Como alterar a rede wi fi padrão no mac: 4 passos

A polícia federal dos Estados Unidos, o FBI, deixou o mundo todo em alerta ontem para os possíveis perigos de um vírus de origem russa que seria capaz de infectar roteadores domésticos e empresariais. A orientação do órgão é reiniciar os equipamentos, um procedimento simples que pode evitar riscos e que abre caminho para uma questão importante: o seu roteador está configurado de forma segura?

Ao montar uma rede em sua casa com um roteador, é preciso realizar algumas configurações até que tudo esteja pronto para uso.

Hoje em dia, a maioria dos aparelhos traz assistentes para ajudar nesta tarefa, mas nem sempre isso quer dizer que a configuração sugerida é segura.

O Olhar Digital separou abaixo seis dicas para garantir que o o equipamento esteja protegido de eventuais ameaças. Confira:

Configurar login e senha inicial

Por padrão, os roteadores vêm com login simples pré-definido para que você possa acessar a sua parte de configurações. Após acessá-lo pela primeira vez, é recomendado fazer a troca desse login e senha para que outras pessoas não consigam acessá-lo facilmente. Veja:

  1. Acesse a tela de configurações do roteador em seu navegador;
  2. Vá em “Ferramentas do sistema” (System tools) e procure pela opção de “senha” (password);Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos
  3. Realize a troca do nome de usuário e da senha.Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Lembre-se de guardar esta senha em algum lugar seguro. Uma vez que você a perder, será necessário fazer um reset no roteador para poder alterar qualquer configuração nele.

Definindo quais portas ficarão abertas ou fechadas

Para que os programas de sua máquina tenham acesso a sua rede e conexão com a internet, eles utilizam portas que precisam estar abertas no roteador. Entretanto, deixar uma porta aberta que não esteja sendo utilizada abre a oportunidades para ataques em sua conexão. Portanto, é bom se certificar que apenas as portas necessárias estejam abertas em seu roteador. Confira:

  1. Acesse a tela de configurações de seu roteador;
  2. Procure pela opção de “redirecionamento > portas” (forwarding > port triggering);Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos
  3. Veja na lista quais portas você precisa deixar abertas. Caso tenha alguma desnecessária, selecione-a e utilize a opção para desabilitá-la.Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Atualize o firmware do roteador

Como ocorre em outros dispositivos eletrônicos, para que o seu roteador funcione, ele depende de um firmware, que é como um sistema operacional. Por serem alvos frequentes de ataques por hackers, é sempre recomendado fazer a atualização do firmware para sua última versão, a fim de que ele fique protegido de falhas, como a vulnerabilidade do KRACK. Veja abaixo como fazer a atualização:

  1. Acesse o site da fabricante de seu roteador e procure o seu modelo para fazer o download do último firmware;
  2. Entre na tela de configurações do roteador; 
  3. Em “Ferramentas do sistema” (System tools), procure pela opção “Atualização de firmware” (Firmware upgrade);Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos
  4. Selecione o arquivo baixado e prossiga com a sua instalação;Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos
  5. Reinicie o roteador.

Quando você faz a atualização de um firmware, as vezes pode parecer que o progresso está parado, mas não interrompa-o, isto é normal. Se você desligar o seu roteador durante a atualização, é possível que ele fique inutilizável.

Verificar quem está conectado a sua rede

Na parte de configurações do seu roteador, você consegue ter acesso a todos os dispositivos que estão conectados nele, além de poder bloquear quem não deveria estar utilizando a sua rede. Siga os passos abaixo para ver quem está conectado:

  1. Acesse a tela de configurações do roteador;
  2. Em “DHCP”, procure por “Lista de clientes DHCP” (DHCP Clients List);Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos
  3. Na lista à direita, veja se tem alguém conectado indevidamente.Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Agora que você já sabe quem está conectado em seu roteador, veja como prosseguir para bloquear alguém:

