Como apresentar um evento (com imagens)

Escrito por: Karla Assis

• Organizar Eventos • Post

Basta pensar nas argolas das olimpíadas ou no logotipo do Rock in Rio para entender o poder da identidade visual para eventos. É muito fácil lembrar dessas imagens e, repare, o estilo delas não tem nada de complicado. Isso significa que você também pode criar materiais impactantes e memoráveis para identificar o seu evento — sem complicações.

Quer saber como? Confira a seguir:

A identidade visual para eventos faz toda a diferença! 

Como Apresentar um Evento (com Imagens)

Competições, palestras, coquetéis, desfiles de moda, workshops, lançamentos de livros ou produtos, reuniões para networking… a identidade visual para eventos é uma estratégia poderosa!

A chave é trazer à lembrança dos participantes a experiência que tiveram ao participar do seu evento. É o mesmo que acontece com a música —  dá uma olhada nesse texto aqui para entender do que estou falando! 

Com uma boa dose de criatividade, você consegue expressar esse conceito em um logotipo. Mas nada como ir além e envolver seu público com um estilo próprio de comunicar as sensações através de imagens, criadas especialmente para dar destaque à ocasião.  Assim o seu evento pode ser reconhecido num piscar de olhos e, o melhor, se tornar inesquecível!

O passo a passo da criação da identidade visual para eventos

Como Apresentar um Evento (com Imagens)

Se você quer promover um evento de sucesso, o planejamento é fundamental. Sendo assim, esta é uma tarefa que deve ter prioridade máxima assim que você já tiver preparado o essencial do seu evento, como data, local e orçamento.

Em geral, o processo envolve as seguintes etapas:

  1. Definir com clareza as características do evento: tema, objetivo, estilo, dinâmica e público-alvo — com os principais dados sobre as pessoas para quem o evento se destina.
  2. Determinar quais recursos (físicos e online) serão utilizados para reforçar visualmente o conceito do evento, dos mais variados materiais de marketing a detalhes decorativos, uniformes, menus, vídeos, e backdrops — aqueles painéis para tirar fotos.
  3. Deixar a criatividade fluir e testar suas ideias de cores, fontes, fotos, ilustrações e outros elementos de design, para determinar o conjunto de recursos que melhor transmite a atmosfera desejada.
  4. Criar o logotipo do evento e suas versões.
  5. Customizar o site do evento e criar os perfis nas redes sociais (e depois produzir os posts e anúncios), banners, cartazes, panfletos etc.
  6. Elaborar releases, assinatura do evento para e-mails de enquete e/ou agradecimento, newsletters, folders, blocos com papel timbrado, certificados de participação, vales-brinde e outras formas de lembrança da participação.
  7. Adaptar e/ou atualizar a identidade visual, no caso de eventos recorrentes.

Parece muita coisa? Mas não precisa se preocupar: dá para criar toda a identidade visual para eventos com os recursos de uma plataforma de design.

Como criar materiais gráficos que destacam a sua identidade visual

Como Apresentar um Evento (com Imagens)

É claro que há uma série de assuntos que você pode pesquisar para ter mais suporte na concepção de sua identidade visual — da psicologia das cores, na comunicação ao estudo do branding de eventos de sucesso no seu nicho, por exemplo.

Mas que tal começar pelo básico?

As dicas a seguir funcionam como um tripé. Elas dão o apoio que você precisa antes, durante e depois de seu evento para criar materiais gráficos incríveis. Veja só:

1- Aposte na personalização

A personalização é a chave para destacar o que o seu evento tem de mais especial. Afinal, você entende melhor do que ninguém qual o conceito da experiência que está promovendo e pode identificar os detalhes de maior interesse para seu público.

E isso não significa abrir mão de alguns atalhos que tanto facilitam seu trabalho…Assim como você se acostumou a fazer aqui, vale usar um template e fazer as alterações que quiser em seus materiais gráficos para compartilhar online ou imprimir. Então, aproveite que os modelos prontos do Canva são criados por designers profissionais e use-os como inspiração.

2- Mantenha a sintonia

Todos os materiais relacionados ao evento devem estar em sintonia com a identidade visual. Pense em cada design como uma amostra do que você tem a oferecer ao público e lembre-se que um bom “conjunto da obra” reforça sua mensagem e demonstra profissionalismo. Portanto, é importante manter um padrão de qualidade e garantir a precisão dos elementos.

