Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8

O Ford Fiesta Sedan 2009 1.6 Flex é um dos compactos de maior sucesso tanto no mercado de veículos 0KM quanto no segmento de semi-novos e usados. O carro agrada o público consumidor com uma receita de sucesso: prazer ao dirigir, conforto, espaço, bom desempenho e economia de combustível.

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex CompletoTudo isso por um preço extremamente competitivo: o mercado de semi-novos e usados oferece Ford Fiesta Sedan 2009 Flex com baixa quilometragem por um preço inferior a R$ 35.000,00.

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex – LateralEsse preço pode ser considerado uma excelente relação custo / benefício em se tratando de um automóvel com um motor 1.6 Zetec Rocam Flex.
Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex – Lateral TraseiraEstilo moderno

O Ford Fiesta Sedan 2009 1.6 Flex tem linhas modernas e atuais. A frente é similar à do modelo hatch, mas a traseira é inspirada nos modelos de luxo Ford Mondeo e Ford Focus Sedan, com lanternas triangulares que contém um círculo interno. O resultado global é um conjunto harmonioso e agradável.

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex FrenteA carroceria do Ford Fiesta Sedan 2009 1.6 Flex é 30 centímetros mais longa que a do modelo hatch. Seu comprimento total é de 4,20 metros, permitindo uma ampliação do porta-malas, que tem capacidade de 478 litros, um volume adequado à proposta do carro, e superior até mesmo a carros maiores, como o Honda Civic com 340 litros.
Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex – Traseira – Porta Malas
O acesso ao porta-malas é muito facilitado pois o Fista dispõe de uma dobradiça escamoteável que não invade a região das malas, permitindo um aproveitamento maior do espaço disponível.
Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex- Traseira
Ao voltante

O Ford Fiesta Sedan 2009 1.6 Flex é um automóvel que traz prazer ao motorista: o volante é macio mas ao mesmo tempo seguro; a suspensão tem um acerto correto que permite um bom compromisso entre conforto e estabilidade; o motor tem respostas rápidas garantindo a segurança. Além de tudo, o interior silencioso, sem barulhos ajuda a criar um ambiente agradável.

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex – Interior Painel
Outro ponto de destaque é o fato de motor, câmbio, direção e suspensão estarem ajustados de forma muito acertada, facilitando ainda mais a vida do motorista, tornando as viagens pouco cansativas.
Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex – Interior Bancos DianteirosMotor – Desempenho

O motor do Ford Fiesta Sedan 2009 1.6 Flex utiliza oferece uma potência respeitável de 111 cavalos quando abastecido com álcool, e 105,2 cavalos quando usada gasolina. Esse nível elevado de potência em um carro leve resulta em um carro extremamente ágil, capaz de acelerar de 0 a 100Km/h em 11,4 segundos (segundo dados da Revista Quatro Rodas).

Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex Completo – PainelConsumo

Apesar do ótimo desempenho, o Ford Fiesta Sedan 2009 1.6 Flex é um carro econômico, fazendo até 8,6 km/l de gasolina na cidade, média que cai para 6,8 km/l quando usado o álcool. Na estrada, o Fiesta percorre 14,0 km/l quando abastecido com gasolina, e 10,2 km/l com álcool.

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex – Painel de Instrumentos
Ficha Técnica Motor

  • Dianteiro, transversal, 4 cilindros, 8 válvulas
  • Cilindrada: 1598 cm3
  • Diâmetro x curso: 82,1 x 75,5 mm
  • Taxa de compressão: 12,3:1
  • Potência: 105,2 cv (G)/ 111 cv (A) a 5500 rpm
  • Torque: 14,8 mkgf (G)/ 15,8 mkgf (A) a 4200 rpm

Câmbio

  • Manual de 5 marchas, tração dianteira
  • Rotação do motor a 100 km/h em 5ª – 2500 rpm

Carroceria

  • Sedã, 4 portas, 4 lugares
  • Dimensões: Comprimento, 420 cm; largura, 176 cm; altura, 149 cm; entre-eixos, 249 cm
  • Peso: 1128 kg
  • Peso/potência: 10,7 kg/cv (G)/ 10,2 kg/cv (A)
  • Peso/torque: 76,2 kg/mkgf (G)/ 71,4 kg/mkgf (A)

