Como aprender a aceitar a si mesmo: 15 passos

Qual é o caminho para ser uma pessoa mais feliz e completa? Muitos já devem ter escutado que a resposta para essa pergunta é o amor-próprio, mas como realmente podemos colocá-lo em prática? Como desenvolvê-lo? Pode parecer uma tarefa simples para muitos, mas a verdade é que todos nós temos dificuldade para aceitar que, além de olhar para os outros, devemos aprender a olhar para nós mesmos, a cuidar de nós mesmos e a respeitar-nos. Esse, que é um processo que deveria ser introduzido em nossas vidas desde cedo, requer a superação de muitos padrões e de ideias fixas que mantemos ao longo da vida.

Quer saber como você pode começar a dar mais amor a si mesmo? Nós, do Eu Sem Fronteiras, vamos propor um desafio de 28 dias. Ao longo desse tempo, você poderá encontrar o caminho para o amor-próprio por meio de atividades simples.

Um dos primeiros passos para ter amor-próprio é perdoar a si mesmo. Quando entendemos que, assim como os outros, também somos feitos de erros, não só de acertos, passamos a olhar com mais humanidade para o ser humano que nos tornamos e para cada escolha que fazemos.

Por meio delas, afinal, podemos deslizar, machucar alguém e ir no sentido contrário daquele que acreditamos ser o certo, porém são essas experiências que nos farão entender como podemos fazer diferente em uma próxima vez e como podemos melhorar como seres humanos.

Já pegando essa deixa, não existe ser humano perfeito. A própria formação desse termo já nos denuncia: “ser humano”. A partir do momento em que somos parte dessa espécie, estamos sujeitos a mudanças. Sendo assim, comece esse processo dedicando um tempo para si mesmo, refletindo sobre quem você é e sobre quem você quer se tornar.

O que você precisa curar dentro de você para dar o próximo passo? O que você tem que deixar para trás para se sentir mais livre para amar a si mesmo? Sentimentos? Emoções? Esteja disposto a ressignificar o que for necessário, sem medo de enfrentar seus medos e suas feridas.

Só assim é possível abrir espaço para que um amor incondicional pelo seu próprio ser nasça em seu coração.

Amar a si mesmo segundo a Bíblia

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Foto por Raychan no Unsplash

O amor-próprio é descrito pela Bíblia de uma forma diferente daquela com a qual estamos acostumados. Para entender melhor esse amor, é preciso compreender que o amor bíblico é citado como incondicional e altruísta. E o que isso significa?

Esse amor, segundo as escrituras, não pode existir separado de Deus. Ou seja, o amor verdadeiro só pode ser vivido por aqueles que experimentaram o amor de Deus em primeiro lugar.

Além disso, quando lemos a declaração “ame ao seu próximo como a si mesmo”, o mandamento em si não é um pedido para desenvolvermos nosso amor-próprio na forma como conhecemos, como se ele estivesse em falta.

É um pedido para que tenhamos empatia com o próximo e para tratarmos os outros da mesma maneira como nos tratamos.

Segundo tudo o que está descrito ali, já é entendido que o ser humano ama a si mesmo e que o ponto a ser mudado é a condição de transmitir isso a quem faz parte da nossa jornada. Afinal só quem não está regenerado por Jesus acaba se amando demais e deixando de fazer isso por quem precisa. Esse é, segundo a Bíblia, o problema maior!

Um ponto fundamental também é que a Bíblia nos ensina que somos criados à imagem de Deus e que esse fato, por si só, já dá grande valor a quem somos. Por sermos criação única dEle e por sermos amados apesar de nossos pecados, em Seu amor podemos também amar os outros. A passagem a seguir exemplifica bem isso que citamos:

“Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros” (Filipenses 2:3-4).

Está na hora de se dar um pouco (ou muito) amor!

Nós do Eu Sem Fronteiras te propomos um desafio de 28 dias com pequenas atividades que vão te ajudar a encontrar o caminho do amor-próprio. Está pronto?

Dia 1: se abrace!

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Foro por Hala Al-Asadi no Unsplash

Coloque seus braços ao seu redor. Sinta o seu cheiro. Se faça carinho. Não dependa dos outros para se sentir abraçado e confortado.

