Browsing articles in "Músicas"

Rimando entre becos e vielas

Feb 7, 2017   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Contos, Crônicas, Músicas  //  2 Comments

Por Jean Mello

Rimando entre becos e vielas.

Rimando entre becos e vielas.

Resgatar os principais símbolos de resistência da periferia é demonstrar por quais razões é necessário valorizar e enfatizar a cultura periférica.

Nas primeiras linhas explico, assim não me complico, para apresentar o webclipe de Real Tegê, “Licença pra chegar”. Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Participação na Rádio Web Conectados

Nov 12, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Músicas  //  No Comments

Rádio Web Conectados

Na quinta-feira (10/11/2016) fui entrevistado, junto com a cantora e multi-instrumentista Lorena Hollander,  no Programa Tribo Urbana, nos estúdios da Rádio Conectados. Confira na íntegra o conteúdo.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Qual é o valor da vida?

Aug 3, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Músicas  //  No Comments

Inquietude humana, quem viu o outro lado após o último suspiro? Tentamos explicar, nem sempre conseguimos. A visão pode ser de uma inacabável sombra ou de uma luz que cega. Quem poderá nos dar a certeza?

Buscamos explicações nas religiões, nas culturas antigas e na intocável Ciência. Não raras são as vezes que encontramos o vazio e saímos não satisfeitos com as explanações milenares ou mais recentes. Trata-se de uma jornada, uma busca, mais interna que externa.

Life

Uma indagação sempre em voga é sobre o real valor da vida. Com guerras “oficiais” e genocídios em países que vivem batalhas não declaradas, sem ogivas nucleares, mas com mortes em massa, atestamos que para nós, humanos, nada vale a beleza do simples existir. Que tipo de mundo construímos?

Não conseguimos explicar completamente e ficamos impotentes diante do Absoluto, da finitude da vida ou da falta de controle que temos em relação a ela. Ficamos frente a frente com o Eterno existente, mesmo quando duvidamos de sua existência, nos devolve o ar quando tudo parece perdido.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Você curte os sons de Minas Gerais?

May 10, 2016   //   by Jean Mello   //   Blog, Músicas  //  No Comments

Realmente, a cultura brasileira é alimento consistente para toda humanidade. Ela é universal. Uma prova é essa nova leitura de uma música que, em sua consagrada versão original, foi cantada simplesmente por Milton Nascimento.

Julia Vargas, na atualidade, nos apresenta verdadeira obra prima. Lapidada, acompanhada por instrumentistas de primeira. Ela conseguiu colocar sua pegada, charme, seu toque especial.

Ouça uma vez e depois não pare de repetir. Siga meu exemplo…

Aliás, todos os vídeos dessa série intitulada Mar Azul, dando cara nova aos sons de Minas Gerais, são geniais. Arranjos modernos sem perder a força das raízes de músicas já chamadas de clássicas. Isso sem contar a produção audiovisual e fotográfica. É de cair o queixo.

Julia Vargas

Navegue, procure, ouça suas músicas preferidas com um sentimento bem diferente do usual. É a nova geração mostrando que veio para ficar, respeitando nosso próspero passado cultural.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Mesa farta de escritos…

Dec 31, 2015   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Dicas de Livros, Músicas  //  No Comments
Imagem: Sylvio Ayala

Imagem: Sylvio Ayala

Pra quem simplesmente observa, essa é uma mesa repleta de escritos, raros ou não, gêneros aleatórios.

Olhando de modo mais atento vemos, no mínimo, pessoas que colocaram a alma no papel, em diferentes épocas e contextos. Mas no dia em que essa mesa estava posta, eu me fazia presente a convite do mestre Sylvio Ayala.

Local? Instituto Verdescola… Fica na Barra do Sahy, litoral norte de São Paulo. Tive a oportunidade de ver mais coisas – além da farta mesa literária – e de refutar o mito de que crianças, adolescentes e adultos, de regiões de vulnerabilidade social não se interessam pela leitura ou pela escrita, pelas artes, de um modo geral.

Desde 2014 sou convidado para fazer umas oficinas esporádicas por lá. Geralmente de comunicação com foco em mídias digitais, musicalização e outras temáticas caras ao universo educacional e cultural, brasileiro e mundial. Sempre fui bem recebido.

Nessa época eu era autor de apenas um livro, Crônicas Perdidas. Quantas coisas boas de lá para cá.

Agora, em 2015, sem desconsiderar qualquer momento passado dessa história, o convite foi ainda mais especial. Verde Festival. Preciso me explicar. Utilizarei as palavras do Instituto, que comemorou 10 anos de existência, aproveitando o momento propício do evento, você pode entender melhor em que consiste o festival.

(…) durante todo o dia houve apresentações dos alunos e espaços com oficinas, exposições e vivências que de alguma maneira faziam os visitantes conhecerem e outros relembrarem estes anos da história do Instituto na comunidade. Por este ano ser mais que um festival e ser também um motivo de comemoração de aniversário, mais do que nunca os alunos capricharam nas apresentações e nos espaços decorados com temas, como, por exemplo, a sala de comunicação que virou um túnel do tempo relembrando o nascimento de jornais e revistas, primeiros tipos de escrita e a exposição com os veículos de comunicação – rádios antigos, telefones, máquina de escrever entre outros.

Por volta de mil famílias passaram pelo local no dia 09 de dezembro de 2015. Tem mais preciosidades que peguei no blog do Verdescola.

E para descontrair ainda mais o grupo de teatro do projeto “Espetáculo” que faz as oficinas aos sábados, fez uma apresentação sobre “Vida no Sertão” falando sobre as pessoas que deixaram o nordeste em busca de uma vida melhor. Histórias de vida parecidas com as dos moradores da comunidade da Vila Sahy.

Não apenas histórias parecidas com as dos moradores daquela região. As apresentações refletiram, em minha opinião, complexidades humanas universais, raramente abordadas em instituições educacionais e, ainda mais, nas relações sociais do cotidiano.

Aprecio quando vejo educadores inserirem os clássicos filosóficos em suas oficinas pedagógicas, integrando esses densos conhecimentos às artes inúmeras.

Ainda preservo em mim a apreciação utópica em perceber os momentos em que seres humanos são transformados por intervenções poéticas e artísticas.

Guardo isso em mim por saber que participar de tudo isso é simplesmente uma oportunidade de me inserir na história que nesse momento acontece.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Auri Verde Chácara – Sarau

Nov 24, 2015   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Músicas  //  No Comments

Auri

Essa ONG chamo carinhosamente de Auri. São amigos, parceiros de um ano de muitas conquistas. Sim… Estarei divulgando e vendendo meus livros nesse evento. Para muitos esse lugar é longe, mas vale à pena. Posso contar com sua presença?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Horários e dias confirmados – FLINKSAMPA

Nov 11, 2015   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Músicas  //  No Comments

Convite

Os horários e dias de minhas palestras na FLINKSAMPA já estão confirmados!

Dia 13 de novembro, às 20:30, no Espaço Vestibular Zumbi dos Palmares.

Dia 14/11 às 13:00 na Galeria Marta Traba, espaço com 50 lugares.

Os dois lugares são no Memorial da América Latina.

Espero você lá!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Páginas:1234567891011»

Colabore

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 2.5 Brasil.