Como armazenar tâmaras: 10 passos (com imagens)

  • Fruto da tamareira, que fornece um dos principais alimentos do norte da África e do Oriente Médio.
  • Quando nas árvores, as tâmaras apresentam cor verde e em seguida adquirem tonalidade vermelha ou dourada bastante intensa.
  • Comem-se as tâmaras frescas ou secas.
  • Mais conhecidas quando já secas, são doces, carnudas, têm cerca de 2,5 cm e cor de ferrugem ou castanho-escura.
  • A semente, longa e dura, apresenta um sulco longitudinal.
  • Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)
    Tâmaras Secas
  • As tâmaras servem também para o preparo de alimentos.
  • O Egito e o Iraque estão entre os principais produtores mundiais de tâmara.
  • Outros países importantes no cultivo são Arábia Saudita, Irã, Argélia, Paquistão, Marrocos e EUA.

A Árvore. Depois do coqueiro, a tamareira é a planta mais útil da família das palmeiras.

O caule é alto e ereto, mantendo quase a mesma espessura em toda a extensão. Da base saem brotos, que são removidos, exceto quando aproveitados para mudas. Uma coroa de grandes folhas, em feitio de penas, cresce no topo do caule.

As flores que crescem entre as folhas quase não chamam a atenção, e as masculinas e femininas brotam em árvores separadas. Nos pomares, os fruticultores fazem a polinização manualmente, isto é, transportando o pólen das flores masculinas para as femininas.

Os frutos crescem e amadurecem depois de as flores receberem o pólen.

As tamareiras começam a produzir fruto de quatro a dez anos depois de plantadas. Exigem clima quente e seco. Desenvolvem-se melhor em uma temperatura que se mantenha em torno de 30°C durante três meses do ano.

  1. Crescem bem em solos arenosos e alcalinos e atingem de 10 a 30 m de altura.
  2. Produzem anualmente de 45 a 90 kg de tâmaras.
  3. O que é
  4. Nome Científico: Phoenix dactylifera L.
  5. Família: Arecaceae (Palmae)

Origem: No Golgo Pérsico é provável área de origem. No Brasil, é citada desde 1590 não tendo, entretanto, importância como cultivo comercial.

As palmeiras de tâmaras são membros da família Palmaceae, subfamília Phoenix (fênix) a qual tem de 15 a 20 variedades, a maioria encontradas em regiões tropicais.

É dito que o fruto originou-se no Golfo Pérsico.

Seu fruto é conhecido a pelos 5 mil anos. Cresce principalmente no hemisfério Norte, porém, pode ser encontrada desde 38° Norte até 47° Sul.

  • As partes que compõe a árvore da tâmara são a cobertura, a espinha vertebral (sistema central), as folhas (pinas) e os espinhos.
  • A espinha vertebral é na verdade o caule que tem de 2 a 3m de comprimento e seu período de crescimento é de aproximadamente 50 dias.
  • Ao invés de folhas, desenvolvem-se espinhos na base da espinha.

Dentro de cada palmeira existe um tecido – um broto de embrião, o qual a árvore nova troca em certo estado vegetativo e o transforma em um enxerto. Dos 4 aos 5 anos este enxerto se converte em tecido reprodutivo desenvolvendo inflorescências. O número de inflorescêncas é flexíel.

A tâmara é hermafrodita, por isso tem brotos femininos e masculinos.

A prática usual de plantio é plantar uma árvore masculina para cada 50 femininas para permitir que a polinização seja efetiva.

O fruto é composto pela casca, polpa e semente. As frutas desenvolvem-se ao longo de vários meses. A maturação começa quando a casca muda de cor, de verde para amarelo e logo para vermelho.

Durante este período ocorre o acúmulo de açúcares no fruto. O fruto perde água através de fissuras na casca.