  1. Acesse a tela de configurações do roteador;
  2. Procure a opção de “Configurações Wireless” (Wireless Settings) e acesse “Filtro MAC” (Wireless Mac Filtering);Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos
  3. Na lista ao lado, habilite a opção de filtro MAC (MAC Filtering) e adicione o número do MAC Address que deseja bloquear.Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Habilitando opções extras de segurança

Dependendo do modelo de roteador escolhido, você deve possuir algumas opções extras de segurança como a proteção de negação de serviço (DoS), ICMP, SYN Flooding e outras. Estes recursos normalmente vem desabilitados por padrão, mas a sua ativação é bem simples. Confira:

  1. Acesse a tela de configurações do roteador;
  2. Em “Segurança” (Security), procure por “Segurança avançada” (Advanced security);
  3. Habilite as proteções.

Realizando testes de segurança finais

Como passo final para saber se o seu roteador está realmente protegido, existem algumas opções de serviços online e programas para você fazer alguns testes. Veja:

  • DNS Leak Test – Realiza testes de segurança em seu DNS para se certificar de sua privacidade;
  • ShieldsUp – Verifica quais portas estão abertas em seu roteador;
  • RouterCheck – Apliacativo para Android que ao conectar em sua rede Wi-Fi fará uma análise das configurações de seu roteador, dando dicas sobre o que pode estar errado.

Além destas ferramentas mencionadas acima, ainda existem algumas suítes de segurança que pretegem a sua rede e trazem recursos para realizar estes testes, como é o caso do ESET Internet Security.

Segurança Roteadores Dicas Dicas&Tutoriais

Compartilhe com seus seguidores

Como configurar um roteador

Quando você solicita a instalação de uma internet banda larga em sua casa, um funcionário da operadora de telefonia faz todo o processo de configuração do modem, normalmente algo padronizado e que nem sempre dá conta de todas as suas necessidades.

Mas se você pensa que configurar um roteador é algo complicado, que é uma tarefa reservada apenas aos profissionais, está enganado. Fazer alterações básicas — como mudar a senha do Wi-Fi — é bem simples e pode ser feito por basicamente qualquer pessoa.

Leia mais: Canaltech Responde. Quais os riscos de manter minha rede wireless aberta?

Logicamente, as configurações de um modem apresentam recursos avançados que devem permanecer intocados, então faça estritamente o necessário para não causar qualquer dano ao bom funcionamento do aparelho.

Importante: ainda vale lembrar que os modens e roteadores podem apresentar peculiaridades dependendo da marca e do modelo, mas, no geral, configurar um dispositivo desse tipo segue um padrão que será explicado neste tutorial. Dito isto, vamos lá!

O primeiro passo é bem simples: conecte todos os cabos em seu roteador. Normalmente, ele vem com várias portas para rede cabeada, então plugue ali quantas você achar necessário e, é claro, não se esqueça de conectar o cabo de energia e também o cabo que vai até à linha telefônica.

Configurando o roteador

Passo 01

Quando você liga um roteador pela primeira vez conectado a um computador, um assistente de configuração pode ajudar você. Então, verifique o endereço de IP do dispositivo — a informação normalmente está presente no manual do aparelho ou então em um adesivo colado embaixo da peça — e digite-a no navegador.

Esse número normalmente é uma das três seguintes opções:

  • 10.1.1.1
  • 192.168.1.1
  • 192.168.0.1

Digite o IP correto, com os pontos e tudo, no campo de endereços do seu navegador e pressione Enter. Agora vem uma das características peculiares que podem mudar dependendo do tipo de roteador que você usa: o nome de usuário e a senha padrão definidos pela fabricante.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Normalmente, as fabricantes usam informações como as seguintes:

  • Nome de usuário: Admin
  • Senha: Admin

Mas há casos mais específicos, como os modens da Motorola, que normalmente são acessados com as seguintes informações:

  • Nome de usuário: Admin
  • Senha: Motorola

Digite as informações e pressione Enter para acessar a tela de configuração do dispositivo.

