Como armazenar sementes de linhaça: 11 passos

Gostou? compartilhe!

  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos
  • Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos

Clique nas imagens para ampliar

As sementes de linhaça são bastante famosas por suas propriedades nutritivas, uma vez que são ricas em proteínas e fibras.

Por isto, não é de se estranhar que aja certa procura por sementes de linhaça, com várias indústrias alimentícias buscando suprir essa demanda. Porém, estas indústrias também precisam decidir qual a melhor forma de armazenar tal produto para depois distribuí-lo.

 A opção pelos sacos de papel para linhaça é uma alternativa excelente devido aos benefícios e os baixos custos do produto.

Sacos de papel para linhaça – Porque utilizar

Os sacos de papel para linhaça apresentam boa proteção das sementes de linhaça contra fatores externos, como calor, umidade e qualquer parasita que tente se alimentar das sementes.

Tais sacos conseguem manter as sementes protegidas de contaminação externa e garantir que elas possam ser consumidas e aplicadas em qualquer atividade culinária, conservando suas propriedades nutritivas e o sabor característico do produto.

Outro aspecto protetivo dos sacos de papel para linhaça é em relação a sua capacidade de evitar perdas. Produzidos com papel mutifolhado, com ou sem camada de plástico interno, esse tipo de saco oferece boa resistência.  

Há dois principais modelos de sacos de papel para linhaça que podem ser utilizados para o armazenamento dessas sementes, que são os sacos valvulados e os sacos de boca aberta.

Ambos os modelos são bem eficientes e apresentam formas de armazenamento rápidas, sendo necessário utilizar uma máquina de envase com os sacos valvulados, e uma máquina de costura para fechar os sacos de boca aberta.

Onde adquirir os sacos de papel para linhaça

Esses modelos de sacos de papel para linhaça são facilmente adquiridos ao entrar em contato com a Vipel, uma empresa especializada no setor de embalagens.

A característica que chama mais atenção sobre a Vipel é sua agilidade na logística, pois todos os seus produtos são a pronta entrega, e com isto ela se destaca no mercado.

A Vipel possui boa variedade de tamanhos de sacos que atendem a variados nível de capacidade. A empresa atende com máxima eficiência todo o Brasil. 

Para adquirir sacos de papel para linhaça de ótima qualidade, procure sempre os produtos disponibilizados pela Vipel.

Ligue para (11) 3392-4333 ou clique aqui e entre em contato por email.

Chia emagrece e combate a prisão de ventre

Para emagrecer, deve-se consumir diariamente 1 colher de sopa desta semente misturada com água antes do almoço e do jantar, pois ela dá a sensação de saciedade e diminui a absorção de calorias no intestino.

Para fazer da forma correta, deve-se colocar 1 colher de sementes de chia em meio copo de água e deixar descansar por 15 minutos, para que as sementes absorvam água, bebendo a mistura 20 minutos antes da refeição.

Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos

Porque a chia emagrece

A chia emagrece devido à presença de nutrientes que controlam a fome e trazem benefícios ao corpo, como:

  • Fibras: dão a sensação de saciedade e diminuem a absorção de gordura no intestino;
  • Ômega-3: gordura boa, que reduz a inflamação no corpo e protege o coração;
  • Proteínas: dão a sensação de saciedade e fazem a fome demorar mais a voltar.
  • Para que o efeito emagrecedor da chia funcione, é importante consumir pelo menos 2 litros de água por dia, pois a água juntamente com as sementes é que vai aumentar a saciedade e melhorar o trânsito intestinal.
  • Para emagrecer com saúde é importante comer os alimentos certos na hora certa, o que nem sempre é fácil devido a presença da fome. Por isso, veja o que você precisa fazer para não ficar com fome no vídeo a seguir:

Óleo de chia em cápsulas

Além da semente fresca, também é possível utilizar o óleo de chia em cápsulas para emagrecer e queimar gordura. Para isso, deve-se consumir de 1 a 2 cápsulas do óleo antes do almoço e do jantar, pois assim o seu efeito é semelhante ao da chia fresca.

No entanto, é importante lembrar que o uso de chia em cápsulas só deve ser feito por crianças e mulheres grávidas ou que amamentam segundo orientação do médico ou do nutricionista.

