Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado

Carros, vans e utilitários

1 – 50 de 1.168 resultadosPagamento e entrega

Categoria sem OLX Pay

Tipos de anúncio

Todos os anúncios

Ordenar por

Mais Relevantes

  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado0 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalHoje às 00:03 – Profissional
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado69.000 km | Câmbio: Manual | FlexSalvador, Cosme de FariasProfissionalOntem às 21:40 – Profissional
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado0 km | Câmbio: Manual | Flex
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado45.569 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 20:56 – Profissional
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado0 km | Câmbio: Automático | FlexProfissionalOntem às 20:10 – Profissional
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado13.000 km | Câmbio: Automático | Flex
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado60 km | Câmbio: Manual | Flex
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado48.596 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 19:55 – Profissional
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado0 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 19:40 – Profissional
  • Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado48.901 km | Câmbio: Manual | FlexSalvador, Arraial do RetiroProfissionalOntem às 19:20 – Profissional
  • 44.698 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 19:14 – Profissional
  • 3.855 km | Câmbio: Manual
  • 0 km | Câmbio: Automático | FlexSalvador, Parque Bela VistaProfissionalOntem às 18:44 – Profissional
  • 51.882 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 18:32 – Profissional
  • 66.872 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 17:39 – Profissional
  • 132.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 17:32 – Profissional
  • 54.537 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 16:36 – Profissional
  • 0 km | Câmbio: Automático | FlexSalvador, Parque Bela VistaProfissionalOntem às 15:34 – Profissional
  • 80.000 km | Câmbio: Manual | FlexOntem às 15:24
  • 34.463 km | Câmbio: Automático | FlexProfissionalOntem às 13:59 – Profissional
  • 15.559 km | Câmbio: Automático | FlexProfissionalOntem às 13:57 – Profissional
  • 46.787 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 12:50 – Profissional
  • 2.850 km | Câmbio: Manual | FlexSalvador, Horto Bela VistaProfissionalOntem às 12:09 – Profissional
  • 30.000 km | Câmbio: Manual | Flex
  • 93.200 km | Câmbio: Manual | FlexSalvador, Água de MeninosProfissionalOntem às 10:54 – Profissional
  • 63.000 km | Câmbio: Manual | Flex
  • 27.000 km | Câmbio: Automático | FlexOntem às 10:46
  • 60.000 km | Câmbio: Manual | FlexSalvador, Caminho das Árvores
  • 0 km | Câmbio: Manual | FlexProfissionalOntem às 10:11 – Profissional
  • 120.000 km | Câmbio: Manual | Flex
  • 56.000 km | Câmbio: Manual | Flex
  • 0 km | Câmbio: Automático | FlexProfissionalOntem às 08:04 – Profissional
  • 104.000 km | Câmbio: Manual | FlexSalvador, Caminho das Árvores
  • 43.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissional17/04 às 23:24 – Profissional
  • 13.609 km | Câmbio: Automático | FlexProfissional17/04 às 22:54 – Profissional
  • 68.524 km | Câmbio: Manual | FlexProfissional17/04 às 21:43 – Profissional
  • 0 km | Câmbio: Automático | FlexProfissional17/04 às 21:26 – Profissional
  • 13.900 km | Câmbio: Automático | Flex17/04 às 21:09
  • 61.576 km | Câmbio: Manual | FlexProfissional17/04 às 20:53 – Profissional
  • 53.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissional17/04 às 20:14 – Profissional
  • 51.905 km | Câmbio: Manual | FlexSalvador, Arraial do RetiroProfissional17/04 às 19:57 – Profissional
  • 40.278 km | Câmbio: Manual | FlexProfissional17/04 às 19:54 – Profissional
  • 26.000 km | Câmbio: Automático | FlexSalvador, Parque Bela VistaProfissional17/04 às 18:43 – Profissional
  • 65.000 km | Câmbio: Manual | Flex17/04 às 18:07
  • 16.838 km | Câmbio: Automático | Flex
  • 130.000 km | Câmbio: Manual | Flex
  • 50.000 km | Câmbio: Manual | FlexProfissional17/04 às 17:52 – Profissional
  • 77.000 km | Câmbio: Manual | FlexCamaçari, Camaçari de Dentro
  • 0 km | Câmbio: Automático | FlexProfissional17/04 às 16:29 – Profissional
  • 69.200 km | Câmbio: Manual | FlexProfissional17/04 às 16:11 – Profissional

Página 1 de 24

Carros com kit GNV ganham desconto no valor do IPVA?

Publicado em 05 de dezembro de 2018

A instalação do GNV em veículos é cada vez mais comum no Brasil, principalmente por trazer diversas vantagens aos motoristas. A economia de combustível é um dos grandes benefícios que o gás natural veicular traz à rotina de quem roda muito com o carro.

De acordo com o G1, o GNV é 50% mais econômico que o etanol e a gasolina.

Uma dúvida que muitas pessoas têm é: veículos que possuem o kit gás instalado ganham desconto no valor do IPVA? Seria este mais um benefício da conversão GNV?

O IPVA é um fator que interfere diretamente no controle de gastos dos motoristas, mesmo que seja cobrado anualmente.

