Carros usados 2020 em São Paulo com final da placa 9,0 – Página 2

Nesta semana vence o IPVA 2020 no Estado de São Paulo para veículos com placas de finais 8, 9 e 0. O imposto pode ser pago à vista, com desconto de 3%. Caso o proprietário prefira, pode parcelar o pagamento em três vezes ou pagar a cota integral em fevereiro. Nesse caso, não há desconto.

As datas de pagamento variam de acordo com o final da placa do veículo. Veja na tabela abaixo e no site da Secretaria da Fazenda os detalhes para o pagamento.

Carros usados 2020 em São Paulo com final da placa 9,0 - Página 2

Regulamentação

Em São Paulo, o IPVA é regido pela lei nº 13.296, de 23 de dezembro de 2008. O artigo 5º da lei determina que o responsável pelo pagamento do imposto é o proprietário do veículo. Seja pessoa física, jurídica, loja ou leiloeiro, se o veículo estiver em posse de uma dessas empresas.

No caso de veículos usados, o valor do IPVA 2020 em São Paulo é calculado a partir do preço médio divulgado pela Secretaria da Fazenda. A tabela é elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

IPVA 2020 varia de acordo com a categoria

A alíquota do IPVA 2020 é aplicada sobre a base de cálculo atribuída ao veículo. E varia conforme a categoria: carga, transporte de passageiros, picapes e motocicletas, por exemplo.

O menor imposto é para veículos de carga, como caminhões. Nesse caso, o IPVA 2020 em São Paulo é de 1,5% sobre o valor venal.

A faixa seguinte, de 2%, abrange quatro categorias diferentes. São elas: ônibus e micro-ônibus; caminhonetes de cabine simples; motocicletas, ciclomotores, motonetas, triciclos e quadriciclos;
máquinas de terraplenagem, empilhadeiras, guindastes, locomotivas, tratores e similares.

Para veículos com motores a etanol, gás natural veicular (GNV), e eletricidade, “ainda que combinados entre si” (híbridos), o imposto é de 3%. Donos de modelos elétricos e híbridos registrados na capital podem reaver 50% do valor pago de IPVA.

A taxa mais alta, de 4%, é fixada para a maioria dos veículos. É o caso de carros com motor flexível – utilizam etanol, gasolina e/ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção.

Licenciamento anual

O licenciamento tem calendário diferente do IPVA 2020 no estado de São Paulo. Também regido pelo final da placa, os pagamentos começam em abril. No entanto, o proprietário pode antecipar o pagamento e fazê-lo entre janeiro e março. Em 2020, a taxa é de R$ 93,87 e há taxa de R$ 11 para envio do documento pelos Correios no caso do licenciamento antecipado.

O licenciamento só pode ser feito após o pagamento integral do IPVA. Portanto, ao longo de janeiro para quem pagar em cota única com desconto, fevereiro para cota única sem desconto, ou em março ao fim do parcelamento. Veja todos os detalhes no site do Detran-SP.

Carros usados 2020 em São Paulo com final da placa 9,0 - Página 2

Seguro DPVAT

O seguro obrigatório está mantido para 2020, mas com a redução proposta pelo governo e com decisão agora do Ministro Dias Toffoli.

A proposta do fim do DPVAT foi feita pela Presidência da República em novembro, mas foi rejeitada pelo STF, e agora aprovada.

O valor do seguro passa a ser de R$ 5,21 para veículos e comerciais leves e de R$ 12,25 para motos. Esses valores são, respectivamente, 68% e 86% menores que os cobrados em 2019.

Pagamento do IPVA SP de 2021 começa a vencer nesta quinta

Independentemente do número final da placa, proprietários de veículos de São Paulo já podem fazer o pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2021 e do licenciamento e garantir descontos.

Neste ano, o imposto está, em média, 6,77% mais barato em São Paulo, por causa da desvalorização dos veículos, segundo levantamento da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Se optar por pagar à vista em janeiro, terá 3% de desconto.

Saiba quais comprovantes de contas você precisa guardar Carros usados 2020 em São Paulo com final da placa 9,0 - Página 2

A consulta do valor do IPVA é feita pelo site da Secretaria da Fazenda: portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/ ou nos canais do banco. É preciso informar o número do Renavam e a placa do veículo. O pagamento é feito pela rede bancária.

Quem deixar de recolher o imposto fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora pela Selic.

Por decisão do Conselho Nacional de Seguros Privados, não haverá cobrança do seguro Dpvat em 2021.

Já o licenciamento do veículo ficou até 40% mais caro em comparação com 2020. Para quem pagar a taxa de um carro 0 km comprado a partir de 15 de janeiro, o valor será de R$ 131,80. Se o pagamento for feito para veículo usado, a taxa cai para R$ 98,91.

Desde maio de 2020, o licenciamento é totalmente digital e o documento do carro não é enviado em papel. Após fazer o pagamento, o proprietário pode fazer o download do documento pelo aplicativo da Carteira Digital de Trânsito ou imprimi-lo nos sites do Poupatempo, Detran e Denatran.

Quem divide o uso do veículo precisará imprimir o CRLV para os demais motoristas ou autorizá-los no aplicativo.

Veículos registrados a partir desta segunda (4) terão os documentos de registro e de transferência de veículos digitalizados.

Para quem for vender um veículo registrado antes de 2021, o procedimento não mudou. Basta preencher o verso do antigo do documento com os dados do comprador, reconhecer firma no cartório e efetivar a transferência no Detran.

Já para os veículos registrados a partir de agora, o Detran expedirá o CRLV-e (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), disponível pelo aplicativo da Carteira Digital de Trânsito.

