Como aprender inglês: 15 passos (com imagens)

“What?” 

“Can you say that again?”

Quantas vezes você ouve isso quando está falando? Mesmo que seu vocabulário e gramática inglesa sejam perfeitos, ainda pode ser difícil para as pessoas entenderem você por causa de sua pronúncia.

Aprender a pronunciar palavras em inglês corretamente pode ser uma das partes mais difíceis do aprendizado de inglês.

A língua inglesa tem alguns sons que a sua língua nativa pode não ter, então você terá que aprender como fazer sons completamente novos.

Além disso, as vogais inglesas tornam realmente complicado saber como dizer uma palavra. “Way”, “weigh” e “whey” são pronunciados exatamente iguais, por exemplo, enquanto “comb“, “bomb” e “tomb” são pronunciados de forma diferente.

Ah! Sim, sabemos que isso pode deixar você louco.

Então é por isso que temos oito dicas para você, para ajudá-lo a pronunciar melhor as palavras inglesas.

Como Aprender Inglês: 15 Passos (com Imagens)

1. Aprenda a ouvir.

Antes de aprender a falar, você precisa aprender a ouvir. Alguns sons podem ser difíceis de distinguir quando você está ouvindo. Sleep ou slip? Chin ou shin? Se você puder ouvir a diferença, será mais fácil falar a diferença.

Existem muitos guias para você começar a aprender a ouvir. Temos alguns ótimos artigos aqui sobre como aprender com filmes, músicas e podcasts. Você também pode encontrar exercícios de audição online, como este de Rong-chang.

O treino de pronúncia em Many Things é realmente fluido, especialmente sua enorme seleção de lições sobre pares mínimos.

Pares mínimos são pares de palavras como sleep e slip, que são diferentes apenas por um som.

Você pode clicar em cada palavra para ouvir uma frase completa com cada uma, depois testar seus conhecimentos, clicando na resposta correta.

Quando você quiser ouvir inglês autêntico em vez de exercícios de pronúncia, pode assistir a vídeos no FluentU. FluentU é uma plataforma de imersão online que captura vídeos do mundo real, como vídeos musicais, trailers de filmes, notícias e palestras inspiradoras, e os transforma em lições personalizadas de aprendizado de idiomas.

Cada palavra vem com uma definição em contexto, imagem, áudio e frases de exemplo, para que você tenha suporte suficiente para tornar o inglês nativo acessível a você. O “Learn Mode” do FluentU considera seu histórico de aprendizado e faz perguntas com base no que você já sabe, o que o prepara para o sucesso.

Quanto melhor você ouvir as palavras, melhor ficará sua pronúncia.

2. Observe como sua boca e lábios se movem.

Quando você fala, você move sua boca. Como você move sua boca afeta como sua pronúncia.

O primeiro passo para melhorar isso é prestar atenção. Existem algumas maneiras de verificar se sua boca e seus lábios estão fazendo a formas corretas:

  • Use um espelho. Esta é de longe a maneira mais simples de ver o que sua boca está fazendo enquanto você fala.
  • Coloque um dedo na frente dos seus lábios (como se estivesse dizendo “shh”). Enquanto fala, não mova o dedo. Você deve sentir seus lábios se afastando ou empurrando o dedo.

Observe outras pessoas e observe as formas que suas bocas e lábios fazem quando falam. Tente acompanhar o seu programa de TV ou filme favorito. Consegue repetir as expressões faciais e sons que os atores estão fazendo?

Há guias e fotos online que te ajudarão a aprender como mover sua boca. Sounds of English tem algumas boas explicações para pronunciar palavras específicas. Este guia é para profissionais de animações 3D, mas as fotos são um ótimo começo para entender como sua boca deve ficar quando você fala.

3. Preste atenção na sua língua.

A principal diferença entre rice e lice está na sua língua. Quando você fala, move sua língua para fazer sons. Você provavelmente nem percebeu isso, já que você faz isso sem pensar. Para melhorar sua pronúncia em inglês, é uma boa ideia verificar o que sua língua está fazendo.

Alguns sons difíceis para falantes não nativos são as letras “L” e “R” e o som “TH”. Pronunciar eles corretamente é trabalho da língua!

