Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica

  • Brasil
  • >
  • SP
  • >
  • DDD 11 – São Paulo e região
  • Grande São Paulo:Outros:

    DDD 11 – São Paulo e região

    Carros, vans e utilitários

    1 – 50 de 13.930 resultadosPagamento e entrega

    Categoria sem OLX Pay

    Tipos de anúncio

    Todos os anúncios

    Ordenar por

    Mais Relevantes

    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica0 km | Câmbio: Automático | DieselProfissionalHoje às 16:19 – Profissional
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica127.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 16:18 – Profissional
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica98.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Jardim Santo EliasProfissionalHoje às 16:17 – Profissional
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica170.000 km | Câmbio: Manual | GasolinaHoje às 16:14
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica113.000 km | Câmbio: Manual | Flex
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica41.499 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 16:12 – Profissional
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica69.640 km | Câmbio: Automático | FlexProfissionalHoje às 16:11 – Profissional
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulicaSão Paulo, Jardim Marajoara
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica64.000 km | Câmbio: AutomáticoProfissionalHoje às 16:10 – Profissional
    • Utilitario Fiat Manual em São Paulo com Direção hidráulica112.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Cidade São Mateus
    • 125.697 km | Câmbio: Manual | GasolinaSão Paulo, Vila do Bosque
    • 0 km | Câmbio: Automático | DieselSão Caetano do Sul, CentroProfissionalHoje às 16:08 – Profissional
    • 194.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Jardim Silva TelesProfissionalHoje às 16:08 – Profissional
    • 28.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 16:07 – Profissional
    • 45.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 16:07 – Profissional
    • 124.000 km | Câmbio: Manual | Diesel
    • 93.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Recanto Campo BeloHoje às 16:06
    • 43.598 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Vila GuilhermeProfissionalHoje às 16:05 – Profissional
    • 59.000 km | Câmbio: Automático | FlexSão Paulo, Casa Verde AltaProfissionalHoje às 16:03 – Profissional
    • 49.800 km | Câmbio: Automático | FlexProfissionalHoje às 16:02 – Profissional
    • 461.430 km | Câmbio: Manual | FlexMogi das Cruzes, Vila OliveiraHoje às 16:02
    • 165.000 km | Câmbio: Manual | Flex
    • 109.000 km | Câmbio: Semi-Automático | FlexProfissionalHoje às 16:00 – Profissional
    • 37.000 km | Câmbio: Semi-Automático | FlexProfissionalHoje às 16:00 – Profissional
    • 200.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Conjunto Habitacional Inácio MonteiroHoje às 15:58
    • 78.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Jardim Silva TelesProfissionalHoje às 15:57 – Profissional
    • 21.280 km | Câmbio: Automático | FlexSão Paulo, Parque Novo Mundo
    • 130.000 km | Câmbio: Manual | FlexFerraz de Vasconcelos, Parque São Francisco
    • 142.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Jardim MaringáProfissionalHoje às 15:56 – Profissional
    • 246.371 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Jardim Recanto Verde
    • 113.803 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 15:55 – Profissional
    • 0 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Vila GuilhermeProfissionalHoje às 15:55 – Profissional
    • 150.000 km | Câmbio: Manual | GasolinaSão Paulo, Chácara Santo Antônio (Zona Leste)ProfissionalHoje às 15:53 – Profissional
    • 76.487 km | Câmbio: Manual | FlexSão Bernardo do Campo, AnchietaProfissionalHoje às 15:53 – Profissional
    • 72.500 km | Câmbio: Manual | FlexSanto André, Vila Lucinda
    • 140.000 km | Câmbio: Manual | Gasolina
    • 154.000 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Parque Esperança
    • 46.357 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Vila Divina PastoraProfissionalHoje às 15:52 – Profissional
    • 47.098 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Jardim IndependênciaProfissionalHoje às 15:52 – Profissional
    • 26.682 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Brooklin PaulistaProfissionalHoje às 15:52 – Profissional
    • 46.981 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Jardim IndependênciaProfissionalHoje às 15:52 – Profissional
    • 205.000 km | Câmbio: Manual | GasolinaVárzea Paulista, Jardim Itália
    • 93.913 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 15:51 – Profissional
    • 108.000 km | Câmbio: Manual | FlexCarapicuíba, Jardim Ster-Za
    • 43.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 15:49 – Profissional
    • 84.522 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Itaim PaulistaProfissionalHoje às 15:49 – Profissional
    • 98.980 km | Câmbio: Manual | FlexSão Paulo, Penha de FrançaProfissionalHoje às 15:44 – Profissional
    • 56.783 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 15:43 – Profissional
    • 1 km | Câmbio: Manual | FlexSão Bernardo do Campo, Rudge RamosProfissionalHoje às 15:43 – Profissional
    • 97.738 km | Câmbio: Manual | Flex