Digamos que você escolheu uma fonte em vermelho para o seu logotipo, como o famoso design do Rock in Rio. Não há problemas em variar as cores que atuam como coadjuvantes em seu material, mas o ideal é repetir o tom exato do vermelho em todas as versões do logo.

Do contrário, a diferença de tonalidades pode fazer com que as pessoas desconfiem que o material não é oficial. Uma boa solução para evitar isso é organizar em um só lugar os valores exatos de cada cor de sua paleta, definir o seu conjunto de fontes já prevendo os tamanhos para cada tipo de uso, criar pastas com imagens, ilustrações e outros detalhes essenciais.

3- Defina cuidadosamente as cores

A cor é um dos itens mais importantes em qualquer identidade visual. Isso porque as cores são capazes de comunicar significados, provocar emoções e despertar impressões. Um bom design pode despertar o interesse do seu público, chamar atenção, emitir uma mensagem. Sendo assim, nada de escolher sua cor favorita ou qualquer cor, certo?

Como regra prática, tenha em mente que cores quentes (vermelho, laranja, amarelo) são mais chamativas e alarmantes, enquanto cores frias (azul, verde, lilás) são mais tranquilas e amenas. Além disso, as cores também possui significados e você deve avaliá-los na hora de escolher a cartela de cores.

Confira o significado de algumas cores: 

  • Vermelho: amor, paixão, coragem,  poder, urgência, ousadia, intensidade, etc.
  • Amarelo: energia, calor, luz, atenção, clareza, credibilidade, alerta, inteligência, etc.
  • Azul: confiança, segurança, tranquilidade, calma, harmonia, produtividade, força, etc.
  • Laranja: amizade, gentileza, alegria, saúde, prazer, criatividade, sucesso, equilíbrio, etc.
  • Verde: natureza, saúde, vida, crescimento, estabilidade, proteção, vitalidade, calma, etc.
  • Roxo: imaginação, realeza, luxo, mistério, moda, intuição, magia, sabedoria, etc.
  • Rosa: beleza, doçura, afeto, feminilidade, charme, compaixão, sensibilidade, etc.
  • Preto: sofisticação, formalidade, poder, mistério, modernidade, sedução, etc.
  • Cinza: neutralidade, autoridade, seriedade, qualidade, estabilidade, prestígio, etc.
  • Branco: paz, virtude, verdade, esperança, minimalismo, integridade, bondade, etc.
  • Marrom: maturidade, antiguidade, consciência, disciplina, responsabilidade, etc.

Ao decidir a cor principal da identidade visual do seu evento, você deve decidir as cores complementares. Para que você possa utilizá-las de forma harmônica, recomendamos o uso círculo cromático. Esse círculo nada mais é que a representação simplificada de como nós, seres humanos, percebemos as cores.

As cores complementares são opostas umas às outras. As cores análogas são um grupo de três, que ficam lado a lado. Já as complementares decompostas também são um grupo de três, mas dessa vez formando uma espécie de triângulo.

Você pode usar qualquer uma dessas três formas de combinação: cores complementares, cores análogas e complementares decompostas. Assim, você vai garantir mais harmonia à identidade visual do seu evento.

4 – Evite excessos

Você já compreendeu seu público e definiu as cores seguindo todas as orientações. Agora, chegamos ao momento em que você vai colocar as ideias na tela (ou no papel) . A nossa dica aqui é simples: evite qualquer tipo de excesso. Menos é mais!

Coloque na arte apenas as informações necessárias e determinantes para atrair as pessoas para seu evento. Se você não administrar bem a quantidade de textos e dados, pode ser que seu cartaz, por exemplo, fique poluído, confuso e não desperte o interesse do público em ver qual a proposta da organização.

Se houve necessidade de colocar diversas informações, pense na possibilidade de criar mais de um banner ou cartaz, por exemplo. O ideal é dividir os dados em diversos templates para que fique visualmente eficaz e ainda assim comunique tudo que for necessário. Pense bem sobre isso!

5- Envolva seu público

Como você acaba de ver, o visual de seus materiais pode transmitir credibilidade e agregar valor a seu evento. Mas dá para aproveitar bem mais esse potencial. Faça com que sua identidade gere identificação, estimulando as pessoas a compartilharem detalhes sobre a experiência!