  • O proprietário de veículo pode consultar seu IPVA de 2021 pelo site da Secretaria da Fazenda: portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/
  • É preciso informar o número do Renavam e a placa do veículo
  • Pelo site da Fazenda proprietários de veículos para pessoas com deficiência (PCD) também podem consultar se a isenção do IPVA permanece
  • O pagamento do IPVA pode ser feito nos caixas eletrônicos, internet banking e aplicativo de celular do banco, pelo número do Renavam
  • Também é possível realizar o pagamento em casas lotéricas ou com o cartão de crédito em sites de empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda

Atenção!

  • O proprietário tem até a data de vencimento da placa para quitar o imposto em cota única, com desconto, ou pagar a primeira parcela do tributo
  • Quem deixar de recolher o imposto fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic
  • Passados 60 dias de inadimplência, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto
Mês Janeiro Fevereiro Março
Parcela 1ª parcela ou cota única COM desconto 2ª parcela ou cota única SEM desconto 3ª parcela
Placa Dia do vencimento Dia do vencimento Dia do vencimento
Final 1 7 de janeiro 9 de fevereiro 9 de março
Final 2 8 de janeiro 10 de fevereiro 10 de março
Final 3 11 de janeiro 11 de fevereiro 11 de março
Final 4 12 de janeiro 12 de fevereiro 12 de março
Final 5 13 de janeiro 18 de fevereiro 15 de março
Final 6 14 de janeiro 19 de fevereiro 16 de março
Final 7 15 de janeiro 22 de fevereiro 17 de março
Final 8 18 de janeiro 23 de fevereiro 18 de março
Final 9 19 de janeiro 24 de fevereiro 19 de março
Final 0 20 de janeiro 25 de fevereiro 22 de março
Mês

Parcela

Placa

Final 1

Final 2

Final 3

Final 4

Final 5

Final 6

Final 7

Final 8

Final 9

Final 0

Janeiro Março Abril Junho Setembro
Cota única COM desconto 1ª parcela Cota única SEM desconto 2ª parcela 3ª parcela
Dia do vencimento Dia do vencimento Abril Junho Setembro
7 de janeiro 9 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
8 de janeiro 10 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
11 de janeiro 11 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
12 de janeiro 12 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
13 de janeiro 15 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
14 de janeiro 16 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
15 de janeiro 17 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
18 de janeiro 18 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
19 de janeiro 19 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro
20 de janeiro 22 de março 15 de abril 15 de junho 15 de setembro

Conheça sua situação financeira

  • Se estiver endividado, o parcelamento pode ser a melhor opção, mas evite ao máximo recorrer a empréstimos, cheque especial ou qualquer outra maneira de crédito
  • Caso a situação financeira esteja mais confortável, com uma reserva financeira, a recomendação de especialistas é o pagamento à vista, que garante desconto de 3% ao proprietário do veículo em janeiro

Fique atento! Outras contas serão pagas no mesmo mês ou nos próximos. Portanto, fique atento: não adianta pagar à vista e conseguir desconto em uma despesa e não ter dinheiro suficiente para quitar as outras

Neste ano, não haverá cobrança da taxa do seguro DPVAT, mas o valor do licenciamento ficará até 40% mais caro em relação a 2020

O calendário de pagamento começa em 1º de abril, organizado por mês, de acordo com o final da placa

  • Carro comprado até 14 de janeiro, o valor do licenciamento é de R$ 98,91
  • Para carro 0 km comprado a partir do dia 15 de janeiro o valor sobe para R$ 131,80

Um dia após o pagamento ser registrado, o CRLV (certificado de registro e licenciamento) ficará disponível para download e impressão no item “Licenciamento Digital” nos sites:

O documento também estará disponível nos aplicativos:

  • Poupatempo Digital
  • Detran.SP
  • Carteira Digital de Trânsito – CDT

O motorista poderá salvar o documento no próprio celular ou imprimir em papel sulfite comum

IPVA: Recolhimento da 1ª parcela para veículos com placa final zero vence nesta sexta-feira | Governo do Estado de São Paulo

O Estado de São Paulo está recolhendo o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) do ano de 2005.

Nesta sexta-feira, dia 21, vence o prazo para o pagamento do IPVA à vista com desconto de 3,5%, ou recolhimento da 1ª parcela, para os proprietários de motocicletas ou automóveis usados com placa final 0 (zero).

O pagamento da 2ª parcela do imposto começa no dia 10 de fevereiro. Os carros zero-quilômetro terão desconto de 3%, se o IPVA for pago no prazo de 5 dias úteis contados a partir da data de emissão da nota fiscal.

O IPVA poderá ser pago em agências bancárias, caixas eletrônicos, pela internet (home banking) e em casas lotéricas. Basta levar o certificado de propriedade do veículo, no qual consta o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), que o próprio sistema eletrônico trará o valor e as opções de pagamento.

Para o recolhimento integral, à vista, o proprietário terá desconto de 3,5%. O desconto para carro novo é de 3%. O pagamento pode ser feito em parcela única, em fevereiro, mas sem o desconto. O IPVA parcelado vence em janeiro, fevereiro e março.

Leia também:  Carros Citroen C4 Lounge em Mato Grosso Do Sul com Alarme, Trava elétrica

Os vencimentos obedecem ao final de placa: final 1, vence dia 10 de janeiro; final 2, no dia 11; e assim, sucessivamente, até final 0, que vence dia 21. Em fevereiro e março, os vencimentos coincidem: começam no dia 10, para carro final de placa 1, e termina no dia 23, para final 0.