  1. O enxerto da tâmara tem raízes aéreas e que por consequência podem sobreviver na água.
  2. A tâmara tem raízes profundas e finas que crescem para cima as quais estão ativas para absorver água e nurientes para a planta.
  3. Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)Tâmaras

A tamareira é outro tipo de palmeira em Israel que dá fruto. Estas palmeiras só crescem em países onde faz muito calor. Muitas vezes elas se encontram em desertos, perto dos oásis (poços de água).

A tâmara era a parte mais importante da tamareira para o povo de Israel e outros que viviam naquela terra. As tâmaras são pequenas, doces, e de cor marrom.

Elas crescem em cachos grandes.

Cada tâmara tem de uma a duas polegadas de comprimento e contém uma semente grande no meio. A carne da tâmara tem um sabor doce e é muito nutritiva.

Em Israel as tâmaras eram comidas, ou frescas, ou secas. Às vezes faziam-se bolos delas para poder guardar e usar mais tarde.

As tamareiras têm troncos retos e podem chegar a ter uns 20 metros. Usava-se o suco do tronco da tamareira para fazer uma bebida doce, e a madeira do tronco para fazer cercas.

As folhas desta palmeira crescem bem na copa da árvore todas juntas e têm o formato de penas compridas. O povo de Israel usava as folhas para fazer barracas ou para tecer capachos e cestos. Para dar as boas vindas a uma pessoa importante, assim como um rei, o povo às vezes cortava ramos de palmeiras e os abanava como sinal de que honrava aquela pessoa.

A tâmara

  • A tâmara é uma fruta muito nutritiva por conter proteínas, açúcar, minerais e vitaminas, sobretudo, a vitamina C.
  • A tâmara fresca contém entre 20% e 36% de açúcar, enquanto as secas portam entre 55% e 80%.
  • Além disso, esta fruta contém de 300 a 600 miligramas de vitamina C, entre 50 e 100 vezes mais do que a banana, 8 a 17 vezes mais do que a laranja, de 75 a 150 vezes às peras e 50 vezes mais do que a maçã.
  • Alem de ser muito nutritiva, a tâmara serve como calmante.

Dizem que se uma pessoa comer 3 tâmaras por dia levará uma longa vida.

Os estudos comprovam que as tâmaras misturadas com outros tipos de alimentos também ajudam no combate à anemia, hipertensão, hepatite crônica e agudas etc.

Apresentaremos a seguir receitas para melhorar algumas doenças:

1. Hipertensão: Fazer uma sopa com 10 tâmaras misturadas com 30 gramas de cebola, 20 gramas de aipo e uma porção de arroz glutinoso;
2. Hepatite:
Cozinhar uma sopa com 50 gramas de tâmara, amendoim e açúcar cristalizado. Toma-la 3 vezes por dia e 15 dias completam um processo.
3. Anemia:
Fazer sopa com 20 tâmaras e 7 alhos franceses.

Tomar a sopa antes de dormir.
4. Indigestão:
Preparar chá com água fervida e 10 tâmaras assadas, 10 gramas de casca de laranja. Ele deve ser servido antes e depois das refeições.
5.

Diarreia: Preparar sopa de arroz com 10 gramas de tâmara, 20 sementes de lágrimas de cristo, 3 fatias de gengibre, 30 gramas de inhame, 30 gramas de arroz glutinoso e 15 gramas de açúcar mascavo.
6. Anemia:
Preparar sopa com 50 gramas de tâmaras e 50 gramas de feijão verde e a quantidade adequada de açúcar mascavado. Deve ser servido uma vez por dia por 15 dias.


7. Insônia:
Cozinhe 10 tâmaras misturadas com 15 gramas de liceum chinês por 30 minutos. Depois, adicione dois ovos batidos na sopa até cozinhar. Sirva-a duas vezes por dia.

A tamareira Phoenix dactylifera l. é uma palmeira originária do Oriente Médio, de regiões áridas e semi-áridas, que produz a tâmara, fruta apreciada em todo o mundo.