Por isso, a Rede CSV preparou este artigo para sanar as dúvidas dos proprietários dos veículos com kit gás.

Descubra se o valor do IPVA realmente sofre desconto para quem possui o GNV no carro, além de outras informações. Atente-se às nossas dicas e aproveite a leitura!

Saiba tudo sobre valor do IPVA para carros com Kit GNV

Entenda o que é IPVA

O IPVA (sigla de Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) é um imposto cobrado aos proprietários de veículos terrestres. Donos de automóveis, motocicletas, caminhões, ônibus e outros veículos de todos os tipos devem pagar o IPVA. O valor do IPVA é cobrado anualmente por cada estado do país e o Distrito Federal.

O objetivo do imposto é arrecadar dinheiro para o próprio estado e para o município onde o veículo foi registrado. Portanto, o valor arrecadado do IPVA não é usado para conservação de ruas e estradas, diferentemente do que muitos pensam.

Cálculo do IPVA

Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado

A alíquota do IPVA, que é o percentual ou valor fixo que será aplicado para o cálculo do valor, varia em cada Estado. Ela é determinada de acordo com os critérios de cada governo estadual. A alíquota é cobrada sobre o valor venal dos veículos, ou seja, seu preço médio de venda no mercado atual. Os preços das alíquotas variam, inclusive, de acordo com o tipo de veículo e combustível.

O pagamento do IPVA sempre ocorre no início do ano, e os motoristas devem estar atentos ao cálculo do imposto. Para isso, você deve consultar o modelo exato e o ano de fabricação do seu veículo.

Depois, é só multiplicar o valor venal do veículo pela alíquota referente a ele e dividir o valor por 100. O resultado encontrado é o valor do IPVA que você deve pagar. As informações sobre valor venal e taxa de alíquota dos veículos são encontradas no Diário Oficial do Estado.

O IPVA pode ser pago em cota única ou em três parcelas mensais de igual valor, sucessivamente.

O valor do IPVA para veículos com GNV

Carros Chevrolet em Bahia a Flex Não blindado

As alíquotas do IPVA variam de 1% a 6%, de acordo com o tipo de veículo e o combustível utilizado. Por exemplo, para carros do tipo flex (movidos à gasolina e etanol), a alíquota referente é de 4% no Rio de Janeiro. Os veículos adaptados para pessoas com deficiência estão isentos do pagamento do IPVA, assim como veículos de aluguel e reboque.

Segundo a Secretaria da Fazenda, veículos movidos a gás natural veicular (GNV) ou energia elétrica possuem alíquota de 1,5%.

Então, respondendo à pergunta no título do nosso artigo: sim, carros com Kit GNV ganham desconto no valor do IPVA! Para obter o benefício, é necessário instalar o GNV e, depois, realizar a inspeção veicular com uma empresa acreditada pelo Inmetro para obter o CSV (Certificado de Segurança Veicular). De posse do CSV, o veículo pode ser levado ao DETRAN para inclusão do GNV em seu documento.

Inspeção veicular é com a Rede CSV!

Para realizar a vistoria do seu Kit GNV, conte com a Rede CSV! Somos uma empresa especializada em inspeção veicular de GNV no Rio de Janeiro.

Nossos profissionais são qualificados para verificar todos os itens de segurança do seu veículo, assim como toda a instalação e condições de funcionamento do Kit GNV.

Somos acreditados pelo Inmetro e atuamos com vistoria de GNV, inspeção de blindados, emissão de laudos de inspeção técnica etc. Entre em contato conosco e conheça mais sobre os nossos serviços.

Leia também:  Suv Honda Hr-V com Rodas de liga leve

Tudo o que você precisa saber sobre os pneus run flat

Furo proposital para testar o Run Flat sem pressão Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas

A Pirelli começou a fabricar no Brasil pneus do tipo run flat. Com esse recurso, os pneumáticos podem rodar sem ar por até 80 quilômetros, ao limite de 80 km/h.

Segundo avaliação da empresa, o mercado de automóveis e SUVs premium no Brasil é grande o suficiente para justificar a produção local. No entanto, a nova área na fábrica de Feira de Santana, na Bahia, também atenderá às exportações.

Pneus Run Flat podem rodar sem ar dentro da câmara Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas

Por aqui, a demanda atual de pneus run flat esbarra nas 60.000 unidades ao ano. Até então, 100% das peças dependiam exclusivamente de importações. Esta é uma das razões pelas quais dificilmente se encontra medidas específicas para pronta entrega – uma das principais reclamações dos usuários no país.

Os run flat nacionais irão atender tanto às montadoras que produzem no Brasil quanto o pós-venda. Porém, a marca não confirma se haverá redução nos preços no varejo.

Pneus run flat têm reforços estruturais nos flancos, ombros e talões (a lateral e o aro de fixação na roda). Quando está totalmente sem ar pressurizado em seu interior, o peso do veículo fica apoiado nesta camada reforçada – as rodas não ficam diretamente em cima da banda de rodagem. Com isso é possível rodar em segurança sem que ocorra o detalonamento.

