Como apertar a pele depois de perder peso: 9 passos

Nem sempre é possível encontrar tempo durante o dia para fazer uma boa série de exercícios, principalmente durante uma semana cheia de trabalho. Mas é possível se cuidar com algumas ações simples e muito eficientes.

Incrível.club escolheu uma série com nove exercícios cujo maior poder é a regularidade. Para ver os resultados, o ideal é fazer um acompanhamento diário. Vamos a eles!

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© TanyaLovus / Depositphotos

Coloque o cotovelo sobre a mesa e gire a palma da mão com a parte interior para cima. Coloque a testa na base da mão e relaxe o pescoço. Fazendo um movimento circular com a mão, faça uma leve pressão, da região das sobrancelhas até a linha do cabelo. Repita os movimentos para trabalhar toda a testa, sempre de baixo para cima.

Momento ideal: durante a jornada de trabalho.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© yutthasart.y.gmail.com / Depositphotos

Para melhorar a saúde das veias e aumentar a sua elasticidade, faça esse exercício várias vezes por dia. Os vasos sanguíneos das mãos vão ficar menos visíveis.

Feche as mãos com força e, ao abrí-las, estique os dedos sem amolecê-los. Faça 20 movimentos de três a quatro vezes por dia.

Momento ideal: durante o dia.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© piotr_marcinsk / Depositphotos, © Nobilior / Depositphotos

Para fazer com que a linfa circule bem (ou seja, eliminar o edema e a retenção de líquidos), melhorar a circulação e se sentir melhor pela manhã, basta usar uma técnica simples de drenagem linfática. São pequenos saltos no lugar, uma técnica inventada pelo especialistaa russo Alexander Mikulin.

Fique na ponta dos pés (mais ou menos 1,5 ou 2 cm do chão) e volte para baixo, batendo levemente os calcanhares no chão. Em seguida, volte para a posição inicial. O exercício deve ser feito em um ritmo acelerado; portanto, segure o peito com as mãos, para evitar sensações desagradáveis. É recomendável realizar até 100 saltos. Faça isso descalço ou com um sapato com sola plana.

Momento ideal: pela manhã, no banho. O exercício também ajuda a eliminar o cansaço depois de uma longa subida.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© racorn / Depositphotos, © vadimrysev / Depositphotos

Este alongamento é bom tanto para adultos como para crianças. Ele ajuda a colocar a escápula no lugar, favorece a postura, abre o peito e fortalece os músculos das costas.

Fique no batente da porta, segure nos dois lados na altura da cintura e incline o corpo para a frente. Fique nessa posição durante 10 a 20 segundos. As costas e o abdômen devem estar retesados. Volte para a posição inicial.

Este exercício pode ser feito várias vezes por dia, com aumento progressivo no tempo. Quanto mais alto você colocar os braços, maior a tensão. Existe outra forma de fazer este exercício: coloque os braços dobrados nas laterais da porta e dê um passo para a frente.

Nesse caso, a metade superior do corpo fica no batente da porta.

Momento ideal: pela manhã e à noite.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© arkusha / Depositphotos

Faça isso mesmo se você não tem o hábito de fazer exercícios para os glúteos na academia.

1. Aperte e relaxe os glúteos durante 20 segundos. Descanse 10 segundos e repita. Faça isso cinco vezes.

2. Tensione os glúteos ao caminhar. Enquanto pisar com o pé direito, tensione o glúteo direito (com o lado esquerdo, faça a mesma coisa). Faça séries com 30 passos e dê 30 passos para descansar. Repita o processo cinco vezes.

Momento ideal: durante o dia.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© ruttapum2 / Depositphotos

Muitos exercícios de prevenção e alívio dos sintomas de veias com varizes devem ser feitos com os pés para cima. Esta postura ajuda a aliviar o cansaço, elimina as sensações desagradáveis nas pernas e ajuda a eliminar edemas.

Deite no chão ou no sofá, levante as pernas em um ângulo reto e empurre-as contra a parede. Fique nessa posição durante um minuto. Você pode trazer a ponta do pé na sua direção ou apontá-la para cima. Durante dois minutos, realize a vibração das pernas: agite-as com rapidez.

Momento ideal: à noite, antes de dormir.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© IgorVetushko / Depositphotos

Esta simples ação pode aliviar rapidamente a tensão no pescoço e melhorar a cor da pele que, entre outras coisas, depende da circulação do sangue e da linfa. O ideal é manter o pescoço relaxado ao realizar esta série de exercícios.

Massageie a parte posterior do pescoço, da base das costas até o osso occipital. Depois, sentado ou em pé e com as costas retas, gire lentamente a cabeça para um lado, sentindo o alongamento dos músculos. Repita o processo 20 vezes.

