Hatch usados 2005 com Ar condicionado

usado

O Corsa hatch de segunda geração é um daqueles carros com soluções que foram além da expectativa do público: maior que seu antecessor, oferece bom espaço a quatro adultos, que desfrutam de um rodar macio e confortável, mérito em parte do subchassi dianteiro. A iluminação interna com acendimento gradual e o acionamento automático do limpador traseiro davam um toque de sofisticação a ele, que chegou em 2002 com a tarefa de guerrear contra Palio e Polo.

Explica-se: nos primeiros anos de produção, ele jogou nas duas pontas do mercado, dos hatches premium aos populares. Por isso, não havia diferenciação por versões: ou você levava o hatch com o forte e beberrão motor 1.8 ou contentava-se com o fraco 1.

0 VHC, inadequado para o peso do carro.
 De comportamento pacato, o Corsa cativa mais pela maciez da embreagem, câmbio e direção, inspirando uma tocada tranquila e despretensiosa.

O que desagrada nele é o acabamento interno, com plásticos e tecidos de baixa qualidade e arremates mal-feitos, que se degradam com rapidez. Em 2005, veio a segmentação das versões Joy, Maxx e Premium.

A direção hidráulica era opcional na Maxx, mas o ar- condicionado nessa versão só era oferecido com o motor 1.8, que passou a ser flex no fim do ano. Quem procura os dois como item de série deve focar na

Premium, que tem como opcional airbag e ABS.
Na linha 2008, estreou o motor 1.4 Econo.Flex, vindo do Prisma. Com isso, 1.0 VHC ficou só na Joy e Maxx, o 1.4 na Maxx e na Premium e o 1.8 restrito ao falso esportivo SS. Porém o Corsa perdia mimos, como a luz interna com acendimento gradual e o acionamento automático do limpador traseiro.

O derrocada começou no modelo 2010, com o fim do 1.0 VHC e do 1.8. O Agile passava a ser o carro-chefe e o Corsa ficou restrito à versão Maxx. E assim ficou até julho de 2012, quando saiu de linha.

Barato, econômico e fácil de manter, o Corsa deve passar a ter boa procura entre os usados, dizem os lojistas. E, na hora da oficina, pesquise bem o preço das peças.

As revendas vendem com pronta-entrega, mas a variação de preço entre as autorizadas é grande.

FUJA DA ROUBADA

O Corsa é conhecido pela mecânica simples
e eficiente. o senão fica para a versão Autoclutch, com embreagem automática. Dotado de três módulos e sensores, o sistema servoeletrônico pode dar alguma dor de cabeça em caso de pane.

  • NÓS DISSEMOS Dezembro de 2007

  • 637_usa_01.jpg
  • >> Confira na edição

“São 105 cv de potência máxima – um haras inteiro acima do palio 1.4, de 81 cv, mais até que o Fox 1.6. o torque diminuiu e isso fez bem ao Corsa. Ficou um carro ágil, sem o nervosismo
do 1.8 ou a apatia do 1.0. Não cansa na estrada e alia esportividade e conforto.

(…) os vidros elétricos são tipo um-toque e o controle remoto fecha janelas e tanque de combustível. os faróis de dupla parábola
iluminam melhor e o ar-
condicionado gela muito bem – embora assopre fraco ao abrirmos a recirculação. dócil, avisa quando o motorista começa a passar da conta e perdoa pequenos erros.

A suspensão com subchassi absorve bem os buracos da rua. (…) É o único a trazer cinto de três pontos para todos.”

  1. PREÇO DOS USADOS (EM MÉDIA)
  2. Maxx 1.0
  3. 2005: 18 065
  4. 2006: 19 018
  5. 2007: 20 569
  6. 2008: 21 564
  7. Maxx 1.4
  8. 2005: 22 734
  9. 2006: 23 644
  10. 2007: 25 101
  11. 2008: 26 120
  12. PREÇO DAS PEÇAS Amortecedor dianteiro (cada um)
  13. Original: 290
  14. Paralelo: 240
  15. Pastilhas dianteiras (jogo)
  16. Original: 174
  17. Paralelo: 150
  18. Farol dianteiro (cada um)
  19. Original: 492

Continua após a publicidade

  • Paralelo: 360
  • Para-choque dianteiro
  • Original: 352
  • Paralelo: 260
  • Kit de embreagem
  • Original: 405
  • Paralelo: 300
  • PENSE TAMBÉM EM UM… Ford Fiesta
  • 637_usa_02.jpg

De projeto ligeiramente mais atual que o Corsa, o Fiesta é um carro que alia prazer de dirigir e bom espaço interno. Equilibrado, é obediente aos comandos, sem sacrificar o conforto de marcha.

