Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a Eletrico

Todo mundo que dirige, sabe a diferença que faz ter direção hidráulica, elétrica ou eletro hidráulica no carro na hora de manobrar, mas você sabe a real diferença entre elas? A gente explica.

Direção hidráulica:
Um dos mais conhecidos e confiáveis sistemas de direção assistida está presente nos mais diferentes segmentos de carros, sejam eles hatches, sedans, peruas e afins. Basicamente, o sistema utiliza uma bomba que comprime um óleo dentro da caixa de direção, para facilitar as manobras.

Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a EletricoDireção elétrica

Para que esta bomba seja ativada é preciso usar a força do próprio motor, fazendo com que o sistema funcione apenas quando o carro está ligado. Para manter o sistema em boas condições, é bom sempre fazer revisões periódicas como recomenda o manual do seu veículo. Você deve ficar atento a vazamentos e checar sempre que possível o nível do reservatório para evitar futuras dores de cabeça.

Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a EletricoDireção eletro hidráulica

Direção eletro hidráulica:

O sistema, que é geralmente confundido com a direção elétrica, usa um sistema semelhante ao da direção hidráulica, que na prática usa óleo para facilitar as manobras. A grande diferença entre a direção hidráulica e eletro hidráulica, é que no sistema eletro hidráulico um motor elétrico é quem é responsável pela movimentação da bomba.

Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a EletricoDireção

Sendo assim, o sistema não precisa da força do motor para poder esterçar o volante. Mas como todo sistema que se preze, ele também precisa de manutenção periódica, de acordo com a recomendação do manual do carro, então fique atento as revisões exigidas pela montadora.

Direção Elétrica:

Como o nome sugere, essa direção utiliza um sistema elétrico para aliviar o peso do conjunto e assim ajudar na hora das manobras. Ele é bem mais prático e tem menos componentes que podem causar problemas futuros. Além disso, reduz o consumo de combustível, um problema da direção hidráulica.

Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a EletricoDireção

Mas em contrapartida, se houver uma pane elétrica no veículo, a direção tende a ficar muito mais pesada do que de costume, mas isso não quer dizer necessariamente que a direção vai travar. Assim como as outras duas opções de direção, é sempre bom revisar o manual do proprietário para verificar quando devem ser feitas as revisões periódicas.

Conheça os diferentes tipos de direção automotiva

Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a Eletrico

Com a evolução dos carros, a direção automotiva se modificou também. O sistema de direção veio se desenvolvendo ao longo do tempo e hoje contamos com direções mais leves onde o condutor pode manobrar o carro sem muito esforço.

E você sabe quais são os tipos de direção do seu carro? Então continue lendo esse texto e descubra!

Boa leitura!

1 – Direção mecânica

O Sistema de Direção Mecânica que também chamamos de direção manual, é o sistema mais antigo e não tem auxílio nenhum em seu funcionamento, ou seja, o condutor fica com todo o trabalho de girar o volante.
Esse sistema é basicamente constituído pela coluna de direção, árvore de direção, caixa de direção, barras da direção e braços de direção.

2 – Direção hidráulica

É o sistema mais utilizado nos carros. Nele, a direção fica mais leve, diferente da mecânica, devido a uma bomba que faz circular o óleo dentro da caixa de direção. Essa lubrificação auxilia o motorista na hora das manobras.

Além disso, o sistema precisa de manutenção periódica, conforme recomenda o manual do proprietário de cada carro. É recomendável também a troca do óleo da direção hidráulica a cada 50 mil km ou pelo menos uma vez por ano.

Manutenção da direção hidráulica

Como dito acima, a direção hidráulica precisa de manutenção periódica, pois um dos maiores problemas desse sistema são os vazamentos que ocorrem principalmente nas mangueiras de baixa e alta pressão e na caixa da direção hidráulica. Eles ocorrem, na maioria dos casos, pela falta de substituição do fluido hidráulico.

  • Por isso, o motorista deve checar regularmente o fluido hidráulico, pois se o óleo estiver acima ou abaixo do nível, a direção ficará pesada.
  • Além da troca do fluido hidráulico é importante fazer o alinhamento e a troca da correia do motor que aciona a bomba hidráulica.
  • Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a Eletrico

3 – Direção eletrohidráulica

O funcionamento da direção eletrohidráulica é similar ao da direção hidráulica, a única diferença é que essa bomba é acionada por um dispositivo elétrico e não pelo motor do carro. E isso evita a perda de potência do veículo.

Além disso, esse sistema também precisa de manutenção periódica. As mesmas precauções recomendadas para a direção hidráulica, valem para a direção eletrohidráulica também.

4 – Direção elétrica

Na direção elétrica, existe um motor elétrico junto à caixa de direção para auxiliar o motorista e deixar a direção mais leve. Em tese, esse sistema é mais prático porque não precisa da tradicional bomba hidráulica e do fluído de óleo que são usados nos sistemas de direção hidráulica.