  • Para fazer o som de “L”, sua língua deve tocar a parte de trás dos dentes da frente e a parte superior da boca, logo atrás dos dentes. Tente agora: Diga a palavra “light“. Repita algumas vezes. Sinta onde sua língua está. Certifique-se tocar o céu da boca.
  • Para fazer o som de “R” , sua língua não deve tocar o céu da boca. Mova sua língua para o meio da boca, perto de onde ela descansa naturalmente. Ao emitir o som, seus lábios devem estar um pouco arredondados. Tente agora: Diga a palavra “right” algumas vezes. Você deve sentir o ar passando entre a língua e o céu da boca enquanto fala. Você também deve sentir seus lábios ficarem um pouco mais arredondados quando fizer o som.
  • Agora para o som de “TH”. Este pode parecer estranho se você não tiver um som similar em sua língua nativa. Para fazer este som, coloque sua língua entre os dentes superiores e inferiores. Sua língua deve aparecer um pouco entre os dentes e, ao empurrar o ar para fora da boca, deixe escapar um pouco de ar entre a língua e os dentes — é isso que faz o som. Tente agora: Diga a palavra “think“. Repita algumas vezes. Certifique-se de empurrar sua língua entre os dentes.

Agora que você sabe o posicionamento correto da língua, consegue ouvir a diferença?

Para uma explicação mais detalhada sobre como fazer esses três sons corretamente, confira este vídeo da Universidade de Woosong, este do Club English, ou qualquer outro guia de pronúncia que você possa encontrar no YouTube.

Se você não consegue descobrir o que fazer com a sua língua para fazer o som certo, tente perguntar a alguém. Peça que digam uma palavra com esse som e depois te ensinem o posicionamento da língua Eles provavelmente nunca pensaram nisso antes!

4. Divida palavras em sons.

Palavras são compostas de sílabas ou partes. A palavra “syllable“, por exemplo, tem três sílabas: syl-la-ble. Transformar palavras em partes pode torná-las mais fáceis de pronunciar.

Para verificar quantas sílabas tem uma palavra, coloque uma mão bem debaixo do queixo. Diga a palavra devagar. Cada vez que seu queixo toca sua mão, é uma sílaba.

Você pode até escrever a palavra em partes. Deixe um espaço ou desenhe uma linha entre cada sílaba (cada sílaba deve ter pelo menos uma vogal: a, e, i, o, u, y). Agora tente dizer a palavra. Fale devagar e faça uma pausa depois de cada sílaba. Não é mais fácil?

Se você está tendo dificuldades com sílabas, pode conferir How Many Syllables. Este site mostra as sílabas de qualquer palavra que você procurar e até mostra como pronunciá-las.

5. Adicione ênfase aos sons e palavras.

Inglês é uma língua baseada em tonicidade. Isso significa que algumas palavras e sons são mais importantes que outros. Você pode ouvir isso ao dizer uma palavra em voz alta. Por exemplo, a palavra “introduce” é pronunciada com ênfase no final, então soa assim: “in-tro-DUCE.”

Às vezes, onde você coloca o estresse em uma palavra pode alterar o significado da palavra. Diga esta palavra em voz alta: “present.” Se você disse “PRE-sent”, está falando de um substantivo que significa “neste exato momento” ou “um presente”. Se você disse “pre-SENT”, está falando sobre um verbo que significa “dar ou mostrar”.

Existem regras de ênfase para todas as palavras. Aqui está uma regra:

  • A maioria dos substantivos de duas sílabas é enfatizado na primeira sílaba, e a maioria dos verbos de duas sílabas é enfatizado na segunda sílaba.

Isso é como a palavra “presente”. Aqui está outro exemplo: o substantivo “ADDress” é o lugar onde você mora, e o verbo “addRESS” é para falar com alguém.

Se tudo isso parece muito complicado, não se preocupe em memorizar todas essas regras — a melhor maneira de aprender é ouvindo e praticando. Lembre-se que a maioria dos falantes nativos de inglês também não conhece as regras, eles apenas dizem o que “parece certo”. Com bastante prática, você também vai saber o que parece certo.

Frases também têm estresses; algumas palavras são mais importantes e são ditas com mais clareza e força do que o resto da frase. Tente ler esta frase em voz alta: “I ate some toast with butter in the morning.”

