Browsing articles in "Blog"

Você curte os sons de Minas Gerais?

May 10, 2016   //   by Jean Mello   //   Blog, Músicas  //  No Comments

Realmente, a cultura brasileira é alimento consistente para toda humanidade. Ela é universal. Uma prova é essa nova leitura de uma música que, em sua consagrada versão original, foi cantada simplesmente por Milton Nascimento.

Julia Vargas, na atualidade, nos apresenta verdadeira obra prima. Lapidada, acompanhada por instrumentistas de primeira. Ela conseguiu colocar sua pegada, charme, seu toque especial.

Ouça uma vez e depois não pare de repetir. Siga meu exemplo…

Aliás, todos os vídeos dessa série intitulada Mar Azul, dando cara nova aos sons de Minas Gerais, são geniais. Arranjos modernos sem perder a força das raízes de músicas já chamadas de clássicas. Isso sem contar a produção audiovisual e fotográfica. É de cair o queixo.

Julia Vargas

Navegue, procure, ouça suas músicas preferidas com um sentimento bem diferente do usual. É a nova geração mostrando que veio para ficar, respeitando nosso próspero passado cultural.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Memórias dos tempos de escola

Apr 17, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas  //  No Comments
Fim de Tarde

Anunciei que em breve postaria em meu site um texto sobre minha participação em um grande evento cultural na escola que estudei durante três anos de minha vida, o Colégio Santa Bárbara.

Muito bom voltar naquele espaço, depois de tanto tempo, como escritor. Minhas memórias com relação a escola se restringiam aos meus pensamentos como adolescente.

Meu coração se encheu de felicidade ao conhecer os filhos de pessoas que estudaram comigo, uma nova geração, resistente. Contemplei os alunos se apresentando em um festival de talentos, alguns interessados em adquirir os livros que estavam expostos. Sem contar o fato de rever antigos professores e demonstrar, na prática, o quanto os educadores podem fazer ou não a diferença na vida de uma multidão de educandos.

Educomunicação

Uma menina de oito anos de idade, ao olhar os livros na mesa, me disse com veemência: “meu pai dá aula em faculdade, ele é professor de professor. Um escritor também é professor de professor?”

Sorri… Pensei… Respondi apenas que sim… O resto ficou em minha imaginação depois da pergunta dela. Enquanto dialogava com a criança, pensava…

Ao receber mensagens de educadores perguntando se podem utilizar meus textos em sala de aula; ao imaginar todas as vivências pedagógicas que tive nesses anos de educação social; ao rememorar, depois de uma pergunta com essa intensidade, como é dificultoso lutar por cultura e educação em um país que dá pouco valor para isso, vejo que tive bons educadores, ótimos, para hoje eu ter orgulho em dizer… Sou educador, escritor e empreendedor social.

Meus agradecimentos à equipe do Colégio Santa Bárbara.

Créditos das imagens: Ronaldo Tadeu

Clique aqui ou na primeira imagem do texto para comprar o livro.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

As pessoas estão perdidas?

Apr 8, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas  //  No Comments

Nova interpretação, instrumental tocante, poesias soltas no ar para combater qualquer mal que nos assola desde tempos não alcançados por qualquer memória histórica.

Dez anos depois do lançamento da versão original de Ainda há tempo, Criolo nos presenteia novamente. Música muito conhecida pelos fãs. Uma das mais famosas.

Será mesmo que já conhecíamos ou tínhamos conhecimento de apenas uma face dela? Ninguém melhor que o autor para nos mostrar…

Antes do lançamento desse novo single, li em vários sites que será feito o mesmo com outras faixas do disco de uma década atrás, revisitarão uma por uma, agregando novas batidas. Anunciaram também uma turnê, contendo surpresas audiovisuais e de outras naturezas, com alicerce na força exuberante da cultura.

Produção de Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral. Música recheada de arranjos raros no que conhecemos como Rap Nacional. Como sempre, ultrapassando e quebrando barreiras, regras impostas como corretas no cenário musical.

“Flutuando na hipocrisia do lodo e do fascismo” (citando um trecho de Ainda há tempo), anuncia com precisão o que vivemos em 2016. Como pode ser tão atual? A música, em sua versão original, foi lançada em 2006. Dom de um grande filósofo de nosso tempo.

Sempre gostei dessa letra e até escrevi sobre essa mesma música há tempos atrás.

Ainda há tempo

Acredito, as pessoas não são más, estão perdidas. Também não posso negar, perdição gerando maldade. Relativizar não é o caminho. Simples, imaginamos mesmo, disso tenho certeza, não quero te ver triste assim não. Muitas devem ser as músicas para te trazer amor.

Penso, como compositor, que quando uma criação dessas vem à tona, estava no interior faz tempo, na alma. Não no porão da Psiquê (personificação da alma). Tá, algo citado nesse parágrafo já foi representado faz tempo, Metamorfose Ambulante.