Além de emagrecer, essa semente também melhora a saúde do coração e controla a diabetes, por isso veja mais benefícios da chia

Receitas com chia 

Bolo com chia 

Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos

Essa receita de bolo integral com chia ajuda ajuda a reduzir a prisão de ventre porque aumenta e hidrata o bolo fecal, regulando o trânsito intestinal.

Pode-se também adicionar as sementes de chia em outra receita de bolo porque a chia não prejudica o sabor original e aumenta o valor nutricional da receita. Além disso, a chia também pode ser usada em saladas, vinagrete, vitaminas de fruta ou no iogurte, por exemplo, para aumentar a quantidade de fibra da dieta.

Ingredientes

  • 340 g de alfarroba em lascas,
  • 115 g de margarina,
  • 1 xícara de açúcar mascavo,
  • 1 xícara de farinha de trigo integral,
  • Meia xícara de chia,
  • 4 ovos médios,
  • 1/4 de xícara de cacau em pó,
  • 2 colheres de chá de extrato de baunilha,
  • Meia colher de chá de fermento.

Modo de preparo:

Pré-aquecer o forno a 180 ºC. Derreter as lascas de alfarroba em banho-maria e guardar. Em outro recipiente, bater o açúcar com a margarina e adicionar os ovos e misturar à alfarroba e à baunilha mexendo bem. Peneirar o cacau em pó, a farinha, a chia e o fermento. Misturar, no final, os outros ingredientes e levar ao forno por 35 a 40 minutos.

Também é possível acrescentar nozes, amêndoas ou outros frutos secos no topo do bolo, antes de colocar no forno, para mudar o sabor e obter os benefícios desses alimentos.

Panqueca com chia 

Como Armazenar Sementes de Linhaça: 11 Passos

  1. Esta receita de panqueca com chia é uma excelente forma para combater a prisão de ventre de forma deliciosa, pois a chia é uma semente com muita fibra que ajuda a regular o intestino.
  2. Além disso, as sementes de chia, também são ótimas para combater a gastrite e controlar o nível de açúcar no sangue, no caso da diabetes.
  3. Para melhorar a panqueca, é possível rechear a panqueca com o seu recheio de preferência, que pode ser doce ou salgado, dependendo do objetivo de cada dieta.
  4. Ingredientes:
  • ½ xícara de sementes de chia
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1 xícara de farinha de trigo integral
  • ½ xícara de leite de soja em pó
  • 1 pitada de sal
  • 3 xícaras e meia de água

Modo de preparo:

Colocar todos os ingredientes numa tigela e mexer bem, até que fique um creme homogêneo.

Para fritar a panqueca, molhe uma folha de papel de cozinha com o óleo (ou azeite) para untar a forma. Com a ajuda de uma concha de feijão, coloque um pouco da massa da panqueca na frigideira até que fique corada e então vire para dourar do outro lado.

Chia ou linhaça? Veja qual semente da moda é a melhor

Crédito: iStock

Já ouviu falar sobre a chia e a linhaça? São sementes bem pequenas e chegaram faz pouco tempo nos hábitos dos brasileiros, mas sempre fica aquela dúvida de qual é melhor? Qual é a mais saudável?

Leia também:  Como apagar a senha de alguém no windows (com imagens)

Pensando nas fibras, ambos são ricos em fibras solúveis e insolúveis, que prolongam a sensação de saciedade, contribuem para o bom funcionamento do intestino e retardam o processo de digestão, ou seja, se você comer o carboidrato junto com uma destas sementes, o carboidrato será absorvido de forma lenta assim é liberado de forma mais gradativa na circulação sanguínea, evitando picos de insulina.

Ambas são fontes de fibras e gorduras boas, com isso promovem a sensação de saciedade. Porém quando vamos ver qual tipo de gordura que tem em cada semente, a linhaça tem maior concentração da versão poli-insaturada, com destaque para o ômega-3. Isso é bacana pois tem uma ação anti-inflamatória, o que auxilia no processo de emagrecimento e associado à prevenção de doenças cardiovasculares.

Crédito: iStock

No quesito preço a linhaça ainda ganha em disparado, com isso ela se torna mais acessível.

 A única coisa que temos que tomar cuidado é que esta gordura está dentro da semente, então temos que triturar bem a semente durante a mastigação pois não temos enzimas para digerir a celulose da casca.