A frase deveria ter soado assim (as palavras em negrito são as que recebem ênfase): “I ate some toast with butter in the morning.” Perceba como você diminui a velocidade sempre que chega em uma palavra importante e passa rapidamente sobre os menos importantes?

Continue praticando a leitura em voz alta, conversando e ouvindo bem onde as pessoas colocam ênfase ao falar.

Leia também:  Como calcular tempo em uma planilha do excel

6. Use podcasts e vídeos de pronúncia.

Existem alguns excelentes guias de áudio e vídeo sobre as pronúncias em inglês que você pode usar para melhorar. O English Language Club tem vídeos que mostram como fazer os diferentes sons do inglês. Rachel’s English tem vídeos amigáveis sobre como falar e pronunciar inglês americano em conversas cotidianas.

Se você gosta mais de podcasts, Pronuncian tem mais de 200 arquivos de áudio que ajudam com tudo, desde pronúncia à ênfase e tom (como você aumenta e abaixa sua voz enquanto fala).

Se nada disso é o que você está procurando, existem muitas outras opções. Encontre a certa para você.

7. Grave a si mesmo.

Uma maneira de saber se todo seu treino está funcionando é se gravar com uma câmera. Use uma câmera e não apenas um gravador de som, porque é importante ver como você fala, não apenas ouvir.

Você não precisa baixar nenhum software especial para gravar a si mesmo; a maioria dos computadores e dispositivos móveis possui gravadores de vídeo embutidos. Você pode usar PhotoBooth em um Mac ou Movie Moments em um computador com Windows. Seu celular ou tablet também tem um aplicativo de captura de vídeo, geralmente como parte do aplicativo da câmera.

Compare sua gravação com outra pessoa dizendo as mesmas palavras ou sons. Encontre um vídeo da sua parte favorita de um filme, como este clipe de “Earth to Echo”. Escolha uma ou duas frases e grave-se tentando corresponder à tonicidade, tom e pronúncia do vídeo. Então você pode comparar ambos e ver o que você fez de forma diferente, e tentar novamente.

Pergunte a um amigo ou assista a um vídeo para conferir. Se a sua pronúncia não soar igual, pergunte a si mesmo: Você está movendo sua boca do jeito certo? A sua língua está no lugar certo? Você está enfatizando a parte certa da palavra? Use tudo o que você aprendeu neste artigo!

8. Pratique com um amigo.

Como sempre, “A prática leva à perfeição!” E é mais fácil praticar com um amigo. Encontre alguém com quem praticar pronúncia, seja pessoalmente ou por meio de comunidades online, como Language Exchange ou InterPals.

Praticando com um amigo (amigo), você terá a chance de experimentar tudo o que aprendeu e aprender coisas novas um com o outro. Além disso, é divertido!

A pronúncia é tão importante no aprendizado de inglês quanto vocabulário e gramática. Graças a estas oito dicas, você logo estará no caminho certo para pronunciar a língua inglesa como um nativo.

E mais uma coisa…

Se você gostou dessas dicas, então você vai adorar o FluentU. FluentU usa talk shows populares, vídeos de música cativantes e comerciais engraçados para ensinar inglês:

Como Aprender Inglês: 15 Passos (com Imagens)

O que você quiser assistir, o FluentU provavelmente tem.

O FluentU facilita muito assistir vídeos em inglês. Como? Com legendas interativas. Em outras palavras, você pode tocar em qualquer palavra para ver uma imagem, definição e exemplos úteis.

Como Aprender Inglês: 15 Passos (com Imagens)

FluentU permite que você aprenda conteúdo interessante com celebridades famosas em todo o mundo.

Por exemplo, ao tocar na palavra “brought“, verá isso:

Como Aprender Inglês: 15 Passos (com Imagens)

FluentU permite tocar para procurar qualquer palavra.

Você pode aprender o vocabulário de qualquer vídeo com o FluentU. Deslize para a esquerda ou para a direita para ver mais exemplos da palavra que você está aprendendo.

Como Aprender Inglês: 15 Passos (com Imagens)

O FluentU te ajuda a aprender rapidamente com perguntas úteis e vários exemplos. Saiba mais.

A parte mais legal? FluentU conhece o vocabulário que você está aprendendo. Usa seu vocabulário para recomendar exemplos e vídeos. Você tem uma experiência verdadeiramente personalizada.