    Página 1 de 100

    Melhor Compra 2020: utilitários e furgões que fazem seu dinheiro render

    Arte/Quatro Rodas

    Estamos passando por um momento da história sem precedentes, a pandemia da Covid-19 não poderia ser prevista nem pelos melhores especialistas em economia ou finanças.

    De qualquer modo, ela é uma realidade. E nos impactou em praticamente todos os setores. Segundo estudo promovido pelo IBGE, dos 2,8 milhões de empresas em funcionamento, 52,9% tiveram dificuldades em realizar pagamentos de rotina na segunda quinzena de junho.

    Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

    Porém, houve setores que registraram um crescimento exponencial, como é o caso das vendas por delivery, que aumentaram quase 100% entre janeiro e maio deste ano na comparação com igual intervalo do ano passado, segundo pesquisa realizada pela Mobills, startup de gestão de finanças pessoais.

    Sem dúvida, como em toda crise, há sempre oportunidades de negócio como as vivenciadas pelos setores de delivery ou mesmo e-commerce, que também registrou crescimento.

    Pensando em um futuro próximo de retomada econômica e também em auxiliar as empresas que estão em crescimento, indicamos 18 modelos em seis categorias: Picapes leves, Picapes médias, Vans até 12 lugares, Vans acima de 12 lugares, Furgões até 1.000 kg e Furgões acima de 1.000 kg.

    Tem para todos os bolsos e necessidades. Quem sabe não é isso que seu empreendimento está precisando para  crescer ou se recuperar nesse momento.

    Utilitários – Furgões até 1.000 kg

    Fiorino 1.4 EVO Flex 2p – R$ 69.790

    Acervo/Quatro Rodas

    O Fiorino é frequentador assíduo do pódio da categoria, além disso manteve o primeiro lugar conquistado em 2019.

    O furgão da montadora italiana, utilizado por pequenos negócios, apesar da carroceria com menor capacidade de carga transportada, se destaca quando o assunto é a relação custo/benefício.

    • Peso: 1.118 kg
    • Capacidade de carga: 650 kg.

    Fiorino Hard Working 1.4 EVO Flex – R$ 79.890

    Reprodução/Fiat

    Com o segundo lugar do Hard Working, a Fiat conquista a dobradinha na categoria.

    O preço deste é mais alto, mas garante banco com regulagem de altura, ar-condicionado, direção hidráulica, predisposição para som e faróis de neblina de série.

    • Peso: 1.118 kg
    • Capacidade de carga: 650 kg

    Partner 1.6 – R$ 79.990

    Acervo/Quatro Rodas

    O francês manteve a posição de 2019. Única opção de furgão do mercado, além do Fiorino, o Partner tem boa capacidade de carga, mas conta com uma rede de concessionárias pequena, diante do Fiat, e seu custo de manutenção é mais elevado.

    • Peso: 1.138 kg
    • Capacidade de carga: 800 kg

    Utilitários – Furgões acima de 1.000 kg

    Mercedes 415 Teto Alto 10,5 – R$ 127.330

    Reprodução/Internet

    Estreante no Melhor Compra, o Mercedes vem equipado com motor diesel biturbo de 146 cv, direção hidráulica e ar-condicionado, além de luz diurna.

    Custar menos e ainda ter controleS de tração e de estabilidade, juntamente com o teto alto, garantiu a primeira colocação na disputa.