Dia 2: comece um diário

Escrever sobre seus sentimentos e sobre esta experiência pode te ajudar a entender quais são os seus maiores obstáculos.

Dia 3: tenha uma rotina pela manhã

Começar o seu dia com uma rotina alinhada é uma forma de se estressar menos, ser mais organizado e, por isso, trazer mais paz para os seus dias.

Dia 4: apenas respire!

O ato consciente de respirar é uma experiência que te enche da certeza da vida!

Dia 5: dê risada!

Seja conversando com um amigo engraçado ou assistindo àquela comédia no cinema, aproveite o poder de uma boa risada.

Dia 6: avalie os seus hábitos alimentares

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Foto por Pablo Merchán Montes no Unsplash

Por que você come o que está comendo? Entender os seus hábitos alimentares é essencial para construir uma vida mais saudável.

Dia 7: caminhe

Por que neste dia você não vai caminhando até o mercado? Ou simplesmente sai andando pelo seu bairro? A caminhada é um ótimo momento para refletir.

Dia 8: não faça nada

Quando foi a última vez que você se permitiu ficar um dia todo sem fazer nada? Muitas vezes tudo que precisamos é um dia tranquilo para ficar de pijama, comendo pipoca e vendo um filme. Se permita!

Dia 9: medite

Pode parecer difícil no começo, mas quando a meditação vira um hábito, ela te ajuda a se conhecer melhor e a promover a sensação de paz e calma.

Dia 10: beba mais água

Que tal anotar quantos copos de água você bebeu neste dia? Se forem poucos, conscientize-se, dia após dia, de que seu corpo precisa de mais água, até que isto vire um hábito.

Dia 11: diga algo que você gosta em si mesma a cada hora do dia

Não espere que os outros apontem as suas qualidades. Aceite que você é incrível!

Dia 12: entenda o seu corpo

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Foto por Ester Marie Doysabas no Unsplash

Por que você sempre tem aquela dor de cabeça no fim do dia? Pode ser só cansaço, mas também pode ser algo relacionado à sua alimentação, por exemplo. Observar os sinais do seu corpo vai te ajudar a entender diversos aspectos da sua vida.

Dia 13: faça algo que te assusta

O que mais te dá medo nesse mundo? Faça uma lista das coisas que você nunca faria nesse mundo porque o medo está te impedindo e vá riscando uma a uma.

Dia 14: coma sozinho

Aproveite a sua própria companhia para ir ao cinema, jantar sozinho, fazer compras… Você já é tudo o que precisa!

Dia 15: faça algo que você ama

Você ama ler? Hoje será um dia dedicado a está atividade. Agora, se você ama ir a restaurantes finos, escolha um em especial e vá! Se dê uma experiência de presente.

Dia 16: trabalhe na sua postura

Pode parecer besteira, mas uma boa postura é capaz de mudar a forma como você enxerga a si mesmo.

Dia 17: faça automassagem

Aprenda a relaxar os seus pontos de tensão e transforme isto numa experiência prazerosa.

Dia 18: faça aquilo que você tem evitado fazer

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Foto de Cathryn Lavery no Unsplash

Sabe aquela ida ao banco que você tanto adia? Este é o dia de resolvê-la!

Dia 19: faça uma lista com as suas conquistas

Reconheça tudo que você conquistou que significou algo para você! Não leve a opinião dos outros em conta. Para você, foi uma vitória aprender a dirigir? Então vai para a lista!

Dia 20: aprenda algo novo

Chegou a hora de aprender a tocar violão ou falar uma nova língua. Invista em si mesmo.

Dia 21: se alongue

O hábito de se alongar vai mudar a sua vida! Tira alguns minutos do seu dia para respirar e alongar e entenda que o seu corpo pede este tipo de movimento.

Dia 22: tome sol

Aproveite sua hora do almoço para sentar sob o sol. Receba sua luz e ilumine todo o seu ser.

Leia também:  Como alterar a sensibilidade do touch em um dispositivo android

Dia 23: dê tempo para si mesmo

Entenda que as mudanças não ocorrem de um dia para outro. Na verdade, nada nesta vida se resolve rapidamente. Tudo demanda tempo, trabalho e dedicação. Não se cobre tanto!

