac y de cualquier dispositivo conectado antes de restaurar la configuración original de fábrica. Esto ayuda a evitar que cualquier persona acceda a tu información personal en el futuro.

Apple Music

Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

Paso 1: abre Apple Music y haz clic en Cuenta en la barra de menú.

Paso 2: en el menú desplegable, desplace el cursor sobre Autorizaciones, luego haga clic en Desautorizar esta computadora.

Apple Music eliminará ese dispositivo en particular de tu lista de dispositivos autorizados. Ya no podrás acceder a ninguno de tus contenidos de Apple Music desde esta máquina, pero nadie más lo hará tampoco.

iCloud

Como Baixar o macOS Sierra: 13 Passos (com Imagens)

  • No basta con cerrar sesión en iCloud; también debes asegurarte de que no permanezca ningún dato local en tu computadora.
  • Paso 1: haz clic en el logotipo de Apple en la esquina superior izquierda y seleccione Preferencias del sistema en el menú desplegable.
  • Paso 2: haz clic en el ícono de Apple ID dentro de la ventana de Preferencias del Sistema.
  • Paso 3: Seleccione la categoría Descripción general que se muestra a la izquierda y luego haga clic en el botón Cerrar sesión.

El sistema MacOS te preguntará si deseas mantener tus datos actuales de iCloud en la máquina. Desmarca las casillas de todo lo que quieras eliminar.

iMessage

Si deseas mantener tus mensajes privados, debes cerrar sesión en la aplicación iMessage de Mac. Este programa sincroniza los mensajes entre tu iPhone y Mac, por lo que desautorizarlo es muy importante. Por suerte, es fácil de hacer.

Paso 1: con la aplicación Mensajes abierta, haga clic en Mensajes en la barra de menú seguido de Preferencias en el menú desplegable.

Paso 2: aparecerá una ventana emergente en tu pantalla. Haga clic en la pestaña iMessage y haga clic en el botón Cerrar sesión.

Recuerda: hacer una copia de seguridad de tus datos siempre es una buena idea, especialmente antes de un movimiento importante como este. Aquí te explicamos cómo realizar una copia de seguridad en una unidad externa.

*Actualizado por Rodrigo Orellana el 20 de mayo de 2020.

Recomendaciones del editor

Saiu: Apple libera o macOS High Sierra 10.13 para todos os usuários! [atualizado 2x: macOS Server 5.4] – MacMagazine.com.br

Conforme anunciado há algumas semanas, a Apple acaba de lançar o macOS High Sierra 10.13 para todos os usuários. Sua compilação final é a 17A365.

Assim como os outros três sistemas operacionais da Apple liberados na semana passada [iOS 11, watchOS 4 e tvOS 11], o macOS High Sierra foi apresentado em junho, na Worldwide Developers Conference (WWDC) 2017, e como o seu nome já indica ele traz bons aprimoramentos em cima do macOS Sierra — além de algumas novidades.

Ele vem com uma nova versão do Safari a qual promete torná-lo de novo o navegador mais rápido do mundo (além de bloqueio automático de vídeos e um novo sistema anti-rastreamento), sistema de busca aprimorado no Mail, melhorias e mais funções no app Fotos incluindo edição de Live Photos, migração para o novo Apple File System (APFS), suporte a vídeos em H.265 (HEVC, isto é, High-Efficiency Video Coding), possibilidade de tirar fotos durante chamadas do FaceTime, engine gráfico Metal 2 com muitas otimizações na interface e preparação para realidade virtual, melhorias na Siri, entre outros.

Nós publicamos um único compilado de screenshots do sistema, mostrando também outros detalhes como um ícone atualizado da Siri, nova tela dividida no Mail, itens fixados no Notas, etc. Ele também vem, é claro, com novos wallpapers, muitos novos Emojis e diversas novidades para desenvolvedores.

Um recurso que chegará num futuro update será o Mensagens no iCloud, que sincronizará todas as suas mensagens da rede de comunicação da Apple com a nuvem. Isso estava em testes nas betas, mas a Apple optou por aprimorá-lo um pouco mais antes de virar a chave para o grande público.

Compatibilidade

Aqui nenhuma mudança ou novidade. Tal como já havíamos anunciado anteriormente, o macOS High Sierra é compatível com todos os Macs que já rodam hoje o Sierra (com exceção de alguns poucos recursos isolados dele).