O único problema que pode ocorrer é pane no sistema elétrico. Se isso acontecer, a direção ficará pesada, mas não irá travar. Ou seja, o motorista terá como controlar o carro.

Além disso, a direção elétrica oferece uma dirigibilidade mais confortável para o motorista; o motor, que sofria com os sistemas antigos, não tem perda de potência e nem desgaste das peças; ela é ecologicamente correta, pois não utiliza óleo e solta poucos ruídos, tanto internos como externos.

Entretanto, esse tipo de sistema também precisa de manutenção regular. Deve ser feita uma análise dos sensores e atuadores de direção elétrica, para não ocorrer panes no sistema.

Pronto, agora que você conhece os tipos de direções automotivas e sabe como elas funcionam, já sabe como cuidar da sua e sabe como escolher a melhor quando você for trocar de carro!

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e veja mais dicas e curiosidades!

Carro com direção elétrica ou hidráulica? – Blog Comprecar

Com o passar do tempo, cada vez mais novas tecnologias surgem e, com isso, avanços nas mecânicas dos carros. Tantas mudanças fazem com que as pessoas passem a ter dificuldade para saber o que é melhor e qual opção escolher.

Um belo exemplo é a direção do carro: afinal, qual possui mais segurança, qual é mais vantajosa, a hidráulica ou a elétrica? É importante entender as peculiaridades de cada uma delas, dessa forma, a pessoa consegue saber qual das duas poderá deixar sua direção mais confortável.

Direção elétrica

A direção elétrica possui um sistema separado do motor e, por ser independente, ele possibilita ao dono realizar instalações posteriores. Essa direção garante leveza ao volante e facilita na hora de fazer as manobras.

Ela precisa apenas de uma peça, pois sua atividade depende da velocidade do carro, não usando, assim, nenhum outro aditivo: dispensa uso de óleo, bomba, mangueira e correia.

Ela é praticamente livre de manutenções, além de ajudar na economia de combustível.

Vantagens e desvantagens da direção elétrica

  • Vantagens: a direção elétrica é quase isenta de
    manutenção, uma que vez, por ser mais simples, exige menos cuidados
    específicos. Caso o veículo sofra uma pane elétrica, a direção vai continuar
    funcionando, só ficará mais dura. Essa direção não prejudica o meio ambiente e
    consome pouca potência do motor, sendo muito indicada para novos motoristas,
    pois exige menos esforço muscular para realizar as manobras. Uma ótima vantagem
    é a economia com o combustível. 
  • Desvantagens: a direção elétrica não apresenta
    muitas desvantagens, no entanto, uma desvantagem que pode ser decisiva para
    muitos é a sua manutenção, nos raros casos em que é necessária. Caso a direção
    elétrica tenha algum defeito, o custo do conserto é bem elevado se comparado
    com a direção hidráulica. Os veículos equipados também possuem valor mais alto,
    e, caso a pessoa realmente queira possuir um carro com direção elétrica, vai
    precisar elevar seu investimento. No Brasil, ainda é difícil encontrar oficinas
    e profissionais especializados nesse tipo de sistema, o que é um ponto
    negativo.

Direção hidráulica

A direção hidráulica é composta por uma bomba hidráulica que trabalha em
conjunto com uma válvula, um reservatório de óleo e tubulações de alta e baixa
pressão, as quais são acionadas por meio de um propulsor do carro. Esse
mecanismo de direção contribui diretamente para a movimentação das rodas
dianteiras, facilitando sua rotação para onde o motorista deseja. 

Essa direção é muito conhecida pelos motoristas e, há alguns anos, era chamada de direção assistida, passando a ser mais popular pela sua utilização em caminhões. As montadoras começaram a sentir a necessidade de proporcioná-la também aos motoristas de carros de passeio e, então, passaram a adaptar o sistema para os carros pequenos. O item tornou-se essencial na hora de fechar a compra.

Vantagens e desvantagens da direção hidráulica

  • Vantagens: em comparação com a direção elétrica,
    as vantagens da hidráulica se mostram pequenas, mas bem definidas. A direção
    hidráulica diminui, em média, 80% do esforço do condutor em comparação com a
    direção manual, além de possuir uma manutenção com custo baixo.
  • Desvantagens: a direção hidráulica não pode ser
    colocada depois no veículo, pois é um sistema que já vem de fábrica. Todo e
    qualquer tipo de problema, como vazamentos, só conseguem ser solucionados por
    especialistas, devido à complexidade da direção. Outro ponto negativo diz
    respeito à frequência das manutenções, que precisam ser constantes. O fluido
    necessita de repetidas trocas. O prazo recomendado pelos fabricantes para a
    realização da manutenção é a cada 50 mil quilômetros rodados. 
Leia também:  Carros Peugeot 2008 Quilometragem Até 38,985 km com Direção elétrica Não blindado

Qual direção escolher?