Dia 24: faça uma lista daquilo que você faz bem

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Foto por Emma Matthews Digital Content Production no Unsplash

O que você faz de melhor nessa vida? Observe a sua rotina para entender as coisas que você tem habilidade para fazer e construa uma lista.

Dia 25: diga para si mesmo: eu te amo!

Você alguma vez já disse que se amava? Mas aposto que você já disse que se odiava, não é? Para que tanto ódio gratuito contra si mesmo? Comece a emanar mais amor para o seu ser.

Dia 26: compre flores

Tudo bem, não precisam ser compradas, mas pegue algumas florezinhas num jardim e perceba a beleza e a fragilidade que elas possuem.

Dia 27: escolha ter pensamentos positivos

Os pensamentos negativos fazem parte da nossa mente irracional. São ideias que surgem dos nossos medos e expectativas. A partir deste dia, se concentre em ter mais pensamentos positivos e a observar o lado bom das coisas.

Dia 28: escreva uma carta de amor para você mesmo

Você com certeza já deve ter escrito uma carta para alguém, seja uma carta de amor ou uma normal. Mas uma carta para si mesmo é algo inusitado, não é? Conte para si mesmo o quanto você se admira, o quanto se ama e o quanto quer uma vida melhor para si… Exponha os seus sentimentos mais profundos.

Depois de ter vivido essa experiência de 28 dias, nos conte nos comentários! Nós queremos compartilhar do seu amor-próprio!

Texto escrito por Gabrielle Carreira da Equipe Eu Sem Fronteiras.

10 passos para ter mais autoconfiança

Você tem autoconfiança? Acredita na sua capacidade de realização? Como você reage diante de uma crítica ou dificuldade?

Ninguém nasce com autoconfiança ilimitada. Se uma pessoa parece ter uma autoconfiança incrível, é porque ela trabalha nisso diariamente. A autoconfiança é algo que precisa se construído todos os dias. Os desafios do trabalho e da vida no geral podem minar sua autoconfiança e, consequentemente, os seus sonhos.

Uma crítica sem fundamento, um comentário maldoso, um projeto que não deu certo, uma aposta que falhou…Muitas coisas podem te fazer acreditar que você não é capaz ou não tem preparo para fazer algo, seja no trabalho ou na vida pessoal. Por isso, manter a autoconfiança lá em cima é tão importante. Caso contrário, diante da primeira dificuldade, seu mundo cai e você nem sabe porque.

Além dos fatores externos, ainda temos nosso próprios pensamentos. Muitos deles auto-sabotadores. Se você cai nessa armadilha dos pensamentos negativos, seus sonhos vão para o ralo.

Todos os dias, temos que lidar com a nossa crítica interna da auto-dúvida, que constantemente nos diz que não somos bons o suficiente.

Quando bombardeados por tantos elementos que ameaçam nossa autoconfiança, precisamos nos encarregar de construí-la novamente.

A autoconfiança não é uma qualidade estática. Não dá para simplesmente parar e dizer: “Sou autoconfiante demais. Não me abalo com nada.” Na verdade, é uma habilidade que deve ser aprendida, praticada e dominada como outra qualquer. Mas uma vez que você dominar esta habilidade, os resultados são surpreendentes.

Leia também:

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Essa técnica de se visualizar no futuro como você gostaria, é uma forma de recarregar as energias e se encher de autoconfiança. Como você quer estar daqui seis meses? E daqui 10 anos? Quer uma casa nova? Viajar? Ter muito dinheiro? Ter filhos? Imagine esse futuro e veja o que você pode fazer para torná-lo real. 

Sem autoconfiança, você perde a vontade de sonhar. Você simplesmente desiste porque acha que não tem capacidade de tornar seus sonhos reais. Pratique a visualização de uma versão fantástica de si mesmo, alcançando seus objetivos. Você está feliz? Busque por esta felicidade.

Seja na sua cabeça ou ao seu redor, pare de escutar o que as vozes negativas dizem ao seu respeito. Você pode construir uma crença positiva que revolucionará a sua vida. Quando a tristeza e a insegurança bater, visualize o futuro que você imagina.  