Comece a usar o FluentU no site com seu computador ou tablet ou, melhor ainda, baixe o aplicativo FluentU na loja do iTunes.

Se você gostou deste artigo, então algo me diz que você vai adorar FluentU, a melhor maneira de aprender inglês por meio de videos do mundo real.

Cadastre-se gratuitamente!

Como aprender inglês rápido? 10 dicas aqui – EF Blog Brasil

O inglês é uma língua divertida para se aprender e, apesar de ser acessível e relativamente fácil, com 750.000 palavras e várias maneiras de dizer as mesmas palavras (ex: “lead”, “lead” e “lead”) e palavras diferentes que se pronunciam quase da mesma maneira (“heat” e “hit”; “ate” e “hate”, etc), acaba que até o melhor aluno pode ter dificuldades em aprender inglês rápido.

E eu estou aqui para te informar que, na verdade, não é assim tão complicado quanto pensa – desde que adote a estratégia certa.

Aqui ficam as nossas 10 dicas de como aprender inglês mais rápido e de forma eficaz!

1. Leia a tudo o que puder em inglês

Literatura clássica, livros de capa dura, jornais, websites, emails, seu feed nas redes sociais, a caixa de cereais que tira todos os dias do armário: se está em inglês, leia!

Irá adquirir muito vocabulário novo desta forma. Isto te ajudará a melhorar rapidamente, uma vez que a exposição a vocabulário novo e outro que já adquiriu antes te dará exemplos em vários contextos, o que por sua vez serve para reforçar estas palavrinhas na tua cabeça.

Por outro lado, aprender novas palavras e expressões é essencial para construir um vocabulário vasto, especialmente numa língua como o inglês, que contém tantas palavras! No entanto, não se limite a ler e seguir em frente – depois disto terá que…

2. Tomar notas do novo vocabulário

Esta dica é um clássico por uma simples razão: funciona! Quando aprende o que quer que seja, parece que nunca mais irá esquecer porque o entusiasmo é tanto que não para de repetir a palavra, expressão ou conceito.

Mas acredite em nós, nem tudo é fixado de primeira. Para que consiga combater isto, crie o hábito de andar sempre com um caderninho do lado ou com o seu smartphone para que possa usar o Evernote ou algo semelhante.

Sempre que ouvir uma nova expressão ou palavra, anote no contexto em que a viu: ou seja, escreva numa frase e com o seu significado anotado. Isto vai fazer com que poupe tempo, uma vez que não terá dúvidas sobre o que ela significa no outro dia.

3. Fale com pessoas reais

Para que serve uma língua senão para comunicar? Claro que nós humanos ficamos experts em nos comunicar sem termos que abrir a boca – obrigado Whatsapp! – mas, no final das contas, está provado que se aprende uma língua muito melhor ao praticá-la na conversação (melhor do que escrever ou ler o que quer que seja). Pense em quantas vezes ouviu pessoas dizerem que conseguem entender o inglês mas não conseguem falar.

Muitos destes pseudo-falantes de inglês transformaram o ato de falar a língua num bicho de sete cabeças e formaram uma barreira linguística tão forte que só serve para criar problemas desnecessários. Não seja essa pessoa.

Procure pessoas nativas com quem possa conversar informalmente (a internet ajuda muito), inscreva-se num curso, ou participe de aulas online.

4. Inscreva-se em podcasts ou canais de YouTube em inglês

Gostas de humor? Política? Culinária? Com canais que abrangem todos os tópicos que possa imaginar, existe sempre um canal no YouTube ou um Podcast em inglês para você! Inscreva-se em alguns e ouça enquanto dirige ou enquanto vai para a escola ou para o trabalho.

De início, pode achar os sotaques nativos difíceis de entender, mas seja perseverante e começará a compreender mais cedo do que pensa (com certeza irá aprender um imenso vocabulário novo).

5. Faça intercâmbio no exterior

Se existir alguma maneira mais eficiente de aprender inglês do que viver e estudar num país onde esta seja a língua oficial, nós adoraríamos saber! Não é segredo que o inglês é a língua mais falada no mundo e tem uma longa lista de países para escolher.

Leia também:  Como causar uma boa primeira impressão: 12 passos

Poderá definir o seu ambiente de aprendizagem baseado no hemisfério, tempo ou cidade favorita. Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra, Irlanda, EUA, Canadá e África do Sul são apenas alguns dos lugares que pode escolher.