É importante não esquecer o dia do vencimento pois, além de ter de pagar 20% de multa sobre o valor do imposto mais os juros pela variação da taxa Selic, o proprietário perde o direito de parcelamento.

O seguro obrigatório (DPVAT), no valor de R$ 56,77, deve ser pago obrigatoriamente em janeiro, junto com a cota única ou com a primeira parcela.

Confira abaixo as datas de vencimento para todos os finais de placa:

TABELA DE VENCIMENTOS Automóveis, motocicletas, utilitários e similares
1ª parcela ou cota única com desconto 2ª parcela ou cota única sem desconto

Em São Paulo, taxa de licenciamento de veículo usado será de R$ 98,91

Publicado em: 6 de janeiro de 2021

Boletos do IPVA também vencem a partir desta semana. Foto: Divulgação.

Informação foi divulgada pelo Detran.SP

JESSICA MARQUES

O Detran.SP informou, em nota, que a taxa de licenciamento para veículos usados será de R$ 98,91, independentemente do calendário de vencimento. O valor vale inclusive para veículos zero-quilômetro adquiridos até 14 de janeiro.

Neste caso, os proprietários também irão pagar a quantia de R$ 98,91. A taxa de licenciamento com valor atualizado de R$ 131,80 deverá ser paga apenas por veículos zero-quilômetro adquiridos a partir de 15 de janeiro.

“O licenciamento antecipado é um serviço oferecido pelo Detran.SP para facilitar o pagamento da taxa junto com o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), que poderá ser quitado em cota única, com desconto, ou parcelado, conforme vencimento definido pela Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo”, informou o Detran.SP, em nota.

Quem não optar por essa modalidade, poderá aguardar o calendário de licenciamento anual, de acordo com o final da placa. Em 2021, não haverá cobrança de taxa do seguro DPVAT, conforme decisão do Conselho Nacional de Seguros Privados.

LICENCIAMENTO DIGITAL

No Estado de São Paulo, o licenciamento anual é realizado de forma 100% digital. Portanto, o motorista não precisa ir mais a uma unidade de atendimento do Detran.SP ou Poupatempo para emissão do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), documento de porte obrigatório que permite a circulação do veículo.

  • Confira abaixo o passo a passo divulgado pelo Detran.SP para efetuar o pagamento:
  • Para licenciar o veículo, é preciso informar o número do Renavam e pagar via internet banking, aplicativo ou caixa eletrônico, os débitos do veículo – IPVA, possíveis multas e a taxa de licenciamento.
  • O pagamento poderá ser feito via internet banking, aplicativo ou caixa eletrônico nos bancos conveniados (Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Safra, Itaú, Caixa Econômica Federal) e nas Lotéricas.

Um dia após o recebimento, o CRLV ficará disponível para download e impressão no item Licenciamento Digital nos portais do Poupatempo (www.poupatempo.sp.gov.br), Detran.SP (www.detran.sp.gov.br) e Denatran (portalservicos.denatran.serpro.gov.br), além dos aplicativos Poupatempo Digital, Detran.SP e Carteira Digital de Trânsito – CDT.

O motorista poderá salvar o documento no próprio celular ou imprimir na sua casa, em papel sulfite comum. 

Para acesso ao aplicativo CDT, o login é feito com os dados do cadastro no portal de serviços do Denatran, informando o CPF e a senha. Usuários novos precisarão se cadastrar, seguindo o passo a passo informado.

Licenciamento de veículos de aluguel

Veículo de uso comercial (categoria aluguel), como táxis, van escolar, caminhão de entrega necessita de autorização para transporte emitida pelo órgão competente (Prefeitura, ARTESP, EMTU, ANTT, DER ou EMBRATUR).

No entanto, em função da Pandemia do Covid-19, o Detran.SP prorrogou o prazo que torna obrigatória a apresentação da autorização.

Portanto, o veículo poderá ser licenciado para o respectivo exercício, mas terá um bloqueio administrativo no seu cadastro, como medida de segurança, até a apresentação dessa autorização renovada em uma unidade do Detran-SP ou posto do Poupatempo no município de registro do veículo.

  1. Licenciamento de veículos movidos a GNV
  2. Nos casos de veículos movidos a Gás Natural Veicular – GNV, para que o licenciamento seja expedido é necessária prévia aprovação em inspeção de segurança veicular com a respectiva expedição de Certificado de Segurança Veicular – CSV.
  3. Calendário de licenciamento no Estado de São Paulo
  4. Quem não optar pelo licenciamento antecipado em 2021 pode aguardar o calendário anual. 
  5. Pelo calendário, o licenciamento anual obrigatório no Estado de São Paulo começa em 1º de abril e vai até dezembro, exceto para caminhões e tratores, cujos prazos vão de setembro a dezembro.

O calendário fixa o prazo-limite para o pagamento regular do licenciamento, de acordo com o final da placa. Se não for realizado até o último dia útil do mês referente ao número final da placa, haverá incidência de multa e juros.

  • A regra é a mesma: todos os débitos do veículo devem estar quitados. 
  • Calendário de licenciamento – carros, ônibus, reboque e semirreboque
  • Calendário de licenciamento – caminhão
  • IPVA
  • O IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) é administrado pela Secretaria da Fazenda e Planejamento.
  • Neste caso, o pagamento pode ser feito em cota única, com desconto, ou parcelado.
  • Os proprietários de veículos registrados no Estado de São Paulo podem conferir o valor do imposto em toda a rede bancária autorizada.
  • Segundo informações da Pasta, a consulta pode ser realizada nos terminais de autoatendimento, internet banking e aplicativos de celular disponibilizados pelos bancos, por meio do número do Renavam.