Momento ideal: durante a jornada de trabalho.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© glisic_albina / Depositphotos

O exercício completo conhecido como ’aspiradora’ deve ser realizado com o estômago vazio, de preferência pela manhã. Contudo, ele pode ser realizado durante o dia, mas é preciso conhecer os riscos de fazê-lo com a barriga cheia.

Fique sentado ou em pé, mantenha as costas retas, inspire, expire, prenda a respiração e coloque o abdômen para dentro o máximo que puder. Mantenha a posição por 10 ou 15 segundos. Depois, solte o ar. Faça isso cinco vezes.

Momento ideal: durante o dia, pelo menos uma hora depois de comer.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos© jolopes / Depositphotos

Além do fluxo de sangue aos tecidos, do trabalho muscular e da ativação dos processos metabólicos na pele, este exercício ajuda a estimular os intestinos, o que ajuda na eliminação de toxinas.

Fique sentado sobre uma superfície que não deslize e não use uma roupa muito larga. Levante perna e glúteo direitos e leve o corpo para a frente. Faça o mesmo com o lado esquerdo. Alterne as pernas e faça 30 repetições no total.

Momento ideal: pela manhã e pela noite.

Tente esta pequena série e conte pra gente os resultados!

Imagem de capa TanyaLovus / Depositphotos

15 dicas simples para emagrecer e perder barriga

Criar bons hábitos alimentares e praticar atividade física regular, são medidas importantes que contribuem para a diminuição de peso e melhorar a qualidade de vida. A perda de peso de forma saudável possui muitos benefícios, como o aumento da energia e da disposição, melhora da auto-estima, um melhor controle da fome e fortalecimento do sistema imunológico.

O ideal para perder peso de forma saudável e ter um abdômen plano é procurar orientação de um nutricionista para que seja realizada uma avaliação nutricional completa com um plano de dieta adaptado às necessidades da pessoa.

Também é importante procurar ajuda de um personal trainer para que seja indicado um plano de treino de acordo com o objetivo que se queira alcançar.

Essas estratégias permitem a perda de peso progressiva e que se mantém ao longo do tempo.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos

Confira 15 dicas para reduzir a barriga, emagrecer e ficar em forma em poucos dias:

1. Comer alimentos crus e ricos em fibras

Os alimentos crus e ricos em fibras ajudam a melhorar o funcionamento do intestino e a digestão, prevenindo a prisão de ventre. Além disso, ajudam a emagrecer porque aumentam a sensação de saciedade. Também ajudam a manter a microbiota intestinal saudável, diminuindo o risco de ocorrer a síndrome do intestino irritável, doença de Crohn ou colite ulcerativa.

Alguns exemplos de alimentos com alto teor de fibra na composição são a aveia, pão integral, cenoura crua, maçã, linhaça, lentilha, alface, pepino, sementes de chia, cogumelo, pera, morangos, framboesas, mirtilos, entre outros.

2. Evitar bebidas açucaradas

As bebidas açucaradas como refrigerantes, incluindo os light e diet, e os sucos industrializados devem ser evitados, já que contribuem para o acúmulo de de gordura a nível abdominal, assim como outros problemas de saúde, como cáries, obesidade ou diabetes, por exemplo.

3. Evitar frituras

As frituras também devem ser evitadas, já que além de fornecerem muitas calorias, também aumentam a quantidade de gorduras trans e saturadas, favorecendo o aumento do colesterol LDL, aumentando o risco de doenças cardíacas, câncer, diabetes e obesidade, devido ao seu acúmulo no organismo.

O ideal é preparar os alimentos grelhados, a vapor ou cozidos, utilizando temperos naturais, como ervas aromáticas e pimenta para dar sabor aos alimentos.

4. Evitar alimentos processados

É importante evitar consumir molhos como ketchup e maionese, por exemplo, além de comidas congeladas industrializadas ou outros produtos processados, pois estes alimentos possuem mais sal e promovem retenção hídrica, aumentando a sensação de inchaço. Além disso, os alimentos processados têm geralmente muitos conservantes na composição, podendo prejudicar a saúde.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos

Iniciar as refeições com um prato raso de salada ou uma sopa, serve para aumentar a sensação de saciedade e controlar o apetite.

Comer uma pera ou uma maça, cerca de 20 minutos antes do almoço e jantar também é um bom truque para aumentar a saciedade e diminuir o apetite, pois são frutas ricas em fibras, permitindo que haja diminuição na quantidade de alimentos que se ingere durante as comidas principais.

6. Praticar exercício físico

Fazer alguma atividade física de forma regular, além de ajudar a emagrecer e a diminuir a circunferência abdominal, também melhora a circulação sanguínea, o bem-estar e a autoconfiança. Além disso, contribui para a prevenção de doenças cardiovasculares e crônicas, como a diabetes, por exemplo. Veja como fazer 3 exercícios simples em casa.

7. Acelerar o metabolismo

Algumas formas de aumentar o metabolismo é consumir pimenta vermelha, chá verde, gengibre e água gelada, porque estes alimentos são termogênicos e ajudam o corpo a perder calorias, mesmo que a pessoa esteja parada.