Leia também:  Como calcular um ano luz: 10 passos (com imagens)

Passo 03

Se for a primeira conexão do modem ao seu computador, um assistente vai configurar tudo praticamente sozinho e você já está pronto para se conectar à internet. Porém, também é possível configurar a conexão Wi-Fi — ou desativá-la, se você preferir —, além de mudar as informações de acesso ao próprio modem.

Configurando o Wi-Fi

Passo 01

Encontre a seção “Wireless” nas opções da tela de configuração do roteador e clique sobre ela. Nas informações gerais desta seção, você vai ver a informação “Enable Wireless” — desmarque-a caso você queira desativar a internet sem fio e deixar a conexão disponível apenas para os dispositivos conectados via cabo.

Se você quer trocar o nome da rede — algo sempre importante para manter tudo mais acessível —, encontre o campo “SSID” e digite o nome que desejar. Antes de sair desta tela, não se esqueça de salvar as alterações.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Passo 03

Agora, é a hora de definir uma senha para proteger a sua conexão. Isso normalmente está disponível na subseção “Security”, dentro da grande seção “Wireless”. Ao acessá-la, modifique o tipo de autenticação para “WPA” e, no campo referente à senha (normalmente identificado como “WPA Key” ou “WPA passphrase”), digite a senha que você escolheu.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

No tipo de criptografia utilizada, selecione a opção “AES”.

Feito tudo isso, salve as configurações e você já pode se conectar com a internet por meio de uma rede sem fio protegido por senha.

Mudando a senha de acesso ao modem

Outra configuração de segurança importante é mudar a senha de acesso ao modem. Primeiramente, encontre as configurações do dispositivo — normalmente é a seção “Management” ou “Settings”.

Lá, clique em “Acess Control” e então digite o nome de usuário, a senha antiga e a senha nova nos dois campos restantes.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Pronto, agora, com a nova senha, seu dispositivo está mais seguro.

Tutorial: transforme seu computador com Windows 8 em um hotspot WiFi

Mac não conecta? 9 Passos que deve seguir

Quando falando sobre tecnologia, existem poucas coisas mais frustantes que um computador que não consegue ligar à Internet mesmo quando ela deveria estar funcionando ou inclusive já esteja funcionando em outros dispositivos. Se você está passando por este problema e seu Mac não conecta, saiba que existem diversos motivos que podem estar causando isso.

Felizmente, é possível tentar reparar o problema de diversas formas. Para ajudá-lo, trouxemos 9 passos que deve seguir para conectar seu Mac à internet sempre que passar por uma situação semelhante. Sem mais delongas, vamos ao guia!

Dica de artigo: Motivos para não baixar o MacOS Catalina

1. Verifique sua conexão

O primeiro e mais óbvio passo é verificar se o problema na verdade não está em sua conexão. Mesmo que tenha outros dispositivos conectados à rede WiFi, ainda há chances de existir um problema referente ao roteador capaz de fazer com que seu Mac não conecte à Internet.

Por mais que isso pareça a típica solução de problemas repassada por operadores do seu provedor, faça os seguintes passos:

Passo 1: Tire seu modem da tomada e aguarde de 1 a 2 minutos para ligá-lo novamente. Então, espere que o modem inicialize completamente – isso pode levar até 2 minutos dependendo do dispositivo. Após isso, verifique se já consegue conectar seu computador.

Passo 2: Em seguida, verifique se todos os cabos ligados em seu modem estão conectados corretamente. Tanto o cabo de rede (normalmente vindo da parede) quanto os cabos Ethernet e outros cabos conectados à aparelhos como repetidores, roteadores, entre outros.

Se estes procedimentos não funcionarem, experimente conectar qualquer outro aparelho à Internet. Se nenhum dispositivo estiver conectando, como seu iPhone ou outros computadores, experimente ligar para seu provedor de internet – normalmente é fácil encontrar o número para a central de suporte acessando o site oficial.

Caso esteja utilizando uma conexão via cabo Ethernet, tente removê-lo e reconectá-lo tanto à porta do Mac quanto no modem. Verifique também a integridade do cabo, especialmente caso tenha algum animal de estimação que possa ter mordido um pedaço da extensão.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Melhor ainda, caso tenha outro cabo, tente testá-lo para eliminar a possibilidade do problema estar relacionado ao cabo atual. Especialmente para cabos mais antigos, não é incomum que eles acabem parando de funcionar após longos períodos de uso.