6. Aproveite os seus amigos

Você tem amigos que postam online em inglês? Não faça vista grossa para os posts só porque você não consegue entender, dê uma lida em tudo o que eles compartilham e comprometa-se a explorar um ou dois por dia. Podem ser desde notícias, artigos de revista, vídeos, podcasts, posts de blog, canções ou outra coisa qualquer: se é em inglês e o tópico te interessa, será útil para a sua aprendizagem!

Como Aprender Inglês: 15 Passos (com Imagens)

7. Pergunte muito

A curiosidade pode ter matado o gato, mas também impulsionou a fluência de estudantes de línguas! Conforme você aprende inglês acumular uma quantidade enorme de dúvidas. Não deixe que a preguiça ou timidez te impeçam de as esclarecer – seja curioso e esclareça assim que possível.

Se está inscrito num curso, pergunte aos seus professores (afinal é para isso que eles estão lá). Se estiver aprendendo um idioma sozinho, não se preocupe: procure as respostas de todas as suas perguntas em blogs ou websites de línguas, junto de outros alunos ou em fóruns. Ficará contente em ter feito isso.

8. Aprenda com as estrelas

Escolha um ator ou cantor nativo que goste e veja os seus filmes ou ouça a sua música. Depois disso, procure entrevistas que eles deram online (e veja, claro!).

Na primeira vez em que assistir foque nas mensagens principais e, na segunda, anote as expressões e palavras interessantes que ouviu.

As gírias, histórias e humor que saem destas entrevistas vão, certamente, trazer bastante material com os quais você poderá trabalhar.

9. Comece com o que realmente precisa

Os seus estudos de inglês irão, sem dúvida, mais longe se estiver claro em sua mente os motivos pelos quais quer aprender esta língua.

Vai participar de um intercâmbio acadêmico? Então foque no vocabulário relacionado aos seus estudos.

Terá uma conferência internacional fora do país? Estude algumas maneiras de iniciar conversação em inglês e use-as com os outros participantes. Quer fazer um Gap Year? Parece que o vocabulário de viagem e turismo serão a sua Bíblia.

Se você simplesmente se lançar no aprendizado de inglês esperando que magicamente aprenderá tudo de uma vez, acabará confuso e esgotado, sem vontade de continuar seus estudos. O que nos trás para o último ponto:

10. Não ponha “sal na ferida”

Quando começar a sentir que não está progredindo – o que acontece a, literalmente, a todas as pessoas que aprendem uma língua – não diga “Eu não sei falar inglês” ou “Eu nunca vou conseguir aprender isto”. Para o seu próprio bem, exclua essas frases do seu vocabulário. Só servem para tirar o seu foco do objetivo principal que te fez aprender esta língua e te impedem de perceber o quanto está progredindo.

Em vez disso, diga “Estou aprendendo inglês e melhorando um pouquinho a cada dia”, “Nem sempre é fácil mas vale a pena”, “Estou muito melhor do que estava há 6 meses atrás” e outras frases para nunca voltar a olhar para apenas uma fatia do bolo.

Como fazer para aprender inglês com 20 canais do YouTube

Embora o inglês seja uma disciplina obrigatória em qualquer escola com os ensinos Fundamental e Médio no Brasil, muita gente passa os seus anos de estudos aprendendo apenas o famigerado verbo to be.

Quem se empenha até consegue aprender uma meia dúzia de palavras, porém são poucos aqueles que saem das escolas públicas sabendo ler algo em inglês – falar, então, apenas quem fez algum curso pago fora da escola.

O YouTube é um serviço ao qual praticamente todos os que usam a internet têm acesso, no qual é possível encontrar tutoriais sobre os mais diversos assuntos. Portanto, se você pode aprender a andar de roller com vídeos, por que não poderia começar a falar inglês usando o site como ferramenta de aprendizagem?

Para você não perder tempo procurando, abaixo está uma seleção de 20 serviços, somando mais de 6 mil vídeos que abordam desde o nível básico até o avançado, passando pela gramática, escuta, escrita, vocabulário e pronúncia.

AgoraEuFalo English Club – Gramática básica

Se você está lendo este artigo, provavelmente é porque deseja aprender inglês gratuitamente pela internet, isto é, de forma quase que totalmente autodidata.