2- Faça auto-afirmações 

Auto-afirmações são declarações positivas e edificantes que dizemos a nós mesmos. Elas são, normalmente, mais eficazes se ditas em voz alta para que você possa ouvir a si mesmo. Nós temos tendência a acreditar no que falamos para nós mesmos. Então, se você se diz que é incapaz, é bem provável que você acredite nisso e tenha medo de sair da zona de conforto. 

Então, faça diferente. Faça auto-afirmações positivas e encorajadoras. Por exemplo, se você não gosta da própria aparência física, pratique dizendo algo que você aprecia ao se olhar no espelho. Foque nos pontos positivos. Se você tem medo de falar em público, fale para si: “Eu consigo falar para várias pessoas. Eu tenho capacidade de dar uma aula/palestra”.

Leia também:

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

A energia positiva leva a resultados positivos, então configure sua mente para este lado. Evite os pensamentos negativos, ele só vão te fazer se sentir menos confiante. Sorria, ria e esteja com pessoas felizes e positivas. Você se sentirá melhor e as pessoas ao seu redor vão perceber isso. Ninguém gosta de estar próximo de pessoas negativas, que só reclamam.

Se você não cultiva os bons pensamentos, é impossível manter sua autoconfiança. Como você pode acreditar que consegue fazer algo se você pensa apenas no que pode acontecer se der errado? Ter pensamentos positivos não significa viver no mundo dos sonhos abstratos, significa acreditar que tudo é possível e que se algo der errado, existe uma solução para resolver. 

Seja grato e lembre-se dos pontos altos do seu dia. Você desenvolverá mais paz e confiança quando estiver em um estado de espírito de gratidão. 

4 – Quebre os seus padrões 

A melhor maneira de superar o medo é enfrentá-lo de frente. Ao fazer algo que o assusta e ganhando confiança a partir das experiências, você verá a sua confiança aumentando cada vez mais. Então, saia da sua zona de conforto e enfrente seus medos, seus obstáculos. Quebre os padrões impostos por você mesmo. 

Converse com uma pessoa que você não conhece, aceite um projeto que você normalmente rejeitaria., experimente um novo caminho. É a partir de pequenas atitudes que a gente ganha autoconfiança. Não tem como obter resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa. Permita-se mudar. Permita-se aprender com as experiências. 

A ação gera confiança e coragem. Como um exercício, anote seus pontos fortes. Dê valor aos seus pontos fortes. Uma vez que você coloca mais energia em seus traços positivos, sua confiança começará a refletir.

5 – Prepare-se para ganhar

Para estabelecer a verdadeira autoconfiança, devemos nos concentrar nos nossos sucessos e esquecer as falhas e os erros do passado. Melhor do que isso, ressignifique o que aconteceu lá atrás. O que você aprendeu com os seus erros? Essa falha do passado te fez crescer? Não crie barreiras para você, construa pontes.

Se você sente insegurança, o que é normal, para encarar grandes desafios, coloque metas mais simples. Muitas pessoas se sentem desencorajadas porque estabelecem metas muito altas.

 Comece colocando pequenos objetivos que você pode alcançar com facilidade.

 Uma vez que você tenha construído um fluxo de sucessos que o faça sentir bem em relação a si mesmo, você pode passar a objetivos mais difíceis. 

O planejamento prévio evita o mau desempenho. Quanto mais preparado estiver, mais confiante será o seu conhecimento e competência. A preparação ajudará você a evitar tropeçar com as falhas inesperadas da vida. Saiba tudo o que puder sobre sua área, seu assunto, seus objetivos e o que o leva ao sucesso. Não tente realizar muito ao mesmo tempo.

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Ajudar alguém mais frequentemente nos permite esquecer de nós mesmos e agradecer o que temos. Também é bom quando você é capaz de fazer a diferença para outra pessoa. Ajudar alguém a se levantar é a melhor forma de se levantar também. 

Em vez de se concentrar em suas próprias fraquezas, procure ajudar uma pessoa. Você verá sua autoconfiança crescer automaticamente nesse processo. É muito bom ajudar ao próximo, perceber que nosso trabalho, nossas atitudes, fazem a diferença na vida de alguém.