Eis os modelos, portanto:

  • MacBook ou iMac: fim de 2009 ou superior
  • MacBook Air, MacBook Pro, Mac mini e Mac Pro: 2010 ou superior

APFS

Esta é uma transição importante e altamente complexa, que a Apple realizou com maestria no iOS 10.3 e que aparentemente também será suave no macOS High Sierra.

Como já explicamos aqui no site, o APFS é um sistema de arquivos moderno, criado pela Apple e totalmente pensado em armazenamento flash. Sendo assim, na atualização para o High Sierra apenas sistemas equipados com SSDs serão convertidos para ele — mas nada impede que o usuário faça isso manualmente depois, se quiser mesmo migrar para o APFS (mesmo que não haja nenhum ganho perceptível).

O único porém nesta história é que, na versão inicial do High Sierra, donos de Macs com Fusion Drives não poderão nem mesmo fazer a conversão manual.

Isso estava rolando nas betas, mas provavelmente devido a problemas a Apple disse que a funcionalidade só retornará num update futuro.

Ou seja, se você tem um Mac com Fusion Drive e instalou uma beta do High Sierra que fez a conversão pro AFPS, terá que retornar ao HFS+.

O APFS é compatível com o sistema de criptografia FileVault, mas usuários do Boot Camp não deverão migrar para ele pois não será capaz de ler/gravar em volumes formatados desta forma.

Antes de instalar

Lembrem-se da palavrinha mágica: backup.

A fase de testes de sistemas operacionais como o macOS é longa principalmente para evitar problemas graves no processo de atualização, mas como nenhum software é perfeito (e você corre riscos como até mesmo faltar energia no meio do processo), é bom se precaver.

A forma mais simples e indicada é usar o próprio Time Machine, sistema de backup embutido no macOS. Se você já usa ele, basta abrir as Preferências do Sistema e conferir, antes de instalar o High Sierra, se está tudo ativado direitinho e se o último backup feito por ele é recente (de hoje mesmo, até porque ele roda de hora em hora).

Se por algum motivo você não gostar ou não quiser usar o Time Machine, apenas certifique-se de ter seus arquivos salvos em algum lugar. Pode ser na nuvem (se você confiar no serviço onde irá hospedá-los), num HDD/SSD externo, num pendrive, em CDs/DVDs (hehe)… não importa. Um software alternativo muito bom é o Carbon Copy Cloner.

Ah, e se você está interessado em atualizar pro High Sierra, naturalmente deve ser uma pessoa que está sempre com seu sistema e softwares em dia. Ainda assim, não custa lembrar: antes de prosseguir, esteja rodando a última versão do Sierra (10.12.6).

Como atualizar

Antes de mais nada, uma dica: se você estiver lendo este post logo após ele ter sido publicado, na tarde do dia 25 de setembro, significa que os servidores da Apple devem estar agora sobrecarregados com pessoas do mundo todo baixando a atualização. Então não custa deixar para fazer isso mais tarde ou até amanhã, até porque o processo de atualização demora um pouquinho (especialmente mais desta vez, com a conversão pro APFS).

  • A forma mais prática de atualizar para o macOS High Sierra é baixando ele pela Mac App Store:
  • Embora o sistema seja considerado uma atualização do Sierra, ele não aparecerá como um update normal porque ninguém é obrigado a atualizar para ele.
  • Para quem preferir, também colocaremos aqui depois um link direto para download.

E se eu quiser fazer uma instalação limpa?

Muita gente gosta de aproveitar estes lançamentos de grandes novos sistemas operacionais para fazer uma instalação limpa, isto é, apagar tudo e recomeçar do zero — sem nenhum lixo/vestígio de instalações anteriores.

Obviamente, mesmo se você partir por este caminho precisará de um backup completo dos seus dados. Afinal de contas, uma coisa é reinstalar o sistema e seus aplicativos do zero; outra é perder documentos, fotos, vídeos, etc. Isso tudo você pode puxar de volta depois e aproveitar para se organizar melhor, descartar coisas antigas/desnecessárias e por aí vai.

Se quiser prosseguir desta forma, você primeiro precisará criar um disco de inicialização. É possível utilizar um HDD/SSD externo, um pendrive ou um cartão SD (caso o seu Mac tenha um slot para cartões) para ser o seu disco de inicialização. Escolha um disco que possa ser formatado, pois este será um dos primeiros passos do processo.

Você poderá escolher uma das duas formas para criar seu disco de instalação, utilizando aplicativos ou pelo próprio Terminal.