Corte transversal em pneu convencional e Run Flat mostra as diferenças na estrutura. O de cima, Run Flat, tem mais camadas de borracha de diferentes densidades nos flancos e ombros (encontro entre a banda de rodagem e a lateral) Fernando Pires/Quatro Rodas

Outra vantagem de segurança é a capacidade de manter o controle do veículo no caso de estouro do pneu em alta velocidade – ainda que esta ocorrência seja rara em pneus modernos.

CAMINHO SEM VOLTA

Hoje restritos a modelos premium, os Run Flat são comuns nos BMW, Mercedes-Benz, Audi e Porsche. Mas a tecnologia, como toda outra, deve ser adotada em modelos de categorias inferiores conforme ganha escala de utilização.

Sem ar na câmara, o peso do carro fica apoiado no flanco do pneu Run Flat Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas

Tantos os fabricantes de automóveis quando de pneus tendem a migrar para o run flat. As montadoras ganham mais oportunidades de desenvolvimento, já que não precisaram projetar nichos para ferramentas e um grande compartimento para o quinto pneu.

Do lado dos sistemistas, a vantagem é o maior controle sobre o reparo em pós-vendas e possibilidade de desenvolver produtos sob medida para modelos específicos. Os Run Flat têm características de peso e aplicação que requerem o desenvolvimento conjunto com as montadoras. É mais trabalhoso, mas pode render resultados mais eficientes.

NA PRÁTICA

QUATRO RODAS avaliou um Mercedes-Benz Classe C equipado com pneus Pirelli Cinturato P7 Run Flat na medida 225/50 R17. Foi realizado um percurso em condições normais de uso, e posteriormente o mesmo trajeto com um dos pneus propositalmente perfurado. A pressão de 39 libras foi a zero.

Continua após a publicidade Antes e depois – pressão normal; nenhuma pressão após o furo Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas

Ao volante, a diferença de comportamento era sensível, porém discreta. A direção “puxava” para a direita, mesmo lado em que o pneu sem pressão estava (dianteiro direito), e foi possível notar o aumento do ruído de rodagem.

Sensor de pressão (TPMS) acusa defeito após furo no pneu. Carros equipados com pneus Run Flat necessariamente precisam ter o recurso Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas

Mas valem algumas observações: o sistema de áudio do carro não estava ligado e o teste foi realizado para ressaltar essas diferenças. No dia-a-dia, a possibilidade de o motorista não perceber que há algum tipo de dano no pneu é plausível, sobretudo se o pneumático estiver no eixo traseiro.

Assista abaixo o vídeo de nosso teste:

Aproveitamos a ocasião para tirar algumas dúvidas a respeito das características e do uso dos run flat. Confira:

Pneus Run Flat são mais frágeis que seus equivalentes comuns?
Segundo Roberto Falkenstein, diretor de desenvolvimento da Pirelli, não. “Os run flat são até mais resistentes, por terem reforços estruturais na banda de rodagem e no ombro do pneu”, diz. O executivo afirma que os pneus que podem rodar sem pressão também são afetados por buracos ou defeitos na via.

Grosso modo, se um pneu comum estourar a 60 km/h ao passar por um determinado obstáculo, é provável que o mesmo só ocorra com o run flat se o automóvel estiver a 100 km/h.

Qualquer carro pode utilizar pneus Run Flat?
Não. Falkenstein ressalta que o run flat precisa ser homologado para cada modelo.

“É essencial que o veículo esteja equipado com sensor de pressão, pois o motorista pode não perceber que os pneus estão sem ar”, conta.

Além desse recurso, o veículo precisa ter o projeto de suspensão adaptado aos pneumáticos desse tipo, que são mais pesados.

Por fim, as rodas precisam ter o aro preparado para a tecnologia. Pode ocorrer o detalonamento no caso de o pneu run flat ser instalado em rodas comuns, de liga leve ou de aço.

Run flat deixa o carro mais econômico, já que o estepe é dispensável?
Não necessariamente. No Brasil é obrigatório carregar algum tipo de dispositivo de reparo quando não há o pneu sobressalente. Porém, os run flat são mais pesados que pneus convencionais. Dependendo da medida, ter entre 2 e 4 quilos a mais.

Essa diferença de peso relativiza a economia pelo alívio de massa. A maior vantagem ao aposentar o estepe acaba sendo a liberação de espaço no porta-malas.

Continua após a publicidade

  • Manutenção do carro
  • pneus
  • Serviços

SAIBA ANTES DE COMPRAR UM CARRO BLINDADO

SAIBA ANTES DE COMPRAR UM BLINDADO

PRIMEIRAMENTE VOCÊ TERÁ QUE DECIDIR SE VAI COMPRAR UM CARRO:

  • USADO QUE FOI BLINDADO,
  • VAI BLINDAR O CARRO QUE VOCÊ TEM,
  • OU SE VAI COMPRAR UM CARRO NOVO BLINDADO.
  • NOS TRÊS CASOS VOCÊ TEM QUE TOMAR CONHECIMENTO SE A EMPRESA QUE BLINDOU OU VAI BLINDAR SEU CARRO, TEM ALGUM CERTIFICADO OUTORGADO PELO EXÉRCITO BRASILEIRO, SE NÃO FOR ASSIM NÃO TEM COMO SABER SE FORAM OU VÃO SER COLOCADOS NO SEU VEÍCULO OS PRODUTOS DEVIDAMENTE CONTROLADOS.
  • O CUSTO DE UM CARRO BLINDADO USADO SEMPRE É MUITO MENOR QUE BLINDAR UM CARRO NOVO, MAS DESSE JEITO NÃO E FÁCIL SABER (SE NÃO EXISTIR UMA NOTA FISCAL) QUAL FOI O NÍVEL DA BLINDAGEM QUE FOI COLOCADO NO CARRO.
  • OS NÍVEIS DE BLINDAGEM SÃO SEIS, MAS NA REALIDADE CADA EMPRESA APLICA SEU CRITÉRIO, PODENDO DE ALGUM JEITO TER MAIS OU MENOS NÍVEIS DE BLINDAGEM.
  • SE ESTÁ PENSANDO EM COMPRAR UM CARRO USADO BLINDADO, VEJA ESTAS DICAS:
  • PRIMEIRO: PROCURE BOLHAS E DESCASCADOS NAS PELÍCULAS QUE COBREM O VIDRO BLINDADO, QUE NÃO PODEM EXCEDER 1 CENTÍMETRO, TENHA EM CONTA QUE TRINCAS DE ATÉ CINCO CENTÍMETROS NA PARTE EXTERNA SÃO ACEITÁVEIS, MAS SE FOR NA PARTE INTERNA TERÁ QUE TROCAR.
  • SEGUNDO: ENTENDA QUE A BLINDAGEM BÁSICA NO NÍVEL UNO, REPRESENTA UM PESO A MAIS DEPENDENDO DO CARRO DENTRE 120 E 170 QUILOS, COM ISTO QUEREMOS INFORMAR QUE OS AMORTECEDORES E FREIOS PODEM ESTAR MAIS DESGASTADOS QUE O NORMAL OU ATÉ NO FIM DA VIDA ÚTIL.
  • TERCEIRO: NO CARRO BLINDADO VOCÊ NÃO PODERÁ ABRIR AS JANELAS, PORÉM O AR-CONDICIONADO TEM QUE FUNCIONAR BEM OU MUITO BEM, PORTANTO DEVERÁ CHECAR O MESMO E SE ELE NÃO TEM O FUNCIONAMENTO APROPRIADO TERÁ QUE TROCAR FILTROS, CARREGAR GÁS E FAZER UMA HIGIENE DO MESMO.
  • QUARTO: TERÁ QUE SE INFORMAR BEM SE O CARRO TEM AROS METÁLICOS NAS RODAS, ISTO É DENTRO MESMO DOS PNEUS QUE PERMITEM PROSSEGUIR O CAMINHO UNS QUINZE QUILÔMETROS COM OS PNEUS VAZIOS, E SE FOR ASSIM TENHA CERTEZA QUE ESSE CARRO VALE MAIS; PARA SABER SE É VERDADE TERÁ QUE VERIFICAR O CERTIFICADO ORIGINAL EMITIDO PELA EMPRESA QUE BLINDOU O CARRO, CASO CONTRÁRIO TERÁ QUE DESMONTAR AS RODAS E VERIFICAR SEU PESO, COMPARANDO-A COM OUTRA DO MESMO CARRO OU DA RODA AUXILIAR OU ESTEPE.
Leia também:  Suv Volkswagen com Sensor de estacionamento com final da placa 5,6

QUINTO: NO NÍVEL DE PROTEÇÃO, MAIS DE 95% DAS BLINDAGENS DO BRASIL É DO TIPO III-A, PARA MUNIÇÃO ATÉ 9 MILÍMETROS E MAGNUM .44, SUFICIENTE PARA RESISTIR A TODA ARMA DE MÃO. A DE NÍVEL II SUPORTA ATÉ 9 MILIMETROS E .357 MAGNUM.

SEXTO: UMA TIRA DE AÇO SOBREPOSTA IMPEDE QUE A BALA ENTRE NO CARRO PELO ESPAÇO ENTRE O VÃO DA PORTA E O BATENTE. ESSA TIRA DE REFORÇO É CHAMADA DE OVERLAP OU FRAME. CONFIRA COM A BLINDADORA SE SEU CARRO TEM.

SÉTIMO; O CARRO DEVE SER TODO DESMONTADO PARA A BLINDAGEM, PODE HAVER PEÇAS DE ACABAMENTO SOLTAS. UM TEST-DRIVE PODE DENUNCIAR RUÍDOS DE PEÇAS MAL COLOCADAS. CONFIRA SE AS BORRACHAS DE VEDAÇÃO ESTÃO PERFEITAS, PARA EVITAR FUTURAS INFILTRAÇÕES.

OITAVO: PERGUNTE À EMPRESA QUE BLINDOU O CARRO SE ELA PROTEGEU MAÇANETAS, ANCORAGEM DO CINTO E FIXAÇÃO DO RETROVISOR, ÁREAS QUE NEM SEMPRE SÃO BLINDADAS. QUALQUER LUGAR DESPROTEGIDO PODE SER UM PONTO DE ENTRADA PARA UMA BALA.