Você também pode utilizar na forma de farinha, porém você deve triturar as sementes no liquidificador ou em um mini processador, guardar em um pote escuro e dentro da geladeira por até 5 dias, assim evita que o ômega-3 se oxide.

Outra vantagem da linhaça é para as mulheres que enfrentam os sintomas da menopausa, ao deixar a linhaça de molho por 8 horas em um copo com água, esta água se torna um gel, rico em substâncias chamadas lignanas, que por ser um fitoestrogênio, ajuda a recuperar os níveis hormonais que minimizam os sintomas desconfortáveis desta fase, como os calores e a depressão. Pela manhã, você utiliza as semente e o gel para bater com uma fruta, fazendo um suco.

Crédito: iStock

Por outro lado, a chia uma quantidade maior cálcio, manganês e fósforo, além disso, a chia tem sido mais recomendada para as mulheres em idade fértil e com sintomas no ciclo menstrual. Outra vantagem é a sua durabilidade e digestibilidade, ela não precisa ser triturada como a linhaça, podendo ser consumida inteira.

  • Os valores se referem a 10 gramas do alimento, o que corresponde a uma colher de sobremesa:
  • Energia
  • Chia – 44,3 cal X Linhaça – 45,3 cal
  • Proteínas
  • Chia – 1,6 g X Linhaça – 1,4 g
  • Fibras
  • Chia – 3,4 g X Linhaça- 3,3 g
  • Carboidratos
  • Linhaça – 4,3 g X Chia – 4,4 g
  • Gorduras monoinsaturadas
  • Linhaça – 0,7 g X Chia – 0,2 g
  • Gorduras poli-insaturadas
  • Linhaça – 2,5 g X Chia – 0,6 g
  • Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos da Universidade de São Paulo (TBCA-USP)

Tutorial: Armazenando grãos em garrafas PET

Depois de tanto conhecimento teórico explicado em posts anteriores sobre armazenamento, está na hora de começarmos a colocar a mão na massa! Preparamos então um tutorial de como armazenar grãos dos mais diversos tipos em um objeto simples e encontrado em QUALQUER lugar… a garrafa PET.

O ideal é armazenar alimentos em jarros de vidro, mas convenhamos, ninguém tem acesso fácil a grandes recipientes e ainda temos o inconveniente de serem extremamente frágeis. Então para começar… Porque armazenar comida em garrafas PET?

Este item muitas vezes jogado fora por milhares de famílias todos os dias é um ótimo recipiente para armazenar comida e líquidos por um tempo muito grande, visto que pode ser hermeticamente fechado e tem uma resistência incrível a impactos. Seu custo é irrisório e não ocupa muito espaço quando falamos em armazenagem.

Uma das grandes preocupações em torno desta prática é a possível liberação da toxina Bisfenol A nos alimentos armazenados dentro da garrafa. Esta toxina quando ingerida em grande quantidade de forma constante pode causar problemas nas mais diversas áreas do corpo, porém existem alguns fatores que nos deixam menos preocupados quanto a esta situação:

  •  A ANVISA proibiu limites excessivos dessa toxina em todos plásticos que armazenam líquidos e comida desde 2011;
  • O Bisfenol A é liberado no alimento após longo tempo de armazenamento (em locais quentes) e mesmo assim não possui quantidade o suficiente para causar danos ao corpo;

Bom, visto que estamos seguros quanto a essa dúvida, podemos então prosseguir com a idéia. Segue o vídeo:

  • Caso não seja possível visualizar o vídeo, segue o conteúdo em texto abaixo (com adições e subtrações de conteúdo):
  • Você pode armazenar qualquer tipo de grão com o processo abaixo e, apesar de parecer trabalhoso, vale a pena fazer seu estoque desta forma fácil e barata. Veja os passos abaixo:
  • _____________________________________________________________________________________
  • Primeiro passo: Higienização

Para iniciar devemos higienizar a garrafa PET. O processo é bastante simples, basta lavar o recipiente com detergente e depois enxaguá-lo com álcool para eliminar qualquer resíduo ou bactéria presente. Depois disso, deixe a garrafa secar no sol.

Tire todo o sabão restante após a lavagem

Antes de prosseguir, certifique-se que a garrafa está completamente seca, pois qualquer umidade presente em seu interior pode estragar os grãos armazenados ali.