O ponto crítico está no acabamento, um degrau abaixo do do Corsa, mas ele agrada pelo grande número de porta-trecos no interior. O motor Zetec Rocam 1.6 é elogiado pelo elevado torque em baixo giro, enquanto o 1.0 tem desempenho apenas aceitável. Porém ambos são conhecidos pela robustez e confiabilidade.

Outras vantagens são o seguro e o custo de manutenção acessíveis, com peças relativamente baratas e disponíveis a pronta entrega.

ONDE O BICHO PEGA 637_usa_03.jpgDireção

A caixa de direção pode apresentar folga, principalmente se o carro foi muito usado em pisos irregulares. Estalos ao esterçar em manobras são comuns e indicam terminais gastos. Uma revisão geral no sistema não sai por menos de 1500 reais, com peças e mão de obra.

Correia dentada

O motor 1.0 VHC não admite descuidos com o estado da correia dentada e do tensionador. Seu rompimento provocará atropelamento das válvulas, exigindo uma cara retífica. Sai mais barato prevenir. A troca fica em 200 reais.

Acabamento

É o ponto mais crítico do Corsa: plásticos rígidos que riscam e quebram com facilidade, forros de porta que se descolam, estofamento e carpetes desfiados. Uma geral em um bom tapeceiro não sai por menos de 500 reais. Por isso, pechinche ou descarte carros com o interior muito maltratado.

Aterramento

Problema crônico da linha GM,
o aterramento não é bem-feito e, por isso, a corrente acaba fluindo pelo módulo de injeção ou pela bomba elétrica, queimando seus chicotes. O ideal é pedir uma revisão a um bom autoelétrico.

A VOZ DO DONO

637_usa_04.jpg

” ́Pequeno mas espaçoso, tem tamanho e suspensões ideais para as grandes cidades. Não esqueceram os porta-trecos nem o espelho no para- sol do motorista. Mesmo com ar e direção, ele anda bem e gasta pouco. Nunca deu problemas e tem peças e mão de obra baratas. A única queixa é mesmo o acabamento, com muito plástico solto, que faz barulho.”

Leia também:  Hatch 2015 em São Paulo cor Branco Não blindado

Renata Cavalcante, 26 anos, psicóloga, são Paulo (SP)

O QUE EU ADORO

“O desempenho e o consumo do 1.4 são muito bons. Confortável, tem boa ergonomia e não cansa nem mesmo em viagens longas. O seguro é barato e ainda é fácil de vender.”

  1. Bruno Daniel Zechmeister, 29 anos, engenheiro, Santo André (SP)
  2. O QUE EU ODEIO
  3. “Acho a suspensão muito mole para uma tocada esportiva e o acabamento é ruim: os forros das portas descolam e os grilos de plástico solto são horríveis.”
  4. Bruno Marques, 29 anos, advogado, uberlândia (MG)

Continua após a publicidade

  • carro usado
  • guia de usados
  • picapes compactas

5 SUVs automáticos de 30 mil

Os SUVs e crossovers caíram no gosto dos brasileiros e a única categoria que ainda consegue fazer frente aos utilitários esportivos é a de hatch. Além disso, a procura por câmbio automático também tem aumentado.

Pensando em todos esses fatores, fizemos uma lista com 5 SUVs e crossovers automáticos de até 30 mil. Os modelos que compõem a lista atendem diferentes preferências e necessidades, tem com tração dianteira, 4×4.

Opções com espaço mais compacto, com dimensões mais avantajados.  De marca americana, japonesa e coreana. 

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe

Ano: 2005
Preço: R$ 29.228

O Toyota RAV4 2005 trata-se da segunda geração do crossover, a quinta e última até o momento foi lançada em 2019. Apesar desse modelo ser de três gerações atrás, ele ainda é uma boa opção nos dias de hoje para quem prioriza um utilitário esportivo robusto, com boa performance e de uma marca que seja referência em produzir veículos de alta qualidade. 

A versão acima conta com motor 2.0 de 150 cavalos e 19,5 kgfm de torque, tração 4×4 e câmbio automático de quatro velocidades.

No que se trata de tamanho, não há espaço de sobra para uma família de adultos, mas se o banco traseiro for ocupado por crianças é possível viajar confortavelmente, afinal, são 2490 mm de entre eixos, 1735 mm de largura, 1715 mm de altura e 400 litros de porta-malas. 

