Browsing articles tagged with "Arquivo de educação - Página 7 de 8 - Jean Mello"

Eu e você no divã da existência…

Out 25, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Crônicas  //  2 Comments

 

 

É na mesa do escritor e também em seu escritório que se pode ver um pouco de sua personalidade. Apenas resquícios de sua história se manifesta através dos livros jogados. Um pouco de café também fica ao lado do computador. Algumas fotos para inspirar. Uma música de fundo para dar gosto ao que se ouve. Qualquer intromissão, mesmo que seja a mais sutil, ou mesmo a mais inesperada, a que mais grita na alma, serve apenas para acabar com as ideias ou para ver surgir outras ainda com mais poder.

Quem é que pode responder as perguntas que não têm resposta?

É para essas questões difíceis que o escritor instaura sua eterna busca, se debruça em direção ao nada que ao mesmo tempo se transforma em tudo, para alguém que contempla ou para o próprio sujeito que escreve.

Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Refletindo sobre a palestra na Escola Estadual Hadla Feres: uma forma de mobilização

Out 12, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog  //  2 Comments

Em 14 de setembro de 2011, como um dos participantes do ciclo de palestras sobre empregabilidade, contando com profissionais dos mais diversos, falei sobre minha atuação enquanto educador social, blogueiro e escritor para dois grupos de jovens de primeiro ano de ensino médio da Escola Estadual Hadla Feres.

Em Carapicuíba, que hoje em dia tem por volta de 400.000 habitantes, a escola fica a mais ou menos meia hora do centro da cidade em um bairro chamado Vila Dirce. Não dá para repetir o jargão que envolve questões estruturais ou problemas de vulnerabilidade social que atinge também esse bairro e por consequência a escola. Trocar aqui algumas informações tem que me fazer colocar em evidência o que a comunidade escolar feito resolver o que aparece pelo caminho. Pelo menos essa é a visão que tenho e que é respaldada por alguns educadores que admiro.

É bom ressaltar que essa foi uma iniciativa da própria escola e que pode se desdobrar em outras mobilizações. Uma das coisas que me chamou atenção foi o envolvimento de parte do corpo docente, representado pela professora e mediadora de conflitos, Raquel Bertolai e da direção, que promoveu toda articulação através do diretor e também escritor José João de Alencar – Psicanálise e Educação: A escuta e a fala na escola pública e o fortalecimento dos laços sociais, esse é o nome do livro que ele escreveu e que esses dias terminei de ler, recomendo para quem quer fazer algo para que o ambiente escolar seja mais humanizado e humanizante. Será que nas escolas, de um modo geral, as pessoas enxergam o outro como legítimo outro?

Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Um poema nosso… A força de uma palavra qualquer…

Out 8, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Crônicas, Poesias  //  2 Comments

Quando nasce uma poesia junto com ela vem o sentimento, alegre ou triste;
Simplista meu detalhamento acerca dos sentimentos não é? São apenas palavras…
As palavras se juntam e dá pra ler ainda mais que o que está no papel,
Não se restringe ao que está escrito, dito, compartilhado
Diz muito mais que as palavras impressas, fala até mais que o poeta
Não precisa de rima e nem de algumas regras desnecessárias,
O que não pode ficar de fora é a alma no papel
Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Eduardo Galeano: Sangue Latino

Ago 3, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Vídeos  //  6 Comments

Uma das entrevistas mais profundas que já vi… Apenas para ilustrar a militância de um pensador que contribui para manter acesa a chama de algumas práticas em prol das mobilizações sociais.

Esse é o tipo de vídeo que fala por sí só e não precisa de muitas explanações antes das imagens. Além disso, serve de base para formação de educadores – pensadores de um modo geral – que deixaram de ter esperança. Utopia – caminhar para algum lugar é necessário, para isso é preciso ter aspirações. Em diversas das entrevistas dessa série, nomeada como Sangue Latino, criada pelo jornalista Eric Nepomuceno, ele pergunta aos entrevistados como eles definem a questão da utopia. Bem, pra que você possa ver essa entrevista, permita que eu comece praticamente pelo final dela. Deixe o próprio Eduardo Galeano dizer como ele define essa palavra que está entre as que mais aprecio: A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar. (Eduardo Galeano)

Eduardo Galeano • Sangue Latino from Breno Cunha on Vimeo.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Pro Dia Nascer Feliz

Mai 26, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Vídeos  //  2 Comments

Um dos mais impressionantes documentários sobre a realidade nacional. No caso, um rico, vasto e sensível painel do estado da educação no Brasil através de depoimentos emocionantes de jovens do ensino médio e de professores de três diferentes regiões brasileiras. Da menina Valéria que recitava poesias no longínquo sertão nordestino, lutando contra toda sorte de adversidade social, mas com um sentido de criação que chega a nos enrubescer.