APLICATIVOS

Tanto o DiskMaker X quanto o Disk Creator são gratuitos e uma mão na roda se você não é muito familiarizado com o Terminal (apesar de ser um processo bem simples fazer tudo por ele, também). O processo descrito para criação do disco do macOS High Sierra também é válido para outras versões do sistema, é bom ressaltar.

  1. Ambos contam com instruções para o processo de criação do disco, basta seguir o passo-a-passo.
  2. TERMINAL
  3. Se você já terminou de baixar o macOS High Sierra na Mac App Store, separou o drive externo e deseja usar o Terminal para criar o seu disco de inicialização, basta seguir os passos abaixo (neste exemplo, o disco externo tem o nome MacMagazine):

sudo /Applications/Install macOS High Sierra.app/Contents/Resources/createinstallmedia –volume /Volumes/MacMagazine –applicationpath /Applications/Install macOS High Sierra.app

  1. Com seu disco externo conectado ao seu Mac, abra o Terminal (localizado em /Aplicativos/Utilitários/);
  2. Copie e cole na janela do Terminal o seguinte comando acima.
  3. O Terminal solicitará sua senha do usuário. Digite-a e pressione Enter;
  4. Você será avisado que o seu disco externo será apagado. Para confirmar, pressione Y (de “Yes”) e, depois, Enter;
  5. Após o seu disco ser apagado, o Time Machine perguntará se você deseja utilizá-lo como disco de backup; clique em “Não Usar”;
  6. O Terminal copiará os arquivos de instalação para o seu disco externo em um processo que levará alguns bons minutos;
  7. Ao concluir o processo, surgirá a mensagem “Cópia Completa” na janela do Terminal.

APAGANDO O SEU MAC E INSTALANDO O SISTEMA

  1. Reinicie o computador mantendo pressionada a tecla ⌥ (Option) durante a reinicialização;
  2. Selecione o disco externo criado no Terminal;
  3. Selecione o Utilitário de Disco e clique em “Continuar”;
  4. Selecione o Macintosh HD na lista à esquerda e clique na aba “Apagar”;
  5. No menu local “Formatar”, escolha a opção “Mac OS Expandido (Reg. Cronológico)”, digite um nome para o seu disco (Macintosh HD) e clique em “Apagar”;
  6. Depois que o disco for apagado, saia do Utilitário de Disco;
  7. Selecione “Reinstalar o macOS” e siga as instruções da tela.

Após a conclusão da instalação, adicione os seus arquivos novamente ao Mac, seja resgatando-os pelo Time Machine ou arrastando-os do seu drive externo.

·   •   ·

E aí, quem já está rodando? Tudo certo? ????

Atualização 25/09/2017 às 17:53

Saiu também, na Mac App Store, o macOS Server 5.4:

Novidades do macOS Server 5.4

App Server

  • Opções avançadas do Caching Server, Time Machine Server e File Sharing agora são integradas diretamente ao macOS;
  • O Caching Server agora oferece suporte a arquiteturas alinhadas;
  • O Xcode Server foi integrado ao Xcode;
  • Suporte a volumes APFS.

Profile Manager

  • Suporte a novas restrições, payloads e comandos de gerenciamento.

iOS 11

  • Nova restrição somente supervisionado: Permitir criação de VPN;
  • Novas restrições somente supervisionado do app Sala de Aula para permitir um comportamento de classe gerenciada em classes não gerenciadas em dispositivos supervisionados: Forçar inscrição não solicitada em aulas, Forçar Bloqueio não solicitado de App e Dispositivo, Forçar Observação de Tela e AirPlay não solicitados;
  • Novas restrições somente supervisionado do AirPrint: Permitir AirPrint, exigir certificados TLS confiáveis para AirPrint, Permitir descoberta iBeacon de impressoras AirPrint, Permitir que credenciais AirPrint sejam armazenadas nas chaves;
  • O payload de AirPrint agora oferece suporte a portas específicas e se a conexão deve ser TLS;
  • Payloads de VPN IKEv2 e Wi-Fi agora oferecem suporte à especificação da versão TLS mínima/máxima;
  • Novo payload somente supervisionado: Proxy DNS;
  • Opção para preservar o plano de dados ao apagar dispositivos;
  • Opção para instalar apps e livros em dispositivos iOS apenas quando estiverem conectados via USB à Ethernet;
  • Atualizações de software agora podem ser instaladas em todos os dispositivos supervisionados mesmo enquanto estiverem bloqueados por código;
  • Ignore novos painéis do Assistente de Configuração: seletor de Teclado e migração do Watch.