Além de aprender vocabulário, algo importante para entender um novo idioma é saber como funciona a sua gramática.

Neste canal, você tem disponíveis vídeos que abordam o básico dela, o suficiente para você dar os seus primeiros passos e avançar para os demais itens desta listagem.

Videoaula (Fonte da imagem: Reprodução/AgoraEuFalo English Club)

Inglês Winner – Do básico ao intermediário

Para você que está começando do zero e não sabe quase nada de inglês, provavelmente este é um dos melhores canais para você aprender, já que o professor dá as instruções em português.

Embora tenha apenas uma centena de vídeos, eles abordam até o nível intermediário e, além disso, há vários clipes sobre vocabulário específico; por exemplo: as palavras que você usaria ao ir para a academia fazer exercícios.

English with Jennifer – Gramática e vocabulário

Certamente um dos canais mais completos de ensino de inglês no YouTube, apresentando não apenas vocabulário mas também gramática e aulas especialmente voltadas para a pronúncia.

Nestas, a professora mostra o alfabeto fonético e também desenha a explicação de como você deve posicionar o seu aparelho fonador (língua, dentes, palato etc.

) para reproduzir com precisão os sons das palavras discutidas nos vídeos.

SozoExchange – Vocabulário e pronúncia

Embora não seja exatamente um canal, este usuário reúne os vídeos do serviço SozoExchange, um dos poucos a utilizar as transcrições fonéticas das palavras explicadas em cada vídeo.

Geralmente considerado algo muito difícil para ensinar aos alunos, essa transcrições são realmente simples e um “alfabeto” de todos os sons que o ser humano consegue reproduzir.

Ou seja, é interessante para quem quer se aprofundar.

Pronúncia (Fonte da imagem: Reprodução/SozoExchange)

TeacherPhilEnglish – Básico e vocabulário

Com mais de mil vídeos enviados, 94 são dedicados ao ensino básico do idioma, 200 focados no vocabulário do inglês para negócios e outros 46 clipes para você aprender a pronunciar melhor e diminuir o seu sotaque estrangeiro.

ProjovemIngles – Básico

O canal contém vídeos do projeto Projovem Urbano, desenvolvido pela Secretaria Nacional da Juventude. O método conta com quatro unidades e também reúne vídeos relevantes de outros canais, bem como algumas videoaulas do famoso Telecurso 2000.

BBC Learning English – Básico e vocabulário

A BBC é conhecida pelos seus cursos que ensinam o básico em diversos idiomas. O canal dela no YouTube mostra vídeos voltados para várias situações do cotidiano; logo, você percebe que eles visam um público específico: quem vai viajar para um país e precisa do vocabulário básico para se virar falando na rua e pedindo informações.

Real English – Do básico ao intermediário

O Real English é o canal oficial do curso de mesmo nome, o qual teve os seus vídeos gravados há mais de uma década. Ele apresenta todos os clipes das lições, abordando do nível básico até o intermediário.

Porém, o canal não está muito bem organizado: é melhor acessar o site do serviço para encontrar os vídeos expostos na sequência cronológica exata.

Em termos simples, a proposta do método é mostrar como o inglês é falado nas ruas.

Real English (Fonte da imagem: Reprodução/Real English)

engVid – Do básico ao avançado

No serviço engVid, diferentes professores cobrem os mais diversos tópicos, sendo que cada um possui o seu próprio canal do YouTube, relacionados no link acima. Entre os assuntos abordados, você encontra: como falar educadamente, escrita, pronúncia, vocabulário, entre outros. Os níveis indicados variam conforme o professor, indo do básico ao avançado.

Private English – Do básico ao avançado

Mantido pelo professor Steve Ford, o canal ensina expressões idiomáticas do inglês com vídeos que mostram o Ford em suas viagens pelo mundo. Além de contar com clipes para reforçar o seu vocabulário em áreas específicas, o professor também ajuda você com vários testes para você praticar para os exames de proficiência TOEFL e IELTS.

Leia também:  Como calcular aumento percentual: 8 passos (com imagens)

Speak English with Mister Duncan – Vocabulário

O autoproclamado “primeiro professor de inglês do YouTube” não poderia ficar de fora desta lista. Em seu canal, você encontra vídeos que datam desde 2006, sendo boa parte deles dedicados a ensinar o uso de palavras específicas, mostrando não apenas a sua descrição fonética mas também vários exemplos de usos em frases.