Segundo passo: Inserção do alho e grãos

Agora, vamos utilizar dentes de alho para absorver a umidade e agir como bactericida para qualquer tipo de organismo que tente crescer dentro da garrafa. O ideal é utilizar um dente de alho a cada quatro dedos de grãos.

Para facilitar o processo de colocar os grãos na garrafa, faça um funil com a boca de outra garrafa, desta forma:

Corte a parte superior de uma garrafa PET e use como funil

Quando você terminar de encher a garrafa, vamos à próxima etapa.

Terceiro passo: Compactação de grãos

Por mais que a garrafa já pareça cheia, ainda cabem muitos grãos a mais. Pressione os feijões na boca da garrafa e bata ela sobre uma superfície dura, o impacto fará os grãos se ajeitarem melhor fazendo com que o espaço de armazenamento seja otimizado.

Bata com força para que os grãos se acomodem e liberem mais espaço

Você terá de repetir esse processo várias vezes, até não haver mais possibilidade de inserir novos grãos.

Quatro passo: Armazenando à vácuo

Nesta etapa você precisará de papel alumínio, algodão, álcool e fósforos.  Com todos materiais prontos, você deve rasgar um pequeno pedaço de papel alumínio e formar uma espécie de “cama” nele e após molhar o algodão em álcool,  insira-o  dentro do papel alumínio.

Coloque o algodão molhado com álcool na “cama”

Posicione o alumínio com álcool sobre os grãos da boca da garrafa e com cuidado incendeie o algodão. O alumínio protegerá o plástico do fogo por tempo suficiente até você fechar a garrafa com a tampa.

Cuidado para não queimar os dedos nesta etapa

Ao fechar a garrafa o fogo continuará acesso até consumir todo o oxigênio da embalagem, finalizando esta etapa.

Quinto passo: Vedando à parafina

Apesar de já ter finalizado o armazenamento, sabemos que somente a tampa não é capaz de manter o vácuo por muito tempo. Para garantir que seus grãos durem vamos vedar a fresta entre a tampa e a garrafa utilizando parafina. Para isso, acenda uma vela e vá pingando a parafina derretida no pequeno vão da tampa:

Leia também:  Como ajudar gatos a se tornarem amigos: 14 passos

Tente fechar o vão inteiro

  1. Isso ajudará a manter seus grãos devidamente isolados das intempéries externas.
  2. Sexto passo: Finalizando com fita adesiva
  3. Para completar, vede a tampa da garrafa com fita adesiva, tentando cobrir a região superior da garrafa e a tampa por completo:

Gasta fita adesiva, porém vale a pena!

Seu armazenamento está pronto! Trabalhoso, porém simples. Agora vamos à identificação.

Sétimo passo: Identificando com etiquetas

Para você possuir um controle das datas em que armazenou os grãos e até quando vão as validades, insira duas etiquetas na garrafa, uma contendo o prazo de validade original do produto (que está na embalagem) e outra com a data de armazenamento:

Escreva à mão mesmo, só certifique-se de deixar a letra legível!

Pronto! Agora cubra as etiquetas com fita adesiva para protegê-las da sujeira ou água. Armazene as garrafas em um local escuro e de preferência sem umidade excessiva.

___________________________________________________________________________________

Seguindo os passos acima você já garantiu 2kg de grãos armazenados por um longo período. O ideal é ter um mês de alimentos em casa e, fazendo mais algumas garrafas destas você atingirá esta meta rapidamente.

Após chegar à quantia que você considera adequada para sua preparação utilize o sistema rotativo em seu estoque, consumindo a garrafa mais velha e inserindo uma nova no local. Isto fará com que você utilize os grãos antes que a validade original expire e ainda assim manterá seu estoque devidamente abastecido!

  • Algumas correções após postagem: 
  • – Para grãos como o feijão, é interessante escolher os grãos, afim de tirar aqueles que possam estar podres;
  • – Se caso o local de armazenamento do saco de feijão for propício à umidade, antes de armazenar os grãos deixe-os por duas horas sob sol ou 15 minutos no forno;
  • – É interessante adicionar também Grãos de pimenta do reino pois elas evitam o surgimento de carunchos.

Dúvidas? Sugestões? Críticas?

Comente abaixo!