    • Peso: 2.400 kg
    • Capacidade de carga: 1.480 kg

    Ducato Cargo Curto 2.3 Diesel – R$ 135.590

    Divulgação/Fiat

    A relação custo/benefício rendeu a segunda colocação. Apesar de ser mais caro que o Mercedes, tem volume de carga ligeiramente maior que o Mercedes (8m³ contra 7,5 m3 do concorrente), vem equipado com o mesmo motor 2.3 do Master.

    • Peso: 2.122 kg
    • Capacidade de carga: 1.378 kg

    Master Furgão L1H1 – 153.770

    Acervo/Quatro Rodas

    Simples e menos equipado, este utilitário tem maior capacidade de carga.

    Assim como os rivais, é equipado com freios a disco ventilado, no eixo dianteiro, e disco rígido, no eixo traseiro. Seu motor 2.3 com 130 cv é de manutenção fácil.

    • Peso: 1.907 kg
    • Capacidade de carga: 1.593 kg

    Picapes leves

    Strada Hard Working – R$ 61.950

    Acervo/Quatro Rodas

    A Hard Working, equipada com o motor 1.4 EVO, manteve o visual da Strada antiga (a nova chegou este ano).

    Leia também:  Carros usados Manual em Mato Grosso Do Sul a Flex

    Seu ponto forte é a boa relação custo/benefício sem deixar de lado equipamentos de conforto como direção hidráulica, ar-condicionado e até mesmo um item importante quando o veículo é dirigido por vários condutores, a regulagem de altura para o banco do motorista e para o cinto de segurança. Sua caçamba possui 705 quilos de capacidade.

    Vem com protetor de caçamba de série, apoios para os pés (é possível carregar a picape sem abrir a tampa) e protetores do vidro traseiro.

    Além disso, no teto, existe o rack para amarração de objetos maiores, como canos ou madeiras, tudo como conteúdo de série.

    • Peso: 1.084 kg
    • Capacidade de carga: 705 kg

    Saveiro CD Robust – R$ 70.550

    Acervo/Quatro Rodas

    Como o próprio nome diz, a picape da VW é robusta, possui cinto de segurança e apoio de cabeça para todos os ocupantes, e é também a única entre as concorrentes a oferecer freio a disco nas quatro rodas e ESS, alerta para frenagem de emergência.

    Continua após a publicidade

    O que atrapalhou seu desempenho neste guia foi seu preço, que sofreu um aumento de mais de R$ 20.000 em relação ao modelo vendido em 2019. Esse foi o principal motivo para a Saveiro ficar na segunda colocação.

    • Peso: 1.028 kg
    • Capacidade de carga: 712 kg

    Montana LS – R$ 59.450

    Acervo/Quatro Rodas

    Das três, a Montana é a que tem o visual menos “trabalhador”. Em comparação com o Melhor Compra de 2019, quando ela ficou com o primeiro lugar, a Montana teve o preço reduzido em quase R$ 6.000.

    A picape da Chevrolet possui direção hidráulica de série, alerta de faróis ligados e a maior capacidade de carga, 765 quilos.

    Mas ficou em terceiro porque é a opção que possui a maior desvalorização no mercado e que tem os custos de manutenção mais elevados.

    • Peso: 1.097 kg
    • Capacidade de carga: 765 kg

    Picapes médias

    Hilux CS STD MT 4×4 – R$ 141.390

    Acervo/Quatro Rodas

    A Hilux CS tem preço R$ 10.000 mais em conta que a segunda colocada (e muito próximo ao da terceira) e quem deseja trabalhar com um veículo com fama de inquebrável e baixa desvalorização, assim como as versões voltadas ao lazer, encontra no modelo japonês a solução.

    Apesar de ser a segunda em capacidade de carga entre as concorrentes, é dessa Toyota a maior área na caçamba destinada ao transporte. O motor é um 2.8 turbodiesel com 177 cv e 42,8 kgfm de torque, e a transmissão tem seis velocidades.

    A Hilux traz de série ar-condicionado, direção hidráulica, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, acendimento automático dos faróis com temporizador e até airbags de joelho.

    • Peso: 1.980 kg
    • Capacidade de carga: 1.020 kg

    Frontier S 4×4 MT – R$ 151.890

    Christian Castanho/Quatro Rodas

    A Nissan Frontier tem cabine dupla, mas, em contrapartida, oferece a menor caçamba das rivais mais prontas para o trabalho pesado.