Para isso, elabore atividades e materiais sob medida para gerar engajamento nas redes sociais: animações de contagem regressiva, brindes e adereços que podem ser fotografados durante o evento, vídeos dos melhores momentos e muitos posts incríveis — tanto para gerar expectativa quanto para registrar o evento e celebrar as memórias criadas pelo público.

Leia também:  Como aguentar as dificuldades do ensino médio

Como os eventos corporativos ajudam a firmar a imagem da marca?

Como Apresentar um Evento (com Imagens)Powered by Rock Convert

Uma ótima forma de consolidar a imagem da sua empresa no mercado e aumentar o respaldo da marca é por meio da realização de eventos corporativos — de alta qualidade, claro. Para isso, é imprescindível contar com boa estrutura e organização, a fim de evitar críticas e demais prejuízos à imagem corporativa. Mas, afinal, como os eventos corporativos ajudam a firmar a imagem de uma marca? Confira e descubra!

Relacionamento com o público

A comunicação entre uma empresa e seu público pode se dar de várias formas, por diversas mídias e em diferentes momentos. A organização de um evento corporativo é uma dessas formas de se relacionar com o público e apresenta algumas vantagens importantes, que definitivamente devem ser consideradas por gestores e CEOs.

Para começar, esses eventos proporcionam um contato mais próximo com clientes (em potencial e efetivos), já que se desenrolam em ambientes produzidos pela empresa, livres de formalismos e entraves desnecessários.

Assim, os clientes que se dispõem a participar dessas confraternizações normalmente já estão mais abertos para receber ofertas de produtos e serviços, ser apresentados à cultura organizacional da empresa ou o que mais for compartilhado.

Oportunidade de divulgação

Já que falamos em oferta de produtos e serviços, vale lembrar que os eventos corporativos são ótimas oportunidades para divulgar eventuais lançamentos da empresa.

Ao estabelecer um primeiro contato de proximidade com os clientes, você garante que ao menos será ouvido por seu público-alvo.

E, convenhamos, isso já pode ser bem difícil de acontecer hoje em dia, em um contexto cada vez mais competitivo e de grande oferta.

Credibilidade da marca

Eventos corporativos também ajudam a consolidar a marca da empresa no mercado.

Por meio de festas de lançamento, conferências, palestras, feiras e outros tipos de evento, um negócio pode ser visto não apenas por clientes em potencial, mas também por concorrentes e possíveis colaboradores. Essa é uma ótima forma de se estabelecer entre competidores e ocupar mais um espaço importante de divulgação!

Confirmação da identidade visual

A maioria das empresas gasta muito tempo e energia à procura de uma identidade visual que efetivamente corresponda a seus valores e à sua cultura organizacional. É preciso manter a coerência em relação a essa imagem. Afinal, logo, fonte, sonoridade do nome e até mesmo as diferentes aplicações dessa identidade visual afetam sim a percepção que os consumidores têm sobre a empresa.

Aí é que entram os eventos corporativos, como mais uma forma de consolidar e refletir essa identidade visual.

Ao contrário das mídias tradicionais e de outras plataformas limitadas de divulgação visual, um evento é uma tela completamente em branco para quem deseja atrair novos negócios.

Basta usar a imaginação e contar com uma equipe qualificada para traduzir todos os valores e ideais da empresa em uma reunião de sucesso!

Motivação de colaboradores internos

Outra vantagem relacionada à realização de eventos corporativos é a consequente motivação dos colaboradores internos. Afinal de contas, uma marca também precisa consolidar sua imagem perante os próprios funcionários para gerar engajamento e fazer com que eles efetivamente vistam a camisa da empresa.

A lógica não é nada complicada: durante esses eventos, os funcionários podem fugir da rotina, lançando-se em novos desafios, assumindo mais responsabilidades e colocando em prática suas habilidades de produção, organização e networking. Por tudo isso e muito mais, eles aproveitam bem os benefícios de cada evento, o que os motiva a fazer além do que é esperado, superando expectativas.

Integração da equipe

Ainda em relação à imagem da empresa junto a seus colaboradores, os eventos corporativos também ajudam na integração geral da equipe.