LingoSteve – Escuta

Steve Kaufmann é um poliglota proficiente em dez idiomas que desenvolveu o seu próprio método, o serviço LingQ.

Em seus vídeos, ele fala (pausadamente e de forma fácil de entender) em inglês, espanhol e russo sobre diversos assuntos, mas principalmente sobre como aprender outras línguas – o que é realmente interessante, pois assim você desvenda os mistérios do aprendizado de idiomas e deixa de entender isso como uma tarefa impossível.

Steve Kaufmann (Fonte da imagem: Reprodução/LingoSteve)

AJ Hoge – Escuta e vocabulário

Responsável pela divulgação do serviço pago Effortless English Club, o canal de A.J. Hoge mostra como os vídeos do método funcionam.

Embora não tenha nenhuma aula propriamente dita, ele aborda vários temas de maneira extremamente didática, falando devagar e gesticulando bastante.

Então, assistir aos seus clipes é uma boa maneira de treinar listening, a escuta e aumentar o seu vocabulário.

BizPod – Avançado e vocabulário

As listas de reprodução aqui são destinadas ao aprendizado de vocabulários específicos para negócios, finanças e assuntos jurídicos. Há também alguns vídeos voltados ao aprendizado de gramática avançada de inglês como segunda língua.

Pronunciation Book – Vocabulário e pronúncia

Como o nome sugere, este é um canal voltado para o ensino de pronunciação. Nele, você encontra infindáveis vídeos extremamente curtos, com cerca de 10 segundos, um para cada palavra. Contudo, há também listas de reprodução para ensinar a pronúncia de frases comuns do cotidiano, assim como de palavras úteis, verbos e preposições.

PodEnglish – Vocabulário

Dividido entre todos os níveis possíveis de proficiência, do básico ao avançado, o canal mostra vários vídeos exclusivamente de vocabulário, sendo cada clipe voltado para uma temática diferente; por exemplo: apresentações, comida, tecnologia, estilo de vida, entre outros.

Diálogo (Fonte da imagem: Reprodução/PodEnglish)

Meu Inglês – Pronúncia

O canal Meu Inglês apresenta apenas alguns vídeos para servir como divulgação do curso pago de mesmo nome. Apesar disso, as listas de reprodução possuem vários clipes relacionados à explicação pronúncia de vogais e consoantes, bem como algumas dicas para você aprender a distinguir quando é melhor usar palavras similares, como too e very.

VOA Learning English – Escuta e vocabulário

Voice of America é o serviço de radiodifusão internacional dos Estados Unidos que é primeiramente transmitido em inglês e depois retransmitido em dezenas de idiomas.

Este canal apresenta os vídeos originais do VOA com a velocidade de fala dos apresentadores diminuída em um terço, ajudando você a entender o inglês como ele é realmente falado.

Os temas abordados são notícias envolvendo economia, tecnologia, entre vários outros tópicos.

The Daily English Show – Escuta

Produzido de abril de 2006 a maio de 2011, The Daily English Show retrata as aventuras e viagens de uma neozelandesa chamada Sarah. O canal conta com 1.

392 vídeos, pois a sua proposta inicial era gravar um clipe por dia, permitindo que aqueles aprendendo inglês tivessem material diário para praticar a sua escuta.

Cada vídeo possui um script transcrito, de forma a ajudar os professores do idioma a usá-los em suas aulas.

Viagens (Fonte da imagem: Reprodução/The Daily English Show)

WeTalk – Vocabulário

Apesar de os vídeos serem praticamente feitos com palavras em WordArt e lidas por um “narrador” que não mostra o rosto, o canal mostra algumas dicas de vocabulário para você não cometer erros comuns na pronúncia do idioma. Há também listagens de palavras mais usadas e vídeos nos quais são respondidas perguntas enviadas pelos visitantes do canal.

Pronto! Agora você só precisa de muita dedicação e várias horas de prática para conseguir aprender um dos idiomas mais utilizados no mundo, o qual pode ser considerado como o latim dos tempos contemporâneos.