  1. No Brasil, devido às condições de cultivo encontradas na região Nordeste, a tamareira é cultivada com bastante sucesso.
  2. A tâmara é uma fruta saborosa, rica em açúcares, e muito utilizada na produção de licores e geléias, além de ser amplamente aplicada na fabricação de xaropes expectorantes.
  3. Também pode ser matéria-prima na produção de álcool e vinagre, entre outras utilizações possíveis.
  4. Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)Tâmara
  5. Também é considerada uma opção muito energética, devido ao alto conteúdo de hidratos de carbono simples e complexos nela presentes.
Leia também:  Como apagar um incêndio causado por uma torradeira

É rica em ferro, potássio, cobre, magnésio e cálcio. Possui açúcares complexos, que são metabolizados pelo organismo de forma demorada.

  • Isso é vantajoso para quem precisa de energia por um longo período de tempo.
  • Vitaminas A, B e C também completam a constituição da fruta.
  • A tâmara é aconselhada para quem sofre de alterações hepáticas e de anemia.

Atua também como suave laxante. Livre de colesterol, é ótima opção na luta contra o câncer.

Ajuda, ainda, na prevenção de gripes, viroses e outros tipos de infecções nos aparelhos respiratório e urinário.

Propriedades

Fruta rica em potássio, cobre, cálcio, magnésio e ferro, fonte das vitaminas A, B, B5 e C.

Recomendações

A tâmara possui efeito tranquilizante e laxativo. Seu consumo auxilia nos casos de anemia, pois contém quantidades expressivas de ferro.

  1. Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)Tamareira
  2. Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)Tâmaras
  3. Restrições
  4. O consumo de tâmara não é recomendado às pessoas que ingerem inibidores de monoamina oxidase (MAO) para tratamento de depressão ou pressão alta, pois a tiramina pode interagir com essas substâncias e elevar a pressão arterial.

Compra

As tâmaras são frutos fibrosos, de coloração amarelo-alaranjada e sabor agridoce.

Elas são classificadas comercialmente em três grupos: moles, semi-secas e secas. Guarde em local fresco e ventilado.

A tâmara é uma fruta rica em vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, fibras e potássio.

De sabor doce e suave, pode ser consumida crua ou seca. Quando seca possui mais açúcar, pois o mesmo fica mais concentrado.

Deve ser consumido com grande restrição, já que é muito calórico. Quando seca, tem a vantagem de concentrar nutrientes e durar muito tempo.

  • Disponível para consumo o ano todo na forma desidratada.
  • Informação Valor Nutricional
  • (100 gramas de tâmara seca):
Calorias 274 cal
Água 20,0 g
Carboidratos 75,4gr
Fibras 8gr
Proteínas  2,45gr
Gordura 0,6gr
Potássio 611mg
Cobre 0,24 mg
Magnésio 65 mg
Cálcio 39 mg
Fósforo 60mg
Sódio 51mg
Ferro 2,1mg
Vitamina A 150 UI
Ácido AscórbicoVitamina C 30mg
Vitamina B1 21mcg
Vitamina B2 1750mcg
Ácido NicotínicoVitamina B3 0,5mg
Ácido pantoténico vitamina B5 4,0mg

Tâmara é um alimento muito importante no Médio Oriente, em especial nas zonas mais desérticas, devido à escassez de alimentos. Este fruto é muito rico a nível nutricional, tem enormes benefícios na saúde, conheça as fantásticas propriedades este alimento.

É altamente nutritiva devido à sua composição rica em proteínas, açúcares, sais minerais, vitaminas principalmente a vitamina C, fibras, potássio, ferro e cálcio.

Além de 72% de sua composição se de hidratos de carbono simples e complexos, o que faz deste fruto um alimento muito energético, seno um alimento ideal, para desportistas, crianças e trabalhos enérgicos.

Benefícios nutricionais

As tâmaras, devido ao alto conteúdo de hidratos de carbono simples e complexos (72%) constituem um alimento muito energético (274 Kcal por 100 gramas de tâmara seca). São ideais para aqueles que precisam de muita energia, como crianças e esportistas.