    Produzida na Argentina, ela vem equipada com propulsor 2.3 turbo com 160 cv e 41 kgfm e câmbio manual de seis velocidades.

    Em 2020 passou a vir com rodas de alumínio, mas perdeu vários equipamentos de conforto. Não possui nem mesmo rádio.

    Os retrovisores externos, elétricos, assim como as maçanetas são pretos e a caçamba não vem com protetor.

    • Peso: 2.030 kg
    • Capacidade de carga: 1.005 kg

    Amarok S CS MT 4×4 – R$ 139.950

    (Acervo/Quatro Rodas) Acervo Quatro Rodas/Quatro Rodas

    A Amarok S CS é a que possui maior espaço na caçamba: 3,57 m² de área, sendo 2,2 metros de comprimento e 1,62 metro de largura.

    Mas ela vem equipada com motor 2.0 biturbo, que é o menor e mais fraco da turma, com 140 cv de potência e 34,7 kgfm de torque.

    Seu acabamento é espartano e, entre os equipamentos, traz retrovisores externos com acionamento elétrico e aquecimento, mas tem como opcional um item básico, o protetor de caçamba, que custa mais de R$ 1.500.

    • Peso: 1.901 kg
    • Capacidade de carga: 1.139 kg

    Vans até 12 lugares

    Sprinter 416 CDI 9+1 – R$ 224.000

    Acervo/Quatro Rodas

    Terceiro lugar em 2019 e vencedora este ano, a Sprinter vem equipada com motor 2.2 diesel de 146 cv, possui peças com valores mais baixos que os da concorrência e agrada pelos bancos confortáveis destinados ao transporte de passageiros.

    • Peso: 2.400 kg
    • Capacidade de carga: 1.480 kg

    Jumpy Minibus 1.6 HDI – R$ 144.990

    Acervo/Quatro Rodas

    Com aumento de preço semelhante ao do irmão Peugeot em comparação ao ano passado, o Citroën possui ar-condicionado de série com ventilação no teto, bancos reclináveis e cintos de três pontos para todos os ocupantes transportados.

    • Peso: 1.995 kg
    • Capacidade de carga: 1.300 kg

    Expert Minibus 10+1 – R$ 144.990

    Acervo/Quatro Rodas

    Dono de desvalorização maior que a da concorrência,  possui o mesmo motor turbodiesel de 115 cv do Citroën, e os 1.300 litros de capacidade de carga. Equipado como o Jumpy, o Expert conta também com a rede de concessionárias do irmão.

    • Peso: 1.995 kg
    • Capacidade de carga: 1.300 kg

    Vans acima de 12 lugares

    Sprinter 515 Van 17+1 – R$ 236.800

    Acervo/Quatro Rodas

    Pelo terceiro ano consecutivo, a Mercedes vence esta categoria, agora com o modelo 515, que se beneficia da boa reputação no mercado de mecânica robusta e confiável, além de baixa desvalorização. O motor é o biturbo de 146 cv utilizado pela marca.

    • Peso: 3.300 kg
    • Capacidade de carga: 2.940 kg

    Ducato Minibus Comfort 2.3 D. – R$ 191.490

    Divulgação/Fiat

    E le manteve o posto conquistado na edição do ano passado. Possui portas traseiras com abertura de até 270 graus, o que facilita no momento de carga e descarga. Mas o Ducato tem manutenção mais cara e maior desvalorização que a da Sprinter.

    • Peso: 2.400 kg
    • Capacidade de carga: 1.350 kg

    Master Executive L3H2 16 L. – R$ 217.200

    Acervo/Quatro Rodas

    O Renault oferece climatização para todos os ocupantes, bancos reclináveis até 29 graus e volume de carga de 1.000 litros. A manutenção é a mais em conta da categoria e sua desvalorização é relativamente baixa. Mas leva dois passageiros a menos.