Leia também:  Como ajustar as cores de um monitor lcd (com imagens)

7 – Cuide de si mesmo

A autoconfiança depende de uma combinação de uma boa saúde física e emocional. É difícil se sentir bem se você não gosta do seu corpo ou constantemente tem pouca energia. Cuide de você, do seu corpo, da sua mente, da autoestima. 

Tenha uma alimentação saudável, faça exercícios, durma bem. Tenha hobbies, saia com os amigos, esteja com a sua família. Cuide de você e construa sua autoconfiança. Procure trabalhar seus sentimentos, resolver seus problemas com o passado. Não guarde mágoas, rancores. Abra espaço para sentimentos bons e momentos felizes.

8 – Crie limites e estabeleça prioridades

Aprenda a dizer não. Ensine os outros a respeitarem seus limites pessoais. Quanto mais controle da sua vida, maior será a sua autoconfiança. Se você já tem muitas coisas para fazer, por que aceitar mais um projeto? Se você tem que entregar um relatório, por que ir ao cinema? Coloque limites e estabeleça prioridades. 

Afaste-se de pessoas destrutivas, que não te impulsionam, não te fazem bem.  Você não é lixeira  dos sentimentos ruins dos outros, das maldades alheias. Coloque um limite e tenha por perto apenas quem te faz bem e tem os mesmos objetivos que você.

Leia também:

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Uma atividade simples que ajuda muito no desenvolvimento da autoconfiança e pegar uma folha de papel e preenche-la com as coisas que você já conquistou ao longo da sua vida. Coloque tudo, não pare até preencher a folha toda. Isso fará você se lembrar do seu valor ao invés de pensar em coisas negativas.

Tem gente que simplesmente esquece de tudo que já conquistou. Prefere lembrar apenas dos momentos ruins, das falhas, das perdas. Por que minimizar os seus grandes feitos? Coloca no papel todas as suas vitórias, todos os sonhos realizados. Você verá o quanto tem garra e força de coragem.

10 -Deixe de lado o vitimismo

Quando você se coloca como vítima, desperdiça todo o seu poder pessoal de transformação. Mantenha-se em aprendizado constante, prepare-se e assuma o papel de protagonista da sua história. Vitimismo é chato e brega.

Seja responsável pela sua vida e por tudo o que acontece ou deixa de acontecer. Pare de jogar a culpa nos outros ou de pensar que você “não tem sorte”, “todo mundo consegue menos você”, “fulana conseguiu porque nasceu em berço de ouro”, “queria que você mais fácil para mim”.

Isso é chato e não resolve nada. Seja proativo. Vá à luta. 

Leia também:

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Ser autoconfiante e ter a auto-estima lá em cima não é privilégio ou sorte de algumas pessoas. É simplesmente uma habilidade que precisa ser trabalhada diariamente.

Quando você passa a acreditar em si e no seu potencial e para de ouvir as críticas destrutivas dos outros, você aumenta o seu percentual de autoconfiança.

O primeiro passo é sempre acreditar em você, na sua coragem, na força, na sua vontade de fazer a diferença.

Não tenha medo de ter sonhos, de fazer planos, de correr atrás dos seus objetivos. Coloque tudo no papel, trace metas, organize a sua vida e comece a colocar os seus planos em ação.

É muito fácil culpar a vida, as pessoas, os problemas pela sua situação atual, caso você esteja infeliz. Mas a verdade é que o combustível para fazer a mudança que você quer, está dentro de você.

Sim, sempre está dentro de nós.

Decida mudar, decida agir, decida executar. Decida e ame suas decisões. Você vai acertar e errar. Vai ganhar e perder. Mas você vai aprender e seguir em frente sempre, acreditando na sua capacidade de realização, na sua resiliência e na sua força de vontade.

Sua autoconfiança vai crescer a partir do momento que você sair da zona de conforto. Suas conquistas, pequenas ou grandes, te farão acreditar no seu potencial.

Autoconfiança a gente adquire com o passar do tempo.

Diariamente, somos alvos de críticas, fofocas, problemas, crises, desentendimentos e, por isso, temos que cuidar da saúde do corpo e da mente para não sermos atingidos por esses sentimentos ruins.

O que falta para você conquistar a sua autoconfiança? 