Conheça outros alimentos termogênicos para emagrecer.

8. Comer lentamente e mastigar bem os alimentos

Comer lentamente, em um ambiente calmo e mastigar bem os alimentos permite os os sinais de saciedade cheguem ao cérebro, indicando que o estômago está cheio. Adquirir esse hábito evita ingerir alimentos em excesso, favorecendo a perda de peso.

9. Fazer 6 refeições por dia

O ideal é realizar cerca de 6 refeições por dia e mastigar bem os alimentos. Ao comer devagar, dá-se tempo ao cérebro para entender que já tem comida no estômago e evita que a pessoa coma mais do que o necessário. Além disso, também aumenta o tempo de contacto com as papilas gustativas, aumentando a sensação de saciedade.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos

Beber bastante água ajuda a eliminar as toxinas acumuladas no organismo e a hidratar o intestino, regularizando a sua função. É recomendado o consumo de 2 a 2,5 L de água por dia, devendo ser consumido entre as refeições.

As pessoas que não estão acostumadas a beber água, podem saborizá-la agregando uma rodela de limão ou de pepino, por exemplo, o que permitiria o aumento do seu consumo com mais facilidade.

Leia também:  Como calcular o valor no vencimento: 6 passos

Conheça outros benefícios da água para a saúde.

11. Evitar os doces

Deve-se evitar a ingestão de alimentos que tenham açúcar na composição, como sobremesas, bolos, sorvete ou chocolates, por exemplo e dar preferência às frutas cítricas e ricas em fibras, que também têm um sabor adocicado e ajudam a reduzir a vontade de comer doces.

12. Reduzir o consumo de gorduras

É importante evitar todas as fontes de gorduras adicionadas, como por exemplo, margarina, embutidos, salsichas, pele das aves ou gordura das carnes, por exemplo. Em vez disso, devem-se ingerir alimentos com gorduras benéficas para o organismo, como abacate, frutos secos, azeite de oliva ou peixe.

13. Reduzir o consumo de carboidratos

Para se conseguir emagrecer e perder barriga, não se deve ingerir mais de um alimento fonte de carboidrato por refeição. Por exemplo, se a pessoa comer uma batata, não precisa comer arroz, pão ou macarrão na mesma refeição, mas em vez disso, acompanhar o prato com uma salada ou legumes, por exemplo.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos

Um gesto muito importante para pessoas que desejam emagrecer, é ler atentamente os rótulos das embalagens dos alimentos no supermercado, antes de comprar, de forma a evitar levar para casa alimentos muito calóricos ou com um alto teor de açúcares ou gorduras saturadas. Além disso, deve-se ainda ter em atenção se a informação do rótulo se refere ao pacote todo ou apenas a uma porção.

15. Seguir as dicas de forma regrada 

Estas dicas devem ser seguidas diariamente para que o corpo se acostume com as mudanças. A pessoa pode-se pesar a cada 10 dias, para não gerar ansiedade, mas deve ser sempre na mesma hora e na mesma balança.

  • Além disso, para acompanhar o emagrecimento é importante medir, com uma fita métrica, a cintura, passando a fita sobre o umbigo e anotar os valores para perceber melhor a evolução de perda peso, atá alcançar a boa forma.
  • Veja outras dicas para emagrecer de forma saudável:

Como diminuir a flacidez depois de emagrecer

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos

Emagrece é excelente, porém tem um pequeno lado negativo: a pele que antes estava esticada, agora está flácida. Mas o que fazer para combater esse vilão da beleza feminina? Confira as dicas que selecionamos e comece logo a diminuir a flacidez indesejada.

Cuide da alimentação

Um dos passos mais importantes a se tomar para diminuir a flacidez do corpo é balancear a alimentação. Dermatologistas sugerem maior ingestão de frutas e verdura de cor vermelha e laranja. Esses alimentos são ricos em vitamina C, essencial para a beleza da pele.

A vitamina C pode ser encontrada em alimentos como cenoura e laranja. Uma forma fácil de incluir essa vitamina no cardápio é adicionar um copo de suco de laranja nas refeições e ralar um pouco de cenoura junto com a salada.

Outro produto que pode ajudar a combater a flacidez é a gelatina. A gelatina possui colágeno, proteína necessária para manter a firmeza da pele. As gelatinas comuns possuem um baixo teor de colágeno, entretanto essa proteína pode ser encontrada de diversas formas em farmácias de manipulação.

Sendo assim, vale a pena consultar seu dermatologista e verificar se é possível incluir o colágeno no seu tratamento contra a flacidez.

Invista em tratamentos

Atualmente existem diversas opções de tratamento para quem quer se livrar da flacidez no corpo. Você pode investir em cremes, terapias, tratamentos com aparelho e até cápsulas que prometem diminuir a flacidez.

