Browsing articles tagged with "Arquivo de Discriminação - Jean Mello"

Poema narcisista (extraído do livro “Intocado”)

Set 17, 2017   //   by Jean Mello   //   Blog, Intocado  //  No Comments
Imagem: Rich Lock

Imagem: Rich Lock

Para saber mais sobre o livro “Intocado”, clique aqui.

contos-cantos-desencantos
reflexo narcísico
espelho narcisista

cadência
decência
essência
sentença

memória-baseado-ato-contínuo
ligação dos mundos
prosear para não faltar o falar

ar escasso

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Rimando entre becos e vielas

Fev 7, 2017   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Contos, Crônicas, Músicas  //  2 Comments

Por Jean Mello

Rimando entre becos e vielas.

Rimando entre becos e vielas.

Resgatar os principais símbolos de resistência da periferia é demonstrar por quais razões é necessário valorizar e enfatizar a cultura periférica.

Nas primeiras linhas explico, assim não me complico, para apresentar o webclipe de Real Tegê, “Licença pra chegar”. Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Minhas raízes estão firmes como as de um Baobá

Nov 28, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas  //  No Comments

Por Jean Mello

Sarau do Projeto Raízes no Museu da Imigração. Foto: Isidro Sanene

Sarau do Projeto Raízes no Museu da Imigração. Foto: Isidro Sanene

Não conheço profundamente a literatura africana e os aspectos históricos que comprovam o quanto essa cultura influenciou a nós brasileiros. Eu disse que não conheço os detalhes, mas tenho noção do impacto que tudo isso gerou em minha vida enquanto escritor.

Não me culpo por isso – digo a respeito de não saber quase que na totalidade – mesmo sendo um escritor, um jovem intelectual à beira dos 33 anos de idade.

Por que me culpar por não saber na completude se apenas recentemente a “Coleção Geral da História da África” foi traduzida para o português? Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

A leitura do mundo precede a leitura da palavra!

Mar 4, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas  //  1 Comment

amanhecer-esmeralada

Acredito que ler é transformador. Escrever, também. Não apenas quando se trata de ler ou escrever palavras, mas imagens. Tanto faz ser criança ou adulto, leitura é interação pura com o mundo.

Ouvi alguém dizer que o poeta coloca no papel seus sentimentos, seus sonhos, suas histórias e impressões inúmeras das realidades tocantes de nossa breve existência. Não só no gênero poético isso se dá, mas a partir de nosso contato direto, sensível, com realidades, todas, que nos cercam.

Quer entender um pouco mais disso? Leia os livros de José Saramago, as poesias de Fernando Pessoa, as histórias dificultosas de serem entendidas de Machado de Assis ou os livros do brasileiro Frei Betto, principalmente Batismo de Sangue. Fui transformado pela literatura, leitura e escrita, não apenas de palavras. As histórias deram asas à minha imaginação e criatividade.

Esses dias alguém me perguntou:

Você sempre foi leitor?

Sim, de diferentes formas. Mas fui alfabetizado mesmo na pré-escola ou até um pouco antes.

– Professores te incentivaram desde sempre?

– Essa foi minha sorte… Na primeira série, tive uma professora chamada Olinda, ela não me sai da memória, que me fez ter contato com as literaturas universais, principalmente as histórias bíblicas. Depois, na segunda série, a professora Rosana, pianista. Nesse meio tempo eu fazia parte de um coral na escola, cantando poesia. Na quarta série, uma outra que, infelizmente, não recordo o nome, mas todas as manhãs ela contava histórias para toda sala, cada dia era um capítulo. Eu ficava ansioso para que os próximos dias chegassem para ver quais desfechos essas histórias tomariam.

– Isso no primário, mas e depois?

– Lá para a sexta série tive a professora Sandra, outra referência. Nós meninos, principalmente, prestávamos muita atenção nas aulas dela. Mas seu referencial não era apenas a beleza. Ela nos dava muitos exercícios para entrarmos em contato com diferentes formas de escrita. Daí pra frente tive muitos mestres. Gente que li ou que assisti aulas. Pessoas do cotidiano, que vemos na rua e aprendemos com elas, quando estamos dispostos.

– Que inveja – essa pessoa me disse. Tenho muita facilidade em escrever pesquisas e artigos acadêmicos, mas sonho em aprender a escrever assim, livre. Contos, crônicas, livros de ficção, romances. 

– Calma, você chega lá – disse eu, brincando.

Amanhecer.jpg 2

Acredito que quanto mais você ler livros gerados pela beleza poética nascida na alma, mais chances você terá de escrever livremente e passar esse sentimento para as pessoas. E, recentemente, um livro assim me fez viajar pelo tempo. Quando eu for pai lerei para meus filhos, assim como um dia leram ou contaram histórias para mim. Nome do livro? Amanhecer Esmeralda… Autoria de Ferréz… Não apenas um escritor da periferia, mas do mundo. Contei todas essas histórias na tentativa de te inspirar. Tenho certeza de que não vai se arrepender ao entrar em contato com esse livro. Ótimo para ser utilizando em sua família, em sala de aula, nas situações inusitadas da vida ou para romper com preconceitos já estabelecidos em nossa sociedade e, infelizmente, ainda não superados.

PS – Você pode comprar esse livro na livraria virtual Inspirando Sonhos, clicando aqui ou em qualquer uma das imagens.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Também sou Suburbano Convicto

Dez 14, 2015   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Entrevistas, Projetos  //  No Comments

Bixiga

Vai rolar nessa terça – 15 de dezembro – a última edição do Sarau do Suburbano Convicto.

Nessa oportunidade farei o lançamento do meu novo livro, “Fim de Tarde”.

Depois de colar na Galeria Olido e no Memorial da América Latina com essa obra, irei em um lugar que há muito tempo quero estar. Fui convidado pelo mentor da parada, Alessandro Buzo.

Firmeza… Quero ver você lá e, de preferência, com seu poema. Bora?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Formação Cidadã – “Fim de Tarde”

Nov 27, 2015   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Dicas de Livros, Publicações  //  No Comments

Casa de Cultura 2

Ontem, dia 26 de novembro, foi especial. Falei do meu novo livro, Fim de Tarde, na Casa de Cultura Palhaço Carequinha. O evento foi em parceria com a Comunidade Cidadã e o Ponto de Cultura Nós da Comunicação.

Quando cheguei, muito antes de falar apenas um pouco de como é ser escritor no Brasil, pude contemplar as produções comunicativas, principalmente as de vídeo, de muitos jovens comunicadores que estão mergulhados no que as quebradas agregam de mais belo: riqueza cultural, criatividade educativa e técnica avançada em comunicação (fotos, vídeos, fanzines, rádio comunitária, poesias e crônicas).

Especial por ser comunitário. Jovens do Grajaú… Educomunicação… Quero que seja sempre assim. Falar das crônicas, educação para liberdade, Paulo Freire em meus caminhos, Nelson Mandela como mentor, Sabotage no que diz respeito à humildade. Claro que foi em comunidade, mas, sobretudo, para a formação cidadã.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Auri Verde Chácara – Sarau

Nov 24, 2015   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Músicas  //  No Comments

Auri

Essa ONG chamo carinhosamente de Auri. São amigos, parceiros de um ano de muitas conquistas. Sim… Estarei divulgando e vendendo meus livros nesse evento. Para muitos esse lugar é longe, mas vale à pena. Posso contar com sua presença?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Páginas:12345678»

Colabore

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 2.5 Brasil.