Não tenho direito de fugir do foco. Ainda dá tempo de percebermos que muito precisamos fazer, nos falta pouco tempo para recuperarmos o lado belo de ser humano.

Esse Rap é Humanista. Compare as letras com algumas afirmações de Carl Rogers e verá. Recomendo um dos mais conhecidos, Tornar-se Pessoa.

Pode estender sua busca – também – ao existencialismo de Jean Paul Sartre. Sem medo de errar, a riqueza do conteúdo faz interlocução com alguns livros que li.

Mas aqui não escrevo para disparar uma metralhadora de citações. Apenas ouça a mensagem, compare com a realidade que está diante de seus olhos, mas não se esqueça de fazer ligação com outras linguagens de conhecimentos profundos.

Ainda dá tempo. Tempo em que ainda temos tempo de transformações internas e, por consequência, coletivas.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

O acender das velas

Apr 4, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Vídeos  //  No Comments

Intouchables (Intocáveis),  filme francês. Um dos mais sensíveis que já assisti. Não tenho palavras para descrever. Compartilho o release oficial.

Considerado um fenômeno mundial, ´Intocáveis´ traz a história de um aristocrata que contrata um jovem para ser o seu cuidador após um acidente de parapente, o que o deixou tetraplégico. O que era para ser um período experimental, acaba virando uma grande aventura. Amizade, companheirismo e confiança são os elementos que transformam esse filme tocante e inesquecível.

Parte da trilha sonora é composta por músicas de Ludovico Einaudi, brilhante músico italiano, que mistura música clássica com elementos de cultura africana, folk e rock.

Assim como a música dele, ricos são os recursos audiovisuais. Nunca havia experimentado essa sensação de conexão com questões ainda mais elevadas. Instrumental preciso, fala muito mais que as palavras cotidianas ouvidas no calor das emoções. Leia mais >>

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ares milenares

Mar 25, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas  //  No Comments

6a555a0574f04b83fda5787c963556c2

Ao fundo, várias imagens me remetem aos ares milenares dos mundos. Em minha frente, veículos passando, não apenas particulares, mas públicos, demonstrando que, realmente, os movimentos da cidade não cessam.

Ar poluído, registrei algumas poucas árvores restantes da selva que, hoje em dia, se transformou em puro concreto.

Barulhos metropolitanos, pressa. Gente que quer chegar rápido, mais depressa que a velocidade do tempo escravizante e, ao mesmo tempo, necessário para nos situar quando o assunto é a infinitude de nossos dias. Somos demasiadamente humanos, nos dando ou não conta disso.

Sou de uma cidade cortante, mais que a espada. Hostil, não receptiva, em que, isolados, caminhamos em meio à multidão. Não foi sempre assim. Agora é…

Olhando no relógio ou celular, de minuto em minuto, para não se atrasar nas dezenas de compromissos em um só dia. Mesmo predatória ela, nossa cidade, é bela. Linda, atrativa ao cair da noite. Cartão postal para o mundo. Gostando ou não, o charme arrogante de São Paulo conquista até quem odeia o trânsito; as pessoas esbarrando umas nas outras nas ruas; o transporte público caro e lotado; a falta de respeito pelas crianças pobres; os idosos que não encontram solidariedade por parte dos mais novos.

Registro, em minha memória, a imagem que inaugura esse pequeno texto, conto ou crônica. Não quero que ela se apague. Mantenho minha sanidade e busco disseminar o momento eterno.

 

 

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

“Fim de Tarde” no sarau do Suburbano

Mar 17, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog  //  No Comments

Um vídeo, registrando minha participação no sarau do Suburbano Convicto, em dezembro do ano passado, já havia sido divulgado em meu site. Agora, para minha surpresa, outro material. Meus sinceros agradecimentos para DGT Filmes e ao Alessandro Buzo, pelo fortalecimento e pelo valor que dão ao meu trabalho.

 

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Eternidade poética… Suburbano Convicto!

Mar 12, 2016   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog  //  No Comments

Convicto
Um filme, longa metragem, sobre legitimidades poéticas de escritores livres. Não é de hoje que curto o trabalho que o Alessandro Buzo desenvolve. Mas, ao olhar esse trailer me deu algumas alegrias na alma. Uma delas, lógico, pela força infinita e eterna da poesia. Ela parece espada, ou um ácido que corrói as coisas ruins de nosso mundo, exaltando, ao mesmo tempo nossa magnitude humana. Outra alegria? Quando contemplei nas imagens dois caras conferindo o livro de minha autoria, “Fim de Tarde”. Eu divulgaria esse material, participando dele ou não, mesmo que de modo indireto. Agora, divulgo com gosto. Faço parte disso e assino junto, com muita honra.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Páginas:«12345678...48»

Blog Categories

Colabore

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 2.5 Brasil.