Não podemos dizer qual direção você deve escolher, mas podemos afirmar
qual é a melhor direção. Por isso, depois de tudo que foi explicado e pelos
testes, a melhor direção é, de fato, a elétrica. A escolha deve-se à
complexidade do sistema da direção hidráulica, que depende de correia, bomba de
óleo, mangueira e outros itens para deixar a direção mais leve. 

A direção elétrica é muito mais simples: ela se resume a um motor
elétrico acoplado à coluna de direção. O resultado, no momento de dirigir, é
quase igual nas duas direções, mas a elétrica destaca-se por ter duas vantagens
grandes: a baixa necessidade de manutenção e o baixo consumo de combustível e
de potência do carro, coisas que são bem presentes na direção hidráulica. 

Conheça o Comprecar e compre seu carro usado em perfeito estado

A escolha da direção na hora de comprar um carro é muito importante para
o condutor, já que ela facilitará na hora de realizar manobras mais
complicadas, como balizas, além de determinar gastos com manutenção e até mesmo
com combustível. Esses pontos podem ser decisivos na hora da compra.

O Comprecar é uma plataforma bastante conhecida no interior de São Paulo e conta com vários modelos de carros usados com direção elétrica ou hidráulica. Acesse o site e confira as opções!

  • Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a Eletrico
  • Carros Manual em São Paulo com Direção hidráulica a Eletrico

Carro com câmbio automático: como dirigir? – Revista iCarros

Não importa se é convencional, CVT ou de dupla embreagem. O fato é que cada vez mais brasileiros optam pelo câmbio automático na hora de comprar um carro novo. Só que cada vez mais pessoas que nunca tiveram contato com esse tipo de transmissão precisam aprender a usá-la. Para isso, o iCarros separou algumas dicas de como dirigir um carro automático.

  • Leia mais: + Câmbio: manual, automatizado, automático ou CVT? + Dicas para evitar ser assaltado no trânsito + Coisas que você não sabia sobre o chicote elétrico do carro
  • Se familiarize com as posições do câmbio
  • Independente do câmbio, ele terá ao menos as posições abaixo:
  • P – Posição para ser usada quando o carro está parado, pois trava o câmbio e impede a movimentação do carro.

N – Neutro. Assim como em um carro manual, é a posição em que o carro fica “solto”, sem nenhuma marcha engatada.

R – Engata a marcha ré. Para ser utilizada apenas em manobras.

D – Significa “drive”, literalmente “dirigir” em português. É posição em que o câmbio trabalha e faz o carro se movimentar ao passo em que faz as trocas de marcha sozinho.

Esqueça o pé esquerdo

Um dos primeiros erros cometidos por quem acabou de sair de um carro manual para um automático é, sem querer, usar o freio com pé esquerdo. Acostumado à embreagem, esse pé gera freadas bruscas caso acione o freio. Em um carro automático, esqueça a perna esquerda e use somente a direita para acelerador e freio como você sempre fez.

Cuidado: ele anda sozinho

Esse é um fenômeno conhecido como “creeping”. Quando um carro automático está na posição D e o motorista apenas tira o pé do acelerador, o carro começa a andar lentamente para frente sozinho, mesmo sem acelerar. É bom ficar atento para não causar pequenos acidentes.

Não confie no apenas no P

Uma vez que o P trava o câmbio e o carro não se movimenta, alguns motoristas ficam tentados a esquecer de usar o freio de mão. Isso é prejudicial para o câmbio. A trava é mecânica e não é feita especificamente para segurar o peso do carro. Então, sempre use o freio de mão.

O ideal ao se parar em uma ladeira, por exemplo, é parar, puxar o freio de mão, colocar o câmbio em N, soltar o pedal de freio, esperar o carro parar completamente apenas com o freio de mão e aí sim colocar o câmbio em P.

No trânsito, posso colocar em N quando parar?

Em situações de trânsito intenso ou parado em semáforos, alguns motoristas colocam o câmbio em N. A atitude não é necessariamente maléfica, mas não traz benefícios.

Lembre-se que os câmbios automáticos foram feitos para ficarem parados em D já pensando nessa situação.

Nas transmissões mais modernas, as transmissões já simulam o neutro (desconectam o motor do câmbio) automaticamente quando parados, mesmo estando em D.

Não engate a ré ou P em movimento

Assim como não é recomendável engatar a ré com o carro em movimento em um carro manual, o mesmo ocorre com o câmbio automático. O risco aqui é forçar e até mesmo quebrar o elemento que faz o meio de campo entre o motor e o câmbio, seja um conversor de torque ou kit de embreagens, ou mesmo as engrenagens de marcha.