Volumes:

  • Porta-malas, 478 l; 
  • tanque de combustível, 45 l

Suspensão

  • Molas helicoidais e amortecedores pressurizados
  • Dianteira: Independente, tipo McPherson, com barra estabilizadora
  • Traseira: Semi-independente, com barra estabilizadora

Freios

  • Discos, na dianteira, e sólidos, na traseira, com ABS (opcional)

Direção

  • Hidráulica, do tipo pinhão e cremalheira;
  • diâmetro de giro 10,2 metros;
  • 3,5 voltas entre batentes

Rodas e pneus

  • Liga leve, aro 14; Pirelli Cinturato P4 175/65 R14

O Ford Fiesta Sedan 2009 1.6 Flex configura-se uma das melhores opções do mercado de usados em sua faixa de preço e categoria, tendo em vista que é um carro confiável, equipado com um motor moderno, potente e econômico.
Foto: Ford Fiesta 2009 1.6 Flex Completo + Ar-Condicionado
Associado à boa mecânica o interior confortável, equipado com ar-condicionado, direção hidráulica, trio-elétrico forma um conjunto agradável, que, associado ao silêncio ao rodar, cria um ambiente muito interessante.

11 Mitos e Verdades Sobre Ar Condicionado de Carro

  • Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8
  • Sobreviver ao verão brasileiro sem um ar-condicionado de carro é um tremendo desafio.
  • Estar dentro do automóvel, sob um sol escaldante, em um trânsito parado, é uma situação desagradável por si só.
  • Sem um ar-condicionado de carro, você pode imaginar como essa situação se tornaria ainda pior.
  • O mais curioso é que muitos proprietários de veículos preferem não instalar o equipamento, por conta de alguns mitos sobre ar-condicionado de carro, que circulam entre os condutores.
  • E, como você já sabe, em tempos de uso intenso das redes sociais, um boato se dissemina como verdade rapidamente.
  • Decidi escrever este artigo justamente por esse motivo: desfazer os mitos sobre ar-condicionado de carro; mas também para explicar a você como esse equipamento veicular funciona.
Leia também:  Hatch usados Automatizado com Ar condicionado

Você sabe o que fazer quando o ar-condicionado não gela, por exemplo? Neste artigo, você aprenderá.

Boa leitura!

Ar Condicionado Automotivo

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8As altas temperaturas do verão já estão aí e, com isso, o ar condicionado se faz cada vez mais necessário

  1. Conforme o inverno vai se despendido, começamos a pensar em formas de driblar o calor intenso que vem com o verão.
  2. Investimos em um ar-condicionado e ventiladores mais potentes para manter a casa fresquinha, mas não podemos nos esquecer do tempo em que passamos dentro do veículo, não é?
  3. Se as suas condições financeiras permitem, investir em um veículo com um bom ar-condicionado pode tornar seus dias de verão dentro do carro muito mais confortáveis.
  4. Mas saiba que, para não ter problemas com o aparelho, é importante conhecê-lo.
  5. A partir de agora, você aprenderá como o sistema de ar condicionado do seu veículo funciona.

Como o ar condicionado trabalha

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8Entenda como o equipamento consegue deixar o ar de dentro do carro gelado

  • Qualquer sistema que reduz a temperatura do ar funciona de forma semelhante.
  • Um gás inativo é colocado em um sistema selado e, então, pressurizado por um compressor.
  • E, como aprendemos nas aulas de física, um gás pressurizado  se aquece, absorvendo energia em torno dele.
  • Em um sistema de ar condicionado, o gás quente passa a circular por uma série de tubos, dissipando seu calor.
  • À medida que o calor se dissipa, o gás retorna à forma líquida, voltando a circular.
  • É justamente esse processo de absorver o calor interno e eliminá-lo em um espaço externo que produz o efeito de resfriamento.

Durante muitos anos, o Freon era o gás utilizado no processo. No entanto, por ser prejudicial à camada de ozônio, ele deixou de ser utilizado nos automóveis, sendo substituído pelo gás Refrigerante R-134a, menos eficiente, mas menos agressivo.

Na próxima seção, em que falarei sobre os componentes desse sistema, você entenderá melhor seu funcionamento.

Continue a leitura!