Falando em esportes, as tâmaras são ricas em potássio (790 mg por 100 g de tâmara seca), cobre (0,24 mg), magnésio (65 mg) y cálcio (59 mg).

Além disso, pelo seu conteúdo em açucares complexos, são metabolizadas pelo organismo de forma demorada. Isto é uma qualidade interessante quando temos que manter um ritmo intenso de esforço físico ou mental por um período longo de tempo (esportes de resistência ou probas de longa duração).

As tâmaras são também ricas em ácido pantotênico o vitamina B5, conhecida pelos seus efeitos tranquilizantes. Assim, têm quem chame as tâmaras de “doses naturais de anti-estressante” pela capacidade que tem de relaxar e proporcionar uma sensação de bem-estar.

Também pode ser interessante comer algumas tâmaras antes de dormir por conter triptófano que estimula a formação de melatonina, que pode contribuir a conciliar o sono e evitar a insônia.

Com cerca de 60% a 70% de seu peso constituído de açúcar, a tâmara é uma das frutas mais doces, sendo também uma das mais calóricas. No entanto, são também muito nutritivas, sendo ricas em potássio, ferro, niacina e vitamina B6.

Todas as nove variedades de tâmara cultivadas em Israel e encontradas em qualquer prateleira de supermercado têm características que as tornam melhores do que outras variedades em ajudar a proteger aqueles que as consomem contra doenças cardiovasculares.

As tâmaras têm alto conteúdo de açúcar, mas também são uma rica fonte de fibras, aderem a radicais danosos e sem oxigênio e os removem do corpo. Também têm uma abundância de minerais como potássio, zinco, magnésio e cálcio.

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)Tâmaras

Benefícios do Tâmara Seca

Minerais: Os minerais são importantíssimos no nosso organismo, a tâmara ajuda a manter os níveis necessários. Os sais minerais são fundamentais e ajudam a manter o equilíbrio de fluidos, controlar a contração muscular, o transporte do oxigênio para a parte muscular e regular o metabolismo energético do organismo.


Açúcares complexos:
Devido à sua composição de açucares complexos, permite que o organismo tenha um metabolismo lento e demorado. Assim é uma propriedade muito interessante para quem pratica esforço físico ou mental muito prolongado, onde é exigido enorme resistência.


Vitaminas:
As tâmaras para além da já referida vitamina C, também é rica em vitamina B5, que proporciona efeitos tranquilizantes e relaxantes, criando um bem-estar e funcionando muito bem como um anti-stress.

Também é um fruto ótimo para que sofre de insônias ou tem dificuldades em dormir, isto porque tem na sua composição triptófano que estimula a formação de melatonina de moda a contribuir para ter um sono tranquilo e descansado.

Celulose e frutose:

O seu valor deve-se em grande parte a composição em celulose e frutose, que são recomendadas para situações de mau funcionamento da flora intestinal, pois funcionam como um ligeiro laxante.

O ferro: É também um nutriente que compõe a tâmara, é recomendado para quem padece de problemas hepáticos e anemias.
Potássio: Importante para preservar os nossos ossos, pois ajuda a manter a estrutura óssea.

Regula e mantém a pressão sanguínea. Mas tenha sempre em atenção que o potássio é eliminado do corpo sem risco de toxidade para as pessoas que não tenham problemas renais.

Pois para as pessoas com função renal anormal devem, monitorizar a ingestão porque podem não ser capaz de eliminar a quantidade adequada.

Quantidade recomendada de Tâmara Seca

De acordo com especialistas, para obter todos os nutrientes dessa fruta o consumo diário deve ser de 3 tâmaras.

Fonte: www.klickeducacao.com.br/ www.netafim.com.br/portuguese.cri.cn/www.capitalgourmet.com.br/www.prepgc20.cnptia.embrapa.br/www.cozinhaai.com.br

Geleia de morango NATURAL SEM AÇÚCAR – sem ingredientes artificiais ou refinados

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

É possível fazer geleia zero açúcar em casa? É sim e aqui no TudoReceitas compartilhamos com você todos os truques e modo de preparo! Veja como fazer geleia de morango sem açúcar passo a passo em fotos e sem ingredientes artificiais ou refinados. O resultado é uma geleia caseira com o verdadeiro sabor da fruta e doce no ponto certo!