Dentre os itens de série não espere central multimídia ou entrada USB para carregar seu celular. Para tornar longos trajetos mais agradáveis a opção é recorrer ao bom e velho rádio e ligar o ar-condicionado para refrescar. As portas e vidros são elétricos e no que diz respeito a segurança, a lista de itens de série tem airbags frontais, freios ABS e controle de tração.

Confira ofertas do Toyota RAV4

2. Hyundai Tucson GL 2.0 Automático

Ano: 2010
Preço: R$ 29.347

A primeira geração chegou ao Brasil em 2005 e caiu no gosto dos brasileiros, tanto que passou a ser produzido em solo nacional alguns anos depois. O Hyundai Tucson GL 2.0 Automático 2010 é uma opção interessante para quem busca um SUV espaçoso, são 2630 mm de entre eixos, 1830 mm de largura, 1730 mm de altura e 528 litros de porta-malas. 

A lista de itens de série oferece o trivial: ar-condicionado, rádio e entrada USB, volante com regulagem de altura, travas elétricas nos vidros e nas portas. Mas deixa a desejar nos itens de segurança, falta freios ABS, controle de tração, distribuição eletrônica de frenagem, pelo menos tem airbags frontais. 

Essa versão conta com motor 2.0 de 143 cavalos e 18,7 kgfm de torque. A caixa de câmbio é automática de quatro marchas com modo manual.

A direção ainda é hidráulica, então se prepare para exercitar mais o braço ao fazer algumas manobras e a tração é apenas dianteira, o que quer dizer que é melhor você manter esse SUV mais no asfalto.

Na estrada ele apresenta boas respostas, é ágil e embala rápido, mas não se empolgue, por não ter freios ABS é preciso ter cuidado dobrado nas frenagens, principalmente na chuva. 

Confira ofertas do Hyundai Tucson

3. Mitsubishi Pajero TR4 2.0 4×4 Flex Automático

Ano: 2008

Preço: R$ 29.752

O Mitsubishi Pajero TR4 4×4 funciona bem para um casal que gosta de fazer trilhas off road, Ele é um pouco menor que as outras opções da lista, mas não perde na robustez.

Essa versão tem motor de 133 cavalos e 18,9 kgfm de torque, por se tratar de um SUV leve, de 1380 kg, apresenta um desempenho bom. A queixa fica por conta do câmbio automático de quatro marchas, que parece fazer um esforço imenso a cada troca.

A direção é hidráulica, então prepare o braço. A tração é 4×4, isso no Pajero TR4 é quase sinônimo de diversão no modo raíz. 

De dimensões, o SUV oferece 2450 mm de entre eixos, 1680 mm de largura e 1720 mm de altura, realmente um pouco menor que a maioria. Mas pelo menos compensa no porta-malas, são 500 litros. Para uma viagem a dois e até mesmo com crianças dá para levar bastante coisa. 

Em itens de segurança, o modelo oferece airbags frontais, alarme, freios ABS e distribuição eletrônica de frenagem, comparado as outras opções da lista, fica devendo só controle de tração.

Já no que se trata de conforto, a dívida é um pouco maior, pois tem ar-condicionado, mas não tem ar quente, tem rádio, mas não tem entrada USB, os vidros e travas das portas são elétricos, mas o ajuste dos retrovisores é manual. 

Leia também:  Carros usados em Pernambuco com final da placa 1,2 Não blindado

Confira ofertas do Mitsubishi Pajero TR4

4. Kia Sportage LX 2.0 4×2 Automático

Ano: 2010
Preço: R$ 30.632

Esse é outro SUV com dimensões avantajadas, são 2630 mm de entre eixos, 1800 mm de largura, 1695 mm de altura e 667 litros de porta-malas.

Como se pode ver, espaço suficiente para viajar confortavelmente até com a capacidade total do carro ocupada. No quesito desempenho, o Kia Sportage conta com motor 2.0 de 142 cavalos e 18,7 kgfm de torque.

O câmbio é automático de quatro marchas com modo manual, a direção é hidráulica e a tração dianteira.

A lista de itens de série do SUV coreano é bem parecida com a do Mitsubishi Pajero TR4: airbags para motorista e passageiro dianteiro, freios ABS, alarme e distribuição eletrônica de frenagem, fica devendo o controle de tração. Já na parte de conforto, o Sportage dispõe de ar-condicionado, travas das portas e vidros elétricos, volante com ajuste de altura, rádio FM e entrada USB.

Confira ofertas do Kia Sportage

5. Ford EcoSport XLS 2.0 Flex Automático 

Ano: 2010
Preço: R$ 30.735

Para quem busca um utilitário esportivo para rodar em uma grande cidade pode considerar o Ford EcoSport uma opção.