Entre os aparelhos mais usados recentemente estão o Accent, que trata a flacidez por meio ode ultrassom, o Freeze que age por meio de radiofrequência e pulsos eletromagnéticos e o NIR que utiliza raios infravermelhos para promover a firmeza da pele.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos Veja também Exercícios para bumbum: 14 vídeos que você precisa ver

Outros tratamentos já conhecidos são a carboxiterapia que atua na pele por meio de injeções de gás carbônico abaixo da pele e a corrente russa, que se trata de pequenos choques dados na pele que ajudam a fortalecer o músculo.

Quanto aos cremes mais usados no combate à flacidez estão aqueles feitos à base de DMAE e manteiga de karité que podem ser encontrados em farmácias e lojas de cosméticos.

As cápsulas de carcinina e silício também tem se popularizado nos tratamentos contra a flacidez. Segundo especialistas, o primeiro evita a destruição do colágeno na pele enquanto o segundo garante sua firmeza.

Diga adeus ao sedentarismo

O sedentarismo é inimigo numero um da beleza da mulher. Se exercitar é extremamente importante para manter os músculos no lugar e ficar com a pele linda e firme. Então, é preciso deixar a preguiça de lado e escolher alguma atividade para começar a praticar o quanto antes.

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos Veja também 12 exercícios para fazer em casa e sair do sedentarismo

A dança, a corrida e a hidroginástica são três opções de atividades físicas que você pode praticar para manter o seu corpo com “tudo em cima”. Você pode também praticar ginástica localizada para diminuir a flacidez em partes específicas do corpo, como bumbum e coxas.

Agora você sabe como se livrar de vez da temida flacidez, então não tem mais desculpas para ficar parada. Escolha as opções que forem mais convenientes e comece o mais cedo possível a tratar a flacidez.

Emagrecer: 20 dicas para perder peso rápido e com saúde

Como Apertar a Pele Depois de Perder Peso: 9 Passos Aprendar emagrecer de forma saudável – Créditos: Billion Photos/Shutterstock

Para emagrecer com saúde é necessário que o corpo gaste mais calorias do que consome. É por isso que as duas medidas mais importantes para chegar ao peso ideal são ajustar hábitos alimentares e praticar atividades físicas. Mas isso deve ser feito de forma gradativa e com um cardápio saudável e variado. Siga as dicas para emagrecer de forma saudável:

  • Consuma alimentos que queimam a gordura, desincham, aumentam a saciedade e aceleram o metabolismo
  • Faça apenas as refeições principais
  • Invista em um prato equilibrado e variado
  • Evite dietas restritivas
  • Beba chás que ajudam a emagrecer
  • Pratique exercícios para queimar a gordura
  • Ganhe músculos
  • Cuidado com as dietas da moda
  • Diminua o consumo de sal e açúcar
  • Preste atenção aos sinais do corpo
  • Fique longe da gordura trans
  • Reduza o consumo de gordura saturada
  • Fique de olho na caloria dos alimentos
  • Beba uma média de dois litros de água por dia
  • Maneire na cervejinha
  • Descubra o seu peso ideal
  • Reduza o consumo diário de calorias

Alguns alimentos ajudam a emagrecer porque estimulam a queima de gordura. O chá de hibisco, lichia, farinha de amora estão entre eles.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Alimentos ricos em ômega 3 (salmão, atum, sardinha, arenque, cavala, linhaça, castanhas) contribuem para o emagrecimento devido à ação anti-inflamatória. Conheça a dieta anti-inflamatória.

Alimentos ricos em fibras proporcionam maior saciedade, logo a fome demora mais a aparecer, o que ajuda você a perder peso. As principais fontes de fibras são: frutas, cereais integrais, como arroz, trigo, centeio, cevada e a aveia.

As leguminosas, como feijões, lentilha, grão de bico e ervilha e as verduras e legumes também contam com boas quantidades de fibras. As sementes, como a chia, linhaça e semente de abóbora, também tem fibras. Saiba tudo sobre as fibras.

Os alimentos com ação termogênica estimulam a maior queima de calorias. Os principais alimentos termogênicos são: pimenta, chá verde, canela, gengibre e café. Veja os benefícios dos alimentos termogênicos.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

O ideal quando se quer perder peso é fazer as três refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) e dois ou três pequenos lanches. Isso manterá seu metabolismo funcionando o dia inteiro, dará mais saciedade, diminuindo a fome fora de hora, e impedirá que você exagere nas grandes refeições. O intervalo entre cada refeição deve ser de no mínimo 2 horas.

Uma alimentação saudável pede equilíbrio de nutrientes e variedade de alimentos. Vale investir em frutas, legumes, verduras. Não se esqueça de completar o menu com diferentes tipos de carnes, cereais, leguminosas (feijão, lentilha), leites e derivados, grupos alimentares essenciais para a alimentação diária.

