Como apagar um incêndio causado por uma torradeira

Para que uma reação de combustão e um incêndio ocorram, são necessários três fatores: combustível, comburente e reação em cadeia.

1- Combustível:

O combustível é qualquer material que possa ser oxidado. Eles podem ser sólidos (papeis, madeira, algodão), líquidos (álcool, gasolina, éter, óleo combustível) ou gasosos (gás hidrogênio, acetileno, GLP (Gás Liquefeito de Petróleo)).

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

Entre os combustíveis líquidos, temos os voláteis, que são aqueles que liberam vapores em temperatura ambiente, como o álcool, a gasolina e o éter; e há também os não voláteis, que praticamente não liberam vapores, como as tintas, o óleo combustível, a graxa, entre outros. Os voláteis apresentam maior risco.

2- Comburente:

O comburente é o gás oxigênio (O2), que entra em contato com o combustível e reage. Ele é indispensável para que a combustão ocorra e isso pode ser visto por meio de um experimento simples e bem conhecido: se colocarmos um copo sobre uma vela acesa, a chama irá apagar com o tempo, pois todo o oxigênio foi consumido e a reação cessa.

3- Reação em cadeia:

O calor fornece a energia necessária para que a reação continue.

Por exemplo, o capim é um combustível e ele está em contato com o oxigênio do ar, mas para que a sua queima ocorra é necessário uma ignição, ou energia de ativação, que é fornecida, por exemplo, por uma faísca, como quando alguém joga um cigarro aceso. Então, a combustão se inicia, liberando calor que fornece a energia mínima necessária para que a reação em cadeia continue.

Desse modo, a combustão é representada por um diagrama chamado de triângulo do fogo:

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

Assim, para combater um incêndio, temos que remover um desses três fatores. Veja como:

1-Eliminando o calor:

Um dos principais meios de combater um incêndio é por meio do resfriamento, diminuindo a temperatura. Esse método é ideal para incêndios de classe A, que ocorrem com combustíveis sólidos que queimam na superfície e na sua profundidade, deixando resíduos (cinzas).

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

Para eliminar o calor, utilizam-se extintores apropriados para cada tipo de incêndio.  Mas é necessário saber exatamente qual extintor usar para cada tipo de incêndio, pois, caso contrário, pode piorar a situação.

Por exemplo, digamos que o fogo está ocorrendo em equipamentos elétricos que oferecem risco de choque (incêndio classe C), nesse caso, um extintor de água não seria indicado, mas sim um extintor de pó químico seco.

Para mais detalhes, leia o texto  Classificação dos extintores de incêndio.

2-Eliminando o combustível:

Isso é feito por meio da retirada do material do local. Por exemplo, digamos que uma entrada de gás hidrogênio está aberta, podemos então fechá-la, retirando o combustível que está sendo queimado.

  • Esse método é indicado para incêndios de classe B e C, que são, respectivamente, incêndios com líquidos que queimam na superfície e deixam resíduos e incêndio com equipamentos elétricos, conforme já mencionado.
  • 3- Eliminando o comburente:
  • Podemos impedir que o combustível entre em contato com o oxigênio por meio de um abafamento por uma cobertura.

Por exemplo, se o óleo de cozinha começou a pegar fogo, você jamais deve jogar água, pois, se fizer isso, ocorrerá um tipo de explosão e você irá se ferir. Isso acontece porque o óleo é menos denso que a água. Assim, ao jogar água, ela tenderia a afundar, passando pelo óleo quente.

Visto que a temperatura está acima do ponto de ebulição da água, imediatamente ela passaria do estado líquido para o gasoso, formando bolhas de vapor que subiriam rapidamente através da gordura quente e saltariam de forma extremamente violenta para o ar.

Essas bolhas levariam consigo gotículas de óleo que poderiam queimar a pele se caíssem sobre ela.

O modo correto seria não tocar na frigideira, desligar o fogo e colocar um pano úmido por cima da frigideira para impedir que o oxigênio alcance as chamas e, consequentemente, elas se apagarão.