Componentes do Sistema de Ar-condicionado do Carro

O sistema de ar-condicionado é composto por três principais elementos: um compressor, um condensador e um evaporador (ou secador). Também tem em sua composição sensores e linhas de refrigeração.

Veja, a seguir, a função de cada um deles no funcionamento do sistema.

Compressor

O compressor é o coração do ar-condicionado, por assim dizer. É ele que leva o gás e o pressuriza, para que ele absorva o calor e arrefeça o ar.

O compressor se movimenta por uma correia do motor, e é ligado e desligado por uma embreagem elétrica.

Condensador

O condensador é como um radiador em miniatura, geralmente montado na frente do carro, ao lado do seu grande radiador.

IPVA 2021 e DPVAT 2021: Consulta, Tabela e Valor

Os proprietários de veículos registrados no estado de São Paulo já podem conferir o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2021 e fazer o pagamento na rede bancária.

O IPVA 2021 São Paulo é o imposto cobrado sobre a propriedade de veículos automotores – carros, motos, vans, caminhões, ônibus e similares – sendo essa arrecadação utilizada para reparos básicos do estado, estando ou não relacionados com as vias ou o trânsito.

O valor do IPVA corresponde diretamente ao valor do carro. Logo, quanto mais caro for o carro, mais caro será o valor do IPVA. Confira tudo o que você precisa sobre o IPVA logo abaixo:

O IPVA 2021 SP é obrigatório

O IPVA é de caráter obrigatório e deve ser pago anualmente, para que assim o condutor possa receber o licenciamento de seu veículo. É recolhido pelo DETRAN SP.

As alíquotas de pagamento do IPVA alteram conforme o seu veículo, podendo atingir 4% para veículos de passeio. O valor recebido se divide entre os governos municipal e do estado. Confira o valor do IPVA 2021 no Sudeste:

Aqueles que realizarem o pagamento do imposto em apenas uma parcela recebem 5% de desconto sobre o valor total, o que facilita o pagamento para veículos mais caros. Esse valor arrecadado é utilizado para diversas melhorias do estado, entre elas:

  • melhor sinalização nas vias;
  • manter programas de educação no trânsito.

Para onde vai o dinheiro do IPVA 2021?

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8

O dinheiro arrecadado é dividido entre o estado e o município onde o automóvel foi registrado, ou seja, não é destinado ao Governo Federal. Com o valor recebido, o poder público deve realizar investimentos na educação e em outros sistemas.

Para entender essa partilha, a divisão é feita assim: 40% do valor recolhido é encaminhado para governo estadual e mais 40% é destino à prefeitura onde é responsável pela cidade onde houve o emplacamento.

Leia também:  Carros Toyota usados com Air bag duplo

Os outros 20% vão para a Fundeb, que é o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

O que acontece se eu não pagar o IPVA 2021?

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8

Não pagar o IPVA 2021 gerá graves consequências ao proprietário do veículo, como o ficar impedido de realizar o licenciamento.

Quem for pego com o licenciamento irregular em uma blitz, por exemplo, poderá ter o carro apreendido.

Carro com IPVA 2021 atrasado pode ser apreendido?

O IPVA atrasado em si não ocasiona apreensão em situações como a da blitz. É possível recorrer e solicitar indenização. Muitos especialistas, geralmente advogados, defendem que o estado não tem o direito de retirar bens de cidadãos, e o correto é analisar outra forma de fazer a cobrança.

Com isso, a boa notícia é que o proprietário do veículo não fica refém de uma dívida por muito tempo. É viável pagar IPVA atrasado de outros anos. Por meio do site do Detran do seu estado, é possível fazer uma consulta referente às pendências do seu veículo. Basta informar a placa e o Renavam.

Valor do IPVA 2021 em SP: Um dos mais altos do país

Carros cor Preto Quilometragem Até 88,000 km com Ar quente, Trio eletrico com final da placa 7,8

  • Quem reside no estado de São Paulo e possui um veículo registrado, sabe que o valor do IPVA por aqui é um dos mais altos de todo o país.
  • O valor do IPVA 2021 SP varia de acordo com a categoria do veículo e com o preço de venda de cada automóvel, calculado pela Tabela Fipe e divulgado pelo diário oficial do Estado de São Paulo (DOSP).
  • Por conta da desvalorização média da frota, o IPVA 2021 em São Paulo será 3,54% “mais barato” com base em estimativas da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Os dias de pagamento são definidos de acordo com a região e o final da placa de cada veículo. O imposto pode ser dividido em até três vezes, com parcelas distribuídas entre os meses de janeiro e março. O contribuinte pode optar por pagar em uma única parcela com desconto.

