Browsing articles tagged with "Arquivo de Religião - Página 3 de 3 - Jean Mello"

E nos últimos tempos o amor de muitos…

Ago 10, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Crônicas, Entrevistas, Vídeos  //  4 Comments

Nem dá pra saber o que escrever e o que dizer… Uma coisa que já me vem à mente é que temos uma história muito inconstante e repleta de coisas boas e ruins. Agora, qual é a família que não tem? Como nos ensinou nosso grande amigo e redentor, Jesus Cristo, quem nunca errou que atire a primeira pedra. Aliás, se não fosse o evangelho, puro e simples, o que seria de qualquer um de nós? Pena que são inúmeras as coisas que ofuscam nossa visão acerca da verdade, simplesmente porque quase nada nesse mundo pode se colocar diante Dele; quase todos os olhares são interesseiros; vivemos em um mundo em que a pureza está apenas nas crianças. Mas, mesmo assim, quando elas [as crianças], passam a conviver com os adultos, a única coisa que elas aprendem é como ser impuras. Sim, elas ficam soberbas, amarguradas, manipuladoras, mentirosas, etc., tudo pelo fato de sermos inspiradores de tudo que consiste no não perdão e na falta de amor sem razão. Não sabemos amar! Deve ser por esse motivo que Jesus disse para sermos como as crianças, delas é o Reino dos Céus. Já pensou se fossemos assim? Não conseguimos: política, trabalho, cartão de crédito, interesses, racismo, preconceito, sentimentalismos manipuladores, inconstância atrás de inconstância, verdades absolutas, caindo de engano em engano. Além de tudo isso, ainda, para a tristeza de todos, vemos, enquanto humanos, diversas formas de tirar proveito das situações.

Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Será que essa música faz parte da sua história?

Jul 21, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Músicas  //  1 Comment

Sem medo de errar: sei que a música é uma “ferramenta” que pode ser melhor utilizada nas práticas educomunicativas, em Psicoterapias, nos encontros de Psicologia Comunitária e em salas de aula, tanto na Educação Básica quanto no Ensino Superior.

Tive uma adolescência tomada pela diversidade musical. Meu apreço sempre foi por canções bem trabalhadas, desde e a Música Clássica, passando pela Black Music e chegando ao Rock. A diversificação de leituras, ou mesmo de interpretações dos artistas, sem contar, é lógico, a beleza de compor uma música sempre teve uma atenção muito especial de minha parte. O maior “culpado” disso tudo foi meu pai. Sempre escutando músicas boas, de músicos sempre preocupados em passar mensagens de qualidade, tanto melódicas quanto intelectuais, perpetuou pela casa essa dádiva.

Vou inaugurar essa série com uma música que não é brasileira. Isso quer dizer que não tenho apreço pelos artistas daqui? É óbvio que não se trata disso. Apenas quero demonstrar, de maneira livre, o quanto ela é mesmo uma linguagem universal. O que aqui falo é da emoção ao se ouvir uma canção. Às vezes ela pode até alterar o estado de espírito, chegando ao ápice de lembranças de situações boas ou não tão boas assim. Começo essa série com uma canção que fez parte da história de muitas gerações e fará parte de muitas outras. Confira essa bela versão de Stairway To Heaven. Agora, se sentir saudade da forma “original” dela, vá atrás sem exitar.

PS – Esse vídeo foi indicado por uma pessoa que conheço apenas pela Internet. Ele participa de uma mobilização bem importante, contribuindo, mesmo que muitos não saibam, para propagar o amor genuíno de Cristo, sentimento tão escasso nos dias atuais. Seu nome é Marcos Siqueira

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Dennis Portell, educador…

Abr 14, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Entrevistas  //  5 Comments

Na semana passada alguns leitores acompanharam a entrevista que fiz com o Urbanista Concreto, um grande escritor e responsável por grandes articulações de incentivo à leitura.

Nesta oportunidade converso com alguém mais jovem. Mas, nem sempre juventude é sinônimo de inexperiência ou falta de mobilizações sociais, ainda que elas sejam mais virtuais, como é o caso de Dennis Portell, estudante de História e Geografia, músico e criador do blog Manifestando-se.

Alguns sabem que se trata de um grande amigo que vem desvendando o caminho da educação. Engana-se quem acha que apenas por ser estudante ele não tem experiência – cada coisa tem seu tempo e a maturidade vai nascendo a cada vivência.
Ao longo da entrevista quero dar ênfase na questão das mobilizações virtuais que são feitas por Dennis e alguns encontros, pelo menos os últimos que ele participou, em sua opinião apenas como aprendiz. Na verdade, nem a mobilização que ele tem feito no mundo virtual está desdobrando o que ele espera. Porém, em minha modesta opinião também como uma espécie de mediador, sabendo que os mais experientes também vê um quê de esperança em ver alguém tão jovem e tão mobilizador, ao mesmo tempo, acho que o que ele considera pouco tem sido suficiente. Na verdade, esse é um espaço que também serve para que a pessoa entrevistada possa pensar suas próprias práticas, acertos e erros, conquistas e passos importantes a dar e tirar suas próprias conclusões quanto a fase que está na vida. É por isso que nessa série de entrevistas farei questão de conversar com uma diversidade de pessoas. É a diversificação de ideias e de visões de mundo que devem estar nesse blog. Por isso, as falas não são de Jean Mello. Este, que proporciona esse pequeno espaço, é um mero mediador.

Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Se tudo fosse igual ao teu sorriso…

Mar 26, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Crônicas  //  3 Comments

Cercado de olhares furtivos que desejam ver meu fim…

A cada dia vou trilhando um caminho – que não criei – para tentar vencer as dificuldades da vida. Na verdade, ainda as coisas estão fazendo sentido para mim.

Sonho para se transformar em realidade, não pode ser apenas sonhado. É preciso garra e força além do comum, para realizar o que antes passou apenas pela imaginação. Isso não é nada fácil. Para algumas pessoas se torna impossível. A fé acaba sendo o termômetro das realizações humanas, em sintonia com a mão de Deus que nos alcança quando queremos, nos momentos em que buscamos.

Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Páginas:«123

Colabore

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 2.5 Brasil.