NOVE: VErifique SE TODAS AS PARTES OPACAS ESTÃO PROTEGIDAS COM CHAPAS DE AÇO OU MANTA BALÍSTICA.

EMPRESAS  pouco CUIDADOSAS NÃO BLINDAVAM COLUNAS,       A DIVISÃO ENTRE MOTOR E CABINE E A SEPARAÇÃO ENTRE PORTA-MALAS E BANCO TRASEIRO.

DÉCIMO: DEVERÁ TESTAR TODOS OS BOTÕES DO VIDRO ELÉTRICO. COM O EXCESSO DE PESO, ALGUNS PODEM DEIXAR DE FUNCIONAR.

DÉCIMO PRIMEIRO; DÊ PREFERÊNCIA AOS CARROS AUTOMÁTICOS, MODELOS MAIS VALORIZADOS NO MERCADO, QUE APRESENTAM MAIOR LIQUIDEZ E SÃO RECOMENDADOS EM CASOS DE EMERGÊNCIA, POIS NÃO HÁ RISCO DE DEIXAR O CARRO MORRER NUMA FUGA.

DICAS

  • PARA QUE A BLINDAGEM DURE MAIS NUNCA FECHE A PORTA COM A JANELA ABERTA, POIS HÁ O RISCO DE O VIDRO TRINCAR; NÃO DEIXE AS PORTAS ABERTAS MAIS DO QUE O TEMPO NECESSÁRIO PARA ENTRAR OU SAIR, O EXCESSO DE PESO PODE DESALINHÁ-LAS; NUNCA ANDE COM O VIDRO ABERTO EM ESTRADA DE TERRA PORQUE A TREPIDAÇÃO PODE RACHÁ-LO.
  • USE APENAS UMA FLANELA, ÁGUA E SABÃO NEUTRO PARA LIMPAR A PARTE DE DENTRO DOS VIDROS PORQUE A PELÍCULA INTERNA PODE SE RISCAR OU SE SOLTAR COM PRODUTOS ABRASIVOS OU SOLVENTES.

TAMBÉM TOME CUIDADO COM ANÉIS OU CRIANÇAS COM BRINQUEDOS.

  • FUJA DA TRAVESSIA DE RUAS ALAGADAS. SE O CARRO FICAR PRESO NA ÁGUA, A MANTA BALÍSTICA PODE SER AFETADA PELA UMIDADE, O QUE REDUZ SEU PODER DE PROTEÇÃO.
  • VENTOSAS DE APARELHOS GPS DANIFICAM O POLICARBONATO DA PARTE INTERNA DO VIDRO, O QUE PODE COMPROMETER A EFICÁCIA DA PROTEÇÃO.
  • VARIAÇÕES BRUSCAS DE TEMPERATURA TAMBÉM DEVEM SER EVITADAS, HÁ RISCO DE OCORRER TRINCAS NA BLINDAGEM E A EXPOSIÇÃO AO CALOR INTENSO PODE PROVOCAR A LAMINAÇÃO DOS VIDROS.

PERGUNTAS FREQÜENTES DOSINTERESSADOS EM BLINDAR UM CARRO

POSSO BLINDAR SOMENTE OS VIDROS?

É POSSÍVEL, MAS NENHUMA EMPRESA RECOMENDA. GASTA-SE MUITO DINHEIRO (CERCA DE 70% DE UMA BLINDAGEM COMPLETA) PARA POUCA PROTEÇÃO.

COMO É FEITA À ASSISTÊNCIA TÉCNICA?

HÁ EMPRESAS QUE OFERECEM A MANUTENÇÃO ATÉ MESMO EM FINAIS DE SEMANA. O IMPORTANTE É VER EM QUANTO TEMPO A OFICINA DEVOLVE O CARRO.

QUAL A GARANTIA DAS EMPRESAS?

OS DEFEITOS APRESENTADOS NA BLINDAGEM SÃO COBERTOS POR ATÉ DOIS ANOS. O PROBLEMA MAIS FREQÜENTE SÃO PEQUENAS BOLHAS NOS VIDROS. ELAS APARECEM NOS ESPAÇOS ENTRE AS LÂMINAS SUPERPOSTAS.

O AUMENTO DE PESO NO CARRO INFLUENCIA A DIRIGIBILIDADE?

A BLINDAGEM MAIS COMUM TEM DE 100 A 200 QUILOS. O AUTOMÓVEL FICA UM POUCO MAIS BAIXO E O TEMPO DE FRENAGEM AUMENTA. A RECOMENDAÇÃO É CALIBRAR OS PNEUS COM A PRESSÃO MÁXIMA.

COMO FICA O NÍVEL DE RUÍDO?

UMA BLINDAGEM BEM-FEITA NÃO CAUSA RUÍDOS. ACONTECE O OPOSTO. O VIDRO MAIS GROSSO E AS PORTAS RECHEADAS DIMINUEM O BARULHO DA RUA.

POSSO BLINDAR UM CARRO POPULAR?

PODE, MAS NÃO VALE A PENA. A BLINDAGEM, ALÉM DE SAIR PELO DOBRO OU TRIPLO DO PREÇO DO CARRO, REDUZ DEMAIS O DESEMPENHO DO MOTOR.