Existem várias receitas de geleia sem açúcar que usam ingredientes naturais no lugar do açúcar refinado, como o mel e as tâmaras, que também são bem aceitos numa alimentação saudável e facilmente absorvidos pelo organismo sem criarem picos de glicêmia no sangue. Para deixar este doce sem açúcar mais consistente é legal usar maçã e sementes de chia, dois espessantes naturais. Abaixo compartilhamos com você todos os detalhes de como fazer geleia de morango light verdadeiramente saborosa e sem açúcar refinado. Experimente!

Leia também:  Como baixar um livro no audible no windows ou mac

Também lhe pode interessar: Geleia de pitaya

Passos a seguir para fazer esta receita:

1

Prepare os ingredientes: descasque as maçãs e pique sem o caroço, retire o caroço das tâmaras, lave os morangos e pique em pedacinhos junto com as tâmaras.

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

2

Coloque os morangos, as tâmaras e as maçãs numa panela, misture tudo e deixe no fogo médio-baixo por 20-30 minutos, mexendo de vez em quando. Durante esse tempo as frutas vão murchar e ficar mais macias, libertando seus sucos, que irão caramelizar para conseguir uma geleia doce e consistente.

Dica: Se as frutas não soltarem sucos suficientes e a calda secar, coloque um pouco de água.

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

3

Depois do tempo indicado, se quiser processe a geleia no liquidificador ou com o mixer de mão para ficar lisinha. Outra opção é não processar, para conseguir uma geleia com pedacinhos. Deixe no fogo por mais 10-20 minutos ou até a calda reduzir e a geleia ficar ligeiramente mais espessa.

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

4

Para saber se a geleia está consistente o suficiente, retire um pouco dela para um prato e deixe esfriar. Depois incline o prato e observe como a geleia escorre: essa será a consistência dela após esfriar. Desligue o fogo e, se quiser, misture as sementes de chia na geleia, para ajudar a ficar mais consistente.

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

Tâmaras: o que são, benefícios e receitas

A tâmara é uma fruta obtida a partir da tamareira, que pode ser comprada no supermercado em sua forma desidratada e pode ser usada para substituir o açúcar nas receitas, para a preparação de bolos e biscoitos, por exemplo. Além disso, esta fruta é uma excelente fonte de antioxidantes, vitaminas do complexo B e minerais, como potássio, cobre, ferro, magnésio e cálcio.

As tâmaras secas têm mais calorias do que tâmaras frescas, pois remover a água da fruta torna os nutrientes mais concentrados. Por isso, é importante moderar o consumo e não exceder 3 tâmaras por dia, principalmente pessoas diabéticas que querem perder peso.

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

Quais os benefícios

A tâmara apresenta os seguintes benefícios:

  • Contribui para o bom funcionamento do intestino, por ser rico em fibras, ajudando a combater a prisão de ventre;
  • Ajuda a regular o açúcar no sangue, devido ao seu teor em fibras, que previne picos muito altos de glicose no sangue. A tâmara desidratada pode ser consumida moderadamente por diabéticos, pois possui um índice glicêmico médio, ou seja, aumenta moderadamente o açúcar no sangue;
  • Fornece energia para o treino, devido ao seu conteúdo de carboidratos;
  • Promove o desenvolvimento muscular, por ser rico em potássio e magnésio, que são minerais essenciais para a contração muscular;
  • Ajuda a fortalecer o sistema imunológico e prevenir doenças, pois é rico em zinco, vitaminas do complexo B e antioxidantes, que ajudam a aumentar as defesas do corpo;
  • Ajuda a prevenir a anemia, devido ao ferro;
  • Ajuda a relaxar e reduzir a tensão, pois é rico em magnésio;
  • Contribui para a diminuição do risco de doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer, e ajuda a melhorar a memória e a capacidade cognitiva, graças aos flavonoides e ao zinco;
  • Contribui para uma visão saudável, por conter vitamina A, evitando o risco de sofrer doenças oculares, como degeneração macular, por exemplo;

Além disso, os carotenoides, flavonoides e ácido fenólico, ajudam a promover a saúde do coração e diminuem o risco de desenvolver certos tipos de câncer, porque ajudam a reduzir a inflamação no corpo.