Em casos mais raros, pode haver um problema na porta de Ethernet de seu Mac. Isso pode acontecer até mesmo por causa de poeira, então se for possível, utilize um aspirador de pó para limpar qualquer poeira na entrada do cabo Ethernet.

Atenção: nunca use água ou qualquer produto químico para fazer essa limpeza, nem nada que possa arranhar os contatos ou deixar restos para traz.

3. Confira a distância e qualidade do sinal

Um problema muito comum ao utilizar roteadores WiFi quando o Mac não conecta é a questão da distância entre o computador e o roteador, assim como qualquer outro tipo de interferência. É importante notar que paredes e objetos já são o suficiente para diminuir a qualidade do sinal.

Para testar se este é o caso, tente posicionar-se com o computador o mais próximo possível ao roteador e verifique se a conexão WiFi está funcionando, assim como a qualidade do sinal. Se estiver ao lado do dispositivo e o sinal for fraco, é provável que há algum problema na antena do roteador.

Agora, se ao fazer isso, você conseguir acessar a internet normalmente através de seu Mac, então saberá que o problema de não conectar quando estiver mais longe está relacionado à qualidade do sinal ou à distância. Para resolver essa questão, você pode optar comprar um repetidor de sinal, por exemplo.

4. Verifique o recurso de WiFi

Pode parecer algo bobo ou extremamente óbvio, mas a verdade é que muitas vezes o mais básico é exatamente o problema que pode estar te deixando frustrado porque o Mac não conecta. Portanto, verifique se o recurso de WiFi em seu computador está habilitado.

Para fazer isso, basta clicar no ícone de WiFi na barra de tarefas do Mac, como você pode conferir na imagem abaixo. O correto é que a mensagem seja WiFi: Ativo.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Inclusive, existem ainda duas coisas que você deve tentar para fazer com que o computador ligue à Internet:

  1. Primeiramente, tente clicar em Desativar Wi-Fi e então clique para ativá-lo novamente. Em alguns casos, isso é o suficiente para o computador dar um “refresh” e atualizar o status da rede.
  2. Além disso, é importante conferir se você selecionou a rede correta e, neste caso, se digitou a senha corretamente.

5. Atualize a versão do seu sistema operacional

Algumas vezes, o problema pode estar relacionado à versão do macOS que você está utilizando. Portanto, para eliminar essa possibilidade, certifique-se que o sistema está atualizado com os updates mais recentes para o Mac.

Para fazer isso, é bem fácil, basta clicar no logo da Apple e então selecionar a opção Sobre o Mac. Em seguida, clique em Atualizar Sistema e, caso existe uma atualização disponível, verá uma tela parecida com essa abaixo.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Inclusive, vale lembrar que a Apple anunciou na WWDC 2019 o macOS Catalina. Confira quando a atualização estará disponível para o seu dispositivo ou aguarde até que alguns problemas sejam resolvidos.

6. Force seu Mac a esquecer as configurações do WiFi

Além do que mencionamos no passo 4 deste guia, existe outro problema que pode fazer o Mac não conectar à Internet quando a rede WiFi está salva no computador.

Leia também:  Como ajudar um paciente com alzheimer a se manter ativo

A situação não muito comum acontece quando alguns dados da configuração da rede WiFi são gravados erroneamente pelo sistema e, como o Mac sempre tenta conectar-se automaticamente utilizando as informações salvas, o resultado é a falta de conexão.

Para resolver este problema, primeiramente clique na logo da Apple, então clique em “Preferências do Sistema…” e então selecione a categoria “Rede” e clique em “Avançado.” Ao visualizar a imagem abaixo, basta selecionar a rede em questão e então tocar no sinal de menos indicado pela seta vermelha e então clicar em “OK“.