Para usufruir dessa consequência pra lá de positiva, no entanto, é preciso demonstrar a importância dessas oportunidades para funcionários dos mais variados setores, de forma a incentivá-los a trabalhar em benefício de um mesmo propósito: o sucesso do evento.

Assim, esses eventos ajudam a fortalecer a integração dos colaboradores, promovendo a superação conjunta de desafios e a formação de equipes muito mais cooperativas. Sem dúvida, essa é mais uma excelente forma de engajar seus colaboradores no clima organizacional da empresa!

Oportunidade de comunicação externa

Pode acreditar: poucas oportunidades de comunicação com o público-alvo são tão efetivas quanto os eventos corporativos. Eles proporcionam um ambiente de maior receptividade para uma plateia de clientes em potencial, colaboradores e até outros agentes de mercado. E esses contatos podem vir a ser bastante relevantes para sua estratégia de negócio.

Além disso, são ambientes controlados, escolhidos por você, de exclusividade para ações comerciais e de marketing, sem a típica (e estressante) concorrência por atenção que normalmente toma as feiras de negócios e outros meios de comunicação. Nesse caso, portanto, você tem a certeza de que sua imagem será a única na mente do público, podendo controlar como essa história será contada, quais ações são mais adequadas, entre outros inúmeros aspectos.

Ciclo virtuoso de negócios

Eventos corporativos também são ótimas forma de alimentar um ciclo virtuoso de negócios para sua empresa. Primeiramente, eles representam uma oportunidade de networking e apresentação dos produtos e serviços mais adequados para a audiência do evento. Muitos novos clientes podem ser recebidos e prospectados nessas ocasiões.

Além de prospectar clientes em potencial, os eventos ainda podem servir para reforçar laços comerciais já existentes, fidelizando esses parceiros. Uma cartela de clientes regulares precisa ser não só mantida, mas fortalecida por meio de contatos constantes e canais abertos de comunicação com representantes de sua empresa. Forma-se, com os eventos corporativos, um ciclo que se retroalimenta.

Divulgação da cultura organizacional

Finalmente, outro aspecto fundamental para a realização de eventos corporativos e a consolidação da marca da empresa é a divulgação da cultura organizacional. Além de motivar e engajar colaboradores internos, esse aspecto também deve ser transmitido ao público-alvo do negócio e a seus parceiros comerciais.

Os valores essenciais do empreendimento, sua visão e sua missão representam o núcleo essencial de trabalho da empresa, que determina como serão seus hábitos, comportamentos, políticas, crenças e processos cotidianos. Como isso diz respeito à sua forma de fazer negócios, nada melhor que apostar em sua divulgação como parte indissociável da imagem da sua marca, não concorda?

Mas e a sua empresa, por acaso tem investido em eventos corporativos como forma de consolidar sua imagem no mercado? Para entender mais sobre esse assunto, aproveite para conferir também como usar eventos corporativos como estratégia de marketing!

Como fazer banner no PowerPoint

É possível criar banner ou cartaz no PowerPoint de jeito simples. O editor de slides e apresentações do pacote Office permite editar as dimensões e formatações da página para que sejam feitas peças gráficas de divulgação de shows, eventos e espetáculos.

O usuário pode adicionar imagens salvas no computador como plano de fundo, textos de vários tamanhos e cores, além de elementos gráficos para complementar o design da arte. Ao final das edições, o arquivo pode ser baixado em formato de imagem, em PDF ou enviado direto para impressão.

Confira, a seguir, como fazer um banner usando o PowerPoint.

1 de 9
Além de slides, é possível criar peças gráficas no PowerPoint — Foto: Divulgação/Microsoft

Além de slides, é possível criar peças gráficas no PowerPoint — Foto: Divulgação/Microsoft

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Passo 1. Abra o Power Point e inicie uma apresentação em branco.

2 de 9
Abrindo uma apresentação de slides em branco no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Abrindo uma apresentação de slides em branco no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Passo 2. Abra a aba “Design” para alterar o tamanho do slide. No menu, escolha a opção “Tamanho do Slide” e, depois, “Tamanho do Slide Personalizado”.