Alguns estudos científicos também indicam que o consumo de tâmaras durante as últimas semanas de gravidez pode ajudar a diminuir o tempo de trabalho de parto e reduzir a necessidade de usar ocitocina para acelerar o processo. Ainda não se sabe exatamente por que mecanismo isto acontece, porém, o recomendado é o consumo de 4 tâmaras por dia, a partir da 37ª semana de gestação.

Informação Nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de tâmaras secas:

Composição nutricional por 100 g Tâmaras secas Tâmaras frescas
Energia 298 kcal 147 kcal
Carboidrato 67,3 g 33,2 g
Proteínas 2,5 g 1,2 g
Gorduras 0 g 0 g
Fibras 7,8 g 3,8 g
Vitamina A 8 mcg 4 mcg
Caroteno 47 mcg 23 mcg
Vitamina B1 0,07 mg 0,03 mg
Vitamina B2 0,09 mg 0,04 mg
Vitamina B3 2 mg 0,99 mg
Vitamina B6 0,19 mg 0,09 mg
Vitamina B9 13 mcg 6,4 mcg
Vitamina C 0 mg 6,9 mg
Potássio 700 mg 350 mg
Ferro 1,3 mg 0,6 mg
Cálcio 50 mg 25 mg
Magnésio 55 mg 27 mg
Fósforo 42 mg 21 mg
Zinco 0,3 mg 0,1 mg

As tâmaras costumam ser vendidas secas e sem caroço, pois facilita a sua conservação. Cada fruta seca e sem caroço pesa cerca de 24 g.

Devido ao seu teor em carboidratos, pessoas com diabetes devem consumi-la com cuidado e de acordo com orientação médica ou do nutricionista.

Receita de Geleia de Tâmara

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

  • A geleia de tâmaras pode ser usada para adoçar receitas ou como cobertura para bolos e recheio de doces, além de poder ser usada na sobremesa ou sobre torradas integrais.
  • Ingredientes
  • Modo de preparo

Adicionar água mineral suficiente para cobrir as tâmaras em um recipiente pequeno. Deixar descansar por cerca de 1 hora, escorrer a água e guardar, e bater as tâmaras no liquidificador. Aos poucos, deve-se adicionar a água do molho até que a geleia fique cremosa e na consistência desejada. Armazenar em um recipiente limpo na geladeira.

Brigadeiro com Tâmara

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

Esse brigadeiro é uma ótima opção para servir em festinhas ou como sobremesa, sendo rico em gorduras boas para a saúde, vindas das castanhas e do coco.

Ingredientes

  • 200 g de tâmaras sem caroço;
  • 100 g de castanhas-do-pará;
  • 100 g de castanhas de caju;
  • ¼ de xícara de chá de coco ralado sem açúcar;
  • ½ xícara de chá de cacau cru em pó;
  • 1 pitada de sal;
  • 1 colher de sopa de óleo de coco.

Modo de preparo

Adicionar água filtrada nas tâmaras até cobrir e deixar descansar por 1 hora.

Bater todos os ingredientes no liquidificador até formar uma massa homogênea (se necessário, utilizar um pouco da água do molho das tâmaras para bater).

Retirar e modelar as bolinhas para formar os doces no tamanho desejado, podendo envolvê-los em coberturas como gergelim, cacau, canela, coco ou castanha triturada, por exemplo.