A mesma dica vale para a posição P. Como ele atua muitas vezes como uma trava mecânica do câmbio. Engatá-la com o carro em movimento gerará desgastes desnecessários e até mesmo a quebra.

Não acelere antes de colocar em D

Para arrancar com a rotação alta, alguns motoristas recomendam colocar o câmbio em N, acelerar e então colocar em D. Essa prática, além de um belo tranco, força e pode até quebrar o conversor de torque, ou kit de embreagens dependendo do câmbio.

Quando usar o modo manual?

Nos câmbios automáticos que permitem a seleção manual de marchas, você pode escolher a hora de trocar de marcha. Essa possibilidade facilita em casos de ultrapassagens, por exemplo. Basta acionar o botão ou borboleta para efetuar uma redução e obter quase que instantaneamente mais força do motor.

Em alguns casos, quando o motorista faz a troca manual com o câmbio em D, a transmissão volta sozinha para o modo automático normal depois de alguns segundos. Em modelos com borboletas, caso o motorista não queira esperar o câmbio retornar sozinho ao modo automático, basta segurar a aleta “+” para voltar ao modo normal.

E quando o câmbio não me obedece?

Usando o modo manual, o motorista pode se deparar com situações em que o câmbio não permite a troca de marcha pedida, geralmente sinalizada por uma mensagem no painel. A transmissão faz isso para se proteger e proteger o motor de uma redução que leve a rotação acima do permitido ou passar uma marcha para cima abaixo da rotação mínima de operação do motor.

Por que há um botão de trava no câmbio?

A maioria dos câmbios possui um botão de trava. Ele serve para impedir que as marchas sejam engatadas com o carro desligado, ou o acionamento acidental da transmissão com o carro ligado.

Em linhas gerais, o motorista não pode tirar o câmbio da posição P sem, simultaneamente, pisar no freio e apertar o botão da alavanca. O mesmo vale para engatar a ré na posição R.

Em modelos mais antigos, não existe uma trava, mas um trilho para dificultar o acionamento acidental ou brusco.

D3, 2, 1, L, S – Quando usar as outras opções do câmbio?

Além das quatro posições padrão, os câmbios automáticos podem possuir mais posições. Se elas aparecerem numeradas perto da alavanca, significa que você tem a opção de limitar o câmbio até aquela determinada marcha. Por exemplo: 3 limita até a terceira, 2 até a segunda e 1 usa apenas a primeira marcha.

Para câmbios do tipo CVT ou em transmissões automáticas sem modo manual é comum ver também as posições L ou S. L é de “low” e é uma posição que prioriza a força e pode ser usada com o carro muito carregado, por exemplo. Já o S é o modo esportivo, que prioriza o desempenho. Ambos podem ser usados para se obter mais freio motor em uma descida longa.  

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Carros com direção elétrica valem a pena? Conheça as vantagens