“É possível verificar diretamente no portal da Secretaria da Fazenda (portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/), mediante o número do Renavam e placa do veículo. Também é no portal da Fazenda que proprietários de veículos para pessoas com deficiência (PCD) poderão consultar se permanecerão com o benefício de isenção do IPVA ou se já deverão se programar para pagar o imposto de 2021.”

Além disso, o contribuinte que desejar também pode optar pelo licenciamento antecipado e realizar o pagamento independentemente do número final da placa do veículo:

  • em cota única, até o dia 20 de janeiro de 2020, com desconto de 3%;
  • em cota única, até o dia 25 de fevereiro de 2020, sem desconto;
  • até o dia 22 de março de 2020, relativamente ao pagamento da terceira parcela, quando tenha ocorrido a opção pelo parcelamento.

“Quem deixar de recolher o imposto fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Passados 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto”, informou a Secretaria da Fazenda, em nota.

Calendário de vencimento do IPVA 2021

Automóveis, Caminhonetes, Ônibus, Micro-ônibus, Motos e similares
Mês Janeiro Fevereiro Março
Parcela 1ª Parcela ou Cota Única COM Desconto 2ª Parcela ou Cota Única
SEM Desconto
3ª Parcela
Placa Dia do Vencimento Dia do Vencimento Dia do Vencimento
Final 1 7/1 9/2 9/3
Final 2 8/1 10/2 10/3
Final 3 11/1 11/2 11/3
Final 4 12/1 12/2 12/3
Final 5 13/1 18/2 15/3
Final 6 14/1 19/2 16/3
Final 7 15/1 22/2 17/3
Final 8 18/1 23/2 18/3
Final 9 19/1 24/2 19/3
Final 0 20/1 25/2 22/3
Caminhões
Mês Janeiro Março Abril Junho Setembro
Parcela Cota Única COM Desconto 1ª Parcela Cota Única SEM Desconto 2ª Parcela 3ª Parcela
Placa Dia do Vencimento Dia do Vencimento Abril Junho Setembro
Final 1 7/1 9/3 15/4 15/6 15/9
Final 2 8/1 10/3
Final 3 11/1 11/3
Final 4 12/1 12/3
Final 5 13/1 15/3
Final 6 14/1 16/3
Final 7 15/1 17/3
Final 8 18/1 18/3
Final 9 19/1 19/3
Final 0 20/1 22/3

Para mais informações, acesse www.fazenda.sp.gov.br

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Relacionado

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Como consultar e quando pagar o IPVA 2021 | Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é um tributo anual de competência dos estados e do Distrito Federal. Calculada sobre o valor de mercado dos automóveis, a taxa que deve ser paga pelos proprietários de veículos representa, em média, 3% do preço do bem. Confira o calendário de pagamento do IPVA 2021 de seu estado.

Como é calculado o IPVA?

Como explicado, o IPVA é de responsabilidade de cada estado. Mas, o mais comum é que, para o veículo usado, a base de cálculo do IPVA seja o preço médio praticado no mercado no final do exercício anterior ao da cobrança.

Os valores são pesquisados em publicações especializadas e, subsidiariamente, na rede revendedora. A cotação pode ser realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O carro zero tem como referência o valor da nota fiscal.

No caso de carro antigo importado diretamente por consumidor, aplica-se, como a base de cálculo, o preço que consta no documento de desembaraço aduaneiro, acrescido dos demais tributos e encargos, ainda que não recolhidos pelo importador.

Qual o destino da arrecadação do IPVA?

Vinte por cento do valor arrecadado pelo IPVA vai para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e o remanescente é repartido 50% (cinquenta por cento) para o estado e a outra metade para o município de registro do veículo.

A quota-parte estadual compõe o orçamento anual e, dessa forma, destina-se às diversas áreas de atuação do estado, como saúde, educação, segurança pública e infraestrutura.

IPCA AC 2021

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), definiu as datas de pagamento do IPVA 2021 para os veículos do estado. Quitação em cota única vai garantir desconto de 10%.

De acordo com o calendário, o vencimento da cota única e da primeira parcela será no mesmo dia, a partir de 29 de janeiro de 2020, conforme o número do final da placa do automóvel.

A Portaria nº 342, de 9 de dezembro de 2020, que concede o desconto com as tabelas dos valores venais dos veículos, bem como os prazos, está publicada no Diário Oficial do Estado.

Conforme o texto, o IPVA deverá ser pago em cota única ou em três parcelas mensais, iguais e sucessivas.

Para o pagamento do imposto, o proprietário deverá emitir o Documento de Arrecadação Estadual (DAE) por meio do site www.detran.ac.gov.

br, ou retirá-lo no Posto Fiscal do IPVA, localizado nas dependências do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), ou nas agências da Sefaz de cada município.

Confira o calendário de vencimento do IPVA AC 2021

Final da placaCota única ou primeira parcela2ª cota3ª cota
1 e 2 29/01/2021

IPVA 2021: calendário de pagamento e valores por estado

Vale lembrar que todos os veículos de transporte terrestre utilizado por proprietários particulares e empresas estão submetidos ao imposto: desde os automóveis comuns até motocicletas, veículos de carga, utilitários, caminhonetes, caminhões, ônibus e até meios de transporte alternativos como quadriciclos.