macOS 10.13

  • Novo payload do macOS: Extensões;
  • Novo payload do macOS: Smart Card;
  • Novo payload do macOS: Migração do Sistema;
  • Payloads de VPN IKEv2 e Wi-Fi agora oferecem suporte à especificação da versão TLS mínima/máxima;
  • Novos comandos MDM do macOS: Lista de Usuários, Desbloquear Usuário, Apagar Usuário, Desligar e Reiniciar;
  • Novos comandos MDM do macOS e consulta de estado para o gerenciamento de senha EFI;
  • Opção para aplicar configuração 802.1X a qualquer interface Ethernet;
  • Opção para ocultar a tela de configuração da Siri ao iniciar a sessão pela primeira vez;
  • Novo mecanismo de guarda de chaves do FileVault no macOS.

tvOS 11

  • Nova restrição somente supervisionado: Permitir modificação do nome do dispositivo;
  • Payload de Wi-Fi agora oferece suporte à especificação da versão TLS mínima/máxima;
  • Agora há suporte para o payload de Layout da Tela de Início;
  • Novo payload do tvOS: Segurança de Entrada AirPlay.

O pacote é excelente para quem quer usar um Mac como servidor para home offices, empresas, escolas, desenvolvedores e diversão.

Atualização II 25/09/2017 às 20:38

A Apple publicou artigos de suporte detalhando as correções de segurança de ambos macOS High Sierra 10.13 e macOS Server 5.4.

Como instalar o Windows 8 no Mac

Quem opta por abandonar o Windows e entrar no mundo da Maçã cedo ou tarde vai sentir falta de alguma funcionalidade do SO mais usado no mundo. No entanto, você não precisa ter duas máquinas para usar os dois sistemas operacionais.

Fazer um Mac rodar o Windows não é novidade, mas se você quer testar a última versão do sistema com a polêmica interface Metro UI, fique atento ao nosso guia passo a passo.

Pré-requisitos

Para realizar tal façanha, você vai precisar seguir algumas instruções prévias. Lembre-se de que o processo de instalação do Windows requer alterar o esquema de particionamento dos discos e, portanto, podem ocorrer problemas graves.  É importante ter em mente também que o Windows 8 ainda está em desenvolvimento. Dessa forma, a versão que vamos utilizar é a Comsumer Preview.

Primeiramente você vai precisar fazer o backup dos seus arquivos importantes. Para isso, recomendamos utilizar o aplicativo Time Machine, já presente no seu sistema. Além disso, é necessário que a sua máquina esteja rodando o OS X 10.7.1 ou superior.

Tenha em mãos um DVD com a última versão do Windows 8 (32-bits) e outro disco em branco ou um pendrive com mais de 4 GB de espaço livre.

Caso você utilize a versão 64-bits, o seu Mac não vai reconhecer boa parte dos dispositivos com o Windows.

Por fim, esteja preparado para esperar algumas horas até o fim do processo, pois o sistema de download e gravação dos drivers no disco virgem é incrivelmente demorado.

Faça o download do Windows 8 no Baixaki

Passo 1

Certifique-se de que seu sistema está com todas as atualizações disponíveis instaladas. Feito isso, inicie o assistente Boot Camp. Você pode encontrá-lo na pasta “Aplicativos” e, depois “Utilitários”.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 2

Com o Boot Camp iniciado, leia os avisos e clique em “Continuar”. Na próxima tela, marque as duas opções e vá a “Continuar” novamente.

Agora, o aplicativo vai perguntar onde você deseja salvar os drivers do Mac para serem instalados no novo Windows.

  Selecione CD ou DVD, para “queimar” o disco virgem que você guardou, ou marque a opção que fala sobre gravar em uma unidade externa. Agora, insira o seu pendrive ou DVD no computador.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 3

Depois de escolher o local para gravar os drivers, é chegada a hora de esperar bastante tempo. O seu Mac vai baixar os arquivos e gravá-los no disco selecionado anteriormente. O processo pode ser demorado ou nem tanto. Dessa forma, não cancele a gravação mesmo se você achar que está tudo travado.

Se você escolheu usar um disco em branco, o aplicativo vai perguntar se deve queimar o DVD. Selecione a unidade de disco e clique em “Queimar/Gravar”. Caso tenha escolhido usar um pendrive, o Boot Camp vai pedir para você selecionar o dispositivo. Faça isso e clique em “Salvar”.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Quando o processo estiver terminado, retire o disco da unidade de DVD e insira o do Windows 8 32-bits.