3 de 9
Alterando as dimensões do slide no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Alterando as dimensões do slide no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Passo 3. Na caixa de diálogo que surgirá na tela, você poderá preencher as dimensões manualmente ou escolher formatos pré-determinados. Para este exemplo, selecionamos o tamanho A4. Também altere a orientação da página entre retrato e paisagem, caso queira. Confirme a ação clicando em “Ok”.

Leia também:  Como amamentar no peito (com imagens)

4 de 9
É possível mudar o tamanho do slide manualmente ou escolhendo formatos pré-determinados pelo PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

É possível mudar o tamanho do slide manualmente ou escolhendo formatos pré-determinados pelo PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Passo 4. Para adicionar uma imagem de fundo, acesse a aba “Design” e escolha “Formatar Plano de Fundo”. Depois, selecione uma imagem do catálogo do PowerPoint ou envie uma imagem do seu computador, clicando em “Arquivo”.

5 de 9
Mudando o plano de fundo de um slide do PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Mudando o plano de fundo de um slide do PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Passo 5. Utilize as caixas de texto para adicionar as frases que desejar.

6 de 9
Adicionando textos a um banner criado no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Adicionando textos a um banner criado no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Passo 6. Para adicionar uma imagem, acesse a aba “Inserir” e escolha “Imagens”. Depois, selecione o arquivo na sua pasta e pressione “Inserir”.

7 de 9
Adicione quantas imagens quiser para ilustrar o banner feito no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Adicione quantas imagens quiser para ilustrar o banner feito no PowerPoint — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Passo 7. Para adicionar elementos e formas gráficas, vá em “Inserir” e, depois, em “Formas”. Selecione o item que desejar e ajuste seu tamanho como quiser.

8 de 9
Elementos e formas gráficas poderão deixar o banner mais atraente — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Elementos e formas gráficas poderão deixar o banner mais atraente — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Passo 8. Ao final das edições, clique em “Arquivo”, no canto superior esquerdo, e escolha a opção “Salvar como” para salvar a imagem no computador, ou “Imprimir” para enviar direto para impressão.

9 de 9
Banner criado no PowerPoint pode ser salvo no computador ou enviado direto para impressão — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Banner criado no PowerPoint pode ser salvo no computador ou enviado direto para impressão — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Pronto. Aproveite as dicas para fazer banners e cartazes usando o Power Point.

Como Apresentar um Evento (com Imagens)

PowerPoint: dicas para usar melhor o programa

Como inserir vídeo no PowerPoint? Veja dicas no Fórum do TechTudo.

Dicas imperdíveis para fazer a melhor divulgação de eventos!

  • A divulgação de eventos é uma das maneiras mais eficazes para atrair público e reforçar o seu branding. 
  • Afinal, de nada adianta organizar e planejar seu evento da melhor maneira possível, se o público não sabe da sua existência.
  • É importante notar que diferente de grandes empresas e marcas, eventos científicos não atraem tanto público com publicidade e propaganda em meios tradicionais.

Isso porque, a divulgação precisa ser  dirigida a um público específico! Mas, para isso, você precisa ter um plano de marketing bem definido. 

→ Receba agora um kit de Marketing gratuito para seu evento 

Por isso, hoje, trouxemos um conteúdo bem completo com dicas imperdíveis para divulgação de eventos acadêmicos e científicos! 

Como fazer a divulgação de um evento

Aprenda agora, em um passo a passo, a divulgar seu evento de forma eficaz! Atinja seu público, atraia novos participantes e aumente a visibilidade do seu evento. 

1. Defina seu público ideal

  1. Primeiramente, é necessário definir e entender o perfil dos participantes do seu evento!
  2. Para isso, vai ser preciso definir mais do que características como renda, gênero e faixa etária, por exemplo.

  3. Será necessário criar uma persona para seu evento!
  4. E o que é uma persona? Segundo a Rock Content e Resultados Digitais, ela é definida como:

Uma persona é a representação do seu cliente típico, com todas as suas principais características e necessidades.

Exemplo de uma persona:

Maria, organizadora de um workshop voltado para a área de Marketing Digital,  definiu uma persona para seu evento. 

Luiz tem 23 anos, mora em São Paulo, é recém formado em publicidade e propaganda e trabalha no setor de Marketing de uma microempresa.

Nas horas vagas, Luiz gosta de ler livros e fazer cursos online para se especializar em Marketing Digital. Mas, para ele, é inviável pagar um curso profissionalizante na cidade em que mora, pois os cursos são muito caros. 