Para calcular o valor do IPVA é necessário saber as alíquotas de cada estado: no caso de São Paulo, por exemplo, determina-se o índice de 4% sobre o valor venal do veículo — estimativa de preço do bem, que é calculada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Leia também:  Carros Renault Logan em Mato Grosso Do Sul 1.6 16V SCE Flex Dynamique 4P Manual

Dessa maneira, um automóvel que tem seu preço na Fipe tabelado em R$ 50 mil terá de pagar R$ 2 mil de IPVA em São Paulo (50.000 multiplicado por 0,04, a alíquota estadual).

Os governos estaduais podem realizar alterações anuais de eventuais benefícios, descontos e isenções e, por conta disso, é importante checar as informações da Secretaria da Fazenda de cada unidade da federação.

No caso de São Paulo, a legislação ficou mais desfavorável a novos proprietários de veículos movidos a energia limpa: automóveis elétricos ou movidos exclusivamente a álcool e GNV adquiridos a partir de 15/01/21 terão a alíquota de 4%, a mesma dos carros comuns. Aqueles que foram adquiridos antes dessa data serão cobrados com a alíquota de 3%.

Nem todos os governos estaduais anunciaram as datas para o pagamento do IPVA. Isso é definido, entretanto, de acordo com o final da placa de cada veículo.

Também é possível realizar o parcelamento do imposto em até três vezes na maioria dos estados. O número final da placa do veículo também determina a data limite para quitar as demais parcelas.

Veja a seguir as datas já anunciadas em cada estado, com os dias que vencem as parcelas:

Calendário IPVA Acre (pagamento em até três vezes)Finais de placas 1 e 2: 29 de janeiro, 26 de fevereiro, 31 de marçoFinais de placas 3 e 4: 26 de fevereiro, 31 de março e 30 de abrilFinal de placa 5: 31 de março, 30 de abril e 31 de maioFinal de placa 6: 30 de abril, 31 de maio e 30 de junhoFinal de placa 7: 31 de maio, 30 de junho e 31 de julhoFinal de placa 8: 30 de junho, 30 de julho e 31 de agostoFinal de placa 9: 30 de julho, 31 de agosto e 30 de setembroFinal de placa 0: 31 de agosto, 30 de setembro e 29 de outubro

Calendário IPVA Bahia (pagamento em até três vezes)Final de placa 1: 30 de março, 29 de abril e 28 de maioFinal de placa 2: 31 de março, 30 de abril e 31 de maioFinal de placa 3: 29 de abril, 27 de maio e 29 de junhoFinal de placa 4: 30 de abril, 28 de maio e 30 de junhoFinal de placa 5: 27 de maio, 29 de junho e 29 de julhoFinal de placa 6: 28 de maio, 30 de junho e 30 de julhoFinal de placa 7: 29 de junho, 29 de julho e 30 de agostoFinal de placa 8: 30 de junho, 30 de julho e 31 de agostoFinal de placa 9: 29 de julho, 30 de agosto e 29 de setembroFinal de placa 0: 30 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro

Calendário IPVA Paraíba (pagamento em até três vezes)Final de placa 1: 29 de janeiro, 26 de fevereiro e 31 de marçoFinal de placa 2: 26 de fevereiro, 31 de março e 30 de abrilFinal de placa 3: 31 de março, 30 de abril e 31 de maioFinal de placa 4: 30 de abril, 31 de maio, 30 de junhoFinal de placa 5: 29 de maio, 30 de junho, 30 de julhoFinal de placa 6: 30 de junho, 30 de julho e 31 de agostoFinal de placa 7: 30 de julho, 31 de agosto e 30 de setembroFinal de placa 8: 30 de agosto, 30 de setembro e 29 de outubroFinal de placa 0: 29 de outubro, 30 de novembro e 29 de dezembro

Calendário IPVA Pernambuco (pagamento em até três vezes)Finais de placas 1 e 2: 9 de fevereiro, 9 de março e 6 de abrilFinais de placas 3 e 4: 12 de fevereiro, 12 de março e 9 de abrilFinais de placas 5 e 6: 19 de fevereiro, 17 de março e 14 de abrilFinais de placas 7 e 8: 23 de fevereiro, 24 de março e 20 de abrilFinais de placas 9 e 0: 26 de fevereiro, 31 de março e 28 de abril

Calendário IPVA Sergipe (pagamento em cota única, mas se pode parcelar em até 10 vezes no cartão)Final de placa 1: 31 de marçoFinal de placa 2: 31 de marçoFinal de placa 3: 30 de abrilFinal de placa 4: 31 de maioFinal de placa 5: 30 de junhoFinal de placa 6: 30 de julhoFinal de placa 7: 31 de agostoFinal de placa 8: 30 de setembroFinal de placa 9: 29 de outubroFinal de placa 0: 30 de novembro

  • Calendário IPVA Mato Grosso (pagamento pode ser realizado em até 6 parcelas)Final de placas 1, 2 e 3: data-limite para o pagamento da 1ª parcela 31 de marçoFinal de placas 4, 5 e 6: data-limite para o pagamento da 1ª parcela 30 de abrilFinal de placas 7, 8 e 9: data-limite para o pagamento da 1ª parcela 31 de maio
  • Final de placa 0: data-limite para o pagamento da 1ª parcela 30 de junho

Calendário IPVA Mato Grosso do Sul (pagamento pode ser realizado em até 5 parcelas)1ª parcela: 29 de janeiro2ª parcela: 26 de fevereiro3ª parcela: 31 de março4ª parcela: 30 de abril5ª parcela: 31 de maio

Calendário IPVA Espírito SantoProprietários de veículos convencionais e motocicletas terão desconto de 5% ao pagar em cota única, com vencimento em abril. Em caso de parcelamento, é possível dividir o valor em 4 vezes, com pagamento final em julho.