Como Alterar a Rede Wi Fi Padrão no Mac: 4 Passos

Em seguida, você terá que conectar-se ao WiFi manualmente. Isso é feito através do mesmo menu demonstrado no passo 4 deste artigo, basta selecionar a rede, digitar a senha e ver se funcionou.

Leia também: 12 Melhores jogos para jogar sozinho no Mac

7. Altere a configuração da rede WiFi

Este passo é um pouquinho mais técnico, mas não se preocupe, vamos ajudá-lo a fazer tudo certinho. O objetivo é alterar o canal de seu roteador WiFi com para selecionar um que esteja menos congestionado e receba menos interferência, o que pode ser o motivo porquê o Mac não conecta.

Passo 1: Para fazer isso primeiramente você precisará acessar seu modem digitando no navegador em uma aba nova o endereço 192.168.0.1 ou 192.168.1.1;

Passo 2:

Assistência Oficial da Linksys – Alterar as configurações sem fio estendida do seu repetidor de sinal

Contrato de licença de usuário final

A Belkin International, Inc., incluindo todas as afiliadas e subsidiárias (“Belkin”, “nós” ou “nosso”) agradece pela escolha de um dos nossos produtos Belkin, Linksys ou WeMo (o “Produto”).

Este Contrato de licença de usuário final (este “Contrato”) é um documento jurídico que contém os termos e condições que regem os limites de uso da sua licença do Software (conforme definido a seguir) que funciona com o Produto licenciado para você.

LEIA ATENTAMENTE ESTE CONTRATO ANTES DE INSTALAR OU USAR ESTE PRODUTO.

AO MARCAR A CAIXA DE SELEÇÃO OU CLICAR NO BOTÃO PARA CONFIRMAR SEU ACEITE AO INSTALAR O SOFTWARE PELA PRIMEIRA VEZ, VOCÊ CONCORDA COM TODOS OS TERMOS DESTE ACORDO. ALÉM DISSO, AO USAR, COPIAR OU INSTALAR O SOFTWARE, VOCÊ CONCORDA COM TODOS OS TERMOS DESTE ACORDO.

SE VOCÊ NÃO CONCORDAR COM TODOS ESTES TERMOS, NÃO MARQUE A CAIXA DE SELEÇÃO NEM CLIQUE NO BOTÃO E/OU USE, COPIE OU INSTALE O SOFTWARE E DESINSTALE O SOFTWARE DE TODOS OS DISPOSITIVOS DE SUA PROPRIEDADE OU CONTROLE.

SE VOCÊ NÃO ACEITAR OS TERMOS DESTE ACORDO E TIVER COMPRADO UM PRODUTO CONTENDO O SOFTWARE DE UM VAREJISTA, REVENDEDOR OU LOJA DE APLICATIVOS (CONFORME DEFINIDO ABAIXO) AUTORIZADO, VOCÊ PODE SER ELEGÍVEL À DEVOLUÇÃO DO PRODUTO PARA RECEBER UM REEMBOLSO, SUJEITO AOS TERMOS E CONDIÇÕES DA POLÍTICA DE DEVOLUÇÃO APLICÁVEL.

Este produto é um Software licenciado a você pela Belkin e, onde aplicável, pelos fornecedores da Belkin.

“Software” significa todos os programas de firmware e arquivos relacionados fornecidos com este Produto; qualquer e todos os programas de software, aplicativos ou “apps” e arquivos associados fornecidos relacionados a este Produto; todas as versões modificadas e atualizações ou melhorias de tais programas (por exemplo, os disponibilizados via web), todas as versões posteriores de tais programas e todas as cópias de tais programas e arquivos. O Software não inclui nenhum Software de Código Aberto (conforme definido abaixo).

Adicione uma impressora ao Mac

Para usar uma impressora, você deve adicioná-la à lista de impressoras nas preferências “Impressoras e Scanners”. Se você passou de um computador Windows para um Mac, o uso das preferências “Impressoras e Scanners” é similar ao uso do painel de controle Impressão no Windows.