15 Dicas especiais (e super fáceis) para dominar o Inglês

Como você sabe muito bem, a língua Inglesa representa um dos desafios mais complexos para aqueles que estão começando a aprender o idioma. No entanto, seguindo as nossas 15 dicas super fáceis você poderá se familiarizar com o idioma internacional de negócios, livre da tensão e stress.

Em primeiro lugar você deve se libertar do medo de cometer erros. O processo de aprendizagem, por definição, é a aquisição de conhecimentos através de estudo, experiência ou aprendizado.

O que esta definição não diz, é que a aprendizagem é, no nível mais básico, um exercício de tentativa e erro.

Então, fale e escreva livremente sem se preocupar em acertar logo de cara, ou se vai demorar mais 30 tentativas.

  1. Familiarize-se com os conceitos básicos

Ao se concentrar nos fundamentos básicos da língua Inglesa, você adquire uma base sólida para estudar os aspectos mais complexos. Então comece com as palavras-chave e aprenda as principais regras gramaticais (tais como Substantivos Possessivos, Pronomes, Verbos “To Be”, Verbos de Ação e Adjetivos).

Questione tudo e seja sempre curioso. A língua Inglesa é cheia de exceções e, muitas vezes (na maioria das vezes) o Inglês falado resiste às rigorosas regras que o definem.

  1. Mergulhe na cultura Inglesa.

Vivenciar a cultura Inglesa fornece um sólido conteúdo para a base que é a língua, sem a experiência em primeira mão. Então mergulhe em teatros, literatura, filmes e atrações turísticas e procure conviver com pessoas que falam Inglês como língua materna.

  • Como diz a frase “a prática leva à perfeição”, assim continue recapitulando tudo que você aprendeu e coloque em prática no seu dia a dia.
  • O cérebro humano tem um poder inexplicável para processar informações e dar sentido ao que é colocado na frente dele, e a leitura é uma forma eficaz de ajudar sua mente a fazer essas conexões essenciais que levam à fluência.
  • Comece lendo jornais, revistas e livros ilustrados, onde as imagens podem auxiliar no processamento de informações.
  1. Delicie-se com programas cafonas de TV

As novelas Inglesas são bastante convincentes em suas histórias onde toda semana há um terrível assassinato ou um cônjuge trapaceiro é descoberto. As novelas não são apenas entretenimento, elas também apontam as diferentes regiões, dos melódicos dialetos de Yorkshire Dales em Emmerdale, ao dialeto exclusivo de Cockney em East Enders.

  1. Aumente seu vocabulário todos os dias

Tenha como objetivo aprender e dominar pelo menos uma palavra nova por dia. Por que não estudar as novas palavras acrescentada ao Dicionário de Inglês Oxford? Esse é o caminho para aprimorar seu vocabulário.

  1. Eduque sua mente para pensar em Inglês

Esta dica em especial requer um pouco mais de prática pois você tem o hábito de pensar em sua língua materna. Você pode ajudar a si mesmo, colocando Post-It em Inglês nos itens de sua casa.

  1. Coloque seus ouvidos à prova

Ouvir vídeos, podcasts e música podem ajudar seus ouvidos se adaptarem e adotarem o Inglês em toda a sua glória variada.

Falar sozinho é essencial para aperfeiçoar seu Inglês, então vá em frente, converse com você mesmo em sua rotina diária e foque nas palavras que você tem mais dificuldade.

  1. Repita depois de mim: Repita, repita, repita

Não há como escapar, existem poucas maneiras mais eficazes de aprender uma língua do que repetir as frases escritas e as palavras em alto e bom som muitas, muitas e muitas vezes.

  1. Aprenda Inglês, mas desfrute disso!

A aprendizagem não deve ser uma experiência maçante de exercícios monótonos, nem deve ser algo que te assusta. Qualquer escola respeitável de curso de Inglês (como os nossos) fará do processo de aprendizagem um divertimento, ao invés de entediá-lo até a morte com placas de sinalização e apresentações inúteis em PowerPoint.

  1. Estabeleça metas para si mesmo

O estabelecimento de metas é essencial para manter você no caminho do seu aprendizado, então vá em frente e defina-se uma série de desafios.

  1. Finalmente – depois de todo esse trabalho, dê um tempo!

É essencial que você faça uma pausa e dê a seu cérebro um tempo para se recuperar para que você possa assimilar todas essas palavras, sons e regras gramaticais.

Não categorizado

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*