Calendário IPVA Minas Gerais (pagamento em até três vezes)Finais de placas 1 e 2: 18 de janeiro, 18 fevereiro e 18 de marçoFinais de placas 3 e 4: 19 de janeiro, 19 de fevereiro e 19 de marçoFinais de placas 5 e 6: 20 de janeiro, 22 de fevereiro e 22 de marçoFinais de placas 7 e 8: 21 de janeiro, 23 de fevereiro e 23 de marçoFinais de placas 9 e 0: 22 de janeiro, 24 de fevereiro e 24 de março

Calendário IPVA Rio de Janeiro (pagamento em até três vezes)Final de placa 0: 21 de janeiro, 22 de fevereiro, 24 de marçoFinal de placa 1: 22 de janeiro, 23 de fevereiro, 25 de marçoFinal de placa 2: 25 de janeiro, 24 de fevereiro, 26 de marçoFinal de placa 3: 26 de janeiro, 25 de fevereiro, 29 de marçoFinal de placa 4: 27 de janeiro, 26 de fevereiro, 30 de marçoFinal de placa 5: 28 de janeiro, 1º de março, 5 de abrilFinal de placa 6: 29 de janeiro, 2 de março, 6 de abrilFinal de placa 7: 1º de fevereiro, 3 de março, 7 de abrilFinal de placa 8: 2 de fevereiro, 4 de março, 8 de abrilFinal de placa 9: 3 de fevereiro, 5 de março, 9 de abril

Calendário IPVA São Paulo (pagamento em até três vezes)Final de placa 1: 7 de janeiro, 9 de fevereiro e 9 de marçoFinal de placa 2: 8 de janeiro, 10 de fevereiro e 10 de marçoFinal de placa 3: 11 de janeiro, 11 de fevereiro e 11 de marçoFinal de placa 4: 12 de janeiro, 12 de fevereiro e 12 de marçoFinal de placa 5: 13 de janeiro, 18 de fevereiro e 15 de marçoFinal de placa 6: 14 de janeiro, 19 de fevereiro e 16 de marçoFinal de placa 7: 15 de janeiro, 22 de fevereiro e 17 de marçoFinal de placa 8: 18 de janeiro, 23 de fevereiro e 18 de marçoFinal de placa 9: 19 de janeiro, 24 de fevereiro e 19 de marçoFinal de placa 0: 20 de janeiro, 25 de fevereiro e 22 de março

Calendário IPVA Rio Grande do Sul (é possível realizar o parcelamento em até três vezes)Final de placa 1: vencimento em 1º de abrilFinal de placa 2: vencimento em 5 de abrilFinal de placa 3: vencimento em 7 de abrilFinal de placa 4: vencimento em 9 de abrilFinal de placa 5: vencimento em 12 de abrilFinal de placa 6: vencimento em 14 de abrilFinal de placa 7: vencimento em 16 de abrilFinal de placa 8: vencimento em 19 de abrilFinal de placa 9: vencimento em 23 de abrilFinal de placa 10: vencimento em 26 de abril

O imposto pode ser pago em qualquer banco credenciado, de acordo com o estado. Para emitir o boleto, é possível acessar os sites do Detran local e da Secretaria da Fazenda estadual.

Instituições financeiras oferecem para clientes de alguns estados o pagamento por meio do serviço de internet banking.

Em Goiás, Roraima e no Rio Grande do Norte, veículos com mais de dez anos de fabricação estão isentos do IPVA. Os seguinte estados oferecem a isenção do imposto para veículos com mais de 15 anos de fabricação: Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

Em Mato Grosso, veículos fabricados há 18 anos estão livres do imposto. Já no Acre, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo, o tempo para a isenção é de 20 anos de fabricação.

Em Santa Catarina, somente veículos fabricados antes de 1985 deixam de pagar o IPVA. Em Minas Gerais e Pernambuco, a cobrança é feita a partir de um cálculo progressivo de acordo com o ano de fabricação do veículo.

Por força de lei, certas categorias profissionais que utilizam o veículo como ferramenta profissional (como taxistas) estão isentos do pagamento. Mas é aconselhável verificar as condições em cada estado.

Pessoas com deficiência (PCD) também podem não pagar o imposto. Mas no caso do estado de São Paulo, cerca de de 80% das pessoas que pediram isenção em 2020 perderão esse benefício: agora, apenas motoristas com deficiência severa ou profunda ficarão livres do IPVA. Por conta dessas alterações anuais, é necessário verificar as regras de cada estado.

Os estados também definem descontos para quem realiza o pagamento com antecedência ou em menos parcelas: para isso, é necessário verificar as condições estabelecidas localmente.

2 de 2 (Foto: Oswaldo Corneti / Fotos Públicas ) — Foto: Auto Esporte

(Foto: Oswaldo Corneti / Fotos Públicas ) — Foto: Auto Esporte

Quando o pagamento não é registrado dentro do período determinado, há uma multa diária. Em São Paulo, por exemplo, a multa é de 0,33% por dia, e após o prazo de 60 dias, é fixada em 20% do valor do imposto.

Caso o motorista continue inadimplente após essa data, a multa será de 40% do valor do imposto e seu nome será enviado ao Cadin estadual e isso também pode impossibilitar o licenciamento do veículo.

Leia também:  Carros Renault Sandero em São Paulo cor Vermelho oppulence Não blindado

Para onde vai o dinheiro do IPVA?