Dietas que cortam drasticamente as calorias ou algum componente específico, como os carboidratos por exemplo, são consideradas restritivas. Para perder com saúde o esperado é perder entre meio quilo e um quilo por semana.

Mais do isso pode ser sinal de que você não está realizando a dieta mais adequada. A alimentação monótona e com pouca variedade de alimentos não traz todos os nutrientes que o corpo precisa, podendo até afetar a imunidade e o corpo mais vulnerável a doenças.

Dieta dos shakes, dieta sem glúten e dieta da sopa são alguns exemplos de dietas restritivas.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Alguns deles, como o chá verde, chá preto e o chá de canela, estimulam a queima calórica. Enquanto o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada no abdômen. Veja os chás que contribuem para a perda de peso.

A Organização Mundial de Saúde recomenda praticar ao menos 150 minutos de exercícios moderados por semana para uma pessoa ser considerada ativa.

Ou seja, praticando uma hora de exercício em três dias na semana (180 minutos), você já ultrapassa essa meta! Para queimar gordura e emagrecer é importante investir em atividades aeróbicas como: caminhadas, corridas, bicicleta, dança, natação, entre outros.

Leia também:  Como alterar seu número de telefone do telegram no android

Praticar exercícios de força, como a musculação e pilates, também são superimportantes para ganhar músculos e fazer o corpo gastar calorias. Veja os benefícios da musculação para emagrecer

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Existem uma série de dietas que prometem o emagrecimento rápido. Fique atento a que custo essa perda de peso é alcançada. Muitas delas levam à perda de músculos, o que é especialmente prejudicial para quem quer emagrecer e manter o peso depois disso. Algumas dessas dietas são:

O sal é o principal fonte de sódio, mineral que em excesso no organismo aumenta o risco de hipertensão e a retenção de líquido.

Já o açúcar consumido em excesso se transforma em acúmulo de gordura, principalmente na região da barriga. Alimentos fontes de carboidratos simples são ricos em açúcar.

Entre eles estão: açúcar de adição, refrigerantes, doces e os que contam com muita farinha branca, como pães, massas e bolos.

Alguns sinais de que o emagrecimento rápido está prejudicando sua saúde são: queda de cabelo, unhas fracas e quebradiças, desânimo, fraqueza, indisposição, tontura, flacidez e constipação intestinal.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Este tipo de gordura pode ser encontrada em alguns biscoitos, sorvetes, bolos industrializados, entre outros alimentos.

A gordura trans aumenta o LDL (colesterol ruim para o organismo) e diminui o HDL (colesterol bom). Além disso, age também aumentando os triglicerídeos que pode ser armazenado no tecido adiposo.

Veja os riscos da gordura trans e onde é encontrada. Veja os riscos da gordura trans e onde é encontrada

O consumo de gorduras saturadas em excesso está relacionado ao acúmulo de gordura no organismo, ou seja, dificuldade para emagrecer. Os alimentos com grandes quantidades de gorduras saturadas são: carnes vermelhas, leite integral, manteiga e queijos.

Olhar o rótulo dos alimentos é uma boa maneira de controlar o consumo de calorias. Saiba que os carboidratos possuem 4 calorias por grama, enquanto as proteínas também contam com 4 calorias por grama e as gorduras possuem 9 calorias em cada grama. Aprenda a decifrar os rótulos dos alimentos .

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Consumir os líquidos certos contribui e muito para emagrecer de forma saudável. A recomendação é ingerir entre 30 a 35 ml por kg de peso corporal de líquidos, o que em média fica em torno de 2 litros por dia. Veja a importância de tomar água durante o dia para o emagrecimento e dicas de consumo.

O álcool é uma substância tóxica para o organismo e o fígado dá preferência para metaboliza-lo primeiro. Essa mudança no metabolismo do fígado favorece o acúmulo de gordura no organismo. Veja os riscos do consumo em excesso de álcool para a saúde

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma maneira de avaliar se o peso da pessoa está dentro do considerado saudável ou não. Ele é calculado por meio do peso em quilogramas dividido pela altura ao quadrado (Kg/m²).

Apesar de não mostrar a proporção de gorduras e músculos do corpo humano, o IMC ajuda a ter uma noção sobre se o peso do indivíduo está dentro do considerado saudável ou não.

Calcule aqui seu IMC e descubra seu peso ideal.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Para emagrecer rápido muitas pessoas optam por uma redução extrema de calorias. O consumo inferior a 1200 calorias por dia não é orientado para a perda de peso e pode levar a problemas como fraqueza, desmaio e, claro, efeito sanfona. Veja como cortar as calorias extras das refeições.

Como acabar com a flacidez depois de emagrecer muitos quilos

É muito comum sentir a pele mais fina e envelhecida depois de passar por um tratamento para emagrecer.

De acordo com Fábio Busnardo, do Núcleo Avançado de Cirurgia Plástica do Hospital Sírio-Libanês, isso acontece porque, ao engordar, a pele sofre uma distensão causada pelo aumento do volume de tecido adiposo –sob a pele.