Linhaça: 11 benefícios comprovados

Carlos, o Grande, já conhecia os benefícios da linhaça, tendo ordenado que seus súditos comessem sementes de linhaça para cuidar da saúde. Atualmente, a linhaça ganhou fama de superalimento e há estudos que confirmam seus benefícios. Consumir sementes de linhaça com frequência contribui para a redução do colesterol, melhora da pressão arterial e diminuição do risco de câncer.

Benefícios da linhaça

1. Nutritiva

O cultivo de sementes de linhaça é um dos mais antigas do mundo. Existem dois tipos de grãos de linhaça, a marrom e a dourada, que são igualmente nutritivas.

Apenas uma colher de sopa de linhaça (cerca de 7 gramas) fornece uma boa quantidade de proteínas, fibras e ácidos graxos ômega 3, além de ser uma rica fonte de algumas vitaminas e minerais. Uma colher de sopa de semente de linhaça moída contém:

  • Calorias: 37
  • Proteína: 1,3 gramas
  • Carboidratos: 2 gramas
  • Fibra: 1,9 gramas
  • Gordura total: 3 gramas
  • Gordura saturada: 0,3 gramas
  • Gordura monoinsaturada: 0,5 gramas
  • Gordura poli-insaturada: 2,0 gramas
  • Ácidos graxos ômega 3: 1.597 mg
  • Vitamina B1: 8% da Ingestão Diária Recomendada (IDR)
  • Vitamina B6: 2% da IDR
  • Folato: 2% da IDR
  • Cálcio: 2% da IDR
  • Ferro: 2% da IDR
  • Magnésio: 7% da IDR
  • Fósforo: 4% da IDR
  • Potássio: 2% da IDR

Os benefícios da linhaça para a saúde são atribuídos, principalmente, ao seu conteúdo de ômega-3, lignanas e fibras.

2. Rica em Ômega 3

Se você é vegetariano ou não come peixe, a semente de linhaça pode ser sua melhor fonte de gorduras ômega-3 .

Eles são uma rica fonte de ácido alfa-linolênico (ALA), um ácido graxo ômega-3. O ALA é um dos dois ácidos graxos essenciais que deve ser obtido pela ingestão de alimentos, pois o organismo não o produz.

Estudos em animais (1, 2, 3) mostram que o ALA presente nas sementes de linhaça impediu que o colesterol fosse depositado nos vasos sanguíneos do coração, reduziu a inflamação nas artérias e o crescimento de tumores.

Um estudo da Costa Rica envolvendo 3.638 pessoas descobriu que aqueles que comiam mais ALA tinham um risco menor de ataque cardíaco do que aqueles que consumiam menos ALA. Além disso, uma grande revisão de 27 estudos envolvendo mais de 250.000 pessoas descobriu que o ALA estava associado a um risco 14% menor de doença cardíaca.

Numerosos estudos (5, 6, 7) também ligaram o ALA a um menor risco de acidente vascular cerebral. Uma revisão recente de dados observacionais também concluiu que o ALA tem benefícios para a saúde cardíaca comparáveis ​​ao ácido eicosapentaenóico (EPA) e ao ácido docosahexaenóico (DHA), duas das gorduras ômega 3 mais conhecidas.

3. Fonte de lignanas, que podem reduzir o risco de câncer

Os lignanos são compostos vegetais que possuem propriedades antioxidantes e estrogênicas, os quais podem ajudar a diminuir o risco de câncer e melhorar a saúde (confira aqui estudo a respeito). Curiosamente, as sementes de linhaça contêm até 800 vezes mais lignanas do que outros alimentos vegetais (confira aqui estudo a respeito).

Estudos observacionais mostraram que aqueles que comem sementes de linhaça têm menor risco de câncer de mama, particularmente mulheres na pós-menopausa. Um estudo canadense envolvendo mais de 6.000 mulheres também mostrou que aquelas que comeram sementes de linhaça tiveram 18% menos chances de desenvolver câncer de mama.

No entanto, os homens também podem usufruir dos benefícios da linhaça. Em um pequeno estudo incluindo 15 homens, aqueles que receberam 30 gramas de sementes de linhaça por dia, seguindo uma dieta pobre em gordura, mostraram níveis reduzidos de um marcador de câncer de próstata, sugerindo um menor risco de câncer de próstata.