Como consultar o IPVA 2021 SP

Para quem deseja se planejar, saber de quanto é o valor do IPVA 2021 SP e dessa forma realizar o pagamento de forma a vista, obtendo desta forma um desconto em cima desse tributo, é necessário acessar o site da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, e seguir os passos a seguir:

  1. Acesse o portal SEFAZ SP;
  2. Clique em “IPVA”, à direita;
  3. Clique em “Consulta de débitos Vinculados ao Veículo”;
  4. Digite o número do RENAVAM;
  5. Digite a PLACA do veículo;
  6. Digite o CÓDIGO da imagem;
  7. Clique em “Consultar”;
  8. Confira o valor do Imposto e se necessário, imprima a guia de pagamento. 

Por meio desse portal, você só terá acesso à guia de pagamento se tiver em mãos o número do Renavam e da Placa do automóvel. Assim, o sistema do próprio site consegue localizar qual o seu veículo e indicar qual o seu custo.

Outra vantagem é que você fica sabendo se existe algum débito em atraso e assim pode regularizar a sua situação.

Tabela IPVA 2021 SP

O valor do IPVA é baseado em uma alíquota diferente em cada estado. As taxas variam de 0,5% a 4% sobre o valor venal do veículo, que é determinado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Para organizar melhor o pagamento do IPVA 2021 SP, é necessário que seja realizado um escalonamento melhor dessa quitação. O Governo de SP criou uma tabela de pagamento, na qual, segue-se o número final da placa de cada veículo.

Desse modo, os proprietários de veículo com placa final 1 deve realizar o pagamento até o dia 9/03. Já que possui veículo com final 2, deve pagar até o dia 10/03 e assim sucessivamente, até os proprietários de veículos com final de placa zero, que realizam o pagamento no dia 22/03.

Tabela IPVA 2020 SP para Carros, Motos, Caminhões, Ônibus e similares
Mês Janeiro Fevereiro Março
Parcela 1ª parcela ou cota única com desconto 2ª parcela ou cota única sem desconto 3ª parcela
Placa Dia do vencimento Dia do vencimento Dia do vencimento
Final 1 09/01/2021

Placas de carro: conheça os seus significados — GARAGEM 360

Branca com letras pretas, vermelha com letras brancas, preta com letras brancas… São vários o tipos de placas de carros que podem ser vistos pelas ruas do Brasil. Mas você sabe o que todas elas significam? Pois agora irá descobrir.

Obrigatórias em carros, motos, caminhões, vans, ônibus e demais veículos que circulem em vias públicas, as placas indicam diferentes categorias de uso, e todas são regulamentadas pela resolução 231 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), órgão vinculado ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Vale salientar que a legislação é igual e válida em todo o território nacional.

Confira abaixo os tipos de placas existentes no país:

Cinza com letras pretas: usada em veículos considerados particulares. É a mais comum no trânsito.

Vermelha com letras brancas: indica que o veículo  é especifico para aluguel (como os táxis), transporte público (ônibus e lotações) e carga (caminhões).

Verde com letras brancas: caracteriza veículo em fase de testes. Normalmente é utilizada por montadoras e até oficinas.

Leia também:  Suv em Santo André com final da placa 9,0

Branca com letras vermelhas: significa que o carro ou a moto é usado para aprendizado. O modelo é bastante visto em automóveis de auto-escolas.

Preta com letras brancas: identifica os veículos, quase sempre pertencentes à colecionadores, que têm mais de 30 anos de fabricação. É um atestado de que o modelo possui características originais e está em bom estado de conservação.

Azul com letras brancas: normalmente a cor é utilizada por corpos consulares, diplomáticos ou organismos internacionais, mas também pode ser vista em automóveis de montadoras.

Branca com letras pretas: é usada por veículos oficiais federais, estaduais ou municipais. Viaturas policiais e carros de bombeiros e da prefeitura também possuem este tipo de placa.