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

  1. Por Jennifer Fogaça
  2. Graduada em Química

Como apagar fogo em óleo de cozinha. Apagar fogo em óleo

Imagine que você esqueça uma frigideira com óleo no fogão, e ela comece a pegar fogo. Qual seria sua reação? Como deveria proceder para apagar o fogo? Será que jogar água seria a melhor solução?

Muitas pessoas agiriam por extinto e de forma desesperada em uma situação dessa, e tentaria apagar o fogo jogando água. Porém, nunca faça isso! Se jogar água no óleo pegando fogo ocorrerá um tipo de explosão e você poderá se ferir.

Isso ocorre por dois motivos baseados nos seguintes conceitos estudados em Química: a densidade e o ponto de ebulição da água e do óleo.

O óleo é menos denso que a água, portanto, ele flutua sobre a água.

Já o ponto de ebulição da água é igual a 100ºC ao nível do mar, e se o óleo estiver pegando fogo, significa que ele estará a uma temperatura superior a essa.

Assim, juntando essas duas informações, temos que ao jogar a água, por ser mais densa, ela “tentaria” afundar, passando pelo óleo que está muito quente.

Leia também:  Como castrar um cachorro: 9 passos (com imagens)

Como a temperatura está acima de seu ponto de ebulição, imediatamente a água passaria do estado líquido para o gasoso, formando bolhas de vapor que subiriam rapidamente através da gordura quente e saltariam de forma extremamente violenta para o ar.

Essas bolhas levariam consigo gotículas de óleo que poderiam queimar a pele se caíssem sobre ela.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Além disso, essas gotículas de óleo podem cair sobre o fogo, e também se incendiar. Portanto, seria muito perigoso agir dessa forma. Para você ter uma ideia, veja a simulação feita abaixo, na qual um bombeiro joga água em uma panela com óleo quente, pegando fogo:

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

Mas, então qual é a forma correta de se agir em uma situação assim?

Novamente, você usará outro conhecimento de química, que é a combustão. Para que a combustão ocorra é necessário o oxigênio do ar. Assim, o correto é não tocar na frigideira, desligar o fogo e colocar um pano úmido por cima da frigideira para impedir que o oxigênio alcance as chamas e, consequentemente, elas se apagarão.

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

Extintor Classe D – Fogo em metais pirofóricos | Bucka

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

Todo tipo de incêndio, para quem não é especialista no assunto, parece igual em um primeiro momento. Tal crença, no entanto, não é apenas equivocada, mas também perigosa, considerando que a partir do momento que acreditamos nisso, deduzimos que devemos extinguí-las da mesma forma, sendo que combater um foco de incêndio com ferramentas equivocadas pode ser uma atitude extremamente imprudente, que pode não só fazer com que as chamas aumentem, mas também causar explosões. Pense, por exemplo, na diferença entre uma fogueira e um incêndio causado por um curto-circuito; se você tentar apagar a fogueira com água, irá conseguir apagar as chamas, porém se jogar água em um fogo causado por problemas elétricos, fará com que a situação se agrave.

Sem dúvida, combater um incêndio não é algo que deve ser feito de forma leviana, sendo altamente recomendável que se conheça os tipos de incêndio que existem, o que os causas e como combate-los!

TIPOS DE INCÊNDIO

Os incêndios são classificados em classes, A, B, C, D e K, com as mesmas sendo definidas de acordo com o tipo de material que está em combustão: incêndios de classe A são aqueles que afetam materiais que queimam rápido, como por exemplo papel, papelão e tecido; incêndios de classe B são ocasionados por queima de material inflamável, como gasolina, querosene e gás butano; incêndios de classe C ocorrem por conta de problemas elétricos, como curto-circuito; incêndios de classe D, por sua vez, são causados pela queima de substâncias pirofosfóricas, como fogos de artifício, por exemplo. Já a classe de incêndio K trata de fogo em óleos e gorduras em cozinhas.