Quando o excesso de gordura é eliminado, as fibras elásticas e colágenas que dão suporte à pele perdem sua capacidade de retração e ela se torna flácida.

Todo o corpo sofre com a flacidez, mas algumas áreas são mais suscetíveis, como braços, coxas, glúteos, abdômen e rosto. “De modo geral, as maiores queixas são relacionadas à face. Já reclamações sobre o abdômen e as mamas são bastante frequentes após a gestação”, avalia Busnardo.

Tem alguma dúvida sobre a saúde do seu corpo? Mande sua pergunta para o e-mail [email protected] que nós encontraremos os melhores especialistas para respondê-la.

A flacidez pode ser tissular, quando o tecido cutâneo é afetado, ou muscular, quando o alvo é a musculatura subcutânea. Geralmente ambas aparecem associadas.

São múltiplos os fatores que causam flacidez, não é apenas o processo de emagrecimento. “Antes de tudo, é preciso considerar que há uma predisposição genética.

Alguns indivíduos têm fibras cólagenas e elásticas mais resistentes ao efeito dos anos e demoram para apresentar os primeiros sinais”, afirma Busnardo.

Além disso, a partir dos 30 anos, é normal que a pele perca um pouco de sua elasticidade e de seu tônus – trata-se de um processo natural de envelhecimento das fibras. Fatores externos, como exposição excessiva ao sol sem proteção, tabagismo, sedentarismo e alimentação inadequada, aceleram o processo.

Qual o segredo para evitar a flacidez?

Imagem: iStock Images O uso de protetor solar é a recomendação número um dos dermatologistas. O motivo é conhecido: os raios ultravioletas têm a capacidade de destruir a estrutura do colágeno, prejudicando a sustentação da pele. O abandono do hábito de fumar vem logo atrás. “Cada cigarro possui mais de 4.700 substâncias tóxicas em sua composição e compromete por até 90 minutos a oxigenação da pele, deixando-a grossa, amarelada, sem viço e opaca. Ele ainda favorece a perda de colágeno, o que não só leva à flacidez, como também provoca rugas ao redor dos lábios e dos olhos”, ressalta Adriano Loyola, assessor do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

quando o assunto é alimentação, é fundamental que não falte no prato vegetais, frutas, cereais e hortaliças. Esses alimentos são antioxidantes e combatem a ação dos radicais livres, causadores do envelhecimento precoce. Invista também em itens que atuam na formação do colágeno, como peixes e leguminosas, ricos em proteínas, e abacate, repleto de vitamina A.

Ah, e jamais se esqueça da boa e velha água! A bebida renova as fibras colágenas, melhora a circulação e elimina o inchaço causado pela retenção de líquidos.

Para fortalecer e tonificar a musculatura, pratique exercícios físicos com pesos. Abdômen, coxa, glúteos e parte interna dos braços devem ser trabalhados com movimentos específicos. Além da musculação, é preciso realizar aeróbicos moderados para fortalecer o sistema cardiorrespiratório e garantir o envio de nutrientes importantes para a saúde da pele.

Segundo Adriano Loyola, além da manutenção de uma rotina saudável, há uma série de tratamentos não invasivos eficazes no combate à flacidez. “Os métodos não invasivos atuam gerando estímulos para melhorar a vitalidade da pele e a organização das fibras do colágeno”, garante.

Conheça as tecnologias disponíveis:

Imagem: iStock

Radiofrequência: Tratamento baseado na emissão de ondas eletromagnéticas que promovem o aquecimento superficial e profundo da pele, elevando-a a uma temperatura em torno de 40 graus. “O calor causa o estímulo da produção de fibras colágenas e elásticas e provoca o aumento da circulação sanguínea, melhorando o tônus da pele”, explica Loyola. As sessões podem ser realizadas em qualquer região da face ou do corpo.

Laser Infravermelho: A luz laser infravermelha penetra profundamente na pele, estimulando a produção de colágeno, elastina e outros componentes responsáveis pela sua elasticidade e sustentação. Muito indicada para a região facial. 

Ultrassom microfocado: Tecnologia em que cada disparo das ondas ultrassônicas origina pontos de retração da pele. Ao final de cada sessão, são realizados até dez mil disparos, que aquecem as camadas mais profundas da derme, local ideal para estimular a formação de colágeno e elastina e reduzir a flacidez. Utilizado principalmente na face e no pescoço.

Radiofrequência fracionada + ultrassom: Esse procedimento possibilita a realização de centenas de microperfurações sobre a região da pele tratada.

“Em seguida, é empregado um equipamento especial que emite ondas de ultrassom capazes de empurrar vários tipos de medicamentos para o interior dessas perfurações. A essa técnica damos o nome de drug delivery”, explica Loyola.