  • Pílulas HyundaiSaiba como transportar seu pet no carro com segurança
  • Pílulas HyundaiManutenção preventiva
  • Pílulas HyundaiDireção segura: saiba como dirigir bem na neblina, chuva, ladeira e mais!
  • Pílulas HyundaiVocê sabe usar o triângulo de sinalização?
  • Pílulas HyundaiConhecendo o DRL
  • Pílulas HyundaiAplicativo Hyundai Sempre
  • Pílulas HyundaiSempre com você
  • Pílulas HyundaiCâmbio automático e manual: entenda suas diferenças!
  • Pílulas HyundaiComo usar os recursos do seu câmbio automático
  • Pílulas HyundaiHora de trocar os pneus
  • Pílulas HyundaiBebê a bordo
  • Pílulas HyundaiAgendamento de revisão: confira como funciona na Hyundai
  • Pílulas HyundaiConhecimento não para: 4 dicas para a manutenção do seu carro na quarentena
  • Pílulas HyundaiCarro para família: neste Dia dos Pais, por que optar por um Hyundai?
  • Pílulas HyundaiAprenda como limpar banco de carro seguindo estes 6 passos
  • Pílulas Hyundai5 dicas de planejamento financeiro para você conseguir se programar na compra de um veículo
  • Pílulas HyundaiPor que dar um carro de presente quando o filho passa no vestibular
  • Pílulas HyundaiDocumento de carro: afinal, qual a diferença entre CRV e CRLV?
  • Pílulas HyundaiManutenção de ar-condicionado veicular: como fazer corretamente?
  • Pílulas HyundaiCarros para jovens: TOP 5 modelos mais procurados
  • Pílulas HyundaiBlack Friday: como realizar as suas compras de forma consciente?
  • Pílulas HyundaiBrincadeiras para fazer no carro: 7 ideias para entreter as crianças
  • Pílulas HyundaiÁlcool ou gasolina: como saber qual a melhor opção?
  • Pílulas HyundaiDicas para evitar o enjoo no carro
  • Pílulas Hyundai12 cuidados essenciais para ter com o carro no verão
  • Pílulas HyundaiMotor de carro: saiba quais os tipos e qual o ideal para você!
  • Pílulas HyundaiCarro popular: conheça a lista de modelos HB20
  • Pílulas HyundaiGuia rápido da compra de carros: tudo o que você deve saber!
  • Pílulas HyundaiComo escolher o modelo do HB20 de acordo com as suas necessidades
  • Pílulas HyundaiPresente de Natal para quem gosta de carros: confira 5 ideias
  • Pílulas HyundaiComo calcular o custo de viagem de carro?
  • Pílulas HyundaiVai comprar o seu carro? Confira tudo o que você precisa saber!
  • Pílulas HyundaiCarro esportivo: tudo que você precisa saber para se apaixonar por esse estilo
  • Pílulas HyundaiPrimeiro carro: saiba o que você precisa observar antes da compra!
  • Pílulas HyundaiComo declarar o carro no Imposto de Renda: confira!
  • Pílulas HyundaiAcessórios para carro essenciais para quem tem filhos pequenos
  • Pílulas HyundaiCarros no litoral: confira como proteger o seu veículo!
  • Pílulas HyundaiPasso a passo de como trocar o pneu
  • Pílulas HyundaiPasso a passo de como trocar o pneu
  • Pílulas HyundaiPasso a passo de como trocar o pneu
  • Pílulas HyundaiCarro parado muito tempo pode trazer problemas. Veja como evitá-los
  • Pílulas HyundaiConheça os perigos de usar celular ao volante
  • Pílulas HyundaiBarulho no carro? Saiba identificar os ruídos mais comuns
  • DescubraDando carona para boas ideias na quarentena
  • DescubraQuarentena: como conciliar o home office com os filhos em casa?
  • DescubraExercícios em casa: saiba como fazer durante o isolamento
  • DescubraCuidados com o idoso na quarentena: saiba como protegê-los!
  • DescubraHyundai na luta contra a Covid-19
  • DescubraO coronavírus e os animais de estimação
  • DescubraCoronavírus: veja dicas de como se proteger no carro!
  • DescubraOs inúmeros testes que asseguram a qualidade
  • DescubraMeu Hyundai – Vantagens e benefícios exclusivos
  • DescubraConheça o Hyundai Motorstudio
  • DescubraConheça o Hyundai Motorstudio
  • DescubraHyundai Sonata é premiado no iF Design Award
  • DescubraHB20 Sport Nova Geração: conheça o modelo!
  • DescubraNovo Creta: conheça o modelo com design renovado
  • DescubraHB20 Nova Geração: O design ousado, explicado por seu mentor
  • DescubraHB20 Nova Geração chega estabelecendo novos parâmetros. Confira!
  • DescubraConheça o HB20S e seu irresistível estilo fastback
  • DescubraDescarte correto do lixo protege coletores e preserva o meio ambiente
  • DescubraDando carona para boas ideias na quarentena
  • DescubraDia da família em nova roupagem
  • DescubraInternet vira o novo normal
  • DescubraUm guia explicativo sobre os cuidados com a saúde em seu dia nacional
  • DescubraComportamento de compra na pandemia: 6 alternativas seguras e online!
  • Descubra7 cuidados com o meio ambiente para ter um mundo melhor!
  • DescubraSegurança no trânsito: como fazer a sua parte
  • DescubraPlaca Mercosul: veja as principais dúvidas sobre o assunto
  • DescubraComando de voz para carros: entenda como funciona e os seus benefícios
  • DescubraComando de voz para carros: entenda como funciona e os seus benefícios
  • DescubraEntenda qual é o insulfilm permitido por lei
  • DescubraIPVA: entenda tudo sobre essa taxa
  • DescubraViajar de carro: 14 dicas para não passar aperto
  • DescubraEsportivos da Hyundai: conheça o Elantra N Line
  • DescubraDescubra quais são os maiores benefícios das viagens de carro
  • DescubraDPVAT: entenda o que é esse seguro e quando ele pode ser usado!
  • DescubraVale a pena fazer seguro de carro? Veja 5 motivos para investir!
  • DescubraPrimeira viagem de carro? Saiba o que levar em consideração antes de pegar a estrada
  • DescubraAlarme volumétrico: como funciona? Saiba por que ter um no seu carro
  • DescubraMelhores carros para os diferentes tipos de estrada
  • DescubraFarol de milha ou neblina? Veja as diferenças entre eles
  • DescubraQuando é hora de trocar de carro? Veja 10 sinais
  • DescubraBalanceamento e alinhamento do carro: quando é a hora certa de fazer?
  • InstitucionalPrimeira revisão com mão de obra gratuita
  • InstitucionalA Hyundai no esporte
  • InstitucionalA Hyundai no esporte