A linhaça também parece ter potencial para prevenir o câncer de cólon e de pele, segundo estudos em laboratório e em animais. No entanto, mais pesquisas são necessárias para confirmar isso.

4. Rica em fibras dietéticas

Apenas uma colher de sopa de linhaça contém 3 gramas de fibra, o que corresponde a 8% a 12% da dose diária recomendada para homens e mulheres, respectivamente, de acordo com estudo.

Além disso, as sementes de linhaça contribuem na dieta com fibras solúveis (que representam de 20 a 40% da composição da linhaça) e insolúveis (60 a 80% da linhaça). Este duo de fibra é fermentado pelas bactérias no intestino grosso, aumentando as fezes e resultando em movimentos intestinais mais regulares.

Por um lado, a fibra solúvel aumenta a consistência do conteúdo do intestino e diminui a taxa de digestão. Isto ajuda a regular o açúcar no sangue e a reduzir o colesterol, segundo estudo.

Já a fibra insolúvel permite que mais água se ligue às fezes, aumenta a sua massa e resulta em fezes mais macias. Isso é útil para prevenir a constipação e para aqueles que têm síndrome do intestino irritável ou doença diverticular (confira aqui estudo a respeito).

Leia também:  Como amar uma mulher de escorpião: 12 passos

5. Ajuda a melhorar o colesterol

Outro benefício para a saúde das sementes de linhaça é a sua capacidade de baixar os níveis de colesterol.

Em um estudo com pessoas com colesterol alto, consumir 3 colheres de sopa (30 gramas) de pó de linhaça diariamente por três meses reduziu o colesterol total em 17% e o colesterol LDL (o “ruim”) em quase 20%. Outro estudo de pessoas com diabetes descobriu que tomar uma colher (10 gramas) de pó de linhaça diariamente por um mês resultou em um aumento de 12% no colesterol HDL, o “colesterol bom”.

Em mulheres na pós-menopausa, o consumo diário de 30 gramas de linhaça reduziu o colesterol total e o colesterol LDL em aproximadamente 7% a 10%, respectivamente.

Estes efeitos parecem ser devidos à fibra nas sementes de linhaça, uma vez que elas se ligam aos sais biliares e são excretadas pelo organismo. Para reabastecer esses sais biliares, o colesterol é retirado do sangue para o fígado. Esse processo reduz os níveis sanguíneos de colesterol.

6. Ajuda a reduzir a pressão arterial

Estudos sobre linhaça também analisaram sua capacidade natural de reduzir a pressão arterial.

  • Pressão alta: sintomas, causas e tratamento

Um estudo canadense descobriu que ingerir 30 gramas de linhaça diariamente por seis meses reduziu a pressão arterial sistólica e diastólica em 10 mmHg e 7 mmHg, respectivamente (é considerada como pressão alta aquela que se mantém acima de 140 por 90 mmHg). Para aqueles que já estavam tomando medicação para pressão sanguínea, a semente de linhaça diminuiu ainda mais a pressão arterial e diminuiu em 17% o número de pacientes com pressão arterial alta não controlada.

Além disso, de acordo com uma grande revisão que analisou dados de 11 estudos, a ingestão de sementes de linhaça por mais de três meses reduziu a pressão arterial em 2 mmHg.

Embora isso possa parecer insignificante, uma redução de 2 mmHg na pressão arterial pode diminuir o risco de morte por acidente vascular cerebral em 10% e de doença cardíaca em 7%, de acordo com estudo.

7. Contêm proteína de alta qualidade

As sementes de linhaça são uma ótima fonte de proteína baseada em vegetais, e há um interesse crescente pela proteína da linhaça e seus benefícios para a saúde. A proteína da linhaça é rica nos aminoácidos arginina, ácido aspártico e ácido glutâmico (confira aqui estudos a respeito: 8, 9).

Numerosos estudos (10, 11, 12) em laboratório e em animais mostraram que a proteína da linhaça ajudou a melhorar a função imunológica, reduziu o colesterol, preveniu tumores e teve propriedades antifúngicas.

Se você está pensando em cortar a carne e tem medo de ficar com muita fome, a semente de linhaça pode ser sua resposta.