40 Formas para começar amar a si mesmo

Como Aprender a Aceitar a Si Mesmo: 15 Passos

Nosso primeiro e último amor é… amar a si mesmo.

Amar a si próprio é um grande tema e muitas vezes difícil pôr em prática. Chega a ser assustador, por que amar a si mesmo envolve várias coisas e se aceitar, é apenas uma delas. Mas se você quiser se aprofundar no auto-amor, por onde começar? Então segue aqui algumas ideias para vocês.

Faça listas de razões pelas quais você se ama …
Escreva (ou mantenha listas mentalmente) dos elogios que outras pessoas lhe fazem.

Nós somos tão rápidos para acreditar nas coisas quando as pessoas são cruéis, desagradáveis ou “brutalmente honestas” sobre nós, porém rejeitamos todas as vezes que alguém nos disse quão maravilhoso, bonito e inteligente somos.

Geralmente isso ocorre porque o nosso senso de auto-dúvida é mais forte que o nosso amor-próprio.

Se aproxime de outras pessoas.
… E faça-o regularmente.

Quando não conversamos com as pessoas sobre como estamos nos sentindo, ou não tem ninguém para trocar idéias , fica mais fácil sentir-se perdido e confuso.

Também torna mais fácil para a depressão e tristeza se aproximarem devagarinho. Ser lembrado de vez em quando que o mundo é maior que a nossa bolha pode nos inspirar.

Mude a maneira como você pensa sobre comida.
Muitos de nós cai na armadilha de pensar que o alimento é “bom” ou “ruim” e não há meio-termo.

Associar uma palavra como “bom” ou “ruim” com um tipo de alimento (como chocolate, doce, massas e etc) não nos ajuda, isso não significa nada, apenas nos faz sentir culpados ou como se devesemos “fazer melhor”.

O que tem me ajudado é pensar em comida como combustível puro para meu corpo, e considerar como ele vai me fazer sentir ou quanta energia ele vai me dar.

Eu sei que o meu corpo (e meu cérebro) funcionam melhor quando eu me alimento de vegetais, saladas, de muita água e frutas, e que me sinto fraca e inútil quando eu come amontoando de massas ou uma caixa de chocolate sozinha, ou um pote de sorvete. Se você mudar a forma que você pensa sobre o alimento, para um lado mais construtivo e saudável,  há menos culpa, e você se sentirá mais informada e consciente. E claro, seu corpo vai agradecer.

Realmente escute as pessoas quando elas estão falando.
Olhe para elas, faça contato visual e seja presente. Eles vão se sentir bem notando que você se importa o suficiente para envolvê-los, e você vai sentir muito em troca.

Se desligue dos eletrônicos (e tire um dia para você).
Por 24 horas se desligue da tecnologia (celular, ipode, itouch, computador, TV) Eu sei que pode parecer apavorante para algumas pessoas, ficar longe do seu computador, telefone, e televisão o dia todo não é fácil.

Principalmente para aqueles que são viciados em tecnologias, mas talvez isso seja um sinal que devemos tentar.  Muitos de nós usam a tecnologia para nos distrair e manter nossas mentes ocupadas, quando seria muito melhor tirar um tempo só para você, sentar num café, escrever um diário e ainda aprender a ser confortável sozinho.

(para aqueles que não gostam de ficar sozinhos eu escrevi um texto “Como gostar de estar sozinho” que pode ajudar

Tenha aquela conversa “difícil”
Sabe aquela conversa que você está segurando por muito tempo? Pois mande bala, respire profundamente, e diga a verdade. Seja gentil, mas honesto. Ninguém pode prever como as pessoas vão reagir, mas isso realmente não importa. Chegou a hora. Faça, e siga em frente.Listen

Peça ajuda.
Tudo o que você está passando, alguém já passou pelo o mesmo e conseguiu superar. Você não precisa reinventar a roda – não tenha medo de pedir ajuda ou um conselho a alguém. Isso pode fazer uma enorme diferença na sua vida.

Tente o máximo possível não julgar as pessoas.
Wayne Dyer disse: “Quando você julga o outro, você não os defini, você define a si mesmo.