A técnica permite que o médico possa infundir medicamentos específicos diretamente na camada mais profunda da pele, aumentando a eficácia do tratamento.

Quando a cirurgia se faz necessária?

Os tratamentos não invasivos citados têm maior efeito na flacidez de grau leve e moderado. Quando ela é intensa, especialmente em pacientes obesos que perdem grande quantidade de peso, é indicado o tratamento cirúrgico. Antes de optar pela cirurgia, é imprescindível buscar orientação médica e discutir todas as possibilidades.

Leia também:  Como capturar suicune em pokémon crystal: 6 passos

7 táticas para emagrecer e nunca mais engordar

Em abril de 2016, o preparador físico Marcio Atalla deu início a um projeto inédito e promissor, o Vida de Saúde. A proposta era mudar o estilo de vida de uma cidade inteira num prazo de nove meses. O município escolhido foi Jaguariúna, no interior de São Paulo.

Os resultados da iniciativa – feita em parceria com a Amil, operadora de planos de saúde – foram divulgados em 17 de maio de 2017, em um evento na capital paulista.

Os números surpreendem: 9 mil pessoas que vivem em Jaguariúna (18,1%) participaram ativamente do programa, mas, indiretamente, ele impactou a vida de 39,4% da população.

“Muita gente mudou os hábitos sem saber que estava participando, porque nós treinamos também agentes de saúde, enfermeiros de UBS, médicos e até professores de escolas”, relata Atalla.

Leia mais: 3 regras de Marcio Atalla para emagrecer e não engordar mais

Entre os voluntários que participaram dos treinamentos, oficinas de nutrição e de atividade física, caminhadas e outras intervenções realizadas durante o projeto, 74% registraram mudanças que vão da adoção de uma alimentação mais saudável ao emagrecimento e à inclusão de atividade física no dia a dia. “Agora, temos a esperança de que a prefeitura de Jaguariúna mantenha isso”, afirma o preparador físico, que também é idealizador do programa Medida Certa, da Rede Globo.

Para o futuro, Marcio Atalla revela que o objetivo é expandir a iniciativa para outros lugares. “A ideia é levar para municípios maiores, quem sabe alguma capital. Já recebemos propostas e há pelo menos umas 16 cidades que ficamos de avaliar”, conta.

Caminho das pedras

Você deve estar torcendo para o seu município ser o próximo a receber o Vida de Saúde, certo? Tomara! Mas fique tranquila: dá para colocar em prática os bons hábitos incentivados no projeto sem morar nas cidades por onde ele passará.

BOA FORMA pediu para que Atalla indicasse sete passos para você ter sucesso em aderir a uma rotina mais saudável e ativa. Se você já adota qualquer uma das dicas sugeridas, ótimo! Passe para a próxima. Mas, se escorregar, não desanime. Retome e vá em frente.

1. FUJA DAS DIETAS RADICAIS

Não dá para querer eliminar todo o peso acumulado nos últimos três anos em um mês – mesmo que esse seja seu prazo para aquela festa ou uma viagem para a praia.

Excluir nutrientes do cardápio (carboidrato, geralmente) ou reduzir muito as calorias (ou as duas coisas juntas) sem dúvida emagrece, mas é radical.

Três ou quatro dias depois, você não aguenta de fome e entra para a alarmante estatística das pessoas que fracassam na dieta – nove a cada dez, sendo que sete voltam a ganhar até mais peso do que perderam.

Entenda: “Pesar-se todos os dias é cilada”, diz expert em emagrecimento

Ok, vamos supor que você consiga afinar a qualquer preço. Resultado: “O corpo vai batalhar para recuperar as medidas antigas”, alerta Marcio Atalla. Existe apenas uma forma de vencer essa disputa: transformar as mudanças que proporcionaram a perda de peso em hábitos.

Portanto, elas precisam ser viáveis. Exemplo: comer o que você gosta (até brigadeiro e hambúrguer) só que numa proporção menor.

O resultado na balança vai ser mais lento, mas com a vantagem de o seu corpo ganhar tempo para entender o que está acontecendo e, finalmente, parar de jogar contra o seu desejo de se manter magra.

2. PREFIRA ALIMENTOS IN NATURA

– (FogStock/Alin Dragulin/Thinkstock/Getty Images)

Coloque no seu GPS um endereço importantíssimo: o da feira. Você não precisa abandonar o chocolate, mas seu cardápio deve priorizar verduras, legumes e frutas.

“O ideal é que a alimentação diária seja composta de 60 ou 70% de itens in natura – até mesmo nos lanches intermediários”, sugere Atalla.

Com essa proporção, você diminui as calorias, aumenta os nutrientes e ainda ganha o direito a um volume maior de comida – importante para saciar a fome (e evitar ataques à geladeira).

Mesmo quem come fora todos os dias pode montar uma refeição perfeita. No restaurante por quilo, comece a se servir pela salada (preencha a maior parte do prato com folhas e legumes) e só então passe para as opções quentes.