É MELHOR BLINDAR UM CARRO NOVO, UM USADO OU JÁ ADQUIRIR UM VEÍCULO BLINDADO?

DEPENDE DA CONDIÇÃO ECONÔMICA. QUEM ESTIVER SE APERTANDO DEMAIS PARA ADQUIRIR UM BLINDADO, DEVE PESQUISAR NO MERCADO DE SEMINOVOS, POIS HÁ EXCELENTES OPÇÕES, COM RELAÇÃO CUSTO-BENEFÍCIO BASTANTE INTERESSANTE.

  1. QUANTO PESA UMA BLINDAGEM E FAZ MUITA DIFERENÇA NO DESEMPENHO DO CARRO?
  2. NÃO E SIM PORQUE NÃO SE PODE BLINDAR AUTOMÓVEIS COM POTÊNCIA INFERIOR A 90 CAVALOS, ENTENDA QUE UMA BLINDAGEM PESA EM MÉDIA 200 KG.
  3. POSSO VISITAR A OFICINA PARA SABER COMO MEU CARRO ESTÁ SENDO BLINDADO?
  4. MUITOS NÃO DEIXAM MAIS DEVE, ENTENDENDO QUE A TRANSPARÊNCIA FAZ PARTE DO PROCESSO.
  5. DOS VÁRIOS NÍVEIS DE BLINDAGEM QUE EXISTEM, QUAL É O RECOMENDADO? 

O NÍVEL MAIS UTILIZADO NO MERCADO É O IIIA. É O QUE SUPORTA EM GERAL TODOS OS DISPAROS EFETUADOS POR ARMAS DE MÃO.

  • HÁ OUTROS NÍVEIS MENORES, MAS A RELAÇÃO CUSTO-BENEFÍCIO NÃO COMPENSA.
  • QUAL É A GARANTIA?
  • A GARANTIA PADRÃO É DE TRÊS ANOS.
  • ANTES DE BLINDAR UM USADO, CONVÉM FAZER UMA REVISÃO GERAL NO VEÍCULO?
  • É OBRIGAÇÃO PORQUE SE O CARRO TIVER ALGUM PROBLEMA A CULPA PROVAVELMENTE SERÁ COLOCADA NA BLINDAGEM.
  • QUANTO TEMPO DEMORA UM PROCESSO DE BLINDAGEM?
  • DE 15 A 40 DIAS ÚTEIS.
  • COMO IDENTIFICO UMA BLINDAGEM BEM-FEITA? 

NÃO É UMA TAREFA  FÁCIL PORQUE OS BONS ACABAMENTOS PODEM CAMUFLAR BLINDAGENS RUINS. PODE PARECER ESTRANHO VER SEU CARRO TODO DESMONTADO, MAS É MELHOR ACOMPANHAR TODO O PROCESSO DE BLINDAGEM PORQUE LHE PROPORCIONARÁ MAIOR SEGURANÇA.

UM AUTOMÓVEL BLINDADO FICA MAIS OU MENOS SEGURO EM CASO DE COLISÃO? 

EM TESE NÃO EXISTEM TESTES CONCLUSIVOS PARA SABER SE FICA MAIS O MENOS SEGURO. A SEGURANÇA MAIOR É PROPORCIONADA PELA PRESERVAÇÃO DAS REGIÕES DE DEFORMAÇÃO DO VEÍCULO LEMBRANDO SEMPRE QUE AS BLINDAGENS DEVEM SER FEITAS EM VEÍCULOS QUE SEJAM EQUIPADOS COM AIRBAG.

BASTA BLINDAR O AUTOMÓVEL PARA SAIR TRANQÜILO ÀS RUAS? 

NÃO, UMA VEZ QUE NINGUÉM SABE AO CERTO QUE REAÇÃO TERÁ NO CASO DE UMA ABORDAGEM. NÃO FALTAM HISTÓRIAS DE PESSOAS QUE ACABARAM ABRINDO A PORTA POR SE ESQUECER DE QUE ESTAVAM EM UM BLINDADO.

  1. QUANTO CUSTA BLINDAR UM AUTOMÓVEL?
  2. TEM VARIAS FORMAS DE BLINDAR UM CARRO, PORTANTO MUITOS VALORES, O PREÇO DEPENDERÁ DO TIPO DE BLINDAGEM; BLINDAR É UM PROCESSO CARO E TRABALHOSO.
  3. A BLINDAGEM DE CLASSIFICAÇÃO III-A É O NÍVEL DE PROTEÇÃO MAIS COMUM NO BRASIL.

CONFERE-SE O PESO ORIGINAL DO VEÍCULO. COM A BLINDAGEM, A CARGA ADICIONAL É DE CERCA DE 130 QUILOS, MAS PODE SER MUITO MAIS.

Leia também:  Hatch 2018 em São Paulo com final da placa 7,8

O VEÍCULO É TODO DESMONTADO. RETIRAM-SE A CAPA INTERNA DO TETO E O FORRO DAS PORTAS, BANCOS E VIDROS. FICAM SÓ LATARIA, MOTOR E PAINEL. A ESCOLHA DE UMA EMPRESA SÉRIA É IMPORTANTE TAMBÉM PARA GARANTIR QUE A REMONTAGEM SEJA CUIDADOSA.