” Sabe aquela voz dentro de você que adora criticar os outros? Ela adora se exercitar quando você  a deixa solta em outras pessoa,  é como um treinamento para o grande evento – o de julgar a si mesmo.

Leia também:  Como calcular a taxa de desemprego: 10 passos

Se você não exercitar essa voz, ela acaba desaparecendo por completo, tornando você uma pessoa muito mais feliz.

Expresse o amor de todas as formas que você puder.
Diga a seus amigos que os ADORA, agradeça, dê seu sorriso mais sincero para estranhos na rua, abrace as pessoas por mais tempo do que o normal, cozinhe uma torta pro seu vizinho chato. Quanto mais amor você dá, mais se constrói dentro de você e mais você recebe de volta – Eu prometo!!!

Use lantejoulas e brilhos
Eles são um reforço maravilhoso para o humor. Se você é conservadora demais para usá-los, compre calcinhas  de lantejoulas e use-as secretamente!

Abrace o desconhecido.
Lembre-se que nem tudo precisa ser planejado nos mínimos detalhes! Mistério é maravilhoso e revigorante. É o gosto da vida.

Limpe seu guarda-roupa.
Além de se livrar do lixo antigo e de toda a tralha, limpar o guarda roupa é terapêutico, porque ao mesmo tempo, você está limpando espaço em sua vida para coisas novas e melhores.

Faça um esforço extra todos os dias.
Sua definição de “esforço” poderia ser: usar um brinco diferente, tentar um arranjo  na cabeça, meias coloridas, pintar a unha do pé de azul, ou mesmo tirar um tempinho para sentar com um livro todas as noites antes de dormir. Basta escolher algo que você sabe que vai fazer você se sentir bem, e, em seguida, faça-o.

Ouça a novos tipos de música e dance!
Country? Rap? Reggae? Forro? Procure diferentes músicas e as aprecie com todo o seu corpo.

Compre calcinhas novas.
É uma maneira quase infalível de se sentir mais sexy e mais feliz

Seja vibrante e colorida.
Se não for na roupa,  que seja pelo menos nas palavras e nos atos. O mundo já tem bastante cinza! Seja o antídoto!

Pare de se preocupar com a opinião de outras pessoas.

Não importa se é a opinião de um estranho ou de alguém da família, às vezes deixamos que os pensamentos dos outros determine o modo como vivemos a nossa vida … e isso é ridículo.

Bem o que as outras pessoas pensam sobre o que você faz ou como faz, isso é irrelevante – o que importa é o que está melhor para você. Leia Como ser Confidente

Pare de tentar  se “encaixar”.
Se encaixar é o mesmo que conformidade, que é a coisa mais chata de sempre! E daí se as pessoas olham para você? E daí se algumas pessoas não entendem? ISSO NAO IMPORTA! Faça sua parte e se orgulhe!

Reconheça que você constrói a sua vida.
Então por que não torná-la bela,  mágica, maravilhosa, especial e estranha?

Fuja.
Passe algum tempo sozinha ou com um amigo próximo. Fuja do habitual. Vá em algum lugar onde você nunca esteve, passe algum tempo e aproveite. Isso vai sacudir a sua visão do que o mundo é assim e dar-lhe uma nova perspectiva sobre tudo.

Converse com estranhos.
Mesmo que sua mãe sempre tenha dito que não! Você nunca sabe quem pode conhecer ou a conversa maravilhosa que pode perder. Tente!!

Aprecie as pessoas na sua vida.
Lembre-se que todo mundo tem a escolha de fazer parte da sua vida ou não! Se você não lhes mostrar o quanto eles significam para você, eles podem não ficar por perto, podem deixar você de lado e isso é uma lição difícil de aprender. Seja boa para eles. Deixe-os saber o quanto você os valoriza o tempo todo.

Se arrume para você mesma.
Vista coisas que fazem você feliz! Não se vista para “atrair um companheiro”, ou para impressionar o seu grupo de amigos, use coisas que você gosta. Sinta-se feliz!

Estabeleça grandes objetivos na sua vida.
Objetivos que  vai assustá-la, GRANDES, ENORMES! A maioria das pessoas apontam para a mediocridade, pensam pequeno e é exatamente isso que eles recebem. Você não merece melhor? Tem uma frase que eu amo: “ Mire para a lua, se você errar, irá acertar as estrelas”.