Pão de Tâmaras

Como Armazenar Tâmaras: 10 Passos (com Imagens)

Ingredientes

  • 1 copo de água;
  • 1 copo de tâmaras sem caroço;
  • 1 c. de sopa de bicarbonato de sódio;
  • 2 c. de sopa de manteiga;
  • 1 copo e meio de farinha de trigo integral ou de aveia;
  • 1 c. de sopa de fermento;
  • Meio copo de passas;
  • 1 ovo;
  • Meio copo de água quente.

Modo de preparo

Colocar 1 copo de água para ferver e logo que levantar fervura, adicionar as tâmaras, o bicarbonato de sódio e a manteiga. Mexer em fogo baixo por cerca de 20 minutos, até as tâmaras ficarem moles.

 Com um garfo, amassar as tâmaras até formar uma espécie de purê, deixando esfriar em seguida. Em outra tigela, misturar a farinha, o fermento e as passas. Assim que as tâmaras tiverem esfriado, juntar o ovo batido e o meio copo de água quente.

Em seguida, misturar as duas pastas e despejar em uma forma untada. Levar ao forno pré-aquecido a 200ºC por cerca de 45-60 minutos.

Leia também:  Como alterar a rede wi fi padrão no mac: 4 passos

Relatos da quarentena (4): A possibilidade de perder um amigo para o coronavírus

ANÁPOLIS – O Estado iniciou na semana passada a publicação de uma série de relatos escritos por Caleb Guerra, de 28 anos, estudante de Literatura que morava em Wuhan.

Ele está entre os 34 brasileiros repatriados da província, área mais afetada pela epidemia de coronavírus. Guerra aceitou escrever um diário com suas impressões sobre a quarentena na Base Aérea em Anápolis, em Goiás. Este é o seu quarto texto.

O governo informou nesta sexta-feira, 20, que avalia antecipar a liberação do grupo.  

“O dia 05 de janeiro de 2019 está acabando e eu já o considero um dos piores aniversários que eu já passei na vida. Cheguei em Wuhan há menos de quatro meses e não consigo lembrar qual foi a última vez que senti uma solidão tão densa assim. Depois de algum tempo na vida, socializar não é tarefa simples.

Levanto, coloco meus livros na mochila e caminho em direção à porta da biblioteca. Ainda de dentro do saguão vejo pela janela uma grande quantidade de alunos no pátio do lado direito dos pilares que leva ao laguinho do centro e às famosas cerejeiras da Universidade de Wuhan.

Ao sair, o vento frio me lembra que eu não tenho roupa o suficiente e que o caminho até meu apartamento será solitariamente congelante, mas ainda assim, como me é de costume nos últimos dias, saio pela esquerda da praça em direção ao portão principal para pegar o caminho mais longo.

Sempre me considerei introvertido mas a rotina de voltar para meu quarto alugado vazio tem me machucado além do suportável. 

Passando pelas últimas árvores antes de chegar na saída, recebo uma mensagem do senhor Chen. Ele diz que viu uma postagem minha mais cedo naquele dia falando sobre meus recém cumpridos vinte e sete anos e me pergunta onde eu estou e o que estou fazendo.

Tento não focar no quão patético e carente eu me sinto agora pela publicidade que fiz mais cedo sobre mim, e respondo dizendo que estou à caminho do shopping em busca de algo para comer.

Então o senhor Chen, em tom de animação, me diz que tem uma surpresa e me urge a encontrá-lo na saída do metrô em vinte minutos. “Venha de barriga vazia”, diz ele. 

Não sei o que me espera na saída do metrô mas, enquanto caminho em direção à expectativa do melhor sábado que já tive desde que cheguei aqui, recapitulo na minha mente tudo o que sei sobre o senhor Chen. Eu o conheci há pouco tempo em um clube de leitura. Sentamos todos ao redor de uma mesa grande lendo clássicos da literatura chinesa escritos antes mesmo de Cristo ter pisado no mundo.

Em meio a mestrandos e doutorandos em literatura, filosofia e vários professores desses dois departamentos, está o senhor Chen sentado sempre quieto. Ele quase nunca dá opiniões enquanto discutimos os livros porque está sempre de cabeça baixa escrevendo freneticamente em seu caderninho de anotações.