    • Peso: 1.961 kg
    • Capacidade de carga: 1.242 kg

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade

    • comerciais
    • furgão
    • melhor compra
    • Melhor Compra 2020
    • Utilitários

    12 opções de carros usados com preços entre R$ 10 mil e R$ 20 mil para economizar durante a crise

    1 de 12
    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    CHEVROLET CELTA: R$ 9.900Criado para ser o carro mais barato do Brasil, o Celta nasceu em berço humilde, mas se tornou um negócio certo desde o início. Ele só não será bom negócio para quem tem família grande, pois não é espaçoso por dentro como o Fiat Uno.

    Foque no Celta Life 2005/2006, que já tem motor flex de 70 cv e 9/8,8 kgfm. O 1.0 o leva a 100 km/h em 15,3 segundos, 2,1 s a menos que o carro a gasolina. Faz 9,4 km/l urbanos e 11,8 km/l rodoviários.

    A exemplo dos seus companheiros dessa faixa de preço, o Celta não tem muitos refinamentos. É raro encontrar um com ar-condicionado, equipamento instalado na concessionária à época.

    Para compensar, a manutenção do Chevrolet também é barata, com cesta de peças convidativa. Já o seguro pode ser desproporcional ao preço do carro, uma vez que sai por mais de 10% do total — esse valor, porém, pode ser parcelado.

    FinanciamentoEntrada: R$ 2.970 (30%)Total financiado: R$ 6.930Prestações: R$ 294,94 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 1.213Consumo (etanol)Cidade: 9,4 km/l Estrada: 11,8 km/lSeguro: R$ 1.264IPVA: R$ 396

    Leia também:  Carros Honda em São Paulo com Alarme, Freios abs

    2 de 12 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    VOLKSWAGEN GOL: R$ 9.800Quando o Gol G3 foi lançado, a Volkswagen aprimorou o compacto para aproximá-lo de modelos que circulavam na Europa. Mas esse movimento perde força se analisarmos o City 2005. Assim como os companheiros, essa versão compensa pelo valor de utilização.

    Seu espaço é bom para quatro adultos médios e o porta-malas tem 290 litros de capacidade, mas a ergonomia é datada, com volante e pedais desalinhados.

    O motor 1.0 é flex e rende 68/65 cv (etanol/gasolina) e 9,2/9,1 kgfm de torque, números que o levam de zero a 100 km/h em 17,4 s. Nada que o faça ficar para trás no trânsito. O consumo poderia ser um pouco melhor: média de 9,7 km/l.

    Por ter sido muito vendido e contar com muitas opções de peças, sua cesta é a mais barata de todas — custa R$ 1.180. O valor do seguro, por outro lado, é mais alto que a média do segmento: R$ 1.457.

    FinanciamentoEntrada: R$ 2.940 (30%)Total financiado: R$ 6.860Prestações: R$ 292 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 1.180Consumo (etanol)Cidade: 12,1 km/l

    Estrada: 15,5 km/l

    Seguro: R$ 1.457IPVA: R$ 392 3 de 12 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    FORD KA: R$ 9.700Se você está disposto a trocar espaço por agilidade urbana, o Ka deve ser a sua escolha. O subcompacto leva apenas quatro ocupantes e o porta-malas comporta só 186 l. Indicado na versão GL 2007, o carro é a opção mais nova dos modelos até R$ 10 mil.

    Capaz de se espremer no trânsito caótico, o hatch é ágil, a despeito do seu motor 1.0 Rocam, que rende somente 55 cv e 8,9 kgfm. O zero a 100 km/h leva 15,2 s, mas as acelerações até 60 km/h são o que mais importa. Suspensão, direção e câmbio têm ajuste primoroso.

    Embora seja fácil achar preços até abaixo de R$ 9 mil, modelos com ar-condicionado só com muita garimpagem.

    As contas não contraindicam o Ka, pelo contrário. Mas há um alerta que vale para todos: os juros para usados são elevados. Pense em um consórcio, modalidade que vem aumentando na crise.