  • InstitucionalDicas de segurança pessoal para as mulheres no trânsito
  • InstitucionalO futuro da moda é sustentável
  • InstitucionalA carta de um atleta que mudou a rotina da Hyundai
  • InstitucionalSensuous Sportiness
  • InstitucionalDia Nacional da Luta da pessoa com deficiência
  • InstitucionalConheça o HB20 Nova Geração
  • InstitucionalA ousadia em forma de automóvel
  • InstitucionalA luta das pessoas com deficiência
  • InstitucionalA Hyundai no esporte
  • Institucional#ThisIsUs. A humanidade prevalece.
  • InstitucionalHyundai abre seu programa de relacionamento para todos
  • InstitucionalTransporte Solidário Hyundai: Coronavírus e a responsabilidade social das empresas
  • InstitucionalAprenda técnicas de futebol com o Chelsea FC
  • InstitucionalA velocidade e a agilidade que o nosso mundo pós-COVID precisa neste exato momento
  • InstitucionalIONIQ: Responsável por fazer o mundo girar
  • InstitucionalSemana do Cliente Hyundai: uma semana para descobrir todas as vantagens de ter um Hyundai
  • InstitucionalSensuous Sportiness: veja como o design é um diferencial para o seu carro!
  • InstitucionalDesign de carro: entenda os detalhes do HB20 e seus diferenciais
  • InstitucionalIONIQ: Responsável por fazer o mundo girar
  • Estilo de VidaA arte está de portas abertas
  • Estilo de VidaAcessórios para os esportistas
  • Estilo de VidaKey Band: conheça o acessório disponível para o Creta Prestige
  • Estilo de VidaConfira as 5 estradas mais bonitas do Brasil para conhecer de carro
  • Estilo de VidaCultura da Coreia: veja 6 curiosidades do país!
  • Estilo de Vida7 situações especiais que todo mundo que adora carro já viveu ou ainda vai viver
  • Estilo de VidaDa culinária às grandes festas, conheça curiosidades sobre a Coreia do Sul
  • Estilo de VidaCoronavírus: cuidados básicos ao utilizar o drive-thru
  • Estilo de VidaCopa do Mundo Sub-17 da FIFA
  • Estilo de VidaCuriosidades sobre Piracicaba
  • Estilo de VidaDia Mundial do Livro
  • Estilo de VidaDicas para deixar seu home office mais produtivo
  • Estilo de VidaK-pop: você conheça essa onda coreana? Confira!
  • Estilo de VidaCoronavírus: saiba quais são os cuidados básicos ao utilizar o drive-thru
  • Estilo de VidaCovid-19 e segurança: por que comprar um carro sem sair de casa
  • Estilo de Vida9 dicas para uma viagem de carro inesquecível
  • Estilo de Vida6 filmes sobre viagens de carro para te inspirar a pegar a estrada
  • Estilo de VidaVeja como personalizar seu HB20
  • Estilo de VidaViajar de carro pelo nordeste: conheça as melhores rotas
  • Estilo de VidaComo funciona o envelopamento de carros? Entenda mais sobre a técnica
  • Inovação e TecnologiaClareza e modernidade: confira o painel de instrumentos do HB20 Nova Geração
  • Inovação e TecnologiaConforto ampliado
  • Inovação e TecnologiaConheça o aventureiro que combina a ousadia da Esportividade Sensual com o visual robusto, imponente e exclusivo.
  • Hyundai ExplicaHB20 Sense: conheça um dos modelos mais versáteis e queridos no lineup Hyundai
  • Hyundai ExplicaMais segurança para sua família
  • Hyundai ExplicaAssistente de partida em rampa: confira como funciona!
  • Hyundai ExplicaConforto no Creta 2020
  • Hyundai ExplicaTecnologia do Creta 2020
  • Hyundai ExplicaExclusividades no segmento Creta 2020
  • Hyundai ExplicaDesign do Creta 2020
  • Hyundai ExplicaSegurança no Creta 2020
  • Hyundai ExplicaGarantia: tudo o que você precisa saber sobre o assunto!
  • Hyundai ExplicaNova central blueMedia®: confira o seu charme e funcionalidade!
  • Hyundai ExplicaConheça a Injeção direta de combustível
  • Hyundai ExplicaComo o turbo reduz o consumo e aumenta a potência
  • Hyundai ExplicaDe olho na pressão
  • Hyundai ExplicaPraticidade na hora de estacionar
  • Hyundai ExplicaStop & Go: economia até no trânsito
  • Hyundai ExplicaCreta Prestige: prestígio e elegância para quem gosta de exclusividade
  • Hyundai ExplicaHB20 Diamond Plus: quase um diamante com segurança para novas experiências
  • Hyundai ExplicaHB20 Sport: conheça o esportivo para os descolados rodarem com ousadia
  • Hyundai ExplicaHB20X Diamond Plus: quase um diamante III com muito mais potência para suas aventuras | Hyundai Motor Brasil
  • Hyundai ExplicaHB20S Diamond Plus: quase um diamante II com design e tecnologia
  • Hyundai ExplicaProtagonista da eficiência energética
  • Hyundai ExplicaHB20 Vision: visão e conforto com modernidade
  • Hyundai ExplicaHyundai Express: 6 passos para comprar seu carro sem sair de casa
  • Hyundai ExplicaMotor 1.0 turbo vs motor 1.6: conheça os diferenciais de cada modelo
  • Hyundai ExplicaMotor turbo: entenda como ele funciona
  • Hyundai ExplicaEntenda qual é o insulfilm permitido por lei
  • Hyundai ExplicaManutenção preventiva: veja sua importância e quando fazer
  • Hyundai ExplicaCuidados com o carro: veja 9 erros que você não pode cometer
  • Hyundai ExplicaHB20 turbo: confira agora mesmo as principais características!
  • Hyundai ExplicaTest drive: 7 dicas para aproveitar ao máximo
  • Hyundai ExplicaQuais são os significados das luzes no painel do carro? Entenda
  • Hyundai ExplicaCarro novo ou usado: saiba qual é a melhor opção!
  • Hyundai ExplicaItens de segurança para carros: confira os 7 principais!
  • Hyundai ExplicaPotência do motor: qual a ideal para você?
  • Hyundai ExplicaPastilhas de freio: saiba qual é a importância de fazer a troca!
  • Hyundai Explica5 vantagens de dirigir um HB20 automático
  • Hyundai ExplicaEntenda como o airbag funciona e sua importância para a segurança
  • Hyundai ExplicaComo fazer compra de carros online? Veja dicas
  • Hyundai ExplicaComo funciona o controle eletrônico de estabilidade (ESP)?
  • Hyundai ExplicaComo funciona o limitador de velocidade no HB20?
  • Hyundai ExplicaSaiba como é o espaço do porta-malas do HB20
Leia também:  Carros usados Manual em São Paulo com Direção hidráulica