O imposto anual é considerado uma das arrecadações mais importantes para a maioria dos estados. Em São Paulo, 20% do total arrecadado vai para o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Do valor restante, 40% vai para o estado e 40% para o município de registro do veículo, que deve corresponder ao local de domicílio ou residência de seu proprietário. Isso vale para as demais unidades da federação.

Mais do que ser utilizado no orçamento público de mobilidade, o IPVA também é aplicado em outras áreas da administração, como saúde, educação e segurança.

Quer ter acesso aos conteúdos exclusivos da Autoesporte? É só clicar aqui para acessar a revista digital

LICENCIAMENTO FINAL 2 [2021] – Chama o Gringo

Maio é o mês de pagamento do Licenciamento final 2, mas com tantas mudanças que tivemos em 2020, muitas dúvidas ficaram no ar sobre o licenciamento 2021. Mas não se preocupe, eu vou te explicar tudo e mostrar que licenciar seu veículo em 2021 será bem fácil com a ajuda do Gringo!

  • Nesse artigo vou te mostrar direitinho o passo a passo para fazer seu licenciamento, a data de vencimento, o que acontece se você atrasar o pagamento e como regularizar licenciamentos atrasados. 
  • Continue lendo e entenda a importância do licenciamento e como fazê-lo de forma segura.
  • Respondemos às seguintes perguntas:

O que é o Licenciamento 2021?

O licenciamento anual é uma taxa que deve ser paga ao governo para a emissão do documento CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo). Esse documento garante que o veículo está em dia, com todos os débitos pagos e pode circular legalmente por vias públicas.

Depois de realizar o licenciamento, é obrigatório estar o CRLV toda vez que for dirigir, pois caso o motorista esteja sem o documento quando for parado por algum órgão de trânsito, pode receber multas e até apreensão do veículo. 

Lembrando que agora o CRLV é apenas digital! Você pode emitir consultar sempre que quiser pelo seu celular no app do Gringo.  

Veja tudo sobre CRLV Digital nesse artigo completo sobre o tema – CRLV-e – Saiba tudo sobre o CRLV Digital em 2021  

Quando vence o licenciamento final 2?

O vencimento do licenciamento 2021 para placas final 2 foi definido para o mês de MAIO.

Mas é importante que você se programe para que o licenciamento seja feito antes do dia 31 de maio, para que você consiga receber o CRLV antes do prazo final, ou seja, o último dia do mês e não corra o risco de levar uma multa, caso seja parado por algum órgão de trânsito e esteja sem o documento em mãos. 

Para isso, você pode contar com o Gringo! Logo que o pagamento da taxa do licenciamento for aprovado, nós já emitimos seu CRLV digital e você fica com o documento atualizado para consultar sempre que quiser no app.

Qual o valor do Licenciamento 2021?

Em São Paulo o valor do licenciamento 2021 é de R$131,80 para automóveis 0 KM e R$98,91 para veículos usados. Essa taxa varia de Estado para Estado, então se você não for de SP, fica tranquilo, é consultar no site do Detran ou da Secretaria da Fazenda do seu estado para ver os valores atualizados. 

Mas esse valor é apenas para a emissão do CRLV digital, temos sempre que lembrar que para poder fazer o licenciamento é preciso estar com todos os outros débitos do veículo pagos, isso conta com o IPVA, DPVAT e possíveis multas. 

Como fazer o Licenciamento 2021?

Antes de poder pagar a taxa do licenciamento 2021, é preciso quitar todos os outros débitos vinculados ao automóvel, como IPVA, multas e outras pendências, para que o licenciamento seja desbloqueado. Quer uma dica? Isso tudo você consegue pagar com o Gringo em até 12x!

Para fazer o licenciamento, temos duas formas seguras e fáceis:

Pelo aplicativo Gringo

  1. Depois de estar com todos os débitos em dia, que você também pode pagar pelo Gringo em 12x, pagar a taxa do licenciamento para emissão do CRLV atualizado é bem simples pelo aplicativo Gringo:
  2. 1. Basta baixar o app e entrar com seu CPF e placa do veículo
  3. 2.

    Logo na primeira página já será possível consultar a situação do seu veículo e clicar em débitos para ver mais informações 

3.

Então é só selecionar o licenciamento 2021 e clicar em pagar débitos – você pode escolher a melhor opção para o seu bolso, em até 12 vezes no cartão de crédito ou à vista no boleto bancário. 

Vale lembrar que apenas no app do Gringo você consegue parcelar o licenciamento e outros débidos em até 12x. Caso decida pagar no banco, terá que ser à vista. 

Pelo site do Detran

  • Se você preferir pagar o licenciamento pelo Detran, o processo para emissão também é feito online, mas o pagamento deve ser realizado em um banco credenciado. Olha só como funciona:
  • 1. Entre no site do Detran do seu estado e procure pela opção de “Débito, restrições e vistorias” ou por “licenciamento anual” na aba de pesquisa;
  • 2. Nesta etapa, você precisará se cadastrar e colocar seus dados de CPF, senha, placa do veículo e número do RENAVAM
  • 3. Ao inserir os dados você conseguirá ver as informações de taxa de licenciamento 2021, data final para o pagamento e também emitir a guia de pagamento;

4.

Com a guia de pagamento em mãos, vá até um banco arrecadador e realize o pagamento à vista. 

Como posso pagar o licenciamento atrasado?

Você pode pagar o licenciamento atrasado normalmente pelo app do Gringo, em até 12 vezes no cartão ou à vista no boleto, ou então gerando a guia de pagamento pelo site do Detran e realizando o pagamento nos bancos arrecadadores.   