O modelo tem medidas mais compactas, o que é bom para quem quer a robustez de um SUV, mas facilidade para manobrar e caber em vagas mais apertadas.

São 2490 mm de entre eixos, 1734 mm de largura, 1679 mm de altura e 296 litros de porta-malas. Como se pode ver, o espaço para bagagens é menor que de muito hatch.

O conjunto mecânico do Ford EcoSport XLS é composto por motor 2.0 de 138 cavalos e 18,4 kgfm de torque, câmbio automático de quatro marchas, direção hidráulica e tração dianteira.

Já a lista de itens de série é formada por: ar-condicionado, portas com travas elétricas, volante com regulagem de altura, vidros elétricos, sendo o único da lista que não conta com rádio de série.

Os itens de segurança também são enxutos, apenas airbags, alarme e freios ABS. 

Confira ofertas do Ford EcoSport

Talvez você também se interesse: 

5 SUVs automáticos usados de até 50 mil Comparativo Compass e HR-V Veja 6 SUVs novos de até 70 mil Comparativo Nissan Kicks x Hyndai Creta

Dez carros de até R$ 10 mil que você pode comprar em vez de um dos novos iPhones Xs e Xs Max

Com o dólar nas alturas, não é difícil imaginar o iPhone mais caro sendo vendido no mercado brasileiro por cerca de R$ 10 mil ou mais. Valor mais do que suficiente para comprar alguns carros interessantes, da simpática perua Ford Escort SW ao clássico Volkswagen Fusca. Veja 10 carros que você poderia levar para casa no lugar de um iPhone XS.

2 de 11
Escort SW foi a melhor versão da última fornada do Ford (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Escort SW foi a melhor versão da última fornada do Ford (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

O Escort foi substituído pelo Focus no século passado, mas o modelo da Ford ainda tem uma legião de fãs.

Embora seja difícil encontrar um XR3 em bom estado por este valor, o mesmo não ocorre com a Escort perua, símbolo da última geração do médio, lançada em 1997. Equipada com motor 1.

8 Zetec de 115 cv, ela vai aos 100 km/h em pouco mais de 10 segundos e oferece bom espaço para passageiros. Sem falar que carrega 460 litros de bagagem no porta-malas. Busque pela versão top GLX.

2) Renault Clio Authentique 1.0

3 de 11
Clio passou por um facelift em 2003 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Clio passou por um facelift em 2003 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Mesmo que não seja tão ousado quanto o Twingo, o Renault Clio pode ser considerado uma opção mais interessante de compra. Dá para encontrar modelos 2004 por esse valor. O motor 1.0 de 70 cv oferece um desempenho decente (0-100 km/h em menos de 15 segundos) e economia exemplar, uma vez que é movido apenas a gasolina.

4 de 11
Por esse valor, a maioria dos Celtas será de versões pré-facelift (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Por esse valor, a maioria dos Celtas será de versões pré-facelift (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Querido no mercado de usados, o Celta tem baixa desvalorização e pode ser um ótimo negócio. Achamos alguns modelos por volta de 2005 até com ar-condicionado.

Direção hidráulica era um item de concessionária e pode dar um conforto extra. A simplicidade dos Celtas pré-facelift é comovente, mas o compacto agrada em pontos como o desempenho. O motor 1.

0 de 70 cv empurra o leve conjunto com facilidade e chega perto dos 13 segundos na arrancada de zero a 100 km/h.

4) Fiat Uno Mille Fire 1.0

5 de 11
Fiat Uno Mille já pode ser do modelo pré-facelift (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Fiat Uno Mille já pode ser do modelo pré-facelift (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Carro mais barato do Brasil por anos a fio, o Fiat Mille é uma figurinha mais do que comum entre os usados.

Dá para encontrar facilmente um modelo pós-facelift, mas o estilo dos anteriores é mais atraente. Busque por opcionais interessantes como o ar-condicionado. O motor 1.

0 gerava apenas 55 cv, mas o peso abaixo dos 900 kg ajuda e a aceleração de zero a 100 km/h é cumprida em cerca de 15 segundos.

Leia também:  Carros Renault usados Manual com Air bag duplo

5) Volkswagen Fusca 1.300

6 de 11
Volkswagen Fusca (Foto: Fabio Aro) — Foto: Auto Esporte

Volkswagen Fusca (Foto: Fabio Aro) — Foto: Auto Esporte

Clássico dos clássicos, o Fusquinha pode ser uma escolha interessante para aqueles que desejam um automóvel antigo para chamar de seu ou apenas um carrinho hipster para o dia a dia.