Novas regras PcD 2020 em SP: principais perguntas e respostas

Em outubro, foram implementadas alterações significativas na legislação para solicitação de isenção de impostos na compra de carro PcD em São Paulo.

O governador João Doria publicou uma lei e um decreto que modificaram significativamente as condições para que sejam concedidas isenções e os modelos que poderão ser adquiridos.

Em 15 de outubro, foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo a Lei 17.293/2020 que sancionou o PL 529/2020 que trata, entre outros temas, das normas para concessão de isenção de IPVA e ICMS no estado.

VEJA TAMBÉM:

Cinco dias depois, foi a vez do Decreto 65.259 que ratificou a alteração do prazo para solicitação de isenção de ICMS sugerida pelo Confaz através do Decreto 50/18 de 05 de julho de 2018 com efeitos retroativos à sua ratificação nacional, dia 26 de julho daquele mesmo ano.

Muitas dúvidas surgiram a partir de então e neste artigo tentarei responder as mais frequentes. A maioria das dúvidas estão relacionadas às deficiências que dão direito à isenção de IPVA e à questão da retroatividade do prazo da isenção de ICMS, que passou de 2 para 4 anos. Seguem as principais questões sobre as “novas regras PcD 2020”.

Com a nova regra, qual o prazo para vender carro PcD em SP?

  • Após publicar um vídeo em que afirmo que quem comprou veículo após a publicação do decreto deverá ficar 4anos com ele desde a ratificação do Convênio 50/18 em julho de 2018, recebi um comentário de um advogado dizendo que eu estava equivocado.
  • Segundo o advogado, pode sim vender veículo adquirido após a ratificação com dois anos, tanto que consta esta informação na nota fiscal de compra, porém este mesmo proprietário só poderia solicitar nova isenção em quatro anos.
  • Conversei com outro advogado que falou que “pela literalidade da lei, quem comprou veículo após a ratificação em 2018, deveria ficar com o ele por quatro anos”.
  • O fato é que a nova regra PcD é muito recente, cada um está tendo uma interpretação – até advogados com posições diferentes -, e haverá regulamentação por parte da Secretaria de Fazenda.
Leia também:  Hatch Ford Ka 2020 com Vidro elétrico

Consultar Detran SP

Na prática, se está na nota fiscal do carro que pode transferir após dois anos, o que a pessoa deve fazer é consultar no sistema ou no aplicativo do Detran SP se há pendências de transferência.