Mas se o licenciamento estiver atrasado em 2 anos, antes de pagar a taxa você precisa solicitar o desbloqueio do sistema à Secretaria da Fazenda, pelo telefone 0800-170-110, antes de fazer o pagamento da taxa.

O que acontece se eu não fizer o licenciamento do veículo?

Segundo o CTB (Código Brasileiro de Trânsito) não fazer o licenciamento do veículo é considerado uma infração gravíssima, e se o motorista for pego dirigindo com o licenciamento atrasado recebe uma multa de R$293,47, são acrescentados 7 pontos na CNH e o veículo é apreendido, gerando ainda mais custos, já que é preciso pagar as diárias que o automóvel ficar no pátio. 

Melhor não deixar acontecer, né? Fica de olho no Gringo para não perder o prazo do licenciamento 2021.

Confira o calendário completo do licenciamento 2021

As datas de pagamento do licenciamento são sempre divididas de acordo com o final das placas dos veículos, é importante ficar de olho para não confundir ou não deixar passar o prazo final, pois como vimos, as consequências do atraso podem ser grandes. 

Confira abaixo o calendário completo do Licenciamento 2021 para o Estado de São Paulo: 

TABELA LICENCIAMENTO 2021 SP – Carro e motos
Final da Placa  Mês
Final 1 Abril
Final 2 Maio
Final 3 Junho
Final 4 Julho
Final 5 e 6 Agosto
Final 7 Setembro
Final 8 Outubro
Final 9 Novembro
Final 0 Dezembro

TABELA LICENCIAMENTO 2021 SP – Carros e motos

TABELA LICENCIAMENTO 2021 SP – Caminhões
Final da Placa  Mês
Final 1 e 2 Setembro
Final 3, 4 e 5 Outubro
Final 6, 7 e 8 Novembro
Final 9 e 0 Dezembro

TABELA LICENCIAMENTO 2021 SP – Caminhões

Se você não for de São Paulo, não se preocupe. É muito fácil consultar a tabela de licenciamento do site do Detran de outros Estados. 

Para saber tudo sobre o licenciamento 2021 veja o artigo completo – LICENCIAMENTO 2021 SP – TABELA DE PLACAS E VALORES 

Ficou com alguma dúvida? Sentiu falta de alguma coisa no artigo? Deixe nos comentários que a gente te responde ????

E não esqueça: #chamaogringo ????

IPVA 2021 SP: como consultar valor para pagar em São Paulo

O IPVA 2021 SP já está disponível para pagamento. Os motoristas podem consultar o valor do imposto online, no site da Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado.

Para isso, basta informar a placa e o Renavam, número de registro que é indicado no documento do veículo.

O calendário de pagamento começa em janeiro e conta com datas para pagar o valor do IPVA à vista, com desconto de 3%, sem desconto e parcelado em três vezes.

Os donos dos veículos podem realizar o pagamento em qualquer lotérica ou em bancos autorizados. É possível pagar o IPVA 2021 por meio do Internet banking ou no autoatendimento no caixa eletrônico sem nenhum boleto, apenas com o número do Renavam do veículo. Confira a seguir como consultar o valor do IPVA 2021 de São Paulo, os prazos para realizar o pagamento e como pagar.

1 de 4
Donos de veículos de SP podem consultar o valor do IPVA 2021 online e realizar o pagamento pelo internet banking dos bancos autorizados — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo

Donos de veículos de SP podem consultar o valor do IPVA 2021 online e realizar o pagamento pelo internet banking dos bancos autorizados — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Como consultar o valor do IPVA 2021 em SP

Passo 1. Acesse o site da Secretaria da Fazenda e Planejamento de SP (ipva.fazenda.sp.gov.br/IPVANET_Consulta/Consulta.aspx). Em seguida, informe o número do Renavam e a placa do veículo. Selecione a opção “não sou um robô” e pressione “Consultar”;

2 de 4
Informe o Renavam e a placa do veículo para consultar o valor do IPVA — Foto: Reprodução/Caroline Doms

Informe o Renavam e a placa do veículo para consultar o valor do IPVA — Foto: Reprodução/Caroline Doms

Passo 2. Na página seguinte, você verá o valor total do IPVA, com e sem desconto, e o valor das três parcelas. Também é possível consultar o valor de multas, IPVA atrasado e do licenciamento anual. A página serve apenas para consultar o valor. Por isso, não é necessário baixar ou imprimir para realizar o pagamento do imposto.

3 de 4
Site da Secretaria da Fazenda e Planejamento informa o valor total do IPVA, o preço de cada parcela e a data para realizar o pagamento — Foto: Reprodução/Caroline Doms

Site da Secretaria da Fazenda e Planejamento informa o valor total do IPVA, o preço de cada parcela e a data para realizar o pagamento — Foto: Reprodução/Caroline Doms

Calendário de pagamento do IPVA 2021 em SP

O calendário de pagamento do IPVA 2021 SP para veículos usados varia de acordo com o último número da placa do automóvel. A primeira parcela ou o valor à vista com 3% de desconto vencem em janeiro.

Para quem deseja realizar o pagamento do valor à vista sem desconto, o prazo vence em fevereiro. Já a segunda e a terceira parcelas devem ser pagas nos meses de fevereiro e março.

Confira, a seguir, os calendários com os prazos para realizar o pagamento à vista ou parcelado do IPVA para automóveis, caminhonetes, caminhonetas, ônibus, micro-ônibus e motos.

Calendário para pagamento à vista

Final da placa Pagamento à vista com desconto Pagamento à vista sem desconto
1 07/01/2021

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*