Na maioria dos casos, ao adicionar uma impressora, o macOS usa automaticamente o AirPrint para conectar-se a ela ou transfere automaticamente o software da impressora (também chamado de driver de impressão).

Não instale o software fornecido com a impressora ou encontrado no site do fabricante; siga as instruções em uma das tarefas abaixo, e o macOS solicitará que você transfira o software mais recente, se necessário.

Se sua impressora for compatível com o AirPrint, significa que é compatível com o macOS. Caso sua impressora não seja compatível com o AirPrint, você pode conferir se ela é compatível com o macOS. Para isso, consulte o artigo de Suporte da Apple Drivers de impressoras e scanners para Mac.

Na maioria das impressoras USB, tudo o que você precisa fazer é atualizar o software e conectar a impressora ao Mac. O macOS detecta a impressora automaticamente e transfere o software requerido. Para outras impressoras, talvez seja necessário completar alguns passos para adicioná-las.

  1. No Mac, atualize seu software: escolha menu Apple > Preferências do Sistema, clique em Atualizações de Software e instale qualquer atualização de software listada.

    Mesmo que nenhuma atualização seja exibida, isto garante que o macOS possui as informações mais recentes sobre o software da impressora que pode ser transferido da Apple.

    Caso não faça isto, talvez você veja uma mensagem dizendo não haver software disponível ao conectar a impressora.

  2. Preparar a impressora: use as instruções fornecidas com a impressora para desembalá-la, instalar o cartucho de tinta ou toner e adicionar papel. Ligue a impressora e certifique-se de que ela não exibe nenhum erro.

  3. Conectar a impressora: conecte o cabo USB ao Mac. Caso veja uma mensagem solicitando que você transfira software novo, certifique-se de transferi-lo e instalá-lo.

    Importante: se seu Mac tiver uma única porta USB-C, use um adaptador multiportas. Conecte a impressora, depois conecte um cabo USB-C a uma alimentação de energia para prolongar a vida da bateria do seu Mac. Consulte Sobre o USB-C.

Para informações sobre como adicionar uma impressora compatível com AirPrint usando USB, consulte Adicione a impressora com outros ajustes.

Se o Mac e a impressora já estiverem conectados à mesma rede Wi-Fi, a impressora pode ficar disponível sem nenhum ajuste. Para verificar, escolha Arquivo > Imprimir, clique no menu local Impressora, escolha Impressoras Próximas ou as preferências “Impressoras e Scanners” e escolha a impressora. Se a sua impressora não estiver disponível, você pode adicioná-la.

  1. No Mac, atualize o seu software (se você não tem uma impressora AirPrint): Escolha menu Apple > Preferências do Sistema, clique em Atualizações de Software e instale qualquer atualização de software listada.

    Mesmo que nenhuma atualização seja exibida, isto garante que o macOS possui as informações mais recentes sobre o software da impressora que pode ser transferido da Apple.

    Caso não faça isto, talvez você veja uma mensagem dizendo não haver software disponível ao conectar a impressora.

    Caso possua uma impressora AirPrint, você não precisa buscar atualizações de software.

  2. Preparar a impressora: use as instruções fornecidas com a impressora para desembalá-la, instalar o cartucho de tinta ou toner e adicionar papel. Ligue a impressora e certifique-se de que ela não exibe nenhum erro.

  3. Conectar a impressora: siga as instruções fornecidas com a impressora para conectá-la à rede.

    Caso tenha uma impressora Wi-Fi, talvez você tenha que conectar a impressora ao Mac com um cabo USB para configurar a impressão via Wi-Fi.

    Após conectar a impressora ao Mac, instale o software para Mac que foi fornecido com a impressora e use o assistente de instalação da impressora para conectá-la à sua rede Wi-Fi.

    Após a instalação, você poderá desconectar o cabo da impressora ao Mac, e a impressora deverá permanecer conectada à rede Wi-Fi. Consulte o artigo de Suporte da Apple Conectar uma impressora AirPrint a uma rede Wi-Fi.