Seja o seu melhor amigo.
Ao contrário de seu pior inimigo …

Tire 20 minutos do seu dia e assista Eva Ensler.
(o vídeo é em inglês, mas tem a opção view subtitles e você pode clicar e colocar a legenda em português. Esse vídeo pode mudar a sua vida)

Não aceite as coisas só porque “sempre foram assim”.
Talvez elas não costumavam ser assim, ou talvez que seja assim para outras pessoas, mas não para você! TUDO PODE MUDAR!! Sempre!

Compartilhe seus sonhos.
Não tenha medo. Quando você compartilha um sonho com alguém que te ama, você se abre a novas idéias, novos contatos e, por vezes, um par mãos extras sempre ajudam na hora do arremesso! Seja corajosa.

Pense em como você pode encorajar outras pessoas a se amarem também.
Quando carregamos a tocha do amor próprio, nós nos tornamos embaixadores dele, e é importante transmiti-la para outras pessoas.

Nós podemos fazer isto de várias maneiras, principalmente sendo nós mesmos, escrevendo um blog (como eu tô fazendo), sendo voluntária, conversando, mas há outras formas específicas que podem ajudar outras pessoas a se amarem.

Descubra!

Comemore as maneiras em que você tem crescido e mudado.
Crescimento é bom, mudança é maravilhosa, evolução é fantástica. É a prova de que estamos em um caminho, que estamos indo para algum lugar, que estamos vivendo a nossa história. Celebre isso, faça um bolo ou coisa parecida…

Perdoe-se.
Está tudo no passado. Hora de mudar, babe

Vá em um encontro com você mesma.
Se arrume e vá a biblioteca, ou vá comer um delicioso almoço naquele restaurante que você sempre quis entrar, ou andar de bicicleta ao redor da cidade e faça o melhor jantar que você puder (mesmo que seja um sanduíche de mortadela). Eu já disse isso antes e vou dizer de novo, você merece seu amor muito mais do que qualquer outra pessoa.

Leia, releia e salve nos seus favoritos: “50 coisas para fazer quando você está triste”.

Basta amar a si mesmo.
Não importa as circunstâncias. Você é sempre boa o suficiente, você sempre merece isso e você está sempre bonita, apesar de você as vezes pensar diferente. Basta amar a si mesmo.

Não se leve muito a sério!
Isso nunca vai leva-la a nada hahaha. Se você consegue rir de si mesmo, você está bem no seu caminho.

Durma mais.
A maioria de nós não chega nem perto o suficiente das horas necessárias de descanso, e isso pode prejudicar seriamente o nosso corpo e estado emocional. Basta ir para a cama um pouco mais cedo  ou tirar uma soneca no meio da tarde e  você vai se sentir muito melhor.

Ame a todos
Mesmo quando eles te magoar, mesmo quando eles não te entendem, mesmo quando elas não te ouvem e até mesmo quando se comportam mal. Quando você ama, os milagres acontecem.

Deixe um comentário com a sua melhor dica para amar a si mesmo
Yes, please!

15 passos para se amar mais

O que você é e o que você sente devem ser prioridade

Relembre e desvende algumas falas marcantes dessa obra!

É possível ser feliz sozinho? Seja sua melhor companhia!

A parte mais bonita de você é quem você é

Previsões diárias, 100% grátis!

Dicas para aprimorar o seu amor-próprio e ser você mesmo

Agradeça àqueles que prolongam sua vida

O amor é recíproco, não pedaços de sentimentos oferecidos

Amar a si mesmo é uma das melhores coisas da vida

Menos discriminação e mais amor para todos

Aprender a se conhecer é fundamental para uma vida boa!

Distraia sua mente com enredos incríveis e diferentes

Porque você é capaz de atingir todos os seus objetivos!

Ame-se acima de todas as coisas, acima de todos os defeitos

Dicas para elevar o seu interior e mudar sua vida!

Que esse amor incondicional se faça presente em sua vida.

Tenha um ótimo descanso com palavras da poesia bíblica

Compartilhe a sua fé com as mais lindas palavras !

Um pouco mais da literatura argentina para você

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*