Passo 4

Agora, você terá que definir as partições no HD do seu Mac. No entanto, o sistema pode pedir a sua senha para isso. Com a sua credencial confirmada, defina quantos GB você quer reservar para cada SO. Para isso, nós recomendamos que você não deixe menos de 30 GB para o Windows, assim a “saúde” do sistema fica garantida.

Para definir os tamanhos, arraste com o cursor o pequeno ponto que fica entre os gráficos das duas partições. No entanto, você também pode dividir o disco em duas partes iguais. Para isso, use o botão “Dividir igualmente”; depois, clique em “instalar” e aguarde.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 5

Se você não tiver inserido o disco do Windows 8, este procedimento vai falhar. Se tudo estiver certo, no entanto, será preciso esperar mais alguns minutos e logo o seu Mac vai ser reiniciado. Agora, começa de fato a instalação do SO da Microsoft. Dessa forma, se você já fez esse procedimento em um PC, nada vai parecer estranho.

Na primeira tela da instalação, selecione o idioma, se disponível, clique em “Next” e, depois, em “Install Now”. Feito isso, aguarde mais alguns instantes.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 6

Depois disso, o instalador vai pedir a chave do produto. Caso você não tenha uma, use a que está disponível neste link. Agora, confirme o código clicando em “Next”.

Passo 7

Na próxima tela, você deve confirmar os termos de licença. Para isso, marque a opção “I accept the license terms” e avance.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 8

Agora, você precisa escolher a opção “Custom: install Windows only”. Se você selecionar acidentalmente a outra alternativa, o processo não vai dar certo.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 9

Nessa parte, o instalador vai pedir para você escolher a partição na qual o Windows será instalado. Selecione a alternativa “BOOTCAMP” e depois “Drive opstions”. Com isso, você será capaz de preparar a unidade para a instalação do SO.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Quando você visualizar as novas opções abertas, escolha a alternativa “Format”. Logo após, será preciso confirmar uma pequena janela clicando em “OK”.

Passo 10

Feito isso, certifique-se de que a partição que você formatou está selecionada e clique em “Next”. Nesse momento, o instalador vai começar a copiar os arquivos e você precisa aguardar.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 11

Quando o processo de cópia terminar, o seu Mac será reiniciado novamente. Agora, o Windows 8 está quase pronto, e você só precisa configurar as opções de usuário. Para isso, selecione uma das cores que vão servir de tema no sistema e dê um nome ao “PC”.

Assim que você confirmar a continuação do processo, o SO vai pedir para se conectar a uma rede Wi-Fi, caso alguma esteja disponível. No entanto, é possível pular esta parte clicando em “Skip”.

Nesse momento, o sistema vai abrir uma tela para definir algumas configurações. Para isso, selecione o botão “Use express settings”. Agora, será preciso definir o seu login.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Insira o seu email, de preferência a sua conta da Microsoft (Hotmail, por exemplo). Na próxima tela, se você não tiver usado um email da empresa, vai ser necessário definir um nome de usuário e senha. Caso contrário, você será redirecionado para uma janela para fazer o login no Hotmail ou outros serviços.

Passo 12

Com isso, você chega à etapa final. Já na tela start do Windows 8, procure e clique no quadro que representa a sua desktop. Feito isso, vá até ícone do Windows Explorer na Barra de ferramentas. Quando você iniciar o aplicativo, selecione “Computer”, na parte esquerda da janela.

Agora, procure e selecione o drive que contém o DVD do Windows 8. Feito isso, no topo da janela, escolha a opção “Drive” e depois “Eject”. Com isso, o disco será ejetado da unidade de DVD do seu Mac – isso porque o botão para ejetar no teclado não deve estar funcionando.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 13

Você se lembra do DVD ou pendrive em que foram gravados os softwares do seu Mac feito no passo 3? Pois bem, agora é a hora de usá-lo. Se você optou por um pendrive, insira o dispositivo e execute-o através do Windows Explorer. No entanto, se você gravou um disco virgem, insira o DVD na unidade e faço o mesmo procedimento descrito para as unidades de memória flash.

Passo 14

Se o seu disco não entrar em reprodução automática, use o Windows Explorer e procure pelo arquivo executável “Boot Camp tools”. Agora, é preciso confirmar todos os passos da instalação, como se você estivesse fazendo o processo de um programa comum no Windows.