Pro Dia Nascer Feliz from Jean Mello on Vimeo.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Educador, diferença na vida dos educandos…

Abr 27, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Crônicas  //  1 Comment

Uma história pedagógica de algo que aconteceu comigo… Sempre amei a escola e sabia que lá era um bom lugar para estar. Quando entrei no ginásio aconteceu algo fascinante, diversas mudanças, vários professores. Ao invés de apenas uma pessoa com a responsabilidade de estar com diversos alunos na maior parte da carga horária, um mundo de ideias que acompanhava meus mais novos professores.

Dentre diversos professores, alguns sérios e outros nem tanto, conheci na sexta-série um professor chamado Robson. Ele me deu aula de História durante alguns anos em uma escola particular na Zona Leste de São Paulo. De todas as aulas era a que eu mais participava, acho que por ter mais espaço de fazer isso ou por ter afinidade com que lá era tratado e também com o educador que compartilhava coisas bem importantes.

Algo bem interessante era o modo como esse educador valorizava aspectos da diversidade brasileira, dizendo em suas aulas que as questões internacionais eram importantes, mas a realidade brasileira, no que diz respeito a nossa própria história, deveria ser tratada como prioridade dentro de sala de aula. Além disso, ele foi o primeiro professor que tive que usava letras de música e outros conteúdos artísticos para demonstrar o quão importante é relacionar o que é produzido por pessoas que às vezes não passaram nem pelos bancos escolares, mas que dão contribuições mais significativas que muitos especialistas da educação. Bem, essa é outra questão que não preciso me deter em mais linhas. Você que está aí deve saber bem o que quero dizer com isso.

Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Dennis Portell, educador…

Abr 14, 2011   //   by Jean Mello   //   Blog, Entrevistas  //  5 Comments

Na semana passada alguns leitores acompanharam a entrevista que fiz com o Urbanista Concreto, um grande escritor e responsável por grandes articulações de incentivo à leitura.

Nesta oportunidade converso com alguém mais jovem. Mas, nem sempre juventude é sinônimo de inexperiência ou falta de mobilizações sociais, ainda que elas sejam mais virtuais, como é o caso de Dennis Portell, estudante de História e Geografia, músico e criador do blog Manifestando-se.

Alguns sabem que se trata de um grande amigo que vem desvendando o caminho da educação. Engana-se quem acha que apenas por ser estudante ele não tem experiência – cada coisa tem seu tempo e a maturidade vai nascendo a cada vivência.
Ao longo da entrevista quero dar ênfase na questão das mobilizações virtuais que são feitas por Dennis e alguns encontros, pelo menos os últimos que ele participou, em sua opinião apenas como aprendiz. Na verdade, nem a mobilização que ele tem feito no mundo virtual está desdobrando o que ele espera. Porém, em minha modesta opinião também como uma espécie de mediador, sabendo que os mais experientes também vê um quê de esperança em ver alguém tão jovem e tão mobilizador, ao mesmo tempo, acho que o que ele considera pouco tem sido suficiente. Na verdade, esse é um espaço que também serve para que a pessoa entrevistada possa pensar suas próprias práticas, acertos e erros, conquistas e passos importantes a dar e tirar suas próprias conclusões quanto a fase que está na vida. É por isso que nessa série de entrevistas farei questão de conversar com uma diversidade de pessoas. É a diversificação de ideias e de visões de mundo que devem estar nesse blog. Por isso, as falas não são de Jean Mello. Este, que proporciona esse pequeno espaço, é um mero mediador.

Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Páginas:«12345678»

Colabore

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 2.5 Brasil.