Por isso, ele pesquisa na internet eventos e cursos da sua área, com um preço mais acessível, afinal, o sonho de Luiz é ser especialista em Marketing Digital!

  • Você pode criar a sua, através de um gerador de persona online.
  • Ou seja, para sua persona ser completa, será preciso definir a segmentação geográfica, demográfica, comportamental e psicográfica do seu público!
  • E, através disso, a estratégia de divulgação será mais efetiva, principalmente quando você definir um plano de marketing para seu evento.
  • Como Apresentar um Evento (com Imagens)

2. Escolha canais e formatos 

Após definir a persona do seu evento, vai ser necessário traçar estratégias para cada canal e meio de comunicação que seu público está presente.

Para seu evento, é mais interessante utilizar canais off ou on? Seria mais eficaz divulgar seu evento em formatos impressos ou digitais, por exemplo?

São tipos de perguntas que você deve fazer antes de escolher os canais e formatos ideias para fazer a divulgação do seu evento.

Como promover eventos? Confira dicas infalíveis

Um dos pontos mais importantes da organização de seus eventos é a divulgação. E você, sabe promover eventos? Confira nossas dicas para promover eventos.

Conheça o seu público de seu evento

Antes mesmo de organizar o seu evento e estabelecer os temas a serem tratados em seu congresso, feira, workshop, simpósio entre outros, é essencial que você conheça o seu público.

Ao definir o seu público-alvo, saiba quais canais este público acessa, os veículos nos quais estão presentes. Tenha em mente o que o seu evento pode proporcionar de valor para o seu público.

Compreender seus diferenciais perante outros congressos e feiras pode te ajudar a vender sua proposta.

Como Apresentar um Evento (com Imagens)

Crie uma estratégia de divulgação

Para garantir o sucesso de seu evento, você precisa criar uma estratégia de divulgação. Realize um plano de mídia e busque uma assessoria de imprensa para auxiliá-lo na divulgação junto aos portais de mídias.

Invista na interatividade para promover eventos

Vídeos são uma excelente forma de você apresentar o seu evento de uma forma dinâmica e se vender em poucos segundos para o seu público. Já fez outras edições de seu evento? Compile os vídeos e imagens e crie uma breve apresentação interativa para sua nova edição.

Terá palestrantes em seu evento? Peça para que eles criem vídeos ou até mesmo lives (transmissões ao vivo) para apresentar teasers com os motivos pelos quais seu workshop, feira ou congresso será imperdível!

Fidelização por meio de eventos

Caso seu congresso ou conteúdo seja destinado ao público que já pertence a sua base, você pode optar pelas seguintes formas de divulgação.

O envio de e-mail marketing e SMS para a sua base pode ser um recurso poderoso na hora de fidelizar e aproximar ainda mais o público de sua marca por um baixo custo.

Sabe quando você está navegando na internet e aparecem anúncios que te “perseguem” em outros sites? Isso é retargeting.

O retargeting pode ser usado como uma forma de garantir que o seu público não esquecerá de você.

5 dicas infalíveis para Divulgar seu Evento no Instagram!

Não é novidade para ninguém que as redes sociais se tornaram canais ideais para a divulgação de produtos, marcas ou serviços. As inúmeras opções disponibilizadas pela internet permitem o compartilhamento de informações, imagens, anúncios, vídeos, notícias, e ainda possibilitam a interação entre empresas e pessoas.

Uma das plataformas mais procuradas pelos produtores de eventos é o Instagram. Com mais de 1 bilhão de usuários no mundo e 57 milhões no Brasil, essa rede social oferece diferentes ferramentas que, se utilizadas de forma correta, podem ajudar e muito na divulgação e claro, no aumento da sua venda de ingressos.

Quer aprender de uma vez por todas como inserir essa grande aliada no seu planejamento? Confira 5 dicas infalíveis.