A maioria dos exemplares pesquisados neste valor são da versão equipada com motor 1.300, ainda mais lento que os 1.500 e 1.600. De qualquer forma, você pode trocar com facilidade a motorização ou instalar carburação dupla e outros apetrechos.

E isso é parte da graça de se ter um projeto como este.

6) Volkswagen Gol bolinha 1.6 ou 1.8

7 de 11
Volkswagen Gol GL 1.8 é a melhor pedida entre os bolinhas até R$ 10 mil (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Volkswagen Gol GL 1.8 é a melhor pedida entre os bolinhas até R$ 10 mil (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Com a valorização recente dos Gol BX originais, talvez seja o caso de passar para a geração seguinte do Volkswagen. Dá para encontrar modelos CLi 1.6 feitos entre 1995 e 1996. Até encontramos alguns GLi 1.8 da mesma época nesta faixa de preço. Ficaríamos com o segundo motor, que oferece bons 90 cv e chegou a equipar o esportivado TSi.

8 de 11
Peugeot 206 pode ser encontrado até na versão 1.4 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Peugeot 206 pode ser encontrado até na versão 1.4 (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Equipado com o mesmo motor do Clio, o modelo nacional é uma escolha interessante para aqueles que buscam estilo mais agradável e ajuste dinâmico divertido. A motorização pode levá-lo de zero a 100 km/h em menos de 15 segundos. Dá até para achar modelos 1.4 por um valor próximo, mas os 1.6 são difíceis.

9 de 11
Ford Ka 1.0 Rocam oferece bom equilíbrio, mas deve em espaço (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Ford Ka 1.0 Rocam oferece bom equilíbrio, mas deve em espaço (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Para aqueles que curtem um subcompacto urbano, o Ford Ka pode ser a pedida. O estilo manteve muito da ousadia do original, mas o motor 1.0 Rocam é bem melhor.

Os 65 cv e o bom torque em baixa conseguem empurrar o pequeno hatch de zero a 100 km/h em pouco mais de 15 segundos. As dimensões contidas e o ajuste dinâmico ajudam a dar prazer e agilidade no dia a dia.

O que pega é o espaço interno: o Ka original é homologado para apenas quatro pessoas e o porta-malas de 186 litros é dos menores do mercado.

10 de 11
As rodas de liga leve não eram de série no Golf GL, mas muitos contam com o item (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

As rodas de liga leve não eram de série no Golf GL, mas muitos contam com o item (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Um Golf na lista? A primeira geração a ser importada oficialmente para o Brasil pode ser achada na versão GL 1.8 de 90 cv, trazida da Alemanha – o modelo também vinha do México.

Ele consegue partir da imobilidade e tocar nos 100 km/h em cerca de 12 segundos, desempenho que não chega a ser tão esperto quanto os GLX e GTi 2.0, contudo já é ligeiro o suficiente. Além disso, o hatch traz um bom pacote de itens, normalmente com ar-condicionado, direção hidráulica e trio elétrico.

Dá para achar alguns GLX pelo mesmo valor limite, eles são melhores equipados e ainda contam com motor 2.0 de 114 cv – o mesmo do GTi de então.

11 de 11
Corsa tem estilo arredondado e oferece acabamento superior ao do Celta (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Corsa tem estilo arredondado e oferece acabamento superior ao do Celta (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

Considerado revolucionário no seu lançamento, o Chevrolet Corsa de segunda geração ainda tem estilo simpático. É mais fácil achar um modelo Wind 1.0, mas se você quiser uma versão mais potente, pague mais um pouco e escolha o 1.6 de 92 cv. O 1.4 foi usado por pouco tempo e gerava apenas 60 cv. Caso você prefira o 1.

0, fique com o MPFI multiponto de 60 cv, o EFI de injeção monoponto tinha 50 cv. Mesmo o mais potente é da época em que os 1 litro eram feitos mais para economizar do que para andar forte. O resultado é um zero a 100 km/h acima dos 16 segundos.

Por mais que ele seja mais antigo e lento do que o Celta, com o qual compartilha a plataforma, o Corsa é um projeto mais moderno e agradável em muitos pontos. Especialmente na qualidade de rodagem e acabamento.

Ford Focus Hatch GLX – ford focus hatch glx 2005 ar condicionado usado – Mitula Carros

6 carros encontrados

Ford Focus 2.0 Hatch Glx 16v Gasolina 4p Manual

 9

Pesquisas relacionadas com “ford focus hatch glx 2005 ar condicionado”

Ford Focus 1.6 Glx Sedan 16v4p Manual 2005 Flex Prata

 6

 6

 17

 1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*