    FinanciamentoEntrada: R$ 2.910 (30%)Total financiado: R$ 6.790Prestações: R$ 289,16 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 1.587Consumo (Gas.)Cidade: 9,2 km/l Estrada: 15 km/lSeguro: R$ 1.212IPVA: R$ 388

    4 de 12
    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    FIAT UNO: R$ 9.300Não há nada mais utilitário na nossa lista que o Uno. A versão que indicamos é a Mille Fire 2005, que manteve o melhor do Fiat: amplo espaço para cinco pessoas, boa visibilidade e economia de combustível. O motor 1.0 rende 55 cv e 8,5 kgfm, números que poderiam ser mais bem aproveitados se o câmbio manual não fosse um pouco tinhoso.

    São necessários 17,1 s para sair da imobilidade e chegar aos 100 km/h. O levinho Uno tinha tudo para ser mais ágil, mas há rivais que o superam. No entanto, ele dá o troco em consumo: movido apenas por gasolina, roda 13,1 km/l na cidade e bons 17,3 km/l na estrada.

    Já adiantamos que será difícil encontrar ar-condicionado nessa faixa, item não tão comum em versões antigas. Vale reforçar que o Uno é um meio de locomoção racional e o raciocínio frio impera também nos custos moderados.

    FinanciamentoEntrada: R$ 2.790 (30%)Total financiado: R$ 6.510Prestações: R$ 277,78 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 1.307Consumo (Gas.)Cidade: 13,1 km/l Estrada: 17,3 km/lSeguro: R$ 1.408IPVA: R$ 372

    Você pode escolher entre um médio e três compactos que oferecem bom custo/benefício para o dia a dia

    5 de 12 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    CHEVROLET ASTRA: R$ 14.700Comprar um médio por preço de compacto tem suas vantagens. O Astra possui 2,61 m de entre-eixos e leva cinco adultos médios, além de 370 litros no porta-malas. O sedã comporta 460 l e seu preço não é muito diferente.

    É tranquilo encontrar o Chevrolet na versão Advantage 2006, sempre com ar-condicionado, direção hidráulica e trio elétrico, além de som. Airbag duplo e câmbio automático são muito comuns.

    O jeito de guiar tem o isolamento carinhoso dos médios, com suspensão confortável. A direção hidráulica é pesadinha. O 2.0 flex de 140 cv o leva de zero a 100 km/h em 10,2 s, enquanto o automático de quatro marchas faz o mesmo em 11,9 s. O defeito é o consumo elevado: 8 km/l de etanol, em média.

    Curiosamente, a cesta de peças do Astra pode passar de R$ 2 mil, mas ainda é mais em conta que as de Fox, Fit e Clio.

    FinanciamentoEntrada: R$ 4.410 (30%)Total financiado: R$ 10.430Prestações: R$ 431,36 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 2.132Consumo (etanol)Cidade: 6,9 km/l Estrada: 9,1 km/lSeguro: R$ 1.682IPVA: R$ 588

    6 de 12 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    RENAULT CLIO: R$ 14.500Lançado em 1999 no Brasil, o Clio chegou com duplo airbag de série e outros pontos refinados, porém sua vocação foi mudando até se tornar um popular de acesso. Indicamos justamente uma versão dessa época, ano 2012. Por menos de R$ 15 mil dá para encontrar opções com o último — e estranho — facelift.

    O modelo já não agradava muito em pontos como direção (pesada), câmbio (duro) e ergonomia (ultrapassada). Mas ainda é um carro ágil. Com até 80 cv, o 1.0 16V pode ser barulhento, mas o leva aos 100 km/h em decentes 14,1 s e roda entre 8,9 km/l e 11,6 km/l com etanol.

    São raros os carros nessa faixa de preço com poucos anos de uso e quilometragem baixa, ainda mais se levarmos em conta que é fácil encontrar ar-condicionado, direção hidráulica e som. Pena que as peças sejam mais caras que as do Astra, maior e mais completo.

    FinanciamentoEntrada: R$ 4.350 (30%)Total financiado: R$ 10.150Prestações: R$ 408,38 (36 x)Juros: 1,96% a.m. / 26,23% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 2.232Consumo (etanol)Cidade: 8,9 km/l Estrada: 11,6 km/lSeguro: R$ 1.357IPVA: R$ 580

    7 de 12
    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    FORD FIESTA: R$ 15 milO Fiesta traz uma vantagem enorme nessa faixa de preço: é possível descolar um modelo 2010 Class 1.6 facilmente. Capaz de entregar 107/101 cv e 15,3/14,5 kgfm, o Rocam não oferece aquele desempenho de cair o queixo (zero a 100 km/h em 11,7 s), tampouco economia extrema, dada a média de 8,2 km/l (etanol). Mas dá tchau para qualquer 1.0.