  4. Adicionar a impressora à lista de impressoras disponíveis: Escolha menu Apple  > Preferências do Sistema e clique em Impressoras e Scanners. Caso não veja a impressora na lista à esquerda, clique no botão Adicionar na parte inferior da lista.

    Um diálogo aparece, listando as impressoras na sua rede local. Pode levar um minuto ou dois até que sua impressora apareça. Selecione sua impressora quando ela aparecer na lista e clique em Adicionar.

    Caso veja uma mensagem solicitando que você transfira software novo, certifique-se de transferi-lo e instalá-lo.

    Se ainda assim a impressora não aparecer na lista, tente adicioná-la pelo seu endereço IP (consulte abaixo).

Ao adicionar uma impressora, o macOS geralmente pode detectar se ela possui acessórios especiais instalados, como bandejas de papel adicionais, memória extra ou uma unidade duplex.

Leia também:  Como alterar a resolução no photoshop: 8 passos

Se ele não puder, uma caixa de diálogo aparecerá solicitando que você os especifique.

Certifique-se de que as configurações desta caixa de diálogo reflitam com precisão os acessórios instalados da sua impressora, de modo que você possaassim você poderá aproveitá-los totalmente.

Caso uma impressora de rede que você deseja usar não esteja na lista de impressoras disponíveis, você pode adicioná-la como uma impressora IP. A impressora deve ser compatível com um desses protocolos de impressão: AirPrint, HP Jetdirect (Socket), Line Printer Daemon (LPD) ou Internet Printing Protocol (IPP).

Nota: algumas impressoras que se conectam por meio desses protocolos genéricos podem oferecer funções limitadas.

Você deve saber o endereço IP da impressora de rede ou o nome do host, o protocolo de impressão e o número do modelo ou o nome do software da impressora. Se ela utilizar uma fila especial, você também necessitará saber o nome da fila. Consulte com a pessoa que gerencia a impressora ou servidor para obter ajuda.

  1. No Mac, atualize o seu software (se você não tiver uma impressora AirPrint): Escolha menu Apple > Preferências do Sistema, clique em Atualizações de Software e instale qualquer atualização de software listada.

    Mesmo que nenhuma atualização seja exibida, isto garante que o macOS possui as informações mais recentes sobre o software da impressora que pode ser transferido da Apple.

    Caso não faça isto, talvez você veja uma mensagem dizendo não haver software disponível ao conectar a impressora.

    Caso possua uma impressora AirPrint, você não precisa buscar atualizações de software.

  2. Preparar a impressora: use as instruções fornecidas com a impressora para desembalá-la, instalar o cartucho de tinta ou toner e adicionar papel. Ligue a impressora e certifique-se de que ela não exibe nenhum erro.

  3. Conectar a impressora: siga as instruções fornecidas com a impressora para conectá-la à rede. Consulte o artigo de Suporte da Apple Conectar uma impressora AirPrint a uma rede Wi-Fi.

    • Adicionar a impressora à lista de impressoras disponíveis: Escolha menu Apple  > Preferências do Sistema e clique em Impressoras e Scanners.
    • Abra as preferências Impressoras e Scanners para mim
    • Clique no botão Adicionar na parte inferior da lista de impressoras, clique em IP e digite as informações da impressora, usando a tabela a seguir como guia.
    OpçãoDescrição
    Endereço Digite o endereço IP da impressora (um número que se parece com 192.168.20.11) ou nome do host (por exemplo, printer.example.com).
    Protocolo Clique no menu local Protocolo e escolha um protocolo de impressão compatível com a impressora:

    • AirPrint: o protocolo AirPrint permite o acesso de rede Wi-Fi, USB e Ethernet às opções de impressão e scanner de uma impressora (se a impressora especificada for compatível com tais recursos). Você não precisa transferir nem instalar software de impressora para usar impressoras compatíveis com o AirPrint. Uma grande variedade de impressoras, inclusive Aurora, Brother, Canon, Dell, Epson, Fuji, Hewlett Packard, Samsung, Xerox e muitas outras são compatíveis com o protocolo AirPrint.
    • HP Jetdirect – Socket: a HP e muitos outros fabricantes de impressoras utilizam esse protocolo.
    • Line Printer Daemon – LPD: pode ser que impressoras antigas e servidores de impressoras antigos utilizem esse protocolo.
    • Internet Printing Protocol – IPP: as impressoras modernas e os servidores de impressão modernos utilizam esse protocolo.
    Fila Se sua impressora necessita de fila, digite o nome da fila para sua impressora. Se você não souber o nome da fila, deixe o campo em branco ou peça ajuda ao administrador da sua rede.
    Nome Digite um nome descritivo para a impressora (por exemplo “Impressora laser colorida”), pois assim é possível identificá-la no menu local Impressora.
    Localização Digite a localização da impressora (por exemplo, “fora do meu escritório”) para poder identificá-la no menu local Impressora.
    Uso Caso este menu não exiba o software adequado à sua impressora, escolha Selecionar Software da Impressora e depois selecione sua impressora na lista Software da Impressora.Caso esta lista não inclua a sua impressora, tente transferir e instalar o software da impressora (também conhecido como driver da impressora) do fabricante da impressora. Você também pode tentar escolher um software de impressora genérico do menu local.

Se o Mac possui Bluetooth instalado ou se você está usando um adaptador Bluetooth USB, é possível imprimir em uma impressora Bluetooth sem fio.

  1. No Mac, atualize seu software: Escolha menu Apple > Preferências do Sistema, clique em Atualizações de Software e instale qualquer atualização de software listada.

    Mesmo que nenhuma atualização seja exibida, isto garante que o macOS possui as informações mais recentes sobre o software da impressora que pode ser transferido da Apple.

    Caso não faça isto, talvez você veja uma mensagem dizendo não haver software disponível ao conectar a impressora.

    Caso possua uma impressora AirPrint, você não precisa buscar atualizações de software.

  2. Preparar a impressora: use as instruções fornecidas com a impressora para desembalá-la, instalar o cartucho de tinta ou toner e adicionar papel. Ligue a impressora e certifique-se de que ela não exibe nenhum erro.

  3. Conectar a impressora: siga as instruções fornecidas com a impressora para certificar-se de que ela está pronta para ser conectada com o Bluetooth.

  4. Para adicionar sua impressora Bluetooth à sua lista de impressoras: Escolha menu Apple  > Preferências do Sistema e clique em Impressoras e Scanners. Clique no botão Adicionar e clique em Padrão. Selecione a impressora na lista Impressoras, depois clique no botão Adicionar. Se a impressora que procura não estiver na lista, digite seu nome no campo de busca e pressione Retorno.

    Se sua impressora não aparecer na lista, verifique se você tem o driver de Bluetooth mais recente para a impressora instalada. Consulte o fabricante para obter o driver mais recente.

Depois de conectar a impressora, caso veja uma mensagem solicitando que você transfira software novo, certifique-se de transferi-lo e instalá-lo.

Algumas impressoras da rede podem exigir a instalação de um perfil de configuração para ser identificada na rede pelo AirPrint. Se houver um perfil para instalar, transfira ou copie o perfil da impressora para o Mac e instale-o.

  1. No Mac, clique duas vezes no perfil para abri-lo.

  2. Quando você receber uma mensagem perguntando se deseja instalar o perfil, clique em Continuar.

  3. Quando aparecer uma mensagem pedindo para você confirmar se deseja instalar o perfil, clique em Instalar.

    O perfil é instalado no painel Perfis das Preferências do Sistema. Você pode adicionar a impressora à lista de impressoras.

  4. Para adicionar a impressora à lista de impressoras, escolha menu Apple  > Preferências do Sistema e clique em Impressoras e Scanners. Clique no botão Adicionar e clique em Padrão. Selecione a impressora (descrita como Perfil AirPrint) na lista de Impressoras e clique em Adicionar.

    Se a impressora não aparecer na lista, verifique se o perfil mais recente da impressora está instalado e se existe um caminho de rede do computador à impressora. Solicite o perfil mais recente ao administrador de rede.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*