Verde e amarela com letras douradas: retrata os carros usados pela presidente da República, o vice-presidente do país, ministros de Estado, presidentes do Senado e da Câmara e outras autoridades federais dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo.

Colecionadores

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo, para usar a placa preta os motoristas devem seguir as regras estabelecidas pelas resoluções 56 e 127 do Contran. Elas indicam que os veículos devem ter sido fabricados há mais de trinta anos e, além disso, devem ter suas características originais de conservação e integrar uma coleção.

Para consegui-lá, o proprietário precisa apresentar o Certificado de Originalidade, que é obtido com os clubes de colecionadores – e este precisa ser devidamente reconhecido pelo Denatran. O próximo passo é solicitar junto ao órgão de trânsito a mudança de categoria.

Em São Paulo, a taxa cobrada para a emissão do novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) é de R$ 163,63. Já o valor da nova placa é de R$ 106,40.

Licenciamento 2020: coronavírus impede regularização de carros a GNV em SP

O calendário do licenciamento de carros de passeio, motos e ônibus está mantido no Estado de São Paulo, mesmo com o atendimento suspenso até 30 de abril nos postos do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), por conta da quarentena do coronavírus.

Essa data é justamente o prazo final para regularizar veículos com placa de final 1 sem receber multa – nem correr o risco de ter o automóvel retido em uma blitz por licenciamento atrasado.

No momento, a autarquia estadual orienta a licenciar o carro de forma virtual, via internet, “independentemente do final de placa”. Porém, proprietários de automóveis movidos a GNV (gás natural veicular) estão atualmente impedidos de licenciá-lo.

Isso porque, para que seja emitido o novo CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) desse tipo de veículo, é necessário apresentar presencialmente o CSV (Certificado de Segurança Veicular) em uma unidade do Detran-SP – o que agora não é possível. Hoje não há uma alternativa de envio do documento pela web.

O CSV é concedido se o veículo for aprovado em vistoria realizada por Instituição Técnica Licenciada pelo departamento estadual, que deve ser realizada anualmente.

Em resposta enviada a UOL Carros, o Detran-SP informa que “os veículos movidos a GNV continuarão circulando até a regularização do certificado de inspeção anual”.

Mais prazo?

Juan Carlos Dans Sanchez, diretor de veículos da autarquia, conversou com a reportagem e disse acreditar que os postos possam voltar a operar antes do prazo já anunciado. Caso isso não aconteça, há alternativas em análise.

“Após o dia 7 de abril, quando acaba a quarentena, o governo do Estado fará nova avaliação da pandemia. A cada dia aparecem novos desdobramentos e o atendimento pode ser retomado antes do dia 30”, informa.

Sanchez aponta que o prazo para licenciar veículos com placa de final 1 poderá ser ampliado, caso seja necessário, para evitar a penalização daqueles que não tiverem conseguido fazer a regularização até o fim de abril.

“De uma maneira ou de outra, teremos uma solução para isso. Outra possibilidade é excepcionalmente o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) ampliar a validade do Certificado de Segurança Veicular, permitindo o licenciamento do carro a GNV sem a necessidade de emissão de novo laudo”, complementa.

Como fazer o licenciamento pela internet

  • De acordo com o Detran-SP, com exceção dos proprietários de veículos a gás natural veicular, qualquer cidadão pode realizar o licenciamento mediante o pagamento da respectiva taxa pelo internet banking de sua preferência.
  • “Após efetivado o pagamento, e solicitar, obrigatoriamente, a remessa pelos Correios, o CRLV será encaminhado para o endereço informado”, informa o órgão de trânsito.
  • Após o pagamento, com remessa postal, a versão digital do CRLV estará disponível em até 24 horas, afirma a autarquia, por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, disponibilizado pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Calendário do licenciamento 2020 em SP

  1. Confira as datas-limite para licenciar veículos de passageiros, ônibus, reboques e semirreboques no Estado paulista neste ano:
  2. + Final de placa 1Abril
  3. + Final de placa 2Maio
  4. + Final de placa 3Junho
  5. + Final de placa 4Julho
  6. + Finais de placa 5 e 6Agosto
  7. + Final de placa 7Setembro
  8. + Final de placa 8Outubro
  9. + Final de placa 9Novembro
  10. + Final de placa 0Dezembro

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*