Browsing articles tagged with " Sentimento"

Um gole de vida… Um resumo de 2012…

Dec 18, 2012   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog  //  No Comments

Mar de informações ao longo desse movimentado ano de 2012. Tomar conta da blogosfera exige foco, muita pesquisa e insistência, perseverança e saber que a comunicação, o compartilhar de conteúdos, ainda mais os de teor crítico, mexe com milhões de sistemas montados.

Amor, ainda como um simples educador blogueiro, que muito tem a aprender e ensinar. Lamentando pelo egoísmo e pelos guetos nos movimentos sociais. Fragmentação de quem poderia fazer a diferença. Especificidade no que poderia ser holístico. Com os olhos na totalidade, mas sem assumir o compromisso de abranger o todo, simplesmente por ser impossível, mas ainda com a esperança de que na prática a maioria perceba que unidos podemos fazer muito mais. Separados torcemos para apagar incêndios do cotidiano, representar uma causa no ganho de prêmios legítimos ou ilegítimos, para, então, ir com a consciência tranquila para casa com a pseudo-sensação de missão cumprida.

Comunidades tomadas pela injustiça de não ter ao menos o pão na mesa ou moradia adequada para viver. Espaço para os filhos ou condições mínimas de dignidade. Na grande maioria famílias negras, um povo lindo e inteligente e ao mesmo tempo sofrido, lutando para que não esqueçam seu passado histórico, pelo respeito no presente e pela esperança do porvir. Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Os Revolucionários também amam

Dec 15, 2012   //   by Jean Mello   //   Blog, Vídeos  //  No Comments

Amo e expresso meu amor… Eu gosto dela é um som que muito bem resume o universo feminino. Gostar dela me faz querer muito mais… Não querer ficar longe, mesmo nos dias em que o humor dela não me quer perto.  Ouça…

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

O lixo invade sua casa

Sep 15, 2012   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Vídeos  //  No Comments

Fui apenas buscar alguma conta para pagar em minha caixa de correio. Quando chego, vejo que o chão de meu quintal está infestado de folhetos de propagandas de políticos, dos mais diversos. Nem foram eleitos, mas já chegam invadindo nossa casa com todo esse lixo.

Não é em todos os lugares que passa pela cabeça deles em fazer boca de urna, comícios, estimular o voto de cajado, entrar na mente das pessoas com as mentiras mais deslavadas. 

Sentimento que perdura depois que um deles ocupa o poder, sabendo que nunca estão sozinhos, que chegam lá, também, por conta de alianças, compromissos, conchavos dos mais deslavados.

Revolucionários históricos se travestem daquilo que seus discursos mais condenam. E continua o lixo, o fingimento, as peças de teatro em tempo real.

Na verdade, sistema mais que montado. Democracia fingida, promessas que não podem ser cumpridas, palanque que só é feito para esconder os combinados de bastidores. E nós, eu e você, usados para legitimar o que é fingido com maestria.

Quem mais sofre é quem nada sabe. Geralmente, quem descobre arruma uma forma de se aproveitar daquilo que desvenda. Se não arruma um modo qualquer é tratado como maluco, pessimista, ‘conspiracionista’ e outros mais adjetivos que não merecem ser colocados nessa página.

Enquanto isso, nas telas não apenas televisivas, os sorrisos vão dizendo o que muitas pessoas acreditam ser verdade. Não apenas quem assiste crê. Muitas vezes quem transmite também se entrega às fantasias. “Iludidos com aplausos e elogios, com um pedestal”, como bem diz o Fruto Sagrado.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

A beleza negra… Esperança!

Aug 11, 2012   //   by Jean Mello   //   Blog, Imagens  //  No Comments

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

O dia que não terminou

Aug 11, 2012   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Músicas, Vídeos  //  1 Comment

Várias facetas do sistema manifestam-se para te manipular. Colocam a culpa em você enquanto os réus verdadeiros estão ilesos. Mesmo assim, divulgo algo que não é culpa apenas de pessoas comuns, algo anterior fala mais alto.

Acidentes com extrema gravidade tiram vidas desse mundo. Famílias choram – até acabar as forças – ao lembrarem-se de entes queridos que partem de uma hora pra outra, de maneira dolorosa, e quem mata fica fora da impunidade. Antes, quem realmente deveria ficar atrás das grades, são os capitalistas que contratam as empresas de propaganda que associam bebida alcoólica com sucesso, sexualidade, saúde, etc., quanta hipocrisia!

Ouça esse som, veja as imagens, mas saiba que nós não temos acesso aos verdadeiros culpados. A mídia ofusca nossos olhos, usando como intermediários apresentadores, teatrólogos da pior espécie, com salários exorbitantes, que trabalham para indústria do medo. Enfiam goela abaixo sentimentos acerca da cidade que faz quem tem um pouco de dinheiro pular de cabeça nos contratos de seguro e os ricos alienados, ou culpados até o último, andar na prisão dos carros blindados. Faz você acreditar que nas periferias não têm nada de bom. Enfim, deixe-me ter um pouco de foco, já que o assunto nesse texto não é exatamente a completude das mentiras midiáticas, mas apenas uma parte dela.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Essa linda vida me espera (lembranças do Jardim Ester) Parte II

Jul 6, 2012   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Vídeos  //  No Comments

Apenas para fechar um ciclo que não mais vai voltar… Vídeo dedicado aos amigos que não mais verei… Todos eles pediam pra eu tocar esse som… Alguns ainda estão por aqui, outros em algum lugar melhor… Alexandre (não merecia ter ido embora da maneira que foi, o mano mais firmeza que conheci, sempre trocava ideias comigo com extrema inteligência), Renato (seu final não resume o que realmente foi em sua existência concreta), Luiz, Alemão, Clóvis (mano Cróvi), Boy, Maranhão, Julião, André, Paranazinho (sempre com aquela bicicleta enferrujada), Marcelo (não precisava se expor daquela maneira, muitos te julgaram, mas todos que isso fizeram não sabiam de fato o que você sentia pela sua família), Ademir (mais conhecido como Demir) e Cebola.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Anoitecer na periferia

May 14, 2012   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas  //  1 Comment
Por Germano Gonçalves

É chegada a hora, a tarde vai-se embora.
E o anoitecer vem chegando às periferias.
A noite vem se apresentando e, com ela, os transeuntes.

Passando de um lado para o outro, uns vêm das fábricas.
Outros vão para as igrejas e muitos já estão ingerindo geladas.
Jovens para a escola, noites de sono na sala, matar aula.

Homens e mulheres em caminhos incertos, e bem ali perto
Andam pelas ruas, luzes nas avenidas insinuando aventuras.
No bar à procura do par para relaxar, músicas e músicos
Misturam-se entre os botecos, fazendo refrão para
Amenizar a solidão.
A mulher bate a porta toda torta
Cansada de o marido esperar, vai se deitar.

A noite é algo mágico, traz consigo vaidades e luxúrias.
Mendigos que pedem comida e moedas.
Meninos sem teto ficam nas calçadas, ao meio-fio
À espera do veículo a estacionar e uns trocados ganhar. Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Páginas:«12345678»

Colabore

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 2.5 Brasil.