INCÊNDIOS DE CLASSE D

Para que possamos entender o que, exatamente, é um incêndio de classe D e como ele tem origem é, preciso, primeiro, compreender é uma substância pirofosfórica.

Piroforicidade é a tendência que um determinado material tem de reagir com o ambiente e entrar em combustão quando ele se encontra na forma de partículas finas. Tal propriedade faz com que esses materiais entrem em combustão mesmo sem que haja uma fonte clara de ignição.

Os metais são alguns dos materiais que apresentam maior piroforicidade, com a mesma podendo ocorrer com elementos como sódio, lítio, magnésio, urânio, potássio, césio, alumínio, dentre outros.

Por conta da particularidade desses elementos, incêndios de classe D são extremamente perigosos e difíceis de controlar, devendo-se lidar com o mesmo por meio do uso de material apropriado, como será visto a seguir.

EXTINTOR DE CLASSE D

Assim como ocorre com os incêndios de classe C, os incêndios de classe D não podem ser extinguidos com água, já que esse tipo de substância até agrava o problema.

Por conta disso, a melhor forma de acabar com esse tipo de incêndio são os extintores de incêndio de classe D, que são capazes de depositar nas chamas agente extintor à base de sais especiais, que são capazes de isolar o metal do oxigênio, levando ao resfriamento e, consequentemente, a rápida extinção das chamas.

Por fim, vale ressaltar que extintores de classe D convencionais não devem ser usados para apagar incêndios causados por lítio. Consulte a Engenharia da Bucka para saber o pó ideal para cada aplicação.

Leia também:  Como arrematar um ponto: 8 passos (com imagens)

ONDE ADQUIRIR UM EXTINTOR CLASSE D?

Na hora de comprar os equipamentos de segurança contra incêndio da sua residência e/ou empresa, é preciso não apenas escolher o tipo correto de equipamento, mas também um fornecedor de qualidade, que lhe venda um produto devidamente assegurado, que não irá lhe deixar na mão na hora do aperto.

Para tanto, conte com a Bucka, uma empresa especializada no fornecimento de equipamentos e sistemas de segurança contra incêndio. Nossos profissionais estão à disposição para ajudá-lo a encontrar a melhor solução possível para a sua situação.

Segurança Online

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

A cozinha é um espaço onde a família e os amigos se juntam regularmente para cozinhar, mas também para conviver. No entanto, esta divisão pode rapidamente tornar-se um perigo se não se tomarem as precauções necessárias. As seguintes indicações ensinam a prevenir e lidar com situações de incêndio na cozinha.

Prevenir Incêndios

Na cozinha, a atenção é um elemento indispensável. Ao cozinhar preste sempre muita atenção ao que está a fazer e se tiver bebido ou tomado medicamentos evite cozinhar.

Equipamentos:

  • Os aparelhos utilizados para cozinhar, como fogões e microondas, devem estar certificados pelas autoridades competentes e devem ser instalados por técnicos especializados;
  • O microondas, o fogão e o forno devem estar ligados diretamente a tomadas e não através de extensões;
  • Quando utilizar água na cozinha tenha especial cuidado para que esta não entre em contacto com os aparelhos elétricos;
  • Se não estiver a utilizar os aparelhos para cozinhar deve desligá-los da tomada;
  • Não sobrecarregue as tomadas elétricas e inspecione regularmente o estado das mesmas;
  • Não coloque folhas de alumínio ou outros objetos de metal no microondas porque estes podem incendiar-se;
  • Mantenha os equipamentos limpos, especialmente o fogão e o exaustor onde a gordura e os restos de comida podem funcionar como combustível para a propagação de um incêndio;
  • Não utilize os equipamentos para outros propósitos que não aqueles para o qual eles devem ser usados. Por exemplo, o forno com a porta aberta para aquecer a casa.