Pegue uma proteína magra (peixe, frango e carne vermelha com pouca gordura) e um carboidrato (arroz e massa integrais e quinua), além de um grão ou leguminosa (grã-de-bico, lentilha, feijão).

Viu? Dá para emagrecer sem abrir mão do arroz e feijão!

3. ESTIPULE MINIMETAS

No lugar de querer o corpo daquela blogueira fit, pense em chegar à sua melhor versão. As metas devem ser possíveis de alcançar.

A trajetória até lá também fica mais fácil se você traçar minimetas: beber mais água, começar a refeição sempre pela salada, comer cinco porções de fruta por dia, acordar mais cedo para caminhar… “Completar e comemorar cada uma delas serve de estímulo para novos desafios, o que ajuda a criar um ciclo de conquistas saudáveis”, garante Atalla, que aconselha você a não deixar nenhuma conquista passar em branco, por mínima que ela seja. Todas merecem ser premiadas: vale viajar, ir ao cinema, sair para dançar ou encontrar aquela amiga que você não vê há tempos. Mas, se preferir, pode comer um chocolate. Sério!

Fique por dentro: 5 boas e 4 más notícias sobre o chocolate

4. CLASSIFIQUE A SUA FOME

Antes de abrir um salgadinho no meio da tarde (depois de ter feito o lanchinho intermediário), avalie o grau da sua fome numa escala de 0 a 10. Se ela estiver acima de 6, siga em frente. Mas, abaixo disso, é melhor economizar essas calorias. “Muitas vezes, as pessoas comem sem necessidade. Apenas por vício.

E, claro, engordam!”, alerta o preparador físico. Porém não deixe que ela chegue ao grau 10. Aí você vai devorar qualquer coisa que aparecer na frente e sair da sua meta. Como não cair nessa armadilha: carregar uma ou duas opções de snacks, como fruta + queijo light ou iogurte + castanhas  para comer entre as principais refeições.

Se ainda assim achar que está com fome, beba água – às vezes, é apenas sede!

5. NÃO DESISTA, PERSISTA!

Mesmo quando bater a preguiça ou aquela dorzinha de cansaço muscular, insista nos exercícios – seu organismo precisa de cerca de 90 dias para vencer a fase de resistência ao movimento.

“Nos primeiros três meses, o corpo acha que estão mexendo com a sua maneira natural de funcionar e, por isso, briga para que a gente retome o padrão antigo”, explica Atalla.

Então prepare-se para sentir mais fome, cãibra, sono… Isso tudo passa: vencida a fase de adaptação, o organismo entende que a atividade física é algo positivo e se comporta melhor. Aí fica mais fácil você cair da cama (sem mau humor!) uma horinha mais cedo para fazer o seu treino.

Detalhe importante: caso não goste da sensação de exaustão, risque o crossfit e o muay thai da lista. “Escolher modalidades que tragam prazer ajuda na regularidade. Cinco vezes por semana é o ideal”, afirma Atalla. Acha muito? Comece com três vezes (segunda, quarta e sexta). Logo, você vai querer mais.

6. SAIA DO AUTOMÁTICO

– (lzf/Thinkstock/Getty Images)

Depois de um mês indo direitinho à academia, você passa uma semana atolada de trabalho, falta nos treinos e tem a sensação de que seu ânimo para malhar voltou à estaca zero.

Nosso corpo se acostuma com o modo econômico de energia. Então não pare! Arrume alternativas para os dias em que a agenda apertar.

“Subir as escadas do prédio (do trabalho ou de casa) pode trazer os mesmos benefícios que uma atividade física no parque ou na academia.”

Então fique ligada e saia do automático. Do contrário, você vai pegar o elevador sem perceber. “O ser humano tem a tendência natural de buscar as situações com menos movimento.

” São muitos andares até chegar ao seu escritório? Não precisa encarar tudo de uma vez. Vença alguns lances em diferentes momentos do dia.

Você também pode parar o carro numa vaga mais distante, descer do ônibus dois pontos antes ou ir de bike para o trabalho.

7. CONTE COM AS AMIGAS

Se você é da turma que não gosta de malhar sozinha, chame a BFF para ir ao parque ou à academia. Melhor ainda: descubra se é uma pessoa competitiva e convide aquela amiga que topa desafios.

Que tal disputar quem tem mais fôlego na corrida, consegue fazer mais abdominais ou algo nessa linha? Se o seu perfil é de cooperação, a parceria continua sendo importante para que uma incentive a outra a experimentar uma aula nova ou simplesmente não faltar no treino.

Só não caia na armadilha de pedir a companhia de uma amiga sabotadora – aquela cheia de boas intenções, mas que tenta desviar você da sua meta. Dessa vez, está decidido: chega de flashback. Os hábitos saudáveis serão mantidos, assim como as suas novas medidas!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*