Quando terminar, será necessário reiniciar o sistema. Feito isso, o seu Mac deve estar rodando o Windows 8 perfeitamente.

Passo 15

Com o SO da Microsoft instalado e funcionando, como fazer para iniciar o Apple OS X novamente? É muito simples, na verdade. Vá até a flecha da Bandeja do sistema e clique com o botão direito do mouse no ícone do Boot Camp. Com isso, escolha “Boot Camp Control Panel” e confirme a inicialização do aplicativo.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Passo 16

Com o Boot Camp aberto, selecione a guia “Starup Disk” e escolha qual sistema operacional você quer que seja iniciado sempre que seu Mac ligar. Feito isso, clique em “Apply” e “Ok”.

Tendo definido o SO padrão de inicialização, também será possível usar o outro sistema. Para escolher qual dos dois você deseja usar, reinicie o seu Mac e mantenha pressionada a tecla “option”. Com isso, você poderá definir se quer ligar o Windows ou o OS X.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Nota: lembramos novamente que este é um processo delicado, e você precisa estar bastante atento durante todo o tempo. Ainda assim, o Tecmundo não se responsabiliza por eventuais danos ao seu computador.

Como formatar o Mac

Usuários da Apple podem formatar o Mac e reinstalar o macOS sem ajuda de mídia física, como CD ou pendrive.

Se o MacBook, iMac, Mac Mini ou Mac Pro estiver conectado a uma rede Wi-Fi, basta executar os comandos corretos na tela de recuperação para obter uma cópia nova e original do software via internet.

Essa é a maneira mais simples de apagar os dados de uma máquina antes de vender, logo depois de remover seus dados pessoais. Veja, a seguir, como zerar o Mac e instalar o sistema operacional novamente.

1 de 10
Veja como acessar a recuperação do Mac para formatar e reinstalar o sistema via internet — Foto: Apple

Veja como acessar a recuperação do Mac para formatar e reinstalar o sistema via internet — Foto: Apple

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Passo 1. Se você já fez backup dos seus dados ou removeu suas credenciais, já pode formatar o Mac sem medo. Para isso, desligue o computador e aperte no botão de energia para iniciar novamente. Enquanto isso, mantenha pressionadas as teclas Command + R até o fim do processo de inicialização.

2 de 10
Use o atalho Command+R para acessar a recuperação do Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Use o atalho Command+R para acessar a recuperação do Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 2. Se tudo correr bem, você irá pular o macOS e acessar o menu de recuperação do computador. Marque a opção “Utilitário de disco” e clique em “Continuar”.

3 de 10
Acesse o utilitário de disco do Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Acesse o utilitário de disco do Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 3. Selecione, à esquerda, o disco de armazenamento interno do seu Mac. Depois, clique na opção “Apagar” no menu superior.

4 de 10
Apague os dados do armazenamento — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Apague os dados do armazenamento — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 4. Certifique-se de que o formato APFS esteja selecionado e clique em “Apagar”.

5 de 10
Confirme a formatação do HD — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Confirme a formatação do HD — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 5. Em seguida, feche a janela do Utilitário de Disco e selecione a opção “Reinstalar macOS”.

6 de 10
Reinstale o macOS no computador — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Reinstale o macOS no computador — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 6. O Mac irá obter a versão mais recente do software disponível para o seu computador. Clique em “Continuar”.

7 de 10
Instale a versão mais recente do macOS — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Instale a versão mais recente do macOS — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 7. Se ainda não estiver conectado, clique no botão de Wi-Fi para abrir a lista de redes sem fio disponíveis e conecte-se à Internet. Sem uma conexão ativa, o Mac não poderá fazer download e instalar o sistema do zero.

8 de 10
Conecte-se à internet para obter o software online — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Conecte-se à internet para obter o software online — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 8. Aceite os termos de uso para avançar.

9 de 10
Aceite os termos de uso da Apple — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Aceite os termos de uso da Apple — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 9. Por fim, selecione o seu disco de armazenamento e clique em “Instalar” para iniciar o processo de download e instalação do macOS.

O procedimento é totalmente automatizado, e leva vários minutos para completar, a depender da velocidade da conexão e do desempenho do computador – ou seja, quanto mais rápida a Internet e mais poderoso for o seu Mac, menos tempo levará para finalizar o processo.

10 de 10
Instale o macOS no HD do computador — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Instale o macOS no HD do computador — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*