Quando terminamos a aula e nos encontramos no salão, eu lhe pergunto a qual departamento pertence e ele me diz sorrindo que é “só o guardinha do prédio”, e que “conhecimento é algo precioso e transformador”, então sempre participa das classes e palestras depois do seu expediente porque acredita que não pode “desperdiçar a oportunidade de estar tão perto desse mundo e não usufruí-lo de alguma forma”. Desde então, o considero uma das pessoas mais interessantes que eu já conheci.

Quando chego às escadas da estação de metrô, vejo o senhor Chen caminhando em minha direção com um sorriso grudado no rosto maior que a lua pendurada no céu. Na mão esquerda carrega uma sacola branca.

Ele se aproxima de mim, aperta minha mão e me deseja feliz aniversário, entregando a sacolinha pra mim.

Me diz que acabou de cozinhar um mingau de arroz fermentado doce com tâmaras vermelhas pra me dar de presente e que se eu não me importasse, poderíamos procurar algum lugar para sentar e conversar. Caminhamos juntos até o portão sul da universidade, e nos sentamos nas escadarias do pátio.

O senhor Chen embrulhou um potinho de mingau de arroz em oito camadas de sacolinhas brancas “para conservar quente até chegar à você”, diz ele.

Está frio, escuro e pouquíssimas pessoas ainda na rua, e alí sentados os dois, começo a ouvir as histórias do senhor Chen sobre sua infância humilde em uma vila pequena ao norte de Wuhan enquanto como o melhor mingau de arroz fermentado com tâmaras que já experimentei.

E nesse momento, sinto como se a lua de Wuhan talvez nunca tivera sido tão ofuscada antes pela beleza da simplicidade de alguém que, mesmo com a idade avançada, senta em um campo aberto com o vento frio batendo na nuca só para fazer o aniversário de um forasteiro algo que não deve ser esquecido.

Depois de algumas semanas, o posto de trabalho do senhor Chen foi remanejado para um departamento no outro lado da Universidade.

Continuei acompanhando suas publicações online, agora que ele assiste aulas de física quântica e literatura russa. Alguns meses se passariam até eu o encontrar novamente na rua da estação do metrô.

Ele me pede uma foto juntos “pra guardar de recordação”, porque decidiu viajar rumo ao sul do país e realizar seu sonho de virar um monge taoísta. 

Nunca mais o vi. Desde semana passada tento contato com ele, mas não obtenho respostas. E eu não consigo parar de pensar na possibilidade do mundo ter perdido uma das pessoas mais doces de Wuhan para o covid19. No começo da semana, insisto em mandar mais uma mensagem.

Fecho a nossa janela de conversa, logo um amigo me passa o vídeo de um comediante brasileiro tirando sarro com um rapaz que veio assistir ao seu show. Em meio à piadas, ele pergunta e o rapaz diz que é chinês.

Gargalhadas abafam as últimas palavras do comediante enquanto ele resmunga a palavra “coronavírus” fazendo cara feia e saindo de perto do chinês alvo da comédia. Penso no senhor Chen em todos os chineses que não merecem esse tipo de chacota.

O dia 21 de fevereiro de 2020 está acabando e eu já o considero um dos melhores do ano. O senhor Chen finalmente me respondeu. “Desculpe o sumiço” – diz. “Eu voltei para a minha vila e estou como voluntário no trabalho para conter o risco de disseminação. Trabalho desinfetando as áreas públicas e ensinando as pessoas a se proteger”.

Ah, senhor Chen, se o mundo pudesse vê-lo! A lua de país nenhum brilharia tanto quanto o sorriso que o senhor leva no rosto já cansado pela idade, mas mais vivo do que nunca pelo amor e compaixão de um dos heróis dessa história toda.

Obrigado senhor Chen, por sempre descer das montanhas do seu retiro espiritual para tocar na vida de tanta gente aqui embaixo.”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*