    Por dentro, o entre-eixos de 2,48 m abre espaço para quatro adultos. Se você precisa de mais que os 305 l do porta–malas, fique com o sedã e seus 487 l. Ser agradável no dia a dia é um forte. O ajuste dinâmico é dos bons e o Fiesta manda bem nos engates do câmbio.

    Valores de peças agradam mais que o preço do seguro. A cobertura sofre do mesmo mal do financiamento: é muito cara para o valor do carro. Fique com a calculadora aberta no seu celular para fazer o melhor negócio.

    Leia também:  Brzydki zapach z pochwy

    FinanciamentoEntrada: R$ 4.500 (30%)Total financiado: R$ 10.500Prestações: R$ 439,90 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 1.509Consumo (etanol)Cidade: 7,3 km/l Estrada: 9,4 km/lSeguro: R$ 1.599IPVA: R$ 596

    8 de 12
    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    FIAT PALIO: R$ 14.900Tal como o Clio, o Palio Fire já foi o carro mais barato do Brasil. Basta uma busca rápida para encontrar um 2012 com ar-condicionado e direção hidráulica. O estilo é o mesmo do segundo facelift do Fiat: acredite ou não, a carroceria foi desenhada pelo mestre Giorgetto Giugiaro.

    E esse não é o único motivo para o Palio Fire Economy ter boa autoestima. Além do espaço bom para quatro ocupantes, o rodar dele é confortável e a direção, direta.

    O câmbio tem trocas molengas como a maioria dos Fiat de então, nada que ajude no aproveitamento dos 66/65 cv e 9,9/9,5 kgfm. O zero a 100 km/h leva longos 17,2 s.

    Isso nem seria o maior grilo, o que pega mesmo é o consumo médio de 9,4 km/l. Nem tão Economy assim.

    O valor do seguro corresponde a quase 10% do total, uma pena, mas as peças têm bons preços. Caso se interesse, há o sedã Siena a preços equivalentes.

    FinanciamentoEntrada: R$ 4.470 (30%)Total financiado: R$ 10.430Prestações: R$ 419,30 (36 x)Juros: 1,96% a.m. / 26,23% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 1.549Consumo (etanol)Cidade: 8,3 km/l Estrada: 10,5 km/lSeguro: R$ 1.766IPVA: R$ 596

    A faixa de preço introduz um carro da honda, uma perua e dois hatches famosos pelo espaço interno

    9 de 12
    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    HONDA FIT: R$ 18.900O primeiro Fit faz sucesso até hoje no mercado de usados. Mas é preciso tomar cuidado com um ponto: a grande maioria dos carros é a versão 1.4, que, com apenas 80 cv, tem desempenho de 1.0.

    Bem diferente do EX 1.5 de 105 cv e 14,2 kgfm de torque. Quando equipado com caixa manual, o hatch faz de zero a 100 km/h em 11,2 s e no consumo registra 14 km/l de média com gasolina, já que ainda não havia o flex e CVT era a opção.

    A bem da verdade, o Fit é daqueles carros que são admirados pela beleza interna. A cabine tem ótimo espaço e os assentos dos bancos traseiros podem ser rebatidos para cima. Os 353 litros de bagageiro são dignos de um hatch médio.

    Quanto aos custos, a marca Honda pode deixar alguns com medo — afinal, as peças do Fit são as mais caras do especial. Mas itens de troca constante, como filtros e pastilhas, não são caros.

    FinanciamentoEntrada: R$ 5.670 (30%)Total financiado: R$ 13.230Prestações: R$ 550,81 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 2.476Consumo (gas.)Cidade: 13,7 km/l Estrada: 14,3 km/lSeguro: R$ 1.830IPVA: R$ 764

    10 de 12 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    VOLKSWAGEN FOX: R$ 19.200Tirando as lanternas, o Fox 2010 bem que poderia se passar por um zero km. Foi no primeiro facelift que o VW perdeu o jeito de carro barato.