Dica 1: o seu público está no Instagram? Saiba tudo sobre os seus hábitos

Antes de sair realizando publicações aleatórias no Instagram, certifique-se que seu público é adepto a essa plataforma e entenda o seu comportamento nessa rede social. Para que suas publicações alcancem todos os seus objetivos, faça uma pesquisa para conseguir responder às seguintes questões:

  • Qual é o perfil do seu público?
  • Que tipo de conteúdo o seu público quer acessar?
  • Qual o formato ideal: post estático, vídeos, carrossel de fotos?
  • Quais os horários ideais para realizar as publicações?
Leia também:  Como aprender taekwondo básico: 4 passos (com imagens)

Iniciando a sua estratégia com esse planejamento em mãos, as chances da sua divulgação no Instagram ser um sucesso aumentam consideravelmente.

Para ficar registrado na memória do público e despertar o interesse em participar do seu evento, é necessário, além de fazer publicações com frequência, disponibilizar conteúdos criativos e que chamem a atenção das pessoas. Fale, por exemplo, sobre suas atrações, diferenciais, experiências, curiosidades e fatos interessantes que já aconteceram nas edições passadas.

Mas fique ligado! Não basta apenas sair por aí divulgando essas informações. É muito importante que suas publicações sejam bem produzidas e planejadas. Afinal, quantidade não é qualidade e as pessoas estão em busca de conteúdos que realmente sejam relevantes para o seu dia a dia.

Dica 3: Aproveite ao máximo a interatividade

Não existe nada melhor do que falar com o seu público e poder receber uma resposta, não é mesmo? Poder interagir com seus clientes em potencial permite que você consiga colocar em prática ações cada vez mais assertivas. Afinal, você tem quase que instantaneamente um feedback sobre seu evento, preço, atrações e outras estratégias lançadas.

Para que essa interação seja feita de forma positiva e que ajude na fidelização e consolidação do seu relacionamento com o seu público, é importante ficar atento aos seguintes itens:

  • Utilize o tom adequado ao seu público. O bom humor é sempre bem-vindo, desde que bem equilibrado.
  • Responda ao máximo os seus seguidores. É fundamental que eles sintam que são importantes para o sucesso do seu evento.
  • Seja transparente. As pessoas gostam de conversar com pessoas verdadeiras e saber que o conteúdo produzido é acessível e real.
  • Crie promoções e sorteios. Além de ajudar na divulgação do seu evento, essa estratégia aumenta ainda mais a interatividade com o seu público.
  • Deixe o link para a inscrição dos seu evento sempre disponível. Além de disponibilizar na bio (no seu perfil), sempre que tiver a oportunidade, inclua essa informação nas suas respostas.
  • Utilize os influencers nas suas divulgações. Ter um embaixador que compartilha dos mesmos princípios da sua marca é uma estratégia poderosa.

Dica 4: Marque presença nos Stories

O stories é uma ferramenta do Instagram que permite o compartilhamento de fotos e vídeos por apenas 24 horas. Com muita criatividade e planejamento, com essa estratégia você tem a possibilidade de interagir com o seu público de forma simples e rápida, e ainda garante um retorno ainda mais positivo para o seu evento.

Quer uma dica? Divulgue as fases de produção dos seus eventos, entrevistas com atrações ou participantes, momentos divertidos, registros interessantes e claro: aproveite as funcionalidades para deixar o seu conteúdo ainda mais legal. Utilize os filtros, stickers, textos, emojis, gifs, hashtags, faça transmissão ao vivo, marque a localização e faça enquetes.

As hashtags são ferramentas que auxiliam no aumento da visibilidade do seu evento e na identificação da sua marca nas buscas nas redes sociais.

É importante escolher aquelas que melhor representam as características do seu negócio e que sejam bastante utilizadas pelo seu público.

É fundamental também que você defina aquela que leva o seu nome e utilize em todas as suas publicações, sejam elas posts ou stories.

Como fazer cartazes profissionais para todas as ocasiões

Os cartazes são um dos tipos de conteúdo de marketing mais antigos, experimentados e comprovados. Os cartazes são uma maneira eficaz de chamar a atenção para suas vendas, eventos, captação de recursos e muito mais.

Embora não exista uma maneira correta de criar um cartaz, existem práticas recomendadas de design que você deve seguir.

Por isso, decidimos escrever o guia de design de cartazes mais completo e detalhado do mercado. Se você deseja aprender a criar um cartaz do zero, está no lugar certo.

Essas dicas de design de cartaz podem ser aplicadas a praticamente qualquer cartaz que você criar. Então, vamos lá!