COMEÇA A BLINDAGEM DA LATARIA. O TETO, AS PORTAS E TODAS AS PARTES PLANAS (COM EXCEÇÃO DO CAPÔ) SÃO RECHEADOS COM MANTA DE FIBRA DE ARAMIDA, MATERIAL USADO NA CONFECÇÃO DE COLETES À PROVA DE BALAS. QUANDO ATINGIDA POR UM PROJÉTIL, A MANTA DISTRIBUI E ANULA A ENERGIA PROPAGADA POR ELE, AMORTECENDO O IMPACTO.

CHAPAS DE AÇO INOX COM ESPESSURA DE 3 MILÍMETROS SÃO COLOCADAS NAS COLUNAS, NA JUNÇÃO DO VIDRO COM A LATARIA, NOS CANTOS DAS PORTAS, ATRÁS DA MAÇANETA E DOS PONTOS DE FIXAÇÃO DOS ESPELHOS RETROVISORES

AS RODAS RECEBEM UMA FINA CINTA DE METAL,  COM CERCA DE 2,5 MILÍMETROS, QUE IMPEDE OS PNEUS DE SE ESVAZIAREM, PERMITINDO QUE O CARRO PERCORRA CERCA DE 20 QUILÔMETROS NUMA VELOCIDADE BAIXA.

ALGUMAS EMPRESAS ENVOLVEM A RODA COM UMA RÍGIDA FIBRA DENÁILON, COM ESPESSURA APROXIMADA DE 6,5 CENTÍMETROS.

 ELA NÃO DEIXA A RODA TOCAR NO CHÃO E O CARRO CONSEGUE PERCORRER CERCA DE 35 QUILÔMETROS A 80 KM/H.

OS VIDROS COMUNS SÃO RETIRADOS. NESTE NÍVEL DE BLINDAGEM, QUE RESISTE A TIROS DE MUNIÇÃO CALIBRE 44, A ESPESSURA DO VIDRO VARIA DE 18 A 21 MILÍMETROS.

CINCO LÂMINAS DE VIDRO COMUM SÃO FIXADAS UMAS ÀS OUTRAS, POR UM FILME PLÁSTICO. A PARTE INTERNA É REVESTIDA DE UM OUTRO FILME, O POLICARBONATO, TAMBÉM UTILIZADO NA FABRICAÇÃO DOS FARÓIS DE AUTOMÓVEIS CONVENCIONAIS. O POLICARBONATO EVITA QUE ESTILHAÇOS SE DESPRENDAM, CASO O AUTOMÓVEL SEJA ALVEJADO.

O CARRO É REMONTADO E, ANTES DE SER ENTREGUE AO CLIENTE, PASSA POR UM CHUVEIRO ONDE SE VERIFICA SE O ISOLAMENTO DA CABINE ESTÁ PERFEITO. CHECA-SE TAMBÉM A EXISTÊNCIA DE EVENTUAIS RUÍDOS.