  • Como ser vegetariano: 12 dicas imperdíveis

Em um estudo, 21 adultos receberam uma refeição de proteína animal ou farinha de proteína vegetal. O estudo não encontrou diferença em termos de apetite, saciedade ou ingestão de alimentos observada entre as duas refeições.

8. Pode ajudar no controle do açúcar no sangue

Diabetes tipo 2 é um grande problema de saúde em todo o mundo. Ela é caracterizada por altos níveis de açúcar no sangue, como resultado da incapacidade do corpo em secretar insulina ou pela resistência a ela.

Alguns estudos (13, 14, 15) descobriram que pessoas com diabetes tipo 2 que adicionaram 10 a 20 gramas de pó de linhaça à sua dieta diária por pelo menos um mês tiveram reduções de 8 a 20% nos níveis de açúcar no sangue.

Este efeito de diminuição do açúcar no sangue se deve principalmente ao conteúdo de fibra insolúvel da linhaça. Pesquisas (16, 17) descobriram que a fibra insolúvel retarda a liberação e reduz o açúcar no sangue.

No entanto, um estudo com óleo de linhaça não encontrou nenhuma mudança nos níveis de açúcar no sangue ou qualquer melhoria no controle do diabetes. Isto pode ser devido ao pequeno número de sujeitos no estudo e ao uso do óleo e não da semente de linhaça. O óleo de linhaça não tem fibras, que são as principais responsáveis pela capacidade da linhaça de reduzir o açúcar no sangue.

  • Óleo de linhaça: entenda seus benefícios e a importância de seu ômega 3

No geral, as sementes de linhaça podem ser uma opção que proporciona muitos benefícios à dieta das pessoas com diabetes.

9. Ajuda no controle do peso

Se você tem tendência a comer lanchinhos nada saudáveis entre as refeições, você pode considerar a adição de sementes de linhaça na sua bebida para afastar a fome. Um estudo descobriu que adicionar 25 gramas de semente de linhaça moída a uma bebida reduzia a sensação de fome e apetite geral.

As sensações de fome reduzida foram provavelmente devidas ao conteúdo de fibras solúveis das sementes de linhaça. Elas retardam a digestão no estômago, o que desencadeia a liberação de uma série de hormônios que controlam o apetite e proporcionam uma sensação de plenitude, segundo alguns estudos (18, 19, 20).

O conteúdo de fibra dietética de linhaça pode auxiliar no controle do peso, suprimindo a fome e aumentando a sensação de saciedade.

10. Atua como remédio para menopausa

As sementes de linhaça são uma opção de tratamento natural para os sintomas da menopausa, já que são fonte de ômega-3, manganês, fósforo e outros minerais. Semelhante à soja, a linhaça contém propriedades estrogênicas que podem ajudar a aliviar a frequência ou gravidade das ondas de calor, segundo estudo da Mayo Clinic.

Outra pesquisa comparou os efeitos da linhaça com a terapia de reposição hormonal e mostra que mulheres menopáusicas que tomaram cinco gramas de linhaça diariamente durante 3 meses tiveram uma redução nos sintomas da menopausa semelhante às que fizeram terapia de reposição hormonal.

11. É versátil

A semente de linhaça ou o óleo de linhaça podem ser adicionados a muitos alimentos comuns. Confira algumas dicas:

  • Adicione linhaça à água e beba como parte de sua ingestão diária de líquidos;
  • Use o óleo de semente de linhaça como um molho na salada;
  • Polvilhe sementes de linhaça moídas sobre o cereal matinal quente ou frio;
  • Misture as sementes em smoothies para engrossar a consistência;
  • Adicione-as à água para usar como substituto do ovo.

Dica para adicionar linhaça à sua dieta

Muitos benefícios de saúde impressionantes são atribuídos ao consumo de linhaça. Uma dica para adicionar essas pequenas sementes em sua dieta é consumir a linhaça moída em vez de inteira, já que as sementes de linhaça moídas são mais fáceis de digerir.

Você não colherá tantos benefícios das sementes de linhaça inteiras, pois o intestino sozinho não consegue quebrar as sementes. Uma ideia é comprar as sementes de linhaça inteiras, triturá-las em um moedor de café e armazenar as sementes de linhaça moídas em um recipiente hermético.

Fontes: Healthline e Science Direct

Veja também:

Cadastre-se e receba nosso conteúdo em seu email. Comunicar erro

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*