Sarau do Vinil – Edição de Dezembro

Dez 11, 2015   //   by Jean Mello   //   Artigos, Blog, Crônicas, Dicas de Livros, Publicações  //  No Comments

Sarau do Vinil

Tenho em mim todos os sonhos do mundo.
Fernando Pessoa

Especial não por ser o último sarau que vou participar nesse ano, soltando rojões por conta da densa trajetória percorrida com um livro tão recente, “Fim de Tarde”. Visceral… Assim descrevo o Sarau do Vinil.

Nem precisa de esforço para desenvolver escrita livre sobre algo que está na alma. Não apenas para te convidar. Mas porque, simplesmente, ser chamado para falar de metáforas dos meus dias, periféricas, centrais, quebradas ou inteiras, é a razão principal pela qual escolhi ser cronista poético.

Não mais com crônicas perdidas, foram achadas. Espalhando sementes, esperança. Aos poucos encontro parceiros, gente como eu, que dá asas às utopias comuns e incomuns.

Se planejei nesse ano publicar dois livros, sendo que um já está esgotado? Em partes… Um processo editorial pode ser bem elaborado, arquitetado, planejado. Agora, as reações das pessoas não. Mais que feliz… Apesar de todas as dificuldades já conhecidas encaradas por todos ativistas culturais. Claro, todo brasileiro.

Quero agradecer toda galera que organiza o sarau, especialmente a Alê.

Vou deixar cada leitor com as palavras ditas não por mim, mas pela equipe que faz o Sarau do Vinil acontecer.

Você vai colar com sua poesia?

Salve, família!!!

Nossa edição de dezembro vai dar samba… na vitrola, nossa homenagem aos 50 anos de carreira da diva Beth Carvalho, e os 40 anos da musa Leci Brandão.

A expo vai ficar por conta do cartunista, artista, poeta, figuraça: Nelson Catenee, que promete pincelar na hora e ao vivo as nossas emoções.

Jean Mello acabou de parir mais um livro e vai nos contar tudo sobre o seu “Fim de Tarde”. Escritor aqui da quebrada, nossa voz!

E pra fechar, nosso parceiro Márcio Rodrigues vai comandar a roda de samba que vai ser aberta, como os mics, as mentes e os corações. Traga seu instrumento, ou venha batucar os nossos… bora fazer barulho, dando cadência e sentido pro nosso samba!
Durante a nossa festa a galera da Deeanto Brasil vai montar uma loja bem massa com artigos de vestuário cheios de imponência e empoderamento preto!

Se vc não é ruim da cabeça, nem doente do pé, cola aí!

“Mas o meu nome vai ficando pela madrugada
Que eu tenho um samba e outro pra cada emoção
Poeta que é poeta não perde a parada
O que vem é festa pro meu coração”
(Paulo César Pinheiro)

Related Post

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Comentários Facebook

Leave a comment

CommentLuv badge


Colabore

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 2.5 Brasil.
Email
Print
Read previous post:
Formação Cidadã – “Fim de Tarde”

Ontem, dia 26 de novembro, foi especial. Falei do meu novo livro, Fim de Tarde, na Casa de Cultura Palhaço...

Close