Se estiver a cozinhar:

  • Nunca abandone a cozinha se estiver a cozinhar, nem que seja apenas por alguns segundos;
  • Sempre que abandonar a cozinha ou acabar de cozinhar deve desligar o forno ou os bicos do fogão;
  • Coloque as pegas dos tachos viradas sempre para a parte de trás do fogão;
  • Sempre que possível, utilize os bicos de trás do fogão;
  • Afaste qualquer material inflamável como luvas de cozinhar, panos de cozinha ou cortinas do fogão;
  • Evite utilizar utensílios de plástico ou de madeira para cozinhar;
  • Utilize mangas curtas e roupas justas para evitar que estas se incendeiem;

Cuidados a tomar com crianças e animais quando cozinha:

  • Mantenha uma distância sempre superior a um metro entre o fogão, forno ou microondas e as crianças e animais domésticos;
  • Não segure crianças ou animais ao colo;
  • Ensine as crianças a cozinhar em segurança;

Equipamentos de Segurança na Cozinha:

  • De forma a prevenir e lidar com situações de incêndio na cozinha tenha sempre um extintor na divisão. Este deve ser adequado para fogos da classe F (originados pelo sobrequecimento de óleo para cozinhar) e poderá confirmar esta característica no rótulo do extintor.
  • Certifique-se que o extintor é todos os anos inspecionado por um técnico especializado;
  • Instale detetores de fumo na cozinha e nunca desligue os mesmos;
  • Teste uma vez por mês os detetores de fumo;
  • Se os detetores de fumo funcionarem a pilhas, estas devem ser mudadas uma vez por ano;
  • Em caso de incêndio na cozinha
  • Os incêndios na cozinha não são todos iguais e podem ter origens diferentes pelo que é necessário estar preparados para lidar com os diferentes fogos.
  • Indicações Gerais
  • Em caso de dúvida sobre o que fazer, deve abandonar imediatamente o local. Não se esqueça de fechar a porta da cozinha e telefonar imediatamente para o 112;
  • Se decidir atacar as chamas por si, certifique-se que já todos os ocupantes abandonaram o edifício e que tem sempre um caminho livre para também abandonar o mesmo;
  • Ao atacar as chamas com um extintor deve lembrar-se que a capacidade deste é limitada. Aponte sempre o jacto destes para a base das chamas;

Incêndios no fogão

  • Quando um tacho se incendeia a melhor maneira de apagar o fogo é colocar, com cuidado, a tampa no mesmo. Se o fogo for extinto só deve voltar a acender o lume depois do tacho arrefecer;
  • Se depois de ter colocado a tampa do tacho o fogo continuar a crescer, deve atacar o fogo utilizando um extintor;
  • Se mesmo assim não tiver conseguido apagar as chamas, abandone a sua residência e telefone aos bombeiros;
  • Nunca utilize água para apagar incêndios com origem em óleo ou gordura;
Leia também:  Como alterar seu número de telefone do telegram no android

Incêndios no Forno e Microondas

  • Em caso de incêndio no forno ou microondas, desligue os aparelhos e deixe as portas fechadas;
  • Nunca deve abrir as portas destes dois aparelhos porque isso irá alimentar as chamas com oxigénio e pode resultar em queimaduras;
  • Se mesmo assim não conseguir apagar as chamas, abandone a sua residência e telefone para o 112;

Incêndios com Origem Elétrica

  • Se tiver, na cozinha, um incêndio com origem elétrica, ataque as chamas com um extintor adequado.
  • Se mesmo assim não conseguir apagar as chamas, abandone a sua residência e telefone para o 112;
  • Nunca utilize água para apagar um incêndio que envolva eletricidade, corre o risco de eletrocussão.

Como Apagar um Incêndio Causado por uma Torradeira

  1. 1

    Mantenha um extintor de incêndio por perto. Seja um extintor ou um cobertor anti-chamas, mantenha-o sempre visível e pronto para ser usado na cozinha.