    A versão Trend pode ser encontrada com motor 1.0. São 76/72 cv e 10,6/9,7 kgfm, números que encorajam o uso de etanol. Mesmo com ele, o Fox pena para ir de zero a 100 km/h em 17,1 s.

    Mas como o nosso objetivo é economizar, o consumo é de 11,6 km/l.

    O espaço interno também agrada, pois os bancos deixam os ocupantes em posição vertical, o que permite aproveitar bem as dimensões. O banco traseiro corre sobre trilhos e o volume pode ser ampliado de 260 l para 353 l, mas só crianças vão atrás com ele na posição à frente.

    Em itens, ar-condicionado, direção hidráulica e trio elétrico são comuns, mas não freios ABS ou airbags. O seguro está na média do segmento, porém as peças bem que poderiam ser mais em conta.

    FinanciamentoEntrada: R$ 5.760 (30%)Total financiado: R$ 13.440Prestações: R$ 559,34 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 2.984Consumo (etanol)Cidade: 10,1 km/l Estrada: 13,2 km/lSeguro: R$ 1.419IPVA: R$ 796

    11 de 12
    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    FIAT PALIO WEEKEND: R$ 19 milA Fiat Palio Weekend é bem mais sedutora quando encarada como perua usada do que como nova — como ainda era encontrada há poucos meses. Ainda mais se você conseguir fugir das configurações 2010 com motor 1.4.

    Substituta da Trekking 1.4, a versão 1.6 tem 117/115 cv e 16,8/16,2 kgfm e vai até os 100 km/h em 11,3 s. A média é de 8,9 km/l de etanol, mais econômica que a 1.4. Não é necessário optar por uma 1.8.

    A versão aventureira tem suspensão elevada e apliques de plástico. A direção é direta e um pouco pesada para encaixar o Fiat nas vagas, já a suspensão é devotada ao conforto. Os 2,46 m não acomodam quatro adultos altos. Para compensar, o porta-malas leva 460 l.

    O modelo é um bom veículo familiar; contudo, faça uma boa simulação de seguro. A apólice da Weekend é cara, uma confirmação de que ela é visada.

    FinanciamentoEntrada: R$ 5.760 (30%)Total financiado: R$ 13.300Prestações: R$ 553,66 (36 x)Juros: 2,22% a.m. / 30,15% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 1.475Consumo (etanol)Cidade: 7,3 km/l Estrada: 10,6 km/lSeguro: R$ 2.169IPVA: R$ 760

    12 de 12 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

    RENAULT SANDERO: R$ 19 milEspaço, espaço e… espaço. Todo teste do Sandero deveria começar por dentro, uma vez que o volume interno da carroceria equivale ao de um médio. O Renault pode ser encontrado em sua primeira geração, mas já com o facelift. Ficamos com o motor 1.6 16V (112/107 cv e 15,5/15,1 kgfm), disponível também na versão automática top Privilège.

    O zero a 100 km/h é feito em 13,5 s, porém, como outros automáticos antigos, consome mais do que os manuais. Roda 6,3 km/l urbanos (etanol) e 9,1 km/l rodoviários. Com motor 1.6 de 106 cv, o Expression manual faz o mesmo em 12,1 s e tem média de consumo de 9,2 km/l (etanol).

    Mesmo a versão Expression traz ar–condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, computador de bordo e faróis de neblina. Procure intensamente por carros com freios ABS e duplo airbag. Quanto aos custos, estes também encantam.

    FinanciamentoEntrada: R$ 5.700 (30%)Total financiado: R$ 13.300Prestações: R$ 513,17 (36 x)Juros: 1,96% a.m. / 26,23% a.a.

    Cesta de Peças: R$ 2.086Consumo (etanol)Cidade: 6,3 km/l Estrada: 9,1 km/lSeguro: R$ 1.600IPVA: R$ 756

    Seguro: As cotações foram feitas pela Limiar Seguros (11-2506-9242) com base no perfil de um homem de 40 anos, casado, morador da zona sul de São Paulo, sem bônus.

    Seja o primeiro a comentar

    Faça um comentário

    Seu e-mail não será publicado.


    *