O sistema informa pendências de qualquer natureza, inclusive tributária. Se a pessoa pretende ou precisa vender, deve fazer essa consulta e vender se estiver sem pendências.

  1. Uma coisa, porém, todos os juristas consultados concordam: o prazo para nova solicitação de ICMS retroagiu e todos que compraram veículos após julho de 2018 só conseguirão solicitar nova isenção quando completar quatro anos da Nota Fiscal de compra destes veículos.
  2. Também falo sobre essas dúvidas neste vídeo:

Esta é uma das questões mais controversas do decreto 65.259/20. Há três datas que podem ser consideradas para a questão da retroatividade da nova regra PcD 2020. A primeira delas, que é citada na lei é o dia 05 de julho de 2018, data da publicação do Convênio 50/18 do Confaz que alterou o prazo para a pessoa com deficiência ficar com o carro de 2 para 4 anos.

De acordo com o decreto, “O prazo de 4 (quatro) anos … aplica-se, também, aos veículos novos adquiridos a partir da data da publicação da ratificação nacional do Convênio ICMS 50/18, de 5 de julho de 2018”.

Porém, o convênio foi ratificado nacionalmente somente em 26 de julho de 2018. E, ainda, no mesmo decreto está escrito em seu Artigo 3º: “Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos desde 26 de julho de 2020” .

Esta confusão de datas deixou os consumidores paulistas completamente perdidos. Afinal, qual data predomina?

Cinco carros mais baratos que os R$ 13.000 do novo Samsung Galaxy Fold

Encontramos uma Chevrolet Blazer custando menos que o smartphone Divulgação/Chevrolet

O mais novo aparelho celular do mercado é o Samsung Galaxy Fold.

O dispositivo chama a atenção por possuir uma tela articulada dobrável, inédita entre os smartphones. Além de contar com outros atributos como 12 gb de memória RAM, bateria dupla de 4.380 mAh e um conjunto de seis câmeras fotográficas.

Samsung Galaxy Fold já está a venda por R$ 12.999 Samsung/Divulgação

Entretanto, para ter um destes no bolso você precisará desembolsar a pequena fortuna de R$ 12.999.

QUATRO RODAS então decidiu listar cinco carros que podem ir para sua garagem por um valor menor que o do novo smartphone da Samsung.

1- Ford Ka 1.0 flex 2009/10 – 79.000 km: R$ 12.900

Divulgação/Ford

O hatch compacto está à venda em Rio das Ostras (RJ), é preto e tem duas portas. Ainda vem equipado com alarme, desembaçador e limpador traseiro e travas elétricas.

O motor é um 1.0 MPI flex de 73 cv de potência, com câmbio manual de cinco marchas.

2- Citroën Xsara Picasso 2001 – 165.000 km: R$ 10.500

Continua após a publicidade

Com essa oferta você pode levar toda sua família para viajar a bordo do Picasso e ainda sobrariam R$ 2.500 para bancar gasolina e hospedagem.

A minivan está à venda em São Paulo (SP) e é equipada com ar-condicionado, direção hidráulica e até sensor de estacionamento. O motor 2.0 a gasolina vem acoplado a um câmbio manual e gera 118 cv.

3- VW Parati 1.0 turbo 2001 – 105.000 km: R$ 12.899

Acervo/Quatro Rodas

Pelo preço de um smartphone, você pode adquirir uma das mais emblemáticas peruas do Brasil.

A Parati 2001 que encontramos ainda é a versão topo de linha da época, com motor 1.0 turbo de 112 cv. Ar-condicionado, vidros elétricos e direção hidráulica são de série no modelo. Este “achado” está a venda em Santo André (SP). 

4- Chrysler Stratus 2000 – 150.000 km: R$ 12.000

Divulgação/Chrysler

Que tal um sedã importado completinho por R$ 12.000? Este Chrysler Stratus conta com motor 2.5 V6 de 163 cv e vem equipado com itens como airbag, freios ABS, ar-condicionado e retrovisores elétricos.

O modelo está a venda em São Paulo (SP) e , segundo o vendedor, tem preço negociável.

5- Chevrolet Blazer 1996 – 300.000 km: R$ 12.000

Divulgação/Chevrolet

Se sua preferência for um SUV, tudo bem. Você pode adquirir um Chevrolet Blazer R$ 1.000 mais barato que o celular Samsung.

Segundo o dono, o motor 2.2 a gasolina foi todo refeito. O detalhe surpreendente: o modelo roda também com GNV. O carro está a venda em Maceió (AL) e tem ar-condicionado, freios ABS e vidros elétricos.

Continua após a publicidade

  • carro usado
  • Curiosidades
  • lista

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*