    É necessário ter fácil acesso ao equipamento em caso de emergência, o que impedirá o pânico que surge quando não se é capaz de encontrar alguma coisa muito necessária na hora do desespero.

    Caso prefira um extintor, escolha o tipo certo:[8]

    • Extintores de água e espuma só funcionam em combustíveis básicos (classe A), que incluem coisas como madeira e papel.
    • Extintores de dióxido de carbono (CO2) são os melhores para líquidos inflamáveis, como gasolina e óleo (classe B), e incêndios eléctricos (classe C).
    • Extintores de Pó ABC funcionam em todos os tipos de incêndios, classes A, B e C.
    • Extintores químicos úmidos são ideais em gorduras e óleos de cozinha, e são úteis principalmente para pessoas ou restaurantes que trabalham com frituras.
  2. 2

    Nunca abane as chamas. Abanar o fogo com uma toalha ou assoprando, na verdade, fornece mais oxigênio e, portanto, mais combustível, fazendo-o se espalhar para outros locais.[9] Em vez disso, sempre abafe.

    • Fogos que acontecem em panelas sobre o fogão muitas vezes são resolvidos simplesmente colocando uma tampa de panela para abafar.
  3. 3

    Mantenha a porta fechada em caso de chamas em um forno ou micro-ondas. Apesar de ser perigoso, esse tipo de fogo pode ser controlado com o mínimo de esforço. Simplesmente desligue o aparelho e mantenha a porta fechada. Eventualmente, o fogo vai ficar sem oxigênio e apagar.[10]

    • Sempre fique no cômodo e monitore a situação enquanto espera ela se resolver sozinha.[11]
  4. 4

    Não jogue água ou farinha em um incêndio causado por gorduras. A gordura é hidrofóbica, ou seja, é repelida pela água, então ao jogar água nesse tipo de chama, a gordura vai se espalhar, levando o fogo consigo.[12] E a farinha, ao contrário do bicarbonato de sódio, pode realmente explodir quando está em forma de pó.[13]

    • Para apagar esse tipo de fogo (ou qualquer outro tipo na cozinha), ponha uma tampa, cubra com um cobertor anti-chamas ou use o bicarbonato de sódio, sal ou um extintor de incêndio.
  5. 5

    Fique sempre atento ao cozinhar. Muitos incêndios de cozinha acontecem por conta de falta de supervisão. Esteja sempre presente quando estiver cozinhando com óleo e gorduras, ou ao utilizar aparelhos como a torradeira. Ao usar o fogão e o forno, cheque com frequência.[14]

    • Caso seja necessário sair de perto ao cozinhar com óleo ou gorduras, tire as panelas do fogão e desligue o fogo.[15]
  6. 6

    Mantenha tecidos longe de eletrodomésticos.

    Outra grande causa de incêndios são tecidos que esquentam e pegam fogo por conta da proximidade, podendo ser uma toalha, uma cortina ou até a manga de uma camisa.

    [16] Não cozinhe usando camisas de manga longa, mantenha os aparelhos a uma distância segura de toalhas e cortinas, não pendure nada acima do fogão e nunca coloque toalhas ou aventais em uma superfície quente.

  7. 7

    Mantenha os aparelhos limpos. Torradeiras e fornos elétricos são notórios por queimar por conta de um acúmulo de migalhas dentro deles. Mantenha os aparelhos limpos e livres de restos de alimentos para evitar que eles peguem fogo. Incluindo:[17]

    • Torradeiras e fornos elétricos
    • Fornos
    • Micro-ondas
    • Panelas
    • As bocas do fogão
  8. 8

    Use os aparelhos de acordo com as instruções. Alguns utensílios de cozinha são projetados especificamente para executar determinadas funções, e não se deve tentar encontrar outros usos para eles. Por exemplo, algumas pessoas dizem que é possível colocar uma torradeira de lado para derreter queijo, mas isso muito provavelmente fará com que ela pegue fogo.[18]

    • Sempre leia e siga as instruções do fabricante quando utilizar um aparelho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*