QUAL É O PREÇO DO SEGURO DE UM CARRO BLINDADO?  ACESSE

Chevrolet é na Vigorito Chevrolet

Nova S10 High Country 2021

Cruze Sport6 Premier 2020

  • PRONTA ENTREGA
  • COMECE A PAGAR EM AGOSTO
  • ENTRADA EM 12X
  • PRONTA ENTREGA
  • COMECE A PAGAR EM AGOSTO
  • IPVA GRÁTIS
  • TABELA FIPE NO USADO
  • COMECE A PAGAR EM AGOSTO
  • BÔNUS DE R$ 4 MIL NO USADO
  • COMECE A PAGAR EM AGOSTO
  • ENTRADA EM 12X
  • PRONTA ENTREGA
  • ENTRADA EM 12X
  • PRONTA ENTREGA
  • IPVA GRÁTIS
  • TAXA 0%
  • IPVA GRÁTIS
  • TAXA 0%
  • COMECE A PAGAR EM AGOSTO 2021
  • UNO 1.0 WAY 8V
  • 1.0 WAY 8V
  • Câmbio: Manual
  • Quilometragem: 52.000 KM
  • Combustível: Flex
  1. KICKS 1.6 16vstart SV
  2. 1.6 16vstart SV
  • Câmbio: XTronic
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  • KICKS 1.6 16vstart Exclusive
  • 1.6 16vstart Exclusive
  • Câmbio: XTronic
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  1. KICKS 1.6 16vstart SV
  2. 1.6 16vstart SV
  • Câmbio: XTronic
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  • CERATO 2.0 16V EX
  • 2.0 16V EX
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  1. CERATO 2.0 16V SX
  2. 2.0 16V SX
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  • RIO 1.6 LX 16V
  • 1.6 LX 16V
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Gasolina
  1. SPORTAGE 2.0 EX 4X2 16V
  2. 2.0 EX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  • SPORTAGE 2.0 EX 4X2 16V
  • 2.0 EX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  1. STINGER 3.3 V6 GDI GT AWD E-shift
  2. 3.3 V6 GDI GT AWD E-shift
  • Câmbio: Manual
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Gasolina
  • SPORTAGE 2.0 EX 4X2 16V
  • 2.0 EX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  1. ETIOS 1.3 X 16V
  2. 1.3 X 16V
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 39.300 KM
  • Combustível: Flex
  • SPORTAGE 2.0 LX 4X2 16V
  • 2.0 LX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  1. KICKS 1.6 16vstart Sense
  2. 1.6 16vstart Sense
  • Câmbio: Manual
  • Quilometragem: 0 KM
  • Combustível: Flex
  • LOGAN 1.0 12V SCE Expression
  • 1.0 12V SCE Expression
  • Câmbio: Manual
  • Quilometragem: 50.000 KM
  • Combustível: Flex
  1. 208 1.2 Active 12V
  2. 1.2 Active 12V
  • Câmbio: Manual
  • Quilometragem: 25.275 KM
  • Combustível: Flex
  • KICKS 1.6 16vstart SV
  • 1.6 16vstart SV
  • Câmbio: XTronic
  • Combustível: Flex
  1. KICKS 1.6 16vstart Exclusive
  2. 1.6 16vstart Exclusive
  • Câmbio: XTronic
  • Combustível: Flex
  • KICKS 1.6 16vstart SV
  • 1.6 16vstart SV
  • Câmbio: XTronic
  • Combustível: Flex
  1. CERATO 2.0 16V EX
  2. 2.0 16V EX
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Flex
  • CERATO 2.0 16V SX
  • 2.0 16V SX
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Flex
  1. RIO 1.6 LX 16V
  2. 1.6 LX 16V
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Gasolina
  • SPORTAGE 2.0 EX 4X2 16V
  • 2.0 EX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Flex
  1. SPORTAGE 2.0 EX 4X2 16V
  2. 2.0 EX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Flex
  • STINGER 3.3 V6 GDI GT AWD E-shift
  • 3.3 V6 GDI GT AWD E-shift
  • Câmbio: Manual
  • Combustível: Gasolina
  1. SPORTAGE 2.0 EX 4X2 16V
  2. 2.0 EX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Flex
  • SPORTAGE 2.0 LX 4X2 16V
  • 2.0 LX 4X2 16V
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Flex
  1. KICKS 1.6 16vstart Sense
  2. 1.6 16vstart Sense
  • Câmbio: Manual
  • Combustível: Flex
  • BONGO 2.5 TD STD CS
  • 2.5 TD STD CS
  • Câmbio: Manual
  • Combustível: Diesel
  1. SORENTO 3.5 V6 EX 7L AWD
  2. 3.5 V6 EX 7L AWD
  • Câmbio: Automático
  • Combustível: Gasolina
  • BONGO 2.5 TD STD CS
  • 2.5 TD STD CS
  • Câmbio: Manual
  • Combustível: Diesel
  1. BONGO 2.5 TD STD CS
  2. 2.5 TD STD CS
  • Câmbio: Manual
  • Combustível: Diesel

Carta de crédito a partir de

R$ 41.622,00

Carta de crédito a partir de

R$ 59.460,00

Carta de crédito a partir de

R$ 61.551,00

Nossos Serviços

Profissionais capacitados e garantia de produtos de qualidade

Sempre respeitando as recomendações do manual de uso e manutenção do veículo, a Vigorito possui os óleos e fluidos certos para o seu carro, utilizando sempre produtos originais de fábrica.

PNEU CERTO É GARANTIA DE SEGURANÇA

A Vigorito sabe qual é o pneu certo que garante a segurança e a alta performance do seu veículo. Nossos profissionais executam a combinação perfeita para um bom rendimento de rodagem, garantindo a qualidade em frenagem e dirigibilidade.

Não podem falhar quando você mais precisar

Seja para a manutenção ou para a troca do disco e pastilhas de freios genuínas, a Vigorito assegura o melhor desempenho da frenagem do seu veículo. Os freios são homologados e originais de fábrica.

MELHOR ESTABILIDADE E CONFORTO

A suspensão dos veículos são testadas pela fábrica e desenvolvidas com tecnologias que garantem uma maior estabilidade e absorção dos impactos com o solo.

Direção Segura e Confortável

O Alinhamento e balanceamento são fundamentais para manter uma direção sempre segura e confortável, além de evitar um desgaste prematuro das peças.O carro balanceado também tende a gastar menos combustível.

A Vigorito possui tecnologia de ponta e certificado de Excelência pela General Motors

Dispomos de um processo totalmente automatizado que garante fidelidade na tonalidade das cores dos veículos, proporcionando qualidade superior do serviço e maior vida útil da peça pintada.

A Vigorito oferece serviços de despachante para seu veículo Chevrolet ou de qualquer marca

Basta trazer a documentação necessária (CPF, RG e comprovante de residência) que nossos profissionais realizam todos os serviços obrigatórios e entregam toda toda a documentação pronta para você.

A Vigorito possui instalações de última geração pra cuidar do seu veículo

Para seu carro ficar sempre com cara de novo, a Vigorito criou um tratamento de beleza especial para o seu veículo Chevrolet e de outras marcas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*