Como criar um cartaz do zero

1.Identifique o objetivo do cartaz
2.Leve em consideração a sua persona
3.Decida onde será compartilhado o cartaz
4.Selecione um modelo de cartaz personalizável
5.Escolha um esquema de cores relevante ou que esteja de acordo com a sua marca
6.Inclua uma chamada à ação clara (CTA)
7.

Use fontes variadas para criar hierarquia visual
8.Use ícones para melhorar seu design do cartaz
9.Sempre use imagens e fotos de alta qualidade
10.Faça o download e exporte no formato correto
11.Como fazer um cartaz para evento
12.Como fazer um cartaz de vendas
13.Como fazer um cartaz para uma conferência
14.

Como fazer um cartaz imobiliário

Identifique o objetivo de seu cartaz

Deseja informar alguém sobre um novo produto? Falar sobre uma palestra? Ou apenas comunicar sobre uma venda? Todos esses são objetivos que um cartaz pode ajudá-lo a alcançar.

  • Se você pensar em seus principais objetivos desde o início, poderá usá-los para orientar as escolhas em relação ao design do cartaz.
  • Por exemplo, se o objetivo de seu cartaz for fazer com que as pessoas participem de uma conferência, então seu cartaz deve ser projetado estrategicamente para ajudá-lo a atingir esse objetivo.
  • Confira este cartaz de conferência:

CRIE ESTE MODELO DE CARTAZ 

O design enfatiza as principais informações que os participantes precisam conhecer, com um acabamento elegante e profissional:

  • O amarelo contrasta com o azul, enfatizando a hora e local do evento e dos palestrantes (informações que provavelmente despertarão o interesse dos participantes).
  • O nome da conferência também está escrito com um texto maior.
  • O título é seguido por uma breve descrição do que será tratado na conferência.
  • A imagem de fundo reflete o tema de uma equipe trabalhando em conjunto para alcançar um objetivo.
  1. Agora, dê uma olhada neste cartaz de recrutamento:
  2. CRIE ESTE MODELO DE CARTAZ
  3. O objetivo deste pôster é informar candidatos qualificados sobre a vaga que está aberta. O objetivo é que esse material faça com que os candidatos liguem para esse número e se inscrevam para o cargo:
  • O título “Estamos contratando” deste cartaz é maior que qualquer outro texto, além do ícone ao lado que ajuda a transmitir a mensagem.
  • As posições com vagas em aberto são listadas para que os leitores possam ver rapidamente.
  • A chamada à ação, que neste caso é ligar para o número de telefone informado, é destacada com uma cor única.
  • A próxima seção responde muitas das principais perguntas que os candidatos podem ter, sem ser muita extensa.

Comece com uma meta e planeje seu design do cartaz.

2. Leve em consideração a sua persona

Em seguida, leve em consideração a persona que você está tentando alcançar com o seu cartaz. Responder a essa pergunta provavelmente ajudará a decidir as suas opções de design.

Por exemplo, digamos que você esteja anunciando um evento de captação de recursos para as artes, como o modelo abaixo:

CRIE ESTE MODELO DE CARTAZ

O layout, as cores e o design parecem muito profissionais. Seria um bom palpite de que eles estão tentando atrair um público profissional que tenha condições financeiras para doar para a causa em questão.

Agora compare-o com este cartaz para um evento de arrecadação de fundos do Color Run:

CRIE ESTE MODELO DE CARTAZ

Este cartaz parece atrair um grupo muito mais jovem de pessoas com o uso de cores vivas e fontes em negrito (que por acaso é uma das maiores tendências de design gráfico deste ano). Também parece mais uma festa do que uma angariação de fundos!

Agora, ambos são cartazes de eventos de captação de recursos, mas o público que cada cartaz está tentando alcançar é diferente.

Portanto, certifique-se de ter decidido exatamente quem deseja atrair antes de entrar no processo da criação de cartazes.

Além disso, lembre-se de que você pode criar vários cartazes que atendem a diferentes personalidades dos clientes. Você não precisa usar um para cada tipo de cliente!

3. Decida onde será compartilhado o cartaz

A última coisa que você deve fazer antes de criar o seu cartaz é pensar onde ele será compartilhado.

Você vai imprimir e pendurar na parede? Ou apenas compartilhar com seus seguidores nas redes sociais?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*